PERCUSSÃO AMBIENTAL: DESENVOLVENDO COMUNIDADES(JOFRAN FONTELES BORGES)(Faculdade Darcy Ribeiro – jofranfb@yahoo.com.br)Res...
(Ibaretama), Ceacri (Itapiúna), Reassentamento Munguba (Paracuru), Sítio Coqueiros(Itapipoca), além de várias entidades na...
Reutilizar: Materiais e objetos a tempos encostados ou simplesmente entulhados que aspessoas nem lembram mais são postos a...
do mundo, adquirindo assim uma postura conscientizada e partimos para a realização deações e práticas.DESENVOLVIMENTO HUMA...
Por meio do projeto NAE – Núcleo de Artes, educação e Eventos (DesenvolvimentoHumano e Socioeconômico por Meio de Ações Cu...
o Cronológico: são combinados os horários de início, intervalos de merenda,almoço e encerramento.o Afetivo: são colocados ...
ALGUMAS AÇÕES NA REALIZAÇÃO DO PROJETO:1. Entre uma ação e informação é feita uma dinâmica para a aula ficar leve eagradáv...
projeto e visto que sua importância para o desenvolvimento humano, a percussãoambiental foi realizada na cidade d Münster ...
Eventos, localidades e entidades onde realizamos a PERCUSSÃO AMBIENTAL:Fundação Waldemar Alcântara. de 2007 a 2008.Projeto...
Acartes-Pirambu. Percussão Ambiental com crianças e adolescentes. De maio aagosto de 2010: Cuca. Apresentação do início do...
Educação Biocêntrica Em Sussuíde 29 De Maio E 04 De Junho),Percussão Ambiental Com Catadores Dia 06 De Junho De 2011:Passe...
Percussão Ambiental - Habitat Das Artes Dia 20 De Maio De 2012Nae Nova Vida E Tapuiará Final Do Mês De Maio De 2012Nae Cap...
REVISTA DA CULTURA: Ritmos do Brasil: As raízes musicais do país do samba.Publicação da Livraria Cultura - Edição 18 janei...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tcc percussão ambiental

322 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tcc percussão ambiental

  1. 1. PERCUSSÃO AMBIENTAL: DESENVOLVENDO COMUNIDADES(JOFRAN FONTELES BORGES)(Faculdade Darcy Ribeiro – jofranfb@yahoo.com.br)Resumo: A proposta de nosso trabalho é compartilhar com todos da área da música,comunidades e afins, um ação que realizamos há quase dez anos pelo Instituto Semente dasArtes, instituição que criamos e que realiza várias ações de educação e cidadania e que temum resultado satisfatório e despertou o interesse de várias entidades até do exterior,utilizando a criação de bandas de percussão em comunidades de IDH baixo por meio darealização de oficinas permanentes de instrumentos musicais utilizando material recicladopara incentivar a consciência ambiental, a reciclagem, o consumo consciente, práticasartísticas, a educação de modo simples, além do empreendedorismo. Incentivo acomercialização desses instrumentos em apresentações e dentro de um projeto maior querezalizamos chamado NAE – Núcleo de Artes, Educação e Eventos com a utilização daeducação baseada no método dialógico de Paulo Freire e conceitos da educação biocêntricadesenvolvida por Ruth Cavalcante, Cesar Wagner e Cássia Regina Xavier que visa odesenvolvimento humano e socioeconômico dessas comunidades.Palavras-chave: percussão, ambiental, comunidades, música, desenvolvimento, educação.ENVIRONMENTAL PERCUSSION: DEVELOPING COMMUNITIESAbstract: The purpose of our work is to share with all of the music, and relatedcommunities, an action we take almost ten years ago by Seed Institute of Arts, aninstitution created and performs various actions of education and citizenship and has asatisfactory result and aroused the interest of several entities to the outside, using thecreation of percussion bands in low HDI communities through workshops permanentmusical instruments using recycled materials to promote environmental awareness,recycling, consumer awareness, practices artistic education so simple, and entrepreneurship.Incentive marketing and presentations on these instruments within a larger project calledrezalizamos NAE - Center for Arts, Education and Events with the use of education basedon the method of Paulo Freire and dialogical education biocentric concepts developed byRuth Cavalcante, and Cesar Wagner cassia Regina Xavier aimed at socio-economic andhuman development of these communities.Keywords: percussion, environmental, community, music, development, education.1. PERCUSSÃO AMBIENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO DECOMUNIDADESEm nossas visitas a algumas comunidades constatamos que, além do grande nível depobreza material, existe também a pobreza humana. A pobreza de casa, comida e roupainterfere substancialmente no poder de entender, raciocinar e ter uma visão crítica dascoisas. Em muitos lugares chegamos a pensar que a população pertence a outro planeta,por estarem isolados intelectual e materialmente do restante do mundo. Para contrapor-se a essa realidade pensamos na utilização da música, da conscientização ambiental e daeducação simples como forma de incentivar a possibilidade de ver novos horizontes, avisualização do belo e de fato colaborar para um desenvolvimento humano esocioeconômico. Aproveitando a experiência adquirida em todos os projetos realizadosnos últimos dez anos enfatizando o consumo consciente e a reciclagem, oreaproveitamento de resíduos sólidos para a criação de novos produtos, à populaçãodessas comunidades, trazendo-lhes assim renda, autonomia e ao mesmo tempodiminuindo o lixo produzido no local. Foram dezenas de localidades visitadas que seutilizaram de nosso formato de integração e desenvolvimento em todo o estado doCeará, entre elas estão: Sussuí e Tapuiará (Quixadá), Água Boa (Canindé), Nova Vida
  2. 2. (Ibaretama), Ceacri (Itapiúna), Reassentamento Munguba (Paracuru), Sítio Coqueiros(Itapipoca), além de várias entidades na capital Fortaleza: Projeto Ilhas e Acartes(Pirambu) e Filhos de Catadores (Conjunto Palmeiras) para citar só alguns.A utilização da música como instrumento para melhorar a disciplina, o raciocínio e aforma de ver o mundo é algo que acreditamos e colocamos como ferramenta, pois suautilização potencializa a inteligência utilizando os dois hemisférios do cérebro: oesquerdo, racional, onde se encontram as funções cognitivas da matemática, física,lógica entre outras e o hemisfério direito, sensorial, onde se localizam as capacidadesauditivas, as de emocionar-se ou de torcer por um time, para citar algumas. Assim comofala, Em 1985 o pesquisador Howard Gardner psicólogo cognitivo e educacional,da Universidade de Harvard, e conhecido em especial pela teoria das inteligênciasmúltiplas, comprovou que, ao estudar música o individuo utiliza o cérebro por inteiro eisto aumenta de 15% a 45% a inteligência humana (Gardner, H. (1982). Mente, Arte eCérebro. New York: Basic Books). Ao ouvir uma música o cérebro exercita o ladosensorial e ao estudar teórica e prática o racional é exercitado, tornando o cérebro mais,ativo, ágil e forte, potencializando, desse modo, todas as áreas do pensamento humano.O neurologista britânico Oliver Sacks foi outro estudioso percebeu que estudar musicadesenvolve o corpo caloso que é a ligação dos dois hemisférios do cérebro.Somos muito entusiastas da educação segundo o método Paulo Freire, por usar 3 etapase discordar do sistema tradicional, o qual utilizava a cartilha como ferramenta centralda didática para o ensino da leitura e da escrita. As cartilhas ensinavam pelo método darepetição de palavras soltas ou de frases criadas de forma forçada, que comumente sedenomina linguagem de cartilha, por exemplo: Eva viu a uva, o boi baba, a ave voa,dentre outros. Tais etapas são: 1. Investigação: busca conjunta entre professor e alunodas palavras e temas mais significativos da vida do aluno, dentro de seu universovocabular e da comunidade onde ele vive; 2. Tematização: momento da tomada deconsciência do mundo, através da análise dos significados sociais dos temas e palavrasgeradoras; 3. Problematização: etapa em que o professor inspira e desafia o aluno asuperar a visão mágica e acrítica do mundo, adquirindo assim uma posturaconscientizada.2. O QUE É A PERCUSSÃO AMBIENTALConsciência AmbientalEducação SimplesDesenvolvimento HumanoMúsicaCONSCIÊNCIA AMBIENTALNos encontros nas comunidades que visitamos, vimos que o desconhecimento,abandono e até comodismo são comuns, pois ver lixo, resíduos sólidos que podem serreutilizados, esgoto a céu aberto, má utilização da água, o câncer do consumismo eoutras mazelas comuns no mundo atual. Com isso em nossas palestras mostramosvídeos e números de como isso pode melhorar se pequenas ações forem realizadas:Reciclar: Criar um novo ciclo para as coisas que não estão sendo mais aproveitadas.Criando soluções e novas funções para alguns materiais.
  3. 3. Reutilizar: Materiais e objetos a tempos encostados ou simplesmente entulhados que aspessoas nem lembram mais são postos a vista para um uso ou até mesmo para doação.Pois como diz um ditado oriental, que não lembro o autor: Quem tem o que não precisaé um ladrão.Consumo consciente: Indo na contramão das grandes mídias e empresas, tentamosconscientizar as comunidades da utilização racional das coisas e do consumo apenas donecessário, para evitarmos amontoamento de resíduos, principalmente da China eEstados Unidos da América do Norte, que jogam todo seu lixo descartável em nossopaís e no restante do mundo. Pensamos que o ser é mais importante que o ter e oincentivo ao consumo está cada vez mais aumentando a violência pelo fato de pessoassem condições financeiras, veem bombardeios nas tv´s e outros meios de novosprodutos como forma de status.Permacultura: Vemos como a “Ciência da Sustentabilidade”, que incentiva a práticasconscientes e éticas que mostram como o mundo pode ser mais habitável e sustentável,cuidando de onde vivemos, das pessoas e de aprendermos a governar nossas própriasnecessidades, impor limites ao consumo e repartir o excedente para facilitar o acesso detodos aos recursos necessários à sobrevivência, preservando-os para as gerações futuras.Aproveitamento de resíduos: fazendo isso, estaremos evitando o consumos e aprodução impiedosa de novos produtos e também tornando o que seria descartado,como os resíduos orgânicos em alimento para a terra.Utilização correta da água e de recursos naturais: mostramos que a água não érenovável e que o bom uso fará com que a vida no planeta dure bem mais do que o quepode estar previsto.EDUCAÇÃO SIMPLESPor meio do método de Paulo Freire e a Educação Biocêntrica, mostramos porexemplos da vida de cada comunidade como eles podem crescer e se desenvolvermantendo-se em suas comunidades e fortalecendo a identidade local. Dialogamos coma comunidade, buscamos conjuntamente com a população das palavras e temas maissignificativos de suas vidas, criamos momentos de reflexão, com isso tentamos quetodos tenham uma consciência do mundo, através da análise dos significados sociais dostemas e palavras geradoras, inspira e desafia o aluno a superar a visão mágica e acrítica
  4. 4. do mundo, adquirindo assim uma postura conscientizada e partimos para a realização deações e práticas.DESENVOLVIMENTO HUMANOPráticas integradas sistemáticas e conscientes que nos levam a crescer e a colaborar como mundo e a vida. Juntamos as várias ações anteriores e outras que fazemos devido acada comunidade ter sua forma de viver e cada lugar tem seus problemas e suaspeculiaridades. Conhecemos o lugar e fazemos um diagnóstico para podermos, comnossa prática e experiência orientarmos o que pensamos naquele momento, ser o melhorcaminho. Sentimos em cada realização que as pessoas melhoram sua autoestima ecomeçam a realizar práticas que estavam a sua frente, mas eles mesmos não viam,como: personagens capacitados para produzir, atores locais como lideranças e em papelde destaque, a movimentação socioeconômica e a abstrata alegria no rosto das pessoas.MÚSICATer o prazer de integrar ações positivas com a música, fazer a união do sensorial e oracional, desenvolvendo os dois hemisférios do cérebro de modo pleno. Fazer umaintegração social, melhorar as relações na comunidade, na escola, melhorar aautoestima, fazer com que as pessoas melhorem o raciocínio e se tornem mais críticos emobilizadores, a superação de desafios, o incentivo a criatividade, o fortalecimento daidentidade e estar plenamente feliz.3. COMO É FEITO A PERCUSSÃO AMBIENTAL
  5. 5. Por meio do projeto NAE – Núcleo de Artes, educação e Eventos (DesenvolvimentoHumano e Socioeconômico por Meio de Ações Culturais e Criativas) é um projeto desenvolvidopelo Instituto Semente das Artes em parceria com o INEC – Instituto Nordeste Cidadania e vempossibilitar o acesso às artes, cultura, intercâmbio com outros centros e cidades, tornando-se umlocal de fóruns permanentes para todas as comunidades onde realizamos o projetoPERCUSSÃO AMBIENTAL. Plantado desde o ano de 2004, o INSTITUTO SEMENTE DASARTES realiza ações de educação e cidadania por meio da arte, capacitação e de produção deespetáculos em parceria com grupos de teatro, bandas, Ong´s, escolas, fundações e prefeituras.Somos um Instituto cultural, educacional e ambiental, com um forte sentido de responsabilidadesocial. Ao facilitar a participação de pessoas de todas as faixas etárias. Os nossos projetoscontribuem para uma maior inclusão social. Tem uma atuação de solidariedade social, visandointervir junto a grupos vulneráveis, em especial crianças, jovens, idosos, sócio-economicamentedesfavorecidos.ESTRATÉGIA OU PLANO DE AÇÃOO primeiro passo que fazemos é a visita a comunidade ou instituição. Nesse momentovisualizamos o local e sentamos com a comunidade para dialogarmos sobre suasatividades e propormos nossa ação e como é seu procedimento. Após esse passo e acomunidade aceitando a proposta, orientamos as seguintes ações:Mobilizar o lugar: Fazer a comunidade ou instituição participar, buscar, querer efazer a ação. O orientador é só o caminho, canal e ferramenta, devemos os deixar usar.Cada caso é um caso e cada lugar é um lugar: Ter uma leitura do lugar e de seuambiente para o desenvolvimento da açãoTodo material é importante: As possibilidades que estão a nossa frente é que sãoas nossas ferramentas. Precisamos do mais simples para agir e realizar. O ambiente nosmostra o caminho e o sinal. O que nos parece menos importante é o fundamental.Nunca menospreze o menor: Ele pode ser o mais importante no todo.Potencialize o inusitado.ACORDO DE CONVIVÊNCIA
  6. 6. o Cronológico: são combinados os horários de início, intervalos de merenda,almoço e encerramento.o Afetivo: são colocados todos os sentimentos que devem ter naquela oficina.Exemplos: respeito, atenção, colaboração, participação, amor, paz, entre outros.o Ações: definimos quais passos devemos ter: buscar os resíduos, montarinstrumentos, realizar exercícios básicos e as apresentações.AÇÕES:Nesse processo, o facilitador irá orientar aos participantes e comunidade ou a instituiçãode como será a captação dos resíduos sólidos para a montagem dos instrumentos, quepodem ser de três formas: Antes: pré-avisado a todos Durante: com uma gincana cooperativa (todos buscando pelo entorno) Depois: se a ação acontecer em mais de um dia ou em outro turno.MATERIAIS NECESSÁRIOS:Todo material adquirido é importante.Exemplos de Reciclados:Cabos de Vassoura, Garrafas Pet, Canos, Tampinhas metálicas de refrigerantes,Latinhas, Grãos, Areia e Pedrinhas, Cabos de Baladeiras, Baldes (Metal e Plásticos) emuito mais.Ferramentas Básicas e Materiais de Apoio:Martelo, Alicate, Serrote, Chave de Fenda, Pregos, Fitas Adesivas, Cola, Tinta e outrosdependendo da imaginação do grupo.
  7. 7. ALGUMAS AÇÕES NA REALIZAÇÃO DO PROJETO:1. Entre uma ação e informação é feita uma dinâmica para a aula ficar leve eagradável para todos2. São usados filmes sobre informações ambientais; uso correto da água,reciclagem, coleta seletiva, separar os resíduos e afins.3. Mostramos vídeos e exemplos de instrumentos montados por outros grupos4. Assistimos shows em vídeos de músicos profissionais.5. Incentivamos a criatividade e criação de novas peças diferenciadas dasproduzidas.EXEMPLOS DE EXERCÍCIOS:1. Juntar o grupo em círculos2. Explicar com palmas como você irá fazer cada exercício para que eles sigamimitando.3. Começar com a marcação contando de 1 a 4.4. Em cada exercício que sentir segurança, passar para o próximo dobrando aspalmas.5. Começar a dividir em grupos de 4 palmas diferentes.6. Comece com as palmas a mostrar ritmos Nordestinos: Xote, Baião e Galope.7. Fazer que eles utilizem também os pés e todo o corpo, para melhorar acoordenação.8. Se o grupo pretende tocar algum outro gênero, comece a tentar logo com aspalmas, antes dos instrumentos.9. Após várias vezes exercitando, vá para a montagem dos instrumentos.CRONOGRAMAO projeto de Percussão Ambiental é uma ação realizada em espaços dos mais diversos:escolas, associações, cooperativas e centros. Em cada lugar ela tem sua duração. Namaioria dos casos são feitas oficinas de um dia ou dois, com visitas de acompanhamentoou aperfeiçoamento. Existem comunidades e instituições que são mantidos projetosmais longos, com aulas e vivências semanais ou mensais. De 2004 a 2012 já realizamosmais de 50 ações com esse projeto em comunidades. No ano de 2012 já fizemos amontagens e oficinas em algumas instituições, até o final deste ano teremos mais 10grupos de percussão ambientais montados. Nossa proposta é até 2014 estarmosultrapassando 100 trabalhos e desenvolvendo as comunidades não só no Ceará, mas emoutros estados da federação. No ano de 2011 o projeto virou internacional e aconteceuna cidade de Toledo na Espanha, onde os alunos do curso de espanhol de todo o mundoparticiparam de oficinas e apresentações nessa cidade. Em 2012 com a notoriedade do
  8. 8. projeto e visto que sua importância para o desenvolvimento humano, a percussãoambiental foi realizada na cidade d Münster na Alemanha, cidade do atual papa BentoXVI na escola de biodança local.PERSPECTIVAS DE RESULTADOSPretendemos que com a ação da Percussão Ambiental possamos sensibilizar nossosgovernantes em todos os níveis: Municipal, Estadual e Federal para tornar esse projetopolítica de estado em escolas públicas e em associações e creches públicas.Acreditamos que o sonhar, planejar, realizar e celebrar são aspectos contínuos enecessários no processo de transformação. Apresentamos algumas práticas realizadas noano de 2011 e 2012 com as evidências de resultados que impactaram positivamente nascomunidades onde houve a inserção:Realizamos nos últimos 5 anos diversas oficinas de formação de bandas de música como conceito de PERCUSSÃO AMBIENTAL em várias instituições e localidadesinclusive na universidade de Castilla LaMancha em Toledo na Espanha, em quase todosos CREDE´s com o projeto Geração da Paz para o incentivo da paz nas escolas e com600 pessoas do encontro anual do Crediamigo do Banco do Nordeste em 2012 noCentro de Convenções. Na escola de biodança em Münster na Alemanha (dezembro de2012), alem de: Sesc-Fortaleza no projeto intergeracional com crianças e idosos, Sussuí(Quixadá), Água Boa (Canindé) e incentivo a formação em Juazeiro do Norte e Itapiúnaem 2010 e 2011, além de outras instituições em 2008 e 2009 como: Acartes – Academiade Ciências e Artes e Projeto Ilhas, ambos no Pirambu.
  9. 9. Eventos, localidades e entidades onde realizamos a PERCUSSÃO AMBIENTAL:Fundação Waldemar Alcântara. de 2007 a 2008.Projeto Ilhas da Fundação Ana Lima/Pirambu. De 2008 a 2010 comapresentações em: Fanor. Colônia de Férias. Julho de 2008; Esmaltec. Agosto de2008; Iprede. 28 de agosto de 2008; Fic. 28 de agosto 2008; Igreja Kayros.Dezembro de 2008Parque Del Sol. Apresentação de Natal.; TVC. Natal de 2008; Porto D´aldeia.Eusébio, 08 de janeiro 2009; Inauguração das clínicas do Hap Vida. Janeiro de2009; Recife. Abril de 2009; Dia do Cidadão Têxtil – Sesi-Parangaba. 18 de abrilde 2009; Ideal Clube: Lançamento do CD de Waldonys. 15 de abril de 2009;Desconstruindo a Disney – Del Paseo – com grupo de teatro; Pão deAçúcar/Extra. Agosto de 2009; Centro de Convenções – Ecoelce – Agosto de2009; Fanor. 08 de outubro de 2009; Secai. 09 de outubro de 2009; VicunhaPacajus/Ceará. Natal de 2009; Confraternização de Natal. Pirambu; Natal doCocó. 20 de dezembro de 2009.Distrito de Santa Rita-Quiterianópolis/Ceará. 03 de dezembro de 2009.Percussão: Estudo e Pesquisa. Inicio do projeto de pesquisa em percussão.Kukukaya, 08 de maio de 2010.
  10. 10. Acartes-Pirambu. Percussão Ambiental com crianças e adolescentes. De maio aagosto de 2010: Cuca. Apresentação do início do curso de produção de eventos.02 de junho de 2010; Oficina De Instrumentos Na Escola N.S. Das Graças - 23Junho 2010; Escola Estadual Moema Távora. 30 de junho 2010; GincanaCultural na Escola N.S. Das Graças - 30 Junho 2010.Percussão: Estudo e Pesquisa. Todos os sábados na sede do Instituto Sementedas Artes e praça do Benfica. De maio de 2010 a fevereiro de 2012: Natal SemFome dos Sonhos com o INEC, Beira-Mar. 04 de dezembro de 2010; Natal SemFome dos Sonhos com o INEC, Shopping Benfica. 17 de dezembro de 2010.Início de trabalhos na comunidade de Sussuí-Quixadá/Ceará. 27 e 28 dedezembro de 2010. Ainda em atividade o trabalho de percussão: Natal Sussuí. 29de dezembro de 2010: Percussão Sussuí no Imparh. Encerramento do IIIEncontro Nordestino de Educação Biocêntrica. Oficina de Percussão Ambiental.02 de abril de 2011.Geração da Paz (Inec, Seduc, Cdh e Semente das Artes). Nos Credes do estadodo Ceará. Centros, Escolas, Associações e outras entidades que apoiam a paz e aeducação. Oficina com diretores e coordenadores de escolas estaduais. Pacoti,Fortaleza, Tianguá, Meruoca, Sobral, Juazeiro do Norte, Brejo Santo, Início emfevereiro de 2011.III Encontro Nordestino de Educação Biocêntrica. Oficina de PercussãoAmbiental. 01 de abril de 2011.Água Boa-Canindé/Ceará. Início da Percussão Ambiental. De abril a dezembrode 2011.Habitat Das Artes 15 Maio Parque Rio BrancoMeg Na Fiec A Fiec Realizou No Dia 27 De Maio De 2011 O "Meg - ModeloDe Excelência De Gestão"
  11. 11. Educação Biocêntrica Em Sussuíde 29 De Maio E 04 De Junho),Percussão Ambiental Com Catadores Dia 06 De Junho De 2011:Passeata DosCatadores Da Paz Dia 06 De Junho De 2011Primeiro Oficina Show Em Sussuí Dia 19 De JunhoPercussão Ambiental Em Toledo – Espanha Mês De Julho De 2011Nae Ceacri – Itapiuna Nos Dias 19 E 20 De Setembro De 2011II Oficna Show -- Nae Sussuí Dia 25 De SetembroIII Oficina Show Do Nae Sussuí – Quixadá Dia 30 De Outubro De 2011Nae Sussuí Recebe Biocêntricos 05 De Novembro De 2011Nae Sussuí - Oficina Show De Encerramento Dia 17 De Dezembro De 2011Gincana Cooperativa Nos Dias 23 De Dezembro De 2011 E 03 De Janeiro De2012Percussão Ambiental No Centro De Convenções No Dia 06 De Janeiro De 2012Coração Benfica No Pré Dia 14 De Janeiro De 2012.Habitat Das Artes De Janeiro Dia 15 De Janeiro De 2012I Festival Nordestino De Arte E Cultura - 1º Dia Dias 02 E 03 De MarçoI Festival Nordestino De Arte E Cultura - 2º Dia 03 De MarçoImplantação Do Nae Vila Malhada - Crato De 15 A 20 De MarçoPercussão Ambiental Natureza Jovem: Realizamos No Dia 05 De Abril De 2012A Primeira Aula Com O Projeto Natureza Jovem No Bairro Da Lagoa Redonda,Projeto Coordenado Pelo Casal Paulo E Manu.Abril 2012 Foram 4 Nae´S Nas Casas Digitais: Nae Olavo Bilac (Fortaleza) 12 E13, Nae Córrego Da Estrada Dia 17 E 18 E Sítio Coqueiros (Itapipoca) No Dia19 E 20 E reassentamento Fazenda Munguba (Paracuru) Nos Dias 21 E 22 DeAbril.Natureza Jovem: Trabalho De Educação E A Percussão Ambiental ComCrianças E Jovens No Bairro Da Lagoa Redonda, Um Projeto Realizado ECoordenado Pelo Casal Paulo E Manu. MaioPercussão Ambiental Nae Cariri Dias 10 E 11 De Maio
  12. 12. Percussão Ambiental - Habitat Das Artes Dia 20 De Maio De 2012Nae Nova Vida E Tapuiará Final Do Mês De Maio De 2012Nae Caponga Da Bernarda-Aquiraz Dias 14 E 15 De JunhoPercussão Natureza Jovem No Dia 12 De JulhoPercussão Ambiental Sesc-Fortaleza no projeto intergeracional com crianças eidosos – Set/Out 2012I FORMAÇÃO DE FACILITADORES EM PERCUSSÃO AMBIENTAL. Nodia 20 de novembro de 2012.Percussão Ambiental na Escola de Biodança em Münster na Alemanha emdezembro de 2012CONCLUSÕESSomos defensores da ideia de que é importante que cada um de nós tenha a consciência e aresponsabilidade de ajudar a criar um mundo melhor e mais saudável. Acreditamos que autilização da educação por meio das artes servirá para conscientização acerca dos problemas denosso planeta, podemos ajudar para a integração social e o interesse e respeito à natureza e aosmovimentos artísticos e sociais. A Percussão Ambiental é uma importante ferramentamediadora do diálogo entre as pessoas para o processo de fortalecimento da identidadecomunitária.BIBLIOGRAFIAFREIRE, Paulo: À sombra desta mangueira. São Paulo: Editora Olho d’Água, 1995.FREIRE, Paulo: Pedagogia da autonomia. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1997.ANDRADE, Cássia Regina Xavier: “Gestos, Palavras e Músicas”. Fortaleza, 2008.ANDRADE, Cássia Regina Xavier: Educação Biocêntrica: Vivenciando oDesenvolvimento Organizacional. Fortaleza: Banco do Nordeste, 2003.GÓIS, Cesar Wagner Lima: Psicologia Clínico-Comunitária. Fortaleza: Banco doNordeste, 2012.FREITAS, Emília Maria Chamone de: O Gesto Musical nos Métodos de PercussãoAfro-brasileira. Belo Horizonte, 2008.CORRÊA, Djalma: A Percussão no Brasil, Ensaio. Salvador: 2008/2009GARDNER, H.: Mente, Arte e Cérebro. New York: Basic Books: 1982
  13. 13. REVISTA DA CULTURA: Ritmos do Brasil: As raízes musicais do país do samba.Publicação da Livraria Cultura - Edição 18 janeiro de 2009SCHAFER, R. Murray: A Afinação do Mundo: Um exploração pioneira pela históriapassada e pelo atual estado do mais negligenciado aspecto de nosso ambiente: paisagemsonora. Título original: The Tuning Of The World. São Paulo: Editora Unesp: 1977.

×