1
Metodologias 5 S
Duração: 12 h
Metodologias 5 S
2José Lopes
APRESENTAÇÃO
Exercício 0
Metodologias 5 S
3José Lopes
OBJECT...
2
Metodologias 5 S
4José Lopes
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
T+PS
 Apresentação da metodologia 5 S 3+0
 Implementação de proje...
3
Metodologias 5 S
Qualquer que seja a actividade de uma empresa,
seja serviço ou produto, e seja também, qualquer
iniciat...
4
Metodologias 5 S
Se a organização for em excesso, a empresa fica
“espartilhada", com as suas actividades travadas
num cí...
5
Metodologias 5 S
Em resumo, necessitamos de um ambiente
organizado, de tal forma que tenhamos o
máximo de eficiência com...
6
Metodologias 5 S
16José Lopes
antes
depois
Os 5S’s
Metodologias 5 S
Mas afinal o que são os 5S’s
?
17José Lopes
Os 5S’s
...
7
Metodologias 5 S
19José Lopes
Os 5S’s
A metodologia dos 5 S é utilizada com o intuito
de melhorar o ambiente de trabalho...
8
Metodologias 5 S
2º S
SEITON(ARRUMAR)
(ORDENAR)
ORDENAR E SIMPLIFICAR O TRABALHO
ARRUMAR AS COISAS EM LOCAIS APROPRIADOS...
9
Metodologias 5 S
5º S
SHITSUKE(DISCIPLINA)
(RIGOR)
FAZER DAS REGRAS DOS 5S’s UM HÁBITO
25José Lopes
Os 5S’s
Metodologias...
10
Metodologias 5 S
28José Lopes
Este processo dos 5 S’s permite melhorar a
organização e incentivar a limpeza ….
Metodolo...
11
Metodologias 5 S
31José Lopes
Metodologias 5 S
32José Lopes
Metodologias 5 S
33José Lopes
1ª classe:
ninguém deita lixo...
12
Metodologias 5 S
José Lopes 34
 Segurança
 Qualidade
 Resposta imediata às solicitações do cliente
 Controlo visual...
13
Metodologias 5 S
37José Lopes
Algumas situações a
melhorar
Metodologias 5 S
38José Lopes
Normalmente, a primeira fase ...
14
Metodologias 5 S
40José Lopes
Via de
circulação?
Metodologias 5 S
41José Lopes
Via de
circulação…
e a
segurança?
Metodo...
15
Metodologias 5 S
 Stock
 Ferramentas
 Paletes
 Prateleiras
 Máquinas
 Acessórios
 Secretária ou cadeiras
 Docum...
16
Metodologias 5 S
 A equipa coloca as etiquetas na área
 A equipa regista todas as etiquetasna folha de registo
 Dar ...
17
Metodologias 5 S
É possível, de forma imediata:
 Ver onde, o quê e a quantidade existente?
 Retirar o item?
 Repor o...
18
Metodologias 5 S
Metodologias 5 S
Metodologias 5 S
1
Encostar à parede
2
Pendurar num gancho
3
Pendurar num
gancho com ...
19
Metodologias 5 S
Os 5 S e o trabalho seguro
• Avaliação ergonómica/biomecânica – determinar
perigos e riscos associados...
20
Metodologias 5 S
58José Lopes
É possível, de forma imediata:
 Ver onde, o quê e a quantidade existente?
 Retirar o it...
21
Metodologias 5 S
61José Lopes
 Eliminar os detritos, a sujidade, o pó e afins, do
local de trabalho
 Ambiente mais sa...
22
Metodologias 5 S
64José Lopes
 Áreas de armazenamento: armazéns; prateleiras;
calhas; armazenamento de ferramentas.
 ...
23
Metodologias 5 S
67José Lopes
ACTIVIDADEPRÁTICA
Exercício 1
Pretende-se que os formandos identifiquem e caracterizem
de...
24
Metodologias 5 S
70José Lopes
 Difundir em todas as áreas de
trabalho
 Implementar as melhores práticas no
local de t...
25
Metodologias 5 S
73José Lopes
 Fazer das regras um hábito
 Mudança de atitudes (eliminação total da sujidade
do local...
26
Metodologias 5 S
76José Lopes
Metodologias 5 S
77José Lopes
Metodologias 5 S
78José Lopes
27
Metodologias 5 S
79José Lopes
Metodologias 5 S
80José Lopes
 Celebrar o êxito
 Reconhecer as melhorias
 Definir norm...
28
Metodologias 5 S
82José Lopes
Metodologias 5 S
83José Lopes
 Um local de trabalho limpo significa a mudança
 Os probl...
29
Metodologias 5 S
85José Lopes
 Quanto mais limpa estiver a área de trabalho,
mais depressa os problemas (instabilidade...
30
Metodologias 5 S
88José Lopes
ACTIVIDADEPRÁTICA
Exercício 2
Pretende-se que os formandos tracem um plano para
implement...
31
Metodologias 5 S
5S’s
EXCESSO DE PRODUÇÃO
 Desperdício causado pelo Excesso de Produção por
Quantidade: é o desperdíci...
32
Metodologias 5 S
5S’s
TEMPO DE ESPERA
 Desperdício causado pela Espera no Processo:
O lote inteiro aguarda que a opera...
33
Metodologias 5 S
5S’s
TRANSPORTE
 O transporte é uma actividade que não
agrega valor
Como tal, pode ser encarado como ...
34
Metodologias 5 S
5S’s
STOCKS ELEVADOS
É o desperdício sob a forma de stock de matéria-
prima, material em processamento...
35
Metodologias 5 S
5S’s
OPERAÇÃO
Os desperdícios por operação relacionam-se com os
excessos de consumo realizados pelos o...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

5s

480 visualizações

Publicada em

Organização do trabalho

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
480
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5s

  1. 1. 1 Metodologias 5 S Duração: 12 h Metodologias 5 S 2José Lopes APRESENTAÇÃO Exercício 0 Metodologias 5 S 3José Lopes OBJECTIVOS  Realizar uma grande limpeza física e mental partindo de um ambiente de trabalho inicialmente desorganizado; Reconhecer a metodologia 5 S como uma ferramenta indispensável para o aumento da produtividade e combate ao desperdício; Implementar a metodologia 5 S de forma eficaz.
  2. 2. 2 Metodologias 5 S 4José Lopes CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS T+PS  Apresentação da metodologia 5 S 3+0  Implementação de projectos de 5 S 6+0 Sei Sou (Organizar) ELIMINAR Sei Ri (Arrumar) ORDENAR Sei Ton (Asseio) LIMPAR Sei Ketsu (Conservar) NORMALIZAR Shitsuke (Disciplina) RIGOR  Avaliação e continuidade de projectos 5 S 3+3 Metodologias 5 S José Lopes 5 Metodologias 5 S 5 S’s A metodologia dos 5 S visa gerar um ambiente de Qualidade e Produtividade 6José Lopes
  3. 3. 3 Metodologias 5 S Qualquer que seja a actividade de uma empresa, seja serviço ou produto, e seja também, qualquer iniciativa de melhoria (Qualidade, produtividade, segurança, etc...) nunca teremos sucesso se não tivermos a base para tudo: Organização Geral 7José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S Mas organização numa empresa é algo muito delicado… Exemplos? 8José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S Se for pouca teremos um caos onde a produção e a Qualidade dependerão daqueles poucos ordeiros abnegados, que lutam contra o estado desorganizado das coisas. O resultado disto, quase sempre, é o desgaste entre as pessoas, desentendimentos e poucos resultados financeiros 9José Lopes Os 5S’s
  4. 4. 4 Metodologias 5 S Se a organização for em excesso, a empresa fica “espartilhada", com as suas actividades travadas num círculo de papéis e controlos, no final de contas de pouca utilidade... ... e novamente temos pouco resultado financeiro e muito esforço braçal... 10José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S Mas para isto existe uma boa solução…. Mudança (atitudes e pensamentos) 11José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S Imaginemos então que, ao mesmo tempo que temos a necessidade de controlos e normas escritas (não só para as necessidades básicas de organização da empresa, mas também para dar cumprimento a referenciais de gestão tais como: ISO 9001:2008; ISO14001: 2004; NP4397: 2008; …..), temos também uma necessidade maior: RESULTADOS POSITIVOS NA EMPRESA com base em custos reduzidos para as actividades contidas na rede de processos da organização. 12José Lopes Os 5S’s
  5. 5. 5 Metodologias 5 S Em resumo, necessitamos de um ambiente organizado, de tal forma que tenhamos o máximo de eficiência com o menor esforço possível, para que tudo saia rápido e barato, sem perda da Qualidade. 13José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S O HOMEM INVENTOU A RODA PORQUE É PREGUIÇOSO! ... Afinal, empurrar as coisas pesadas pelo chão era muito cansativo para os nossos ancestrais das cavernas... 14José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S Implementar a técnica dos 5 S's é reinventar a roda na empresa. Quanto pode valer uma atitude? 15José Lopes Os 5S’s
  6. 6. 6 Metodologias 5 S 16José Lopes antes depois Os 5S’s Metodologias 5 S Mas afinal o que são os 5S’s ? 17José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S 18José Lopes O Programa 5S teve origem no Japão e tem como objectivo melhorar a organização da empresa, através de um processo educativo, que visa a mudança cultural das pessoas. Os 5S’s
  7. 7. 7 Metodologias 5 S 19José Lopes Os 5S’s A metodologia dos 5 S é utilizada com o intuito de melhorar o ambiente de trabalho, para garantir a organização do local de trabalho e a fácil identificação dos desperdícios. As falhas são mais fáceis de identificar num local limpo e organizado. Cada S representa um passo na implementação. Metodologias 5 S 1º S SEIRI(ORGANIZAR) (ELIMINAR) SEPARAR O ÚTIL DO INÚTIL DESCARTAR OBJECTOS SEM USO, OBSOLETOS NORMALIZAR Mas: ter em conta a sua possível utilização noutros processos ou secções 20José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S Os 5 “S” suportam um ambiente de trabalho seguro • As áreas de trabalho limpas resultam numa diminuição dos ferimentos e simplificam a prevenção • A organização e a gestão visual suportam a rotação de tarefas (força, frequência, duração, postura) • O condicionamento de trabalho é organizado e eficiente
  8. 8. 8 Metodologias 5 S 2º S SEITON(ARRUMAR) (ORDENAR) ORDENAR E SIMPLIFICAR O TRABALHO ARRUMAR AS COISAS EM LOCAIS APROPRIADOS VISANDO O AUMENTO DE EFICIÊNCIA 22José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S 3º S SEISO(ASSEIO) (LIMPAR) ELIMINAR CAUSAS DA SUJIDADE (quais são as suas fontes) MANTER O AMBIENTE LIMPO 23José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S 4º S SEIKETSU(CONSERVAR) (NORMALIZAR) CONSERVAR, MANTER O QUE TEMOS DE BOM PREVILEGIAR UMA MANUTENÇÃO PROACTIVA 24José Lopes Os 5S’s
  9. 9. 9 Metodologias 5 S 5º S SHITSUKE(DISCIPLINA) (RIGOR) FAZER DAS REGRAS DOS 5S’s UM HÁBITO 25José Lopes Os 5S’s Metodologias 5 S 26José Lopes Metodologias 5 S 27José Lopes 5S’s e a Gestão Visual
  10. 10. 10 Metodologias 5 S 28José Lopes Este processo dos 5 S’s permite melhorar a organização e incentivar a limpeza …. Metodologias 5 S 29José Lopes Metodologias 5 S 30José Lopes 3 tipos diferentes de local de trabalho
  11. 11. 11 Metodologias 5 S 31José Lopes Metodologias 5 S 32José Lopes Metodologias 5 S 33José Lopes 1ª classe: ninguém deita lixo para o chão todos conservam a fábrica limpa
  12. 12. 12 Metodologias 5 S José Lopes 34  Segurança  Qualidade  Resposta imediata às solicitações do cliente  Controlo visual  Gestão do tempo VANTAGENS DE UM AMBIENTE LIMPO E ORGANIZADO: Metodologias 5 S 35José Lopes  As áreas de trabalho limpas resultam numa diminuição dos ferimentos e simplificam a prevenção  A organização e a gestão visual suportam a rotação de tarefas (força, frequência, duração e postura)  O condicionamento de trabalho é organizado e eficiente Metodologias 5 S 36José Lopes ACTIVIDADEPRÁTICA Trabalho Em que classe estamos, quais as evidências práticas?
  13. 13. 13 Metodologias 5 S 37José Lopes Algumas situações a melhorar Metodologias 5 S 38José Lopes Normalmente, a primeira fase requer uma limpeza exaustiva da área Examinar rigorosamente tudo o que existe na área de trabalho e deitar fora tudo o que não for necessário, tendo sempre presente possíveis reutilizações ou reciclagem (todos somos igualmente responsáveis pelo cumprimento das regras ambientais) 1º S - ORDENAR Metodologias 5 S 39José Lopes Via de circulação? É aqui o local?
  14. 14. 14 Metodologias 5 S 40José Lopes Via de circulação? Metodologias 5 S 41José Lopes Via de circulação… e a segurança? Metodologias 5 S 42José Lopes  Máquinas  Acessórios  Secretária ou cadeiras  Documentos  Stock  Ferramentas  Paletes  Prateleiras
  15. 15. 15 Metodologias 5 S  Stock  Ferramentas  Paletes  Prateleiras  Máquinas  Acessórios  Secretária ou cadeiras  Documentos Metodologias 5 S 44José Lopes Identificar Metodologias 5 S 45José Lopes  As etiquetas vermelhas identificam itens que não são necessários  Elimine-os ou guarde-os num local de armazenamento específico  Estabeleça a diferença entre o que é e o que pode ser necessário  Remova os itens que não são necessários todas as semanas ou todos os dias
  16. 16. 16 Metodologias 5 S  A equipa coloca as etiquetas na área  A equipa regista todas as etiquetasna folha de registo  Dar um prazo a todos os utilizadorese turnos para efectuarema revisão (ex.: prazo típico 48 horas )  Acção de gestão num prazo de uma semana ou menos  Desafie-sea si próprio. Analise todos os itens com olhos de crítico. Metodologias 5 S 47José Lopes Dispor os itens de forma a simplificar o acesso e a identificação  Um local para tudo e tudo no local correcto 2º S - Ordenar Metodologias 5 S
  17. 17. 17 Metodologias 5 S É possível, de forma imediata:  Ver onde, o quê e a quantidade existente?  Retirar o item?  Repor o item após a utilização? Metodologias 5 S  Gestão visual Onde, o quê e quanto  Obtenção rápida  Reposição rápida Metodologias 5 S
  18. 18. 18 Metodologias 5 S Metodologias 5 S Metodologias 5 S 1 Encostar à parede 2 Pendurar num gancho 3 Pendurar num gancho com argola 4 Pendurar facilmente Pequena dimensão Grande dimensão Dimensão máxima Pequena dimensão Grande dimensão Dimensão máxima Evoluir
  19. 19. 19 Metodologias 5 S Os 5 S e o trabalho seguro • Avaliação ergonómica/biomecânica – determinar perigos e riscos associados • Rotação das tarefas biomecânicas • Processo de condicionamento do trabalho • Alongamento dos músculos • Processo de admissão e contratação • Orientação e formação sobre segurança • Avaliação de incidentes e de acidentes • Regras de Segurança (comportamento) • Segurança dos equipamentos Metodologias 5 S 56José Lopes Metodologias 5 S 57José Lopes Manutenção ?
  20. 20. 20 Metodologias 5 S 58José Lopes É possível, de forma imediata:  Ver onde, o quê e a quantidade existente?  Retirar o item?  Repor o item após a utilização? Metodologias 5 S 59José Lopes  ELIMINAR CAUSAS DA SUJIDADE (quais são as suas fontes) - Utilizar a ferramenta dos 6Ms: Mão de Obra; Máquina; Métodos; Materiais; Medição; Meio Ambiente  MANTER O AMBIENTE LIMPO 3º S - Limpar Metodologias 5 S 60José Lopes Transformação Os recursos estão disponíveis….
  21. 21. 21 Metodologias 5 S 61José Lopes  Eliminar os detritos, a sujidade, o pó e afins, do local de trabalho  Ambiente mais saudável e seguro para as pessoas e máquinas  Melhora a fase de inspecção visual da manutenção preventiva Metodologias 5 S 62José Lopes  Empenho pessoal nas normas de limpeza.  Todos os trabalhadores detestam a sujidade no local de trabalho  Pararia para apanhar um pedaço de papel deitado para o chão? Metodologias 5 S 63José Lopes
  22. 22. 22 Metodologias 5 S 64José Lopes  Áreas de armazenamento: armazéns; prateleiras; calhas; armazenamento de ferramentas.  Equipamento: máquinas; manuseamento de material; elevador; etc.  Instalações: corredores; janelas; salas de reunião; parte superior do armário; etc. Metodologias 5 S 65José Lopes  Efectuar regularmente  Determinar as áreas a limpar e atribuir tarefas específicas às pessoas  Necessário limpar ferramentas e materiais para ficarem disponíveis no ponto de utilização  Especificar horários de limpeza específicos (últimos cinco minutos do turno, etc) Metodologias 5 S 66José Lopes
  23. 23. 23 Metodologias 5 S 67José Lopes ACTIVIDADEPRÁTICA Exercício 1 Pretende-se que os formandos identifiquem e caracterizem detalhadamente o seu posto de trabalho, assim como a empresa. Metodologias 5 S 68José Lopes Metodologias 5 S José Lopes 69
  24. 24. 24 Metodologias 5 S 70José Lopes  Difundir em todas as áreas de trabalho  Implementar as melhores práticas no local de trabalho  Transferir boas práticas para outros sectores 4º S - NORMALIZAR Metodologias 5 S 71José Lopes  Peças defeituosas  Manómetros escondidos e avariados  Porcas e parafusos soltos  Caixas com fissuras  Níveis de lubrificação  Limpar é inspeccionar; inspeccionar é detectar; detectar é corrigir Metodologias 5 S 72José Lopes  Limpeza: eliminação de itens desnecessários  Organização: itens necessários nos locais especificados  Limpeza: está tudo tão limpo que a sujidade fica imediatamente visível.
  25. 25. 25 Metodologias 5 S 73José Lopes  Fazer das regras um hábito  Mudança de atitudes (eliminação total da sujidade do local de trabalho)  A disciplina deve abarcar todos os locais, independentemente da responsabilidade inerente (as pessoas da limpeza não são desculpa)  etc 5º S - RIGOR Metodologias 5 S 74José Lopes Metodologias 5 S 75José Lopes
  26. 26. 26 Metodologias 5 S 76José Lopes Metodologias 5 S 77José Lopes Metodologias 5 S 78José Lopes
  27. 27. 27 Metodologias 5 S 79José Lopes Metodologias 5 S 80José Lopes  Celebrar o êxito  Reconhecer as melhorias  Definir normas e testar a implementação (auditoria) Metodologias 5 S 81José Lopes
  28. 28. 28 Metodologias 5 S 82José Lopes Metodologias 5 S 83José Lopes  Um local de trabalho limpo significa a mudança  Os problemas sobressaem (por exemplo, fugas de óleo)  Libertar espaço para expandir a actividade  A qualidade do produto e a segurança melhoram num ambiente com boa manutenção Metodologias 5 S 84José Lopes  Escolher uma área de “linha modelo” da fábrica  Elaborar uma etiqueta vermelha dos 5 S para a “linha modelo”  Implementar o 4º e o 5º S
  29. 29. 29 Metodologias 5 S 85José Lopes  Quanto mais limpa estiver a área de trabalho, mais depressa os problemas (instabilidades) são identificados  Um ambiente mais limpo é mais seguro  Um ambiente limpo e organizado é mais previsível Metodologias 5 S 86José Lopes  A organização do local de trabalho é mais simples e visual  A melhoria da organização e da padronização permite uma resposta mais rápida (flexibilidade)  Níveis de stock mais fáceis de controlar  A comunicação do estado de produção é mais fácil Metodologias 5 S 87José Lopes
  30. 30. 30 Metodologias 5 S 88José Lopes ACTIVIDADEPRÁTICA Exercício 2 Pretende-se que os formandos tracem um plano para implementação dos 5 S na empresa, com as tarefas a realizar para o efeito. Metodologias 5 S 5S’s DESPERDICIOS 89José Lopes Metodologias 5 S 5S’s DESPERDÍCIOS ORIGINADOS POR:  Excesso de produção  Tempo de espera  Transporte  Stocks elevados  Movimentações  Não-conformidades  Operação 90José Lopes
  31. 31. 31 Metodologias 5 S 5S’s EXCESSO DE PRODUÇÃO  Desperdício causado pelo Excesso de Produção por Quantidade: é o desperdício originado por produzir para além da quantidade requerida (sobram peças/produtos).  Desperdício causado pelo Excesso de Produção por Antecipação: é o desperdício decorrente de uma produção realizada antes do momento necessário. 91José Lopes Metodologias 5 S 5S’s TEMPO DE ESPERA  Desperdício com o tempo de espera: Origina-se por um intervalo de tempo, no qual nenhum processamento, transporte ou inspecção é executado (ex.: avarias, falta de MP – alimentação da máquina…). 92José Lopes Metodologias 5 S 5S’s TEMPO DE ESPERA Tipos de desperdício por espera:  Desperdício causado pela Espera no Processo;  Desperdício causado pela Espera do Lote;  Desperdício causado pela Espera do Operador , por motivos diversos 93José Lopes
  32. 32. 32 Metodologias 5 S 5S’s TEMPO DE ESPERA  Desperdício causado pela Espera no Processo: O lote inteiro aguarda que a operação que está a ser executada no lote anterior termine, até que a máquina, dispositivos e/ou operador estejam disponíveis para o início da operação (processamento, inspecção ou transporte). 94José Lopes Metodologias 5 S 5S’s TEMPO DE ESPERA  Desperdício causado pela Espera do Lote: Tempo de espera que cada peça/componente de um lote é submetida, até que todas as peças do lote tenham sido processadas, para depois seguir para o próximo passo ou operação. 95José Lopes Metodologias 5 S 5S’s TEMPO DE ESPERA  Desperdício causado pela Espera do Operador: Inactividade gerada quando o operador é forçado a permanecer junto à máquina, de forma a acompanhar/monitorar o processamento do início ao fim. 96José Lopes
  33. 33. 33 Metodologias 5 S 5S’s TRANSPORTE  O transporte é uma actividade que não agrega valor Como tal, pode ser encarado como desperdício, que deve ser minimizada. A optimização do transporte é, no limite, a sua completa eliminação. 97José Lopes Metodologias 5 S 5S’s TRANSPORTE As melhorias mais significativas em termos de redução dos desperdícios por transporte - aquelas aplicadas ao processo de transporte, obtidas através de alterações de layout que dispensem ou eliminem as movimentações (por exemplo entre naves que integram partes de um circuito de produção). 98José Lopes Metodologias 5 S 5S’s OPERAÇÕES INDEFINIDAS (que não acrescentam valor) São operações que poderiam ser eliminadas sem afectar as características e funções básicas do produto/serviço. 99José Lopes
  34. 34. 34 Metodologias 5 S 5S’s STOCKS ELEVADOS É o desperdício sob a forma de stock de matéria- prima, material em processamento e produto acabado. Não são considerados os níveis de stocks mínimos ou segurança. 100José Lopes Metodologias 5 S 5S’s MOVIMENTAÇÃO Os desperdícios por movimentação relacionam-se com os movimentos desnecessários realizados pelos operadores na execução de uma operação (Lay-Out). 101José Lopes Metodologias 5 S 5S’s NÃO-CONFORMIDADES O desperdício por fabrico de produtos defeituosos é o resultado da origem de produtos que apresentem alguma das suas características de qualidade fora de uma especificação. Tempos e recursos dispensados à reparação. 102José Lopes
  35. 35. 35 Metodologias 5 S 5S’s OPERAÇÃO Os desperdícios por operação relacionam-se com os excessos de consumo realizados pelos operadores na execução de uma operação. 103José Lopes

×