Palestra Básica - Sectes MG

1.216 visualizações

Publicada em

A palestra básica é uma contribuição que deve ser aperfeiçoada constantemente, visando enriquecer as apresentações da Sectes, e ampliar as condições para transformar o conhecimento, uma riqueza potencial, em benefícios representados por mais qualidade, produtividade e competitividade. Bom proveito!

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Básica - Sectes MG

  1. 1. Faça o download para visualizar as anotações de cada slide 1
  2. 2. ConteúdoA palestra básica, composta por 170 slides, está estrutura naseguinte sequência: 1. Slides de 1 a 16 – apresentação geral e institucional 2. Slides de 17 a 169 sobre o SIMI, sendo: 2.1. Slides de 17 a 62 relativos ao RIT 2.1.2. Slides 18 a 40 – Ambientes de Inovação 2.1.3. Slides 41 a 54 - Inovação da Empresa 2.1.4. Slides 55 a 63 – Inovação da Sociedade 2.2. Slides 64 a 68 – Rede de Formação Profissional 2.2.1. Slide 65 a 68 - CVTs e Telecentros 2.2.2. Slides 69 a 77 Instituições de Ensino Superior 2.3. Slides 78 a 169 – Desenvolvimento Regional e Setorial 2.3.1. Slides 79 a 94 – APLs 2.3.2. Slides 95 a 129 – Polos de Excelência 2.3.4. Slides 130 a 168 – Polos de Inovação 2.3.5. Slide 169 - Mapa - APLs, Polo Excelência e Polo Inovação. 3. Slide 170 - Encerramento 2
  3. 3. 3
  4. 4. Prêmio Mineiro da Qualidade 4
  5. 5. TemaCiência ,Tecnologia e Inovação Para o Desenvolvimento SustentávelPALESTRANTE: Alberto Duque Portugal
  6. 6. Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado 6
  7. 7. Estrutura - SECTES 7
  8. 8. Estrutura - SECTES
  9. 9. Missão Promover a Ciência, a Tecnologia, a Inovação e o Ensino Superior para odesenvolvimento sustentávele a melhoria da qualidade de vida em Minas Gerais. 9
  10. 10. Visão Ser referência nacional na formulação e implementação de políticas públicas queassegurem o Desenvolvimento Científico e Tecnológico, aInovação e o Ensino Superior. 10
  11. 11. PROMOVER A CIÊNCIA, A TECNOLOGIA, A INOVAÇÃO E O ENSINO SUPERIOR PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA EM MINAS GERAIS 18 - Transformar conhecimento em 21 - Alinhar as ações e 19 - Preparar MG 20 - Consolidar na negócios elevando a produtividade e indicadores do sistema como Estado líder na sociedade a percepçãoMINAS GERAIS a competitividade, contribuindo para operacional de economia do de CTI e ES como área o desenvolvimento sustentável do Ciência, Tecnologia e Ensino conhecimento estratégica Estado Superior às diretrizes do PMDI 17 – Estimular 15 – Apoiar a constituição 16 - Apoiar o desenvolvimento empreendimentos de e a consolidação de regional e setorial, por meio dos base tecnológica em Centros de P,D&I APLs, Pólos de Excelência e áreas estratégicas Pólos de Inovação. portadoras de futuro 12 - Fortalecer a capacidade de 14 - Aprimorar a interação 11 – Apoiar os programas e 13 – Acelerar e PARCEIROS gestão e articulação para entre IESs, ICTs e setor agentes de Tecnologia valorizar o processo e impulsionar o Sistema Estadual produtivo atendendo às Industrial Básica (TIB) a cultura da inovação de CTI e ES demandas do mercado 10 – Estabelecer diretrizes para a política de comunicação da SECTES e para a popularização de CT&I, integrando as 7 - Desenvolver ações para 9 - Produzir análises prospectivas entidades que compõem o sistema. ampliar a oferta do Ensino para induzir ações estratégicas e Superior com qualidade 8 - Buscar ordenamento jurídico e subsidiar políticas públicas nas áreas regulatório compatível com as de CTI e ES características e dinâmicas da área dePROCESSOS CTI e ES. 4 - Fortalecer a pesquisa científica 6 - Ampliar a oferta de Ensino tecnológica, os Centros de Excelência Superior por meio do Ensino à 5 – Estimular a criação e o e a retenção de talentos Distância fortalecimento de cursos de base tecnológica e profissionalizante SISTEMAS DE PESSOAS ORGANIZAÇÃO INFORMAÇÃOAPRENDIZADO 1 - Atuar com foco em 2 - Consolidar o modelo de 3 – Aprimorar a gestão da competências estratégicas gestão da SECTES informação e do conhecimento
  12. 12. Novos Paradigmas Sociedade da Informação Economia Economia do DigitalConhecimento 12
  13. 13. Inovação“Inovação é a manifestação social e econômica da esperança” SABER QUERER PODER CORRERO DESAFIO DA VELOCIDADE 13
  14. 14. Sobrevivendo na Economia Globalizada “Todos os dias de manhã, na África, o antílope desperta. Ele sabe que terá que correr mais rápido que o mais rápido dos leões, para não ser morto. Todos os dias, pela manhã, desperta o leão. Ele sabe que terá que correr mais rápido que o antílope mais lento, para não morrer de fome. Não interessa que bicho você é, se leão ou antílope. Quando amanhece, é melhor começar a correr”. Provérbio Africano Extraído de “O Mundo é Plano”, de Tomas Friedman 14
  15. 15. Modelo de Inclusão ESCALAVELOCIDADE CUSTO 15
  16. 16. Instituições de Ensino Superior em Minas Gerais 16
  17. 17. Sistema Mineiro de Inovação - SIMI Desenvolvimento Regional e Setorial: www.simi.org.br- APLs Rede de Formação- Pólos de Excelência FÓRUM – PORTAL Web 2.0 Profissional:- Pólos de Inovação OBSERVATÓRIO de C,T,I & ES - CVTs e Telecentros - Instituições de Ensino COMITÊ DE PROGRAMA DE PARCERIAS EMPRESÁRIOS COMUNICAÇÃO INTERNACIONAIS Inovação na Sociedade: Ambiente de Inovação: - Cultura Empreendedora: NAEs – Inovação na Empresa:- Parques Tecnológicos Núcleo de Apoio ao - PII - NIT - TIB empreendedor, Projeto Jovens- Incubadoras de Empresas - Plataforma SIMI Empreendedores, Curso de- Atração de Centros de P&D - Centro Minas Design Empreendedorismo- Parque Industrial Tecnológico Editais Induzidos: - TEIA: Tecnologia, Empreendedorismo- Lei da Inovação (FIIT) * PAPPE e Inovação Aplicados- INOVATEC * Mestres e Doutores na - C5: Centros de Competência em empresa comunidades de Cooperação e * Venture Capital e Private Conhecimento. Equity - Minas Digital. 17
  18. 18. Rede de Inovação Tecnológica - RIT Parceiros UNIVERSIDADE CENTROS DE PESQUISA Municípios de MG 18
  19. 19. Sistema Mineiro de Inovação - SIMI Ambiente de Inovação: FÓRUM – PORTAL Web 2.0 Parques Tecnológicos Incubadoras de Empresas Atração de Centros de P&D COMITÊ DE PROGRAMA DE EMPRESÁRIOS COMUNICAÇÃO Parque Industrial Tecnológico Lei da Inovação (FIIT) Inovação na Empresa: - PII - NIT - TIB INOVATEC - Plataforma SIMI - Centro Minas Design - Editais Induzidos: * PAPPE * Mestres e Doutores na empresa 19
  20. 20. Mapa de Parques Tecnológicos Implantação Final Em ImplantaçãoUBERABA BELO HORIZONTE LAVRAS VIÇOSA ITAJUBÁ JUIZ DE FORA 20
  21. 21. Parque Tecnológico Belo Horizonte - BhTec É uma parceria entre Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Governo de Minas, Sebrae e FiemgInvestimentos até 2010Total: R$ 31 milhõesGoverno de Minas: 24,6 milhões BhTec = Vocação MultisetorialEntrega: março/2011 30 Empreendimentos até 2011Área: 185.000 m2 21
  22. 22. Parque Tecnológico Viçosa PTVFoco: Agronegócio10 Empreendimentos até 2011Ex.: Fomento Florestal O PTV é uma parceria entre Universidade Federal de Viçosa (UFV), Governo do Estado e o Governo Municipal, além do apoio de diversas instituições da região. Ordem de início da obra do prédio institucional: 24/09/2008 22
  23. 23. Parque Científico e Tecnológico de Itajubá - ParCTec O ParCTec é uma parceria entre Universidade Federal de Itajubá, Governo do Estado e a Prefeitura Municipal de Itajubá.Ordem de início da Obra doPrédio Institucional : 01/09/2008 Foco: Energia 10 Empreendimentos até 2011 23
  24. 24. Parque Científico e Tecnológico de LavrasInvestimento Total: R$ 1,5 milhão (em 2010)Governo de Minas: R$ 1 milhão Aquisição do Terreno: abril/10Área: 80 mil m2 24
  25. 25. Parque Científico e Tecnológico de Juiz de Fora e Região Investimentos em 2010 - Total: R$ 9,35 milhões. Governo de Minas: R$ 3,15 milhões Terreno Adquirido: dez/09 Área: 922 mil m² 25
  26. 26. Sede Parque Tecnológico de Uberaba 26
  27. 27. Mapa de Incubadoras de Empresas MONTES CLAROS BELO HORIZONTE UBERLÂNDIA PATOS DE MINASUBERABA ITABIRA OURO PRETO VIÇOSA SANTA RITA LAVRAS DO SAPUCAÍINCONFIDENTES SÃO JOÃO DEL REI BRASÓPOLIS ITAJUBÁ JUIZ DE FORA 27
  28. 28. Sede da Incubadora Municipal de Empresas “Sinhá Moreira” 28
  29. 29. Atração de Centros de P&D Por que INOVAR em Minas Gerais? MINAS É INOVAÇÃO Instituições de Ensino atuando Plano em P & D & I GovernamentalLinhas de Pesquisacompatíveis com as Infra-estrutura necessidades da diferenciada Empresa Menor Custo de Vida = Menor Custo de Mão-de-obra 29
  30. 30. Atração de Centros de P&D 30
  31. 31. Metodologia utilizada na implementação da política de atração e retenção de Centros de P&D A&R 1 A&R 2 Estudo / Pesquisa Proposta programa para Início programa / Lançamento1. Benchmark Internacional o Estado abordagens “Inove em Minas” Políticas Públicas Monitoramento de iniciativas de P&D em Minas2. Entrevista às empresas / Focus Group Elaboração de catálogo “Inove em Minas” Jan/08 – jul/09 Ago/09 Set/09 –mar/10 Mar/103. Análise SWOT Estruturação do Programa Estruturação da equipe4. Seleção empresas/Abordagem piloto Abordagem de empresas Alinhamento com instituições 31
  32. 32. Localização do PIT Confins Intl Airport Confins Highway MG-010 PIT – Industrial Tech Park 3,4 millions sq m.Belo Horizonte CEMIG s Substation 2 x 300 MVA 32
  33. 33. Lei Mineira de Inovação - FIITInovação é a manifestação social e econômica da esperança 33
  34. 34. FIIT – Fundo de Incentivo à Inovação TecnológicaRegulamentado pelo Decreto n.º 44.874 de 18/08/2008• O FIIT concederá incentivos à inovação tecnológica no Estado por meio de apoio financeiroàs empresas, inclusive nas parcerias com ICTs, assegurando a inclusão de recursos para estafinalidade na proposta de lei orçamentária anual.• É vedada a transferência para o FIIT de recursos da FAPEMIG, oriundos da aplicação dodisposto no art. 212 da Constituição do Estado.• Os recursos do FIIT serão liberados às empresas na forma subvençãoeconômica, condicionados à análise e recomendação pela FAPEMIG de seus projetos depesquisa e desenvolvimento de produtos e processos inovadores.• O FIIT terá como Órgão Gestor a Secretaria de Estado deCiência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTES) e comoAgente Executor e Financeiro a FAPEMIG, que receberá atítulo de ressarcimento de despesas operacionas 2% (doispor cento) do valor de cada recurso liberado. 34
  35. 35. INOVATEC 35
  36. 36. 36
  37. 37. INOVATEC
  38. 38. INOVATEC - Energia Limpa 38
  39. 39. INOVATEC – Vila do Aço
  40. 40. Mapa de Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos Montes Claros - Incubadora Incubadoras de Empresas Parques Tecnológicos Itabira - Incubadora Patos de Minas Incubadora Uberaba- Incubadora Belo Horizonte Uberlândia - Incubadora - Parque - Incubadora - Parque Tecn. Tecnológico Ouro Preto Incubadora Viçosa - Incubadora - Parque Tecnológico São João Del Rei - Incubadora Inconfidentes Juiz de Fora - Incubadora - Incubadora -Parque TecnológicoSanta Rita do Sapucaí Lavras - Incubadora Itajubá Brasópolis - Incubadora - Incubadora - Incubadora - Parque Tecnológico 40 - Parque Tecno.
  41. 41. Sistema Mineiro de Inovação - SIMI Inovação na Empresa: PII NIT TIB FÓRUM – PORTAL Web 2.0 Plataforma SIMI Centro Minas Design Editais Induzidos: COMITÊ DE EMPRESÁRIOS PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO PAPPE Ambiente de Inovação: Mestres e Doutores na empresa- Parques Tecnológicos Venture Capital e Private Equity- Incubadoras de Empresas- Atração de Centros de P&D- Parque Industrial Tecnológico- Lei da Inovação (FIIT)- INOVATEC 41
  42. 42. Programa de Incentivo à Inovação - PII PPTecPesquisas Produtos Empresas Desenvolvimento Regional Incubadoras e Parques Tecnológicos 42
  43. 43. Inovação na Empresa UFVBiotech Toolkit 43
  44. 44. Mapa de Núcleos de Inovação Tecnológica - NITs Fomento em Propriedade Intelectual Instituições Atendidas CDTN / CETEC / CEFET / UNIMONTES EPAMIG / FAPEMIG / FHEMIG / FIOCRUZ / Montes Claros FUNED / PUC / SECTES / UEMG / UFMG / UNI-BH Belo Horizonte UFVJM Diamantina UFU UberlândiaUFTMUberaba UFV Viçosa UNIFAL Alfenas UFOP Ouro Preto UFLA UFJF Lavras FES-FAI UFSJ Juiz de Fora / UNIFEI 44 Itajubá São João Del Rei
  45. 45. Tecnologia Industrial Básica - TIB Visa aprimorar e certificar laboratórios e escritórios que oferecem serviços de TIB ao setor empresarial/industrial. Atua em parceria com: IPEM, CETEC, IEL, SEBRAE e Rede Metrológica de Minas. 45
  46. 46. Plataforma SIMIwww.simi.org.br 46
  47. 47. Formuladores de Políticas Públicas Conecit, Assembleia Legislativa Fórum de Inovação Membros do Governo, ICT’s e EmpresáriosAções Governamentais Informações Estratégicas Equipe de Gestão TI Encontros de Ambiente Encontros de Inovação Inovação da Inovação Pesquisadores Fomentadores Investidores Incubadoras EmpresasO SIMI possui uma estrutura dinâmica, que permite a conexão de pessoas e a geração de informações para indução de políticas públicas.
  48. 48. Centro Minas Design 48
  49. 49. 50
  50. 50. Editais Induzidos PAPPE Programa de Apoio àPesquisa em Empresas Programa de Mestres e Doutores na Empresa 53
  51. 51. Venture Capital e Private Equity 54
  52. 52. Sistema Mineiro de Inovação - SIMI Inovação na Sociedade: FÓRUM – PORTAL Web 2.0 Cultura Empreendedora: NAEs – Núcleo de Apoio ao empreendedor, Projeto Jovens Empreendedores, Curso de Empreendedorismo TEIA: Tecnologia, Empreendedorismo e COMITÊ DE PROGRAMA DE EMPRESÁRIOS COMUNICAÇÃO Inovação Aplicados C5: Centros de Competência em Comunidades Ambiente de Inovação: Inovação na de Cooperação e - Conhecimento- Parques Tecnológicos PII Empresa: - NIT - TIB- Incubadoras de Empresas - Plataforma SIMI Minas Digital Minas Design- Atração de Centros de P&D - Centro- Parque Industrial Tecnológico - Editais Induzidos:- Lei da Inovação (FIIT) * PAPPE- INOVATEC * Mestres e Doutores na empresa 55
  53. 53. EmpreendedorismoDesenvolver perfil empreendedor nos cidadãos, com foco nos potenciais empresários e emjovens do Ensino Fundamental e Médio, via Curso de Empreendedorismo e Plano deNegócios, Projeto Jovens Empreendedores e Núcleo de Apoio ao Empreendedor (NAEs). 56
  54. 54. 57
  55. 55. 58
  56. 56. 59
  57. 57. Projeto TEIAAécio Neves (Governador de MG), Vint Cerf (Vice-Presidente Mundial da GOOGLE) e Alberto Duque Portugal (Secretário de C, T e ES)60
  58. 58. Projeto TEIA Projeto TEIA 61
  59. 59. Minas DigitalFigura 2 – Ilustração esquemática da abrangência do projeto implantado na sede do município 62
  60. 60. Minas Digital
  61. 61. Sistema Mineiro de Inovação - SIMI FÓRUM – PORTAL Web 2.0 Rede de Formação Profissional: COMITÊ DE PROGRAMA DE EMPRESÁRIOS COMUNICAÇÃO Inovação na Sociedade: Ambiente de Inovação:- Parques Tecnológicos CVTs e Telecentros - Cultura Empreendedora: NAEs – Núcleo de Apoio ao empreendedor, Projeto Jovens- Incubadoras de Empresas- Atração de Centros de P&D Instituições de Ensino- Parque Industrial Tecnológico Empreendedores, Curso de Empreendedorismo - TEIA:- Lei da Inovação (FIIT) Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação Aplicados- INOVATEC - C5: Centros de Competência em comunidades de Cooperação e Conhecimento 64
  62. 62. Mapa de CVT e Telecentros361 Municípiosbeneficiados270 mil Cidadãoscertificados Telecentro CVT CVT e Telecentro 65
  63. 63. Rede de Formação Profissional 66
  64. 64. Rede de Formação Profissional Sala de inclusão digital. 67
  65. 65. Rede de Formação Profissional 68
  66. 66. Instituições de Ensino Superior em Minas Gerais 69
  67. 67. Titulados em Doutores - 2000 a 2009 70
  68. 68. Titulados em Doutores por dependência administrativa - Minas Gerais 71
  69. 69. Titulados na Pós-Graduação, Brasil e Minas Gerais BR MG Dependência Profissio- Profissio- Mestre Doutor Mestre DoutorAdministrativa nalizante nalizante Particular 7.118 1.044 1.549 519 27 186 Federal 19.016 5.874 1.126 3.049 941 26 Estadual 9.354 4.443 358 99 0 5 Municipal 198 7 69 0 0 0 Total 35.686 11.368 3.102 3.667 968 217 72
  70. 70. Porcentagem de titulados, Minas Gerais por nível, agrupado por Dependência Administrativa - 2009 Mestres: Federais: 83,15%; Particulares: 14,15%; Estaduais: 2,70%. Profissionalizante: Federais: 11,98%; Particulares: 85,72%; Estaduais: 2,30%. Doutores: Federais: 97,21%; Particulares: 2,79%; Estaduais: 0%. 73
  71. 71. Número de titulados em Doutorado no Brasil, agrupado por UF, 2005-2009.5,5004,5003,5002,5001,500 500-500 2005 2006 2007 2008 2009 SP 4,792 4,683 4,730 4,824 5,017 RJ 1,312 1,466 1,501 1,724 1,714 RS 779 714 867 989 1,026 MG 663 711 831 928 968 BR 8,991 9,366 9,919 10,711 11,368 74
  72. 72. Número de titulados em Doutorado, por Dependência Administrativa, Minas Ferais, 2005 -2009 1000 800 600 400 200 0 2005 2006 2007 2008 2009 Privada 13 16 20 24 27 Federal 650 695 811 904 941 75
  73. 73. Principais Instituições de Minas Gerais e Titulados Mestres e Doutores em 2009140012001000800600400200 0 UFMG UFV Total UFLA UFU Total PUC/MG UFJF UNIFEI UFOP UFTM CPqRR FAJE Total Total Total Total Total Total Total Total Total Mestrado Titulado Doutorado Titulado 76
  74. 74. Doutores Titulados nas Principais Instituições do País - 20091,8001,6001,4001,2001,000 800 600 400 200 0 77
  75. 75. Sistema Mineiro de Inovação - SIMI Desenvolvimento FÓRUM – PORTAL Web 2.0 Regional e Setorial: APLs COMITÊ DE PROGRAMA DE Pólos de Excelência EMPRESÁRIOS COMUNICAÇÃO Inovação na Sociedade: Pólos de Inovação Ambiente de Inovação: Inovação na Empresa: - Cultura Empreendedora: NAEs – Núcleo de Apoio ao- Parques Tecnológicos empreendedor, Projeto Jovens - PII - NIT - TIB- Incubadoras de Empresas Empreendedores, Curso de - Plataforma SIMI- Atração de Centros de P&D - Centro Minas Design Empreendedorismo- Parque Industrial Tecnológico - TEIA: - Editais Induzidos: Tecnologia, Empreendedorismo e- Lei da Inovação (FIIT) * PAPPE Inovação Aplicados- INOVATEC * Mestres e Doutores na - C5: Centros de Competência em empresa comunidades de Cooperação e Conhecimento 78
  76. 76. Programa APL BIOCOMBUSTÍVEIS UNIFEI UFMG EMBRAPA UNIUBE EPAMIG UFU CEMIG UFV IEL – FIEMG UNIMONTES PETROBRAS MCT / ABDI SEBRAE APEX / MDIC SOFTWARE MCT FUNSOFT ABDI SINDINFOR APEX SUCESU MDIC ASSESPRO UFMG PUC MINAS UFV PBH IEL – FIEMG SEBRAE BIOTECNOLOGIA SINDUSFARC FUNED BIOMINAS ELETRO-ELETRÔNICOS UFMG UFU E TELECOMUNICAÇÕES PUC MINAS RENE RACHOUSINDVEL APEX IEL – FIEMGINATEL ABDI SEBRAEETE MCT MCT / ABDICETEC MDIC APEX / MDICFAIIEL – FIEMGSEBRAE 79
  77. 77. APL de Eletroeletrônico 80
  78. 78. APL de EletroeletrônicoSanta Rita do Sapucaí - "O Vale da Eletrônica“ - é um dos principais polosde desenvolvimento tecnológico do Brasil, sendo reconhecido nacional einternacionalmente pela alta qualidade de seus produtos, que sãoexportados para diversos países. 81
  79. 79. APL de Eletroeletrônico 82
  80. 80. APL de Biotecnologia 83
  81. 81. APL de Biotecnologia 84
  82. 82. APL de Biotecnologia 85
  83. 83. APL de Biotecnologia Biotecnologia em Minas 86
  84. 84. APL de Software Software de Minas: “Aqui se produz” Valor total 2008 / 2009: R$ 3 milhões 814 milNúmero de municípios beneficiados: 35Número de empresas beneficiadas: 1.300Empregos formais gerados: 7.240Faturamento 2008: R$ 2,8 bilhõesA taxa de crescimento de BH de 2000 a2007 é maior (150%) que das outras trêscidades brasileiras que mais empregam:São Paulo (54%), Brasília (106%) e Rio deJaneiro (-4%) (Fonte: Sociedade Mineira de Software - Fumsoft) 87
  85. 85. APL de SoftwareAPL DE SOFTWARE 88
  86. 86. APL de Software 89
  87. 87. APL de Software Ceará São Paulo 5% Pernambuco 22% 6% Espírito Santo 3% Bahia 5% Paraná Santa Catarina 2% 2% Paraíba Goiás 2% 5% Minas Gerais Rio de Janeiro 18% 15% Rio Grande do Sul Distrito Federal 6% 9%Participação de Minas Gerias no processo de certificação 90
  88. 88. APL de Software 5 5.4% 5 7 11 SoftSul 5.4% 7.5% 11.8% Fumsoft Insoft - Fortaleza 16 Softex Recife 17.2% 14 RioSoft 15.1% TecVitória Softex Campinas 5 TecSoft - Brasília 13 5.4% Softex Salvador 14.0% 7 7.5% 5 ITS - São paulo 5.4% Acate - Florianópolis 5 5.4%Empresas Certificadas em MPS, BR em Minas Gerais 91
  89. 89. APL de Software 92
  90. 90. APL de Bicombustíveis 93
  91. 91. APL de Bicombustíveis Total de investimentos 2007-2010 R$ 32 milhões REGIÕES: Etanol: Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba – Uberaba e Uberlândia Biodiesel e Óleos Vegetais: Norte de Minas – Montes Claros Carvão Vegetal e Biomassa: Região Central – Sete Lagoas 94
  92. 92. Programa Pólos de Excelência GENÉTICA BOVINA GESTÃO UFLA ABCZ AMBIENTAL INHOTIM UFTM ASBIA UNIUBE EMBRAPA UFMG UFMG FASU PUC MINAS FLORESTAS UFV FETAEMG UFOP UFU FAEMG UFV IMA UFLA SEBRAE UFVJMRECURSOS HÍDRICOS FAEMGANA SEBRAEIGAM SIFUFMG AMSUFV INTERSINDUFUUFOPCEMIGHIDROEX LEITE EMBRAPACOPASA EMATEREMBRAPA EPAMIG FAEMG SEBRAE UFJF CEFET UFLA UFV PATRIMONIAL SILEMG ITAMBÉ FETAEMG IEL-FIEMG ELETRO-ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÕES CAFÉ SINDVEL APEX MINERAL E INATEL ABDI ETE MCT METALÚRGICO EPAMIG CETEC MDIC UFOP FAEMG UFMG ABICS EAFM FAI UFSJ CIC PRÓ-CAFÉ IEL – FIEMG PUC CNC SEBRAE SEBRAE EMBRAPA 95 CETEC UFLA FIEMG EMATER SINDCAFÉ
  93. 93. Polo de Excelência Genética Bovina 96
  94. 94. Polo de Excelência Genética Bovina 97
  95. 95. Polo de Excelência Genética Bovina 98
  96. 96. Polo de Excelência Recursos HídricosLançamento do Polo de Excelência em Recursos Hídricos do Estado 99
  97. 97. Polo de Excelência Recursos Hídricos 100
  98. 98. Polo de Excelência Recursos Hídricos 101
  99. 99. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 102
  100. 100. 103
  101. 101. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 104
  102. 102. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 105
  103. 103. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 106
  104. 104. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 107
  105. 105. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 108
  106. 106. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 109
  107. 107. Polo de Excelência Mineral e Metalúrgico 110
  108. 108. Polo de Excelência do Café 111
  109. 109. Polo de Excelência do Café 112
  110. 110. Polo de Excelência do Café 113
  111. 111. Polo de Excelência do Café 114
  112. 112. Polo de Excelência do Café 115
  113. 113. Polo de Excelência Leite 116
  114. 114. Polo de Excelência LeiteVista panorâmica do Campus da UFJF 117
  115. 115. Polo de Excelência LeiteEPAMIG/ILCT Vista panorâmica doInstituto de Laticínios Campus da UFJFCândido Tostes 118
  116. 116. Polo de Excelência LeitePrimeira turma do Mestrado Profissionalizante Estande Fórum das Américas Gráfico: redução UFC com uso cinturão de qualidade 119
  117. 117. Polo de Excelência LeiteÁrea de abrangência do Polo de Excelência do Leite e DerivadosLogística de captação e beneficiamento do soro: localização apropriadapara unidades de secagem GRÁFICO 2: Relação de produtos lácteos da região 120
  118. 118. Polo de Excelência Leite - Depoimentos
  119. 119. Polo de Excelência Florestas 122
  120. 120. Informação Florestal Privilegiada: www.ciflorestas.com.br 123
  121. 121. Biblioteca Virtual Florestal – www.sifloresta.ufv.br/SBID/digital 124
  122. 122. 125
  123. 123. Perfil dos participantes dos cursos e eventos realizados 126
  124. 124. Polo de Excelência Florestas - Depoimentos 127
  125. 125. Polo de Excelência Gestão Ambiental 128
  126. 126. Polo de Excelência Gemas e Joias 129
  127. 127. Programa Polos de Inovação Janaúba Januária Salinas Almenara Montes Araçuaí Pirapora Claros Teófilo Otoni Diamantina Corinto 130
  128. 128. Programa Polos de Inovação 131
  129. 129. IDH de Minas Gerais, por Região, em 2000 0,697IDH de Minas Gerais: 0,773 0,760 0,793 0,665 0,816 0,739 0,788 0,764 0,787 0,798 132
  130. 130. IDH (renda, educação e longevidade) IDH de Minas Gerais: 0,773Norte 0,697 Renda: 0,711Renda: Educação: 0,8500,590 Longevidade: 0,759Educação:0,774Longevidade: 0,6650,728 Jequitinhonha/Mucuri Renda: 0,579 Educação: 0,726 Longevidade: 0,691
  131. 131. Municípios, População, Área, Cursos e Vagas por Polo de Inovação 134
  132. 132. 135
  133. 133. Colocar um título aqui 136
  134. 134. Colocar um título aqui 137
  135. 135. Síntese - CVT, Internet e Telecentro por Polo de Inovação Pólo CVT Internet Telecentros TOTAL Sectes Idene BB MC MDIC BradescoSalinas 3 5 10 11 1 25 4 1 52Corinto 1 2 11 3 2 6 3 5 30Araçuaí 5 3 22 1 32 7 2 67Almenara 2 3 6 13 1 22 8 50Pirapora 2 3 12 4 1 21 1 39Diamantina 2 7 19 7 5 29 9 69Januária 3 4 32 7 11 23 10 1 84Teófilo Otoni 1 5 15 28 3 49 1 96Montes Claros 3 7 32 9 4 27 10 1 83Janaúba 4 5 30 9 3 19 6 1 68TOTAL 21 46 170 113 32 253 59 11 638 138
  136. 136. Polo de Inovação MONTES CLAROS 139
  137. 137. Composição do Polo de Inovação MONTES CLAROS POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE IDH MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000MONTES CLAROS 363,23 3.582 101,40 0,721 0,783BOCAIÚVA 46,31 3.233 14,32 0,651 0,736CORAÇÃO DE JESUS 27,11 2.236 12,12 0,598 0,687SÃO JOÃO DA PONTE 26,98 1.849 14,59 0,508 0,626FRANCISCO SÁ 25,99 2.749 9,45 0,581 0,662VARZELÂNDIA 19,77 804 24,59 0,521 0,631GRÃO MOGOL 15,18 3.890 3,90 0,596 0,672CAPITÃO ENÉAS 14,83 973 15,24 0,594 0,667BRASÍLIA DE MINAS 32,44 2.515 5,40 0,600 0,692MIRABELA 13,25 721 18,38 0,595 0,658UBAÍ 12,50 822 15,21 0,563 0,651JAPOVAR 8,54 376 22,71 0,515 0,618CLARO DOS POÇÕES 8,39 706 11,88 0,591 0,685ENGENHEIRO NAVARRO 7,32 632 11,58 0,614 0,686BOTUMIRIM 6,55 1.572 4,17 0,603 0,665LUISLÂNDIA 6,73 425 15,84 0,568 0,634PADRE CARVALHO 6,22 450 13,82 0,539 0,618IBIRACATU 5,94 359 16,55 0,523 0,615CRISTÁLIA 5,96 841 7,09 0,544 0,647PATIS 5,57 445 12,52 0,492 0,605ITACAMBIRA 5,30 1.788 2,96 0,601 0,668OLHOS D’ÁGUA 5,34 2.086 2,56 0,555 0,669FRANCISCO DUMONT 4,99 1.553 3,21 0,572 0,656SÃ0 JOÃO DA LAGOA 4,97 990 5,02 0,567 0,673GUARACIAMA 4,71 392 12,02 0,605 0,689JOSENÓPOLIS 4,64 536 8,66 0,533 0,610PONTO CHIQUE 4,83 602 8,02 0,569 0,660SÃO JOÃO DO PACUÍ 4,22 421 10,02 0,563 0,615JURAMENTO 4,11 432 9,51 0,582 0,680CAMPO AZUL 4,02 507 7,93 0,590 0,650GLAUCILÂNDIA 3,07 146 21,03 0,594 0,697LONTRA 8,33 257 33,70 0,53 0,643TOTAL 717,34 37.774 17,96 140
  138. 138. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO MONTES CLAROS TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET SECTES IDENE BB MC MDIC Bradesco TOTAL BOCAIÚVA X X 3 1 4 1 9 BOTUMIRIM 1 1 2 BRASÍLIA DE MINAS X X 1 1 2 1 5 CAMPO AZUL 1 1 2 CAPITÃO ENÉAS 1 1 2 CLARO DOS POÇÕES 2 2 CORAÇÃO DE JESUS X 1 1 2 CRISTÁLIA 1 1 2 ENGENHEIRO NAVARRO 1 1 2 FRANCISCO DUMONT 1 1 2 FRANCISCO SÁ X 1 1 2 GLAUCILÂNDIA 1 1 GRÃO MOGOL 1 2 3 GUARACIAMA 1 1 2 IBIRACATU 2 1 3 ITACAMBIRA 1 1 JAPOVAR 1 1 JOSENÓPOLIS 1 1 2 JURAMENTO 0 LONTRA 1 1 2 LUISLÂNDIA 1 1 MIRABELA 1 1 2 MONTES CLAROS X X 6 3 1 5 15 OLHOS D’ÁGUA 1 1 PADRE CARVALHO 1 1 PATIS 1 1 2 PONTO CHIQUE 1 2 1 4 SÃO JOÃO DA LAGOA 1 1 2 SÃO JOÃO DA PONTE X 1 2 3 SÃO JOÃO DO PACUÍ 1 1 UBAÍ 1 1 2 VARZELÂNDIA X 1 1 2 TOTAL 3 7 32 9 4 27 10 1 83 141
  139. 139. Polo de Inovação DIAMANTINA 142
  140. 140. Composição do Polo de Inovação de Diamantina POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE IDH MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000DIAMANTINA 46,37 3.870 11,98 0,674 0,748CAPELINHA 34,63 966 35,85 0,564 0,673ITAMARANDIBA 33,58 2.736 12,27 0,563 0,663MINAS NOVAS 31,65 1.811 17,48 0,525 0,633SERRO 21,52 1.218 17,67 0,602 0,658TURMALINA 18,13 1.153 17,72 0,599 0,705GOUVEIA 11,93 875 13,63 0,662 0,735CARBONITA 10,78 1.455 7,41 0,593 0,679ANGELÂNDIA 8,57 185 46,32 0,540 0,635VEREDINHA 6,05 635 9,53 0,546 0,669FELÍCIO DOS SANTOS 5,87 359 16,35 0,567 0,657DATAS 5,70 309 18,45 0,629 0,694SEN. MODESTINO GONÇALVES 5,11 952 5,37 0,539 0,626LEME DO PRADO 5,15 281 18,32 0,568 0,683ARICANDUVA 5,14 244 21,07 0,533 0,636COUTO DE MAGALHÃES 4,56 484 9,42 0,620 0,712MINASSÃO GONÇALO DO RIO PRETO 3,27 313 10,45 0,548 0,635RIO VERMELHO 15,34 987 15,55 0,534 0,635TOTAL 273.35 18.833 14,51 143
  141. 141. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO DE DIAMANTINA TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET IDEN SECTES BB MC MDIC Bradesco TOTAL EDIAMANTINA X X 6 1 1 3 11CAPELINHA X X 1 1ITAMARANDIBA X 1 1 3 2 7MINAS NOVAS X X 1 1 1 2 3 8SERRO X 1 3 4TURMALINA 1 2 1 3 1 8GOUVEIA X 1 1 2CARBONITA X 1 1 2 4ANGELÂNDIA 1 2 3VEREDINHA 1 1 2FELÍCIO DOS SANTOS 1 1DATAS 1 2 3SEM. MODESTINO 1 1 2GONÇALVESLEME DO PRADO 1 1 2ARICANDUVA 1 1 2COUTO DE MAGALHÃES 1 1 1 3MINASSÃO GONÇALO DO RIO 1 1 1 1 1 4PRETORIO VERMELHO 1 1 2TOTAL 3 7 19 7 5 29 9 69 144
  142. 142. Polo de Inovação ALMENARA 145
  143. 143. Composição do Polo de Inovação - Almenara POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE IDH MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000ALMENARA 38,53 2.301 16,75 0,597 0,668PEDRA AZUL 26,00 1.619 16,06 0,585 0,660JEQUITINHONHA 25,06 3.518 7,12 0,583 0,668JOAÍMA 15,46 1.668 9,27 0,526 0,646JACINTO 12,92 1.391 9,29 0,531 0,632STº. ANTÔNIO DO JACINTO 11,46 497 23,06 0,486 0,611JORDÂNIA 11,34 549 20,66 0,58 0,646DIVISÓPOLIS 8,46 566 14,95 0,486 0,605RUBIM 9,86 969 10,18 0,541 0,625MATA VERDE 7,80 230 33,91 0,468 0,604SALTO DA DIVISA 7,16 944 7,59 0,570 0,642PALMÓPOLIS 6,81 437 15,58 0,510 0,615FELISBURGO 7,02 594 11,82 0,560 0,642STA. MARIA DO SALTO 5,99 442 13,55 0,526 0,633BANDEIRA 5,52 485 11,38 0,515 0,619MONTE FORMOSO 4,94 384 12,86 0,464 0,570RIO DO PRADO 4,41 479 9,21 0,516 0,626TOTAL 193,28 17.073 11,32 146
  144. 144. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO - ALMENARA TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET SECTES IDENE BB MC MDIC Bradesco TOTALALMENARA X 1 4 1 6PEDRA AZUL X 1 1 2JEQUITINHONHA X 1 1 1 2 1 6JOAIMA 1 1 2JACINTO 1 1 2SANTO ANTÔNIO DO 1 1 1 1 4JACINTOJORDÂNIA 1 1 1 3DIVISÓPOLIS 1 1 1 3RUBIM 1 1 2MATA VERDE 1 2 1 4SALTO DA DIVISA 1 1 2PALMÓPOLIS 1 2 1 4FELISBURGO 1 1 2SANTA MARIA DO SALTO 1 1 2BANDEIRA 1 1 1 3MONTE FORMOSO 1 1 2RIO DO PRADO 1 1TOTAL 6 13 1 22 8 50 147
  145. 145. Polo de Inovação SALINAS 148
  146. 146. Composição do Polo de Inovação - Salinas POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE IDH MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000SALINAS 38,79 1.891 20,51 0,609 0,699TAIOBEIRAS 31,33 1.194 26,24 0,612 0,699RIO PARDO DE MINAS 29,95 3.119 9,60 0,507 0,633SÃO JOÃO DO PARAÍSO 22,78 1.921 11,86 0,491 0,644ÁGUAS VERMELHAS 13,30 1.258 10,57 0,530 0,628NINHEIRA 11,03 1.114 9,90 0,480 0,604INDAIABIRA 7,75 1.111 6,98 0,464 0,571RUBELITA 8,10 1.109 7,30 0,545 0,660MONTEZUMA 7,68 1.134 6,77 0,465 0,589CURRAL DE DENTRO 7,38 571 12,92 0,494 0,597STº ANT. DO RETIRO 7,09 797 8,87 0,419 0,601FRUTA DE LEITE 6,43 758 8,48 0,467 0,586STª CRUZ DE SALINAS 5,47 587 9,32 0,492 0,599NOVORIZONTE 5,14 264 19,47 0,501 0,648VARGEM GRANDE DO RIO 4,92 494 9,96 0,467 0,598PARDOBERIZAL 4,66 493 9,45 0,500 0,599DIVISA ALEGRE 6,24 119 52,44 0,530 0,656TOTAL 218,04 17.934 149
  147. 147. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO - SALINAS TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET SECTES IDENE BB MC MDIC Bradesco TOTAL SALINAS X X 1 2 3 TAIOBEIRAS X X 1 3 4 RIO PARDO DE MINAS X X 4 2 1 7 SÃO JOÃO DO PARAÍSO X 1 2 3 ÁGUAS VERMELHAS X 1 3 4 NINHEIRA 1 1 INDAIABIRA 1 1 1 1 4 RUBELITA 1 1 2 MONTEZUMA 1 2 3 CURRAL DE DENTRO 1 2 1 4 STº ANTÔNIO DO RETIRO 1 1 2 FRUTA DE LEITE 1 1 1 3 STª. CRUZ DE SALINAS 1 1 2 NOVORIZONTE 1 1 1 3 VARGEM GDE DO RIO 1 1 2 PARDO BERIZAL 1 1 2 DIVISA ALEGRE 1 1 1 3 TOTAL 3 5 10 11 1 25 4 1 52 150
  148. 148. Polo de Inovação ARAÇUAÍ 151
  149. 149. Composição do Polo de Inovação - Araçuaí IDH POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000ARAÇUAÍ 37,39 2.236 16,66 0,595 0,687NOVO CRUZEIRO 31,32 1.702 18,37 0,525 0,629CARAÍ 22,39 1.240 17,97 0,526 0,636ITAOBIM 21,62 680 31,76 0,598 0,689MEDINA 21,12 1.440 14,71 0,565 0,645PADRE PARAÍSO 18,89 544 34,50 0,560 0,656CHAPADA DO NORTE 15,03 828 19,28 0,554 0,641ITINGA 15,25 1.641 9,23 0,540 0,624VIRGEM DA LAPA 14,69 872 16,74 0,558 0,664BERILO 13,72 587 23,27 0,617 0,680PONTO DOS VOLANTES 14,46 1.215 9,37 0,495 0,595FRANCISCO BADARÓ 10,60 464 22,82 0,541 0,646CACHOEIRA DE PAJEÚ 9,54 674 14,02 0,544 0,622CORONEL MURTA 9,42 814 11,55 0,578 0,673COMERCINHO 8,64 657 13,38 0,529 0,603JENIPAPO DE MINAS 7,24 285 25,19 0,515 0,618JOSÉ GONÇALVES DE MINAS 4,66 383 12,19 0,552 0,646TOTAL 275,98 16.262 16,97 152
  150. 150. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO - ARAÇUAÍ TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET SECTES IDENE BB MC MDIC BRADESCO TOTALARAÇUAÍ X 1 4 5NOVO CRUZEIRO X 1 3 4CARAÍ X 1 2 3ITAOBIM X 1 2 2 1 6MEDINA X 1 3 1 5PADRE PARAÍSO 2 1 2 5CHAPADA DO NORTE 1 1 2 1 5ITINGA 2 1 3VIRGEM DA LAPA 2 3 5BERILO 1 1 2 1 1 6PONTO DOS VOLANTES 1 1 1 3FRANCISCO BADARÓ 1 2 3CACHOEIRA DE PAJEÚ 1 1 2CORONEL MURTA 1 1 1 3COMERCINHO 2 1 3JENIPAPO DE MINAS 1 1 1 3JOSÉ GONÇALVES DE 1 1 1MINAS 3TOTAL 5 3 22 1 32 7 2 67 153
  151. 151. Polo de Inovação TEÓFILO OTONI 154
  152. 152. Composição do Polo de Inovação – Teófilo Otoni IDH POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000TEÓFILO OTONI 130,52 3.243 40,25 0,651 0,742NANUQUE 41,33 1.515 27,32 0,622 0,708MANTENA 27,58 683,00 40,32 0,633 0,724ITAMBACURI 23,39 1.419 16,45 0,583 0,666CARLOS CHAGAS 21,21 3.199 6,66 0,579 0,681ÁGUAS FORMOSAS 19,31 818 23,46 0,549 0,639MALACACHETA 18,18 719 25,45 0,548 0,653LADAINHA 17,20 865 19,75 0,483 0,609ATALÉIA 15,16 1.838 8,34 0,552 0,653POTÉ 15,24 633 24,03 0,510 0,642SETUBINHA 11,59 536 21,34 0,473 0,568ITAIPÉ 11,07 483 24,76 0,526 0,633ITABIRINHA 10,82 208 51,59 0,586 0,681NOVO ORIENTE DE MINAS 10,76 754 14,19 0,511 0,582PAVÃO 9,16 599 15,26 0,564 0,667SERRA DOS AIMORÉS 8,67 215 40,14 0,596 0,655OURO VERDE DE MINAS 7,22 175 40,74 0,486 0,615MACHACALIS 7,07 330 21,39 0,557 0,637CENTRAL DE MINAS 6,82 204 33,33 0,602 0,692CATUJI 6,63 421 15,91 0,498 0,621MENDES PIMENTEL 6,68 303 21,95 0,586 0,661FREI GASPAR 6,65 628 10,49 0,514 0,621SANTA HELENA DE MINAS 6,13 277 22,02 0,495 0,594CRISÓLITA 5,94 970 6,07 0,480 0,586FRANCISCÓPOLIS 5,66 716 8,02 0,488 0,605S.JOÃO DO MANTENINHA 5,13 139 36,47 0,542 0,666FRONTEIRA DOS VALES 4,98 318 15,66 0,520 0,599BERTÓPOLIS 4,78 426 11,15 0,503 0,585PESCADOR 4,20 318 13,18 0,593 0,679NOVA MÓDICA 3,95 377 10,53 0,573 0,659SÃO JOSÉ DO DIVINO 3,88 326 11,93 0,564 0,670CAMPANÁRIO 3,76 441 8,46 0,601 0,668NOVA BELÉM 3,53 149 24,36 0,495 0,648SÃO FÉLIX DE MINAS 3,48 166 20,96 0,523 0,635UMBURATIBA 2,84 405 7,04 0,525 0,618TOTAL 490,52 24.991 19,63 155
  153. 153. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO – TEÓFILO OTONI TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET SECTES IDENE BB MC MDIC Bradesco TOTAL ÁGUAS FORMOSAS 1 2 3 ATALÉIA 1 3 4 BERTÓPOLIS 1 2 3 CAMPANÁRIO 1 2 3 CARLOS CHAGAS X 2 1 2 5 CATUJI 1 2 3 CENTRAL DE MINAS 2 2 CRISÓLITA 1 1 2 FRANCISCÓPOLIS 1 1 2 FREI GASPAR 1 2 3 1 2 FRONTEIRA DOS VALES 3 ITABIRINHA 2 2 ITAIPÉ 1 1 2 4 ITAMBACURI 1 1 2 LADAINHA 1 2 3 MACHACALIS 1 2 3 MALACACHETA X 1 1 2 MANTENA X 1 2 3 MENDES PIMENTEL 1 1 NANUQUE X X 1 2 3 NOVA BELÉM 1 1 NOVA MÓDICA 1 1 1 2 NOVO ORIENTE MINAS 3 OURO VERDE MINAS 1 1 3 5 PAVÃO 1 2 2 5 PESCADOR 1 3 4 POTÉ 1 2 3 STA. HELENA MINAS 1 1 2 SÃO FÉLIX DE MINAS 1 1 S. JOÃO MANTENINHA 2 2 SÃO JOSÉ DO DIVINO 1 1 2 SERRA DOS AIMORÉS 1 1 2 Setubinha 1 2 3 TEÓFILO OTONI X X 1 2 3 UMBURATIBA 1 2 3 TOTAL 2 5 15 28 3 49 1 0 96 156
  154. 154. Polo de Inovação CORINTO 157
  155. 155. Composição do Polo de Inovação - Curvelo IDH POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000CURVELO 75,05 3.306 22,70 0,685 0,755FELIXLÂNDIA 14,29 3.553 4,02 0,655 0,730CORINTO 23,05 2.525 9,13 0,641 0,722BUENÓPOLIS 9,63 1.611 5,98 0,578 0,679INIMUTABA 6,71 529 12,68 0,628 0,691AUGUSTO DE LIMA 4,60 1.251 3,68 0,601 0,690PRESIDENTE JUSCELINO 4,39 697 6,30 0,578 0,654JOAQUIM FELÍCIO 4,09 791 5,17 0,570 0,673SANTO HIPÓLITO 3,67 431 8,52 0,596 0,671MORRO DA GARÇA 2,87 414 6,93 0,579 0,680MONJOLOS 2,31 652 3,54 0,577 0,676TOTAL 150,66 15.760 158
  156. 156. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO - CURVELO TELECENTRO INTERNE MUNICÍPIO CVT SECTE Bradesc T IDENE BB MC MDIC TOTAL S oCURVELO X X 2 1 1 1 5FELIXLÂNDIA 1 1CORINTO X 1 2 1 1 5BUENÓPOLIS 1 1 2 4 8INIMUTABA 1 1AUGUSTO DE LIMAPRESIDENTEJUSCELINO 1 1JOAQUIM FELÍCIO 1 1 2SANTO HIPÓLITO 1 1 2MORRO DA GARÇA 1 1 2MONJOLOS 1 1 1 3TOTAL 1 2 3 2 6 3 5 30 11 159
  157. 157. Polo de Inovação PIRAPORA 160
  158. 158. Composição do Polo de Inovação - Pirapora POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE IDH MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000VÁRZEA DA PALMA 36,31 2.916 15,10 0,628 0,726PIRAPORA 53,71 576 89,73 0,711 0,758BURITIZEIRO 27,07 7.226 3,70 0,586 0,659SÃO ROMÃO 9,71 2.432 3,30 0,556 0,649RIACHINHO 8,44 1.775 4,80 0,603 0,700JEQUITAÍ 8,12 1.268 6,60 0,605 0,705IBIAÍ 7,91 870 8,50 0,609 0,687LASSANCE 6,65 3.214 2,00 0,630 0,681LAGOA DOS PATOS 4,60 600 7,80 0,558 0,657SANTA FÉ DE 4,13 2.917 1,30 0,546 0,622MINASTOTAL 166,65 23.794 7,00 0,603 0,684 161
  159. 159. CVT, TELECENTRO E INTERNET – POLO DE INOVAÇÃO - PIRAPORA TELECENTRO MUNICÍPIO CVT INTERNET SECTES IDENE BB MC MDIC Bradesco TOTALVÁRZEA DA PALMA X X 1 3 4PIRAPORA X X 4 1 4 1 10BURITIZEIRO X 1 2 3SÃO ROMÃO 1 2 3RIACHINHO 1 1 2 4JEQUITAÍ 1 1 2IBIAÍ 1 1 2 4LASSANCE 1 1 2LAGOA DOS PATOS 2 1 3SANTA FÉ DE 1 3 4MINASTOTAL 2 3 12 4 1 21 1 39 162
  160. 160. Polo de Inovação JANUÁRIA 163
  161. 161. Composição do Polo de Inovação - Januária POPULAÇÃO ÁREA DENSIDADE IDH MUNICÍPIO 1.000 HAB. km² Hab./km² 1991 2000JANUÁRIA 67,52 7.299 9,21 0,467 0,699SÃO FRANCISCO 55,14 3.300 16,62 0,589 0,689MANGA 21,34 1.968 10,88 0,545 0,603ITACARAMBI 18,26 1.252 14,54 0,537 0,622MONTALVÂNIA 16,14 1.484 10,96 0,595 0,645URUCUIA 12,20 2.072 5,78 0,568 0,675PEDRAS Mª DA CRUZ 11,88 1.525 7,61 0,555 0,634S.JOÃO DAS MISSÕES 11,27 675 16,56 0,503 0,595CHAPADA GAÚCHA 11,37 3.215 3,42 0,560 0,683MATIAS CARDOSO 11,04 1.938 5,58 0,494 0,602ICARAÍ DE MINAS 10,93 617 17,49 0,565 0,65BONITO DE MINAS 9,32 3.901 2,36 0,504 0,58PINTÓPOLIS 8,18 1.238 6,53 0,552 0,637FORMOSO 6,86 3.692 1,85 0,591 0,695CÔNEGO MARINHO 6,44 1.618 3,99 0,569 0,639JUVENÍLIA 6,32 1.077 5,83 0,493 0,625MIRAVÂNIA 5,00 603 8,18 0,533 0,644TOTAL 289,21 37.474 7,72 164

×