A Igreja e a Reforma

2.497 visualizações

Publicada em

0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.497
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
233
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • {}
  • A Igreja e a Reforma

    1. 1. A IGREJA E A REFORMA REFORMA PROTESTANTE DO SÉCULO XVI ... EDIFICAREI A MINHA ... EDIFICAREI A MINHA IGREJA... IGREJA... MT.16:18 MT.16:18
    2. 2. A ALIANÇA DA GRAÇA A ALIANÇA DA GRAÇA  Além do plano da salvação em Jesus Cristo, Deus inclui também uma organização para reunir e congregar o Seu povo. a) Família. no tempo dos patriarcas b) Israel. Após o Êxodo. Teocracia. c) Igreja. Nova Aliança através de Cristo. Mt. 16:16-18
    3. 3. A ALIANÇA DA GRAÇA A ALIANÇA DA GRAÇA  "A igreja, organizada pelos apóstolos, se ramificou em vários grupos...  Um desses grupos chama-se protestantismo reformado ou presbiterianismo".
    4. 4. A IGREJA PRIMITIVA  Nasceu no Pentecostes. Considerada pelo sinédrio judeu como seita (At 24.14), depois teve identidade própria. Passou por quase três séculos de perseguição: A) Período Apostólico – 1º. Século - Os Apóstolos - Sequencia ao ministério de Jesus - Escreveram o Novo Testamento – A conclusão da revelação - Encerra em 95 d.C. com a morte do apóstolo João em Éfeso
    5. 5. A IGREJA PRIMITIVA B) Período dos pais da Igreja – 2º. e 3º. séculos - Os Concílios da Igreja – Acertos doutrinários - O Reconhecimento das Escrituras
    6. 6. PERÍODO MEDIEVAL PERÍODO MEDIEVAL  323 – Imperador Constantino - único imperador. Uma só lei, uma só moeda, uma só cidadania, uma só religião. O Cristianismo outrora perseguido agora torna-se a religião oficial do Império
    7. 7. PERÍODO MEDIEVAL PERÍODO MEDIEVAL A partir daí inicia-se a degeneração da igreja: o paganismo na igreja  375 - culto aos santos.  431 – institui o culto a Maria.  503 – instituição da doutrina do purgatório  783 - adoração de imagens e relíquias.  1090 - rosário.  1229 - proibida leitura da Bíblia.  Além destes desvios, a corrupção, a ganância e a imoralidade do clero descaracterizaram a Igreja Cristã e revoltaram o rebanho.
    8. 8. OS PRÉ-REFORMADORES  1300 - nacionalismo no mundo ocidental.  O Movimento das Igrejas Nacionais.  Precursores da Reforma: legalismo, não descobriram a graça salvadora - (Ef 2.8-9).
    9. 9. OS PRÉ-REFORMADORES      John Wyclif (1329 -1415) – A inquisição 30 anos após a morte, queima seus ossos e seus livros; John Huss (1373?-1415) – condenado e queimado Girolando Savanarola (1452-1498) - Executado em 1498 A tradução das Escrituras nas línguas locais. A obra dos humanistas.
    10. 10. Causas da Reforma Papa Leão X A situação da Igreja Católica medieval.  A insatisfação política e religiosa dos povos europeus.  O nacionalismo emergente.  A ansiedade e insegurança provocadas pela espiritualidade vigente.
    11. 11. Martinho Lutero (1483-1546) 1505 - Ingressa no mosteiro agostiniano de Erfurt. 1512 - Torna-se professor da Universidade de Wittemberg.
    12. 12. REFORMA PROTESTANTE REFORMA PROTESTANTE  MARTINHO LUTERO  monge agostiniano (Erfurt, 1505).  “O justo viverá pela fé” - Rm 1.17.  31 de outubro de 1517 - 95 teses na porta da Capela de Wittenberg – contra as indulgências papais (Alemanha).  1521 – excomungado pela igreja de Roma
    13. 13. Wittenberg e Igreja do Castelo
    14. 14. Ulrico Zuínglio - Suíça (1483-1531)      1484 - Nasce em Wildhaus. 1516 - Lê o Novo Testamento traduzido por Erasmo. 1518 - É nomeado sacerdote da catedral de Zurique. Torna-se afamado pregador bíblico. 1522 - Questiona o jejum da quaresma e o celibato clerical; abandona o sacerdócio e torna-se pastor evangélico. “pai do protestantismo reformado”
    15. 15. João Calvino (1509-1564)  Com a morte precoce de Zuínglio, o movimento reformado passou à liderança de João Calvino.  1509 - Calvino nasce em Noyon, no nordeste da França. Seus pais são Gérard Cauvin e Jeanne Le Franc.  1523 - Estuda humanidades e teologia em Paris.
    16. 16. PRESBITERIANISMO PRESBITERIANISMO João Calvino - sistematização doutrinária e expansão reformada. - 1533 - conversão - 1536 - Guilherme Farel o convida a ficar em Genebra para concretizar a Reforma. - 1556 - concluiu a INSTITUIÇÃO DA RELIGIÃO CRISTÃ (Institutas). Doutrina essencialmente bíblica. 
    17. 17. OS PROTESTANTES PELA EUROPA Expansão: França  huguenotes Inglaterra  puritanos Escócia  presbiterianos (John Knox) Suíça e Países Baixos  reformados (Confissão de Fé) Estados Unidos –  Puritanos
    18. 18. OS PROTESTANTES NAS AMÉRICAS  1726 - início do despertamento nos EUA. Missões presbiterianas pelo mundo;  1859 - (12 de agosto) Ashbel Green Simonton chega ao Brasil  Em 1928 os missionários chegam a Dourados
    19. 19. OS REFORMADORES - Tudo que os Reformadores queriam é que a Igreja se mantivesse fiel à Palavra de Deus - Que mantivesse a pureza do Evangelho em sua pregação e Vida; - Calvino elaborou os ensinos básicos e fundamentais da fé da Igreja na Pureza do Evangelho - A Igreja hoje deve manter-se fiel no meio desta Cultura decadente
    20. 20. PRINCIPAIS CONQUISTAS DA REFORMA  Liberdade de consciência O livre exame das Escrituras O Sacerdócio Universal dos crentes
    21. 21. Princípios dos reformadores A Escritura: única regra de fé e prática (sola Scriptura).  Cristo como único mediador (solo Christo).  Salvação pela graça, mediante a fé (sola gratia e sola fides).  Somente a Deus toda glória (soli Deo Glória)
    22. 22. REFORMA HOJE A Necessidade de voltarmos aos princípios e valores das Escrituras que motivaram a Reforma constantemente: Eclesia reformata reformanta semper Igreja Reformada sempre se reformando!
    23. 23. REFORMA HOJE - O Processo é dinâmico: Dois Princípios: a) O direito de juízo privado (liberdade de consciência); b) A religião é uma matéria também do coração do homem. (não meramente ritos)
    24. 24. APRENDENDO COM OS REFORMADORES  Primeiramente, diante da situação em que se vivia na Pré Reforma e na Reforma Protestante nós podemos aprender que mesmo em situações difíceis Deus tem seu propósito em preservar o Evangelho puro, e para isto ele usa os seus servos;
    25. 25. APRENDENDO COM OS REFORMADORES  Outra questão que nos motiva hoje é podermos perceber quão grande era a convicção dos homens que Deus usou antes, durante e depois da Reforma Protestante; Huss, Wycliffe, Lutero, Calvino, Zuínglio, Melanchthon, John Knox, Ernest e outros menos conhecidos... uma convicção de fé genuína.

    ×