Vai construir ou reformar seu       supermercado?       Sebastião Barroso Felix               Brasil
Qual a realidade do mercado hoje?a)a cada ano diminui o ciclo de vida das lojas e aumentaa necessidade de melhorar o espaç...
Qual a realidade do mercado hoje?c) O ritmo de mudanças é tão intenso que em muitoscasos, por ocasião da inauguração ou re...
Portanto, antes de construir ou reformar sua loja,MUITO CUIDADO! Um monte de dinheiro é desperdiçado   diariamente, por nã...
Os problemas mais comuns:a) Grande desperdício de material e mão-de-obra nahora de construir ou reformar por não se saber ...
Como planejar e executar a construção de    uma nova loja ou a reforma da atual?1. definir o tamanho da nova área de venda...
5. Decidir sobre o uso dos equipamentos atuais da loja;6. negociar com os fornecedores a aquisição de novosequipamento;7. ...
Definição do tamanho da nova área de vendas. potencial do mercado,. tamanho da demanda reprimida,. tamanho da oferta varej...
Analisemos o seguinte exemplo:(D)=Demanda             da           região          R$           5.000.000(P)=Venda da loja...
Conclusão,se somarmos o valor total de vendas dos concorrentesmais o valor da venda da loja, teremos R$ 4.833.290 enão R$ ...
Elaboração da planta baixa do novo espaço             de área de vendasOs maiores problemas relacionados ao desperdício, a...
Elaboração de um cronograma de ações  e de planejamento dos investimentosA elaboração de um cronograma de ações e de plane...
Decisões relativas à construção civil do      novo espaço de área de vendasAlgumas questões a serem observadas:. localizaç...
Decisão relativa ao uso dos equipamentos               atuais da lojaEquipamentos antigos, além de serem ultrapassadosem t...
Negociação de novos equipamentos É quase impossível comprar bem os equipamentos   da nova loja sem um PROJETO DE LAYOUTNeg...
Características técnicas e funcionais dos               equipamentosCaracterísticas Técnicas. Isolamento. Rigidez Mecânica...
Negociação de novos equipamentosUm fator importante é relacionado à idoneidade dasempresas ou representantes de equipament...
Decisões relativas as ações promocionais         para marcar o “evento”A INAUGURAÇÃO OU REINAUGURAÇÃO DE UMA LOJA É UM FAT...
Por que?b) há uma expectativa por parte dos consumidoresda área de influência da loja com relação a existênciade ofertas e...
MUITOS VAREJISTAS ACHAM QUE É SUFICIENTE  UMA LOJA NOVA OU AMPLIAÇÃO DA ATUALPARA AS VENDAS AUMENTAREM. INFELIZMENTE   A R...
Algumas ações que podem se planejadaspara a inauguração ou reinauguração da loja:. panfleto de ofertas;. carro de som;. ca...
Negociação com fornecedores de             produtos de revendaA inauguração ou reinauguração de uma loja é umagrande oport...
Negociação com fornecedores de            produtos de revendaPor dois grande motivos:a)para os fornecedores atuais, a ampl...
Negociação com fornecedores de             produtos de revendaO mais indicado nesse momento é aproveitar aoportunidade, pa...
Negociação com fornecedores de             produtos de revendaÉ também oportuno renegociar preços e prazospraticados pelos...
Execução do layout e plano de exposição  Essa é fase de implementação do planejamento do  layout e do plano de exposição f...
Execução do layout e plano de exposiçãoUma boa execução do layout e do plano de exposiçãoé muito importante para que a loj...
Inauguração ou reinauguração da lojaO empresário deve ver nessa oportunidade um chamarizpara valorizar funcionários, clien...
Avaliação dos resultados do novo espaço              de área de vendasDepois de inaugurado, o novo espaço de área de venda...
ConclusãoTer o dinheiro ou o crédito para construir uma nova loja,ou reformar a atual é apenas um requisito e não garanteo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2 vai construir_ou_reformar_ (22)

628 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
628
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 vai construir_ou_reformar_ (22)

  1. 1. Vai construir ou reformar seu supermercado? Sebastião Barroso Felix Brasil
  2. 2. Qual a realidade do mercado hoje?a)a cada ano diminui o ciclo de vida das lojas e aumentaa necessidade de melhorar o espaço de área de vendas;b) Ampliar o espaço de área de vendas, através daconstrução de uma nova loja ou de uma reforma, deixoude ser um diferencial competitivo e passou a fazer parteda necessidade das empresas para continuarem nomercado e conseguirem sobreviver.
  3. 3. Qual a realidade do mercado hoje?c) O ritmo de mudanças é tão intenso que em muitoscasos, por ocasião da inauguração ou reinauguraçãoda loja, o empresário já se conscientiza que ela ficoupequena e que não irá atender totalmente asdemandas de seus clientes em termos de variedade,sortimento, comodidade, conveniência e praticidade.d) loja velha em termos de apresentação e layout coma área de vendas estrangulada “MORRE”!.
  4. 4. Portanto, antes de construir ou reformar sua loja,MUITO CUIDADO! Um monte de dinheiro é desperdiçado diariamente, por não se saber fazer isso de forma adequada.
  5. 5. Os problemas mais comuns:a) Grande desperdício de material e mão-de-obra nahora de construir ou reformar por não se saber “o quefazer e como fazer”.b) Grandes transtornos operacionais causados pordecisões erradas e ou tomadas com base no curtoprazo.c) Lojas novas ou reformadas totalmente obsoletas etermos de espaço, layout, localização das áreas deapoio e atendimento, tamanhos e tipos deequipamentos.
  6. 6. Como planejar e executar a construção de uma nova loja ou a reforma da atual?1. definir o tamanho da nova área de vendas ou da ampliaçãoda loja atual;2. elaborar uma planta baixa, considerando a decisão anterior,com a definição do grau de inovação e levando em conta osobjetivos mercadológicos da construção ou reforma;3. elaborar um cronograma de ações e de planejamento doinvestimento;4.tomar decisões relativas à construção civil do novo espaço deárea de vendas;
  7. 7. 5. Decidir sobre o uso dos equipamentos atuais da loja;6. negociar com os fornecedores a aquisição de novosequipamento;7. tomar decisões relativas as ações promocionais paramarcar o “evento”;8. negociar com os fornecedores de produtos de revenda;9. executar o layout e plano de exposição da nova loja ou doespaço ampliado;10. inaugurar ou reinaugurar a loja;11. avaliar os resultados do novo espaço de área de vendas;
  8. 8. Definição do tamanho da nova área de vendas. potencial do mercado,. tamanho da demanda reprimida,. tamanho da oferta varejista,. perfil dos concorrentes e o nível de competitividade,. principais tendências de mercado,. oportunidades do mercado local. O VAREJISTA NÃO PODE DECIDIR SOBRE ISSO, LEVANDO EM CONTA SOMENTE A SUA CAPACIDADE DE INVESTIMENTO, RELEGANDO A SEGUNDO PLANO TODAS AS OUTRAS VARIÁVEIS.
  9. 9. Analisemos o seguinte exemplo:(D)=Demanda da região R$ 5.000.000(P)=Venda da loja: R$ 500.000 ou 10% do total da demanda da região(A)=Tamanho da área de vendas da loja: 1.000 M2(V)=Venda por M2 de área de vendas da loja: R$ 500,00Tamanho da área de vendas do concorrente A: 1.500 M2Tamanho da área de vendas do concorrente B: 2.000 M2Tamanho da área de vendas do concorrente C: 500 M2Tamanho da área de vendas do concorrente D: 2.500 M2(TA)=Total de área de vendas da região: 7.500 M(TV)=Total de vendas por M2 da região: (D/TA)=R$ 666,66Cálculo do concorrente A: (TV x A)=(R$ 666,66 x 1500)=R$ 999.990=20%Cálculo do concorrente B: (TV x B)=(R$ 666,66 x 2000)=R$ 1.333.320=26,67%Cálculo do concorrente C: (TV x C)=(R$ 666,66 x 500)=R$ 333.330=6,67%Cálculo do concorrente D: (TV x D)=(R$ 666,66 x 2500)=R$ 1.666.650=33,33%
  10. 10. Conclusão,se somarmos o valor total de vendas dos concorrentesmais o valor da venda da loja, teremos R$ 4.833.290 enão R$ 5.000.000, ou seja, menos R$ 166.710, o queteoricamente é a perda de venda da loja. Neste casoespecífico, vale a pena aumentar o espaço de áreade vendas, o que necessariamente não significa ampliara loja em termos de espaço físico. NEM SEMPRE AUMENTAR O ESPAÇO FÍSICO DA LOJA OU CONSTRUIR UMA OUTRA É A MELHOR SOLUÇÃO.
  11. 11. Elaboração da planta baixa do novo espaço de área de vendasOs maiores problemas relacionados ao desperdício, a inovaçãoe a criatividade, na construção de uma nova loja ou ampliação daatual acontece em função da falta de definição de um layout.Duas situações costumam ocorrer com grande freqüência:a) o empresário superestima a sua capacidade e o seuconhecimento, assumindo toda responsabilidade do planejamentoe da execução dessa etapa;b) ou é tomado por uma onda de insegurança do que fazer, ecomo fazer, o que invariavelmente o leva a pedir a opinião sobrea questão, para todas as pessoas à sua volta. ESSA FASE DO PROCESSO EM HIPÓTESE ALGUMA, DEVE SER EXECUTADA SOMENTE PELO EMPRESÁRIO OU BASEADA NAS OPINIÕES DE PESSOAS LEIGAS NO ASSUNTO.
  12. 12. Elaboração de um cronograma de ações e de planejamento dos investimentosA elaboração de um cronograma de ações e de planejamentodos investimentos, permite duas coisas:• minimizar os improvisos, as indefinições e os erros,• diminui o volume de desperdícios,Ou seja,permite ao empresário atingir seu objetivo num espaço detempo mais curto, com menor investimento e com maioresbenefícios no curto e longo prazos.
  13. 13. Decisões relativas à construção civil do novo espaço de área de vendasAlgumas questões a serem observadas:. localização do mezanino, para os escritórios,. localização dos banheiros dos clientes,. tipo de piso a ser usado,. distribuição e o tipo de iluminação,. tamanho dos espaços das áreas de apoio e manipulação dosperecíveis,. localização das câmeras refrigeradas,. tamanho e localização das áreas de perecíveis,. localização e o tamanho do depósito,. diferencial competitivo, entre outras.
  14. 14. Decisão relativa ao uso dos equipamentos atuais da lojaEquipamentos antigos, além de serem ultrapassadosem termos de designer, tipo de material usado na suafabricação, consomem muito mais energia do que osatuais e mais modernos.Decidir corretamente quanto aos equipamentosantigos, que permanecerão na loja e quais serãosubstituídos é de suma importância na diminuição docusto operacional da loja.
  15. 15. Negociação de novos equipamentos É quase impossível comprar bem os equipamentos da nova loja sem um PROJETO DE LAYOUTNegociar os equipamentos na quantidade e hora certa permite ao empresário economizar até 30% do investimento. Antes de decidir sobre quais equipamentos a adquirir, deve-se analisar suas características técnicas e funcionais.
  16. 16. Características técnicas e funcionais dos equipamentosCaracterísticas Técnicas. Isolamento. Rigidez Mecânica. Capacidade de Armazenamento. Durabilidade. Tecnologia/LaboratórioCaracterísticas Funcionais. Exposição e valorização dos alimentos. Ergonomia. Iluminação. Design
  17. 17. Negociação de novos equipamentosUm fator importante é relacionado à idoneidade dasempresas ou representantes de equipamentos, épreciso ter uma atenção especial em relação a isso.
  18. 18. Decisões relativas as ações promocionais para marcar o “evento”A INAUGURAÇÃO OU REINAUGURAÇÃO DE UMA LOJA É UM FATO TÃO IMPORTANTE PARA UMA EMPRESA VAREJISTA, QUE DEVERIA SER PROIBIDO POR LEI A INEXISTÊNCIA DE ALGUM TIPO DE AÇÃO PROMOCIONAL.
  19. 19. Por que?b) há uma expectativa por parte dos consumidoresda área de influência da loja com relação a existênciade ofertas e promoções no período;b) é uma grande estratégia para atrair novos clientes eencurtar o prazo normal de aumento das vendas,motivadas pelo novo espaço de área de vendas;c) os clientes da loja realmente anseiam por ummomento especial, afinal, eles fazem parte daquelacomunidade chamada “supermercado...”;d) Os fornecedores estão ansiosos pelo aumento doespaço de área de exposição e das vendas.
  20. 20. MUITOS VAREJISTAS ACHAM QUE É SUFICIENTE UMA LOJA NOVA OU AMPLIAÇÃO DA ATUALPARA AS VENDAS AUMENTAREM. INFELIZMENTE A REALIDADE DE MERCADO E O NÍVEL DECONCORRÊNCIA ATUAL NOS MOSTRA QUE ISSO É APENAS O PRIMEIRO PASSO.
  21. 21. Algumas ações que podem se planejadaspara a inauguração ou reinauguração da loja:. panfleto de ofertas;. carro de som;. carreatas, sorteios de prêmios e brindes;. show em frente a loja no dia anterior a inauguração;. som ao vivo durante todo o dia da inauguração;. realização de bingos, café da manhã;. distribuição de amostras;. degustações, entre outras.
  22. 22. Negociação com fornecedores de produtos de revendaA inauguração ou reinauguração de uma loja é umagrande oportunidade para o varejista efetuar boasnegociações com seus fornecedores. De modo geral,a maioria deles está aberto, e disposto a participar dequalquer ação promocional, visando o aumento devendas.
  23. 23. Negociação com fornecedores de produtos de revendaPor dois grande motivos:a)para os fornecedores atuais, a ampliação daárea de vendas da loja significa maiores vendas,por conseqüência direta do aumento de vendasda empresa,• para os fornecedores que ainda não negociamcom a loja, o aumento de área de vendas, significaa possibilidade de começar a fazer negócios com ela.
  24. 24. Negociação com fornecedores de produtos de revendaO mais indicado nesse momento é aproveitar aoportunidade, para fazer uma avaliação geral, donível de parceria existente com os fornecedores.Uma forma de fazer isso é lançar uma campanha,onde os custos sejam rateados entre os fornecedoresde forma proporcional à sua participação no volume decompras. Assim, é possível ao final, saber exatamentecom quem a loja pode contar, e obviamente conhecerquem de fato ver a loja como uma parceira ousimplesmente como um local de desova de produtos.
  25. 25. Negociação com fornecedores de produtos de revendaÉ também oportuno renegociar preços e prazospraticados pelos fornecedores, além de outras formasde relacionamento comercial. Uma das poucas questõesque deve ser evitada por parte dos supermercados énegociar espaço fixo de área de vendas. Isso porqueestrategicamente não é a melhor opção de negociaçãopara o varejista.
  26. 26. Execução do layout e plano de exposição Essa é fase de implementação do planejamento do layout e do plano de exposição feitos anteriormente para a loja. Na prática, é a montagem da loja, sua preparação para o grande dia: a inauguração.Nessa fase, o empresário já deve ter adquirido:. todos os equipamentos constantes no layout aprovado,. o mix de produtos que a loja irá ter.Isso evitará transtornos na definição dos espaços deárea de vendas de cada categoria e conseqüentementede cada produto que será comercializado.
  27. 27. Execução do layout e plano de exposiçãoUma boa execução do layout e do plano de exposiçãoé muito importante para que a loja consiga ser montadade forma adequada e otimizada, seguindo as tendênciasde mercado e que possa gerar vendas de impulsoadicionais.Um bom plano de exposição não diz respeito apenascomo a loja irá ficar em termos de abastecimento ou aforma de sua exposição, mas principalmente melhoriasnas categorizações possíveis de produtos, as maioressinergias de vendas das categorias e o gerenciamentodo espaço ocupado por elas.
  28. 28. Inauguração ou reinauguração da lojaO empresário deve ver nessa oportunidade um chamarizpara valorizar funcionários, clientes e sua relação com osfornecedores. Nada ou ninguém deve ficar de fora.Mas cuidado! Pior do que não fazer uma inauguraçãoou reinauguração de loja é fazê-la de forma atropelada,corrida, como se o mundo fosse acabar. Dessa formanão vale a pena, daí a importância de um bomPlanejamento e sua execução.
  29. 29. Avaliação dos resultados do novo espaço de área de vendasDepois de inaugurado, o novo espaço de área de vendasdeve ser avaliado, de acordo com os atributos:. volume de vendas,. lucratividade,. fluxo de clientes/tíquetes emitidos. satisfação dos clientes
  30. 30. ConclusãoTer o dinheiro ou o crédito para construir uma nova loja,ou reformar a atual é apenas um requisito e não garanteo sucesso do empreendimento.Algumas decisões são tão importantes, que podem, porsi só, colocar todo o projeto por água abaixo. Outraspodem impactar e influenciar o empreendimento por todaa sua vida. E algumas outras ainda podem trazer tantostranstornos de imediato que podem atrapalhar não sóandamento do novo empreendimento, mas também dovelho, comprometendo-o operacional e financeiramente.Neste momento todo, CUIDADO É POUCO!

×