A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social                                                   04/12/2011
Saulo Andrade@onetworker
Saulo Andrade@onetworker
www.novosetor.com.brwww.onetworker.com.br                        www.papodeuniversitario.com.br
“Os impérios do futuro serão os     impérios da mente.”                 Winston Churchill, 1942
Criatividade      & InOvAçÃo
Na maior parte dotempo “pensamosdentro da caixa”!
“A imaginação é mais  importante que o    conhecimento”
- Henry Ford -Há dois tipos de pessoas que nãointeressam A uma boa empresa:• as que não fazem o que se manda• as que só fa...
Por que esteé o Tempo de Pensar Fora  da Caixa!
NETWORKING
NOT      WORKING
#INTERESSE
“HormônioNetworker”
#DARWINISMODIGITAL
Ser reconhecido  Ser ouvido     Errar
Moldávia             2009Revolução Twitter
Irã
Zaragoza, Spain
Maior Impacto: boca a boca on-line atinge mais
Compartilhamento e Relacionamento                            O novo consumidor:                            • se informa so...
Gestão do Relacionamento: SAC 2.0Analógico 1 canal       Digital 2 canais           Digital MULTICANAL                    ...
Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 1) Monitorar Quem é o público? Onde está? O que fala da marca? Quando e com...
Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 2) Analisar Relevância, Popularidade, Repercussão e Influência do público; Se...
Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 3) Criar os pontos de contatoApós diagnóstico da Monitoração, será possível ide...
Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 4) Ativar pontos de contato Interações receptivas; Interações pró-ativas; Co...
Características da interação   E-mail tradicional, DM no Twitter ou via Ferramentas   customizadas   Redirecionamento do u...
Gestão do Relacionamento: metodologiaO processo deve ser cíclico e ininterrupto...                             1.Monitorar...
O que atrai as pessoas?•   Simples•   Inesperado•   Concreto•   Credibilidade•   Emocional•   Estórias
Experimente constantemente• Tenha indicadores• Estabeleça objetivos• Faça testes de forma  rápida
Ouça as pessoas
“Não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você”
Esqueça os mal-intencionadosOlha minha cara de  preocupado...
Aprenda a pedir desculpas
Tenha um diferencial
Conquiste entusiastas
Como sobreviver a umteste “empreendedor”1. O sucesso não é o final2. Mantenha em mente: semretorno, sem negócio3. Simplifi...
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.

307 visualizações

Publicada em

Palestra durante o Congresso Paraibano de Administração com o tema "Marketing digital: Como consolidar sua marca?" nos dias 03 e 04/12 em João Pessoa-PB.

Publicada em: Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
307
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social.

  1. 1. A revolução silenciosa: Menos mídia, mais social 04/12/2011
  2. 2. Saulo Andrade@onetworker
  3. 3. Saulo Andrade@onetworker
  4. 4. www.novosetor.com.brwww.onetworker.com.br www.papodeuniversitario.com.br
  5. 5. “Os impérios do futuro serão os impérios da mente.” Winston Churchill, 1942
  6. 6. Criatividade & InOvAçÃo
  7. 7. Na maior parte dotempo “pensamosdentro da caixa”!
  8. 8. “A imaginação é mais importante que o conhecimento”
  9. 9. - Henry Ford -Há dois tipos de pessoas que nãointeressam A uma boa empresa:• as que não fazem o que se manda• as que só fazem o que se manda
  10. 10. Por que esteé o Tempo de Pensar Fora da Caixa!
  11. 11. NETWORKING
  12. 12. NOT WORKING
  13. 13. #INTERESSE
  14. 14. “HormônioNetworker”
  15. 15. #DARWINISMODIGITAL
  16. 16. Ser reconhecido Ser ouvido Errar
  17. 17. Moldávia 2009Revolução Twitter
  18. 18. Irã
  19. 19. Zaragoza, Spain
  20. 20. Maior Impacto: boca a boca on-line atinge mais
  21. 21. Compartilhamento e Relacionamento O novo consumidor: • se informa sobre o que os outros acham dos produtos e marcas (redes sociais, mercado livre...). • Interage, opina, recomenda: elege marcas, exclui marcas. • É fonte de informação para outras pessoas como ela.Pessoas não confiam em propaganda! Pessoas confiam em pessoas!
  22. 22. Gestão do Relacionamento: SAC 2.0Analógico 1 canal Digital 2 canais Digital MULTICANAL Empresa 0800... Não é questão de escolha. Você e sua empresa já estão lá.
  23. 23. Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 1) Monitorar Quem é o público? Onde está? O que fala da marca? Quando e como se relaciona com a marca? Pra quem fala da marca? Com quais assuntos relacionados? Momento pré-compra? Momento pós-compra?
  24. 24. Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 2) Analisar Relevância, Popularidade, Repercussão e Influência do público; Sentimentos Positivos, Negativos, Neutros, Mixed; Dispersão boca-a-boca entre as Redes e ambientes; Sentimentos por Termos, Assuntos e Público.
  25. 25. Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 3) Criar os pontos de contatoApós diagnóstico da Monitoração, será possível identificar precisamente ONDE criar osPontos de Contato estratégicos com o público:
  26. 26. Gestão do Relacionamento: metodologiaPasso 4) Ativar pontos de contato Interações receptivas; Interações pró-ativas; Conversações ; Participação; Influência; Mobilização;[...]
  27. 27. Características da interação E-mail tradicional, DM no Twitter ou via Ferramentas customizadas Redirecionamento do usuário para um canal privado, como um e- mail personalizado redes.sociais@... ou para outra instância de Atendimento on-line Reply no Twitter e respostas em Blogs e Orkut
  28. 28. Gestão do Relacionamento: metodologiaO processo deve ser cíclico e ininterrupto... 1.Monitorar 2.Analisar 4. Ativar 3. Criar
  29. 29. O que atrai as pessoas?• Simples• Inesperado• Concreto• Credibilidade• Emocional• Estórias
  30. 30. Experimente constantemente• Tenha indicadores• Estabeleça objetivos• Faça testes de forma rápida
  31. 31. Ouça as pessoas
  32. 32. “Não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você”
  33. 33. Esqueça os mal-intencionadosOlha minha cara de preocupado...
  34. 34. Aprenda a pedir desculpas
  35. 35. Tenha um diferencial
  36. 36. Conquiste entusiastas
  37. 37. Como sobreviver a umteste “empreendedor”1. O sucesso não é o final2. Mantenha em mente: semretorno, sem negócio3. Simplifique as coisas4. Seja prático5. Pense fora da caixa6. Avalie a necessidade de tersócios7. (Prepare e ) Execute novas idéias8. Seja um bom juiz9. Não tenha medo de persistirnem de desistir10. Cultive sua curiosidade poraprenderhttp://arkarthick.com/2011/07/08/survive-entrepreneur-fail-test/

×