PINTURAS E
PEDRAS NATURAIS
ACABAMENTOS
EQUIPE
DANDARA FRANÇA
ISABELA MIRANDA
JÉSSICA COSTA
JOÃO PEDRO MORAES
LUCAS BARRETO
MARIA GABRIELA SÉRGIO
SAULO FREITAS
PINTURAS
HISTÓRICO
CONCEITO
Conjunto de todas as camadas de recobrimento que compõem a
superfície de uma edificação com a ação principal a ap...
CONCEITO
FUNÇÕES

Proteção da
Base

Higiene

Estética

Proteção do
Interior da
Edificação
FUNÇÕES

• PROTEÇÃO DO SUBSTRATO
A pintura aplicada assume a função de
uma camada de sacrifício, que evita a
degradação pr...
FUNÇÕES

• FUNÇÃO DECORATIVA OU
ESTÉTICA
Dar a aparência final da superfície aonde
for aplicada através de cores, brilho,
...
FUNÇÕES

Proteger

Embelezar
FUNÇÕES
A participação destas duas funções no
uso da tinta influem diretamente em
sua composição.

O grau de importância d...
FUNÇÕES POR ETAPA
TINTA DE FUNDO (PRIMER/SELADOR)
• Função de preparar a base para receber a massa e ou a tinta de acabame...
FUNÇÕES POR ETAPA
MASSA DE NIVELAMENTO

TINTA DE ACABAMENTO

• Função de corrigir
irregularidades e proporcionar
superfíci...
PROPRIEDADES
• Propriedades das superfícies:
• Permeabilidade;
• Porosidade;
• Plasticidade;
• Fragilidade;

• Reatividade...
TABELA COMPARATIVA (PROPRIEDADES X SUPERFÍCIES)
PROPRIEDADES

SUPERFÍCIES
Alvenaria

Madeira

Metais

Porosidade

alta

al...
PROPRIEDADES
• Propriedades do material:
• Solvente:
• Solvência;
• Volatilidade;
• Pigmento:

• Cor;
• Poder de cobertura...
CARACTERÍSTICAS
• Facilidade na aplicação
• Bom rendimento
• Rápida secagem
• Resistência e durabilidade
• Aspecto decorat...
CUSTO MÉDIO/M²
• Devido as inúmeras opções que o mercado oferece em relação a tinta e pedras
naturais, não dá, ao certo, p...
MÉTODO EXECUTIVO
APLICAÇÃO DE SELADOR

APLICAÇÃO DE MASSA CORRIDA

APLICAÇÃO DA TINTA
APLICAÇÃO DE VERNIZ

APLICAÇÃO DO ZARCÃO
PEDRAS NATURAIS
HISTÓRICO
Muito utilizada pelos Gregos e
Romanos em templos e construções
arquitetônicas.
CONCEITO
Materiais rochosos que após serem submetidas a beneficiamentos
podem ser usadas com funções estéticas como acabam...
FUNÇÕES

FUNÇÃO
ESTÉTICA

• Pode criar continuidade entre
ambiente interno e externo.

• Oferecer bom conforto térmico.
FU...
Revestimento em pedra
natural na fachada de uma
agência bancária.
Demanda função de
resistência à ação dos
agentes externo...
PROPRIEDADES

• Dureza;
• Absorção de água;
CARACTERÍSTICAS
• Alta resistência mecânica
• Alta resistência ao esforço de
abrasão

• Alto valor no mercado
• Material N...
CARACTERÍSTICAS
GRANITOS: BONITO, BRANCO

FORTALEZA, VERDE MARINACE..

MARMORES: BEGE BAHIA, O

IMPERIAL PINK, A PEDRA CAR...
CURIOSIDADE
COMO SABER A DIFERENÇA ENTRE GRANITOS E MÁRMORES ?
Para distinguir os diferentes tipos de rochas podem ser fei...
CUSTO MÉDIO/M²
MÉTODO EXECUTIVO
APLICAÇÃO DE ARGAMASSA
COLANTE

ASSENTAMENTO DAS PEDRAS

APLICAÇÃO DO REJUNTE
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pinturas e pedras naturais

1.630 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.630
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pinturas e pedras naturais

  1. 1. PINTURAS E PEDRAS NATURAIS ACABAMENTOS
  2. 2. EQUIPE DANDARA FRANÇA ISABELA MIRANDA JÉSSICA COSTA JOÃO PEDRO MORAES LUCAS BARRETO MARIA GABRIELA SÉRGIO SAULO FREITAS
  3. 3. PINTURAS
  4. 4. HISTÓRICO
  5. 5. CONCEITO Conjunto de todas as camadas de recobrimento que compõem a superfície de uma edificação com a ação principal a aplicação de tinta e verniz.
  6. 6. CONCEITO
  7. 7. FUNÇÕES Proteção da Base Higiene Estética Proteção do Interior da Edificação
  8. 8. FUNÇÕES • PROTEÇÃO DO SUBSTRATO A pintura aplicada assume a função de uma camada de sacrifício, que evita a degradação precoce do substrato sobre o qual é aplicada.
  9. 9. FUNÇÕES • FUNÇÃO DECORATIVA OU ESTÉTICA Dar a aparência final da superfície aonde for aplicada através de cores, brilho, matizes e texturas.
  10. 10. FUNÇÕES Proteger Embelezar
  11. 11. FUNÇÕES A participação destas duas funções no uso da tinta influem diretamente em sua composição. O grau de importância de cada função varia de acordo com a obra. Cobertura de uma ponte Proteção Pintura interna de uma sala Beleza
  12. 12. FUNÇÕES POR ETAPA TINTA DE FUNDO (PRIMER/SELADOR) • Função de preparar a base para receber a massa e ou a tinta de acabamento. • Diminuir e uniformizar a absorção • Isolar quimicamente a tinta do substrato • Melhorar a aderência • Diminuir o consumo da tinta de acabamento • Proteger quimicamente contra corrosão dos metais
  13. 13. FUNÇÕES POR ETAPA MASSA DE NIVELAMENTO TINTA DE ACABAMENTO • Função de corrigir irregularidades e proporcionar superfície com textura lisa. • Função de acabamento final da pintura.
  14. 14. PROPRIEDADES • Propriedades das superfícies: • Permeabilidade; • Porosidade; • Plasticidade; • Fragilidade; • Reatividade química; • Resistências a radiações energéticas.
  15. 15. TABELA COMPARATIVA (PROPRIEDADES X SUPERFÍCIES) PROPRIEDADES SUPERFÍCIES Alvenaria Madeira Metais Porosidade alta alta nula Permeabilidade alta alta nula Reatividade Química Resistência a radiações solares Característica básica peculiar média alta alcalinidade baixa baixa higroscopia muito alta para metais ferrosos alta sensibilidade à corrosão Propriedades de diversas superfícies. Fonte: Pintura na Construção Civil. (Autor: Eng.º Adolphe Braunstein) Extraído de: Manual Básico Sobre Tintas, elaborado por Paulo Antonio Donadio em colaboração com a associação brasileira dos fabricantes de tintas (ABRAFATI)
  16. 16. PROPRIEDADES • Propriedades do material: • Solvente: • Solvência; • Volatilidade; • Pigmento: • Cor; • Poder de cobertura;
  17. 17. CARACTERÍSTICAS • Facilidade na aplicação • Bom rendimento • Rápida secagem • Resistência e durabilidade • Aspecto decorativo • Resistir a ações de intempéries
  18. 18. CUSTO MÉDIO/M² • Devido as inúmeras opções que o mercado oferece em relação a tinta e pedras naturais, não dá, ao certo, para nortear um custo médio. Abaixo alguns comumente utilizados. • TINTA CORAL - RENDE MUITO R$ 160,00 Galão 3,6l até 100m² por demão Lata 18l até 500m² por demão • TINTA CORAL CORALIT (METAL) R$ 75,00 Galão 3,6l até 75m² por demão Quarto 0,8l até 18m² por demão • TINTA SUVINIL -ILUMINA ACRÍLICO BRANCO Galão 3.6l até 64m² por demão Lata 18l até 320m² por demão
  19. 19. MÉTODO EXECUTIVO APLICAÇÃO DE SELADOR APLICAÇÃO DE MASSA CORRIDA APLICAÇÃO DA TINTA
  20. 20. APLICAÇÃO DE VERNIZ APLICAÇÃO DO ZARCÃO
  21. 21. PEDRAS NATURAIS
  22. 22. HISTÓRICO Muito utilizada pelos Gregos e Romanos em templos e construções arquitetônicas.
  23. 23. CONCEITO Materiais rochosos que após serem submetidas a beneficiamentos podem ser usadas com funções estéticas como acabamento.
  24. 24. FUNÇÕES FUNÇÃO ESTÉTICA • Pode criar continuidade entre ambiente interno e externo. • Oferecer bom conforto térmico. FUNÇÃO DE PROTEÇÃO • Eleva padrão estético e econômico do empreendimento.
  25. 25. Revestimento em pedra natural na fachada de uma agência bancária. Demanda função de resistência à ação dos agentes externos e ao mesmo tempo dá ar sofisticado à edificação.
  26. 26. PROPRIEDADES • Dureza; • Absorção de água;
  27. 27. CARACTERÍSTICAS • Alta resistência mecânica • Alta resistência ao esforço de abrasão • Alto valor no mercado • Material Natural
  28. 28. CARACTERÍSTICAS GRANITOS: BONITO, BRANCO FORTALEZA, VERDE MARINACE.. MARMORES: BEGE BAHIA, O IMPERIAL PINK, A PEDRA CARIRI E O CARRARA. QUARTZITO: AZUL MACAÚBAS, O AZUL IMPERIAL, E O BRANCO SANTA MAIRI.
  29. 29. CURIOSIDADE COMO SABER A DIFERENÇA ENTRE GRANITOS E MÁRMORES ? Para distinguir os diferentes tipos de rochas podem ser feitos dois testes simples, o teste do risco e o teste do ácido: - os granitos não são riscados por canivetes e chaves; - os mármores, são riscados por canivetes e chaves, e também reagem ao ataque de ácido clorídrico.
  30. 30. CUSTO MÉDIO/M²
  31. 31. MÉTODO EXECUTIVO APLICAÇÃO DE ARGAMASSA COLANTE ASSENTAMENTO DAS PEDRAS APLICAÇÃO DO REJUNTE

×