Imposto de renda pessoa física 2014

2.938 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.938
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imposto de renda pessoa física 2014

  1. 1. Imposto de Renda Pessoa Física 2014 Todos os anos, os brasileiros se preparam para acertar as contas com o “Leão”, ou seja, o fisco. Esse acerto de contas acontece por meio do Imposto de Renda, que deve ser preenchido e enviado à Receita Federal por pessoas físicas e pessoas jurídicas. As regras do Imposto de Renda costumam mudar pouca coisa de um ano para o outro. Em egras 2014, a tabela do imposto para pessoas físicas será corrigida em 4,5%, valor anual que foi fixado pelo governo até 2015. Essa mudança deve aumentar o número de contribuintes qu que vão precisar declarar o Imposto de Renda em 2014, pois o limite de rendimento mensal para isentos será menor do que a inflação. Em 2014, só serão isentos do IR os trabalhadores que receberam até R$ 1.787,77 por mês. Sendo assim, todos os trabalhadores que, em 2013, tiveram rendimentos tributáveis que, superiores a R$ 25.661,70 terão que declarar o Imposto de Renda. Prazo do Imposto de Renda 2014 O prazo para enviar a declaração do Imposto Renda 2014 vai começar em março e segue até o final do mês de abril. A entrega da declaração pode ser feita pela internet com o programa de transmissão da Receita Federal, o Receitanet. Quem preferir, também pode entregar sua declaração em disquete nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.
  2. 2. Em 2014, a alíquota para rendimentos entre R$ 1.787,78 e R$ 2.679,29 será de 7,5%. Já para a faixa salarial de R$ 2.679,30 a R$ 3.572,43, a tributação será de 15%. Para trabalhadores que recebem entre R$ 3.572,44 e R$ 4.463,81, a taxa será 22,5%. E, finalmente, para rendimentos acima de R$ 4.463,81, a alíquota será de 27,5%. A expectativa do governo brasileiro é que mais trabalhadores passem a ser obrigados a entregar a declaração de Imposto de Renda em 2014. Modelos de declaração do IR A Receita Federal oferece dois modelos de documento para entrega da declaração de Imposto de Renda em 2014. Os contribuintes podem optar pelo modelo simplificado ou pelo modelo completo. Para fazer a declaração simplificada, é preciso embutir um desconto de 20% na renda tributável do trabalhador. É possível abater despesas com educação e saúde no imposto. Existem regras específicas para a restituição, para quem faz doações a entidades assistenciais e ONGs e para quem deve cair na Malha Fina. Todas essas informações estão disponíveis no site da Receita Federal. Entenda o que é Dirf Os contribuintes também devem ficar atentos a DIRF – Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte. Em suma, a Dirf é a declaração feita pela Fonte Pagadora, com o intuito de informar à Receita Federal os rendimentos que foram pagos às pessoas físicas. Essa declaração é uma garantia de que o trabalhador não deixará de declarar nenhum valor recebido. Na Dirf, as empresas declaram o valor do imposto sobre a renda e as contribuições retidos na fonte. Além disso, constam nessa declaração os rendimentos pagos ou creditados aos
  3. 3. trabalhadores, o pagamento ou remessa de valores a residentes no exterior e os pagamentos de convênios médicos empresariais. Informações de Contato: http://sarticontabilidade.com.br email: sarti@sarti.mobi app://app.vc/sarti

×