áCidos e bases

1.568 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

áCidos e bases

  1. 1. Definição de PH• Representa a grandeza físico-química potencial hidrogénico ou potencial de hidrogénio iónico, visto ser calculado a partir da concentração de iões hidrogénio (H+) numa solução.• A partir do valor do pH descobre-se o grau de acidez ou basicidade/alcalinidade dessa mesma solução.• Na tabela do slide seguinte estão valores de pH para algumas soluções comuns do dia-a-dia, que como podemos verificar varia entre 0 e 14. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 2
  2. 2. Definição de PH• Relacionado com o conceito de pH está o conceito de pOH, que mede a concentração de iões OH-.• O termo pH foi introduzido por S.P.L. Sorensen em 1909.• O “p” deriva do alemão “potenz”, que significa poder de concentração, e o “H” é para designar o ião hidrogénio. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 3
  3. 3. Cálculo do pH• O valor do pH é calculado a partir da concentração de iões H+ presentes numa determinada solução, de acordo com a seguinte expressão: pH = -log[H+] Sara Gonçalves - Técnico de Informática 4
  4. 4. Cálculo do pH• Onde o valor de pH representa o simétrico do logaritmo de base 10 da concentração dos iões hidrogénio.• Como se pode ver, o pH é dado por um número positivo. Se não fosse o sinal menos a afectar o logaritmo, o pH seria um número negativo devido aos valores normalmente muito pequenos de [H+].• Por exemplo, se [H+] = 0,01 mol/l  pH= - (log 0,01) pH = - (log 10-2) pH = - (-2) = +2 Sara Gonçalves - Técnico de Informática 5
  5. 5. Cálculo do pH• Assim, tal como a constante de equilíbrio, o pH de uma solução é uma quantidade adimensional.• As soluções podem então ser consideradas ácidas ou básicas consoante o valor do seu pH, o mesmo é dizer que têm mais ou menos iões H+ em solução, respetivamente: Soluções ácidas: [H+] > 1,0 x 10 -7 mol/l, pH < 7,00 Soluções básicas: [H+] < 1,0 x 10 -7 mol/l, pH > 7,00 Soluções neutras: [H+] = 1,0 x 10 -7 mol/l, pH = 7,00 Sara Gonçalves - Técnico de Informática 6
  6. 6. Medidores de pH• Existem várias formas expeditas de medir o pH de uma solução sem recorrer a cálculos matemáticos: Indicadores de pH Medidores electrónicos (pHmetros) Sara Gonçalves - Técnico de Informática 7
  7. 7. Medidores de pH Indicadores de pH adicionados a uma• Compostos químicos solução, vão-se ligar aos iões (normalmente bases ou H+ e OH- , provocando uma ácidos fracos) com alteração na sua configuração determinadas electrónica e alterando a sua propriedades, que, ao serem cor. Na tabela seguinte estão adicionados a uma alguns indicadores comuns determinada solução, vão em laboratório, assim como alterar a sua as suas cores a pH’s altos ou cor, dependendo do pH dessa baixos, e o seu intervalo de solução. Isto acontece mudança (valores para qual o porque, sendo ácidos ou indicador apresenta cores bases fracas, ao serem intermédias): Sara Gonçalves - Técnico de Informática 8
  8. 8. Medidores de pH Intervalo de pH de mudança deIndicador Cor a pH baixo Cor a pH alto cor(aproximado)Violeta de Metilo amarelo 0.0-1.6 azul-púrpuraAzul de Timol (primeira vermelho 1.2-2.8 amarelotransição)Amarelo de Metilo vermelho 2.9-4.0 amareloAzul de Bromofenol amarelo 3.0-4.6 violetaVermelho do Congo azul 3.0-5.2 VermelhoLaranja de Metilo vermelho 3.1-4.4 amareloPúrpura de Bromocresol amarelo 5.2-6.8 violetaAzul de Bromotimol amarelo 6.0-7.6 azul Sara Gonçalves - Técnico de Informática 9
  9. 9. Medidores de pH Intervalo de pH de mudança deIndicador Cor a pH baixo Cor a pH alto cor(aproximado)Vermelho de Metil vermelho 4,4-6,2 amareloVermelho de Fenol amarelo 6.6-8.0 vermelhoAzul de Timol (segunda amarelo 8.0-9.6 azultransição)Fenolftaleína incolor 8.2-10.0 rosa-carmimTimolftaleína incolor 9.4-10.6 azulAmarelo de Alizarina R amarelo 10.1-12.0 vermelhoCarmim de Indigo azul 11.4-13.0 amareloAzul de Tornassol vermelho 1.0-6.9 azul-arroxeado Sara Gonçalves - Técnico de Informática 10
  10. 10. Medidores de pH  Medidores electrónicos (pHmetros)• Hoje em dia já existem vários aparelhos que permitem determinar o pH de uma determina solução, os chamados medidores electrónicos de pH ou phmetros, que são bastantes úteis e facilitam em muito o processo.• O funcionamento básico de um medidor de pH consiste basicamente num eléctrodo acoplado a um medidor de tensão (minivoltímetro), com uma escala que converte a tensão em valores de pH de uma solução. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 11
  11. 11. Medidores de pH• A medição potenciométrica do pH requer um eléctrodo indicador e um eléctrodo de referência, cada eléctrodo constituindo uma meia-célula..• A meia-célula que corresponde ao eléctrodo de referência gera uma voltagem constante e que não depende do pH.• A meia-célula correspondendo ao eléctrodo indicador é constituída por um eléctrodo de vidro.• A membrana deste eléctrodo, que tem geralmente a forma de um bolbo, é fabricada a partir de um vidro especial de composição rigorosamente controlada. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 12
  12. 12. Medidores electrónicos(pHmetros)Esse vidro apresenta umapropriedade singular que odistingue dos vidros comuns: ocontacto com uma solução aquosaprovoca uma modificaçãosuperficial da estrutura.Resumidamente, tudo se passacomo se a água da soluçãotransformasse a camada externa dovidro, inicialmente dura ecompactada, numa películahidratada do tipo gel.Essa camada gelatinosaextremamente fina permite apenetração dos iões H+e, consequentemente, oaparecimento de uma voltagem(que irá ser medida pelominivoltímetro), que é função lineardo pH. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 13
  13. 13. Importância do controlo e existência de um pH adequado Equilíbrio ácido-base no sangue• O grau de acidez é uma importante propriedade química do sangue e de outros líquidos corporais. Normalmente, o sangue é discretamente alcalino, com um pH situado na faixa de 7,35 a 7,45. O equilíbrio ácido-base é controlado com precisão pois, mesmo um pequeno desvio da faixa normal, pode afectar gravemente muitos órgãos. O organismo utiliza três mecanismos para controlar o equilíbrio ácido-base do sangue. Em primeiro lugar, o excesso de ácido é excretado pelos rins, principalmente sob a forma de amónia. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 14
  14. 14. Equilíbrio ácido-base no sangue• Os rins possuem uma certa capacidade de alterar a quantidade de ácido ou de base que é excretada, mas, geralmente, esse processo demora vários dias. Em segundo lugar, o corpo utiliza soluções tampão( compostos que permitem manter o grau de acidez constante) do sangue para se defender contra alterações súbitas da acidez. O tampão mais importante do sangue é formado por bicarbonato (um composto básico) que se encontra em equilíbrio com o dióxido de carbono (um composto ácido). À medida que mais ácido entra na corrente sanguínea, mais bicarbonato e menos dióxido de carbono são produzidos. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 15
  15. 15. Equilíbrio ácido-base no sangue• À medida que mais base entra na corrente sanguínea, mais dióxido de carbono e menos bicarbonato são produzidos. Em ambos os casos, o efeito sobre o pH é minimizado. O terceiro mecanismo de controlo do pH do sangue envolve a excreção do dióxido de carbono. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 16
  16. 16. Equilíbrio ácido-base no sangue• O dióxido de carbono é um subproduto importante do metabolismo do oxigénio e, consequentemente, é produzido constantemente pelas células. O sangue transporta o dióxido de carbono até aos pulmões, onde é expirado. Os centros de controlo respiratório localizados no cérebro regulam a quantidade de dióxido de carbono que é expirado através do controlo da velocidade e profundidade da respiração. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 17
  17. 17. Equilíbrio ácido-base no sangue• Quando a respiração • Através do ajuste da aumenta, a concentração de velocidade e da dióxido de carbono diminui e profundidade da o sangue torna-se mais respiração, os centros de básico. Quando a respiração controlo respiratório e os diminui, a concentração de pulmões são capazes de dióxido de carbono aumenta regular o pH sanguíneo e o sangue torna-se mais minuto a minuto. ácido. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 18
  18. 18. Equilíbrio ácido-base no sangue• Uma alteração num ou mais desses mecanismos de controlo do pH pode produzir uma das principais alterações do equilíbrio ácido-base: a acidose ou a alcalose. A acidose é uma condição na qual o sangue apresenta um excesso de ácido (ou uma falta de base), acarretando frequentemente uma redução do pH sanguíneo. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 19
  19. 19. Equilíbrio ácido-base no sangue• A alcalose é uma condição na qual o sangue apresenta um excesso de base (ou uma falta de ácido), acarretando ocasionalmente um aumento do pH sanguíneo.• A acidose e a alcalose não são doenças, mas sim consequências de vários distúrbios.• A presença de uma acidose ou uma alcalose provê um indício importante ao médico de que existe um problema metabólico grave. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 20
  20. 20. Equilíbrio ácido-base no sangue• A acidose e a alcalose podem ser classificadas como metabólicas ou respiratórias, de acordo com a sua causa primária.• A acidose metabólica e a alcalose metabólica são causadas por um desequilíbrio na produção e na excreção de ácidos ou bases pelos rins.• A acidose respiratória e a alcalose respiratória são Faixa do pH normal do sangue e as causadas principalmente por suas principais alterações. distúrbios pulmonares ou respiratórios. Sara Gonçalves - Técnico de Informática 21

×