SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
ORIGEM DO UNIVERSO E O
SURGIMENTO DA TEORIA
DO BIG BANG
ARISTÓTELES
Pensava que a
Terra se
encontrava imóvel
e que o Sol, a Lua e
as estrelas se
moviam em órbitas
circulares à sua
volta.
“A Terra era
imperfeita e sujeita a
modificações,
enquanto os céus
eram perfeitos e
imutáveis.”
384- 322 a.C
MODELO GEOCÊNTRICO
CLAUDIUS
PTOLOMEU
Os planetas, o
Sol e a Lua
giravam em torno
da Terra na
seguinte ordem:
Lua, Mercúrio,
Vénus, Sol,
Marte, Júpiter e
Saturno.
NICOLAU
COPÉRNICO
Copérnico defendia que
o Sol estava imóvel no
centro e os planetas
moviam-se em órbitas
circulares à sua volta
Nicolau coloca os
planetas visíveis a olho
nú na sequência
correcta a partir do Sol
ou seja, Mercúrio,
Vénus, Terra, Marte,
Júpiter e Saturno
1473- 1543
MODELO HELIOCÊNTRICO
UM SÉCULO MAIS TARDE..
JOHANNES KEPPLER GALILEU GALILEIEm 1609 descobre que orbitam
em torno de Júpiter vários
satélites
Nem tudo orbitava em redor da
Terra!
A Terra não era o centro!
• Previu que os planetas se
moviam em eclipses e
não em círculos.
• Confirmação pela
observação
LEIS DE KEPPLER
A TEORIA DO
BIG BANG
• É a teoria mais aceite para
explicar a origem do Universo;
• Há quem diga que o Universo
surgiu de uma explosão (Big
Bang) que teve origem numa
enorme concentração de energia
que gerou uma expansão que
dura até hoje.
• Descobertas em Astronomia e
Física mostraram que o Universo
tem efetivamente um princípio. O
que existia antes permanece um
mistério
A TEORIA DO BIG BANG
• Os seres humanos olham para o espaço há milhares de
gerações, mas nós temos o privilégio de pertencer à 1ª
geração que afirma ter uma descrição racional e coerente
da criação e da evolução do Universo – modelo do Big
Bang
• O modelo do Big Bang foi desenvolvido nos últimos cem
anos.
• No entanto as conquistas do século XX só foram possíveis
porque se apoiaram na Astronomia construída e
desenvolvida nos séculos anteriores.
A TEORIA DO BIG BANG
• O telescópio de 2,5 m do Monte Wilson(1917)
revela 1 milhar de milhões de estrelas, das
quais cerca de 1 500 000 se encontram na
nossa galáxia.
• O telescópio Hubble (1990/1993) revelou
certamente muitos biliões de estrelas, até então
«invisíveis».
• As observações cada vez mais pormenorizadas
contribuíram decisivamente para a ideia que
temos hoje do Universo.
TELESCÓPIOS (1917/ 1990)
TELESCÓPIO DE MONTE WILSON TELESCÓPIO HUBBLE
LIMITAÇÕES DA TEORIA DO BIG BANG
• Segundo a Lei de Hubble, o Universo está em expansão
. As galáxias afastam-se umas das outras com uma
velocidade proporcional à distância entre elas.
• Era dito que se o Universo era muito quente tal como é
dito na teoria, então deveria ser possível encontrar
alguma reminiscência desse calor. Em 1964, Arno
Penzia e Robert Wilson, descobriram essa radiação
cósmica de fundo.
PILARES EM QUE SE APOIA A TEORIA
DO BIG BANG
• O "Princípio Cosmológico“, segundo Nicolau
Copérnico, em escalas suficientemente
grandes, o Universo é homogéneo e isotrópico
(não tem qualquer direcção privilegiada).
PILARES EM QUE SE APOIA A TEORIA
DO BIG BANG
• A hipótese de que o conteúdo do Universo se comporta
como um gás perfeito clássico – gás de Maxwell -
• supõe que a pressão exercida pelo gás é directamente
proporcional à sua densidade.
PILARES EM QUE SE APOIA A TEORIA
DO BIG BANG
A Teoria da Relatividade Generalizada (de Einstein), que
descreve a dinâmica do Universo.
Einstein introduziu a noção de universo finito em
expansão.
A matéria pode transformar-se em energia.
O sol e as estrelas brilham devido à conversão de massa
em energia.
BIBLIOGRAFIA
• Sobrinho Simões, Teresa, Química em Contexto, Rua
da Restauração, Porto, Porto Editora.
RICARDO SILVA Nº23
RODRIGO VENTURA Nº25
SARA MARQUES Nº 26
RAQUEL GRILO Nº32
TRABALHO REALIZADO POR:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terraProfessor
 
Aula 20 formação sistema solar
Aula 20   formação sistema solarAula 20   formação sistema solar
Aula 20 formação sistema solarLiliane Morgado
 
História da astronomia
História da astronomiaHistória da astronomia
História da astronomiaAlison Martins
 
O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)Nefer19
 
Big Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De TudoBig Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De TudoMarina Wekid
 
AorigemdaTerra
AorigemdaTerraAorigemdaTerra
AorigemdaTerratia90nunes
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Karol Maia
 
Movimentos das placas tectônicas
Movimentos das placas tectônicasMovimentos das placas tectônicas
Movimentos das placas tectônicasCadernizando
 
Biogênese e abiogênese
Biogênese e abiogêneseBiogênese e abiogênese
Biogênese e abiogêneseLilian Larroca
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universoanajaneca
 
A historia da Astronomia
A historia da AstronomiaA historia da Astronomia
A historia da Astronomiaheypeu
 
(2)Teoria Do Big Bang
(2)Teoria Do Big Bang(2)Teoria Do Big Bang
(2)Teoria Do Big Bangpmsa
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terrakarolpoa
 

Mais procurados (20)

A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
 
Aula 20 formação sistema solar
Aula 20   formação sistema solarAula 20   formação sistema solar
Aula 20 formação sistema solar
 
História da astronomia
História da astronomiaHistória da astronomia
História da astronomia
 
O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Big Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De TudoBig Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De Tudo
 
AorigemdaTerra
AorigemdaTerraAorigemdaTerra
AorigemdaTerra
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Evolução estelar
Evolução estelarEvolução estelar
Evolução estelar
 
Movimentos das placas tectônicas
Movimentos das placas tectônicasMovimentos das placas tectônicas
Movimentos das placas tectônicas
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
Eras geológicas
Eras geológicasEras geológicas
Eras geológicas
 
9 ano_astronomia
9 ano_astronomia9 ano_astronomia
9 ano_astronomia
 
Biogênese e abiogênese
Biogênese e abiogêneseBiogênese e abiogênese
Biogênese e abiogênese
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
O planeta terra
O planeta terraO planeta terra
O planeta terra
 
A historia da Astronomia
A historia da AstronomiaA historia da Astronomia
A historia da Astronomia
 
(2)Teoria Do Big Bang
(2)Teoria Do Big Bang(2)Teoria Do Big Bang
(2)Teoria Do Big Bang
 
Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 

Destaque

Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Leonardo Pereira
 
O Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema SolarO Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema Solarscostaalbino
 
Teorias para a organização do Universo
Teorias para a organização do UniversoTeorias para a organização do Universo
Teorias para a organização do UniversoCatir
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solarcrisbassanimedeiros
 
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarO universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarIsadora Girio
 

Destaque (8)

Big bang daniel
Big bang danielBig bang daniel
Big bang daniel
 
Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!
 
O Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema SolarO Universo e o Nosso Sistema Solar
O Universo e o Nosso Sistema Solar
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Teorias para a organização do Universo
Teorias para a organização do UniversoTeorias para a organização do Universo
Teorias para a organização do Universo
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
 
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarO universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
 

Semelhante a Origem do Universo, Teoria do Big Bang

Origem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoOrigem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoVirgilio Nt
 
Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1Paulo Ricardo Csc
 
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoApresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoAntonio Fernandes
 
evolução histórica da Astronomia
evolução histórica da Astronomiaevolução histórica da Astronomia
evolução histórica da Astronomiageologia 12
 
Gravitação site
Gravitação siteGravitação site
Gravitação sitefisicaatual
 
Uma breve história da astronomia telescópios
Uma breve história da astronomia   telescópiosUma breve história da astronomia   telescópios
Uma breve história da astronomia telescópiosLuiz Carlos Dias
 
Cosmologia ciência hoje 216
Cosmologia ciência hoje 216Cosmologia ciência hoje 216
Cosmologia ciência hoje 216marcos android
 
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCarolina Cunha
 
Modelos do Universo
Modelos do UniversoModelos do Universo
Modelos do Universofbsantos
 
O k existe no universo
O k existe no universoO k existe no universo
O k existe no universoJoana Costa
 
Topicos sobre a origem do universo
Topicos sobre a origem do universoTopicos sobre a origem do universo
Topicos sobre a origem do universoFERNANDO ERNO
 
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeAstronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeNuricel Aguilera
 
Introdução sistema solar
Introdução   sistema solarIntrodução   sistema solar
Introdução sistema solarLiliane Morgado
 
Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à AstronomiaCarlos Priante
 

Semelhante a Origem do Universo, Teoria do Big Bang (20)

Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -
Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -Aula 02-  A história da astronomia  (mundo antigo) -
Aula 02- A história da astronomia (mundo antigo) -
 
Origem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoOrigem e evolução do Universo
Origem e evolução do Universo
 
Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1Introdução e História da astronomia - Aula 1
Introdução e História da astronomia - Aula 1
 
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoApresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentrico
 
evolução histórica da Astronomia
evolução histórica da Astronomiaevolução histórica da Astronomia
evolução histórica da Astronomia
 
05 gravitação universal
05  gravitação universal05  gravitação universal
05 gravitação universal
 
Gravitação site
Gravitação siteGravitação site
Gravitação site
 
Uma breve história da astronomia telescópios
Uma breve história da astronomia   telescópiosUma breve história da astronomia   telescópios
Uma breve história da astronomia telescópios
 
Cosmologia ciência hoje 216
Cosmologia ciência hoje 216Cosmologia ciência hoje 216
Cosmologia ciência hoje 216
 
Astronomia giu
Astronomia giuAstronomia giu
Astronomia giu
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCn7   ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Cn7 ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
 
Modelos do Universo
Modelos do UniversoModelos do Universo
Modelos do Universo
 
O k existe no universo
O k existe no universoO k existe no universo
O k existe no universo
 
Astronomia.pptx
Astronomia.pptxAstronomia.pptx
Astronomia.pptx
 
Topicos sobre a origem do universo
Topicos sobre a origem do universoTopicos sobre a origem do universo
Topicos sobre a origem do universo
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na AntigüidadeAstronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
Astronomia 1 - A astronomia na Antigüidade
 
Introdução sistema solar
Introdução   sistema solarIntrodução   sistema solar
Introdução sistema solar
 
Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
 

Último

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 

Último (20)

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 

Origem do Universo, Teoria do Big Bang

  • 1. ORIGEM DO UNIVERSO E O SURGIMENTO DA TEORIA DO BIG BANG
  • 2. ARISTÓTELES Pensava que a Terra se encontrava imóvel e que o Sol, a Lua e as estrelas se moviam em órbitas circulares à sua volta. “A Terra era imperfeita e sujeita a modificações, enquanto os céus eram perfeitos e imutáveis.” 384- 322 a.C MODELO GEOCÊNTRICO
  • 3. CLAUDIUS PTOLOMEU Os planetas, o Sol e a Lua giravam em torno da Terra na seguinte ordem: Lua, Mercúrio, Vénus, Sol, Marte, Júpiter e Saturno.
  • 4. NICOLAU COPÉRNICO Copérnico defendia que o Sol estava imóvel no centro e os planetas moviam-se em órbitas circulares à sua volta Nicolau coloca os planetas visíveis a olho nú na sequência correcta a partir do Sol ou seja, Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter e Saturno 1473- 1543 MODELO HELIOCÊNTRICO
  • 5. UM SÉCULO MAIS TARDE.. JOHANNES KEPPLER GALILEU GALILEIEm 1609 descobre que orbitam em torno de Júpiter vários satélites Nem tudo orbitava em redor da Terra! A Terra não era o centro! • Previu que os planetas se moviam em eclipses e não em círculos. • Confirmação pela observação LEIS DE KEPPLER
  • 6. A TEORIA DO BIG BANG • É a teoria mais aceite para explicar a origem do Universo; • Há quem diga que o Universo surgiu de uma explosão (Big Bang) que teve origem numa enorme concentração de energia que gerou uma expansão que dura até hoje. • Descobertas em Astronomia e Física mostraram que o Universo tem efetivamente um princípio. O que existia antes permanece um mistério
  • 7. A TEORIA DO BIG BANG • Os seres humanos olham para o espaço há milhares de gerações, mas nós temos o privilégio de pertencer à 1ª geração que afirma ter uma descrição racional e coerente da criação e da evolução do Universo – modelo do Big Bang • O modelo do Big Bang foi desenvolvido nos últimos cem anos. • No entanto as conquistas do século XX só foram possíveis porque se apoiaram na Astronomia construída e desenvolvida nos séculos anteriores.
  • 8. A TEORIA DO BIG BANG • O telescópio de 2,5 m do Monte Wilson(1917) revela 1 milhar de milhões de estrelas, das quais cerca de 1 500 000 se encontram na nossa galáxia. • O telescópio Hubble (1990/1993) revelou certamente muitos biliões de estrelas, até então «invisíveis». • As observações cada vez mais pormenorizadas contribuíram decisivamente para a ideia que temos hoje do Universo.
  • 9. TELESCÓPIOS (1917/ 1990) TELESCÓPIO DE MONTE WILSON TELESCÓPIO HUBBLE
  • 10.
  • 11. LIMITAÇÕES DA TEORIA DO BIG BANG • Segundo a Lei de Hubble, o Universo está em expansão . As galáxias afastam-se umas das outras com uma velocidade proporcional à distância entre elas. • Era dito que se o Universo era muito quente tal como é dito na teoria, então deveria ser possível encontrar alguma reminiscência desse calor. Em 1964, Arno Penzia e Robert Wilson, descobriram essa radiação cósmica de fundo.
  • 12. PILARES EM QUE SE APOIA A TEORIA DO BIG BANG • O "Princípio Cosmológico“, segundo Nicolau Copérnico, em escalas suficientemente grandes, o Universo é homogéneo e isotrópico (não tem qualquer direcção privilegiada).
  • 13. PILARES EM QUE SE APOIA A TEORIA DO BIG BANG • A hipótese de que o conteúdo do Universo se comporta como um gás perfeito clássico – gás de Maxwell - • supõe que a pressão exercida pelo gás é directamente proporcional à sua densidade.
  • 14. PILARES EM QUE SE APOIA A TEORIA DO BIG BANG A Teoria da Relatividade Generalizada (de Einstein), que descreve a dinâmica do Universo. Einstein introduziu a noção de universo finito em expansão. A matéria pode transformar-se em energia. O sol e as estrelas brilham devido à conversão de massa em energia.
  • 15. BIBLIOGRAFIA • Sobrinho Simões, Teresa, Química em Contexto, Rua da Restauração, Porto, Porto Editora.
  • 16. RICARDO SILVA Nº23 RODRIGO VENTURA Nº25 SARA MARQUES Nº 26 RAQUEL GRILO Nº32 TRABALHO REALIZADO POR: