Textos a pares 2

4.753 visualizações

Publicada em

histórias

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.753
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.719
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
75
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Textos a pares 2

  1. 1. A Sara contou-nos que existe um livro que se chama “Baralhando histórias”…
  2. 2. Apresentou-nos estas imagens e fez-nos mais umaproposta de escrita…Com estas personagens de histórias conhecidasteríamos que inventar novas histórias… baralharhistórias…
  3. 3. ÍndiceUma família inesperadaTudo ao contrárioOs dois amigos para a vidaOs três irmãosUm casal que nunca viveu em pazUmas casas destruídasAmor à segunda vistaO mundo da bicharada
  4. 4. Uma família inesperada Naquele dia, estava nevoeiro e os três porquinhos e os seus pais JoãoRatão e Carochinha estavam em casa ao pé da lareira a apanhar calor, poisnaquele dia estava frio, muito frio.A mãe Carochinha e o pai João Ratão estavam a contar uma história, mas essahistória era especial falava dos três porquinhos. Os três porquinhos chamavam-seBea, Kiko e Rico. Inesperadamente a mãe disse alegremente:- Esta história tem muito para contar, chama-se... - “A casa de lama”. A mãe começou a contar a história e...A meio da história os três porquinhosdisseram em simultâneo:- Mãe, já estamos cansados de ouvir a história, podemos ir brincar lá para fora?A mãe olhou para a janela e viu que o nevoeiro já tinha passado e o sol já estava aespreitar. Assim que foram lá para fora...Viram de longe algo castanho e pensaram:- Será que é lama? Sem que os pais conseguissem ver, andaram e andaram até que chegaramà espantosa casa. A Bea curiosa foi ver a janela da casa, o Kiko e o Rico forampara cima do telhado e saltaram, saltaram mas olharam para as horas e viram queera tarde e voltaram para casa. A meio do caminho, sem que estivessem à esperaapareceram os pais, que disseram chateados:- Onde é que vocês se meteram?-Estivemos a observar e a brincar numa casa que descobrimos. - Disseram ospouquinhos- Não voltem a fazer isso, estávamos preocupados – Disse a mãe carochinhachateada.Logo depois foram para casa em conjunto.Quando chegaram foram jantar. Depois de jantar, foram para o sofá onde a Beadisse:- Este dia foi em cheio!! Autores: Beatriz Ferreira, Frederico Delfim e Henrique Carreira
  5. 5. Tudo ao contrário Antes de Cristo, o João Ratão e uma joaninha chamada, Carochinha,formavam um casal decidiram ter uma filha que se chamava capuchinho branco. A Carochinha era magra tinha duas tranças em pé e quando seassusta, as tranças vão para baixo. O João Ratão era vaidoso, mecânico, com duas orelhas muitograndes e quando se assustava, as suas orelhas saltavam tão alto que batiamno teto. A capuchinho tinha: um capucho branco. Era o dia de anos da Capuchinho Branco, então decidirão batizá-la,no campo pequeno. Convidaram os três porquinhos, todos com o mesmo nomemas não eram realmente irmãos. O padre era o porquinho mais velho e os outros dois eram ospadrinhos. Começou o batismo, estavam todos prontos e o capuchinho brancosuper preparado. O lobo pensou para dentro: -Esta menina deve ser muito apetitosa e os porquinhos também!Ahahahaha! Quando o batismo acabou o lobo mau tentou comer a CapuchinhoBranco. Mas por sorte conseguiram escapar. Ficaram todos bem, menos o lobo que foi parar ao hospital. Autores: Bernardo Brito e Guilherme Santos.
  6. 6. Os dois amigos para a vida Num belo dia repleto de luz, a Capuchinho Azul que usava roupa azul,andava pelo bosque. De repente escondido numa árvore apareceu o Lobo Inteligente, que dissecom voz esperta: Quero-te fazer uma pergunta -Disse a Capuchinho Azul. -Diz! - Estou bonita? -Tal e qual a Cinderela mas antes da sua magia! – Disse o Lobo baixinho. Como por magia os três porquinhos mágicos apareceram e disseram umamagia maldosa em conjunto: - Vais pelo cano abaixo, nunca mais voltes. O Lobo reparou que isto suava a magia maldosa! Então o Lobo fez outramagia mas, imaginem só a Capuchinho Azul tornou-se a Capuchinho Amarela! O Lobo Inteligente ficou muito envergonhado e disse com voz suave: -Desculpa! A Capuchinho dizia que não fazia mal, o Lobo fez logo uma poção mágica,para a Capuchinho ficar novamente Azul. A poção resultou na perfeição! No fim os dois amigos empurraram os três porquinhos para o lago, queestava a ferver! Os dois (Lobo Inteligente e Capuchinho Azul) ficaram a conversar nobosque . Autores: Carlota Cesário e Tiago Doroana
  7. 7. Os três irmãos No tempo em que os porcos tinham muito frio, existia uma floresta dosporquinhos, onde estavam três irmãos cada um em sua casa. Os três irmãoschamavam-se João Ratão , Carochinha e Capuchinho Verde . Ao longe avistaram três casas, em linha reta, e um dos porquinhos disse: -Olhem estão ali três casa, vamos !!! Então lá foram eles em direção da primeira casa. Tum ,tum ,tum , baterameles à porta da primeira casa: -Quem é? -Somos três porquinhos cheios de frio, deixa-nos entrar? -Não, tivessem feito a vossa casa .-respondeu a Carochinha. A primeira casa era da Carochinha, egoísta como sempre. Então os três porquinhos dirigiram – se à segunda casa, que era do JoãoRatão, bateram à porta tum , tum ,tum!!! : -Quem é ? – disse o João Ratão - Somos três porquinhos todos geladinhos, deixa-nos entrar ? Tivessem feito a vossa casa, porque custou-me muito aquecer a lareira. Ostrês porquinhos, já muito infelizes foram bater à última porta. - Quem é? – disse a Capuchinho Verde. - Somos nós os três porquinhos, deixa-nos entrar? - Sim Claro! Devem estar cheios de frio! E finalmente conseguiram entrar e ficar todos muito quentinhos ao pé dalareira. Autores: Miguel Curião e David Carreira
  8. 8. Um casal que nunca viveu em paz Numa cidade agitada, viviam dois amigos o João Ratão e o capuchinhovermelho, e eles gostavam muito um do outro. O Capuchinho vermelho convidou o João Ratão para ir lá a casa tomarcafé. O João ratão ficou corado porque ambos gostavam um do outro. Mas a inimiga do capuchinho vermelho, a Carochinha, ficou muito zangadaporque a capuchinho vermelho tinha convidado o João Ratão. A carochinha ficou muito furiosa e disse: -Estes dois dão comigo em louca! Passado algum tempo teve uma ideia, ir incomodar o encontro dos dois. ACarochinha foi andando até à casa número 30, que era onde eles estavam, e tocouà campainha. -Quem é? Disse a Capuchinho -Sou a carochinha. A capuchinho abriu a porta e as duas começaram a discutir. O João Ratãodecidiu conversar com a Carochinha e no fim ficaram todos amigos. Autores: Juliana Nunes e Salvador Antunes
  9. 9. Umas casas destruídas No tempo em que as raparigas destruíam tudo, existia uma meninachamada por Capuchinho Castanho…Tinha um capucho castanho, uma saiacastanha clara e tinha uns sapatos velhos. Num dia bem cedo, a Capuchinho recebeu uma carta dos TrêsPorquinhos que dizia: Olá bela Capuchinho Castanho, como estás? Mandamos-teesta carta para vires à nossa casa novas que está na floresta dos Açores. Atébreve! Ass: três porquinhos: -Ai! Tão bom! Já não vou lá há três anos atrás! Ela pegou no G.P.S e foi a correr para a sua Moto 4. Passado uma horaencontrou as três casas novas e disse alegremente: - Olá amigos porquinhos recebi a vossa carta! - Olá, obrigado por vires à nossa casa !- Disse o Jorge, o mais pequeno. -Esta é a nossa nova casa! A Capuchinho Castanho abriu a porta… e PUM! A casa foi-se abaixoporque a casa era feita de cabelos de caçadores! Um dos porquinhos teve umaideia: -Vamos fazer uma casa de tijolos! E todos conseguiram fazer uma casa de tijolos, felizes e contentes forampara a cama sonhar com o seu dia Autores: Tomás Pereira e Catarina Abrantes
  10. 10. Amor à primeira vista No dia de São Valentim, a Joaninha andava à procura de um par para obaile dos corações. Já há muito tempo, que Joaninha andava preocupada e àprocura do par perfeito para este dia. Ela pôs-se à porta e começou a falar: - Quem quer, quem quer ir ao baile com a Joaninha? De repente uma voz tão grossa, tão grossa que fazia uma rabanada devento, disse: - Quero eu, quero eu ir ao baile com a Joaninha! - Disse um Ratão. A Joaninha ficou assustada, tão assustada que deu um salto gigante.Passado 10 segundos, a Joaninha achou que era amor à primeira vista. Mas…Ouviu novamente: -Quero eu, quero eu ir ao baile com a Joaninha! -disse o Lobão Ratão. A Joaninha não sabia com quem iria ficar, o Ratão ou o Lobão Ratão. Elanão sabia mesmo, pensou, pensou e voltou a pensar, mas logo viu logo que oLobão Ratão era simpático e amigável e Ratão era muito mal criado. À tardinha, Joaninha ligou ao Lobão Ratão dizendo com muita alegria: - Lobão Ratão vou contigo ao baile dos corações! Lobão Ratão ficou muito contente, por isso foi-se logo preparar para ogrande baile e a Joaninha também. Quando se encontraram, Joaninha disse para si mesma - É amor à segunda vista! Autores: Carolina Franco e Vasco Ferreira
  11. 11. O mundo da bicharada No mundo da bicharada existiam só 6 animais. Cada um deles falava, oque não era muito usual. Nesse mundo muito longínquo, os 6 animais tinhamnomes diferentes. Um era o Toy, outro o Manuel, outro o Zé que eram maisconhecidos por três porquinhos. Os seus pais chamavam-se Carochinha, e o JoãoRatão. Na cidade ainda havia mais um casal que era o Capuchinho Branco e olobo Flaco. Eles eram todos muito amigos, apesar de uns serem porcos, outros ratos,outros joaninhas, outros lobos e outra uma pessoa .Na cidade havia um problemacom a Capuchinho Branco e com o lobo Flaco. Esse problema era que ela, aCapuchinho, não cabia na casa do lobo. Então eles foram para o parque para verse passear para ver se conseguiam animar-se, mas… Nada! Como os três porquinhos moravam ao pé do parque viram-nos e disseram: - O que se passa? - O ficámos sem casa – Disse o Flaco a chorar. Os porquinhos olharam uns para os outro e exclamaram : -Já sabemos a quem pedir ajuda, aos nossos pais. Já em casa interrogaram aos pais: -Pais como nós sabemos que vocês precisam de dinheiro, que tal venderema parte de baixo da casa à Capuchinho e ao Flaco, a Capuchinho na cabe na casadeles? - Que boa ideia! - Então negócio fechado, digam aos vossos amigos que podem jádescarregar a vossa bagagem. - Muito obrigado! E ficaram todos em harmonia, esperem pelo próximo episodio “ Omundo da bicharada”. Autores: Mariana Barradas e Madalena Bicho

×