Invasões francesas em portugal

1.751 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Invasões francesas em portugal

  1. 1. 1807 até 1811
  2. 2. A família real saiu do país, em 1807, para fugir aos exércitos franceses e manter a independência nacional. A saída da família real para o Brasil fez com que Portugal passasse a ser uma colónia do Brasil, uma vez que era aqui que se encontrava o poder político. Desta forma, esse poder político nunca seria derrubado pelos invasores e Portugal continuaria independente. O príncipe D. João tornou-se regente do reino em 1799, em virtude da doença mental da Rainha D. Maria I, sua mãe.
  3. 3. Napoleão Bonaparte, imperador dos franceses, estava decidido a conquistar toda a Europa. Contudo, teve de enfrentar a forte oposição da Inglaterra. Em 1806, Napoleão decretou o Bloqueio Continental, ou seja, ordenou aos países europeus o fecho dos seus portos aos navios ingleses. Mas Portugal não aderiu ao Bloqueio continental. Como consequência, os franceses invadiram Portugal por tês vezes consecutivas:  1.ª invasão francesa, 1807, liderada pelo general Junot;  2.ª invasão francesa, 1809, liderada pelo general Soult;  3.ª invasão francesa, 1810, liderada pelo general Massena.
  4. 4. As invasões francesas foram extremamente violentas e destruidoras. Aquando da primeira invasão, o general francês, Junot, instalou as suas tropas em Lisboa. Demitiu a Junta de Regência, nomeada ainda por D. João VI e passou a governar Portugal em nome de Napoleão. Substituiu, no castelo de S. Jorge, a bandeira portuguesa pela bandeira francesa. Revoltados com a situação do país, a população portuguesa lutou, com coragem, para resistir aos invasores.
  5. 5. Apesar das iniciativas populares, a ajuda dos militares ingleses foi indispensável. Em 1808, um exército, formado por soldados ingleses e portugueses e comandado pelo General Wellesley, venceu os franceses nas batalhas de Roliça e Vimeiro. Derrotado, Junot assinou a Convenção de Sintra, comprometendo-se a abandonar Portugal juntamente com as suas tropas. Na 3.ª invasão francesa, o general Massena, depois de ter sido duramente atacado na Batalha do Buçaco não teve qualquer hipótese de chegar a Lisboa, por causa das Linhas de Torres Vedras, projetadas por Wellesley. Em 1811, os invasores retiraram-se.
  6. 6. Aquando da primeira invasão, o general francês Junot, instalou as suas tropas em Lisboa. Vê quais foram as suas principais medidas no Terreiro do Paço e no Castelo S. Jorge.
  7. 7. Demitiu a Junta de Regência nomeada por D.João VI e passou a governar Portugal em nome de Napoleão.
  8. 8. Substituiu, no castelo S. Jorge, a bandeira Portuguesa pela bandeira Francesa.
  9. 9. Revoltados com a situação do país, a população portuguesa resistiu aos invasores. Um pouco por todo o país, os populares pegaram em armas e lutaram, com coragem, em defesa do país
  10. 10. Apesar das iniciativas populares, ajuda dos militares ingleses foi indispensável
  11. 11. No século XVIII, a varíola era uma doença terrível que atingia milhares de pessoas. O médico inglês, Edward Jenner, conseguiu em 1796 criar a primeira vacina contra a doença. Contudo, a população mostrava-se resistente à sua utilização. A primeira vacinação em massa deveu-se a Napoleão Bonaparte, ao ordenar a aplicação da vacina a todos os soldados do seu exército, contribuindo para debelar a doença.

×