SlideShare uma empresa Scribd logo
CONJUNÇÃO COORDENATIVA
Língua Portuguesa
8º ano Gramática
DEFINIÇÃO E SUBCLASSES
A descoberta do fogo e da roda foram fundamentais para a
Humanidade.
 liga duas ideias
a isto chama-mos de
conjunção coordenativa copulativa
DEFINIÇÃO E SUBCLASSES
O fogo é muito importante para o Homem, mas pode ser muito
perigoso.
 Opõe duas ideias
a isto chama-mos
conjunção coordenativa adversativa
DEFINIÇÃO E SUBCLASSES
Ou se é prudente na utilização do fogo, ou se corre grande perigo.
 Liga uma ideia a outra alternativa
a isto chama-mos
conjunção coordenativa disjuntiva
DEFINIÇÃO E SUBCLASSES
O Homem descobriu o fogo, logo obteve uma nova fonte de calor.
 Apresenta uma conclusão
a isto chama-mos
conjunção coordenativa conclusiva
DEFINIÇÃO E SUBCLASSES
O Homem utilizava muito o fogo, pois há vestígios que o
comprovam.
 Introduz uma explicação
a isto chama-mos
conjunção coordenativa explicativa
CONCLUSÃO
As conjunções:
 São palavras invariáveis;
 Pertencem a uma classe fechada de palavras;
 Ligam elementos da mesma oração;
 Ligam orações entre si.
CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
estabelecem relações de :
 Adição/ sequencialização – conjunções copulativas (e, nem…)
 Oposição – conjunções adversativas (mas)
 Alternância – conjunção disjuntiva (ou)
 Conclusão – conjunções conclusivas (logo, portanto…)

 Explicação – conjunções explicativas (pois, porquanto…)

Mais conteúdo relacionado

Mais de Sara Catarina (15)

Carateres sexuais e sistemas reprodutores
Carateres sexuais e sistemas reprodutoresCarateres sexuais e sistemas reprodutores
Carateres sexuais e sistemas reprodutores
 
Energias Renováveis: Éolica
Energias Renováveis: ÉolicaEnergias Renováveis: Éolica
Energias Renováveis: Éolica
 
Sangue
SangueSangue
Sangue
 
As lutas entre liberais e absolutistas
As lutas entre liberais e absolutistasAs lutas entre liberais e absolutistas
As lutas entre liberais e absolutistas
 
A arte
A arteA arte
A arte
 
Sistema respiratório humano
Sistema respiratório humanoSistema respiratório humano
Sistema respiratório humano
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
História
HistóriaHistória
História
 
Gramatica de frances
Gramatica de francesGramatica de frances
Gramatica de frances
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
 
Invasões francesas em portugal
Invasões francesas em portugalInvasões francesas em portugal
Invasões francesas em portugal
 
Francês
FrancêsFrancês
Francês
 
Continuação das interacções seres vivo ambientes
Continuação das interacções seres vivo ambientesContinuação das interacções seres vivo ambientes
Continuação das interacções seres vivo ambientes
 
Interacções seres vivos-ambientes
Interacções seres vivos-ambientes Interacções seres vivos-ambientes
Interacções seres vivos-ambientes
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 

Último

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
EduardaMedeiros18
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 

Último (20)

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 

Conjunção coordenativa mim

  • 2.
  • 3. DEFINIÇÃO E SUBCLASSES A descoberta do fogo e da roda foram fundamentais para a Humanidade.  liga duas ideias a isto chama-mos de conjunção coordenativa copulativa
  • 4. DEFINIÇÃO E SUBCLASSES O fogo é muito importante para o Homem, mas pode ser muito perigoso.  Opõe duas ideias a isto chama-mos conjunção coordenativa adversativa
  • 5. DEFINIÇÃO E SUBCLASSES Ou se é prudente na utilização do fogo, ou se corre grande perigo.  Liga uma ideia a outra alternativa a isto chama-mos conjunção coordenativa disjuntiva
  • 6. DEFINIÇÃO E SUBCLASSES O Homem descobriu o fogo, logo obteve uma nova fonte de calor.  Apresenta uma conclusão a isto chama-mos conjunção coordenativa conclusiva
  • 7. DEFINIÇÃO E SUBCLASSES O Homem utilizava muito o fogo, pois há vestígios que o comprovam.  Introduz uma explicação a isto chama-mos conjunção coordenativa explicativa
  • 8. CONCLUSÃO As conjunções:  São palavras invariáveis;  Pertencem a uma classe fechada de palavras;  Ligam elementos da mesma oração;  Ligam orações entre si.
  • 9. CONJUNÇÕES COORDENATIVAS estabelecem relações de :  Adição/ sequencialização – conjunções copulativas (e, nem…)  Oposição – conjunções adversativas (mas)  Alternância – conjunção disjuntiva (ou)  Conclusão – conjunções conclusivas (logo, portanto…)  Explicação – conjunções explicativas (pois, porquanto…)