“Psico-Análise” do Filme    Laços de Ternura  12ª Aula da Disciplina de Psicologia e Bem-Estar
Personagens Relevantes para a “Psico-análise” daHistória:Aurora (mãe); Emma (filha);Garrett (ex-astronauta, vizinho de ...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens:  Aurora:       Insegura (ex. após a morte do marido, apoia-se...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Aurora:    Estabelece, desde sempre, uma relação demasiado fu...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Aurora:    Apesar das suas enormes barreiras emocionais e afe...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Emma:    Genuína e “mente aberta”;    Extrovertida (facilida...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Emma:    Grande força psico-emocinal (ex. encara as adversida...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Flap:    Egoísta/auto-centrado (só se preocupa em satisfazer ...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Garrett:    Baixa auto-estima e sentimento de vazio relativam...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Garrett:     Apesar das suas enormes barreiras afectivas e, d...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Tommy:    Grande revolta relativ...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Teddy:    Tenta compensar a mãe ...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Patsy:    Apesar de, enquanto ad...
Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Sam:    Tal como Emma, é uma pes...
CONCLUSÕES:   Este filme leva-nos a reflectir sobre as diferentes e muito  variadas   características   que    podem     ...
CONCLUSÕES:   Podemos ainda perceber através do visionamento do filme,  que quando somos confrontados como situações de c...
CONCLUSÕES:  Assim, é normal que em momentos de crise, exista uma maior probabilidade de tentarmos proceder a alterações ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Psico análise do filme laços de ternura

985 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
985
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psico análise do filme laços de ternura

  1. 1. “Psico-Análise” do Filme Laços de Ternura 12ª Aula da Disciplina de Psicologia e Bem-Estar
  2. 2. Personagens Relevantes para a “Psico-análise” daHistória:Aurora (mãe); Emma (filha);Garrett (ex-astronauta, vizinho de Aurora);Flap (marido de Emma); Patsy (melhor amiga de Emma); Tommy (filho mais velho de Emma); Teddy (filho do meio de Emma); Melanie (filha mais nova de Emma); Sam (“amigo colorido” de Emma).
  3. 3. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens:  Aurora:  Insegura (ex. após a morte do marido, apoia-se excessivamente na filha, ainda criança, para superar esse momento difícil; tem imensa dificuldade em lidar com o envelhecimento);  Controladora;  Grande dificuldade na expressão de sentimentos;  Dificuldade no estabelecimento de relacionamentos
  4. 4. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Aurora:  Estabelece, desde sempre, uma relação demasiado fusional/ dependente com a filha (eventualmente decorrente da sua insegurança), a qual, foi ainda mais potenciada com a morte do marido;  Inconscientemente, fomenta também a dependência da filha relativamente a si, fazendo para isso, uso da chantagem emocional, e desvalorizando permanentemente não só as competências pessoais da mesma, mas também os seus objectivos de vida;
  5. 5. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Aurora:  Apesar das suas enormes barreiras emocionais e afectivas, acaba por se apaixonar verdadeiramente por Garrett, seu vizinho.
  6. 6. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Emma:  Genuína e “mente aberta”;  Extrovertida (facilidade na expressão de sentimentos e no estabelecimento de relacionamento interpessoais);  Tende a reproduzir na família que cria com Flap, os mesmos valores (ex. viver em função da familia) e estilos de relacionamento dependentes “aprendidos” na sua relação com a mãe (ex. mesmo sabendo que o marido a trai constantemente, sendo um marido e pai ausente, não consegue deixá-lo);
  7. 7. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Emma:  Grande força psico-emocinal (ex. encara as adversidades da vida, com coragem e determinação);  Procura compensar a ausência e falta de carinho do marido, estabelecendo uma “amizade colorida” com Sam, nunca escondendo do mesmo essa realidade.
  8. 8. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Flap:  Egoísta/auto-centrado (só se preocupa em satisfazer os seus desejos e necessidades pessoais);  Apesar de amar a sua família, é um pai e um marido ausente, que se foca excessivamente no trabalho e incapaz de se manter fiel à esposa;  Falta de habilidade no relacionamento com os outros, decorrentes do seu egoísmo (ex. não consegue fazer um esforço para se dar bem com a sua “difícil” sogra).
  9. 9. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Garrett:  Baixa auto-estima e sentimento de vazio relativamente à sua vida actual (sente necessidade de se afirmar e viver das glórias do passado, e de realizar constantes conquistas amorosas, ainda que não baseadas num verdadeiro investimento afectivo );  Grande dificuldade na expressão de sentimentos;  Grande dificuldade no estabelecimento de relacionamentos interpessoais que impliquem um verdadeiro investimento afectivo;
  10. 10. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens: Garrett:  Apesar das suas enormes barreiras afectivas e, de uma grande resistência inicial, acaba por assumir o seu amor por Aurora, deixando de ter medo de se envolver nas dinâmicas do núcleo familiar da mesma (ex. presta apoio emocional a Aurora na situação de doença da filha; consegue “quebrar o gelo” com o revoltado Tommy, fazendo antever, que irá estabelecer com ele uma relação de cumplicidade).
  11. 11. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Tommy:  Grande revolta relativamente seu conturbado contexto familiar (as frequentes discussões do pais, a permanente ausência do pai no seio familiar, as dificuldades financeiras), a qual dirige na totalidade para a mãe (culpabilizando-a de tudo o que de mal acontece no núcleo familiar), uma vez que dos pais, esta é a que se encontra mais próxima dele , não só em termos físicos como afectivos e, portanto, a mais “fácil” de culpabilizar.
  12. 12. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Teddy:  Tenta compensar a mãe da revolta demonstrada pelo irmão, sendo extremamente afectuoso e compreensivo com a mesma, evidenciando um comportamento bastante maduro para a sua idade.
  13. 13. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Patsy:  Apesar de, enquanto adulta, ter uma forma de estar na vida bastante diferente da de Emma, sendo mais emancipada, mais urbana, e não valorizando tanto os valores familiares em detrimento da vida profissional, esta continua sempre a considerar Emma a sua melhor amiga e o seu “porto seguro”, admirando-a pela coragem e determinação como sempre conduziu a sua vida.
  14. 14. Características Psicossociais e Emocionais dasPersonagens mais relevantes para a trama: Sam:  Tal como Emma, é uma pessoa carente, que vive um casamento pouco satisfactório, que vê na relação que estabelece com esta, também uma possibilidade de minimizar essa carência e partilhar bons momentos. No entanto, ainda assim, parece existir um maior investimento afectivo por parte de Sam nesta relação, do que da parte de Emma.
  15. 15. CONCLUSÕES:  Este filme leva-nos a reflectir sobre as diferentes e muito variadas características que podem apresentar os relacionamentos interpessoais, neste caso em particular, os relacionamentos familiares. Para além disso, mostra-nos como a forma como nos relacionamos, influencia muitíssimo o decurso da nossa vida.  Ajuda-nos também a tomar consciência dos complexos processos mentais (muitas vezes inconscientes) que estão por detrás, da forma como nos relacionamos com os outros, assim como, dos diferentes factores que pode influenciar esses processos mentais: as características psicológicas e emocionais de cada um e, os factores contextuais/ambientais. contextuais/ambientais
  16. 16. CONCLUSÕES:  Podemos ainda perceber através do visionamento do filme, que quando somos confrontados como situações de crise (isto é, situações de adversidade e/ou mudança), há uma maior tendência para reflectirmos não só sobre os nossos comportamentos e atitudes, mas também, sobre a forma como estes podem influenciar positiva ou negativamente o modo como nos relacionamos.
  17. 17. CONCLUSÕES:  Assim, é normal que em momentos de crise, exista uma maior probabilidade de tentarmos proceder a alterações positivas da forma como lidamos com os outros, facto que também é evidenciado neste filme. No entanto, este também nos alerta, para o caracter passageiro da vida e, para a possibilidade de por vezes essa vontade de mudança poder surgir tarde de mais. Como tal, É IMPORTANTE QUE COM ALGUMA FREQUÊNCIA PROCUREMOS FAZER UMA AUTO- ANÁLISE SOBRE OS NOSSOS COMPORTAMENTOS E ATITUDES, DE FORMA A QUE (SE CONSIDERMOS NECESSÁRIO) POSSAMOS NÃO SÓ MELHORAR A NOSSA RELAÇÃO COM OS OUTROS, MAS TAMBÉM, CONNOSCO

×