SegurançA Em InstalaçõEs Mod Iii Slides

4.935 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.935
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
109
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
337
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SegurançA Em InstalaçõEs Mod Iii Slides

  1. 1. SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS COM ELETRICIDADE NR 10 MÓDULO III PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS Curso NR 10
  2. 2. APRESENTAÇÃO Este trabalho tem por objetivo auxiliar as empresas a organizarem sua proteção contra incêndio, treinando seus funcionários para uma ação pronta e correta. E dedicado àqueles que se enterneçam pelo digno trabalho de prevenção e combate a incêndios, cuja finalidade é a proteção do patrimônio e, principalmente, de vidas, evitando-se catástrofes, perdas, muitas irreparáveis. Sua forma de apresentação, prática e objetiva, recomenda a sua utilização nos treinamentos em combate a incêndios, almejando o bom rendimento desejável aos participantes. Curso NR 10
  3. 3. FOGO Três fatores são necessários para que se inicie ou haja fogo. São eles: 1 - COMBUSTÍVEL: É tudo que se queima. Ex: Madeira, tecidos, gasolina. 2 - OXIGÊNIO: Presente no ar que respiramos. 3 - CALOR: O suficiente para levar um material a sua temperatura de combustão. Curso NR 10
  4. 4.  FULGOR: é a temperatura mínima em que um corpo desprende gases que se queimam em contato com uma fonte externa de calor  COMBUSTÃO: é a temperatura através da qual um corpo emite gases em quantidade suficiente, para que haja chama permanente  IGNIÇÃO: é a temperatura através da qual os gases desprendidos por um corpo entram em combustão sem auxilio de fonte de calor. Curso NR 10
  5. 5. TRANSMISSÃO DE CALOR  CONDUÇÃO  CONVECÇÃO  IRRADIAÇÃO Curso NR 10
  6. 6. MEIOS PARA EXTINÇÃO DO FOGO  RESFRIAMENTO  ABAFAMENTO  CORTE OU REMOÇÃO DO SUPRIMENTO COMBUSTÍVEL Curso NR 10
  7. 7. CLASSIFICAÇÃO DE INCENDIOS  Classe A: Incêndios em papéis, madeira, tecidos e outros materiais que deixam cinzas depois de queimados.  Classe B: Fogo em líquidos inflamáveis como gasolina, óleos, tintas, graxas, etc.  Classe C: É o fogo em aparelhos elétricos ou em instalações com passagem de corrente elétrica.  Classe D: É o fogo em metais pirofóricos tais como: magnésio, alumínio em pó, zinco, zircônio, sódio, potássio e outros. Curso NR 10
  8. 8. PRINCIPAIS AGENTES EXTINTORES 1. Água 2. Areia 3. Gases inertes 4. Líquidos voláteis 5. Espuma 6. Pós-químicos 7. Líquidos umectantes Curso NR 10
  9. 9. APARELHOS EXTITORES  Os aparelhos extintores mais usados são: água pressurizada (gás); carga líquida (Cl); espuma (Es); gás carbônico (CO2); pó químico seco (Pqs).  Os extintores são geralmente de duas espécies: inversão e de válvula.  Os extintores ainda diferem em: pressurizados e não pressurizados. Curso NR 10
  10. 10. EXTINTOR DE ESPUMA  O extintor de espuma é próprio para incêndios de classe “A” e classe “B”, não podendo ser usado nos da classe “C”.  CUIDADOS A SER OBSERVADOS COM EXTINTORES TIPO ESPUMA  Não deixar o bico entupido.  Não invertê-lo, a não ser para uso.  Não usá-lo em eletricidade.  Não jogar espuma diretamente sobre o líquido em chamas.  Ao aplicar o extintor, se possível, dê as costas aoCurso NR 10 vento.
  11. 11. MODO DE USAR O EXTINTOR DE ESPUMA  Retirar o aparelho com cuidado e levá-lo até as proximidades do fogo.  Inverter o aparelho.  Dirigir o jato contra a base do fogo, em caso de materiais sólidos.  Dirigir o jato contra as bordas ou peças salientes, em caso de líquidos. Curso NR 10
  12. 12. EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO SECO  A principal ação do pó, no fogo, é fazer, sobre a superfície em chamas, uma nuvem de pó para isolar o oxigênio.  O extintor de pó é empregado para incêndios em líquidos inflamáveis e para incêndios em equipamentos elétricos. Curso NR 10
  13. 13. MODO DE USAR O APARELHO EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO  Aparelho Pressurizado  Retirar o pino de segurança  Retirar a mangueira do suporte, segurando o difusor.  Aponte para o fogo.  Apertar o gatilho da válvula Curso NR 10
  14. 14. MODO DE USAR O APARELHO EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO  Aparelho Pressurizável  Retirar o aparelho do suporte.  Levá-lo o mais próximo possível do fogo.  Retirar a mangueira do suporte, segurando pela pistola.  Abrir o pressurizador lateral.  Apertar o gatilho, dirigindo o jato para o fogo. Curso NR 10
  15. 15. EXTINTOR DE GÁS CARBÔNICO  É contra-indicado para o fogo de classe “A”, bom para o combate ao fogo de classe “B” e indicado para combate ao fogo de classe “C’’ Curso NR 10
  16. 16. CUIDADOS A SEREM TOMADOS COM O EXTINTOR DE CO2  Não conservá-lo em locais de elevada temperatura, acima de 40 º C.  Não usá-lo em incêndios de pós metálicos e metais alcalinos.  Não usá-lo em incêndios de materiais comuns onde possa se verificar uma combustão lenta, com brasas.  Não permanecer em local inundado de CO2, pois apesar de não ser tóxico, é sufocante.  Não usar o CO2 em superfícies frágeis e superaquecidas, pois a diferença brusca de temperatura provocará rupturas no material. Curso NR 10
  17. 17. MODO DE USAR O CO2  Retirá-lo do suporte da parede.  Conduzi-lo pelo punho até a proximidade do fogo.  Retirar o pino de segurança.  Retirar o esguicho do suporte, pegando-se pelo punho.  Acionar a válvula ou gatilho.  Dirigir o jato contra a base do fogo. Curso NR 10
  18. 18. APARELHO EXTINTOR DE ÁGUA  Sua ação especifica está nos incêndios classe “A”, , totalmente contra-indicado em fogos de classe “B” e “C”.  Podemos encontrar extintores de água acionados por dois sistemas: pressurizados e pressurizáveis. Curso NR 10
  19. 19. EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS  Mangueiras  Mangotinho Acessórios  Junta de União  Esguichos  Esguichos Agulhetas  Derivantes e Coletores Curso NR 10
  20. 20. RESUMO DE EXTINTORES Classes AGENTES EXTINTORES de Fogo ÁGUA ESPUMA PÓ QUIMICO CO 2 A Ótimo Bom Regular Não B Não Bom Ótimo Bom C Não Não Bom Ótimo D Não Não Ótimo Não Curso NR 10
  21. 21. NORMAS GERAIS DE SEGURANÇA NA PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS Curso NR 10
  22. 22. PROCEDIMENTOS EM CASO DE INCÊNDIOS  Certificado o fogo, avise imediatamente o Corpo de Bombeiros, agindo da seguinte forma e fornecendo as seguintes informações:  Há um incêndio.  Local.  Um ponto de referência se o endereço for pouco conhecido.  Tipo de prédio.  O que está queimando e, em que andar.  Extensão do incêndio (sala, conjunto, quarto, todo o pavimento ou prédio todo, etc.).  O nome de quem estiver avisando e o respectivo número do telefone. Curso NR 10
  23. 23. PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS Curso NR 10

×