Barroco

444 visualizações

Publicada em

Caravaggio; Rembrandt; Velázquez; Rubens; Vermeer; Aleijadinho; Mestre Ataíde

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
444
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Barroco

  1. 1. arroco Prof. Sandro Bottene sandrobottene.com Mestre em Artes Visuais [2015 – UFSM] Especialista em Artes Visuais Cultura e Criação [2011 – SENAC] Bacharel em Artes Visuais [2012 – UNIJUÍ] Licenciado em Artes Visuais [2009 – UNIJUÍ]
  2. 2. Barroco (palavra cujo significado tanto pode ser pérola irregular quanto mau gosto) é o período da arte que vai de 1600 a 1780 (século XVII – XVIII) e se caracteriza pela: - monumentalidade das dimensões; - opulência das formas; - excesso de ornamentação. Essas características todas podem ser explicadas pelo fato de o barroco ter sido um tipo de expressão de cunho propagandista.
  3. 3. O período Barroco nasce na Itália em Roma no final do movimento renascentista, onde alguns de seus artistas como Michelangelo já traçavam as primeiras características de um novo estilo que dominou a Europa entre os séculos XVII e XVIII.
  4. 4. O estilo artístico transcorreu junto à Reforma Religiosa que quebrou a unidade da Igreja Católica. Este movimento desenvolveu-se rapidamente e está na base da Inquisição, do Index e do Concílio de Trento.
  5. 5. Suas principais características gerais são: a teatralidade das obras, o dinamismo, a urgência, o conflito e o forte apelo emocional. Na busca da emoção, o artista provocava o observador usando efeitos de cores, texturas, jogos de luz e sombra, diagonais e curvas, domínio do espaço. APOLO E DAFNE. 1622-1625. Bernini. Mármore. 243 cm de altura . Galleria Borghese, Roma.
  6. 6. O ÊXTASE DA SANTA TERESA DE ÁVILA. 1647-1652. Bernini. Mármore. 350 cm de altura. Santa Maria della Vittoria, Roma.
  7. 7. A Igreja renovada, ainda mais severa, insistindo no papel da fé, torna-se a primeira cliente dos arquitetos, dos escultores e pintores do barroco, antes dos soberanos e dos príncipes. Ela visava envolver o fiel católico nos grandes temas religiosos como o pecado, a morte, a salvação, a penitência, o perdão, a vida de Cristo. Evidentemente que temas extraídos da história clássica e da mitologia continuou exercendo grande poder. tema
  8. 8. - Os claro-escuros, luz e sombras; - Pinturas em afresco de abóbadas e tetos criando ilusões (chamado trompe-l’oeil); - Exagero de sentimentos através das cores e texturas; - Composição em diagonal; - Expressão de dramaticidade e movimentação. Elementos na pintura
  9. 9. Michelangelo Merisi da CARAVAGGIO (1571-1610)
  10. 10. RAPAZ LEVANDO UM CESTO DE FRUTAS. 1593-1594. Caravaggio. Óleo sobre tela. 70 x 67 cm . Galleria Borghese, Roma.
  11. 11. O PEQUENO BACO DOENTE. 1593-1594. Caravaggio. Óleo sobre tela. 67 x 53 cm . Galleria Borghese, Roma.
  12. 12. OS MÚSICOS. 1595-1596. Caravaggio. Óleo sobre tela. 92 x 118 cm . The Metropolitan Museum of Art, Nova York.
  13. 13. O TOCADOR DE ALAÚDE. 1596-1597. Caravaggio. Óleo sobre tela. 94 x 120 cm . Museu Hermitage, Leningrado.
  14. 14. OS BATOTEIROS. 1594-1596. Caravaggio. Óleo sobre tela. 91 x 128 cm . Kimbel Art Museum, Fort Worth (Texas).
  15. 15. CABEÇA DE MEDUSA. 1598-1599. Caravaggio. Óleo sobre tela colada sobre uma rodela. 60 x 55 cm . Galleria degli Uffizi, Florença.
  16. 16. NARCISO. 1598-1599. Caravaggio. Óleo sobre tela. 122 x 92 cm . Galleria Nazionale d’Arte Antica, Roma.
  17. 17. JUDITE E HOLOFERNE. 1599. Caravaggio. Óleo sobre tela. 145 x 195 cm . Galleria Nazionale d’Arte Antica, Roma.
  18. 18. A VOCAÇÃO DE SÃO MATEUS. 1599-1600. Caravaggio. Óleo sobre tela. 322 x 340 cm . Parede lateral direita da Capela Contarelli da Igreja São Luigi dei Francesi, Roma.
  19. 19. A CEIA DE EMAÚS. 1601. Caravaggio. Óleo sobre tela. 141 x 196 cm . The National Gallery, Londres.
  20. 20. A CRUCIFICAÇÃO DE SÃO PEDRO. 1601. Caravaggio. Óleo sobre tela. 230 x 175 cm . Parede lateral da Capela Cerasi da Igreja de Santa Maria del Popolo, Roma.
  21. 21. O AMOR TRIUNFANTE. 1602. Caravaggio. Óleo sobre tela. 156 x 113 cm . Staatliche Museen zu Berlin, Berlim.
  22. 22. A DEPOSIÇÃO NO TÚMULO. 1602-1603. Caravaggio. Óleo sobre tela. 300 x 203 cm . Pinacoteca do Vaticano, Cidade do Vaticano, Roma.
  23. 23. DAVI SEGURANDO A CABELA DE GOLIAS. 1605-1606. Caravaggio. Óleo sobre tela. 125 x 100 cm . Galleria Borghese, Roma.
  24. 24. SÃO JERÔNIMO ESCRITOR. 1606. Caravaggio. Óleo sobre tela. 112 x 157 cm . Galleria Borghese, Roma.
  25. 25. Van Rijn REMBRANDT (1606-1669)
  26. 26. SANSÃO CEGO PELOS FILISTEUS. 1636. Rembrandt. Óleo sobre tela. 206 x 276 cm . Francoforte, Städelsches kunstinstitut.
  27. 27. A LIÇÃO DE ANATOMIA DO DOUTOR TULP. 1632. Rembrandt. Óleo sobre tela. 169 x 216 cm . Mauritshuis, Haia.
  28. 28. A RONDA NOTURNA. 1642. Rembrandt. Óleo sobre tela. 363 x 437 cm . Rijksmuseum, Amesterdão.
  29. 29. BANHO NO RIO. 1654. Rembrandt. Óleo sobre madeira. 62 x 47 cm . The National Gallery, Londres.
  30. 30. Peter Paul RUBENS (1577-1640)
  31. 31. DANÇA DOS CAMPONESES. 1636. Rubens. Óleo sobre madeira. 73 x 106 cm . Museo del Prado, Madri.
  32. 32. SANSÃO E DALILA. 1609. Rubens. Óleo sobre madeira. 185 x 205 cm . The National Gallery, Londres.
  33. 33. Diego VELÁZQUEZ (1599-1660)
  34. 34. VÊNUS COM SEU ESPELHO. 1644-1648. Velázquez. Óleo sobre tela. 122 x 177 cm . The Trustees of the National Gallery, Londres.
  35. 35. RETRATO DE INOCÊNCIO X. 1650. Velázquez. Óleo sobre tela. 140 x 120 cm . Galleria Doria Pamphilj, Roma.
  36. 36. AS MENINAS. 1656-1657. Velázquez. Óleo sobre tela. 3182 x 276 cm . Museo del Prado, Madri.
  37. 37. Jan VERMEER (1632-1675)
  38. 38. A LEITEIRA. 1658-1660. Vermeer. Óleo sobre tela. 45 x 41 cm . Rijksmuseum, Amisterdã.
  39. 39. A LIÇÃO DE MÚSICA. 1662-1665. Vermeer. Óleo sobre tela. 74 x 64 cm . Royal Collection, St James Palace.
  40. 40. MULHER COM JARRO DE ÁGUA. 1664-1665. Vermeer. Óleo sobre tela. 45 x 40 cm . The Metropolitan Museum of Art, Nova York.
  41. 41. MOÇA COM BRINCO DE PÉROLA. 1665. Vermeer. Óleo sobre tela. 45 x 40 cm . Mauritshuis, Haia.
  42. 42. A ARTE DA PINTURA. 1666-1673. Vermeer. Óleo sobre tela. 130 x 110 cm . Kunsthistorisches Museum, Viena.
  43. 43. A RENDILHEIRA. 1669-1670. Vermeer. Óleo sobre tela. 24 x 21 cm . Museu do Louvre, Paris.
  44. 44. Barroco no Brasil Desenvolveu-se no século XVIII até início do século XIX. Esteve associado à religião católica.
  45. 45. Antônio Francisco Lisboa ALEIJADINHO (1730-1814)
  46. 46. PASSOS DA PAIXÃO. 1796-1799. Aleijadinho. Madeira Policromada. Congonhas do Campo, Minas Gerais.
  47. 47. NOSSA SENHORA DAS DORES. Século XVIII. Aleijadinho. Madeira policromada. 83 x 48 x 34 cm . Museu de Arte Sacra, São Paulo.
  48. 48. IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS. 1774. Aleijadinho. Ouro Preto, Minas Gerais.
  49. 49. Os anjos meninos eram símbolos do amor divino usados na decoração e ornamentação das fachadas das igrejas.
  50. 50. FACHADA DO SANTUÁRIO DE BOM JESUS DE MATOSINHOS. 1800-1805. Aleijadinho. Congonhas do Campo, Minas Gerais.
  51. 51. OS PROFETAS. Século XVIII. Aleijadinho. Pedra-sabão. Congonhas do campo, Minas Gerais.
  52. 52. Artista do período colonial e dono de um talento ímpar do barroco brasileiro, Aleijadinho continua cercado por incertezas. Recentemente, a descoberta no Peru de uma peça atribuída ao mestre reascende o mistério de seu legado. O anúncio trata-se de um santo (a cabeça encaixada no corpo) de uma igreja de Cuzco. Revista Veja. 11 de janeiro de 2012. p.96-97.
  53. 53. Manuel da Costa Ataíde MESTRE ATAÍDE (1762-1830)
  54. 54. COMPARAÇÃO
  55. 55. RENASCENÇA BARROCO LUZ ABSOLUTA (TODA OBRA) LUZ RELATIVA (SOMBRAS) FORMA FECHADA FORMA ABERTA CALMA/SERENIDADE MOVIMENTO/GESTUALIDADE RAZÃO EMOÇÃO PLANO LINEAR PLANO RADIAL MESMA DIMENSÃO (DA SUPERFÍCIE) (MESMO PLANO) VÁRIAS DIMENSÕES (DA SUPERFÍCIE) (PROFUNDIDADE) QUADRO COMPARATIVO

×