Relatório de Viagem - POR

97 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Relatório de Viagem - POR

  1. 1. SENSES BIOTECH A indústria da Cannabis é uma das que mais crescem no mundo hoje. Os diferentes modelos de regulação de cada jurisdição dificultam a padronização e protocolos dos custosos testes de controle de qualidade e potencia da Cannabis e seus derivados. Em 2015, Samy Abud Yoshima partiu do Brasil para o Uruguai e fundou, junto com um investidor norte-americano, a empresa de biotecnologia Senses Biotech com a missão de oferecer produtos e serviços que melhorem as experiências pessoais com fitoterapias à base de Cannabis, que minimizem os riscos e possíveis efeitos adversos associados, e que garantam maior segurança e eficácia no tratamento de enfermidades relacionadas ao sistema endocanabinóide. Em 2016, a Senses Biotech se tornou a representante Latino-Americana do The Beacon LuminaryTM, um equipamento de espectroscopia que determina a quantidade de ∆9-THC, CBD, THC-A e CBD-A de flores secas e extratos puros de Cannabis. The Beacon LuminaryTM foi desenvolvido nos EUA pela Sage Analytics e utiliza a tecnologia de luz NIR associada à modelos matemáticos para a análise do perfil químico. Este equipamento tem as vantagens de não produzir resíduos tóxicos e não destruir as amostras. Além disso, é de fácil manuseio, proporciona baixo custo por cada teste e resultados precisos em tempo real. Relatório As viagens do THE BEACON LUMINARYTM Em 2016, a equipe da Senses Biotech participou de três eventos na América do Sul analisando flores e extratos de Cannabis AMÉRICA DO SUL Perfil químico da Cannabis Entre 22 de novembro e 12 de dezembro de 2016, a Senses Biotech, em colaboração com a Sage Analytics, participou de três exposições sobre o cultivo e usos medicinais da Cannabis com o objetivo de divulgar o The Beacon LuminaryTM em países na América do Sul nos quais a planta está legalizada. Pela primeira vez no continente, a Senses Biotech analisou e comparou o perfil químico de centenas de flores e extratos de Cannabis cultivados na Colômbia, Chile e Uruguai. Molécula de ∆9-THC Molécula de CBD
  2. 2. Na Colômbia, ficou claro que a cultura canábica realmente faz parte do cotidiano da população. Até policiais e militares se fizeram presentes na ExpoMedeWeed com inúmeras perguntas e curiosidades. Além do clima de paz vivido pelo país, a cultura da Cannabis trará benefícios para a economia. “A Colômbia é o segundo maior exportador de flores do mundo e também será uma potência mundial na emergente indústria da Cannabis", afirmou Samy. Na Colômbia, a Senses Biotech participou da 1ª ExpoMedeWeed no Jardim Botânico de Medelín. Junto à organização dirigida pelo ativista Henry Muñoz Vallejo e com a ajuda indispensável de Natalia Rivera, foi organizada uma Copa para premiar a flor com o melhor perfil químico. De acordo com Samy, para o evento, o melhor perfil químico foi definido como “aquele que tem a maior soma dos dois fitocanabinóides analisados". Porém, ele também ressalta que, na prática, “a definição do melhor perfil químico varia para cada pessoa, ocasião e necessidade específica. Na Cannabis, o perfil químico mais informativo é determinado pela quantidade potencial dos dois fitocanabinóides mais presentes, o Δ9-THC e o CBD. Ambos possuem várias propriedades medicinais e, além disso, o efeito psicoativo do Δ9-THC está associado a riscos toxicológicos. Assim, é fundamental pré-avaliar sua quantidade potencial”. Para participar da Copa cada competidor deveria levar sua flor e 20 mil pesos colombianos (equivalente a 6 USD). O prêmio consistia na soma de cerca de 700 USD arrecadados durante o evento e foi dividido com a Fundação Fundaluva, organização que apoia crianças com necessidades especiais e seus familiares para assegurar melhor qualidade de vida. Com a ajuda de Luísa, responsável pela comunidade Flor Medica de Medelín, foram analisadas 48 amostras de flores. O ganhador da Copa foi Daniel, cultivador local, que apresentou flores da cepa Mango Haze com 16% de Δ9-THC e 8,7% de CBD. Na ExpoMedeWeed, Franco Loja, ícone canábico da Green House Seeds e Strain Hunters, visitou o stand da Senses Biotech a convite de Samy. Franco levou flores da cepa Money Maker que apresentou média de 20,2% de Δ9-THC, dentro da faixa de 20% a 22% de Δ9-THC informado na embalagem. COLÔMBIA Em paz com a Cannabis Teto do Jardim Botânico de Medelín Franco Loja - Quando o mestre testa a máquina de teste.
  3. 3. CHILE O empreendedorismo da Cannabis Na semana seguinte a Senses Biotech já estava em Santiago para participar da ExpoWeed, que teve a maior audiência dos três eventos, com mais de 15 mil pessoas, incluindo alguns brasileiros. Na ExpoWeed os testes de perfil químico foram realizados gratuitamente, já que empresas estrangeiras não podem vender serviços no país. Foi uma loucura! Mais de 100 flores e 20 extratos foram analisados! Durante a ExpoWeed foram analisados extratos de flores de Cannabis da empresa espanhola Medical Seeds, de Javier Zarzuela. Nas duas amostras analisadas em dois dias consecutivos os resultados mostraram média de 15% a 17% de Δ9-THC e 45% a 50% de CBD, valores próximos, e na mesma proporção (1:3), que os obtidos pela Fundação Canna em análises por HPLC realizadas na Espanha. De acordo com Samy, o momento mais especial da viagem ocorreu na ExpoWeed. Winy Solange apareceu no stand da Senses Biotech para testar flores de seu cultivo caseiro. Winy é mãe de um menino que possui uma doença genética que causava cerca de 300 crises convulsivas por mês desde os 5 meses de idade. Após vencer os próprios preconceitos em relação à Cannabis, 12 anos de tratamentos ineficientes e diversos efeitos colaterais, o tratamento de seu filho com extratos de flores de Cannabis reduziu o número de convulsões para 60 ao mês. Recentemente, cultivou e colheu uma cepa cujos óleos reduziram as convulsões de seu filho para 3 por mês. Winy levou amostras de flores deste novo cultivo para o stand da Senses Biotech. Os resultados evidenciaram alto nível de CDB (10,1%) e a proporção mais baixa de Δ9-THC/CBD (0,26) até o momento. Ela também analisou outra cepa com relação Δ9-THC/CBD de 1:1 e com 7% de nível dos fitocanabinóides. Estes dados ajudarão Winy e seu filho a estabelecer um padrão de dose-resposta para o tratamento das convulsões com extratos elaborados a partir da nova cepa. “Foi muito emocionante ver a alegria de Winy em comprovar que o medicamento que ela planta tem o perfil químico coerente com a melhora observada na saúde de seu filho. São nesses momentos que se sente o significado de buscar um propósito de vida e trabalho”, disse Samy. Winy e a equação da Cannabis - A diferença entre 300 e 3 convulsões por mês é igual ao perfil químico adequado do seu cultivo mais um erro estatístico, aqui representado pelo sorriso de uma mãe com o dedo verde e o coração aberto para mudar a sua mente em relação ao poder medicinal da Cannabis. No Chile, o número de growshops e headshops de Cannabis é impressionante. A prevalência do uso da Cannabis no país é um dos maiores do continente, e confirma que o espírito empresarial chileno é uma virtude que os torna mais fortes economicamente. Javier – Análise de extrato com proporção 1:3, THC>15%, CBD>45%.
  4. 4. URUGUAI De volta à casa Equipe da BCBD no stand da Senses Biotech. Antes do final da semana, a equipe da Senses Biotech já desembarcava em Montevidéu para participar da ExpoCannabis. Com a ajuda da consultora científica Lia Esumi, foram analisadas mais de 53 flores e 19 extractos a um custo promocional de 200 UY e UY 500. Além dos uruguaios, brasileiros e argentinos realizaram muitas análises, revelando que as fronteiras não são suficientes para conter o amor pela Cannabis nem a curiosidade em conhecer o perfil químico de seus cultivos e medicamentos. Um destaque da ExpoCannabis foi a BCBD Medicinal S.A., empresa inovadora na aplicação do CBD e Δ9-THC em produtos alimentícios, médicos e veterinários. Com um profundo conhecimento do funcionamento das tecnologias mais modernas da indústria da Cannabis, a equipe da BCBD analisou mais de 10 amostras de extratos, flores e folhas de Cannabis. Outro ponto a se destacar foi o grupo espanhol Phytoplant Research que analisou uma amostra purificada de CBD. O The Beacon LuminaryTM indicou 92% do canabinóide, similar aos 95% obtidos pela Phytoplant Research em análises de laboratório. A pequena diferença entre as duas análises pode ser explicada pela presença de pequenos agregados de cristais de CBD na amostra testada. Esta foi a 3ª edição da ExpoCannabis, com a participação de mais de 9 mil visitantes, muitas atrações musicais e um espaço de exposição confortável e com excelente infra-estrutura. A organização do evento foi extremamente habilidosa na escolha da localização do stand da Senses Biotech & Sage Analytics. O stand ficou junto à área do jardim e do laboratório educativo, e possibilitou aos interessados analisar suas plantas e extratos em ambiente tranquilo e sem perturbações que poderiam interferir nos resultados dos testes. ExpoCannabis - Jardim com vários estágios de desenvolvimento da Cannabis. Ao fundo, o laboratório educativo e o stand da Senses Biotech. Flor fêmea Semente Folhas
  5. 5. Fito can ab in ó id es (% ) Linhagens 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 M a ng o (D a nie l) C ha r lote W e b (O r ig e n) T r om pe ta kush P or te la C a uc a nna bissss P unto R O ojo (M a te o) N ic ol K ush (D a nie l N a va r e z) Sug a r C a ndy (M ike ) P ina ple C hong T r iple X JJ W hite B e r r y (D on P a blo) M a ng o B ic he (D on V ito) B W x SC (M ike ) C r bla c km a r ir i M a r ic e la H a ze M e dic a ljose m M one y M a ke r (Str a in H unte r s) O ld Sc hool C hino C hw pU N O O G K ush T r om pe ta C m c bdpU N O E x otic a l C hihua hua B r e e de r s C hw pT R E S V e r de M a nza na (M a r io) C hw pD O S Zig ua r a ya R e sina C r itic a l C m c bdpT R E S C r e a m C a r a m e l A ndr e s D a nk la ve g a T r ista n A g om e zdos N nc a os K a lic ha na E ste ba n O C m c bdpD O S A g om e z H a ze (D a nie l) L im a (G a br ie l) C a nna lope JJ N njha A FG H A N + C O L D H Sta M a r ia K ushbe r r y JJ B a na na c otton C a na lope H a ze (Je r r y) N nosc a r L e m on H a ze 1 2 R O D Supe r c hoc o M a nda r ine H a ze TH C Po ten cial C B D Po te n cial Colômbia RANKING Perfil químico de flores de Cannabis. Inédito na América do Sul. Prever a experiência é possível. 1ª EXPOMEDEWEED COLÔMBIA R azão T H C /C B D THC/CBD 0 1 2 3 4 5 4 ,1 (m á x) 2 ,3 (m é d ) 0 ,8 (m in ) N ú m ero d e am o stras an alisad as N o deamostras 0 5 0 1 0 0 1 5 0 4 8 M e lh o r p e rfil quím ico Fitocanabinóides(%) M a ng o H a ze (D a nie l) 0 1 0 2 0 3 0 4 0 TH C Po ten cial 1 6 ,0 % C B D Po te n cial 8 ,7 % C B D P o ten cial CBDPotencial(%) 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 1 0 ,8 (m á x) C h arlotte's W eb 6 ,2 (m é d ) 4 ,0 (m in ) C an n alo p e JJ T H C P o te n cial THCPotencial(%) 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 2 3 ,1 (m á x) T ro m p e taku sh 1 6 ,3 (m é d ) 8 ,0 (m in ) C h w p D O S
  6. 6. F ito c a n a b in ó id e s (% ) Linhagens 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 T a n g ie (D N A ) T a n g ie lo p e (D N A ) D a n c e W o rld O G K u s h M o b y D ic k O G 1 8 (D N A ) O ld S c h o o l S o m a n g o C h o c o lo p e 4 2 0 S p id e r S k u n k S u p e r Le m o n H a z e 1 Z u m b i K u s h Lu is Y C B D Ja c k H e re r (A le ja n d ro ) Ja m a ic a n D re a m (A le ja n d ro ) C ritic a l P u rp le D J G o ld A n e s te s ia Lo re n a U rb a n P o is o n (R a u l) M u s ta n g V 8 M a g n u m Ja c k H e re r 2 C h e e s e & a m p ; C h o n g F ra n c is c a H a z e G h o s t S tra in H a z e (A n d re l) 2 4 K (D N A G e n e tic s ) C a li M is t E n e rg iz e r M ig u e l H a z e M ixx M a la k o ff (M e d S e e d s ) G irls S c o u t C o o k ie s M a z a t D P S w e e t A fg h a n D e lic io u s K im b o K u s h A K 4 7 - Ja c k H e re r C re a m M a n d a rin M a z a r D P E rlie S k u n k Y G rie g a B lo o d y S k a n k (A n d re s ) A c a p u lc o (S e b a ) N o rth e rn Lig h t N Y C C h a n n e l + A m n e s ia A u to (Le o ) W h ite R u s s ia n 2 0 4 6 (M e d ic a l S e e d s ) C y n th ia H a z e C B D T h e ra p y Le m o n H a z e O G B ria n C B D C re w C lu b S k u n k 1 1 C h a n n e l + N a tio n a l S LH C ro s s N o rth e rn lin e - D a rk D e v il (E z e q u ie l) C re a m M a n d a rin C la u d io H a z e T u n ta k a m b (P y ra m id S e e d s ) A fg h n a W h ite W id o w S w e e t S e e d s N a m e le s s S u p e r S k u n k G S C Y C ritic a l A u to C re a m C a ra m e l C a rita P H D Ju a n ita D e s fra n # 8 X X L P a ta g o n ia O G K u s h Ja c k H e re r 1 W h ite B e rry P a ra d is e M o h a n E l S e g re d o S ilv e r H a z e A m n e s ia H a z e P o xip o l C a ra m e l A u to E u p h o ria G u ille Ja m a ic a n D re a m S u p e r C ritic a l N e v il H a z e Ja c k H e re r C re a m N e s to r C a ra m e l S u p e r Le m o n H a z e B lo o d y S k u n k A u to A u to P u rp le B la n q u ita O G K u s h (F e lip e ) A u to X tre m Ja v ie r H a z e A u to Ja m a ic a n D re a m 1 D a rk D e v il A u to B lu e D re a m A u to G e n g is k h a n M o b y D ic k A u to T H C P o t e n c ia l C B D P o te n c ia l EXPOWEED CHILE Chile RANKING Perfil químico de flores de Cannabis. Inédito na América do Sul. Conhece o que está cultivando? R azão T H C /C B D THC/CBD 0 1 2 3 4 5 4 ,6 (m á x) 2 ,1 (m é d ) 0 ,2 (m in ) N ú m ero d e am o stras an alisad as N o deamostras 0 5 0 1 0 0 1 5 0 1 0 6 M e lh o r p e rfil quím ico Fitocanabinóides(%) T a ng ie (D N A G e ne tic s) 0 1 0 2 0 3 0 4 0 TH C Po ten cial 2 4 ,4 % C B D Po te n cial 5 ,3 % C B D P o ten cial CBDPotencial(%) 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 1 3 ,5 (m á x) D an ce W o rld 6 ,7 (m é d ) 4 ,3 (m in ) Jam aican D re am T H C P o te n cial THCPotencial(%) 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 2 7 ,9 (m á x) O G K u sh 1 4 ,9 (m é d ) 2 ,6 (m in ) E u p h o ria
  7. 7. Fito can ab in ó id es (% ) Linhagens 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 N o rth en Ligh ts C ritic al P lu s A m n esia (Jo n ath an ) O rigin al A m n esia Z io n H aze O G K u sh En p a A m n esia C B D C ritic al P lu s 1 N / A (C arlo s) C ritic al M D B lu e K u sh D in afem A K 4 7 (S eb astian ) M o b y D ic k V iagra 1 A lien G 1 3 A u to U ru gu ay S eed s C h arly e A m n esia C B D 2 C B D C ritic al K alash n ik o v a G H S Tan gielo p e D N A G en etic s Jac k La M o ta G u id o C B D Th erap y P u rp le W id o w M ed ic al K u sh C ritic al K u sh B B D B Th erap y 0 0 5 C lassic S k u n k (Erik ) Tan gielo p e D N A Y (Lo u is) B lac k Jac k K ali Jac k D iesel D a F ro n teira S traw b erry B an an a C o lo m b ian H aze S tar B o m b 2 0 4 6 M o b y D ic k N V M ed ic in al O G K u sh B o tafu m eiro N V C . G o ld Tierra V iv a Tan gielo p e V iagra H o m e M ad e B lac k D o m in a V an illa K u sh W est C o ast O G P u rp le M o b y D ic k 1 TH C Po ten cial C B D Po te n cial EXPOCANNABIS URUGUAI Uruguai RANKING Perfil químico de flores de Cannabis. Inédito na América do Sul. Uma luz sobre a Cannabis medicinal. R azão T H C /C B D THC/CBD 0 1 2 3 4 5 2 ,4 (m e d ) 4 ,2 (m á x) 1 ,0 (m in ) N ú m ero d e am o stras an alisad as N o deamostras 0 5 0 1 0 0 1 5 0 5 3 M e lh o r p e rfil q u ím ico Fitocanabinóides(%) N or the r n L ig hts 0 1 0 2 0 3 0 4 0 TH C Po ten cial 2 9 ,8 % C B D Po te n cial < 4 ,5% T H C P o te n cial THCPotencial(%) 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 2 9 ,8 (m á x) N o rth e rn Lig h ts 1 7 ,2 (m é d ) 1 2 ,4 (m in ) M o b y D ick 1 C B D P o ten cial CBDPotencial(%) 0 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 8 ,9 (m á x) B B D B T h e rap y 005 6 ,3 (m é d ) 4 ,6 (m in ) A m n esia C B D
  8. 8. METODOLOGIA Precisão e protocolo de teste com o The Beacon LuminaryTM Após os três eventos e mais de um ano de testes, o The Beacon LuminaryTM tem se provado ao menos tão preciso quanto a qualidade e representatividade das amostras fornecidas. Como as amostras eram trazidas pelos próprios participantes, em nenhum dos eventos foi adotado o protocolo de amostragem sugerido pela Senses Biotech, que visa aumentar a precisão dos resultados. O protocolo da Senses Biotech se baseia nas seguintes premissas: (1) diferentes plantas possuem diferentes razões entre ∆9-THC e CBD, mesmo sendo da mesma espécie e linhagem; (2) diferentes partes da mesma planta apresentam quantidades diferentes de canabinóides, mas a razão ∆9-THC/CBD permanece em média constante; e (3) condições climáticas e de cultivo mudam a quantidade de canabinóides, mas não a razão média de ∆9- THC/CBD. Assim, para obter amostras homogêneas e representativas de uma planta, a Senses Biotech sugere que deve-se coletar amostras de diferentes partes de uma mesma planta que totalizem pelo menos 5 gramas (A). Estas amostras devem ser trituradas (B), misturadas e mantidas em embalagem hermeticamente fechada (C) longe de luz e calor até o momento do teste (D, E, F). A análise deve ser realizada em triplicata, isto é, devem ser realizados três testes para uma mesma planta para se verificar, ao final, a média dos resultados. As amostras analisadas devem ser guardadas separadamente para análises comparativas posteriores que permitirão avaliar a evolução do perfil químico no decorrer do tempo. A B C D E FProtocolo de amostragem sugerido pela Senses Biotech. Samy Abud Yoshima Fundador e Diretor say@sensesbiotech.com Lia Assae Esumi Consultora científica lia.esumi@gmail.com /SensesBiotech sageanalytics.com CONTATOS E MAIS INFORMAÇÕES

×