PROJETO INTERDISCIPLINAR1.Tema: Sou do sul2. Identificação2.1 Escola Estadual de Ensino Fundamental “Profª HildaKöetz”Rua:...
2.2 Componentes do grupo:Aiethe Rizzi VizzottoElione Eggers TrindadeElvandir Guedes GuimaraesFátima Elisa da RosaMárcia El...
2.3 Áreas envolvidasLinguagens;Códigos e suas tecnologias;Arte e Educação Física;Ciências Humanas e suas tecnologias;Matem...
3.JUSTIFICATIVA             Diante do contexto da comunidade escolar e dointeresse dos alunos pelo tema, elaboramos um pro...
Artes:Profª Katiúcia Morais4.COMPETÊNCIAS / HABILIDADESa. Competências transversaisLER: Ler e apreciar o texto para atribu...
b.Competências gerais:Refletir sobre as relações entre os recursos das diferentes linguagense os possíveis contextos de in...
1º momento: Pesquisa na internet - Lenda Negrinho do Pastoreio eescolha da versão a ser trabalhada.2º momento: Leitura do ...
Confecções de painéis.5º momento: Apresentação na SEMANA FARROUPILHA Recursos necessários: Livro (lenda), papel pardo, láp...
7.AVALIAÇÃOA avaliação serve, antes de tudo para averiguar se o projeto emandamento está produzindo resultados, quais as n...
CiênciasProfª Márcia Duarte4. Competências /Habilidades-Identificar a origem da erva mate;-Descrever as propriedades quími...
4.1. Competências transversais:- Leituras;-Interpretação;-Reflexão;-Produção Textual;-Palestras;-Oficinas;4. 2. Competênci...
5. 1. Destaque para o que é comum nas áreas e entre as áreas-A erva mate suas propriedades químicas, nutricionais e medici...
6.2. Recursos necessáriosCartolinas, papel colorido, canetas, pincel, folhas de ofício, cola branca,computador, internet, ...
Educação FísicaProfª: Nise Miriam Schmidt Essy5.COMPETÊNCIAS E HABILIDADES:Conhecer características de jogos motores tradi...
Educação Física:Profª Linda4.COMPETENCIAS/ HABILIDADESa.Competências transversais:Ler: Conhecer a letra da música.Escrever...
6.DESENVOLVIMENTO:No decorrer do projeto os alunos deverão demonstrarhabilidades com os movimentos das danças gaúchas. Asc...
GeografiaProfª Andréia Cezar Galina4. COMPETÊNCIAS / HABILIDADESa. Competências transversaisLER: Ler e compreender os sign...
b. Competências gerais Representar e trabalhar de forma associada, para que o espaçogeográfico que o aluno está visualiza...
. Pesquisa na Internet – as três capitais farroupilhas: 1ª capitalfarroupilha – Piratini – criação do município em 15 de ...
8. AVALIAÇÃOA avaliação através da observação do aluno pelo professor, nos leva acimade tudo a perceber a interação ou não...
b.Competências gerais- Refletir a respeito da relação entre o uso do lenço em épocaspassadas e atuais;- Experimentar as di...
Nó Simples ou ChimangoPASSO 1           PASSO 2PASSO 3           PASSO 4
Quatro Cantos, Rapadura ou Maragato     PASSO 1                  PASSO 2     PASSO 3                   PASSO 4
NamoradoPASSO 1        PASSO 2PASSO 3        PASSO 4
Pachola PASSO 1              PASSO 2PASSO 3               PASSO 4            PASSO 5
Bago de Touro
Recursos necessários: livros, papel pardo, tecido TNT, computador,canetinhas.Duração prevista: 4 H/AAplicação: 8ª série7. ...
Língua InglesaElvandir Guedes Guimarãesa.Competências Transversais:Ler: Ler e interpretar textos explorando o conhecimento...
Conceitos EstruturantesLingua Inglesa:Vovocabulário referente ao tópico “chimarrão”;Estudo do modo imperativo;Verbos auxil...
6- Entrega da cópia xerografada das regras em Inglês; 7- Leitura e atividades de interpretação do texto por meio da utiliz...
MATEMÁTICAProfª : AIETHE RIZZI VIZZOTTO OBJETIVO: Compreender a matemática como uma construção humana dentro deum processo...
1.2.Competências Gerais:*Ler e interpretar o texto “Origem do nome carreteiro de charque.*Localizar as informações contida...
Receita de carreteiro de charque:Tempo e preparo: 1 horaIngredientes:             *½ Kg de charque              *½ Kg de a...
Aula2.Utilizar a receita para ver o percentual de cada ingrediente.      Ingredientes               Gramas                ...
MATEMÁTICA     Profª Elione Eggers Trindade     A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL     4) COMPETÊNCIAS/HABILIDADES ...
b.Competências Gerais:    * Refletir sobre a parte da geometria envolvida nesse contexto,como área do triângulo, área do r...
6. DESENVOLVIMENTO: 1º Momento: Pesquisa na internet e na biblioteca sobre abandeira rio-grandense e a bandeira farroupilh...
4º Momento: Confecção da bandeira em TNT   Para o cálculo das medidas da bandeira, adotamos para alargura 120 cm. Dividind...
O BRASÃO RIO-GRANDENSE                             BANDEIRA DO                         ESTADO DO RIO GRANDE               ...
Recursos Necessários:• Régua, tesoura, transferidor, cola quente, esquadros, TNT amarelo,vermelhoe verde.• Duração Previst...
Disciplina de Língua Portuguesa Profª Fátima Elisa da Roza4. COMPETÊNCIAS E HABILIDADESa.Competências Transversais.LER: le...
b.Competências Gerais:Conhecer e refletir sobre as linguagens dos escritores gaúchos.Analisar e interpretar as idéias dos ...
O trabalho de pesquisa tem os seguintes dados:1.Assunto: escritores gaúchos2.O trabalho será individual. Não esqueça seus ...
Eduardo Guimarães, Manuel de Araújo Porto Alegre, Zeferinho deSousa Brasil, Vargas Neto, Álvaro Moreira, Alceu Wamosy, Éri...
2º Leia o tudo o que encontrar e marque ou copie o que considerar mais importante.3º Organize as informações em etapas ou ...
MatemáticaProfª Sali Wanir Antonini4.COMPETÊNCIA/HABILIDADESa. Competências transversais:LER: pesquisar várias receitas de...
b.Competências gerais.•Compreender e pesquisar receitas típicas gaúchas;•Interpretar medidas de massa transformando-as em ...
6. DESENVOLVIMENTO A partir de questionamentos sobre o conhecimento que os alunostêm sobre como surgiu o arroz carreteiro ...
1ª aula:Questionamentos, pesquisa e escolha da receita.Arroz CarreteiroTempo de cozimento: 1 hora* ½ kg de charque*1/2 kg ...
2ª aula:-Criar uma receita para 60 porções;-Resolver cálculos envolvendo medidas de capacidade e demassa;-Realizar transfo...
Registro de fotos (máquina digital). Alunos ouvindo a diferença          Alunos na fila para comer oentre ARROZ           ...
7. AVALIAÇÃODurante o desenvolvimento do projeto pretende-se observar oconhecimento popular dos alunos, o interesse ao rea...
CULMINÂNCIAHasteamento das Bandeiras e execução dos Hinos: Nacional e RioGrandense.Mateada farroupilha – 17/09/2010Exposiç...
Assistem o vídeo: Diferençaentre arroz com charque dearroz com carne(adaptado).Está anexado no ambiente.E o relatório parc...
Trab licoes rio_grande
Trab licoes rio_grande
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trab licoes rio_grande

1.594 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado em forma interdisciplinar - Lições do Rio Grande - 2010.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.594
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
276
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trab licoes rio_grande

  1. 1. PROJETO INTERDISCIPLINAR1.Tema: Sou do sul2. Identificação2.1 Escola Estadual de Ensino Fundamental “Profª HildaKöetz”Rua: Avenida Governador Walter Jobim – 321Cidade: São Pedro do sul – RSTelefone: 3276-2688
  2. 2. 2.2 Componentes do grupo:Aiethe Rizzi VizzottoElione Eggers TrindadeElvandir Guedes GuimaraesFátima Elisa da RosaMárcia Elenir Vicente DuarteSônia Maria EssyAndrea Cezar Galina Katiucia Pereira Moraes Linda Rosane Caldeira da SilvaNise Miriam Schmid EssySali Wanir Antonini
  3. 3. 2.3 Áreas envolvidasLinguagens;Códigos e suas tecnologias;Arte e Educação Física;Ciências Humanas e suas tecnologias;Matemática e suas tecnologias.2.4 Níveis de ensinoEnsino fundamental – séries finaisEJA – Etapa 4
  4. 4. 3.JUSTIFICATIVA Diante do contexto da comunidade escolar e dointeresse dos alunos pelo tema, elaboramos um projetointerdisciplinar, dando continuidade ao tema elencado pelaEscola no “Projeto Deputado por um dia” da AssembléiaLegislativa do Estado que busca, preservar os bons costumesdo passado, sem conflitar com o progresso, através docultuar, vivenciar e preservar a cultura do povo gaúcho. Lançamento do projeto: Palestra com o tradicionalista José Cândido Leal, patrão do CTG – Centro de Tradições Gaúchas – Itaquatiá- São Pedro do Sul,RS, dia 16/08/2010.
  5. 5. Artes:Profª Katiúcia Morais4.COMPETÊNCIAS / HABILIDADESa. Competências transversaisLER: Ler e apreciar o texto para atribuir sentido à cena teatral,criando interpretações a partir da obra e dos elementos dalinguagem teatral nela utilizadas para que em um segundomomento ocorra a memorização.ESCREVER: Com a efetiva participação dos alunos, discutindoopiniões de maneira construtiva.Criar o roteiro para as cenas a partir da leitura do textotransformando-o em peça teatral.RESOLVER PROBLEMAS: Experimentação e busca de soluçõespara problemas na criação teatral pesquisar e refletir criticamentesobre a peça.
  6. 6. b.Competências gerais:Refletir sobre as relações entre os recursos das diferentes linguagense os possíveis contextos de interação.Experimentar modos de criação, no âmbito das línguas, dasmanifestações artísticas e da cultura corporal de movimentos.Compreender as linguagens e suas manifestações como fontes deconservação e mudança, legitimação e questionamento de acordos econdutas sócias. 6. DESENVOLVIMENTO:Série: 8ªA LENDA DO NEGRINHO DO PASTOREIOAdaptado de João Simões Lopes NetoEsta é a mais popular das lendas gaúchas, considerada a única genuinamente rio-grandense.Existem versões na Argentina e no Uruguai.A versão mais antiga da lenda é a de Apolinário Porto Alegre, O crioulo do Pastoreio, publicada em 1875.
  7. 7. 1º momento: Pesquisa na internet - Lenda Negrinho do Pastoreio eescolha da versão a ser trabalhada.2º momento: Leitura do texto – criação do roteiro para cenas3º momento: Elaboração de cenas, personagens e elementosinerentes à cena teatral, figurino, cenário- painel (desenho – fundo)a partir de idéias e ações sugeridas pelo grupo ou professor.4º momento: É o momento dos ENSAIOS e confecção dos painéis.
  8. 8. Confecções de painéis.5º momento: Apresentação na SEMANA FARROUPILHA Recursos necessários: Livro (lenda), papel pardo, lápis 6b, giz decera, carvão( painel do cenário), relho, vela, fumoCD (música –Roberto Carlos), roupas(figurino), computador( sala digital)Duração prevista: 8 H/A
  9. 9. 7.AVALIAÇÃOA avaliação serve, antes de tudo para averiguar se o projeto emandamento está produzindo resultados, quais as nova novasperspectivas de continuidade. A observação do professor e a auto-observação do aluno sãoessenciais para o aprofundamento do trabalho, nesse nestesentido será feito um diário de anotações descrevendo o processoindividual e coletivo, é o momento de reflexão e análise ondeserão observados critérios como comprometimento,responsabilidade, organização.8.REFERÊNCIAS Referencial curricular – Lições do Rio Grande – volume II Fagundes, Antonio Augusto. Mitos e Lendas do Rio Grande doSul. Porto Alegre: Martins Livreiro, 2000. 7ª ed.Lendas do Sul. Simões Lopes Neto. Acesso na internet em: 3 deago. 2010
  10. 10. CiênciasProfª Márcia Duarte4. Competências /Habilidades-Identificar a origem da erva mate;-Descrever as propriedades químicas da erva mate;-Identificar as propriedades medicinais da erva mate;-Realizar a taxonomia da erva mate;-Investigar como surgiu o costume de tomar mate no sul do Brasil;-Pesquisar desde quando a erva mate é a árvore símbolo do RioGrande do Sul.-Pesquisar em artigos de jornais e na internet fazer a produçãoTextual; -Identificar a taxonomia da planta bem como suas propriedadesquímicas ; -Analisar a fisiologia da planta erva mate, e representar atravésde desenhos;
  11. 11. 4.1. Competências transversais:- Leituras;-Interpretação;-Reflexão;-Produção Textual;-Palestras;-Oficinas;4. 2. Competências gerais vinculadas aos três eixos:Vida e ambienteSer humano e saúdeTecnologia e sociedade5. Conceitos Estruturais e Conteúdos Relacionados- Ervas medicinais: bebida de efeito digestivo, diurético,estimulante etc.-Fisiologia da planta erva mate: pequeno arbusto-Taxonomia: nome científico da erva mate-Cultura e tradição do mate: hábitos de tomar o mate ou chimarrão,bebida de gosto amargo e temperatura elevada;
  12. 12. 5. 1. Destaque para o que é comum nas áreas e entre as áreas-A erva mate suas propriedades químicas, nutricionais e medicinais(Ciências)-A historia cultural do povo do Rio Grande do Sul (Historia);-Os hábitos e costumes da região Sul do Brasil (Geografia);-Representação da cuia do mate, bomba e demais materiais usados nopreparo do mate nas cores, linhas, formas e volumes (Artística);-O custo da erva mate, a produção, a comercialização gerandorecursos para a economia do Rio Grande do Sul (Matemática).6. Desenvolvimento6.1. Descrição da situação de aprendizagem-Pesquisas em sites na sala digital;-Pesquisas em jornais, revista, livros;- Produção de cartazes para apresentação para o grande grupo;-Leitura e Interpretação de textos para a produção de pesquisas;- Observação de exemplares da planta erva mate;-Apresentação da oficina: Como preparar o mate ou chimarrão.-Culminância do projeto: Mateada na escola;
  13. 13. 6.2. Recursos necessáriosCartolinas, papel colorido, canetas, pincel, folhas de ofício, cola branca,computador, internet, cópias, impressora, pacotes de erva-mate, bomba dechimarrão, cuia, térmica, palestras ,rádio escola;6.3. Duração prevista: 10 horas aulas; Mês : Agosto Setembro Atividades : 06 047. REFERÊNCIASJOLY, Aylthon Brandão – Introdução a Taxonomia vegetal –Botânica;Ed:Universidade de São Paulo.1996Referencial Curricular – Lições do Rio Grande – Ciências da natureza e suastecnologias/Secretaria de Estado da Educação- Porto Alegre.2009Site:http://pt.wkipedia.org8. AVALIAÇÃOAvaliação será continua considerando o desempenho dos alunos nasatividades propostas, trabalhos de grupo, pesquisas, maquetes e oficina.
  14. 14. Educação FísicaProfª: Nise Miriam Schmidt Essy5.COMPETÊNCIAS E HABILIDADES:Conhecer características de jogos motores tradicionais da região que o aluno vive.Incentivar a cultura desses jogos.Trazer os pais e avós para dentro da escola através de suas brincadeiras.6.DESENVOLVIMENTO:Os alunos deverão pesquisar junto a seus pais e avós quais os jogos e brincadeirasque realizavam no seu tempo de criança e aplicar em aula com os colegas.No caso de ser necessária a confecção de materiais será realizado com auxílio dadisciplina de Educação Artística.6.1.Duração prevista:Aulas de educação física do mês de agosto.7.AVALIAÇÃO:Será considerado satisfatório se houver o envolvimento de todos os alunos de formaque demonstre curiosidade na busca, interesse na participação, prazer em praticar.8.REFERÊNCIAS:Referencial curricular: Lições do rio Grande. PCN
  15. 15. Educação Física:Profª Linda4.COMPETENCIAS/ HABILIDADESa.Competências transversais:Ler: Conhecer a letra da música.Escrever: Destacar o que a música quer nos mostrar, a mensagemque quer passar. Reconhecer alguns movimentos das dançasgaúchas que são marcadas pela influência das culturas espanhola,portuguesa e francesa.Resolver: Criar coreografia que passe as mensagens encontradasna música, expressando a legítima alma gauchesca, através demovimentos de sapateado fortes e volteios.b.Competências gerais:Representação dos movimentos mostrando o espírito de fidalguiae de respeito à mulher, que sempre caracterizou o campesino.Mostrando através de expressão corporal o seu amor por sua terra;buscando, compreendendo e contextualizando as influências dasdanças gaúchas.
  16. 16. 6.DESENVOLVIMENTO:No decorrer do projeto os alunos deverão demonstrarhabilidades com os movimentos das danças gaúchas. Ascoreografias serão passadas passo a passo para que osalunos entendam a mensagem da música viajando com a suaimaginação.6.1.Duração prevista:Semana farroupilha de 2010.7.AVALIAÇÃO:Será observado o interesse e a participação dos alunos nadança, bem como seus movimentos.8.REFERÊNCIAS:Referencial curricular: Lições do rio Grande. PCN
  17. 17. GeografiaProfª Andréia Cezar Galina4. COMPETÊNCIAS / HABILIDADESa. Competências transversaisLER: Ler e compreender os signos que estão compondo o espaço,observando e atribuindo significados aos componentes do espaçoque estão sendo representados no mapa, para que haja, após aobservação, o entendimento e a compreensão do espaço alirepresentado.ESCREVER: Com os alunos realizar a confecção de textos, na qual osalunos vão desenvolver a sua capacidade de produzir textoscontextualizados no tempo e no espaço.RESOLVER PROBLEMAS: Reflexão e busca de alternativas paracriação de um mapa do Estado do Rio Grande do Sul em tamanhogrande, no qual os alunos possam observar o espaço geográfico eos elementos apresentados por ele.
  18. 18. b. Competências gerais Representar e trabalhar de forma associada, para que o espaçogeográfico que o aluno está visualizando seja entendido commaior facilidade. Utilizar procedimentos de pesquisa, os quais possibilitem acompreensão do espaço, da paisagem, identificando suasrelações, problemas e contradições.Construir o conhecimento do aluno através de mecanismos quelevem os alunos a transformar informações em conhecimentos.6. DESENVOLVIMENTO  7ª Série MAPA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SULConfecção de um mapa, no qual serão localizadas as capitaisfarroupilhas.
  19. 19. . Pesquisa na Internet – as três capitais farroupilhas: 1ª capitalfarroupilha – Piratini – criação do município em 15 de dezembrode 1830; 2ª capital farroupilha – Caçapava do Sul – criação domunicípio em 25 de outubro de 1831 e 3ª capital farroupilha –Alegrete – criação do município em 25 de outubro de 1831. Após a elaboração do mapa e da pesquisa sobre as capitaisfarroupilhas, faz-se a localização das mesmas no mapa elaborado. Exposição do mapa, em um mural, para que os demais colegaspossam visualizá-lo.Recursos necessários: cartolina, lápis 2b, cola, lápis de cor, tesoura,computador (sala digital).Duração prevista: 6 h/a7. REFERÊNCIASReferencial Curricular – Lições do Rio Grande – Ciências Humanase suas Tecnologias.www.turismo.rs.gov.brwww.brasilchannel.com.br
  20. 20. 8. AVALIAÇÃOA avaliação através da observação do aluno pelo professor, nos leva acimade tudo a perceber a interação ou não do aluno com o projeto em desenvolvimentoe a possível continuidade do mesmo.Através da observação podemos trabalhar de maneiras diferenciadas, adequando aatividade realizada com a realidade do nosso aluno, sem deixar de lado o propósito do aprendizado do nosso aluno.Avaliando o aluno temos a condição de perceber o seu comprometimentona realização de atividades, sua responsabilidade, interesse, organização ecapacidade e desenvolvimento de realizar tarefas em grupo.HistóriaProfº Sonia Maria Essy4. COMPETÊNCIAS/HABILIDADESa.Competências transversaisLER: ler e apreciar o texto para que o aluno descubra o sentido do uso do lençopelos gaúchos.ESCREVER: com efetiva participação dos alunos e troca de ideias, descobrirdiferentes maneiras de se usar o lenço.RESOLVER PROBLEMAS: Experimentar e descobrir as diferentes formas de se ataros nós nos lenços gaúchos.
  21. 21. b.Competências gerais- Refletir a respeito da relação entre o uso do lenço em épocaspassadas e atuais;- Experimentar as diferentes formas de uso do lenço gaúcho-Compreender os reais significados das cores e dos diferentes tipos denós utilizados pelos gaúchos 6. DESENVOLVIMENTO 1º momento: Pesquisa na internet sobre os Farrapos e o uso doslenços 2º momento: Leitura do texto 3º momento: aprendizado sobre como fazer os diferentes tipos denós nos lenços gaúchos, representando-os em forma de miniatura emum painel, atribuindo o verdadeiro significado das cores dos mesmos 4º momento: Expor o painel construído pelos alunos na escola
  22. 22. Nó Simples ou ChimangoPASSO 1 PASSO 2PASSO 3 PASSO 4
  23. 23. Quatro Cantos, Rapadura ou Maragato PASSO 1 PASSO 2 PASSO 3 PASSO 4
  24. 24. NamoradoPASSO 1 PASSO 2PASSO 3 PASSO 4
  25. 25. Pachola PASSO 1 PASSO 2PASSO 3 PASSO 4 PASSO 5
  26. 26. Bago de Touro
  27. 27. Recursos necessários: livros, papel pardo, tecido TNT, computador,canetinhas.Duração prevista: 4 H/AAplicação: 8ª série7. AVALIAÇÃO A avaliação serve para verificar se o projeto em curso estáproduzindo resultados e quais as perspectivas de continuidade. A observação do professor e a auto-observação do aluno sãoessenciais para o aprofundamento do trabalho , nesse sentido serãofeitas anotações descrevendo o processo individual e coletivo. Seráobservado comprometimento, responsabilidade e organização.8. REFERÊNCIASVICENTINO, Cláudio. HistóriaREIS, Anderson Roberti dos; MOTOOKA, Débora Yumi. HistóriaDIAGRAMA de nós de lenços. Disponível em:<http://www.paginadogaucho.com.br/indu/no2.htm>. Acesso em:10 ago. 2010.
  28. 28. Língua InglesaElvandir Guedes Guimarãesa.Competências Transversais:Ler: Ler e interpretar textos explorando o conhecimento prévio do aluno sobre oassunto, bem como as estratégias de leitura.Escrever: Produzir em Língua Inglesa e em Língua Materna um roteiro daapresentação das regras do chimarrão no encerramento do projeto.Resolver problemas: ser capaz de utilizar os conhecimentos adquiridos em futurasleituras e produções textuais.4.COMPETÊNCIAS/HABILIDADES•Desenvolver a habilidade de pesquisa na internet;•Utilizar a comunicação oral em Língua Materna por meio da apresentação emgrupo das informações obtidas sobre as regras do chimarrão;•Ler e interpretar textos e frases em Língua Inglesa sobre as regras do chimarrão;•Oportunizar a prática oral através da apresentação das regras do Chimarrão emPortuguês e em Inglês.
  29. 29. Conceitos EstruturantesLingua Inglesa:Vovocabulário referente ao tópico “chimarrão”;Estudo do modo imperativo;Verbos auxiliares Can, could e may;Prática oral em Língua Inglesa.5.DESENVOLVIMENTO1- Divisão da turma em grupos de três componentes;2- Pesquisa na sala digital sobre as “Regras do chimarrão” nos sitesindicados ou em outros sites que os alunos acharem interessantes;3- Cada grupo, por meio de sorteio, explicará uma das dez regras dochimarrão em Língua Materna com base nas anotações feitas;4- No datashow, visualização das regras e explicação por parte dosalunos;5- Levantamento do vocabulário referente a chimarrão por meio daanálise de imagens;
  30. 30. 6- Entrega da cópia xerografada das regras em Inglês; 7- Leitura e atividades de interpretação do texto por meio da utilização de estratégias de leitura; 8- Correção das atividades; 9- Estudo do modo imperativo em Inglês; 10- Exercícios sobre o tópico estudado; 11- Tarefa final: “Roda de Chimarrão”. Apresentação das regras do chimarrão em Inglês pelos integrantes da Roda de Chimarrão no dia da culminância do projeto e tradução humorística simultânea feita por dois alunos. REFERÊNCIAS: www.chimarrao.com/ http://www.culturagaucha.com.br/ http://www.paginadogaucho.com.br/chim/ http://rodadechimarrao-mauro.blogspot.com/2010/07/brecho-naftlina.html www.slideshare.net/.../os-dez-mandamentos-do-chimarro - EstadosUnidos
  31. 31. MATEMÁTICAProfª : AIETHE RIZZI VIZZOTTO OBJETIVO: Compreender a matemática como uma construção humana dentro deum processo histórica relacionado ás condições sociais, políticas eeconômicas de uma determinada época.4.COMPETÊNCIAS E HABILIDADES*LER: Ler a história do porque o nome “Carreteiro de Charque” comidagaúcha e após o entendimento, será feito um debate questionando ointeresse e as causas da revolução farroupilha.*ESCREVER:Com a participação dos alunos será realizada uma pesquisa de comofazer o carreteiro de charque.Utilizando-se da matemática para aporcentagem dos ingredientes.*RESOLVER PROBLEMAS: Após a pesquisa a elaboração da receita,os alunos irão calcular o quanto de ingrediente foi necessário para fazero carreteiro.
  32. 32. 1.2.Competências Gerais:*Ler e interpretar o texto “Origem do nome carreteiro de charque.*Localizar as informações contida no texto.*Criar registros pessoais para comunicar informações coletadas nainformática.*Perceber a matemática dentro de um contexto social e cultural.*Representar a receita em forma de porcentagem.1.3.Conteúdos Disciplinares:*Leitura;*Representação de porcentagem na forma de receita;*Calculo de percentual dos ingredientes5.DESENVOLVIMENTO: 8ª SÉRIE Aula 1.Pesquisa na sala digital : Porque a origem do arroz carreteiro e suareceita.
  33. 33. Receita de carreteiro de charque:Tempo e preparo: 1 horaIngredientes: *½ Kg de charque *½ Kg de arroz *250g de cebola * 50g de alho *200g de azeite *45g de sal *5g de pimentaModo de preparar:Colocar o charque de molho por 5 horas na água. Picar o charque emguisado médio e colocar na panela para fritar. Esmagar o alho e picarjuntamente com a cebola e a pimenta. Quando o charque estiver bemdourado, colocar a cebola e o alho picados para fritarem. Juntar oarroz e deixá-lo fritando um pouco. Colocar água fervendo e deixarcozinhar por 20 minutos.
  34. 34. Aula2.Utilizar a receita para ver o percentual de cada ingrediente. Ingredientes Gramas % Sal 45 Azeite 150 Arroz 550 Charque 500 Azeite 250 Pimenta 5 Total 1500 100%Após o cálculo de percentual dos ingredientes, será elaborada a receita na cozinha da escola,ondeos alunos irão apreciar uma das comidas típicas do nosso Rio Grande do Sul.Recursos didáticos:Sala de informática, caderno, lápis , cozinha da escola, quadro negro e giz.6.AVALIAÇÃO:A avaliação será feita no decorrer das atividades propostas, pois avaliar é um processocontínuo.7.REFERÊNCIAS:Referencial curricular – Lições do Rio GrandeSite: www.sic.org.br/charque.asp
  35. 35. MATEMÁTICA Profª Elione Eggers Trindade A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 4) COMPETÊNCIAS/HABILIDADES a.Competências Transversais: LER: Investigação e Compreensão Ler e interpretar textos referentes ao estudo da bandeira rio-grandense,usando para isso a biblioteca e a sala digital para pesquisa na internet. Avaliar osconteúdos e os elementos matemáticos envolvidos no contexto, como medidas decomprimento, área e perímetro. ESCREVER: Representação e Comunicação Com a participação efetiva de cada aluno ou com a turma dividida em grupos,discutir os tipos de figuras geométricas que se deve estudar para chegar aoobjetivo desejado. Como confeccioná-la e que medidas usar para chegar àproporção adequada. RESOLVER PROBLEMAS: Contextualização sócio cultural Para resolver problemas precisamos aprofundar nossos conhecimentos emrelação ao assunto que iremos desenvolver, isto é, saber primeiro a teoria. Para isso precisamos estudar medidas de comprimento, transformação deunidades, perímetro e área de figuras planas, como quadriláteros, triângulos eretângulos. Discutir estratégias a serem utilizadas.
  36. 36. b.Competências Gerais: * Refletir sobre a parte da geometria envolvida nesse contexto,como área do triângulo, área do retângulo, assim lo, assim assimcomo o perímetro dessas figuras e como aplicá-la corretamente. * Usar régua, transferidor, cola quente, tesoura, esquadros, TNTamarelo, vermelho e verde. * usar operações como divisão de um número inteiro por umdecimal, subtração de decimais e arredondamento de númerosdecimais, para calcular as dimensões da bandeira. * Observar que unindo dois triângulos retângulos, obtemos umretângulo, e que o retângulo possui quatro ângulos retos (90°). *e que o triângulo retângulo possui um ângulo reto e os outrossão ângulos agudos. Isso ocorre porque a soma dos ângulosomados internos de um triângulo mede 180°, e a soma dos ângulosinternos de um retângulo medem 360°. Isso aconte 360º. Issoacontece com todos os quadriláteros. *E é por esse motivo que aárea do triângulo retângulo é a metade da are a metade da área doretângulo.
  37. 37. 6. DESENVOLVIMENTO: 1º Momento: Pesquisa na internet e na biblioteca sobre abandeira rio-grandense e a bandeira farroupilha e escolher aversão a ser trabalhada. 2º Momento: Leitura do texto, diagnosticar a parte da geometriaque será envolvida como o estudo da área do triângulo, doretângulo e o perímetro, e ainda estudar medidas decomprimento. 3º Momento: Elaborar a bandeira. Estimar uma largura e fazeros para determinar o valor do módulo, para depois multiplicarpor 200, para obter o valor do comprimento. Seguindo as normasoficiais do decreto estadual nº 5.213 do dia 05 de janeiro de1966. Elaborar a bandeira.
  38. 38. 4º Momento: Confecção da bandeira em TNT Para o cálculo das medidas da bandeira, adotamos para alargura 120 cm. Dividindo essa medida por 140= 0, 857arredondamos para 0,86 cm esse é o valor do módulo ( é o valorbase para todos os cálculos). O comprimento deverá ter 200 vezes esta medida, então 0,86 x200=172 cm. O lado menor do triângulo retângulo deve medir deverá medir70 módulos, então 0,86 x 70=60,2 cm. Com isso chegamos à conclusão de que o menor lado doquadrilátero deve medir 120 – 60,2= 59,8 cm e que a maiormedida do triângulo retângulo deve ser 172 – 59,2 =112,2 cm. Para a medida vertical da elipse que devem ser 70 módulosfizemos 70 x 0,86=60,2 cm ou seja é a mesma medida do ladomenor do triângulo retângulo. A medida horizontal dessa elipse deve ser de 60 vezes o módulo,então 60 x 0,86= 51,6 cm.
  39. 39. O BRASÃO RIO-GRANDENSE BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
  40. 40. Recursos Necessários:• Régua, tesoura, transferidor, cola quente, esquadros, TNT amarelo,vermelhoe verde.• Duração Prevista: 6h/a7) AVALIAÇÃO A avaliação serve para diagnosticar o interesse e a habilidade dos alunos ou dogrupo de alunos pelo assunto proposto e ao mesmo tempo valorizar o trabalho emequipe. E, além disso, fazer uma análise do que foi trabalhado para esse fim, e o queeles entenderam, ou seja, se houve uma correspondência ao que estava sendoalmejado pelo professor. A expectativa é que essa intercomunicação seja realizadacom sucesso levando em conta o desenvolvimento psíquico e intelectual do aluno e oque ele já sabe a respeito do assunto. A avaliação serve para que alunos e professoressejam avaliados reciprocamente, e se houve o aprendizado. 8) REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA - lei estadual 5.213 de 05 de janeiro de 1966 -MTG/RS – movimento tradicionalista gaúcho - HTTP://www.mtg.org.br/bandeiras.html -Revista Agrinho -Referencial Curricular para as escolas estaduais
  41. 41. Disciplina de Língua Portuguesa Profª Fátima Elisa da Roza4. COMPETÊNCIAS E HABILIDADESa.Competências Transversais.LER: ler textos de gêneros variados do contexto do aluno, verbais enão-verbais de modo a reagir diante deles e com atitude crítica paraproduzir outros, resolver problemas e socializar essas produções,conhecendo cultura do Rio Grande do Sul através dos seus melhoresmestres escritores.ESCREVER: produzir textos de modo seguro e autoral, não apenas emsituações cotidianas da esfera escolar, mas de atuação social comconhecimento do assunto e da biografia dos escritores gaúchos. Alémde exercitar a oralidade.RESOLVER PROBLEMAS: manter diálogos e argumentar comsociabilização sobre a cultura do Rio Grande do Sul, participar demomentos cívicos cantando o Hino com sabedoria e conhecimento dastradições, manifestada nos ensinamentos, afim de interagir no seucontexto.
  42. 42. b.Competências Gerais:Conhecer e refletir sobre as linguagens dos escritores gaúchos.Analisar e interpretar as idéias dos grandes autores do Rio Grande doSul.Utilizar os conhecimentos para apreciar, diferençar e apreciar asmanifestações culturais do nosso Estado.Articular, quando necessário, o uso da apropriação do conhecimentopara a contextualização do saber.Preservar a cultura do Rio Grande do Sul.6. DESENVOLVIMENTO: TRABALHO D E PES QU I S AAplicação : 5ª séries - 2010Leia as instruções atentamente.OBJETIVO: este trabalho tem por objetivo aumentar o conhecimentosobre a literatura sul-riograndense, identificando autores e obras.
  43. 43. O trabalho de pesquisa tem os seguintes dados:1.Assunto: escritores gaúchos2.O trabalho será individual. Não esqueça seus dados deidentificação.3.Deverá ser entregue no dia 15 de setembro para a professora.4.Poderá ser entregue feito à mão ou digitado.5.O quê: Da lista abaixo de escritores escolha dois nomes,busque as informações biográficas ( nome, onde nasceu, quando,cidade, cursou universidade, exerceu sua profissão, seu primeirotexto ou livro publicado, escreve para crianças, viveu noexterior,entre outros dados significativos, principais obras,informações de seu trabalho a nível nacional e mundial); apóscopie um trecho ou texto da obra dos autores que vocêdescreveu. Talvez você precise consultar mais de um livro.
  44. 44. Eduardo Guimarães, Manuel de Araújo Porto Alegre, Zeferinho deSousa Brasil, Vargas Neto, Álvaro Moreira, Alceu Wamosy, ÉricoVeríssimo, Darci Azambuja, Viana Moog, João Simões Lopes Neto,Moacir Scliar, Maria Dinorah, Antonio Holfelt, Luís FernandoVeríssimo. “ Conhecer é dádiva, buscar novas informações é privilégio, terinteresse é crescer.” (FER) Como fazer uma pesquisa? Para pesquisar um assunto é preciso organizar as informaçõesde forma objetiva e séria. Não se deve copiar tudo sem critério, utilizeo seu conhecimento sobre resumo, e retire as informações essenciais.Use essas dicas:1º Pesquise o assunto em livros, enciclopédias, jornais, revistas,internet, etc.
  45. 45. 2º Leia o tudo o que encontrar e marque ou copie o que considerar mais importante.3º Organize as informações em etapas ou tópicos.Ex.: quem é? Onde nasceu? O que faz? Para quais jornais escreveu? Que mais elefez ou faz, além de escrever? Ganhou algum prêmio?4º Produza um texto informativo.5º Na elaboração do trabalho a ser entregue, lembre-se de incluir. A . Dados de identificação do trabalho e do aluno. B. Uma conclusão: sua opinião pessoal sobre tudo o que pesquisou. C. Dados bibliográficos: onde pesquisou.6º Produto final: os trabalhos serão expostos na escola como forma de divulgaçãodos escritores gaúchos.7. AVALIAÇÃOA avaliação servirá para sinalizar ao aluno, ao professor e à comunidade o que estásendo valorizado, o que está sendo alcançado e o que é preciso melhorar.8. REFERÊNCIASReferencial Curricular – Lições do Rio Grande, volume IBiblioteca da Escola, contando com o apoio da Bibliotecária, profª Cecília.Laboratório da Escola com pesquisa a sites especializados.
  46. 46. MatemáticaProfª Sali Wanir Antonini4.COMPETÊNCIA/HABILIDADESa. Competências transversais:LER: pesquisar várias receitas de arroz carreteiro na sala digital.ESCREVER: em grande grupo fazer questionamentos sobre o “ArrozCarreteiro”, após dirigir para a sala digital, realizar pesquisa em sitessobre a orientação da professora. Escrever as receitas no caderno.RESOLVER PROBLEMAS: diante do material pesquisado, utilizar oconhecimento matemático como apoio para fazer uma receita típicagaúcha, “arroz carreteiro com charque”, utilizando as medidas demassa, capacidade, cálculo envolvendo proporção para aumentar areceita, bem como utilizar sistema Monetário Brasileiro para terconhecimento do custo. Construir os dados em uma tabela.
  47. 47. b.Competências gerais.•Compreender e pesquisar receitas típicas gaúchas;•Interpretar medidas de massa transformando-as em gramas,quilogramas;•Interpretar medidas de capacidade transformando-as em litros;•Interpretar dados transformando-os em proporção;•Diferenciar o arroz com charque de arroz com carne (adaptado);•Aplicar o Sistema Monetário Brasileiro.•Compreender a cultura e suas manifestações como fontes deconservação e mudança, legitimação e questionamento de acordos econdutas sócias.Conteúdos: Medidas de massa, medidas decapacidade, proporção, tabela, Sistema Monetário Brasileiro.
  48. 48. 6. DESENVOLVIMENTO A partir de questionamentos sobre o conhecimento que os alunostêm sobre como surgiu o arroz carreteiro com charque, bem comoreceitas, anotar todas;-em um consenso atribuir como receita padrão apenas uma;-pesquisar na sala digital receitas sobre arroz carreteiro comcharque;-em um consenso atribuir apenas uma;-destas duas receitas escolhidas; escolher apenas uma para ser feitana cozinha da escola.-registrar através de fotos e vídeos todo processo bem como otempo de cozimento do mesmo;-desenvolver atividades envolvendo medidas de massa, capacidadee Sistema Monetário Brasileiro.Recursos: sala digital, máquina digital, arroz, charque, programaMovie Maker, panelas, fogão e materiais de uso diário.Duração: 6 aulasEJA: etapa 4
  49. 49. 1ª aula:Questionamentos, pesquisa e escolha da receita.Arroz CarreteiroTempo de cozimento: 1 hora* ½ kg de charque*1/2 kg de arroz*1 cebola*6 xícaras de águaModo de prepararCom o charque já picado deixar 12 horas de molho na geladeira,trocar a água 3 vezes. Geralmente o charque é gordo, nesse casonão precisa colocar gordura, ou se acrescenta se quiser. Picar acebola bem miúda. Quando o charque estiver bem dourado, colocara cebola para fritar. Colocar o arroz e deixar fritar um pouco.Colocar água fervendo, cozinhar em fogo baixo.
  50. 50. 2ª aula:-Criar uma receita para 60 porções;-Resolver cálculos envolvendo medidas de capacidade e demassa;-Realizar transformação de medidas de massa e de capacidade;-Aplicar problemas envolvendo Sistema Monetário Brasileiro;-Aplicar proporção na realização dos cálculos:-Criar uma tabela com os respectivos valores e quantidade deingredientes para a receita.3ª aula:Realização do carreteiro com charque na cozinha da escola.Elaboração de um vídeo com explicação da vice-diretora sobre adiferença entre arroz com charque e arroz com carne(adaptado).
  51. 51. Registro de fotos (máquina digital). Alunos ouvindo a diferença Alunos na fila para comer oentre ARROZ carreteiro.com CHARQUE de ARROZcom CARNE (adaptado).
  52. 52. 7. AVALIAÇÃODurante o desenvolvimento do projeto pretende-se observar oconhecimento popular dos alunos, o interesse ao realizar asatividades, a pesquisa, o entusiasmo ao fazer o carreteiro, bem comona realização dos cálculos matemáticos.8. REFERENCIASFREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários àprática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1997.Rio Grande do Sul, Secretaria do Estado da Educação. DepartamentoPedagógico. Referenciais Curriculares do Estado do Rio Grandedo Sul: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias / Secretaria deEstado da Educação. Porto Alegre: SE/DP, 2009._______, Referenciais Curriculares do Estado do Rio Grande doSul: Matemática e suas Tecnologias / Secretaria de Estado daEducação. Porto Alegre: SE/DP, 2009.http://www.ctgfogodechao.com.br/carreteiro06.htmhttp://www.paginadogaucho.com.br/culi/pp-ac.htm- 13/03/2004
  53. 53. CULMINÂNCIAHasteamento das Bandeiras e execução dos Hinos: Nacional e RioGrandense.Mateada farroupilha – 17/09/2010Exposições: painéisTeatro: Lenda Negrinho do Pastoreio.Apresentação: grupo de dança da Escola Hilda KoetzDeclamação: alunosBrincadeiras: brinquedos folclóricosRoda de chimarrão: apresentação das regras em Inglês e traduçãosimultânea humorísticas.Participação da rádio escola: divulgando os trabalhos, e músicasgaúchas intercaladas aos trabalhos.Apresentação da coreografia: música Eu Sou do SulIntegração com toda comunidade: danças tradicionaisgaúchas(baile) e mateada.
  54. 54. Assistem o vídeo: Diferençaentre arroz com charque dearroz com carne(adaptado).Está anexado no ambiente.E o relatório parcial.

×