Somefeixes

314 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Somefeixes

  1. 1. Qualquer corpo que vibra produz um som: é uma fonte sonora. Os nossos ouvidos são receptores do som. O Som propaga-se por ondas, desde a fonte até aos nossos ouvidos, através de um meio material. CRISTAS Nas ondas transversais, as vibrações ocorrem perpendicularmente à direcção de propagação. vs Nas ondas longitudinais, as vibrações têm direcção igual à direcção de propagação. VENTRES As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões e expansões alternadas das partículas que constituem o meio onde o som se propaga. As ondas são caracterizadas por: • Comprimento de onda (λ): distância mínima entre duas partículas na mesma fase de vibração; • Frequência (f): número de vibrações de uma partícula por segundo; • Período (T): tempo necessário para qualquer partícula efectuar uma vibração completa; • Amplitude (A): afastamento máximo em relação à posição de equilíbrio. Propriedades do som: • O timbre permite distinguir o mesmo som produzido por fontes sonoras diferentes. • A altura permite distinguir sons com frequências diferentes. Sons altos  sons agudos  f grande Vsom (sólidos) > Vsom (líquidos) > Vsom (gases) Sons baixos  sons graves  f pequena • A intensidade permite distinguir sons com amplitudes diferentes. Sons muito intensos sons fortes  A grande Reflexão  sup. Lisas » ECO Sons pouco intensos  sons fracos  A pequena Absorção  sup. Rugosas Os sons podem ser classificados em: Refracção INFRA-SONS SONS AUDÍVEIS ULTRA-SONS f < 20 Hz 20 Hz < f < 20 000 Hz f > 20 000 Hz O nível sonoro é uma grandeza que permite saber se um som é forte ou fraco. Limiar de Audição Mede-se com um sonómetro e a sua unidade habitual é o dB, a décima parte do bel, B. Limiar de Dor FONTE DE LUZ DETECTOR RECEPTOR DE LUZ DE LUZ > A  > intensidade > f  + energia (+ azul e - vermelha) 4x 1014 Hz » Luz Visível » 8x 1014 Hz VAAVAAV Raio luminoso  direcção de propagação da luz Feixes: divergentes, convergentes, paralelos. Convexo = Divergente | Côncavo = ConvergenteMudanças de direcção na refracção da luz:Se a luz passa para um meio onde se propaga + rápido » afasta-se da normal | + devagar » aproxima-se da normalReflexão total qd a luz incide numa sup. Em q o meio onde se prop. é + rápido e toda se reflete.
  2. 2. Qualquer corpo que vibra produz um som: é uma fonte sonora. Os nossos ouvidos são receptores do som. O Som propaga-se por ondas, desde a fonte até aos nossos ouvidos, através de um meio material. CRISTAS Nas ondas transversais, as vibrações ocorrem perpendicularmente à direcção de propagação. vs Nas ondas longitudinais, as vibrações têm direcção igual à direcção de propagação. VENTRES As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões e expansões alternadas das partículas que constituem o meio onde o som se propaga. As ondas são caracterizadas por: • Comprimento de onda (λ): distância mínima entre duas partículas na mesma fase de vibração; • Frequência (f): número de vibrações de uma partícula por segundo; • Período (T): tempo necessário para qualquer partícula efectuar uma vibração completa; • Amplitude (A): afastamento máximo em relação à posição de equilíbrio. Propriedades do som: • O timbre permite distinguir o mesmo som produzido por fontes sonoras diferentes. • A altura permite distinguir sons com frequências diferentes. Sons altos  sons agudos  f grande Vsom (sólidos) > Vsom (líquidos) > Vsom (gases) Sons baixos  sons graves  f pequena • A intensidade permite distinguir sons com amplitudes diferentes. Sons muito intensos sons fortes  A grande Reflexão  sup. Lisas » ECO Sons pouco intensos  sons fracos  A pequena Absorção  sup. Rugosas Os sons podem ser classificados em: Refracção INFRA-SONS SONS AUDÍVEIS ULTRA-SONS f < 20 Hz 20 Hz < f < 20 000 Hz f > 20 000 Hz O nível sonoro é uma grandeza que permite saber se um som é forte ou fraco. Limiar de Audição Mede-se com um sonómetro e a sua unidade habitual é o dB, a décima parte do bel, B. Limiar de Dor FONTE DE LUZ DETECTOR RECEPTOR DE LUZ DE LUZ > A  > intensidade > f  + energia (+ azul e - vermelha) 4x 1014 Hz » Luz Visível » 8x 1014 Hz VAAVAAV Raio luminoso  direcção de propagação da luz Feixes: divergentes, convergentes, paralelos. Convexo = Divergente | Côncavo = ConvergenteMudanças de direcção na refracção da luz:Se a luz passa para um meio onde se propaga + rápido » afasta-se da normal | + devagar » aproxima-se da normalReflexão total qd a luz incide numa sup. Em q o meio onde se prop. é + rápido e toda se reflete.
  3. 3. Qualquer corpo que vibra produz um som: é uma fonte sonora. Os nossos ouvidos são receptores do som. O Som propaga-se por ondas, desde a fonte até aos nossos ouvidos, através de um meio material. CRISTAS Nas ondas transversais, as vibrações ocorrem perpendicularmente à direcção de propagação. vs Nas ondas longitudinais, as vibrações têm direcção igual à direcção de propagação. VENTRES As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões e expansões alternadas das partículas que constituem o meio onde o som se propaga. As ondas são caracterizadas por: • Comprimento de onda (λ): distância mínima entre duas partículas na mesma fase de vibração; • Frequência (f): número de vibrações de uma partícula por segundo; • Período (T): tempo necessário para qualquer partícula efectuar uma vibração completa; • Amplitude (A): afastamento máximo em relação à posição de equilíbrio. Propriedades do som: • O timbre permite distinguir o mesmo som produzido por fontes sonoras diferentes. • A altura permite distinguir sons com frequências diferentes. Sons altos  sons agudos  f grande Vsom (sólidos) > Vsom (líquidos) > Vsom (gases) Sons baixos  sons graves  f pequena • A intensidade permite distinguir sons com amplitudes diferentes. Sons muito intensos sons fortes  A grande Reflexão  sup. Lisas » ECO Sons pouco intensos  sons fracos  A pequena Absorção  sup. Rugosas Os sons podem ser classificados em: Refracção INFRA-SONS SONS AUDÍVEIS ULTRA-SONS f < 20 Hz 20 Hz < f < 20 000 Hz f > 20 000 Hz O nível sonoro é uma grandeza que permite saber se um som é forte ou fraco. Limiar de Audição Mede-se com um sonómetro e a sua unidade habitual é o dB, a décima parte do bel, B. Limiar de Dor FONTE DE LUZ DETECTOR RECEPTOR DE LUZ DE LUZ > A  > intensidade > f  + energia (+ azul e - vermelha) 4x 1014 Hz » Luz Visível » 8x 1014 Hz VAAVAAV Raio luminoso  direcção de propagação da luz Feixes: divergentes, convergentes, paralelos. Convexo = Divergente | Côncavo = ConvergenteMudanças de direcção na refracção da luz:Se a luz passa para um meio onde se propaga + rápido » afasta-se da normal | + devagar » aproxima-se da normalReflexão total qd a luz incide numa sup. Em q o meio onde se prop. é + rápido e toda se reflete.
  4. 4. Qualquer corpo que vibra produz um som: é uma fonte sonora. Os nossos ouvidos são receptores do som. O Som propaga-se por ondas, desde a fonte até aos nossos ouvidos, através de um meio material. CRISTAS Nas ondas transversais, as vibrações ocorrem perpendicularmente à direcção de propagação. vs Nas ondas longitudinais, as vibrações têm direcção igual à direcção de propagação. VENTRES As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões e expansões alternadas das partículas que constituem o meio onde o som se propaga. As ondas são caracterizadas por: • Comprimento de onda (λ): distância mínima entre duas partículas na mesma fase de vibração; • Frequência (f): número de vibrações de uma partícula por segundo; • Período (T): tempo necessário para qualquer partícula efectuar uma vibração completa; • Amplitude (A): afastamento máximo em relação à posição de equilíbrio. Propriedades do som: • O timbre permite distinguir o mesmo som produzido por fontes sonoras diferentes. • A altura permite distinguir sons com frequências diferentes. Sons altos  sons agudos  f grande Vsom (sólidos) > Vsom (líquidos) > Vsom (gases) Sons baixos  sons graves  f pequena • A intensidade permite distinguir sons com amplitudes diferentes. Sons muito intensos sons fortes  A grande Reflexão  sup. Lisas » ECO Sons pouco intensos  sons fracos  A pequena Absorção  sup. Rugosas Os sons podem ser classificados em: Refracção INFRA-SONS SONS AUDÍVEIS ULTRA-SONS f < 20 Hz 20 Hz < f < 20 000 Hz f > 20 000 Hz O nível sonoro é uma grandeza que permite saber se um som é forte ou fraco. Limiar de Audição Mede-se com um sonómetro e a sua unidade habitual é o dB, a décima parte do bel, B. Limiar de Dor FONTE DE LUZ DETECTOR RECEPTOR DE LUZ DE LUZ > A  > intensidade > f  + energia (+ azul e - vermelha) 4x 1014 Hz » Luz Visível » 8x 1014 Hz VAAVAAV Raio luminoso  direcção de propagação da luz Feixes: divergentes, convergentes, paralelos. Convexo = Divergente | Côncavo = ConvergenteMudanças de direcção na refracção da luz:Se a luz passa para um meio onde se propaga + rápido » afasta-se da normal | + devagar » aproxima-se da normalReflexão total qd a luz incide numa sup. Em q o meio onde se prop. é + rápido e toda se reflete.

×