Crise e queda da monarquia

1.666 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.666
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crise e queda da monarquia

  1. 1. História - ResumosCrise e queda da Monarquia • O Clima De Crise: O Descontentamento Das Classes Médias E Do Operariado Entre 1890-1892, a Europa vivia uma grande crise económico- financeira, que também se refletiu em Portugal. Os sinais desta crise foram:  Falência de bancos e empresas;  Aumento da dívida pública;  Desvalorização da moeda europeia;  Consequente inflação;  Descontentamento social. • Difusão Das Doutrinas Socialistas E Republicanas No século XIX, mais propriamente na década de 70, em Portugal fundaram-se dois partidos:  Partido Republicano: a sua formação e a adesão aos seus ideais foram benéficas para o clima de descontentamento que se vivia em Portugal (em relação á Monarquia). Esta situação vai-se agravar devido ao Ultimato Inglês (exigência da retirada de forças portuguesas das terras ocupadas na questão do “mapa cor-de-rosa”.)
  2. 2. História - Resumos Este facto veio a permitir a eclosão da primeira tentativa de derrube á Monarqui e implantação da República, a 31 de janeiro de 1891 no Porto (tentativa falhada).  Apoiantes do republicanismo (doutrina política m que quem dirige a Nação é um presidente eleito pela população): • Pequena e Média Burguesia; • Operariados; • Atividades revolucionárias secretas (Maçonaria e Carbonária). O Partido Republicano: defendia uma descentralização política e económica e a dinamização do poder local.  Partido Socialista: foi fundado em 1875 em Portugal e não teve o apoio de muita gente, ó de um grupo de operariados pouco numerosa. As suas linhas de força eram críticas á sociedade capitalista e a não aceitação da propriedade privada dos meios de produção • Revolução Republicana O que agravou o crescimento da propaganda republicana, a crise política e o descontentamento social foi o governo de ditadura de João Franco.
  3. 3. História - Resumos Regicídio: Morte do rei do rei D. Carlos e do seu príncipe herdeiro, D. Luís Filipe, em Lisboa. A Revolução republicana triunfou a 5 de Outubro de 1910, sobretudo pela ação dos militares de baixa patente e civis das classes médias – IMPLANTAÇAO DA REPÚBLICA. A 1ª República • Realizações Da 1ª República Através da formação do governo provisório, o Partido Republicano tomou conta da governação do país, presidido por Teófilo de Braga. Este governo preparou as eleições para a Assembleia Constituinte que vai elaborar a Constituição de 1911 – elege o primeiro Presidente da República constitucional Manuel de Arriaga. PODERES DA REPÚBLICA: PODERES
  4. 4. História - Resumos Legislativo Executivo Legislativo Câmara dos Presidente Tribunais Deputados e dos SenadosOs Republicanos passaram logo á substituição dos símbolos Monárquicos:  Nova Bandeira;  Novo Hino;  Nova moeda (escudo);Série de Leis aprovada pelo governo provisório:  LEIS DA FAMÍLIA: igualdade entre os direitos dos homens i das mulheres no casamento; instituição do divórcio e o reconhecimento civil passara a ser obrigatório;  LEI DA SEPARAÇAO DO ESTADO DA IGREJA: proibição do ensino religioso nas escolas; expulsão de ordens religiosas e nacionalização das propriedades da igreja;  LEI DA GREVE: regularização do direito á greve.
  5. 5. História - Resumos • Ação Governativa Da 1ª República Houve uma série de reformas sociais, económicas e educativas por parte dos novos governos da 1ª República, com vista á consolidação do novo regime e á melhorias das condições de vida de uma população. Aspetos económico-financeiros – dificuldades na concretização das medidas proclamadas por parte dos novos governos Com a entrada de Portugal na 1ª Guerra Mundial – agravamento do défice da balança comercial.A crise económica refletia-se numa acentuada desvalorização da moeda –provocou inflação perda do poder de compra das classes médias e dosassalariados.A redução das horas de trabalho, o descanso social, direito á assistênciasocial e á greve, foram instituições feitas pelo Governo republicana doponto de vista social. O grupo social (operariados) foram os maisbeneficiados. As classes médias foram o grupo prejudicado com ainstabilidade e com a inflação. O espírito anticlericalista resultou numaperda de influência do clero na sociedade portuguesa. • Realizações Culturais E Educativas As prioridades da 1ª República eram:  Ensino; Aposta no combate ao analfabetismo
  6. 6. História - Resumos  Cultura.O ensino primário era gratuito e obrigatório. Houve um grandeinvestimento na formação de professores em Escolas Normais queprocuravam desenvolver métodos de ensino atualizados.Ainda se abriram escolas primárias e jardins-escola (jardim-escola João deDeus)Houve um desenvolvimento do ensino técnico (agrícola, industrial ecomercial), fundação das universidades de Lisboa e Porto e o Ministério daInstrução Pública (Ministério da Educação), foi formado em 1913.A nível científico e técnico: primeira travessia aérea (Lisboa – Rio de Jan.)Medicina: destaque para Egas Moniz que ganhou o prémio Nobel daMedicina.
  7. 7. História - Resumos  Cultura.O ensino primário era gratuito e obrigatório. Houve um grandeinvestimento na formação de professores em Escolas Normais queprocuravam desenvolver métodos de ensino atualizados.Ainda se abriram escolas primárias e jardins-escola (jardim-escola João deDeus)Houve um desenvolvimento do ensino técnico (agrícola, industrial ecomercial), fundação das universidades de Lisboa e Porto e o Ministério daInstrução Pública (Ministério da Educação), foi formado em 1913.A nível científico e técnico: primeira travessia aérea (Lisboa – Rio de Jan.)Medicina: destaque para Egas Moniz que ganhou o prémio Nobel daMedicina.
  8. 8. História - Resumos  Cultura.O ensino primário era gratuito e obrigatório. Houve um grandeinvestimento na formação de professores em Escolas Normais queprocuravam desenvolver métodos de ensino atualizados.Ainda se abriram escolas primárias e jardins-escola (jardim-escola João deDeus)Houve um desenvolvimento do ensino técnico (agrícola, industrial ecomercial), fundação das universidades de Lisboa e Porto e o Ministério daInstrução Pública (Ministério da Educação), foi formado em 1913.A nível científico e técnico: primeira travessia aérea (Lisboa – Rio de Jan.)Medicina: destaque para Egas Moniz que ganhou o prémio Nobel daMedicina.

×