ANA CRISTINA BOSCOLO NOVEMBRO 2009
CRIATIVIDADE: VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA INOVAR E EMPREENDER?
<ul><li>Por que falar sobre  </li></ul><ul><li>Criatividade? </li></ul><ul><li>Qual o conceito que vocês têm sobre criativ...
<ul><li>CRIATIVIDADE (Toca, pára e cria) </li></ul>ROTINA DESCONTRUÇÃO DIFERENCIAL NO MERCADO DOM MODELOS MENTAIS
<ul><li>Dicinonário: </li></ul><ul><ul><ul><li>“ Faculdade ou atributo de quem o do que é criativo; capacidade de criar co...
<ul><li>Criatividade: </li></ul><ul><ul><li>Atitude e ação natural do ser humano </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Manifestação...
<ul><li>Pensar, produzir e realizar criativamente </li></ul><ul><li>Criatividade como produto </li></ul><ul><ul><ul><ul><l...
Pensamento Criativo <ul><li>O que é criatividade? </li></ul><ul><ul><ul><li>Idéias geradas, desenvolvidas e transformadas ...
Se é natural, por que a dificuldade?
<ul><li>Mente criativa: transforma uma coisa em outra </li></ul><ul><li>Descobrir: olhar para o mesmo e pensar diferente <...
<ul><li>Antes.... </li></ul><ul><li>Conceitos de criatividade ao longo da história: </li></ul><ul><ul><li>1º conceito: INS...
<ul><ul><li>Edmundo Sinnot: a vida por si só é criativa, porque se auto organiza e regula e continuamente gerando novidade...
<ul><ul><li>Gestalt: busca para restaurar a harmonia do todo.; impulso inato. Experiências e lembranças passadas. </li></u...
<ul><ul><li>Jung: ativação do inconsciente coletivo ou individual.  </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CRIATIVIDADE  X  ENERGI...
<ul><ul><li>Rogers – humanista:  </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CRIATIVIDADE  X  SAÚDE MENTAL </li></ul></ul></ul><ul><ul>...
<ul><li>Voltando à nossa pergunta: </li></ul><ul><ul><li>POR QUE TEMOS TANTA DIFICULDADE PARA CRIAR? </li></ul></ul>
<ul><li>Pelo menos, por 2 razões </li></ul><ul><ul><li>Rotina e sobrevivência em sociedade </li></ul></ul><ul><ul><li>Bloq...
Como escapar dos bloqueios mentais? <ul><li>Desaprender o que sabemos. (uma xícara de chá) </li></ul><ul><li>Atenção aos b...
<ul><li>EXERCÍCIO </li></ul><ul><li>Quando ocorreu sua última idéia criativa? </li></ul><ul><li>Que idéia foi essa? </li><...
1. A resposta certa <ul><li>Interferência do sistema educacional </li></ul><ul><li>Parar de procurar </li></ul><ul><li>Faz...
 
2. Isso não tem lógica <ul><li>Lógica: é necessária, mas não gera novas idéias... </li></ul><ul><li>Metáforas ajudam a ger...
3. Siga as normas <ul><li>Padrões  permitem compreender os fenômenos </li></ul><ul><li>“ Todo ato de criação é um ato de d...
4. Seja prático <ul><li>Praticidade X Cotidiano </li></ul><ul><li>E se? </li></ul><ul><li>Criatividade: gerar novas idéias...
5. Evite ambigüidade <ul><li>Mais de uma interpretação X problema de comunicação </li></ul><ul><li>Para a criação, é um po...
6. É proibido errar <ul><li>Aprendemos assim! </li></ul><ul><li>Dia a dia X criação de novas idéias </li></ul><ul><li>Fami...
7. Brincar é falta de seriedade <ul><li>Quando surgem as idéias de vocês? Quando estão na rotina do trabalho, quando respo...
 
8. Isso não é da minha área <ul><li>Especialização: fundamental para administrar informações </li></ul><ul><li>Limita a vi...
9. Não seja bobo <ul><li>Ser aceito </li></ul><ul><li>FATO: a melhor forma de se dar bem num grupo é acompanhá-lo. </li></...
10. Eu não sou criativo <ul><li>“ O que me incomoda não é como as coisas são, mas como as pessoas pensam que as coisas são...
O processo criativo <ul><li>4 etapas </li></ul><ul><ul><li>Preparação </li></ul></ul><ul><ul><li>Incubação </li></ul></ul>...
<ul><li>PREPARAÇÃO:  </li></ul><ul><ul><ul><li>ponto de partida </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Situação que vai ser r...
<ul><li>INSPIRAÇÃO: </li></ul><ul><ul><li>Achei!!! </li></ul></ul><ul><ul><li>Varia de acordo com cada pessoa; surge em si...
<ul><li>NEURÓBICA </li></ul><ul><ul><ul><li>Neurociência </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>2000: Katz e Rubin </li></ul>...
<ul><li>01 - Use o relógio de pulso no braço direito (ou no braço esquerdo, se for canhoto); 02 - Escove os dentes ou escr...
<ul><li>09 - Converse com o vizinho que nunca dá bom dia... 10 - Comece agora trocando o mouse de lado. 11 – Decore uma pa...
<ul><li>14 - Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-s...
<ul><li>20 – Leia atentamente e reflita sobre o texto. A atividade da leitura faz reforçar as conexões entre os neurônios....
<ul><li>VALIDAÇÃO: </li></ul><ul><ul><li>Validar a idéia </li></ul></ul><ul><ul><li>É aplicável? Pode ser utilizada?  </li...
<ul><li>Referência bibliográfica sobre criatividade </li></ul><ul><ul><li>“ Um “toc” na cuca”, de Roger Von Oech </li></ul...
<ul><li>“ Devíamos poder preparar os nossos sonhos como os artista as suas composições e como as crianças as suas artes, n...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra Ana Galo Criatividade Comagep 2009

2.555 visualizações

Publicada em

Palestra de Ana Galo durante o COMAGEP
www.sronline.com.br

Publicada em: Negócios, Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.555
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
86
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
100
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Ana Galo Criatividade Comagep 2009

  1. 1. ANA CRISTINA BOSCOLO NOVEMBRO 2009
  2. 2. CRIATIVIDADE: VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA INOVAR E EMPREENDER?
  3. 3. <ul><li>Por que falar sobre </li></ul><ul><li>Criatividade? </li></ul><ul><li>Qual o conceito que vocês têm sobre criatividade? </li></ul>
  4. 4. <ul><li>CRIATIVIDADE (Toca, pára e cria) </li></ul>ROTINA DESCONTRUÇÃO DIFERENCIAL NO MERCADO DOM MODELOS MENTAIS
  5. 5. <ul><li>Dicinonário: </li></ul><ul><ul><ul><li>“ Faculdade ou atributo de quem o do que é criativo; capacidade de criar coisas novas; espírito inventivo”. </li></ul></ul></ul><ul><li>Origem da palavra: </li></ul><ul><ul><ul><li>CREARE (do latim): fazer </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>KRAINEN (do grego): realizar </li></ul></ul></ul>
  6. 6. <ul><li>Criatividade: </li></ul><ul><ul><li>Atitude e ação natural do ser humano </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Manifestação básica do homem realizando seu eu no mundo” Rollo May </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Fantasia conjuaada a realização”Domenico de Mais </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Como seres humanos, temos NECESSIDADE e DESEJO de criar o novo” Phellip Perrenaud </li></ul></ul>
  7. 7. <ul><li>Pensar, produzir e realizar criativamente </li></ul><ul><li>Criatividade como produto </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Relevância para o meio social </li></ul></ul></ul></ul>
  8. 8. Pensamento Criativo <ul><li>O que é criatividade? </li></ul><ul><ul><ul><li>Idéias geradas, desenvolvidas e transformadas em valor. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pressupõem conhecimento e atitude </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>As idéias precisam ter RELEVÂNCIA dentro do contexto </li></ul></ul></ul>
  9. 9. Se é natural, por que a dificuldade?
  10. 10. <ul><li>Mente criativa: transforma uma coisa em outra </li></ul><ul><li>Descobrir: olhar para o mesmo e pensar diferente </li></ul><ul><li>Por que temos dificuldade para pensar coisas diferentes? </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Antes.... </li></ul><ul><li>Conceitos de criatividade ao longo da história: </li></ul><ul><ul><li>1º conceito: INSPIRAÇÃO DIVINA!!! Platão </li></ul></ul><ul><ul><li>Criatividade X Loucura. Foucalt (1981) </li></ul></ul><ul><ul><li>Intuição. Descarte: as idéias da alma eram inatas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Darwin: força criadora inerente à vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>Galton: heraditária; sem controle e, portanto, não educável. </li></ul></ul>
  12. 12. <ul><ul><li>Edmundo Sinnot: a vida por si só é criativa, porque se auto organiza e regula e continuamente gerando novidades. Necessidade de impor sentido e ordem às experiências. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>O homem se organiza segundo padrões CRIADOS POR ELE MESMO. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Skiner: associação de idéias; para criar é necessário um reforço. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>???? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>E Copérnico? E Kepler? E Galileu? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Romperam conceitos... </li></ul></ul></ul>
  13. 13. <ul><ul><li>Gestalt: busca para restaurar a harmonia do todo.; impulso inato. Experiências e lembranças passadas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Freud: Psicanálise: criatividade e neurose </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>conflitos inconscientes </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>A pessoa criativa teria um maior “afrouxamento” das funções egóicas </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Menor número de defesas </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  14. 14. <ul><ul><li>Jung: ativação do inconsciente coletivo ou individual. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CRIATIVIDADE X ENERGIA FÍSICA </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Kris – neopsicanalista: primeiro, abandono do processo lógico e racional e depois a elaboração de forma consciente. “flexibilidade de repressão” </li></ul></ul><ul><ul><li>Kubie – neopsicanlista: bloqueios neuróticos e seus efeitos sobre a criatividade. </li></ul></ul>Ansiedade, culpa e medo Inibidores do processo criativo
  15. 15. <ul><ul><li>Rogers – humanista: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CRIATIVIDADE X SAÚDE MENTAL </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sujeito criativo: conseguiu a auto realização </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Maslow – humanista: totalidade pessoal e autorealização. </li></ul></ul>
  16. 16. <ul><li>Voltando à nossa pergunta: </li></ul><ul><ul><li>POR QUE TEMOS TANTA DIFICULDADE PARA CRIAR? </li></ul></ul>
  17. 17. <ul><li>Pelo menos, por 2 razões </li></ul><ul><ul><li>Rotina e sobrevivência em sociedade </li></ul></ul><ul><ul><li>Bloqueios mentais </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>A resposta certa </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Isso não tem lógica </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Siga as normas </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Seja prático </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Evite ambigüidades </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>É proibido errar </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Brincar é falta de seriedade </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Isso não é da minha área </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Não seja bobo </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Eu não sou criativo </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  18. 18. Como escapar dos bloqueios mentais? <ul><li>Desaprender o que sabemos. (uma xícara de chá) </li></ul><ul><li>Atenção aos bloqueios mentais. </li></ul><ul><li>Toques na cuca! </li></ul><ul><ul><ul><li>Situações que nos fazem sair do trilho da rotina. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Novas perguntas e novas respostas. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Perguntas para tornar o pensamento criativo: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>E se? </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>E por que não? </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>E o que mais? </li></ul></ul></ul></ul>
  19. 19. <ul><li>EXERCÍCIO </li></ul><ul><li>Quando ocorreu sua última idéia criativa? </li></ul><ul><li>Que idéia foi essa? </li></ul><ul><li>Qual foi a última idéia criativa que você viu? </li></ul>
  20. 20. 1. A resposta certa <ul><li>Interferência do sistema educacional </li></ul><ul><li>Parar de procurar </li></ul><ul><li>Fazer perguntas diferentes aos problemas apresentados </li></ul><ul><li>Exercício das figuras: qual a diferente? </li></ul>
  21. 22. 2. Isso não tem lógica <ul><li>Lógica: é necessária, mas não gera novas idéias... </li></ul><ul><li>Metáforas ajudam a gerar novas idéias. </li></ul><ul><li>Exemplo de metáforas: </li></ul><ul><ul><ul><li>Qual o sentido da vida? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>É um labirinto em que se tenta evitar as saídas. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>É como cozinhar. Tudo depende do que você adiciona e de como mistura. Às vezes segue receita, às vezes cria. </li></ul></ul></ul></ul>
  22. 23. 3. Siga as normas <ul><li>Padrões permitem compreender os fenômenos </li></ul><ul><li>“ Todo ato de criação é um ato de destruição” Picasso </li></ul><ul><li>Avanços questionar normas e ver diferente </li></ul><ul><li>Normas: dão segurança mas não possibilitam o novo </li></ul><ul><li>Ser receptivo à mudança e flexível com as normas </li></ul>
  23. 24. 4. Seja prático <ul><li>Praticidade X Cotidiano </li></ul><ul><li>E se? </li></ul><ul><li>Criatividade: gerar novas idéias e escapar das velhas </li></ul>
  24. 25. 5. Evite ambigüidade <ul><li>Mais de uma interpretação X problema de comunicação </li></ul><ul><li>Para a criação, é um poderoso estímulo </li></ul><ul><li>Ex: Qual a metade de 8? </li></ul><ul><ul><ul><li>O que vocês vêm na figura? Pontos de vista sobre um mesmo tema.ppt </li></ul></ul></ul>
  25. 26. 6. É proibido errar <ul><li>Aprendemos assim! </li></ul><ul><li>Dia a dia X criação de novas idéias </li></ul><ul><li>Familiaridade X Erro </li></ul><ul><li>Erros </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Mostram que as coisas não vão bem; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Mudar de rumo </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Possibilitam pensar diferente </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Falta de erros X Inovação </li></ul></ul></ul></ul>
  26. 27. 7. Brincar é falta de seriedade <ul><li>Quando surgem as idéias de vocês? Quando estão na rotina do trabalho, quando respondem a perguntas? Durante ou após a prática de exercícios? </li></ul><ul><li>Necessidade gera idéias </li></ul><ul><li>Necessidade X Diversão </li></ul><ul><li>Brincar com as idéias </li></ul><ul><li>Ambiente de trabalho divertido X Ambiente de trabalho rotineiro </li></ul><ul><li>Exercício para tornar o pensamento flexível </li></ul>
  27. 29. 8. Isso não é da minha área <ul><li>Especialização: fundamental para administrar informações </li></ul><ul><li>Limita a visão </li></ul><ul><li>Impede de buscar outras idéias em outras áreas do conhecimento </li></ul>
  28. 30. 9. Não seja bobo <ul><li>Ser aceito </li></ul><ul><li>FATO: a melhor forma de se dar bem num grupo é acompanhá-lo. </li></ul><ul><li>Novas idéias X ambiente conformista </li></ul>
  29. 31. 10. Eu não sou criativo <ul><li>“ O que me incomoda não é como as coisas são, mas como as pessoas pensam que as coisas são.” Epictetus </li></ul><ul><li>Auto-estima </li></ul><ul><ul><li>Vocês se acham criativos? </li></ul></ul><ul><ul><li>Profecia auto realizadora </li></ul></ul><ul><ul><li>Acreditar no valor das suas idéias </li></ul></ul><ul><ul><li>Seguir em busca de mais respostas </li></ul></ul>
  30. 32. O processo criativo <ul><li>4 etapas </li></ul><ul><ul><li>Preparação </li></ul></ul><ul><ul><li>Incubação </li></ul></ul><ul><ul><li>Inspiração </li></ul></ul><ul><ul><li>Validação </li></ul></ul>
  31. 33. <ul><li>PREPARAÇÃO: </li></ul><ul><ul><ul><li>ponto de partida </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Situação que vai ser resolvida </li></ul></ul></ul><ul><li>INCUBAÇÃO: </li></ul><ul><ul><ul><li>Momento de devaneio – Daniel Goleman </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Deixamos de lado a questão , que fica disponível para o inconsciente. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Importância de atividades complementares </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Requer conhecimentos sobre o assunto </li></ul></ul></ul>
  32. 34. <ul><li>INSPIRAÇÃO: </li></ul><ul><ul><li>Achei!!! </li></ul></ul><ul><ul><li>Varia de acordo com cada pessoa; surge em situações inusitadas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Momento em que estamos mais envolvidos com nossa inteligência emocional. </li></ul></ul>
  33. 35. <ul><li>NEURÓBICA </li></ul><ul><ul><ul><li>Neurociência </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>2000: Katz e Rubin </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Océrebro, apresar de envelhecer, continua a crescer e pode mudar o padrão de suas conexões. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Aeróbica dos neurônios. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Contrariar a rotina </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sugestões de exercícios: </li></ul></ul></ul>
  34. 36. <ul><li>01 - Use o relógio de pulso no braço direito (ou no braço esquerdo, se for canhoto); 02 - Escove os dentes ou escreva em uma folha de papel com a mão contrária da de costume, concentre-se nos pormenores que você nunca havia reparado; 03 - Ande pela casa de trás para frente; (na China há muitas pessoas que treinam isso em parques); 04 - Se vista de olhos fechados; 05 - Estimule o paladar, coma coisas diferentes; 06 - Veja fotos de cabeça para baixo e tente observar cada detalhes que antes lhe passara despercebido; 07 - Veja as horas num espelho; 08 - Faça um novo caminho para ir ao trabalho ou introduza pequenas mudanças nos seus hábitos quotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro;   </li></ul>
  35. 37. <ul><li>09 - Converse com o vizinho que nunca dá bom dia... 10 - Comece agora trocando o mouse de lado. 11 – Decore uma palavra nova por dia, de seu idioma ou de outro e tente aos poucos introduzi-la em suas conversas de forma adequada. 12 - Os adjetivos são uma espécie de lápis de cor da linguagem, permitindo-nos descrever e diferenciar algo. Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora escreva 25 adjetivos que ache que a descrevem e/ou ao tema fotografado. 13 - Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os. </li></ul>
  36. 38. <ul><li>14 - Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis. No final, tire a prova dos nove junto do empregado. 15 - Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras. Experimente jogar a qualquer coisa que nunca tenha tentado antes. 16 - Compre um puzzle e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu. 17 - Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista. Utilize mnemônicas ou separe mentalmente o tipo de produtos que precisa. 18 - Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar. 19 - Ao ler uma palavra pense em outras cinco que comecem com a mesma letra. </li></ul>
  37. 39. <ul><li>20 – Leia atentamente e reflita sobre o texto. A atividade da leitura faz reforçar as conexões entre os neurônios. Para a mente, ainda não inventaram melhor exercício do que ler atentamente e refletir sobre o texto. </li></ul>
  38. 40. <ul><li>VALIDAÇÃO: </li></ul><ul><ul><li>Validar a idéia </li></ul></ul><ul><ul><li>É aplicável? Pode ser utilizada? </li></ul></ul><ul><ul><li>Provar, testar. </li></ul></ul><ul><li>FRUSTRAÇÃO </li></ul><ul><li>PERSISTÊNCIA: regra oculta!!! </li></ul><ul><li>Cuidado com a teimosia... </li></ul>
  39. 41. <ul><li>Referência bibliográfica sobre criatividade </li></ul><ul><ul><li>“ Um “toc” na cuca”, de Roger Von Oech </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Criatividade e Modelos Mentais”, Rodolfo Rodrigues, Sílvia Renata Medina, Isabella Signorelli </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Criatividade: Descobrindo e Encorajando”, Dra. Solange Muglia Wechsler </li></ul></ul>
  40. 42. <ul><li>“ Devíamos poder preparar os nossos sonhos como os artista as suas composições e como as crianças as suas artes, no mundo do faz-de-conta” Cecília Meireles </li></ul>

×