A Lei de Deus(revisitando Pietro Ubaldi – 2)     Mediador: Silvânio Barcelos
• A Lei de Deus
“A vida é escola para aprender e              subir” (Ubaldi)7
DESEJO DE FELICIDADE:• O homem é empurrado para as duras experiências  da vida.• Quanto mais nos aproximamos da felicidade...
A disciplina da Lei, nos vários   planos da existência humana• “Os diferentes planos de  existência são regidos por  princ...
A espiral do esforço humano na         jornada evolutiva• O esforço exigido pela Lei é pesado, mas  a sua justiça à medida...
•   x
O trabalho nos mundos inferiores• Nada é perene no trabalho  material• Caducidade• Tarefa de escravo em areia  movediça• S...
• “Se não quisermos cair como presas da ilusão,  é preciso compreender que o verdadeiro fruto  do nosso trabalho não está ...
• Somos usuários dos bens  terrenos.• Definitivamente a única  coisa que somos donos é  nossa experiência.• Tudo que possu...
Bom e mau uso dos bens terrenos• “Se a finalidade de tudo que chega ao  nosso poder e a de nos ensinar o uso  correto das ...
A lógica da Lei (bens materiais)• O caminho da abundância é o desapego.• “A lógica do mundo é uma contradição da  lógica d...
   2
Os loucos métodos do mundo   Na sua insaciabilidade de possuir    sempre mais, o homem furta,    agride o próximo e, nos ...
Continuaçao...   A terra se transformou num campo de    guerra no qual o único trabalho a fazer é    destruir tudo.   Co...
Reflexão sobre o Sermão daMontanha Bem aventurados os humildes de espírito pois    deles é o reino dos céus.   Bem avent...
A Lei que rege o universo Significado do fenômeno da evolução O mal e a dor, na perfeição da obra de  Deus, são defeitos...
A função do mal O mal e a dor existem só para serem  corrigidos, transformados em bem e  felicidade. O mal e a dor: Arqu...
A lei de deus (revisitando pietro ubaldi   2)
A lei de deus (revisitando pietro ubaldi   2)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A lei de deus (revisitando pietro ubaldi 2)

562 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
562
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
43
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A lei de deus (revisitando pietro ubaldi 2)

  1. 1. A Lei de Deus(revisitando Pietro Ubaldi – 2) Mediador: Silvânio Barcelos
  2. 2. • A Lei de Deus
  3. 3. “A vida é escola para aprender e subir” (Ubaldi)7
  4. 4. DESEJO DE FELICIDADE:• O homem é empurrado para as duras experiências da vida.• Quanto mais nos aproximamos da felicidade mais ela se afasta de nós. Por que?• Escopo da Lei de Deus: Evolução (no percurso da procura pela felicidade)• CONCLUSÃO: “Vamos subindo de um plano de existência para outro mais elevado, onde vão desaparecendo: prepotência, injustiça, maldade e sofrimentos”. P. 66
  5. 5. A disciplina da Lei, nos vários planos da existência humana• “Os diferentes planos de existência são regidos por princípios diferentes, de modo a desaparecerem lutas e necessidades, à medida que vamos subindo a escala evolutiva”. P. 66
  6. 6. A espiral do esforço humano na jornada evolutiva• O esforço exigido pela Lei é pesado, mas a sua justiça à medida que avançamos, vai tornando-se sempre mais leve.• Quanto mais ascendemos, mais diminui o esforço e mais aumenta o rendimento de nosso trabalho.• EXEMPLO: Velocidade do movimento (da crosta ao vácuo)
  7. 7. • x
  8. 8. O trabalho nos mundos inferiores• Nada é perene no trabalho material• Caducidade• Tarefa de escravo em areia movediça• Simples trabalho inútil??
  9. 9. • “Se não quisermos cair como presas da ilusão, é preciso compreender que o verdadeiro fruto do nosso trabalho não está na obra realizada, mas na”:• LIÇÃO APRENDIDA• NA QUALIDADE ADQUIRIDA• NO PROGRESSO ATINGIDO• “A Lei não cuida da conservação do fruto material, porque é o fruto espiritual que tem valor, e este fica gravado na alma de quem realizou o trabalho”. P. 68
  10. 10. • Somos usuários dos bens terrenos.• Definitivamente a única coisa que somos donos é nossa experiência.• Tudo que possuímos na terra não passa de material escolar.
  11. 11. Bom e mau uso dos bens terrenos• “Se a finalidade de tudo que chega ao nosso poder e a de nos ensinar o uso correto das coisas, adquirindo o sentido da justa medida, ordem, autocontrole e disciplina, é justo que a Lei nos tire tudo, quando temos cobiça demais e fazemos mau uso de nossos poderes”.
  12. 12. A lógica da Lei (bens materiais)• O caminho da abundância é o desapego.• “A lógica do mundo é uma contradição da lógica divina: luta e necessidade, onde poderia haver paz e bens em abundância para todos”• “Se o escopo é evoluir, é lógico que nos seja tirado tudo que atrapalhe nosso caminho rumo à evolução”. P. 71
  13. 13.  2
  14. 14. Os loucos métodos do mundo Na sua insaciabilidade de possuir sempre mais, o homem furta, agride o próximo e, nos caso das nações, faz guerras. Para edificar é necessário construir e não destruir. (exemplo. 1ª guerra mundial) Erro fundamental: conceber a vida de modo individual e não coletivo.
  15. 15. Continuaçao... A terra se transformou num campo de guerra no qual o único trabalho a fazer é destruir tudo. Como pode a sabedoria da Lei permitir isso? No nosso atual nível de evolução é experimentar sofrimentos e dificuldades, até aprender a viver em harmonia com o bem. A Lei propicia as provas na medida da sensibilidade do indivíduo e ensina de acordo com a inteligência do aluno.
  16. 16. Reflexão sobre o Sermão daMontanha Bem aventurados os humildes de espírito pois deles é o reino dos céus. Bem aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem aventurado os manos, porque herdarão a terra. Bem aventurados os que tem sede de justiça, porque serão fartos Bem aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.
  17. 17. A Lei que rege o universo Significado do fenômeno da evolução O mal e a dor, na perfeição da obra de Deus, são defeitos que não podem ser admitidos senão como imperfeição relativa e transitória, como qualidades passageiras próprias da criatura em seu caminho de evolução.
  18. 18. A função do mal O mal e a dor existem só para serem corrigidos, transformados em bem e felicidade. O mal e a dor: Arquitetos da pedagogia divina. Alavanca propulsora da evolução da humanidade.

×