A lei de deus cap. 16 e 17 ppt

708 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
708
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A lei de deus cap. 16 e 17 ppt

  1. 1. “a lei de deus”Obr a de Pietro Ubaldi Capítulos 16 e 17 Mediador: Silvânio Barcelos
  2. 2. Capítulo 16 .
  3. 3. “Separatismo”O homem está muito apegado às suas divisões. Forma mental dominante: SEPARATISTA, DIVISIONISTA, DE LUTA PARA VENCER E DOMINAR. Ubaldi: “Mas, isso só tem valor no nível humano”. P. 146
  4. 4. A Lei Divina Encontra-se acima das divisões e lutas humanas. Pensamento e vontade de Deus: sempre nos guia e impulsiona para o caminho certo, a nós e a todos os seres do universo.
  5. 5. Funcionamento da Lei de DeusO ser humano é relativo e cada um precisa acreditar na verdade que seja mais adaptada à sua forma mental. Isso não impede o funcionamento da Lei e nem que todos a sigam, dentro dela permanecendo, seja pelos caminhos do bem ou do mal.
  6. 6. O triunfo da razão “Podemos oscilar livremente do bem para o mal, da luz para as trevas, mas ficaremos sempre dentro do Pensamento e da Vontade de Deus. Subida de consciência: permanência no universal. Dessa forma superamos as divisões e lutas humanas que fazem da Terra um inferno.
  7. 7. “Somos todos um”“Quem conseguiu ascender a esse nível de vida, não deseja mais o triunfo de grupo particular algum e separado, mas só a compreensão recíproca e a harmonia universal” (148)
  8. 8. O progresso da civilização humana “Um dos maiores problemas que o mundo de hoje de enfrentar e resolver, é o da unificação em todos os campos: político, econômico, demográfico, religioso, social.” “A evolução quer todos os egocentrismos separatistas fundidos num estado orgânico, situação futura da humanidade”
  9. 9. O caminho para o progresso .
  10. 10. Individualismo: o grande atraso Isolação: guerra de todos contra todos Reino do barbárie: Relações de luta, ataque e defesa Dominar para não se transformar em escravo. Reações e contra-reações contínuas Relações de ódio e dor sem fim Inteligência rudimentar: animalidade
  11. 11. A difícil arte da convivência HISTÓRIA: Do campo às cidades: aprender a viver juntos Novos hábitos, novas formas de vida
  12. 12.  .
  13. 13. Capítulo 17• .
  14. 14. Novo nível de instintos• Coragem não reside na agressividade.• Inteligência não se usa para enganar• Consciência de sí mesmo não é orgulho que despreza o próximo.• Cobiça não alimenta o próprio egoísmo, mas destina-se ao bem de todos.• ESPÍRITO NÃO É SERVO, MAS SENHOR DOS SENTIDOS.
  15. 15. • .
  16. 16. O homem futuro• “O ser dos futuros milênios, mais evoluído, olhará para o tipo humano atual como olhamos para os primitivos dos milênios passados.” (156)
  17. 17. Cada nível de consciência com sua própria moral e instintos• O selvagem é selvagem para nós, mas para outros de seu nível, não é selvagem.• Nós nos consideramos civilizados em relação às feras e aos selvagens, mas poderíamos ser considerados selvagens para seres mais evoluídos.
  18. 18. Questão de justiça• “Desse modo, compreende-se como os seres inferiores não podem ser condenados pelos seus instintos” (157)• (exemplo dos antropófagos)• “A fera está sujeita à lei da fera”
  19. 19. Educação: construção de novos hábitos e instintos superiores• “É assim que, como já dissemos, o egoísmo separatista e o desenfreado individualismo do homem primitivo deve transformar-se no altruísmo unificador, indispensável ao homem evoluído, habitante do estado orgânico da futura humanidade”. (161)

×