O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Panfleto22

70 visualizações

Publicada em

22 de março: Dia Nacional Contra a Reforma da Previdência

Publicada em: Governo e ONGs
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Panfleto22

  1. 1. A proposta de reforma da Previd�ncia do governo federal n�o combate as desigualdades nem acaba com os privil�gios. Se a reforma for aprovada, o que vai acabar � a sua, a nossa aposentadoria. A Proposta de Emenda � Constitui��o (PEC 006/2019) que est� no Congresso Nacional retarda a concess�o, reduz o valor dos benef�cios e vai deixar milhares de trabalhadores e trabalhadoras sem aposentadoria. � APEC da reforma acaba com a aposentadoria por tempo de contribui��o � Obriga idade m�nima para se aposentar de 65 anos para homens e 62 para mulheres � Aumenta o tempo de contribui��o de 15 para 20 anos. � O governo quer que voc� contribua mais cinco anos e receba um benef�cio menor. A PEC da reforma prop�e mudar o c�lculo do valor do benef�cio. Ao inv�s de contabilizar 80% dos sal�rios mais altos que voc� recebeu na vida, como � hoje, quer somar todos os seus sal�rios, desde os primeiros, que s�o sempre menores. Para ter o valor integral do benef�cio, voc� ter� que contribuir durante 40 anos. Ataque �s mulheres As professoras do setor p�blico e privado ter�o de trabalhar mais 10 anos e contribuir mais para se aposentar com benef�cio parcial. Hoje, elas se aposentam com 50 anos de idade e 25 anos de contribui��o. O governo quer que se aposentem com 60 anos e 30 anos de contribui��o. O governo tamb�m quer aumentar a idade m�nima de aposentadoria das trabalhadoras rurais de 55 anos para 60 anos de idade e o tempo de contribui��o de 15 para 20 anos. Benef�cio de Presta��o Continuada O governo tamb�m quer reduzir o valor da pens�o por morte e o Benef�cio de Presta��o Continuada (BPC) pago a idosos pobres. O BPC cairia de um sal�rio m�nimo para R$ 400,00 e seria pago aos idosos em condi��o de mis�ria a partir dos 60 anos. Para receber o valor integral, o idoso ter� de ter 70 anos, cinco anos a mais do que � exigido hoje (65 anos). Eles tamb�m querem meter a m�o no abono salarial O governo quer pagar o abono salarial apenas a quem ganha at� um sal�rio m�nimo. � mais desigualdade. � mais pobreza. Hoje, tem direito a 1 sal�rio m�nimo ao ano todos os que recebem at� 2 sal�rios m�nimos. EM DEFESA DA PREVID�NCIA E DA APOSENTADORIA GOVERNOQUERACABARCOMASUAAPOSENTADORIA RUMO � GREVE GERAL!RUMO � GREVE GERAL!RUMO � GREVE GERAL! 22 DE MAR�O22 DE MAR�O DIA NACIONAL DE LUTADIA NACIONAL DE LUTA 22 DE MAR�O DIA NACIONAL DE LUTA Ato - 18h - Esquina Democr�tica - Porto Alegre
  2. 2. Capitaliza��o � privatizar a Previd�ncia Se a PEC for aprovada, a Previd�ncia vai ser privatizada. O governo quer transferir o dinheiro da Previd�ncia p�blica para os bancos. � disso que se trata a capitaliza��o da Previd�ncia. Se o sistema for implantado, todo trabalhador vai ter de abrir uma conta, pagar taxas de administra��o e depositar todo m�s. E tudo sozinho, pois o patr�o e o governo n�o v�o mais contribuir. Todos os trabalhadores e as trabalhadoras ser�o prejudicados, principalmente os mais pobres, as mulheres, os rurais, os professores e as professoras e os trabalhadores informais, que ficam anos e anos desempregados, fazendo bicos e sem dinheiro para pagar o INSS. O governo e a m�dia submissa mentem! O governo e a m�dia tradicional e submissa dizem que essas medidas s�o necess�rias porque a Previd�ncia Social est� quebrada e com a reforma pode economizar R$ 1 trilh�o em 10 anos. Isto � mentira! A Previd�ncia n�o est� quebrada. Eles querem economizar colocando a conta nas costas do trabalhador e dos mais pobres. Os recursos financeiros da Previd�ncia Social v�m sendo desviados h� d�cadas. Quando o governo desonera uma empresa, ele est� desviando. Quando o governo isenta um setor, ele esta desviando o dinheiro dos cofres do INSS. Os empres�rios tamb�m metem a m�o no dinheiro do INSS quando sonegam, embolsam o que foi descontado do seu sal�rio ao inv�s de contribuir com o INSS. Somente a sonega��o chega a R$ 450 bilh�es - mais que o dobro do suposto rombo nas contas da Previd�ncia em 2018. As centrais sindicais, juntamente com os movimentos sociais que comp�em as frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, reafirmam: n�o aceitaremos qualquer proposta que retire, diminua ou flexibilize os direitos sociais assegurados pela Seguridade Social! Previd�ncia P�blica Quem contribui 35 anos com R$ 79,84 recebe uma aposentadoria mensal de R$ 998,00 AtualmenteAtualmenteAtualmente Previd�ncia Privada Quem contribui 35 anos com R$ 100,00 recebe uma pens�o mensal de R$ 234,54* Veja como ser�*Veja como ser�*Veja como ser�* *Renda vital�cia; perfil de investimento conservador; sem aporte de entrada (op��es similares �s caracter�sticas da previd�ncia social p�blica); Resultados obtidos no Simulador Zurich. Fonte:DIEESE VAMOS�LUTAPARADEFENDERNOSSAAPOSENTADORIA! Eles ainda querem acabar com a multa de 40% do FGTS Se a reforma passar, os patr�es estar�o livres de pagar a multa de 40% sobre saldo na conta do FGTS ao trabalhador j� aposentado, que continua trabalhando na mesma empresa, quando for demitido. Eles tamb�m n�o precisar�o mais recolher os 8% por m�s no FGTS aos empregados aposentados.

×