O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Moção fase-e-fpe

242 visualizações

Publicada em

Nota de repúdio à proposta apresentada pelo Governo Sartori, na negociação da data de base 2015, que busca a retirada de direitos conquistados pelos trabalhadores da FASE e FPE, após anos de luta.

Publicada em: Governo e ONGs
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Moção fase-e-fpe

  1. 1. Moção de Repúdio Nós, trabalhadores da Base do SEMAPI Sindicato, presentes no 5° Congresso desta entidade repudiamos a proposta apresentada pelo Governo Sartori, na negociação da data de base 2015, que busca a retirada de direitos conquistados pelos trabalhadores da FASE e FPE, após anos de luta. Queremos deixar claro ao Governo, aos gestores e a sociedade, que não admitimos a retirada da estabilidade da jornada de trabalho dos trabalhadores, pois tal instituto poderá ser usado como instrumento para constranger, assediar e ameaçar os trabalhadores, como já ocorreu no passado quando o instituto teve vigência. Também não aceitamos a proposta que prevê o não pagamento das horas de intervalo dos trabalhadores dos plantões do dia, já que isto representa, de um lado, a criação de grande risco a segurança dos trabalhadores, crianças e adolescentes atendidos, devido a redução do número de agentes nas unidades de atendimento e núcleos residenciais, de outro, prejuízos econômicos e a saúde dos trabalhadores, tendo em vista que, as unidades de atendimento não dispõem de espaço adequado ao descanso, o que resultaria na permanência dos trabalhadores no local de trabalho, ficando à disposição do empregador, sem o recebimento da remuneração devida. Além disso, não admitimos o estabelecimento de requisitos que violem ou reduzam direitos já garantidos como critério para o gozo de folga mensal, pois tal direito foi conquistado após muitos anos de lutas dos trabalhadores. Por isso, manifestamos nosso repúdio e colocamos que os trabalhadores estão mobilizados para barrar essa proposta que criou por parte do Governo um grande impasse a negociação.

×