Governo Eletrônico com
foco na Participação ‟ G2C e
C2GUm novo tipo de Governo para um novo
tipo de Sociedade
2
O que é Governo Eletrônico
“Governo Eletrônico ou Administração
Pública Eletrônica nada mais é do que o
uso das Tecnolog...
3
Custos/Benefícios
Informatização
Automação Administrativa e Bancos de Dados
eGov 1.0:
Entrega de Serviços Online
eGov 2....
4
Onde deve estar o foco?
► Em um levantamento entre 30
programas governamentais de
governo eletrônico, o foco está
na int...
5
Cadeia de Valor para Governo Eletrônico
Princípios e Diretrizes para
Transformação de Serviços ao Cidadão
Gestão Governa...
6
Visão Curitiba
Cidade mais Digitalizada do Brasil (IBCD
2013)
Tradicional mercado de back-test
Inclusão 3G e 4G acima da...
7
Fatores Críticos de Sucesso e Riscos
Fatores Críticos de Sucesso Riscos associados
Clareza Estratégica
 Realização de i...
8
Plano de Trabalho
Entendimento de necessidades de uso e realidade netnográfica
Identificação
das cestas de
serviços
públ...
9
E-Estônia
Serviços Prestados ► Desde 2000, a Estônia definiu como meta
transformar sua sociedade em uma
sociedade comple...
10
E-Estônia
Presentation title
11
Orçamento Participativo Eletrônico
Projeto: Online Pre-Budget Consultation
Local de execução: Canadá
Conceito: Cidadãos...
12
Iceland The E-Nation
► Uma das primeiras nações a adotar
políticas e estratégias de Governo
Eletrônico, com seu primeir...
13
Bahrein, EAU e Arábia Saudita
Desafios Culturais e de Governança
► Diferente dos demais sistemas de E-Government implem...
14
Bahrein, EAU e Arábia Saudita
Desafios Culturais e de Governança
1
„Inteligência Policial
2.
„Alfândega e Portos
3
„Edu...
15
Bahrein, EAU e Arábia Saudita
Desafios Culturais e de Governança
Presentation title
“Eu quero que todos os serviços
gov...
16
Experiências em M-Gov
Aplicação: Ligue 1746
Local: Prefeitura do Rio de Janeiro
Conceito: Canal virtual de atendimento ...
17
Experiências em M-Gov
Aplicação: Valimo Mobile ID
Local: Finlândia
Conceito: Sistema de Identificação via celular, perm...
18
Experiências em M-Gov
Aplicação: Valimo Mobile ID
Local: Finlândia
Conceito: Sistema de Identificação via celular, perm...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação de José Pugas - KM Inovação

496 visualizações

Publicada em

3ª Ed. do Seminário de Gestão do Conhecimento e Inovação - KM Inovação, aconteceu no dia 13/09/2013, em Curitiba - PR
http://www.sbgc.org.br/sbgc/blog/3-ed-do-seminario-gestao-do-conhecimento-e-inovacao-km-inovacao

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
496
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de José Pugas - KM Inovação

  1. 1. Governo Eletrônico com foco na Participação ‟ G2C e C2GUm novo tipo de Governo para um novo tipo de Sociedade
  2. 2. 2 O que é Governo Eletrônico “Governo Eletrônico ou Administração Pública Eletrônica nada mais é do que o uso das Tecnologias da Informação e Comunicações (TIC) por parte da Administração Pública tanto em seu funcionamento externo quanto na troca e prestação de informações e serviços com empresas, outros governos e a população.” (Observatório do Governo Eletrônico) E-gov G2C Government to Citizen G2G Government to Government G2B Government to Business B2G Business to Government C2G Citizens to Government G2E Government to Employees “A Internet não surge somente como uma nova tecnologia da informação, mas também como uma nova forma de organização da economia e da sociedade como um todo, num processo de desconstrução e reconstrução incessantes.” (Castells)
  3. 3. 3 Custos/Benefícios Informatização Automação Administrativa e Bancos de Dados eGov 1.0: Entrega de Serviços Online eGov 2.0: Governo Transformacional Realização de Benefícios A maioria dos Governos está aqui Alcançar esse ponto é difícil e há poucos guias de ação Evolução do E-Gov
  4. 4. 4 Onde deve estar o foco? ► Em um levantamento entre 30 programas governamentais de governo eletrônico, o foco está na interoperabilidade tecnológica ► Pesquisa pela Universidade Nacional de Cingapura revelou que a maior parte desses programas com foco tecnológico estavam desconectados com as dimensões chave da transformação governamental. 6% 4% 90% Organizacional Semântico Tecnológica
  5. 5. 5 Cadeia de Valor para Governo Eletrônico Princípios e Diretrizes para Transformação de Serviços ao Cidadão Gestão Governamental centrada no Cidadão Gestão de Atendimento centrada no Cidadão Gestão de canais centrada no Cidadão Clareza Estratégica Liderança Habilidades Foco no usuário Engajamento de Stakeholders Parcerias com iniciativa privada Prova de Futuro Exequibilidade Monitoramen tode Benefícios Experiência cidadã transformad a Processos chaves para entrega de serviços Fatores Críticos de Sucesso Empoderamento docidadãoo GestãodeIdentidade MarketingeGestão deMarca Trajetóriadeentregade serviços ServiçoseProdutos Visão,Estratégiae ModelodeNegócios Estratégiadegestãode canais Internet Ouvidoria Canais Massivos Mobilidade Atendimento presencial Canais prospectivos Arquitetura de TI orientada ao Serviço
  6. 6. 6 Visão Curitiba Cidade mais Digitalizada do Brasil (IBCD 2013) Tradicional mercado de back-test Inclusão 3G e 4G acima da média nacional (TELECO 2013) Maior concentração de segmentos hard users e early adopters (CETIC 2012) Oportunidades para desenvolvimento de Governo Eletrônico em Curitiba
  7. 7. 7 Fatores Críticos de Sucesso e Riscos Fatores Críticos de Sucesso Riscos associados Clareza Estratégica  Realização de iniciativas sobrepostas ou divergentes  Dispersão orçamentária Liderança  Falta de coordenação da estratégia  Não identificação do cidadão Habilidades  Carência de recursos humanos necessários para continuidade das iniciativas da E-Gov Foco no usuário  Distanciamento dos interesses e competências dos cidadãos Engajamento de stakeholders  Esvaziamento das práticas de E-Gov Parceria com iniciativa privada  Obsolescência tecnológica  Perda de engajamento Prova de Futuro  Descontinuidade das práticas de E-Gov  Perda de legado Exequibilidade  Existência meramente institucional
  8. 8. 8 Plano de Trabalho Entendimento de necessidades de uso e realidade netnográfica Identificação das cestas de serviços públicos prestados 1 Mapeamento de ciclo de uso dos serviços e censo netnográfico 2 Identificação das práticas digitais e discursivas dos segmentos populacionais usuários dos serviços 3 Entendimento das capacidades processuais dos serviços para migração online 4 Definição da estratégia de governo eletrônico em todas suas camadas 5 Elaboração de mapa estratégico com ações prioritárias e indicadores 6 Transformação processuai e organizacional Seleção dos serviços de prioritária migração 7 Remodelagem processual e organizacionalp ara automação dos serviços públicos selecionados 8 Definição de trajetória de transformação do projeto de E- Gov através de políticas de parcerias 9 Articulação com bancos de dados privados e de outros órgãos para composição de BI Social 10 Monitoramento de resultados das práticas de E-Gov 11 Integração do E-Gov no processo de tomadas de decisões governamentai s 12 Legado e Sustentabilidade
  9. 9. 9 E-Estônia Serviços Prestados ► Desde 2000, a Estônia definiu como meta transformar sua sociedade em uma sociedade completamente digitalizada até o final da década. ► Esse objetivo foi alcançado, com o ingresso do Governo Eletrônico em quase todos os aspectos cotidianos dos cidadãos. ► A introdução do X-Roads, um BI social que integra todos bancos de dados estatais e vários outros públicos, permite a consulta pública e montagem de cenários políticos, sociais e econômicos por qualquer cidadão. ► A quantidade de consultas realizadas no sistema E-Estonia é o maior consumo de serviços do E-Gov per capita no mundo.
  10. 10. 10 E-Estônia Presentation title
  11. 11. 11 Orçamento Participativo Eletrônico Projeto: Online Pre-Budget Consultation Local de execução: Canadá Conceito: Cidadãos são convidados a participar no processo nacional de construção orçamentária indicando suas preferências e propondo alternativas. Projeto: Conselho Interativo da Cidade de Jun Local de execução: Jun, Espanha Conceito: Cidadãos são convidados a submeter propostas para o orçamento local e sugestões gerais para a agenda online do conselho da cidade Projeto: Orçamento Público Municipal ‟ Votação Eletrônica Local de execução: Belo Horizonte, Brasil Conceito: A Prefeitura de Belo Horizonte, após um ciclo de orçamento participativo com pouco engajamento, adotou o sistema eletrônico de votação. Além dos custos extremamente mais baixos, o resultado foi excepcional, com uma participação 7 vezes maior que o método tradicional em uma votação que durou 42 dias.
  12. 12. 12 Iceland The E-Nation ► Uma das primeiras nações a adotar políticas e estratégias de Governo Eletrônico, com seu primeiro programa implementado em 1998. ► Atualmente, possui uma das democracias mais participativas do mundo, com participação direta via e- government e m-government. ► Foi a primeira constituição escrita coletivamente pelo facebook e twitter. ► Possui, junto à Estônia e Lituânia, os sistemas mais complexos de crowdsourcing para construção legislativa e de políticas públicas.
  13. 13. 13 Bahrein, EAU e Arábia Saudita Desafios Culturais e de Governança ► Diferente dos demais sistemas de E-Government implementados na maior parte dos países, os países árabes adotaram uma postura de usar essas ferramentas para atração de mão de obra qualificada estrangeira e competitividade de seus mercados. ► Essa configuração possibilitou que alcançassem os melhores índices de G2B e B2G fora da Europa, onde Suiça se destaca.
  14. 14. 14 Bahrein, EAU e Arábia Saudita Desafios Culturais e de Governança 1 „Inteligência Policial 2. „Alfândega e Portos 3 „Educação ‟ Legado para E-Government 4 „E-Saúde 5 „Compras Eletrônicas 6 „Portal G2B 7 „Portal G2E 8 „Programa Nacional de Contratações 9 „Banco público de dados 10 „Serviços fundiários 11 „E-Office 12 „Sistema de Informações Sociais 13 „Serviços turísticos
  15. 15. 15 Bahrein, EAU e Arábia Saudita Desafios Culturais e de Governança Presentation title “Eu quero que todos os serviços governamentais dos Emirados Árabes Unidos sejam entregues a partir de celulares.” HH. Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum
  16. 16. 16 Experiências em M-Gov Aplicação: Ligue 1746 Local: Prefeitura do Rio de Janeiro Conceito: Canal virtual de atendimento ao cidadão existente tanto em aplicativos móveis como Aplicação: IRS2Go Local: IRS – Estados Unidos da América Conceito: Transparência tributária e educação financeira
  17. 17. 17 Experiências em M-Gov Aplicação: Valimo Mobile ID Local: Finlândia Conceito: Sistema de Identificação via celular, permitindo transações que necessitam de assinatura eletrônica diretamente do celular. Aplicação: Auckland Civil Defence Local: Auckland, Nova Zelândia Conceito: Gestão de esforços para defesa civil, com sistema de alertas SMS e protocolos de emergência.
  18. 18. 18 Experiências em M-Gov Aplicação: Valimo Mobile ID Local: Finlândia Conceito: Sistema de Identificação via celular, permitindo transações que necessitam de assinatura eletrônica diretamente do celular. Aplicação: Auckland Civil Defence Local: Auckland, Nova Zelândia Conceito: Gestão de esforços para defesa civil, com sistema de alertas SMS e protocolos de emergência. José Pugas Líder EY Brasil para Cidades E-mail: jose.pugas@br.ey.com Celular: +55 21 9443-1397 Ernst & Young Terco Assessoria | Auditoria | Impostos | Transações corporativas Sobre a Ernst & Young A Ernst & Young é líder global em serviços de auditoria, impostos, transações corporativas e assessoria em negócios. Em todo o mundo, somos 152 mil pessoas unidas pelos mesmos valores e compromisso com a qualidade. Nós fazemos a diferença ajudando nossos colaboradores, clientes e as comunidades onde atuamos a atingirem todo seu potencial. Para mais informações, visite o site www.ey.com.br © 2012 EYGM Limited Todos os direitos reservados.

×