SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Matemática 5º ano
Ficha de Avaliação
Nome: Nº:
Prof. : Enc. Educ.: Classificação:
Apresenta todos os cálculos que efectuares e quando resolveres mentalmente faz a
indicação da operação!
1. Observa a figura e indica, com a notação correcta:
Três segmentos de recta:
Três semi-rectas:
Duas rectas paralelas:
Duas rectas concorrentes:
Duas rectas perpendiculares:
2. Com a ajuda do transferidor mede a amplitude dos ângulos e em seguida classifica-
os:
3. Traça:
3.1. Um ângulo de 120º 3.2. Um ângulo de 25º
4. Indica o valor do ângulo X:
X = _________ X = _________
5. Para cada triângulo indica a amplitude do ângulo desconhecido, justificando:
5.1.
R: ______________________________________
5.2.
R:
______________________________________
5.3.
R:
______________________________________
35
º
?
?
Sou
equiláter
o
30
º
75
º
?
X
X
6. O perímetro de um triângulo isósceles é 64 cm e cada um dos lados iguais tem 25 cm
de comprimento. Calcula o comprimento do outro lado, apresentando todos os cálculos
que efectuares.
R:
7. Classifica os quatro triângulos quanto à amplitude dos ângulos e quanto ao
comprimento dos lados:
Classificação I II III IV
Ângulos
Lados
8.
Explica se pode existir um triângulo com dois ângulos rectos ou dois ângulos obtusos:
9. Qual é a amplitude de um ângulo descrito pelos ponteiros de
um relógio às 14h? Explica como pensaste.
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
________________________________________________________
10. Completa as palavras cruzadas:
r
s
40º
r//s
C
BA
D E
1. Indique qual é a afirmação correcta:
(A) Um triângulo rectângulo pode ser equilátero.
(B) Um triângulo equilátero pode ser rectângulo.
(C) Um triângulo isósceles pode ser rectângulo.
(D) Um triângulo obtusângulo pode ser equilátero.
2. Observe a figura:
Se BCAC = então:
(A) º40ˆ =BCA
(B) º80ˆ =BCA
(C) º140ˆ =EDC
(D) º40ˆ =DEC
3. Considere as afirmações:
(i) A soma das amplitudes dos ângulos internos de um triângulo é
180º.
(ii) A amplitude de um ângulo raso é 360º
(iii) Dois ângulos suplementares são ângulos cuja soma das amplitudes
é de 180º.
As afirmações falsas são:
(A) todas (C) nenhuma
(B) (ii) (D) (i) e (iii)
4. De um triângulo [ABC] sabe-se que: ˆ ˆ80º 50ºA B= =
Podemos afirmar que:
(A) [ABC] é um triângulo rectângulo
(B) [ABC] é um triângulo obtusângulo
(C) [ABC] é um triângulo isósceles
(D) [ABC] é um triângulo escaleno
Bom trabalho!
Sara Cabral Costa
(i) A soma das amplitudes dos ângulos internos de um triângulo é
180º.
(ii) A amplitude de um ângulo raso é 360º
(iii) Dois ângulos suplementares são ângulos cuja soma das amplitudes
é de 180º.
As afirmações falsas são:
(A) todas (C) nenhuma
(B) (ii) (D) (i) e (iii)
4. De um triângulo [ABC] sabe-se que: ˆ ˆ80º 50ºA B= =
Podemos afirmar que:
(A) [ABC] é um triângulo rectângulo
(B) [ABC] é um triângulo obtusângulo
(C) [ABC] é um triângulo isósceles
(D) [ABC] é um triângulo escaleno
Bom trabalho!
Sara Cabral Costa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mat nocoes basicas de triangulos e quadrilateros
Mat nocoes basicas de triangulos e quadrilaterosMat nocoes basicas de triangulos e quadrilateros
Mat nocoes basicas de triangulos e quadrilaterostrigono_metria
 
Lista de-exercicios-de-angulos-7-ano
Lista de-exercicios-de-angulos-7-anoLista de-exercicios-de-angulos-7-ano
Lista de-exercicios-de-angulos-7-anoSuelen Santos
 
8 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-3
8 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-38 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-3
8 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-3Walter Fonseca
 
Lista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversal
Lista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversalLista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversal
Lista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversalHuelio Vieira
 
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversalÂgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversalAndréa Thees
 
Quadriláteros - 8º ano
Quadriláteros - 8º anoQuadriláteros - 8º ano
Quadriláteros - 8º anoRIQOLIVER
 
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-anoGiovane Silva
 
Mat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversal
Mat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversalMat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversal
Mat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversaltrigono_metria
 
âNgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
âNgulos formados por duas retas paralelas e uma  transversalâNgulos formados por duas retas paralelas e uma  transversal
âNgulos formados por duas retas paralelas e uma transversalUniversidade Federal Fluminense
 

Mais procurados (20)

Mat nocoes basicas de triangulos e quadrilateros
Mat nocoes basicas de triangulos e quadrilaterosMat nocoes basicas de triangulos e quadrilateros
Mat nocoes basicas de triangulos e quadrilateros
 
Lista de-exercicios-de-angulos-7-ano
Lista de-exercicios-de-angulos-7-anoLista de-exercicios-de-angulos-7-ano
Lista de-exercicios-de-angulos-7-ano
 
8 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-3
8 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-38 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-3
8 ano-angulos-retas-paralelas-cortadas-por-uma-transversal-3
 
M4 41 vb
M4 41 vbM4 41 vb
M4 41 vb
 
Prova do 8º ano
Prova do 8º anoProva do 8º ano
Prova do 8º ano
 
Diedros e triedros
Diedros e triedrosDiedros e triedros
Diedros e triedros
 
Lista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversal
Lista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversalLista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversal
Lista de-exercc3adcios-sobre-angulos-formados-por-duas-retas-e-uma-transversal
 
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversalÂgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
Âgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
 
Quadriláteros - 8º ano
Quadriláteros - 8º anoQuadriláteros - 8º ano
Quadriláteros - 8º ano
 
Alguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometriaAlguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometria
 
NO MUNDO DOS TRIÂNGULOS
NO MUNDO DOS TRIÂNGULOSNO MUNDO DOS TRIÂNGULOS
NO MUNDO DOS TRIÂNGULOS
 
Ângulos (8º ano)
Ângulos (8º ano)Ângulos (8º ano)
Ângulos (8º ano)
 
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
2 lista-de-exercicios-de-angulos-7-serie-8-ano
 
Atividade 1
Atividade 1Atividade 1
Atividade 1
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
 
oi
oioi
oi
 
Mat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversal
Mat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversalMat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversal
Mat utfrs 16. angulos formados por duas paralelas e uma transversal
 
âNgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
âNgulos formados por duas retas paralelas e uma  transversalâNgulos formados por duas retas paralelas e uma  transversal
âNgulos formados por duas retas paralelas e uma transversal
 
Mat angulos
Mat angulosMat angulos
Mat angulos
 

Semelhante a Matemática 5o ano ficha avaliação

Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7mariagrave
 
Cap 7-ângulos e triângulos
Cap 7-ângulos e triângulosCap 7-ângulos e triângulos
Cap 7-ângulos e triângulosFelipe Ferreira
 
Estudo de geometria plana corrigida
Estudo de geometria plana   corrigidaEstudo de geometria plana   corrigida
Estudo de geometria plana corrigidaOswaldo Stanziola
 
1 ano trigonometria no triângulo retângulo - 2008
1 ano   trigonometria no triângulo retângulo - 20081 ano   trigonometria no triângulo retângulo - 2008
1 ano trigonometria no triângulo retângulo - 2008Erick Fernandes
 
Preparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte III
Preparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte IIIPreparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte III
Preparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte IIIMaths Tutoring
 
Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7mariagrave
 
Teste 3 - logica e TC + GPE 10ºano
Teste 3 - logica e TC + GPE 10ºanoTeste 3 - logica e TC + GPE 10ºano
Teste 3 - logica e TC + GPE 10ºanoPedro Teixeira
 
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02Hermes da Silva
 
2 testeformativo11ano201516
2 testeformativo11ano2015162 testeformativo11ano201516
2 testeformativo11ano201516Sónia Alexandre
 
Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba
Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifbaMatemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba
Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifbaJakson Raphael Pereira Barbosa
 
Trigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalho
Trigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalhoTrigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalho
Trigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalhoMaths Tutoring
 

Semelhante a Matemática 5o ano ficha avaliação (20)

Ficha t comum-9_ano
Ficha   t comum-9_anoFicha   t comum-9_ano
Ficha t comum-9_ano
 
M (1)
M (1)M (1)
M (1)
 
Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7
 
Cap 7-ângulos e triângulos
Cap 7-ângulos e triângulosCap 7-ângulos e triângulos
Cap 7-ângulos e triângulos
 
Geo jeca plana
Geo jeca planaGeo jeca plana
Geo jeca plana
 
Estudo de geometria plana corrigida
Estudo de geometria plana   corrigidaEstudo de geometria plana   corrigida
Estudo de geometria plana corrigida
 
1 ano trigonometria no triângulo retângulo - 2008
1 ano   trigonometria no triângulo retângulo - 20081 ano   trigonometria no triângulo retângulo - 2008
1 ano trigonometria no triângulo retângulo - 2008
 
Preparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte III
Preparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte IIIPreparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte III
Preparação exame nacional matemática 9.º ano - Parte III
 
Geoplana
GeoplanaGeoplana
Geoplana
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7Ficha trabnº _polignosmat7
Ficha trabnº _polignosmat7
 
Teste 3 - logica e TC + GPE 10ºano
Teste 3 - logica e TC + GPE 10ºanoTeste 3 - logica e TC + GPE 10ºano
Teste 3 - logica e TC + GPE 10ºano
 
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
 
2
22
2
 
2 testeformativo11ano201516
2 testeformativo11ano2015162 testeformativo11ano201516
2 testeformativo11ano201516
 
Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba
Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifbaMatemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba
Matemática – geometria triângulos 01 – 2013 – ifba
 
6 ano
6 ano6 ano
6 ano
 
Trigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalho
Trigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalhoTrigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalho
Trigonometria 11.º Ano - Ficha de trabalho
 
Lista p8-3-bimestre
Lista p8-3-bimestreLista p8-3-bimestre
Lista p8-3-bimestre
 
2ª lista de geometria
2ª lista de geometria2ª lista de geometria
2ª lista de geometria
 

Último

A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 

Último (20)

A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 

Matemática 5o ano ficha avaliação

  • 1. Matemática 5º ano Ficha de Avaliação Nome: Nº: Prof. : Enc. Educ.: Classificação: Apresenta todos os cálculos que efectuares e quando resolveres mentalmente faz a indicação da operação! 1. Observa a figura e indica, com a notação correcta: Três segmentos de recta: Três semi-rectas: Duas rectas paralelas: Duas rectas concorrentes: Duas rectas perpendiculares: 2. Com a ajuda do transferidor mede a amplitude dos ângulos e em seguida classifica- os: 3. Traça: 3.1. Um ângulo de 120º 3.2. Um ângulo de 25º
  • 2. 4. Indica o valor do ângulo X: X = _________ X = _________ 5. Para cada triângulo indica a amplitude do ângulo desconhecido, justificando: 5.1. R: ______________________________________ 5.2. R: ______________________________________ 5.3. R: ______________________________________ 35 º ? ? Sou equiláter o 30 º 75 º ? X X
  • 3. 6. O perímetro de um triângulo isósceles é 64 cm e cada um dos lados iguais tem 25 cm de comprimento. Calcula o comprimento do outro lado, apresentando todos os cálculos que efectuares. R: 7. Classifica os quatro triângulos quanto à amplitude dos ângulos e quanto ao comprimento dos lados: Classificação I II III IV Ângulos Lados 8. Explica se pode existir um triângulo com dois ângulos rectos ou dois ângulos obtusos: 9. Qual é a amplitude de um ângulo descrito pelos ponteiros de um relógio às 14h? Explica como pensaste. ______________________________________________________ ______________________________________________________ ______________________________________________________ ______________________________________________________ ______________________________________________________ ______________________________________________________ ________________________________________________________ 10. Completa as palavras cruzadas:
  • 4. r s 40º r//s C BA D E 1. Indique qual é a afirmação correcta: (A) Um triângulo rectângulo pode ser equilátero. (B) Um triângulo equilátero pode ser rectângulo. (C) Um triângulo isósceles pode ser rectângulo. (D) Um triângulo obtusângulo pode ser equilátero. 2. Observe a figura: Se BCAC = então: (A) º40ˆ =BCA (B) º80ˆ =BCA (C) º140ˆ =EDC (D) º40ˆ =DEC 3. Considere as afirmações:
  • 5. (i) A soma das amplitudes dos ângulos internos de um triângulo é 180º. (ii) A amplitude de um ângulo raso é 360º (iii) Dois ângulos suplementares são ângulos cuja soma das amplitudes é de 180º. As afirmações falsas são: (A) todas (C) nenhuma (B) (ii) (D) (i) e (iii) 4. De um triângulo [ABC] sabe-se que: ˆ ˆ80º 50ºA B= = Podemos afirmar que: (A) [ABC] é um triângulo rectângulo (B) [ABC] é um triângulo obtusângulo (C) [ABC] é um triângulo isósceles (D) [ABC] é um triângulo escaleno Bom trabalho! Sara Cabral Costa
  • 6. (i) A soma das amplitudes dos ângulos internos de um triângulo é 180º. (ii) A amplitude de um ângulo raso é 360º (iii) Dois ângulos suplementares são ângulos cuja soma das amplitudes é de 180º. As afirmações falsas são: (A) todas (C) nenhuma (B) (ii) (D) (i) e (iii) 4. De um triângulo [ABC] sabe-se que: ˆ ˆ80º 50ºA B= = Podemos afirmar que: (A) [ABC] é um triângulo rectângulo (B) [ABC] é um triângulo obtusângulo (C) [ABC] é um triângulo isósceles (D) [ABC] é um triângulo escaleno Bom trabalho! Sara Cabral Costa