Conetivismo - Papel do professor online

333 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conetivismo - Papel do professor online

  1. 1. UC Processos Pedagógicos em Elearning Rute Antunes Estudante n.º 1102583
  2. 2. Conetivismo O papel do professor Das paredes da sala de aula para as conceções da rede
  3. 3. Conetivismo Rute Antunes As ideias do professor enquanto pesquisador ou teórico A conversa maioritariamente unidirecional, professor -formando O professor detém o controlo da conversa O contacto direto com os pesquisadores Blogues Redes sociais Listas de discussão Um conjunto quase ilimitado de conversações Privilegiado pelos sistemas de comunicação assíncrona O formando escolhe as conversas em que deseja participar, quando e o que quer fazer Advém do controlo das ferramentas onde as conversas se desenvolvem 3
  4. 4. Conetivismo Rute Antunes O livro de texto e alguns apontamentos São acrescentado os conteúdos da web Videos youtube Museus virtuais Artigos online Simulações Social bookmarking Livros online 4
  5. 5. Cursos Tradicionais Visão Moldada pelos resultados de aprendizagem ou objetivos Design Os conteúdos e as atividades são orientadas pelos resultados ou objetivos Avaliação Todo o ensino, incluindo atividades e conteúdos estão alinhados com a avaliação 5Rute Antunes
  6. 6. Conetivismo O papel do professor muda! 6Rute Antunes
  7. 7. Conetivismo O papel do professor • Ampliador • Curador • Orientador • Agregador • Filtro • Modelo • Presença online 7Rute Antunes
  8. 8. O papel do professor no modelo conetivista Ampliador • O professor num ensino baseado na influencia, apresenta-se como o elemento da rede capaz de chamar a atenção para conteúdos importantes online, ampliando-os do seu local de origem até ao ecrã dos seus alunos; • As suas constantes chamadas de atenção para diversos conteúdos levam os formandos a perceberem a relevância de cada um deles. Rute Antunes 8
  9. 9. O papel do professor no modelo conetivista Curador • O curador funciona como alguém que fornece aos formandos condições para que descubram por si o conteúdo a aprender; • O papel do curador é levar o formando a encontrar-se com artefactos capazes de o fazerem construir o seu próprio aprendizado; • Também deve ser capaz de destacar os pontos importantes dos restantes. Rute Antunes 9
  10. 10. O papel do professor no modelo conetivista Orientador • O professor deve ajudar cada formando a encontrar um caminho e um significado. • Este processo onde o professor é um agente é ajudado pelos sistemas sociais da net. A busca de diversas opiniões e ideias sobre o mesmo assunto ajudam a construir o caminho, desenhado pela orientação pessoal. Rute Antunes 10
  11. 11. O papel do professor no modelo conetivista Agregador • A agregação deve apresentar o conteúdo e a estrutura do curso enquanto este se desenrola; • Desta forma a estrutura do curso apresenta-se não por padrões pré-definidos mas de acordo com os interesses e buscas que vão surgindo. Rute Antunes 11
  12. 12. O papel do professor no modelo conetivista Filtro • Uma das tarefas mais importantes do professor é ajudar os formandos a não saírem do caminho da compreensão. A orientação espacial, a criação de sentido espacial e a agregação restringem em parte a quantidade de recursos que necessitarão de filtragem. • A experiência do docente numa determinada área é determinante na aplicação do filtro. Poderá explicar recursos com outros recursos, através de posts no fórum ou através de uma outra forma que é capaz de refutar o joio e memorizar o trigo. Rute Antunes 12
  13. 13. O papel do professor no modelo conetivista Modelo • A tarefa de apresentar como se faz ou de apresentar um modelo do que é pretendido é uma das tarefas importantes do professor. Rute Antunes 13
  14. 14. O papel do professor no modelo conetivista Presença online • A presença online do educador é necessária e deve existir em diversas plataformas, onde os seus alunos saibam que o podem encontrar. A sua identificação deverá ser clara e inequívoca. • A presença persistente é necessária para que o professor possa exercer as suas funções na rede. Rute Antunes 14
  15. 15. Conetivismo Bibliografia • Siemens, George (16-02-2010). Teaching in Social and Technological Networks.Connectivism. • Siemens, George (12-12-2004). Connectivism: A Learning Theory for the Digital Age. elearnspace. http://www.elearnspace.org/Articles/connectivism.htm. 15Rute Antunes

×