O reino dos Hicsos
• 1.600 a.C. os
hititas invadem
o Egito.
• 1.400 a.C. os
hicsos entram.
• Por onde
passaram?
As passagens secas
• As caravanas, os
exércitos, os
pastores
atravessavam o
mar nas marés
baixas.
• Moisés foge
para Madiã...
O mar vermelho, em Suez
• Apenas na maré
alta o mar fica
intransponível.
• Na lua crescente e
nova a travessia
ficava fáci...
Estradas oficiais
• Havia três grandes
rotas de contato
entre o Egito e a
Palestina.
• A travessia do mar
Vermelho era fei...
Moisés de Miguel Ângelo
• Moisés é a figura sólida
da história do povo da
Bíblia. Assim como a
rocha dá solidez à arte,
a ...
Moisés
• A figura de destaque
no Êxodo:
• Moisés = o que tira,
aquele que liberta;
• Moisés = “mosis”, da
dinastia egípcia...
O caminho de Moisés
• Moisés sai do
Egito e chega a
Madiã.
• Ao ser chamado,
traça uma rota
possível para
adultos, criança...
As pragas do Êxodo e a ciência
• 1a. Águas do Nilo em sangue: argila e pedras, em tom avermelhado, teriam chegado
em quant...
O maná e as codornizes
• O Maná
• Um estudo botânico do
alemão G. Ehremberg, 1823,
revelou que plantas, da
família das acá...
Dias diferentes
• À beira do mar,
alguns dias
havia sol
quente, outros a
sombra e a
penumbra
assustadora.
Dias diferentes1
• Quando o céu se
fecha, o medo
surge no coração
do povo.
Caminhos para o Sinai
• Não há
estradas para
o Monte
Sinai. Do
mosteiro de
Sta. Catarina
partem
caminhos de
camelos e
bedu...
O mar agitado
• Na lua
crescente e
nova o mar
sobe a cada
seis horas e
desce a cada
seis horas.
Mar agitado 2
• A fúria das
águas entre a
5a. e a 7a. hora
do movimento
para fora.
• Na linha do
Equador chega
a 9 metros.
Maré baixa 1
• No pico da lua
crescente e nova o
mar recua mais e
transborda mais.
• Na lua minguante e
cheia ele mantém
u...
A maré baixa2
• Na sexta
hora o mar
recua mais
de um
quilômetro
e começa
subir
novamente
A maré baixa
• O recuo das
águas depois
de 3 horas
Monte Sinai
• A tradição
localiza o
Monte de
Moisés como
o mais alto
da Península
do Sinai
Montanha do Sinai
• O caminho é
longo,
íngreme e
desafiador.
• Uma silhueta
sobre rochas.
Sinai
• O amanhecer é
sempre gelado,
mesmo no verão.
• O dia é sempre um
calor intenso.
Caminho para o monte
• A parte mais alta da
montanha tem o
caminho de pedras
colocadas para evitar
acidentes
• Pode-se alu...
Mosteiro de Sta. Catarina
• O
mosteiro,
também
sítio
arqueológi
co, é
hospedari
a e ponto
de partida
p/ o Sinai
Sepulturas
• Quando alguém
morria era
sepultado e o
lugar sinalizado
com pedras.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ÊXodo

537 visualizações

Publicada em

Módulo 1 - Curso de Iniciação Teológica - PUC-Rio - 2014

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
537
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ÊXodo

  1. 1. O reino dos Hicsos • 1.600 a.C. os hititas invadem o Egito. • 1.400 a.C. os hicsos entram. • Por onde passaram?
  2. 2. As passagens secas • As caravanas, os exércitos, os pastores atravessavam o mar nas marés baixas. • Moisés foge para Madiã, e depois volta.
  3. 3. O mar vermelho, em Suez • Apenas na maré alta o mar fica intransponível. • Na lua crescente e nova a travessia ficava fácil, nas três horas de maré baixa.
  4. 4. Estradas oficiais • Havia três grandes rotas de contato entre o Egito e a Palestina. • A travessia do mar Vermelho era feita no pico da lua crescente e no pico da lua nova = marés baixas
  5. 5. Moisés de Miguel Ângelo • Moisés é a figura sólida da história do povo da Bíblia. Assim como a rocha dá solidez à arte, a fé e o amor à missão libertadora, conferem solidez moral e vínculo social.
  6. 6. Moisés • A figura de destaque no Êxodo: • Moisés = o que tira, aquele que liberta; • Moisés = “mosis”, da dinastia egípcia “tutamosis”
  7. 7. O caminho de Moisés • Moisés sai do Egito e chega a Madiã. • Ao ser chamado, traça uma rota possível para adultos, crianças, mulheres e anciãos.
  8. 8. As pragas do Êxodo e a ciência • 1a. Águas do Nilo em sangue: argila e pedras, em tom avermelhado, teriam chegado em quantidade excessiva nas enchentes; • 2a. Rãs: nos tempos de enchente, rãs se multiplicavam abundantemente, e, com provável falta de alimento, morriam contaminando as águas; • 3a./4a. Moscas e mosquitos: são conhecidas, ainda hoje, as invasões de moscas (moscardos) que atacam a boca, olhos e ouvidos, causando enfermidades; (reportagens no Sudão, Etiópia...) • 5a. Peste dos animais: ou pela seca ou pela enchente, os animais começam a se contaminar – eles são a sobrevivência direta do povo (aftosa, gripe aviária).. • 6a. Úlceras: conhecida como sarna do Nilo, resultando em úlceras; • 7a. Chuva de granizo: fenômeno ocasional, mas violento; • 8a. Gafanhotos e piolhos: típico do Oriente, tb. nas Américas e Europa; • 9a. Trevas (chamsin): vento forte e quente que ergue a areia fina formando nuvens de pó, obscurecendo o sol e tornando o dia lúgubre. • 10a. A morte dos primogênitos dos animais e dos homens: Não há resposta científica. Os primogênitos dos animais e das pessoas eram a bênção, e, se morressem, seriam maldição. Ao dar alimentos contaminados para animais e para as crianças, que eram usados como teste, juntamente com os escravos, eles conheceram a desgraça.
  9. 9. O maná e as codornizes • O Maná • Um estudo botânico do alemão G. Ehremberg, 1823, revelou que plantas, da família das acácias, típica do Sinai, depois de picada pela cochonilha, com o orvalho da noite, produz uma resina pastosa e adocicada: o Maná dos céus para quem chega “morto” de fome. • As codornizes fazem o movimento migratório do frio para o calor. Nesta migração cruzam o mar Vermelho e pousam exaustas nas planícies da costa, sendo possível apanhá-las com as mãos. • Moisés teria calculado: as marés; a água doce e a alimentação, antes de partir = inteligência a serviço da fé!
  10. 10. Dias diferentes • À beira do mar, alguns dias havia sol quente, outros a sombra e a penumbra assustadora.
  11. 11. Dias diferentes1 • Quando o céu se fecha, o medo surge no coração do povo.
  12. 12. Caminhos para o Sinai • Não há estradas para o Monte Sinai. Do mosteiro de Sta. Catarina partem caminhos de camelos e beduínos
  13. 13. O mar agitado • Na lua crescente e nova o mar sobe a cada seis horas e desce a cada seis horas.
  14. 14. Mar agitado 2 • A fúria das águas entre a 5a. e a 7a. hora do movimento para fora. • Na linha do Equador chega a 9 metros.
  15. 15. Maré baixa 1 • No pico da lua crescente e nova o mar recua mais e transborda mais. • Na lua minguante e cheia ele mantém um nível mais estável. • À medida que o mar baixa os transeuntes atravessam
  16. 16. A maré baixa2 • Na sexta hora o mar recua mais de um quilômetro e começa subir novamente
  17. 17. A maré baixa • O recuo das águas depois de 3 horas
  18. 18. Monte Sinai • A tradição localiza o Monte de Moisés como o mais alto da Península do Sinai
  19. 19. Montanha do Sinai • O caminho é longo, íngreme e desafiador. • Uma silhueta sobre rochas.
  20. 20. Sinai • O amanhecer é sempre gelado, mesmo no verão. • O dia é sempre um calor intenso.
  21. 21. Caminho para o monte • A parte mais alta da montanha tem o caminho de pedras colocadas para evitar acidentes • Pode-se alugar camelos até o topo do monte.
  22. 22. Mosteiro de Sta. Catarina • O mosteiro, também sítio arqueológi co, é hospedari a e ponto de partida p/ o Sinai
  23. 23. Sepulturas • Quando alguém morria era sepultado e o lugar sinalizado com pedras.

×