SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Recursos
Educacionais
Abertos (REA)
Introdução
Profa. Ms. Rosária Helena Ruiz Nakashima
rosaria@uft.edu.br
Colegiado de História
UFT - Campus de Araguaína
Definição de REA

São materiais em qualquer suporte ou mídia
Sob domínio público ou licenciados de maneira aberta
 Podem ser utilizados ou adaptados e distribuídos por terceiros

(UNESCO e comunidade internacional REA–2011)
Os REA incluem:

Conteúdo

Ferramentas

•
•
•
•

Cursos completos, módulos e planos de aula
Tópicos de um conteúdo ou temas de aprendizagem
Livros didáticos, coleções, periódicos e artigos científicos
Vídeos, imagens e jogos

• Software de criação, entrega, uso e melhoria do conteúdo de aprendizagem
aberto
• Sistema de gerenciamento, busca e organização de conteúdo e de
aprendizagem
• Ferramentas de desenvolvimento de conteúdo e comunidades de aprendizado

on-line

Recursos para
implementação

• Licenças de propriedade intelectual para promover a publicação
aberta de materiais, estabelecer princípios e localização de
conteúdo
Projeto REA-Br
 Fundado por Carolina Rossini em 2008

 Comunidade REA-Brasil:
educadores, cientistas, engenheiros, profissionais de
TIC, jornalistas, advogados e todos aqueles que acreditam em
educação aberta e REA

 Parcerias e apoio institucional: Instituto Educadigital, Casa de
Cultura Digital, Escola de Direito da Fundação Getúlio
Vargas, UNESCO, entre outros
Carolina Rossini

“A expansão da Web 2.0 muda,
radicalmente, a forma com que
interagimos e como comunidades
evoluem na internet: de
transações para interações
colaborativas.”

Proposta: “Repensar como acessamos

e desenvolvemos conhecimento e
qual a contribuição da tecnologia.
Não somente como uma forma de
acessar o “grátis”, mas como uma
nova forma de governança de
conhecimento para inovação, por
meio do compartilhamento e
colaboração.”
Fonte: Carolina Rossini
Documentos e Materiais
Declaração de Cidade do Cabo para Educação Aberta (estratégias para
aumentar o alcance e o impacto de REA):
 Encorajar a participação: professores e estudantes com a
criação, utilização, adaptação e melhoria dos REA. Adoção de práticas
educativas em torno da colaboração, descoberta e criação de
conhecimento.
 Interoperabilidade legal e técnica: educadores, autores, editores e
instituições publiquem os recursos abertamente em formatos que
facilitem tanto a utilização e edição, e adaptáveis a diferentes plataformas
tecnológicas.
 Política Publica de Educação Aberta: incentivo para que
governos, conselhos escolares, faculdades e universidades priorizem a
Educação Aberta uma alta prioridade. Acreditação e os processos de
adoção devem dar preferência aos REA. Repositórios devem incluir
ativamente e destacar os REA.
 Estratégias: constituem um bom investimento no ensino e
aprendizagem para o século XXI
 Redirecionarão o orçamento dedicado a livros didáticos caros a
recursos que proporcionam uma melhor aprendizagem
Documentos e Materiais
Livro verde sobre REA
Objetivos:
 Analisar a experiência brasileira de aplicação das TIC na
educação, política, tecnologia e pedagogia.
 Observar o impacto do conceito emergente de “REA” tanto
na teoria como na prática.
 4 eixos estruturais para o contexto dos REA no Brasil:
 acesso público aos materiais educacionais em geral
 ciclo econômico de produção de materiais educacionais
e seu impacto no “direito a aprender dos cidadãos”
 possíveis benefícios que os REA podem trazer para
estratégias de aprendizagem, para produção de
recursos mais sensíveis a questões orientadas à
diversidade regional e aos padrões regionais de
qualidade
 impacto dos recursos digitais, on-line e abertos no
desenvolvimento profissional contínuo dos professores
Por que optar por REA?
 Quando o projeto for financiado por recursos
públicos
 Quando a tecnologia digital ultrapassar as atuais
formas de ensino e aprendizagem
 Implicações ligadas ao custo de proteger seu
direito autoral
 REA são mais fáceis de administrar
 Sem limites complexos ao direito autoral
 Sem restrições de audiência
(pais, comunidade, crianças etc.)
 Permite que professores e estudantes modifiquem o
recursos conforme sua necessidade local ou
individual

Fonte: Carolina Rossini
Por que optar por REA?
 Acesso público: instituições educacionais
(principalmente públicas) deveriam potencializar
investimentos provenientes de impostos
permitindo o compartilhamento e reuso gratuito e
livre
 Qualidade pode ser melhorada e o custo de
desenvolvimento reduzido (Ex: PNLD 2010: custo
de R$ 880.263.266,15 na compra de 135,6
milhões de unidades de livros)
 Abertura torna mais rápido o desenvolvimento de
recursos e abrir portas para criação de recursos de
forma espontânea

Fonte: Carolina Rossini
Por que investir em REA?
Carolina Rossini

“Ampla disseminação da educação
contribui para que sociedades sejam
mais inclusivas e coesas, promove a
igualdade de oportunidades e
inovação, em conformidade com as
prioridades de uma agenda social
renovada centrada na sociedade do
conhecimento”.
Três pilares relativos à intersecção das TIC
na política educacional

Acesso público a materiais educacionais de financiamento público: materiais
disponibilizados sob as definições internacionais dos REA. A adesão a esse princípio
requer atenção aos Direitos de Propriedade Intelectual e aos regimes institucionais, ao
preço, ao acesso e à formação.

Transparência e coleta de dados: dados, estatísticas e avaliações com relação ao
êxito da política de REA devem estar facilmente disponíveis a todos.

Educando os educadores para que colaborem: verbas públicas para investimento
de TIC em infraestrutura devem ser condicionadas ao fato de o beneficiário apresentar
um plano pedagógico aceitável para formar educadores para aproveitar ao máximo a
combinação de tecnologia e conteúdo aberto.
Recomendações/Desafios
Conteúdo educacional e direitos de propriedade intelectual
 Dinheiro do contribuinte e acesso público: estabelecer política/lei federal

unificada decretando licenças “abertas” e gratuitas para acessar:

 livros, teses e artigos necessários ao ensino superior quando estes são produzidos
por professores que trabalham em tempo integral em universidades públicas; ou

por alunos que recebem bolsas de estudo de tempo integral do governo; ou
quando as publicações são o resultado de projetos com financiamento público

 objetos digitais ou analógicos de aprendizagem, quando estes forem desenvolvidos

por e/ou pagos (trabalho sob encomenda) pelo governo federal, pelos governos
estaduais, municipais e seus subempreiteiros
Recomendações/Desafios
Conteúdo e preço
 Transparência de Mercado:

 exigir dos editores que divulguem informações sobre os preços de venda por
atacado dos livros didáticos, sobre seu custo real e sobre o histórico de revisões

 comissionar estudos e relatórios para investigar os preços elevados dos livros
didáticos e as margens de lucro das empresas que operam com receitas
substanciais com base na compra pública de livros didáticos e incentivos fiscais
Recomendações/Desafios
Conteúdo e Política Pedagógica
 Educar os educadores: criar um currículo nacional para internet aberta, para ensinar os

professores a utilizarem os REA e a mídia on-line, bem como a alfabetização nas TIC

 Educar a sociedade: criar recursos pedagógicos específicos para o uso dos REA,
abertos, gratuitos e disponíveis a todos

 Incentivos e avaliações: recompensar os professores que não apenas fazem uso dos
REA, mas que retribuem com novos REA, e utilizam essas avaliações na ocupação de
cargo e promoção na carreira
Recomendações/Desafios
Conteúdo e Política de Tecnologia
 Padronizar as políticas de teses: unificação de acesso e reutilização de

teses, abrangendo desde dados a softwares, trabalhos criativos, know-how e direitos
de prática, tecnologia essa associada aos padrões tecnológicos existentes, tal como a
Iniciativa dos Arquivos Abertos.
 Padronizar as políticas de cursos educacionais (courseware): unificação de acesso e

reutilização do cursos da Universidade Aberta e similares. Esta tecnologia deve ser
interoperável.
 Padronizar uma política de software que promova o software livre e nacional:
padronização de normativas determinando que o software resultado de financiamento

público deva ser Software Livre e e de código aberto, quando o seu uso for
educacional.
Avanços
Link para E-book:
http://oer.kmi.open.ac.uk/?page_id=980
Avanços

• Estratégias significativas fundamentadas
em bases teóricas e práticas sobre como
REA podem ser produzidos, reutilizados e
disseminados para promover
coaprendizagem – aprendizagem
aberta colaborativa e também
desenvolvimento profissional.
• REA: licença Creative Commons
Avanços

http://creativecommons.org.br/
Referências
 Declaração de Cidade do Cabo para Educação Aberta:
Abrindo a promessa de Recursos Educativos Abertos
http://www.capetowndeclaration.org/translations/portuguese
-translation

 Blog do Projeto REA-Br e da Comunidade REA-Br.
http://rea.net.br/materiais-de-referencia/
 SlideShare de Carolina Rossini
http://www.slideshare.net/carolina.rossini/rea-na-frenteparlamentar-de-cultura
 Livro Verde sobre REA
http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=154992
2

 Seleção de REA
http://beyondelearning.pbworks.com/w/page/26269831/Sele
%C3%A7%C3%A3o%20de%20Recursos%20Educacionais%
20Abertos
TRANSITIONAL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014
Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014
Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014REA Brasil
 
Recursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadores
Recursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadoresRecursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadores
Recursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadoresAna Loureiro
 
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...Hugo Domingos
 
RDE_mestrado em b-learning
RDE_mestrado em b-learningRDE_mestrado em b-learning
RDE_mestrado em b-learningAna Loureiro
 
Ciencia Aberta e REA
Ciencia Aberta e REACiencia Aberta e REA
Ciencia Aberta e REAAna Loureiro
 
Media and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporal
Media and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporalMedia and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporal
Media and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporalAna Loureiro
 
Webinar Recursos Educacionais Abertos
Webinar Recursos Educacionais AbertosWebinar Recursos Educacionais Abertos
Webinar Recursos Educacionais AbertosElena Maria Mallmann
 
Educação aberta, REA e Redes Sociais
Educação aberta, REA e Redes SociaisEducação aberta, REA e Redes Sociais
Educação aberta, REA e Redes SociaisEducaesemrede
 
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoPolítica Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoREA Brasil
 
Faro moodle13 6julho_vicmaio
Faro moodle13 6julho_vicmaioFaro moodle13 6julho_vicmaio
Faro moodle13 6julho_vicmaioVicência Maio
 
Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...
Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...
Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...REA Brasil
 
Recursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para Elearning
Recursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para ElearningRecursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para Elearning
Recursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para ElearningRui Páscoa
 

Mais procurados (19)

Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014
Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014
Recursos Educacionais Abertos - Santo André 2014
 
Recursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadores
Recursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadoresRecursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadores
Recursos Educativos Abertos: 101 toolkit para educadores e pesquisadores
 
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
O desenvolvimento de práticas educativas suportadas por Recursos Educativos A...
 
Ecossistema Conhecimento Conectado
Ecossistema Conhecimento ConectadoEcossistema Conhecimento Conectado
Ecossistema Conhecimento Conectado
 
RDE_mestrado em b-learning
RDE_mestrado em b-learningRDE_mestrado em b-learning
RDE_mestrado em b-learning
 
Ciencia Aberta e REA
Ciencia Aberta e REACiencia Aberta e REA
Ciencia Aberta e REA
 
myMPeL2011_josé_mota
myMPeL2011_josé_motamyMPeL2011_josé_mota
myMPeL2011_josé_mota
 
Media and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporal
Media and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporalMedia and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporal
Media and Information Literacy (MIL): perspectiva atemporal
 
Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013
Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013
Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013
 
Mesa redondapde
Mesa redondapdeMesa redondapde
Mesa redondapde
 
Webinar Recursos Educacionais Abertos
Webinar Recursos Educacionais AbertosWebinar Recursos Educacionais Abertos
Webinar Recursos Educacionais Abertos
 
Educação aberta, REA e Redes Sociais
Educação aberta, REA e Redes SociaisEducação aberta, REA e Redes Sociais
Educação aberta, REA e Redes Sociais
 
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoPolítica Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
 
Apresenta csbc2012 jai01
Apresenta csbc2012 jai01Apresenta csbc2012 jai01
Apresenta csbc2012 jai01
 
Faro moodle13 6julho_vicmaio
Faro moodle13 6julho_vicmaioFaro moodle13 6julho_vicmaio
Faro moodle13 6julho_vicmaio
 
Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...
Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...
Não se pode construir políticas públicas sem pessoas: o caso REA Brasil e out...
 
mympel2012_ruipascoa
mympel2012_ruipascoamympel2012_ruipascoa
mympel2012_ruipascoa
 
Recursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para Elearning
Recursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para ElearningRecursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para Elearning
Recursos Educacionais Abertos em Materiais e Recursos Para Elearning
 
Recursos educacionais abertos
Recursos educacionais abertos Recursos educacionais abertos
Recursos educacionais abertos
 

Destaque

Revolução industrial alceu
Revolução industrial alceuRevolução industrial alceu
Revolução industrial alceuÍris Ferreira
 
จินตนาการกลุ่มที่10
จินตนาการกลุ่มที่10จินตนาการกลุ่มที่10
จินตนาการกลุ่มที่10saksu
 
Operazioni di gestione 01
Operazioni di gestione 01Operazioni di gestione 01
Operazioni di gestione 01Edi Dal Farra
 
Edição De Vídeos
Edição De VídeosEdição De Vídeos
Edição De VídeosAllan Reis
 
חוברת כנס קהילת הגיוס 2011
חוברת כנס קהילת הגיוס 2011חוברת כנס קהילת הגיוס 2011
חוברת כנס קהילת הגיוס 2011Morit Rozen
 
Publicação de Maio
Publicação de MaioPublicação de Maio
Publicação de MaioLeigos
 
Part two movement
Part two movementPart two movement
Part two movementskent11
 
Vida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internet
Vida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internetVida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internet
Vida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internetAnderson Hernandes
 
Technogarden
TechnogardenTechnogarden
Technogardenmwe
 
Zumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William Bishop
Zumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William BishopZumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William Bishop
Zumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William BishopProfessor Belinaso
 
áLbum de fotos pinhão
áLbum de fotos pinhãoáLbum de fotos pinhão
áLbum de fotos pinhãoMaria Tavares
 
Prova alceu 2014 7ºb 1ºbim
Prova alceu 2014 7ºb 1ºbimProva alceu 2014 7ºb 1ºbim
Prova alceu 2014 7ºb 1ºbimÍris Ferreira
 

Destaque (20)

Revolução industrial alceu
Revolução industrial alceuRevolução industrial alceu
Revolução industrial alceu
 
จินตนาการกลุ่มที่10
จินตนาการกลุ่มที่10จินตนาการกลุ่มที่10
จินตนาการกลุ่มที่10
 
Reforma interna 2011
Reforma interna 2011Reforma interna 2011
Reforma interna 2011
 
Operazioni di gestione 01
Operazioni di gestione 01Operazioni di gestione 01
Operazioni di gestione 01
 
Edição De Vídeos
Edição De VídeosEdição De Vídeos
Edição De Vídeos
 
חוברת כנס קהילת הגיוס 2011
חוברת כנס קהילת הגיוס 2011חוברת כנס קהילת הגיוס 2011
חוברת כנס קהילת הגיוס 2011
 
כנס השקת חוות הדעת
כנס השקת חוות הדעתכנס השקת חוות הדעת
כנס השקת חוות הדעת
 
Publicação de Maio
Publicação de MaioPublicação de Maio
Publicação de Maio
 
Principi 6
Principi 6Principi 6
Principi 6
 
6399476 o-sapo-apaixonado
6399476 o-sapo-apaixonado6399476 o-sapo-apaixonado
6399476 o-sapo-apaixonado
 
Part two movement
Part two movementPart two movement
Part two movement
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
 
Vida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internet
Vida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internetVida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internet
Vida e Carreira: Liderança e Boa Gestão da Marca Pessoal internet
 
materias (biologia)
materias (biologia)materias (biologia)
materias (biologia)
 
Apresentação palestra XIII ECCOR - Fortaleza ago-2014
Apresentação palestra XIII ECCOR - Fortaleza ago-2014Apresentação palestra XIII ECCOR - Fortaleza ago-2014
Apresentação palestra XIII ECCOR - Fortaleza ago-2014
 
Technogarden
TechnogardenTechnogarden
Technogarden
 
Zumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William Bishop
Zumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William BishopZumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William Bishop
Zumbis e seus Ciclos na Mídia: uma introdução a partir de Kyle William Bishop
 
áLbum de fotos pinhão
áLbum de fotos pinhãoáLbum de fotos pinhão
áLbum de fotos pinhão
 
Prova alceu 2014 7ºb 1ºbim
Prova alceu 2014 7ºb 1ºbimProva alceu 2014 7ºb 1ºbim
Prova alceu 2014 7ºb 1ºbim
 
1886 6445-1-pb
1886 6445-1-pb1886 6445-1-pb
1886 6445-1-pb
 

Semelhante a REA: Recursos Educacionais Abertos

Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoPolítica Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoREA Brasil
 
Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)
Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)
Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)André Avorio
 
Moodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagens
Moodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagensMoodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagens
Moodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagensFabio Barros
 
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes SociaisEducação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes SociaisLucila Pesce
 
Políticas Públicas para REA
Políticas Públicas para REAPolíticas Públicas para REA
Políticas Públicas para REAREA Brasil
 
Tecnologias e Educação: desafios e possibilidades
Tecnologias e Educação: desafios e possibilidadesTecnologias e Educação: desafios e possibilidades
Tecnologias e Educação: desafios e possibilidadesGiselle Ferreira
 
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoPolítica pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoREA Brasil
 
REA na Frente Parlamentar de Cultura
REA na Frente Parlamentar de CulturaREA na Frente Parlamentar de Cultura
REA na Frente Parlamentar de CulturaCarolina Rossini
 
Discurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial REA
Discurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial READiscurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial REA
Discurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial REAREA Brasil
 
Recursos Educacionais Abertos
Recursos Educacionais AbertosRecursos Educacionais Abertos
Recursos Educacionais AbertosREA Brasil
 
REA no mundo / OER in the World
REA no mundo / OER in the World REA no mundo / OER in the World
REA no mundo / OER in the World Carolina Rossini
 
Encontro com Proinfo Integrado - MEC
Encontro com Proinfo Integrado - MECEncontro com Proinfo Integrado - MEC
Encontro com Proinfo Integrado - MECREA Brasil
 
Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...
Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...
Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...SEJUD
 
Declaração da Cidade do Cabo - Open Education
Declaração da Cidade do Cabo - Open EducationDeclaração da Cidade do Cabo - Open Education
Declaração da Cidade do Cabo - Open EducationMarcelo Henderson Salles
 
Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014
Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014
Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014REA Brasil
 

Semelhante a REA: Recursos Educacionais Abertos (20)

Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoPolítica Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política Pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
 
Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)
Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)
Agenda Regional de Práticas Educacionais Abertas (PEA)
 
Moodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagens
Moodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagensMoodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagens
Moodle e recursos educacionais abertos - potencializando aprendizagens
 
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes SociaisEducação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
Educação Aberta, Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais
 
Políticas Públicas para REA
Políticas Públicas para REAPolíticas Públicas para REA
Políticas Públicas para REA
 
Pesquisa sobre REA
Pesquisa sobre REAPesquisa sobre REA
Pesquisa sobre REA
 
Recursos educacionais abertos
Recursos educacionais abertos Recursos educacionais abertos
Recursos educacionais abertos
 
Tecnologias e Educação: desafios e possibilidades
Tecnologias e Educação: desafios e possibilidadesTecnologias e Educação: desafios e possibilidades
Tecnologias e Educação: desafios e possibilidades
 
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educaçãoPolítica pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
Política pública para REA: colaboração para inovação e acesso a educação
 
REA na Frente Parlamentar de Cultura
REA na Frente Parlamentar de CulturaREA na Frente Parlamentar de Cultura
REA na Frente Parlamentar de Cultura
 
Discurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial REA
Discurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial READiscurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial REA
Discurso Angelo Vanhonhi - Congresso Mundial REA
 
Oficina ESAF- Repositórios e Referatórios REA
Oficina ESAF- Repositórios e Referatórios REAOficina ESAF- Repositórios e Referatórios REA
Oficina ESAF- Repositórios e Referatórios REA
 
Recursos Educacionais Abertos
Recursos Educacionais AbertosRecursos Educacionais Abertos
Recursos Educacionais Abertos
 
REA no mundo / OER in the World
REA no mundo / OER in the World REA no mundo / OER in the World
REA no mundo / OER in the World
 
Encontro com Proinfo Integrado - MEC
Encontro com Proinfo Integrado - MECEncontro com Proinfo Integrado - MEC
Encontro com Proinfo Integrado - MEC
 
Síntese dos processos (formação & avaliação)
Síntese dos processos (formação & avaliação)Síntese dos processos (formação & avaliação)
Síntese dos processos (formação & avaliação)
 
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
Recursos educacionais abertos na Universidade Aberta. A rede como estratégia ...
 
Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...
Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...
Recursos Educacionais Abertos: explorando repositórios, referatórios e a web ...
 
Declaração da Cidade do Cabo - Open Education
Declaração da Cidade do Cabo - Open EducationDeclaração da Cidade do Cabo - Open Education
Declaração da Cidade do Cabo - Open Education
 
Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014
Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014
Recursos Educacionais Abertos UFPR - nov/2014
 

Último

UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 

Último (20)

UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 

REA: Recursos Educacionais Abertos

  • 1. Recursos Educacionais Abertos (REA) Introdução Profa. Ms. Rosária Helena Ruiz Nakashima rosaria@uft.edu.br Colegiado de História UFT - Campus de Araguaína
  • 2. Definição de REA São materiais em qualquer suporte ou mídia Sob domínio público ou licenciados de maneira aberta  Podem ser utilizados ou adaptados e distribuídos por terceiros (UNESCO e comunidade internacional REA–2011)
  • 3. Os REA incluem: Conteúdo Ferramentas • • • • Cursos completos, módulos e planos de aula Tópicos de um conteúdo ou temas de aprendizagem Livros didáticos, coleções, periódicos e artigos científicos Vídeos, imagens e jogos • Software de criação, entrega, uso e melhoria do conteúdo de aprendizagem aberto • Sistema de gerenciamento, busca e organização de conteúdo e de aprendizagem • Ferramentas de desenvolvimento de conteúdo e comunidades de aprendizado on-line Recursos para implementação • Licenças de propriedade intelectual para promover a publicação aberta de materiais, estabelecer princípios e localização de conteúdo
  • 4. Projeto REA-Br  Fundado por Carolina Rossini em 2008  Comunidade REA-Brasil: educadores, cientistas, engenheiros, profissionais de TIC, jornalistas, advogados e todos aqueles que acreditam em educação aberta e REA  Parcerias e apoio institucional: Instituto Educadigital, Casa de Cultura Digital, Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, UNESCO, entre outros
  • 5. Carolina Rossini “A expansão da Web 2.0 muda, radicalmente, a forma com que interagimos e como comunidades evoluem na internet: de transações para interações colaborativas.” Proposta: “Repensar como acessamos e desenvolvemos conhecimento e qual a contribuição da tecnologia. Não somente como uma forma de acessar o “grátis”, mas como uma nova forma de governança de conhecimento para inovação, por meio do compartilhamento e colaboração.”
  • 7.
  • 8. Documentos e Materiais Declaração de Cidade do Cabo para Educação Aberta (estratégias para aumentar o alcance e o impacto de REA):  Encorajar a participação: professores e estudantes com a criação, utilização, adaptação e melhoria dos REA. Adoção de práticas educativas em torno da colaboração, descoberta e criação de conhecimento.  Interoperabilidade legal e técnica: educadores, autores, editores e instituições publiquem os recursos abertamente em formatos que facilitem tanto a utilização e edição, e adaptáveis a diferentes plataformas tecnológicas.  Política Publica de Educação Aberta: incentivo para que governos, conselhos escolares, faculdades e universidades priorizem a Educação Aberta uma alta prioridade. Acreditação e os processos de adoção devem dar preferência aos REA. Repositórios devem incluir ativamente e destacar os REA.  Estratégias: constituem um bom investimento no ensino e aprendizagem para o século XXI  Redirecionarão o orçamento dedicado a livros didáticos caros a recursos que proporcionam uma melhor aprendizagem
  • 9. Documentos e Materiais Livro verde sobre REA Objetivos:  Analisar a experiência brasileira de aplicação das TIC na educação, política, tecnologia e pedagogia.  Observar o impacto do conceito emergente de “REA” tanto na teoria como na prática.  4 eixos estruturais para o contexto dos REA no Brasil:  acesso público aos materiais educacionais em geral  ciclo econômico de produção de materiais educacionais e seu impacto no “direito a aprender dos cidadãos”  possíveis benefícios que os REA podem trazer para estratégias de aprendizagem, para produção de recursos mais sensíveis a questões orientadas à diversidade regional e aos padrões regionais de qualidade  impacto dos recursos digitais, on-line e abertos no desenvolvimento profissional contínuo dos professores
  • 10. Por que optar por REA?  Quando o projeto for financiado por recursos públicos  Quando a tecnologia digital ultrapassar as atuais formas de ensino e aprendizagem  Implicações ligadas ao custo de proteger seu direito autoral  REA são mais fáceis de administrar  Sem limites complexos ao direito autoral  Sem restrições de audiência (pais, comunidade, crianças etc.)  Permite que professores e estudantes modifiquem o recursos conforme sua necessidade local ou individual Fonte: Carolina Rossini
  • 11. Por que optar por REA?  Acesso público: instituições educacionais (principalmente públicas) deveriam potencializar investimentos provenientes de impostos permitindo o compartilhamento e reuso gratuito e livre  Qualidade pode ser melhorada e o custo de desenvolvimento reduzido (Ex: PNLD 2010: custo de R$ 880.263.266,15 na compra de 135,6 milhões de unidades de livros)  Abertura torna mais rápido o desenvolvimento de recursos e abrir portas para criação de recursos de forma espontânea Fonte: Carolina Rossini
  • 12. Por que investir em REA?
  • 13. Carolina Rossini “Ampla disseminação da educação contribui para que sociedades sejam mais inclusivas e coesas, promove a igualdade de oportunidades e inovação, em conformidade com as prioridades de uma agenda social renovada centrada na sociedade do conhecimento”.
  • 14. Três pilares relativos à intersecção das TIC na política educacional Acesso público a materiais educacionais de financiamento público: materiais disponibilizados sob as definições internacionais dos REA. A adesão a esse princípio requer atenção aos Direitos de Propriedade Intelectual e aos regimes institucionais, ao preço, ao acesso e à formação. Transparência e coleta de dados: dados, estatísticas e avaliações com relação ao êxito da política de REA devem estar facilmente disponíveis a todos. Educando os educadores para que colaborem: verbas públicas para investimento de TIC em infraestrutura devem ser condicionadas ao fato de o beneficiário apresentar um plano pedagógico aceitável para formar educadores para aproveitar ao máximo a combinação de tecnologia e conteúdo aberto.
  • 15. Recomendações/Desafios Conteúdo educacional e direitos de propriedade intelectual  Dinheiro do contribuinte e acesso público: estabelecer política/lei federal unificada decretando licenças “abertas” e gratuitas para acessar:  livros, teses e artigos necessários ao ensino superior quando estes são produzidos por professores que trabalham em tempo integral em universidades públicas; ou por alunos que recebem bolsas de estudo de tempo integral do governo; ou quando as publicações são o resultado de projetos com financiamento público  objetos digitais ou analógicos de aprendizagem, quando estes forem desenvolvidos por e/ou pagos (trabalho sob encomenda) pelo governo federal, pelos governos estaduais, municipais e seus subempreiteiros
  • 16. Recomendações/Desafios Conteúdo e preço  Transparência de Mercado:  exigir dos editores que divulguem informações sobre os preços de venda por atacado dos livros didáticos, sobre seu custo real e sobre o histórico de revisões  comissionar estudos e relatórios para investigar os preços elevados dos livros didáticos e as margens de lucro das empresas que operam com receitas substanciais com base na compra pública de livros didáticos e incentivos fiscais
  • 17. Recomendações/Desafios Conteúdo e Política Pedagógica  Educar os educadores: criar um currículo nacional para internet aberta, para ensinar os professores a utilizarem os REA e a mídia on-line, bem como a alfabetização nas TIC  Educar a sociedade: criar recursos pedagógicos específicos para o uso dos REA, abertos, gratuitos e disponíveis a todos  Incentivos e avaliações: recompensar os professores que não apenas fazem uso dos REA, mas que retribuem com novos REA, e utilizam essas avaliações na ocupação de cargo e promoção na carreira
  • 18. Recomendações/Desafios Conteúdo e Política de Tecnologia  Padronizar as políticas de teses: unificação de acesso e reutilização de teses, abrangendo desde dados a softwares, trabalhos criativos, know-how e direitos de prática, tecnologia essa associada aos padrões tecnológicos existentes, tal como a Iniciativa dos Arquivos Abertos.  Padronizar as políticas de cursos educacionais (courseware): unificação de acesso e reutilização do cursos da Universidade Aberta e similares. Esta tecnologia deve ser interoperável.  Padronizar uma política de software que promova o software livre e nacional: padronização de normativas determinando que o software resultado de financiamento público deva ser Software Livre e e de código aberto, quando o seu uso for educacional.
  • 20. Avanços • Estratégias significativas fundamentadas em bases teóricas e práticas sobre como REA podem ser produzidos, reutilizados e disseminados para promover coaprendizagem – aprendizagem aberta colaborativa e também desenvolvimento profissional. • REA: licença Creative Commons
  • 22. Referências  Declaração de Cidade do Cabo para Educação Aberta: Abrindo a promessa de Recursos Educativos Abertos http://www.capetowndeclaration.org/translations/portuguese -translation  Blog do Projeto REA-Br e da Comunidade REA-Br. http://rea.net.br/materiais-de-referencia/  SlideShare de Carolina Rossini http://www.slideshare.net/carolina.rossini/rea-na-frenteparlamentar-de-cultura  Livro Verde sobre REA http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=154992 2  Seleção de REA http://beyondelearning.pbworks.com/w/page/26269831/Sele %C3%A7%C3%A3o%20de%20Recursos%20Educacionais% 20Abertos