SlideShare uma empresa Scribd logo

Brinquedos cantados

As brincadeiras cantadas trazidas por portugueses e africanos para o Brasil, influenciadas também pelos indígenas, são importantes para a cultura e desenvolvimento das crianças. Na escola, elas promovem a socialização, a cidadania e habilidades como memória, raciocínio e coordenação motora.

1 de 9
Baixar para ler offline
* Brinquedos
     cantados
Profª Ms Rosa Costa
E-mail: rosinha66@hotmail.com
* No   Brasil essas brincadeiras    * Os brinquedos cantados
 foram trazidas pelos portugueses       surgem na espontaneidade da
 e africanos. Foram também              cultura popular;
 influenciadas pelos indígenas      * Geralmente são cantigas
 que aqui viviam e seus vastos          anônimas acompanhadas de
 repertórios;                           movimentos expressivos,
                                        saltitantes e ou dramatizados;
                                    *




                              *
A importância das brincadeiras de roda no
                  contexto escolar

 A escola tem o papel importantíssimo de incentivar os
brinquedos cantados para que esse repertório imenso possa
continuar fazendo parte da nossa cultura;

 brincar e cantar juntos anula as diferenças sociais, e
desenvolvem nos professores e alunos o sentido real de cidadania,
pois se transformam em agentes de transmissão e multiplicação do
conhecimento.

 Brinquedos cantados ou brincadeiras cantadas são formas mais
elementares de dança, nas quais existem ritmo e movimento, a
educação através da música além de trabalhar para o
desenvolvimento cognitivo, afetivo e motor das crianças, contribui
também para a formação da personalidade do ser humano.
* As brincadeiras cantadas são apresentadas de acordo com o
 desenvolvimento e a maturidade da criança, brincando de roda
 exercita o raciocínio e a memória, estimula o gosto pelo canto e
 desenvolve naturalmente os músculos;

* A brincadeira cantada é o primeiro passo que a criança dá para
 a socialização, o resto fica por conta da espontaneidade e do
 relativo controle infantil, que varia de acordo com grau de
 sociabilidade ou capacidade de disciplina emocional;

*É   uma atividade completa de grande valor educativo, onde a
 criança se envolve integralmente.;

*A  dança e a música no ensino fundamental forma uma dupla
 indispensável para o desenvolvimento da criança, representam a
 natural expressão de uma infância feliz, e contribui para o
 desenvolvimento rítmico, corporal, da lateralidade, respiração,
 percepção visual e auditiva, ajuda também a desenvolver a
 organização temporal e espacial.
1)   Brinquedos de roda: “Ciranda,       6)  Brinquedos de pegar: “Vamos
     cirandinha”, etc.                      passear no bosque”, etc.
2)    Brinquedos de grupos opostos:      7) Brinquedos de esconder:
     “O pobre e o rico”, etc.               “Senhora D. Sancha”, etc.

3)   Brinquedos de fileira: “Passarás,
                                         8) Brinquedos de cabra-cega: “A
                                            gatinha parda”, etc.
     não passarás”, etc.
                                         9) Chamadas para brinquedo:
4)   Brinquedos de marcha: “Marcha,         “Junta povo, para brincar”, etc.
     soldado”, etc.
                                         10) Cantigas de escolha de
5)   Brinquedos de palmas: “Pirulito        jogadores: “Um no ni é de pó
     que bate, bate”, etc.                  politana”, etc.


                     *
a) Temas     de vida social: “Ciranda,   a) Rodas lentas: “Terezinha de
     cirandinha”, etc;                        Jesus”, etc.


b) Temas        da       natureza: “A    b) b) Rodas moderadas:
     pombinha voou”, “Cachorrinha             “Escravos de Jô”, “Sambalelê”,
     está latindo”, etc.                      etc.


c)   Temas instrutivos: “As estações     c)   Rodas vivas: “Pirulito que bate,
     do ano”, “O bá-bé-bí-bó-bu”,             bate”, etc.
     etc.

                                         d) Rodas alternantes: “O cravo
d) Temas         do     romanceiro:           brigou com a rosa”, etc.
     “Terezinha de Jesus”, “O cravo
     brigou com a rosa”, “Esta rua
     tem     um     bosque”,    etc.

Recomendados

Modelo plano folclore de simone drumond
Modelo plano folclore de simone drumondModelo plano folclore de simone drumond
Modelo plano folclore de simone drumondSimoneHelenDrumond
 
Projeto brinquedos e brincadeiras de ontem slides correto
Projeto brinquedos e brincadeiras de ontem slides corretoProjeto brinquedos e brincadeiras de ontem slides correto
Projeto brinquedos e brincadeiras de ontem slides corretojoicesovernigo
 
Amarelinha Na Educação Infantil
Amarelinha Na Educação InfantilAmarelinha Na Educação Infantil
Amarelinha Na Educação InfantilRonise S.Soares
 
Modelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEAModelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEALisraelle Silva
 
Projeto brincadeira de criança
Projeto brincadeira de criançaProjeto brincadeira de criança
Projeto brincadeira de criançadanizinha_blog
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de aula educacao fisica
Plano de aula    educacao fisicaPlano de aula    educacao fisica
Plano de aula educacao fisicaivanetesantos
 
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaResgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaMaria Vanderlan Rahal
 
Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Graça Sousa
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestreflaviacrm
 
Projeto pop chapeuzinho vermelho
Projeto pop chapeuzinho vermelho Projeto pop chapeuzinho vermelho
Projeto pop chapeuzinho vermelho SimoneHelenDrumond
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilFlávia Rahal
 
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Isa ...
 
Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1SimoneHelenDrumond
 
Brinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeirasBrinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeiraslinabianando
 
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxssuser6c03a6
 
Idéias e projetos maternal
Idéias e projetos maternalIdéias e projetos maternal
Idéias e projetos maternalLiliane Corte
 
Brinquedos e Brincadeiras do Folclore Brasileiro
Brinquedos e Brincadeiras do Folclore BrasileiroBrinquedos e Brincadeiras do Folclore Brasileiro
Brinquedos e Brincadeiras do Folclore Brasileiroritalorizolla
 
Projeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraProjeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraEdinolia
 
Projeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantilProjeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantilnoely visconti
 
Proposta do maternal l e ll educação infantil
Proposta do maternal l e ll   educação infantilProposta do maternal l e ll   educação infantil
Proposta do maternal l e ll educação infantilRosemary Batista
 

Mais procurados (20)

Plano de aula educacao fisica
Plano de aula    educacao fisicaPlano de aula    educacao fisica
Plano de aula educacao fisica
 
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaResgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
 
Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"
 
Formas geométricas plano
Formas geométricas   planoFormas geométricas   plano
Formas geométricas plano
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
 
Projeto pop chapeuzinho vermelho
Projeto pop chapeuzinho vermelho Projeto pop chapeuzinho vermelho
Projeto pop chapeuzinho vermelho
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
 
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
 
Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
 
Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
 
Brinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeirasBrinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeiras
 
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
 
Sequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenhoSequencia didatica baixo_desempenho
Sequencia didatica baixo_desempenho
 
Idéias e projetos maternal
Idéias e projetos maternalIdéias e projetos maternal
Idéias e projetos maternal
 
Brinquedos e Brincadeiras do Folclore Brasileiro
Brinquedos e Brincadeiras do Folclore BrasileiroBrinquedos e Brincadeiras do Folclore Brasileiro
Brinquedos e Brincadeiras do Folclore Brasileiro
 
Projeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraProjeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outrora
 
Projeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantilProjeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantil
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Projeto animais
Projeto animaisProjeto animais
Projeto animais
 
Proposta do maternal l e ll educação infantil
Proposta do maternal l e ll   educação infantilProposta do maternal l e ll   educação infantil
Proposta do maternal l e ll educação infantil
 

Destaque

Leitura e Escrita através de Músicas e Brincadeiras
Leitura e Escrita através de Músicas e BrincadeirasLeitura e Escrita através de Músicas e Brincadeiras
Leitura e Escrita através de Músicas e BrincadeirasAnita_brant
 
Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!
Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!
Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!Priscila Alencastre
 
A Criança e a Cultura Lúdica
A Criança e a Cultura LúdicaA Criança e a Cultura Lúdica
A Criança e a Cultura LúdicaPaula Matos
 
Brinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentosBrinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentossilvia gomes
 
Cronicas
CronicasCronicas
Cronicaskadjaxh
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincarRenata Costa
 

Destaque (12)

Crônicas
CrônicasCrônicas
Crônicas
 
Apostila Jogos e Brincadeiras
Apostila Jogos e BrincadeirasApostila Jogos e Brincadeiras
Apostila Jogos e Brincadeiras
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Leitura e Escrita através de Músicas e Brincadeiras
Leitura e Escrita através de Músicas e BrincadeirasLeitura e Escrita através de Músicas e Brincadeiras
Leitura e Escrita através de Músicas e Brincadeiras
 
Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!
Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!
Ensinando figuras de rítmo e valores musicais de forma divertida!
 
A Criança e a Cultura Lúdica
A Criança e a Cultura LúdicaA Criança e a Cultura Lúdica
A Criança e a Cultura Lúdica
 
Brinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentosBrinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentos
 
A crônica
A  crônicaA  crônica
A crônica
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Gênero Cronica
Gênero Cronica Gênero Cronica
Gênero Cronica
 
Cronicas
CronicasCronicas
Cronicas
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 

Semelhante a Brinquedos cantados

Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturasSlide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturasCarina Soares Barroso
 
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasilBrincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasilartedepia
 
Folclore brasileiro
Folclore brasileiroFolclore brasileiro
Folclore brasileiroAndrea Lemos
 
Apresentação maternais 26-10-12
Apresentação maternais  26-10-12Apresentação maternais  26-10-12
Apresentação maternais 26-10-12lucassgabriell
 
C:\fakepath\projeto festa junina
C:\fakepath\projeto festa juninaC:\fakepath\projeto festa junina
C:\fakepath\projeto festa juninadenise ibarra
 
Jogos Musicalização.pptx
Jogos Musicalização.pptxJogos Musicalização.pptx
Jogos Musicalização.pptxGliciaRana1
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
Modelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeModelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeNonata50
 
Projeto: Fábulas fabulosas
Projeto: Fábulas fabulosasProjeto: Fábulas fabulosas
Projeto: Fábulas fabulosassimonha
 
Projeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano fProjeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano fcaic-2
 

Semelhante a Brinquedos cantados (20)

21.jogos infantis brinquedos cantados
21.jogos infantis brinquedos cantados21.jogos infantis brinquedos cantados
21.jogos infantis brinquedos cantados
 
Projeto o folclore
Projeto o folcloreProjeto o folclore
Projeto o folclore
 
Plano de trabalho
Plano de trabalhoPlano de trabalho
Plano de trabalho
 
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturasSlide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
 
10
1010
10
 
C.A. 04
C.A. 04C.A. 04
C.A. 04
 
Folclore Brasileiro
Folclore BrasileiroFolclore Brasileiro
Folclore Brasileiro
 
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasilBrincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
Brincadeiras, brinquedos e jogos do brasil
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Folclore brasileiro
Folclore brasileiroFolclore brasileiro
Folclore brasileiro
 
Apresentação maternais 26-10-12
Apresentação maternais  26-10-12Apresentação maternais  26-10-12
Apresentação maternais 26-10-12
 
C:\fakepath\projeto festa junina
C:\fakepath\projeto festa juninaC:\fakepath\projeto festa junina
C:\fakepath\projeto festa junina
 
Jogos Musicalização.pptx
Jogos Musicalização.pptxJogos Musicalização.pptx
Jogos Musicalização.pptx
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovador
 
5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador
 
Oficina brincadeira
Oficina  brincadeiraOficina  brincadeira
Oficina brincadeira
 
Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
 
Modelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeModelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em Diversidade
 
Projeto: Fábulas fabulosas
Projeto: Fábulas fabulosasProjeto: Fábulas fabulosas
Projeto: Fábulas fabulosas
 
Projeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano fProjeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano f
 

Mais de Rosa Paollucci

Jornal outubro 2013 f inal
Jornal outubro 2013 f inalJornal outubro 2013 f inal
Jornal outubro 2013 f inalRosa Paollucci
 
Korfebol congresso carioca
Korfebol congresso cariocaKorfebol congresso carioca
Korfebol congresso cariocaRosa Paollucci
 
Samba enredo arrastão cultural 2013
Samba enredo arrastão cultural 2013Samba enredo arrastão cultural 2013
Samba enredo arrastão cultural 2013Rosa Paollucci
 
Saude pela pratica maio
Saude pela pratica maioSaude pela pratica maio
Saude pela pratica maioRosa Paollucci
 
Convite sem fronteiras pr
Convite sem fronteiras prConvite sem fronteiras pr
Convite sem fronteiras prRosa Paollucci
 
Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial trofeu jacintho franc...
Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial   trofeu jacintho franc...Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial   trofeu jacintho franc...
Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial trofeu jacintho franc...Rosa Paollucci
 
Seminario didactica edufisica 2013
Seminario didactica edufisica 2013Seminario didactica edufisica 2013
Seminario didactica edufisica 2013Rosa Paollucci
 
Saude pela pratica fev mar
Saude pela pratica fev marSaude pela pratica fev mar
Saude pela pratica fev marRosa Paollucci
 
Congreso acapulco 2012 snte fiep
Congreso acapulco 2012 snte fiepCongreso acapulco 2012 snte fiep
Congreso acapulco 2012 snte fiepRosa Paollucci
 
Jornal setembro sobr capa (1)
Jornal setembro sobr capa (1)Jornal setembro sobr capa (1)
Jornal setembro sobr capa (1)Rosa Paollucci
 
Convocatoria expositores acapulco 2012
Convocatoria expositores acapulco 2012Convocatoria expositores acapulco 2012
Convocatoria expositores acapulco 2012Rosa Paollucci
 

Mais de Rosa Paollucci (20)

Jornal outubro 2013 f inal
Jornal outubro 2013 f inalJornal outubro 2013 f inal
Jornal outubro 2013 f inal
 
Jornal julho 2013
Jornal julho 2013Jornal julho 2013
Jornal julho 2013
 
Korfebol congresso carioca
Korfebol congresso cariocaKorfebol congresso carioca
Korfebol congresso carioca
 
Samba enredo arrastão cultural 2013
Samba enredo arrastão cultural 2013Samba enredo arrastão cultural 2013
Samba enredo arrastão cultural 2013
 
Saude pela pratica maio
Saude pela pratica maioSaude pela pratica maio
Saude pela pratica maio
 
Abril(1)
Abril(1)Abril(1)
Abril(1)
 
Abril(1)
Abril(1)Abril(1)
Abril(1)
 
Convite sem fronteiras pr
Convite sem fronteiras prConvite sem fronteiras pr
Convite sem fronteiras pr
 
Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial trofeu jacintho franc...
Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial   trofeu jacintho franc...Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial   trofeu jacintho franc...
Apresentação dos 14 professores + 5 educação especial trofeu jacintho franc...
 
Seminario didactica edufisica 2013
Seminario didactica edufisica 2013Seminario didactica edufisica 2013
Seminario didactica edufisica 2013
 
Saude pela pratica fev mar
Saude pela pratica fev marSaude pela pratica fev mar
Saude pela pratica fev mar
 
Jornal janeiro 2013
Jornal janeiro 2013Jornal janeiro 2013
Jornal janeiro 2013
 
Clipping 84
Clipping 84Clipping 84
Clipping 84
 
Jornaloutubro 2012
Jornaloutubro 2012Jornaloutubro 2012
Jornaloutubro 2012
 
Congreso acapulco 2012 snte fiep
Congreso acapulco 2012 snte fiepCongreso acapulco 2012 snte fiep
Congreso acapulco 2012 snte fiep
 
Clipping 77 (1)
Clipping 77 (1)Clipping 77 (1)
Clipping 77 (1)
 
Jornal setembro 2012
Jornal setembro 2012Jornal setembro 2012
Jornal setembro 2012
 
Jornal setembro sobr capa (1)
Jornal setembro sobr capa (1)Jornal setembro sobr capa (1)
Jornal setembro sobr capa (1)
 
Convocatoria expositores acapulco 2012
Convocatoria expositores acapulco 2012Convocatoria expositores acapulco 2012
Convocatoria expositores acapulco 2012
 
Jornal agosto 2012
Jornal agosto 2012Jornal agosto 2012
Jornal agosto 2012
 

Último

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxColmeias
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...apoioacademicoead
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 

Último (20)

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 

Brinquedos cantados

  • 1. * Brinquedos cantados Profª Ms Rosa Costa E-mail: rosinha66@hotmail.com
  • 2. * No Brasil essas brincadeiras * Os brinquedos cantados foram trazidas pelos portugueses surgem na espontaneidade da e africanos. Foram também cultura popular; influenciadas pelos indígenas * Geralmente são cantigas que aqui viviam e seus vastos anônimas acompanhadas de repertórios; movimentos expressivos, saltitantes e ou dramatizados; * *
  • 3. A importância das brincadeiras de roda no contexto escolar  A escola tem o papel importantíssimo de incentivar os brinquedos cantados para que esse repertório imenso possa continuar fazendo parte da nossa cultura;  brincar e cantar juntos anula as diferenças sociais, e desenvolvem nos professores e alunos o sentido real de cidadania, pois se transformam em agentes de transmissão e multiplicação do conhecimento.  Brinquedos cantados ou brincadeiras cantadas são formas mais elementares de dança, nas quais existem ritmo e movimento, a educação através da música além de trabalhar para o desenvolvimento cognitivo, afetivo e motor das crianças, contribui também para a formação da personalidade do ser humano.
  • 4. * As brincadeiras cantadas são apresentadas de acordo com o desenvolvimento e a maturidade da criança, brincando de roda exercita o raciocínio e a memória, estimula o gosto pelo canto e desenvolve naturalmente os músculos; * A brincadeira cantada é o primeiro passo que a criança dá para a socialização, o resto fica por conta da espontaneidade e do relativo controle infantil, que varia de acordo com grau de sociabilidade ou capacidade de disciplina emocional; *É uma atividade completa de grande valor educativo, onde a criança se envolve integralmente.; *A dança e a música no ensino fundamental forma uma dupla indispensável para o desenvolvimento da criança, representam a natural expressão de uma infância feliz, e contribui para o desenvolvimento rítmico, corporal, da lateralidade, respiração, percepção visual e auditiva, ajuda também a desenvolver a organização temporal e espacial.
  • 5. 1) Brinquedos de roda: “Ciranda, 6) Brinquedos de pegar: “Vamos cirandinha”, etc. passear no bosque”, etc. 2) Brinquedos de grupos opostos: 7) Brinquedos de esconder: “O pobre e o rico”, etc. “Senhora D. Sancha”, etc. 3) Brinquedos de fileira: “Passarás, 8) Brinquedos de cabra-cega: “A gatinha parda”, etc. não passarás”, etc. 9) Chamadas para brinquedo: 4) Brinquedos de marcha: “Marcha, “Junta povo, para brincar”, etc. soldado”, etc. 10) Cantigas de escolha de 5) Brinquedos de palmas: “Pirulito jogadores: “Um no ni é de pó que bate, bate”, etc. politana”, etc. *
  • 6. a) Temas de vida social: “Ciranda, a) Rodas lentas: “Terezinha de cirandinha”, etc; Jesus”, etc. b) Temas da natureza: “A b) b) Rodas moderadas: pombinha voou”, “Cachorrinha “Escravos de Jô”, “Sambalelê”, está latindo”, etc. etc. c) Temas instrutivos: “As estações c) Rodas vivas: “Pirulito que bate, do ano”, “O bá-bé-bí-bó-bu”, bate”, etc. etc. d) Rodas alternantes: “O cravo d) Temas do romanceiro: brigou com a rosa”, etc. “Terezinha de Jesus”, “O cravo brigou com a rosa”, “Esta rua tem um bosque”, etc.
  • 7. matemática Autonomia oralidade Brincadeiras de roda Natureza O contexto histórico Localização Atenção *
  • 8. * Por outro lado, algumas crianças são mais ativas que outras, então participam mais, é um método de ensino, tanto para entreter as crianças quanto para avaliar sua sensibilidade e educá-las musicalmente. A criança pode se expressar através de brincadeiras, cantos, danças, procurar a forma e o ritmo para melhor transmitir o que pretende comunicar, adquiri uma nova linguagem (alem da verbal, corporal e plástica) que lhe permite transmitir o que sente.