SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
Baixar para ler offline
DEFINIÇÃO
NR6 – Equipamentos de Proteção Individual (EPI)
O que são EPIs ?
São equipamentos de proteção destinados ao uso
individual do trabalhador com o objetivo de
protegê-lo de um agente de risco, ou de vários, visando
garantir a segurança e saúde no trabalho.
Fornecer aos empregados, gratuitamente, EPI
adequado ao risco, em perfeito estado de
conservação e funcionamento, nas seguintes
circunstâncias:
• Proteção contra os riscos de acidentes do trabalho;
• Doenças profissionais e do trabalho;
• Enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem
sendo implantadas;
OBRIGAÇÕES DO EMPREGADOR
• Para atender situações de emergência.
OBRIGAÇÕES DO EMPREGADOR
 Substituir imediatamente, quando danificado ou
extraviado;
 Responsabilizar-se pela higienização e manutenção
periódica;
 Comunicar ao MTE qualquer irregularidade observada.
OBRIGAÇÕES DO EMPREGADOR
 Exigir o uso do EPI;
 Fornecer ao trabalhador somente EPIs aprovados pelo
órgão nacional competente em matéria de segurança e
saúde no trabalho;
 Orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado,
guarda e conservação;
ORIENTAÇÕES AO EMPREGADOR
 Compete ao Serviço Especializado em Engenharia de
Segurança e em Medicina do Trabalho ( SESMT), à
Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) ou
ao designado, mediante orientação de profissional
tecnicamente habilitado, recomendar ao empregador
o EPI adequado ao risco existente em determinada
atividade.
OBRIGAÇÕES DO EMPREGADO
 Usar apenas para a finalidade que se destina;
 Responsabilizar-se pela guarda e conservação;
 Comunicar ao empregador qualquer alteração que o
torne impróprio para uso;
 Cumprir as determinações do empregador sobre o uso
adequado.
CABE AO FABRICANTE E AO IMPORTADOR:
 Cadastro realizado no órgão nacional competente;
 Certificado de aprovação do EPI;
 Quando a especificação do EPI mudar, novo CA;
 Manutenção da qualidade do EPI que originou o CA;
 Comercializar somente o EPI que tenha CA;
 Comunicar o órgão competente caso houver alterações
de dados cadastrais;
 O EPI deve ser vendido com instruções técnicas,
orientação de uso, manutenção, restrições e numero de
lote de fabricação;
 Avaliar conformidades do EPI no âmbito Sinmetro;
CERTIFICADO DE APROVAÇÃO (CA)
 Validade do CA por EPI: 5, 2 e Sinmetro;
 Os EPI’s devem ter caracteres permanentes e bem
visíveis – Marca, lote e nº do CA;
 Memorial descritivo: enquadramento, características
técnicas, materiais, destino de uso e restrições;
 Relatório de ensaio que comprove conformidade no
âmbito Sinmetro ou termo de responsabilidade técnica
assinado pelo fabricante e o técnico registrado no
Conselho Regional;
MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
 Cadastrar e cancelar o cadastro do Fabricante;
 Emitir, renovar e cancelar o CA do EPI;
 Estabelecer regulamentos técnicos para ensaios de EPI;
 Fiscalizar qualidade;
 Requisitar amostras de EPI para avaliar sempre que
julgar necessário;
EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA
Capacete
 Capacete de segurança contra impactos;
 Capacete de segurança contra choques elétricos;
 Capacete de segurança para proteção do crânio e face
contra riscos provenientes de fontes geradoras de
calor nos trabalhos de combate a incêndio.
 Capuz de segurança para proteção do crânio e pescoço
contra riscos de origem térmica;
EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA
Capuz
 Capuz de segurança para proteção do crânio e pescoço
contra respingos de produtos químicos;
 Capuz de segurança para proteção
do crânio em trabalhos onde haja
risco de contato com partes
giratórias ou móveis de
máquinas.
Óculos
 Partículas volantes;
 Luminosidade intensa;
 Radiação infra violeta;
EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
 Radiação infra-vermelha;
 Respingos de produtos químicos.
 Partículas volantes;
 Luminosidade intensa;
 Radiação infra-violeta;
 Radiação infra-vermelha;
 Respingos de produtos químicos.
Protetor facial
EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
Máscara de Solda
 Impactos de partículas volantes;
 Radiação ultravioleta;
 Radiação infravermelha;
 Luminosidade intensa;
sistema auditivo contra
níveis de pressão sonora
superiores ao estabelecido na NR-15.
 Protetor auditivo de inserção para proteção do sistema
auditivo contra níveis de pressão sonora superiores ao
estabelecido na NR-15.
 Protetor auditivo semi-auricular para proteção do
sistema auditivo contra níveis de pressão sonora
superiores ao estabelecido na NR-15.
Protetor auditivo
 Protetor auditivo circum-auricular para proteção do
EPI PARA PROTEÇÃOAUDITIVA
EPI PARA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA
Respirador purificador de ar contra:
 Poeiras e névoas;
 Poeiras, névoas e fumos;
 Poeiras, névoas, fumos e radionuclídeos;
 Contra vapores orgânicos ou gases ácidos em ambientes
com concentração inferior a 50 ppm
 Contra gases emanados de produtos químicos;
 Contra partículas e gases emanados de produtos
químicos;
 Respirador purificador de ar motorizado contra poeiras,
névoas, fumos e radionuclídeos.
EPI PARA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA
Respirador de adução de ar
 Respirador de adução de ar tipo linha de ar
comprimido para proteção das vias respiratórias em
atmosferas com concentração Imediatamente Perigosa
à Vida e à Saúde e em ambientes
confinados;
 Máscara autônoma de circuito aberto ou fechado para
proteção das vias respiratórias em atmosferas com
concentração Imediatamente Perigosa à Vida e à Saúde
e em ambientes confinados.
EPI PARA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA
Respirador de fuga
 Respirador de fuga contra agentes químicos em
condições de escape de atmosferas Imediatamente
Perigosa à Vida e à Saúde ou com concentração de
oxigênio menor que 18% em volume.
EPI PARAPROTEÇÃO RESPIRATÓRIA
Vestimentas de segurança que ofereçam
proteção ao tronco contra riscos de origem
térmica, mecânica, química, radioativa,
meteorológica e umidade proveniente de
operações com uso de água.
EPI PARA PROTEÇÃO DO TRONCO
EPI PARA OS MEMBROS SUPERIORES
 agentes abrasivos e escoriantes;
 agentes cortantes e perfurantes;
 choques elétricos;
 agentes térmicos;
 agentes biológicos;
 agentes químicos;
Luva
 vibrações;
 radiações ionizantes.
EPI PARA OS MEMBROS SUPERIORES
Outros:
 Creme protetor
 Manga
 Braçadeira
 Dedeira
EPI PARA OS MEMBROS SUPERIORES
EPI PARA OS MEMBROS INFERIORES
• Botas de PVC: Para locais úmidos.
• Sapato ou Botas de segurança: Proteção contra quedas
de objetos pesados nos pés.
• Perneiras de Raspa: Para trabalhos que envolvem
soldagem, corte a quente e fundição.
• Calçados de couro: Para os demais tipos de trabalho.
EPI PARA OS MEMBROS INFERIORES
 Uso de tênis deve ser proibido em locais onde se
manuseiam produtos corrosivos
EPI PARA CORPO INTEIRO
 Proibido uso de tamancos e sandálias.
 Macacão de segurança: chamas, agentes térmicos,
respingos de produtos químicos e umidade operações
com uso de água.
 Conjunto de segurança - calça e blusão ou jaqueta
ou paletó;
 Vestimenta de corpo inteiro: contra respingos de
produtos químicos e umidade – operações com água.
EPI PARA CORPO INTEIRO
EPI CONTRA QUEDAS
Dispositivo trava-queda:
 Dispositivo de proteção do
usuário contra quedas em
operações com movimentação
vertical ou horizontal, quando
utilizado com cinturão de
segurança para proteção contra
quedas.
Cinturão:
 Proteção contra risco de queda
no posicionamento em
trabalhos em altura.
•

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.ppt
PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.pptPPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.ppt
PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.pptVilson Stollmeier
 
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosNr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosTarcizio Cavalcante
 
Treinamento de epi novo reparado mecnil
Treinamento de epi novo reparado  mecnilTreinamento de epi novo reparado  mecnil
Treinamento de epi novo reparado mecnilYthia Karla
 
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdfAntonioSouzs
 
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxTreinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxAdelmaSiles
 
TRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).ppt
TRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).pptTRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).ppt
TRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).pptPalomaRibeirodeOlive
 
Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023
Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023
Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023José Valfrido
 
NR 18-Integração_SC.pptx
NR 18-Integração_SC.pptxNR 18-Integração_SC.pptx
NR 18-Integração_SC.pptxLeomir Borghardt
 
Power+point+nr+35
Power+point+nr+35Power+point+nr+35
Power+point+nr+35Gil Mendes
 
TREINAMENTO DE EPI NR 06
TREINAMENTO DE EPI NR 06TREINAMENTO DE EPI NR 06
TREINAMENTO DE EPI NR 06Fabio Sousa
 
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - GianfrancoTRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - GianfrancoAlex Souza
 
NR18-Treinamento-Integracao.pptx
NR18-Treinamento-Integracao.pptxNR18-Treinamento-Integracao.pptx
NR18-Treinamento-Integracao.pptxLeomir Borghardt
 

Mais procurados (20)

Curso nr20 curso avançado
Curso nr20   curso avançadoCurso nr20   curso avançado
Curso nr20 curso avançado
 
PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.ppt
PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.pptPPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.ppt
PPR PROGRAMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA.ppt
 
Nr 35 protemar
Nr 35 protemarNr 35 protemar
Nr 35 protemar
 
Treinamento sobre-epis
Treinamento sobre-episTreinamento sobre-epis
Treinamento sobre-epis
 
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosNr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
 
Treinamento de epi novo reparado mecnil
Treinamento de epi novo reparado  mecnilTreinamento de epi novo reparado  mecnil
Treinamento de epi novo reparado mecnil
 
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
 
NR34 - TRABALHO A QUENTE.pptx
NR34 - TRABALHO A QUENTE.pptxNR34 - TRABALHO A QUENTE.pptx
NR34 - TRABALHO A QUENTE.pptx
 
Trabalho em altura nr 35
Trabalho em altura nr 35Trabalho em altura nr 35
Trabalho em altura nr 35
 
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxTreinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
 
TRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).ppt
TRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).pptTRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).ppt
TRABALHO EM ALTURA - Treinamento (SENAI).ppt
 
Trabalho em altura treinamento
Trabalho em altura treinamentoTrabalho em altura treinamento
Trabalho em altura treinamento
 
Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023
Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023
Treinamento Trabalho em Altura - Atualizado 2023
 
NR 18-Integração_SC.pptx
NR 18-Integração_SC.pptxNR 18-Integração_SC.pptx
NR 18-Integração_SC.pptx
 
Power+point+nr+35
Power+point+nr+35Power+point+nr+35
Power+point+nr+35
 
Nr 34
Nr 34Nr 34
Nr 34
 
Nr 6 treinamento
Nr 6 treinamentoNr 6 treinamento
Nr 6 treinamento
 
TREINAMENTO DE EPI NR 06
TREINAMENTO DE EPI NR 06TREINAMENTO DE EPI NR 06
TREINAMENTO DE EPI NR 06
 
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - GianfrancoTRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
TRABALHO EM ALTURA - Gianfranco
 
NR18-Treinamento-Integracao.pptx
NR18-Treinamento-Integracao.pptxNR18-Treinamento-Integracao.pptx
NR18-Treinamento-Integracao.pptx
 

Semelhante a NR 6.pdf

Nr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaNr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaDaniel Lira
 
Nr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaNr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaDaniel Lira
 
Apresentao dos EPI - nr 18 construção civil
Apresentao dos EPI - nr 18 construção civilApresentao dos EPI - nr 18 construção civil
Apresentao dos EPI - nr 18 construção civillarissa818051
 
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdf
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdfEQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdf
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdfssuser22319e
 
EPI - Equipamento de Proteção Individual.pptx
EPI - Equipamento de Proteção Individual.pptxEPI - Equipamento de Proteção Individual.pptx
EPI - Equipamento de Proteção Individual.pptxKellyCaroline17
 
Treinamento de NR06 Sem os vídeos.pptx
Treinamento de NR06 Sem os vídeos.pptxTreinamento de NR06 Sem os vídeos.pptx
Treinamento de NR06 Sem os vídeos.pptxeversonclaudino21
 
TREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURAL
TREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURALTREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURAL
TREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURALRenato Marcelo Andrzejewski
 
203689110 slides-epi-e-epc-ppt
203689110 slides-epi-e-epc-ppt203689110 slides-epi-e-epc-ppt
203689110 slides-epi-e-epc-pptFabio Silva
 
Aula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdf
Aula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdfAula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdf
Aula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdfLilianeLili11
 
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epiTreinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epiAndressa Campani
 
Item 58 procedimento de especificação, inspeção e uso de epi
Item 58   procedimento de especificação, inspeção e uso de epiItem 58   procedimento de especificação, inspeção e uso de epi
Item 58 procedimento de especificação, inspeção e uso de epiR.A. DA SILVA BECKMA-ME
 

Semelhante a NR 6.pdf (20)

Nr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaNr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completa
 
Nr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaNr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completa
 
NR06 - EPI.pptx
NR06 - EPI.pptxNR06 - EPI.pptx
NR06 - EPI.pptx
 
Apresentao dos EPI - nr 18 construção civil
Apresentao dos EPI - nr 18 construção civilApresentao dos EPI - nr 18 construção civil
Apresentao dos EPI - nr 18 construção civil
 
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdf
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdfEQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdf
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.pdf
 
Epi
EpiEpi
Epi
 
NR 06 - EPI.pptx
NR 06 - EPI.pptxNR 06 - EPI.pptx
NR 06 - EPI.pptx
 
EPI e EPC
EPI e EPCEPI e EPC
EPI e EPC
 
EPI - Equipamento de Proteção Individual.pptx
EPI - Equipamento de Proteção Individual.pptxEPI - Equipamento de Proteção Individual.pptx
EPI - Equipamento de Proteção Individual.pptx
 
NR6.pptx
NR6.pptxNR6.pptx
NR6.pptx
 
Treinamento de NR06 Sem os vídeos.pptx
Treinamento de NR06 Sem os vídeos.pptxTreinamento de NR06 Sem os vídeos.pptx
Treinamento de NR06 Sem os vídeos.pptx
 
NR-6.ppt
NR-6.pptNR-6.ppt
NR-6.ppt
 
TREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURAL
TREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURALTREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURAL
TREINAMENTO DE SEGURANÇA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO E EPIS PARA ÁREA RURAL
 
203689110 slides-epi-e-epc-ppt
203689110 slides-epi-e-epc-ppt203689110 slides-epi-e-epc-ppt
203689110 slides-epi-e-epc-ppt
 
Aula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdf
Aula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdfAula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdf
Aula 2- Equipamentos de Proteção Individual e coletiva.pdf
 
NR 18
NR 18NR 18
NR 18
 
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epiTreinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
 
Item 58 procedimento de especificação, inspeção e uso de epi
Item 58   procedimento de especificação, inspeção e uso de epiItem 58   procedimento de especificação, inspeção e uso de epi
Item 58 procedimento de especificação, inspeção e uso de epi
 
Treinamento epi's
Treinamento epi'sTreinamento epi's
Treinamento epi's
 
Nr 6
Nr 6Nr 6
Nr 6
 

Mais de RosinaldoSena

SIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIO
SIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIOSIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIO
SIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIORosinaldoSena
 
Apresentação Métron - Implantação de Canteiros.ppt
Apresentação Métron - Implantação de Canteiros.pptApresentação Métron - Implantação de Canteiros.ppt
Apresentação Métron - Implantação de Canteiros.pptRosinaldoSena
 
Integração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.pptIntegração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.pptRosinaldoSena
 
SEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsx
SEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsxSEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsx
SEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsxRosinaldoSena
 
Hora do Planeta.pptx
Hora do Planeta.pptxHora do Planeta.pptx
Hora do Planeta.pptxRosinaldoSena
 
Treinamento NR10 Chirlene Métron.pptx
Treinamento NR10  Chirlene Métron.pptxTreinamento NR10  Chirlene Métron.pptx
Treinamento NR10 Chirlene Métron.pptxRosinaldoSena
 
SIPATMA SJCC 2022.ppt
SIPATMA SJCC 2022.pptSIPATMA SJCC 2022.ppt
SIPATMA SJCC 2022.pptRosinaldoSena
 
Curso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptxCurso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptxRosinaldoSena
 
ilovepdf_merged (2)_merged.pdf
ilovepdf_merged (2)_merged.pdfilovepdf_merged (2)_merged.pdf
ilovepdf_merged (2)_merged.pdfRosinaldoSena
 
Dirigir Bêbado.ppsx
Dirigir Bêbado.ppsxDirigir Bêbado.ppsx
Dirigir Bêbado.ppsxRosinaldoSena
 

Mais de RosinaldoSena (11)

SIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIO
SIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIOSIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIO
SIPATMA SJCC SJCC. TV JORNAL E JORNAL DO COMMERCIO
 
FevereiroRoxo.pdf
FevereiroRoxo.pdfFevereiroRoxo.pdf
FevereiroRoxo.pdf
 
Apresentação Métron - Implantação de Canteiros.ppt
Apresentação Métron - Implantação de Canteiros.pptApresentação Métron - Implantação de Canteiros.ppt
Apresentação Métron - Implantação de Canteiros.ppt
 
Integração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.pptIntegração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.ppt
 
SEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsx
SEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsxSEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsx
SEGURANÇA TRABALHO EM ALTURA - TELHADOS.ppsx
 
Hora do Planeta.pptx
Hora do Planeta.pptxHora do Planeta.pptx
Hora do Planeta.pptx
 
Treinamento NR10 Chirlene Métron.pptx
Treinamento NR10  Chirlene Métron.pptxTreinamento NR10  Chirlene Métron.pptx
Treinamento NR10 Chirlene Métron.pptx
 
SIPATMA SJCC 2022.ppt
SIPATMA SJCC 2022.pptSIPATMA SJCC 2022.ppt
SIPATMA SJCC 2022.ppt
 
Curso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptxCurso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho SJCC.pptx
 
ilovepdf_merged (2)_merged.pdf
ilovepdf_merged (2)_merged.pdfilovepdf_merged (2)_merged.pdf
ilovepdf_merged (2)_merged.pdf
 
Dirigir Bêbado.ppsx
Dirigir Bêbado.ppsxDirigir Bêbado.ppsx
Dirigir Bêbado.ppsx
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxmariiiaaa1290
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 

Último (20)

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 

NR 6.pdf

  • 1.
  • 2. DEFINIÇÃO NR6 – Equipamentos de Proteção Individual (EPI) O que são EPIs ? São equipamentos de proteção destinados ao uso individual do trabalhador com o objetivo de protegê-lo de um agente de risco, ou de vários, visando garantir a segurança e saúde no trabalho.
  • 3. Fornecer aos empregados, gratuitamente, EPI adequado ao risco, em perfeito estado de conservação e funcionamento, nas seguintes circunstâncias: • Proteção contra os riscos de acidentes do trabalho; • Doenças profissionais e do trabalho; • Enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas; OBRIGAÇÕES DO EMPREGADOR
  • 4. • Para atender situações de emergência. OBRIGAÇÕES DO EMPREGADOR  Substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado;  Responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica;  Comunicar ao MTE qualquer irregularidade observada.
  • 5. OBRIGAÇÕES DO EMPREGADOR  Exigir o uso do EPI;  Fornecer ao trabalhador somente EPIs aprovados pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho;
  • 6.  Orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação; ORIENTAÇÕES AO EMPREGADOR  Compete ao Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho ( SESMT), à
  • 7. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) ou ao designado, mediante orientação de profissional tecnicamente habilitado, recomendar ao empregador o EPI adequado ao risco existente em determinada atividade. OBRIGAÇÕES DO EMPREGADO  Usar apenas para a finalidade que se destina;
  • 8.  Responsabilizar-se pela guarda e conservação;  Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso;  Cumprir as determinações do empregador sobre o uso adequado. CABE AO FABRICANTE E AO IMPORTADOR:
  • 9.  Cadastro realizado no órgão nacional competente;  Certificado de aprovação do EPI;  Quando a especificação do EPI mudar, novo CA;  Manutenção da qualidade do EPI que originou o CA;  Comercializar somente o EPI que tenha CA;  Comunicar o órgão competente caso houver alterações de dados cadastrais;  O EPI deve ser vendido com instruções técnicas, orientação de uso, manutenção, restrições e numero de lote de fabricação;  Avaliar conformidades do EPI no âmbito Sinmetro;
  • 10. CERTIFICADO DE APROVAÇÃO (CA)  Validade do CA por EPI: 5, 2 e Sinmetro;  Os EPI’s devem ter caracteres permanentes e bem visíveis – Marca, lote e nº do CA;  Memorial descritivo: enquadramento, características técnicas, materiais, destino de uso e restrições;  Relatório de ensaio que comprove conformidade no âmbito Sinmetro ou termo de responsabilidade técnica
  • 11. assinado pelo fabricante e o técnico registrado no Conselho Regional; MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO  Cadastrar e cancelar o cadastro do Fabricante;  Emitir, renovar e cancelar o CA do EPI;  Estabelecer regulamentos técnicos para ensaios de EPI;  Fiscalizar qualidade;
  • 12.  Requisitar amostras de EPI para avaliar sempre que julgar necessário; EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA Capacete  Capacete de segurança contra impactos;  Capacete de segurança contra choques elétricos;  Capacete de segurança para proteção do crânio e face contra riscos provenientes de fontes geradoras de calor nos trabalhos de combate a incêndio.
  • 13.  Capuz de segurança para proteção do crânio e pescoço contra riscos de origem térmica; EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA Capuz
  • 14.  Capuz de segurança para proteção do crânio e pescoço contra respingos de produtos químicos;  Capuz de segurança para proteção do crânio em trabalhos onde haja risco de contato com partes giratórias ou móveis de máquinas.
  • 15. Óculos  Partículas volantes;  Luminosidade intensa;  Radiação infra violeta; EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
  • 16.  Radiação infra-vermelha;  Respingos de produtos químicos.
  • 17.  Partículas volantes;  Luminosidade intensa;  Radiação infra-violeta;  Radiação infra-vermelha;  Respingos de produtos químicos. Protetor facial EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
  • 18. EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE
  • 19. EPI PARA PROTEÇÃO DOS OLHOS E FACE Máscara de Solda  Impactos de partículas volantes;  Radiação ultravioleta;  Radiação infravermelha;  Luminosidade intensa;
  • 20. sistema auditivo contra níveis de pressão sonora
  • 21. superiores ao estabelecido na NR-15.  Protetor auditivo de inserção para proteção do sistema auditivo contra níveis de pressão sonora superiores ao estabelecido na NR-15.  Protetor auditivo semi-auricular para proteção do sistema auditivo contra níveis de pressão sonora superiores ao estabelecido na NR-15. Protetor auditivo  Protetor auditivo circum-auricular para proteção do EPI PARA PROTEÇÃOAUDITIVA
  • 22. EPI PARA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA Respirador purificador de ar contra:  Poeiras e névoas;  Poeiras, névoas e fumos;  Poeiras, névoas, fumos e radionuclídeos;  Contra vapores orgânicos ou gases ácidos em ambientes com concentração inferior a 50 ppm  Contra gases emanados de produtos químicos;  Contra partículas e gases emanados de produtos químicos;
  • 23.  Respirador purificador de ar motorizado contra poeiras, névoas, fumos e radionuclídeos. EPI PARA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA Respirador de adução de ar  Respirador de adução de ar tipo linha de ar comprimido para proteção das vias respiratórias em atmosferas com concentração Imediatamente Perigosa à Vida e à Saúde e em ambientes confinados;
  • 24.  Máscara autônoma de circuito aberto ou fechado para proteção das vias respiratórias em atmosferas com concentração Imediatamente Perigosa à Vida e à Saúde e em ambientes confinados. EPI PARA PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA Respirador de fuga  Respirador de fuga contra agentes químicos em condições de escape de atmosferas Imediatamente
  • 25. Perigosa à Vida e à Saúde ou com concentração de oxigênio menor que 18% em volume.
  • 27. Vestimentas de segurança que ofereçam proteção ao tronco contra riscos de origem térmica, mecânica, química, radioativa, meteorológica e umidade proveniente de operações com uso de água. EPI PARA PROTEÇÃO DO TRONCO
  • 28. EPI PARA OS MEMBROS SUPERIORES  agentes abrasivos e escoriantes;  agentes cortantes e perfurantes;  choques elétricos;  agentes térmicos;  agentes biológicos;  agentes químicos; Luva
  • 30. EPI PARA OS MEMBROS SUPERIORES
  • 31.
  • 32. Outros:  Creme protetor  Manga  Braçadeira  Dedeira EPI PARA OS MEMBROS SUPERIORES
  • 33. EPI PARA OS MEMBROS INFERIORES • Botas de PVC: Para locais úmidos. • Sapato ou Botas de segurança: Proteção contra quedas de objetos pesados nos pés. • Perneiras de Raspa: Para trabalhos que envolvem soldagem, corte a quente e fundição.
  • 34. • Calçados de couro: Para os demais tipos de trabalho. EPI PARA OS MEMBROS INFERIORES  Uso de tênis deve ser proibido em locais onde se manuseiam produtos corrosivos
  • 35. EPI PARA CORPO INTEIRO  Proibido uso de tamancos e sandálias.
  • 36.  Macacão de segurança: chamas, agentes térmicos, respingos de produtos químicos e umidade operações com uso de água.  Conjunto de segurança - calça e blusão ou jaqueta ou paletó;  Vestimenta de corpo inteiro: contra respingos de produtos químicos e umidade – operações com água.
  • 37. EPI PARA CORPO INTEIRO
  • 39.  Dispositivo de proteção do usuário contra quedas em operações com movimentação vertical ou horizontal, quando utilizado com cinturão de segurança para proteção contra quedas. Cinturão:  Proteção contra risco de queda no posicionamento em trabalhos em altura. •