CENTRO UNIVERSITÁRIO  AUGUSTO MOTTA Disciplina: Praticas Assistenciais I Tema: caso clinico : Pé Diabético Hospital Ronald...
Introdução: A DM é uma patologia comum, e apesar de ser controlável, o acompanhamento do controle glicêmico não é realizad...
Apresentação do Hospital Ronaldo Gazola ( Acari)
<ul><li>A estrutura do hospital  Municipal Ronaldo Gazola: </li></ul><ul><li>A construção foi iniciada em dezembro de 2002...
Beatriz Estrutura de atendimento SUBSOLO  – Estacionamento TÉRREO   – Recepção, Admissão, Emergência, Ambulatório, Centro ...
<ul><li>Anamnese: </li></ul><ul><li>Identificação do paciente: N.M.S  </li></ul><ul><li>Idade:50 anos </li></ul><ul><li>Se...
<ul><li>Historia da doença atual ( HDA) </li></ul><ul><li>Diabete sem controle; </li></ul><ul><li>Pé diabético </li></ul><...
<ul><li>Historia Social: </li></ul><ul><li>Relacionamento Familiar: bom </li></ul><ul><li>Alimentaçao: irregular ( Nao seg...
Exame físico: Paciente foi internada  11/11/08,  em bom esta geral, anicterico, normocorado, normocardico, lúcida e orient...
<ul><li>Diagnóstico de enfermagem: </li></ul><ul><li>Processo familiar sem alterações – não houve  mudança na freqüência d...
Prescrição de enfermagem: Prover medidas para hidratação da pele, cuidados com a  higiene continua dos pés. Aumentar a mob...
<ul><li>Avaliação de resultados: (prognostico) </li></ul><ul><li>Os cuidados prescritos foram prestados. </li></ul><ul><li...
Fundamentaçao cientifica   Fisiopatologia: E o distúrbio neurológico clínico ou subclínico (laboratorial) de pacientes dia...
O aumento da pressão nas plantas dos pés está relacionado à rigidez articular (articulações dos tornozelos e pés) e às def...
Prescriçao medica <ul><li>Prescriçao inicial: 11/11/08 – (internação) </li></ul><ul><li>Dieta para diabetes mellitus </li>...
Prescrição medica após cirurgia   24/11/208 <ul><li>Dieta para diabetes mellitus </li></ul><ul><li>Soro Fisiologico  9%, 1...
Bulário da medicaçao indicada: Clavulin     é indicado no tratamento das infecções bacterianas causadas por germes sensív...
Conclusão: A paciente em questão, foi bastante participativo durante o estudo, ela apresenta quadro de evolução satisfatór...
<  http://obras.rio.rj.gov.br/index.cfm?sqncl_publicacao=607 > Acessado em: 24 de novembro de 2008 – 14:30 TAMBASCIA, M.A....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Praticas Alternativas I Estudo De Caso

12.095 visualizações

Publicada em

trabalho sobre as instalações do hospital de acari - Ronaldo Gazola e cuidados com paciente diabeticos - estudo de caso

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Praticas Alternativas I Estudo De Caso

  1. 1. CENTRO UNIVERSITÁRIO AUGUSTO MOTTA Disciplina: Praticas Assistenciais I Tema: caso clinico : Pé Diabético Hospital Ronaldo Gazola – Acari Criado e apressentado: Rosângela Filgueiras
  2. 2. Introdução: A DM é uma patologia comum, e apesar de ser controlável, o acompanhamento do controle glicêmico não é realizado como deveria, algumas medidas e precauções não são tomadas, o que leva ao desenvolvimento de complicações crônicas, como o pé diabético. Existe ainda os casos em que o diagnóstico é feito quando já são evidentes a presença de complicações.      O pé diabético é uma complicação comum em nosso meio, culminando em uma alta taxa de amputações, internações prolongadas e altos custos hospitalares. Beatriz
  3. 3. Apresentação do Hospital Ronaldo Gazola ( Acari)
  4. 4. <ul><li>A estrutura do hospital Municipal Ronaldo Gazola: </li></ul><ul><li>A construção foi iniciada em dezembro de 2002 e concluída em junho de 2004. A nova unidade vai beneficiar aproximadamente 351 mil habitantes de 10 bairros localizados nas Regiões Administrativas da Pavuna e Anchieta, e composta de cinco pavimentos. </li></ul>Beatriz
  5. 5. Beatriz Estrutura de atendimento SUBSOLO – Estacionamento TÉRREO – Recepção, Admissão, Emergência, Ambulatório, Centro de Apoio Diagnóstico; 2º PAVIMENTO - Administração, Centro de Estudo, Auditório, Vestiários, Documentação Médica, Farmácia, Almoxarifado, Cozinha, Refeitório, Patamar Técnico, Climatização Central; 3º PAVIMENTO – Centro Cirúrgico c/ RPA, CTI Adulto, UTI Coronariano, CTI/UI Pediátrico, Unidade Neonatal, Centro Obstétrico c/RPA, Unidade Pré-parto/Parto/Pós-parto, Central de Esterilização; 4º PAVIMENTO – Internação Maternidade, Internação Pediátrica, Internação Geral; 5º PAVIMENTO - Internação Geral; COBERTURA – Heliponto
  6. 6. <ul><li>Anamnese: </li></ul><ul><li>Identificação do paciente: N.M.S </li></ul><ul><li>Idade:50 anos </li></ul><ul><li>Sexo:Feminino </li></ul><ul><li>Cor: parda </li></ul><ul><li>Estado civil: solteira </li></ul><ul><li>Filhos: 03 </li></ul><ul><li>Nacionalidade: Brasileira </li></ul><ul><li>Residente: Jardim paciência – gomario, travessa 01 – nº 16 – RJ </li></ul><ul><li>Profissão: costureira </li></ul>Beatriz
  7. 7. <ul><li>Historia da doença atual ( HDA) </li></ul><ul><li>Diabete sem controle; </li></ul><ul><li>Pé diabético </li></ul><ul><li>Historia patológica pregressa: </li></ul><ul><li>Doenças comuns da infancias: catapora, caxumba, sarampo. </li></ul><ul><li>Sem alergias </li></ul><ul><li>Cirurgia de membro inferior direito ( 1 ano) – decorrente de fratura de tibia e fibula. </li></ul>Queixas principal “ Ferida provocada por humidade nos pés / emagrecimento rapido” ( duraçao 15 dias). Beatriz
  8. 8. <ul><li>Historia Social: </li></ul><ul><li>Relacionamento Familiar: bom </li></ul><ul><li>Alimentaçao: irregular ( Nao seguia dieta prescrita) </li></ul><ul><li>Sono: Normal </li></ul><ul><li>Habitos: Nao bebe, ex tabagista. </li></ul><ul><li>Moradia: casa de alvenaria, com saneamento basico. iluminaçao. </li></ul><ul><li>Historia familiar: </li></ul><ul><li>Avô diabético – Falecido </li></ul><ul><li>Pais falecido – morte natural </li></ul>Rosangela
  9. 9. Exame físico: Paciente foi internada 11/11/08, em bom esta geral, anicterico, normocorado, normocardico, lúcida e orientada, afebril ao toque, sem queixas no momento, ACV:RCR 2T (sem arritmias ou sopros ) , AR: MVUA (sem ruídos adventícios). Abdômen  indolor à palpação superficial e profunda sem órgãos ou massas palpáveis. Pé neuropático  ferida extensa em região plantar e 5º podalico direito, com áreas de necrose (tipo – 4), tecido de granulação com infecção, odor fetido. Feita intervenção cirúrgica (24/11/08) para retirada do 5º podalico mas desbridamento plantar com bom resultado. Sinais Vitais: P.A  130x70mmHg FC  80 bpm FR  18 ipm Tax  36ºC HGT  268mg/dl Rosangela
  10. 10. <ul><li>Diagnóstico de enfermagem: </li></ul><ul><li>Processo familiar sem alterações – não houve mudança na freqüência do contato familiar após internação. </li></ul><ul><li>Integridade da pele prejudicada, relacionado a patologia. </li></ul><ul><li>Risco de infecção. </li></ul><ul><li>Proteção ineficaz relacionado a nutrição inadequada. </li></ul><ul><li>Perfusão tissular ineficaz ( periférica) relacionado à interrupção do fluxo sanguíneo. </li></ul><ul><li>Padrão do sono alterado pelo ambiente hospitalar </li></ul>Rosangela
  11. 11. Prescrição de enfermagem: Prover medidas para hidratação da pele, cuidados com a higiene continua dos pés. Aumentar a mobilidade física, Orientação nutricional. O Planejamento para o paciente, deve incluir a melhora nutricional; A colaboração com os cuidados do pés, para melhorar a integridade da pele dos membros; Cuidado com curativo ( diário) Rosangela
  12. 12. <ul><li>Avaliação de resultados: (prognostico) </li></ul><ul><li>Os cuidados prescritos foram prestados. </li></ul><ul><li>Começaram a surgir efeitos de melhora gradativamente tais cuidados visam as principais necessidades humanas básicas imediatas a longo prazo. </li></ul>Rosangela
  13. 13. Fundamentaçao cientifica Fisiopatologia: E o distúrbio neurológico clínico ou subclínico (laboratorial) de pacientes diabéticos. O acometimento do sistema nervoso no diabetes  é geralmente muito amplo e, muitas vezes, bastante grave. Atinge até 50% dos portadores de diabetes e ocorrem alterações estruturais e funcionais dos nervos sensitivos, motores e autonômicos. Essas alterações se instalam acarretando sintomas progressivos variados que podem ou não ser reversíveis, ora com manifestações dolorosas , ora silenciosas, porém não menos devastadoras. Acabam aparecendo as deformidades responsáveis por ulcerações e amputações – o Pé Diabético. Vanessa
  14. 14. O aumento da pressão nas plantas dos pés está relacionado à rigidez articular (articulações dos tornozelos e pés) e às deformidades (proeminências, dedos em garra, dedos em martelo). Traumas constituem outro fator importante, muitas vezes associados ao uso de calçados inadequados, quedas, micoses e cortes de unhas errados. Vanessa
  15. 15. Prescriçao medica <ul><li>Prescriçao inicial: 11/11/08 – (internação) </li></ul><ul><li>Dieta para diabetes mellitus </li></ul><ul><li>Soro Fisiologico 9%, 1000ml /24h </li></ul><ul><li>Clavulin de 8/8h </li></ul><ul><li>Cleudamicina 600mg – 6/6h </li></ul><ul><li>Dipirona 4ml – 4/4h </li></ul><ul><li>HGT – 6/6h </li></ul><ul><li>Insulina regular – esquema </li></ul><ul><li>Até 180 = 0 UI – 181 A 240 = 4 UI </li></ul><ul><li>241à 300 = 8UI > 301=12UI </li></ul><ul><li>Plasil 2ml – 8/8h S.O.S </li></ul><ul><li>Clexane 40mg – 1x ao dia </li></ul><ul><li>Sinais vitais 6/6h </li></ul><ul><li>Curativo hidrogel - 1x ao dia </li></ul><ul><li>Jelco salinizado. </li></ul>Vanessa
  16. 16. Prescrição medica após cirurgia 24/11/208 <ul><li>Dieta para diabetes mellitus </li></ul><ul><li>Soro Fisiologico 9%, 1000ml /24h </li></ul><ul><li>Kefazol 1g EV 8/8h </li></ul><ul><li>Dipirona 4ml – 4/4h </li></ul><ul><li>HGT – 6/6h </li></ul><ul><li>Insulina regular – esquema </li></ul><ul><li>Ate 180 = 0 UI – 181 A 240 = 4 UI </li></ul><ul><li>241à 300 = 8UI > 301=12UI </li></ul><ul><li>Plasil 2ml – 8/8h S.O.S </li></ul><ul><li>Clexane 40mg – 1x ao dia </li></ul><ul><li>Sinais vitais 6/6h </li></ul><ul><li>Curativo hidrogel - 1x ao dia </li></ul><ul><li>Jelco salinizado. </li></ul>Vanessa
  17. 17. Bulário da medicaçao indicada: Clavulin  é indicado no tratamento das infecções bacterianas causadas por germes sensíveis aos componentes da fórmula. Dipirona  Analgésico e antipirético. Insulina  é indicado para o tratamento de pacientes com diabetes melito que necessitam de insulina para manutenção da homeostase de glicose. Plasil (S.O.S)  Náusea e vômito de origem central e periférica. Estimulante da peristalse e adjuvante do esvaziamento gastrointestinal. Esofagite de refluxo. Clexane  profilaxia da trombose venosa profunda e recidivas e na profilaxia do tromboembolismo pulmonar . Hidrogel  indicado para promover o desbridamento autolítico e conferir proteção às feridas secas, superficiais ou profundas, com necrose ou fibrina. Kefazol  Infecção articular e óssea. Infecção da pele e tecidos moles. Vanessa
  18. 18. Conclusão: A paciente em questão, foi bastante participativo durante o estudo, ela apresenta quadro de evolução satisfatório. Úlceração em estagio de cicatrização com tecido de granulação presente, sem infecção e sem odor fétido. Demonstrou esta com a auto-estima elevada, e entusiasmada com os resultados obtidos.     Vanessa
  19. 19. < http://obras.rio.rj.gov.br/index.cfm?sqncl_publicacao=607 > Acessado em: 24 de novembro de 2008 – 14:30 TAMBASCIA, M.A.; GOMES, M.B.; DIB, S.A. (ed.) Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes para Tratamento e Acompanhamento do Diabetes Mellitus. Rio de Janeiro: Diagraphic Editora, 2007.   Diagnostico de NANDA: definições e classificação 2007-2008/ North American Nursing Diagnosis Assocoation; tradução Regina Machado Garcez. – Porto Alegre: Artmed, 2008 – 396p.; 20cm. Referencias Bibliograficas:

×