Denis Ferreira de Góes RA: 7025490189
Leandro da Silva vieira RA: 7476681417
Mateus de Almeida Irias RA: 9915008136
Sheila...
REFLEXÃO
“… Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades,
lembrai-vos de que as grandes coisas do homem foram
conqu...
BREVE HISTÓRICO
A frequência cardíaca (FC) é a quantidade de vezes
que o coração bate por minuto e, por isso, ela é um
bom...
FREQUÊNCIA CARDIACA MASCULINA
  Entre 18 e 25 anos Entre 26 e 35 anos Entre 36 e 45 anos
Abaixo da Média 49 a 55 49 a 54 5...
FREQUÊNCIA CARDIACA FEMININO
A seguinte tabela mostra a frequência cardíaca normal
para mulheres que praticam atividade
  ...
FREQUÊNCIA CARDÍACA
Inferior a 60 batimentos por minuto, pode
ocorrer devido ao envelhecimento ou ser apenas um
efeito col...
FREQUÊNCIA CARDÍACA
E superior a 100 batimentos por minuto, pode
ser consequência da ingestão de grandes
quantidades de ál...
FREQUÊNCIA CARDÍACA
Para medir a frequência cardíaca pode-se
colocar o dedo indicador e médio na parte lateral do
pescoço,...
FREQUÊNCIA CARDÍACA
Medição Cardíaca - Demonstração
INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
É a incapacidade do coração para bombear o
sangue em volumes suficientes para atender às
demandas d...
INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
A insuficiência cardíaca pode ser classificada
em quatro níveis ao qual merecem a devida atenção
As...
INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
• Classe I – Sem limitações: as atividades físicas
normais não provocam fadiga ou dispneia
(dificul...
INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
• Classe III – Limitação acentuada da atividade
física: embora os pacientes sejam assintomáticos
em...
NUTRIÇÃO
• Dieta variada com alimentos de todos os grupos
alimentares (pães, cereais, raízes e tubérculos /
hortaliças / f...
NUTRIÇÃO
• Preferir gorduras insaturadas (óleo vegetal), leite
desnatado e carnes magras;
• Praticar atividade física diar...
NUTRIÇÃO
• Castanhas, nozes, avelãs, amêndoas e pistache;
• Chocolate;
• Alho / Cebola;
• Peixes;
• Azeite de Oliva;
• Vin...
NUTRIÇÃO
• Leite integral, creme de leite e derivados;
• Manteiga, queijos amarelos, maionese, molhos
prontos para salada;...
ENFERMAGEM E O CORAÇÃO
As atividades do profissional são
desenvolvidas "para" e "com" o paciente, ancoradas
no conheciment...
ENFERMAGEM E O CORAÇÃO
O cuidar é oferecido aos pacientes crônicos
cardíacos mediante ações, emoções e sensibilidade
que o...
ENFERMAGEM E O CORAÇÃO
Alguns exemplos de cuidados de enfermagem
na assistência ao paciente com distúrbio cardíaco
O Cuida...
ENFERMAGEM E O CORAÇÃO
• Propiciar ao paciente um ambiente tranquilo para
favorecer repouso e relaxamento;
• Verificação d...
ENFERMAGEM E O CORAÇÃO
• Observar dieta (hipossódicas) pobre em sal e com
diminuição de carboidratos;
• Balanço hídrico;
•...
CONCLUSÃO
A insuficiência cardíaca é hoje reconhecida como
um problema importante e crescente de saúde pública.
A industri...
DÚVIDAS
Obrigado!
Zana_hagata@Hotmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho cardiaco + nutrição

583 visualizações

Publicada em

trabalho direcionado a área de enfermagem....

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
583
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho cardiaco + nutrição

  1. 1. Denis Ferreira de Góes RA: 7025490189 Leandro da Silva vieira RA: 7476681417 Mateus de Almeida Irias RA: 9915008136 Sheila Karina RA: 7075541440 Rodolfo Fernando Simões RA: 6460302472 Rosa Elias Ribeiro RA: 6844477269 Rosana Elias Ribeiro RA: 6844477213 Cardíaco + Nutrição
  2. 2. REFLEXÃO “… Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades, lembrai-vos de que as grandes coisas do homem foram conquistadas do que parecia impossível.” Charles Chaplin
  3. 3. BREVE HISTÓRICO A frequência cardíaca (FC) é a quantidade de vezes que o coração bate por minuto e, por isso, ela é um bom indicador do funcionamento do coração e do condicionamento físico do indivíduo. A frequência cardíaca normal ou basal, em repouso, é de 60 a 100 batimentos cardíacos por minuto, porém ela pode variar de acordo com a idade, atividade física ou a presença de doenças cardíacas.
  4. 4. FREQUÊNCIA CARDIACA MASCULINA   Entre 18 e 25 anos Entre 26 e 35 anos Entre 36 e 45 anos Abaixo da Média 49 a 55 49 a 54 54 a 59 Boa 57 a 61 57 a 61 60 a 62 Excelente 71 a 73 72 a 74 73 a 76 A seguinte tabela mostra a frequência cardíaca normal para homens que praticam atividade
  5. 5. FREQUÊNCIA CARDIACA FEMININO A seguinte tabela mostra a frequência cardíaca normal para mulheres que praticam atividade   Entre 18 e 25 anos Entre 26 e 35 anos Entre 36 e 45 anos Abaixo da Média 54 a 60 54 a 59 54 a 59 Boa 61 a 56 60 a 64 62 a 64 Excelente 74 a 78 75 a 76 74 a 78
  6. 6. FREQUÊNCIA CARDÍACA Inferior a 60 batimentos por minuto, pode ocorrer devido ao envelhecimento ou ser apenas um efeito colateral de certos medicamentos para o coração, por exemplo. A FC baixa também pode indicar problemas cardíacos como bloqueio cardíaco ou disfunção do nódulo sinusal, principalmente se for acompanhada de tonturas, cansaço ou falta de ar. Frequências Cardíacas Baixa
  7. 7. FREQUÊNCIA CARDÍACA E superior a 100 batimentos por minuto, pode ser consequência da ingestão de grandes quantidades de álcool ou cafeína, no entanto, também pode ser indicativa de problemas do coração como insuficiência cardíaca ou doença de válvula cardíaca, assim como de outras doenças como aterosclerose ou hipertensão. Frequências Cardíacas Alta
  8. 8. FREQUÊNCIA CARDÍACA Para medir a frequência cardíaca pode-se colocar o dedo indicador e médio na parte lateral do pescoço, onde se sente os batimentos cardíacos e contar quantas pulsações se percebe durante 1 minuto. O cálculo também pode ser feito contando os batimentos até 15 segundos e multiplicando o resultado por 4. Medindo a Frequência Cardíaca
  9. 9. FREQUÊNCIA CARDÍACA Medição Cardíaca - Demonstração
  10. 10. INSUFICIÊNCIA CARDÍACA É a incapacidade do coração para bombear o sangue em volumes suficientes para atender às demandas do metabolismo. A Insuficiência cardíaca é uma síndrome resultante de perturbações, do tipo estrutural ou funcional, que interferem com a função cardíaca. O que e Insuficiência cardíaca?
  11. 11. INSUFICIÊNCIA CARDÍACA A insuficiência cardíaca pode ser classificada em quatro níveis ao qual merecem a devida atenção As classes da Insuficiência Cardíaca
  12. 12. INSUFICIÊNCIA CARDÍACA • Classe I – Sem limitações: as atividades físicas normais não provocam fadiga ou dispneia (dificuldade para respirar). • Classe II – Limitação leve da atividade física: os pacientes são assintomáticos em repouso. As atividades físicas normais provocam fadiga ou dispneia. Classes, Sinais e Sintomas
  13. 13. INSUFICIÊNCIA CARDÍACA • Classe III – Limitação acentuada da atividade física: embora os pacientes sejam assintomáticos em repouso. • Classe IV – Incapacidade de realizar qualquer atividade física sem desconforto: a fadiga ou dispneia estão presentes mesmo em repouso. Classes, Sinais e Sintomas
  14. 14. NUTRIÇÃO • Dieta variada com alimentos de todos os grupos alimentares (pães, cereais, raízes e tubérculos / hortaliças / frutas / leguminosas / carnes e ovos / produtos lácteos / óleos e gorduras / açúcares); • Consumir alimentos com baixo teor de gordura Práticas alimentares, Comportamento
  15. 15. NUTRIÇÃO • Preferir gorduras insaturadas (óleo vegetal), leite desnatado e carnes magras; • Praticar atividade física diariamente – ao menos 30 minutos -,e mudar hábitos rotineiros (preferir escadas à elevadores, por exemplo); Práticas alimentares, Comportamento
  16. 16. NUTRIÇÃO • Castanhas, nozes, avelãs, amêndoas e pistache; • Chocolate; • Alho / Cebola; • Peixes; • Azeite de Oliva; • Vinho tinto; • Fibras; Reduzindo o Risco de IC
  17. 17. NUTRIÇÃO • Leite integral, creme de leite e derivados; • Manteiga, queijos amarelos, maionese, molhos prontos para salada; • Bacon, banha de porco; • Fígado, coração, língua, miolo, pé, moela, pele dos animais, gordura aparente das carnes; • Linguiça, salsicha, hambúrguer. Aumentando o Risco de IC
  18. 18. ENFERMAGEM E O CORAÇÃO As atividades do profissional são desenvolvidas "para" e "com" o paciente, ancoradas no conhecimento científico, habilidade, intuição, pensamento crítico e criatividade e acompanhadas de comportamentos e atitudes de cuidar/cuidado no sentido de promover, manter e/ou recuperar a totalidade e a dignidade humana. O Enfermeiro no cuidado do cardíaco
  19. 19. ENFERMAGEM E O CORAÇÃO O cuidar é oferecido aos pacientes crônicos cardíacos mediante ações, emoções e sensibilidade que o ajudem a vivenciar o processo de adoecimento. Assim, estabeleceram-se duas subcategorias: dimensão técnica e dimensão expressiva. O Cuidado
  20. 20. ENFERMAGEM E O CORAÇÃO Alguns exemplos de cuidados de enfermagem na assistência ao paciente com distúrbio cardíaco O Cuidado
  21. 21. ENFERMAGEM E O CORAÇÃO • Propiciar ao paciente um ambiente tranquilo para favorecer repouso e relaxamento; • Verificação dos sinais vitais principalmente P.A. todos os dias no mesmo horário; • Evitar excesso de atividades físicas; • Administrar medicamentos prescritos observando o aparecimento de efeitos colaterais; Hipertensão Arterial Sistêmica: Cuidados de Enfermagem:
  22. 22. ENFERMAGEM E O CORAÇÃO • Observar dieta (hipossódicas) pobre em sal e com diminuição de carboidratos; • Balanço hídrico; • Observar e anotar os efeitos colaterais da medicação (hipotensão, sensação de desmaio, secura na boca, sonolência). • Orientar que café, chá e chocolate devem ser evitados devido à ação estimulante bebidas alcoólicas não devem ser ingeridas, pois eleva PA.
  23. 23. CONCLUSÃO A insuficiência cardíaca é hoje reconhecida como um problema importante e crescente de saúde pública. A industrialização e a urbanização implicaram mudanças na dieta alimentar, aumento do tabagismo, sedentarismo e obesidade. A consequência natural é o desenvolvimento de hipertensão arterial, diabetes e doença das artérias coronárias, sendo a insuficiência cardíaca a via final dessas e de outras doenças. suficiência cardíaca é hoje reconhecida como um
  24. 24. DÚVIDAS
  25. 25. Obrigado! Zana_hagata@Hotmail.com

×