O Embate da Igreja com o Mundo

533 visualizações

Publicada em

Estudos da Revista Compromisso.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
533
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
121
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Embate da Igreja com o Mundo

  1. 1. O Embate da IgrejaO Embate da Igreja com o Mundocom o Mundo Dignos da Sua Vocação Igreja Batista Jardim Redentor – EBD 26 de outubro de 2014
  2. 2. Texto ÁureoTexto Áureo “Conscientes disso, oramos constantemente por vocês, para que o nosso Deus os faça dignos da vocação e, com poder, cumpra todo bom propósito e toda obra que procede da fé. Assim o nome de nosso Senhor Jesus será glorificado em vocês, e vocês nele, segundo a graça de nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.” 2 Tessalonicenses 1:11-12
  3. 3. Semana Passada...Semana Passada... Tópicos Importantes: 1. Vida sexual santificada 2. Amor uns aos outros 3. Sobre os que dormem Continuação hoje a partir da página 18.
  4. 4. Tempos e ÉpocasTempos e Épocas Pág. 18 - “Os cristãos do tempo de Paulo precisavam ser corrigidos a respeito da 'escatologia iminente', e a mesma exortação apostólica vale para a nossa 'escatologia desprezada'”. Escatologia Iminente = pensavam que Jesus iria voltar tão breve que já estavam vivendo como se nada mais importasse. Escatologia Desprezada = pensamos que Jesus vai voltar tão tarde que vivemos como se não mais fosse voltar.
  5. 5. Tempos e ÉpocasTempos e Épocas (2) O Dia do Senhor vem como o ladrão à noite Sem aviso, sem agenda, sem revelação. (3) Quando disserem: Paz e Segurança No momento em que o ser humano entender que tudo depende de suas próprias forças.
  6. 6. Vida SóbriaVida Sóbria (5) Somos filhos da luz, do dia (6) Três conselhos: Não dormir = interagir com o mundo ao redor Estarmos atentos = perceber o que acontece Sermos sóbrios = não incorrer em loucura (7) Acessórios: Couraça do amor e da fé Capacete da esperança da salvação Fé + Esperança + Amor
  7. 7. Instruções PastoraisInstruções Pastorais (12) Consideração para com quem: Se esforça Lidera Aconselha Tê-los em alta estima (13) (13) Viver em paz uns com os outros Lembre-se do ponto final.
  8. 8. Instruções PastoraisInstruções Pastorais Exortação importante (14-15) Admoestar (advertir) os insubordinados Consolar os desanimados Auxiliar (amparar) os fracos Ter paciência para com todos Não pagar o mal com o mal Usar de bondade para com todos
  9. 9. Instruções PastoraisInstruções Pastorais Regras para a boa prática da disciplina espiritual (16-22) Alegrar-se sempre (bom humor) Orar continuamente Em tudo dar graças Não apagar o Espírito Não desprezar as profecias, mas examiná-las Afastar-se de toda forma de mal
  10. 10. Oração FinalOração Final (23) Santificação completa e deleite em Deus Corpo Alma Espírito (24) A fidelidade de Deus nos sustenta
  11. 11. Saudações FinaisSaudações Finais Pág. 19 - “Paulo chama recorrentemente estes crentes de irmãos e termina a carta os saudando com um beijo, que naquela cultura também era o modo como amigos chegados e, principalmente os da família, eram cumprimentados”. (26) Não é uma ordem a nós É uma demonstração de afeto de Paulo por aqueles irmãos. Não devemos fazer isso, mas podemos fazer isso.
  12. 12. Segunda CartaSegunda Carta Paulo, Silas e Timóteo também são os autores. Pouco tempo se passou desde a primeira carta. Os assuntos são os mesmos, porém com palavras mais esclarecedoras e duras.
  13. 13. Reafirmação do AmorReafirmação do Amor Igreja passava por constantes tribulações e perseguições mas mantinha as seguintes características: ● Fé crescente (1.3) ● Amor crescente (1.3) ● Perseverança (1.4) ● Fé demonstrada (1.4)
  14. 14. O Justo Juízo de DeusO Justo Juízo de Deus Paulo trata sobre a justiça de Deus: ● A Igreja estava sendo injustiçada (?) ● Tribulação aos que causam tribulação (1.6) ● Alívio aos que sofrem (1.7) Porém, talvez não neste mundo (1.9-10).
  15. 15. Rogamos Sempre por VósRogamos Sempre por Vós Revista – pág. 21 - “Devemos, entretanto, reconhecer que o desafio de ser cristão na nossa situação é diferente do desafio dos tessalonicenses. A oposição aberta e violenta foi trocada pela oposição sutil da indiferença, da acomodação, do 'cada um na sua', do cinismo, da descrença e, sobretudo, do 'estou em busca de uma experiência emocionante e boa'.”
  16. 16. Rogamos Sempre por VósRogamos Sempre por Vós Buscar dignidade na vocação - Constantemente nos achamos bons demais para fazer isso ou aquilo - Deus nos diz que devemos buscar NELE ser dignos de nossa vocação “Mas depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de levar as suas sandálias. Então Jesus veio da Galileia ao Jordão para ser batizado por João... João, porém, tentou impedi-lo, dizendo: "Eu preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?" Mateus 3:11 e 14
  17. 17. Rogamos Sempre por VósRogamos Sempre por Vós (1.11) Cumpra todo o bom propósito / Cumpra todo o desejo da sua bondade: ● Bondade / Bom – a partir de quem? ● Propósito / Desejo – de quem? (1.11) Cumprir toda obra que provém da fé
  18. 18. Cuidados com o EnganoCuidados com o Engano (2.1-3) Não se deixar abalar, alarmar ou enganar: ● Profecia / Espírito ● Palavra ● Carta supostamente de Paulo
  19. 19. O Filho da PerdiçãoO Filho da Perdição Suas características (2.4): 1. Se opõe e procura estar acima de Deus 2. Assenta-se no santuário de Deus Interpretação: santuário seria o Templo da época, os locais de culto ou a própria vida do cristão? 3. Proclama-se Deus
  20. 20. O Filho da PerdiçãoO Filho da Perdição Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão sinais e maravilhas para, se possível, enganar os eleitos. Marcos 13:22 Filhinhos, esta é a última hora; e, assim como vocês ouviram que o anticristo está vindo, já agora muitos anticristos têm surgido. Por isso sabemos que esta é a última hora. Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos. Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo: aquele que nega o Pai e o Filho. 1 João 2:18-22
  21. 21. Um ProblemaUm Problema 2.11-12 Deus envia mentiras para que as pessoas creiam nelas?
  22. 22. AcabouAcabou ACABOU!

×