Instruções de utilização
2011-02
© 2008 Siemens Healthcare Diagnostics Inc. Todos os direitos reservados.
Siemens Healthca...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 2 - Português
Aplicações
Para utilizar no diagnóstico in vitr...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 3 - Português
Reagentes
Os reagentes são embalados conforme i...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 4 - Português
Para obter mais informações, consulte a secção ...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 5 - Português
A Siemens Healthcare Diagnostics validou a esta...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 6 - Português
Limitações do procedimento 2
Diversas substânci...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 7 - Português
ADVIA 1650/1800
Interferente
Nível de
interferê...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 8 - Português
Com um ADVIA 2400, testámos diversas medicações...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 9 - Português
Factor de conversão: mg/dl x 88,4 = µmol/l
ADVI...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 10 - Português
Intervalo analítico
Este método é linear entre...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 11 - Português
Correlação do sistema
O desempenho do método a...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 12 - Português
Normalização
Este método é rastreável de acord...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 13 - Português
Assistência técnica
Para serviços de atendimen...
Creatinina enzimática_2 (ECRE_2)
10493986_PT Rev. F, 2011-02 14 - Português
Descrição dos símbolos
Os seguintes símbolos p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Enzymatic creatinine 2_-_advia_chemistry_-_rev_f_dxdcm_09008b8380624c1b-1369154259627

158 visualizações

Publicada em

Clases particulares por skype: http://www.tutors-live.com/users/esposible

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enzymatic creatinine 2_-_advia_chemistry_-_rev_f_dxdcm_09008b8380624c1b-1369154259627

  1. 1. Instruções de utilização 2011-02 © 2008 Siemens Healthcare Diagnostics Inc. Todos os direitos reservados. Siemens Healthcare Diagnostics Inc., Tarrytown, NY 10591-5097 USA 10493986_PT Rev. F, 2011-02 1 - Português Siemens Healthcare Diagnostics Inc. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) Resumo do ensaio Sistema Informações novas ADVIA® 1200 Actualizações: Novo número de documento; Adicionada página dos símbolos ADVIA 1650/1800 Actualizações: Novo número de documento; Adicionada página dos símbolos ADVIA 2400 Actualizações: Novo número de documento; Adicionada página dos símbolos Item Descrição Princípio do método Creatininase Tipo de amostra Soro de origem humana, plasma (heparina de lítio, K2 EDTA), urina Estabilidade no sistema ADVIA 1200: 60 dias ADVIA 1650/1800: 60 dias ADVIA 2400: 60 dias Temperatura de armazenamento dos reagentes 2–8°C Frequência de calibração ADVIA 1200: 60 dias ADVIA 1650/1800: 60 dias ADVIA 2400: 60 dias Frequência do branco de reagente (RBL) Na altura da calibração do método Tipo de reacção Ponto final (EPA) Medição do comprimento de onda 596/694 nm Normalização SRM967 Intervalo analítico Soro/Plasma: Urina: 0,10–30,00 mg/dl (9–2652 µmol/l) 1.00–245,00 mg/dl (88–21.658 µmol/l)
  2. 2. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 2 - Português Aplicações Para utilizar no diagnóstico in vitro na determinação quantitativa da creatinina em soro de origem humana, plasma (heparina de lítio e K2EDTA) e urina em sistemas bioquímicos ADVIA. Estas medições são utilizadas no diagnóstico e tratamento de doenças renais e na monitorização da diálise renal. Resumo e explicação 1 O método Creatinina Enzimática_2 (ECRE_2) baseia-se na reacção enzimática de Fossati, Prencipe e Berti.1 Princípios do procedimento A creatinina é convertida em creatina pela acção da creatininase. A creatina formada é hidrolizada pela creatinase para produzir sarcosina, que é decomposta pela sarcosina oxidase, formando glicina, formaldeído e peróxido de hidrogénio. Na presença de peroxidase, o peróxido de hidrogénio formado produz um pigmento azul pela condensação oxidativa quantitativa com N-(3-sulfopropil)-3-metóxido-5-metilanilina (HMMPS) e 4-aminoantipirina. A concentração de creatinina é obtida através da medição da absorvância da cor azul a 596/694 nm. A absorvância da cor é proporcional à concentração de creatinina. Equação da reacção Creatinina + H2O creatina Creatina + H2O sarcosina + ureia Sarcosina + H2O + O2 glicina + formaldeído + H2O2 H2O2 + 4-aminoantipirina + HMMPS pigmento azul Valores esperados Sexo Soro/Plasma Urina Homens 0,6–1,1 mg/dl (53–97 µmol/l) 800–2000 mg/dia (7,1–17,7 mmol/dia) Mulheres 0,5–0,8 mg/dl (44–71 µmol/l) 600–1800 mg/dia (5,3–15,9 mmol/dia) Código do reagente 74330 Calibrador Calibrador químico da Siemens: REF 09784096 (PN T03-1291-62) Item Descrição
  3. 3. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 3 - Português Reagentes Os reagentes são embalados conforme indicado a seguir. Os componentes da embalagem só estão disponíveis como um conjunto. Fichas de Segurança (MSDS/SDS) disponíveis em www.siemens.com/diagnostics. Componentes e concentrações NOTA: A azida sódica pode reagir com o cobre e o chumbo existentes nas canalizações, formando azidas metálicas explosivas. Quando eliminar os reagentes, se a eliminação destes materiais através da rede de esgotos cumprir a legislação em vigor, utilize água em abundância, para evitar a acumulação de azidas. Para utilizar no diagnóstico in vitro. Preparação e utilização dos reagentes Os reagentes estão prontos a usar. Agite suavemente o reagente antes de utilizar, para eliminar as bolhas e garantir a homogeneidade. Antes de utilizar, aspire as bolhas ou a espuma que estejam presentes no tubo de reagente, utilizando uma pipeta de transferência. Estabilidade do reagente no sistema (OBS) Em todos os sistemas, os reagentes por abrir são estáveis até à data de validade impressa no rótulo do produto quando armazenados entre 2 a 8°C. Não congele os reagentes. REF Tamanho da embalagem Símbolo Conteúdo Apresentação N.º de testes 04992596 Reagentes para a creatinina 4 x 350 40 ml Reagente 1 38 ml 4 x 350 20 ml Reagente 2 15,4 ml 4 x 350 Reagente Componente Concentração Reagente 1 Creatinase Sarcosina oxidase N-(3-sulfopropil)-3-metóxido -5-metilanilina 75 U/ml 20 U/ml 0,9 mmol/l Reagente 2 Creatininase 4-aminoantipirina Peroxidase Azida sódica 400 U/ml 6,1 mmol/l 50 U/ml 0,095% Sistema Estabilidade ADVIA 1200 60 dias ADVIA 1650/1800 60 dias ADVIA 2400 60 dias
  4. 4. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 4 - Português Para obter mais informações, consulte a secção de Introdução aos métodos do Guia do operador correspondente ao sistema. Manipulação das amostras Utilize soro, plasma (heparina de lítio ou K2EDTA) ou urina para este método. Para obter mais informações, consulte a secção de Preparação e colheita de amostras na secção Introdução aos métodos do Guia do operador correspondente ao sistema. Para obter instruções sobre a introdução de reagentes e a análise de amostras, consulte a secção de Operações diárias do Guia do operador correspondente ao sistema. Materiais necessários mas não fornecidos A lista seguinte contém os materiais necessários, mas não fornecidos, para executar este método: • tubos de amostras • soluções do sistema • calibrador (consulte a secção de Resumo do ensaio do REFs) • materiais de controlo • tubo de reagente de 70 ml (REF 06397121; PN 073-0373-02) • adaptadores de tubos de reagente: • adaptador de 20 ml (REF 02404085; PN 094-0159-01) para a posição de 40 ml (ADVIA 1200/1800) • adaptador de 20 ml (REF 05249323; PN 073-0936-01) para a posição de 70 ml (ADVIA 1800) • adaptador de 20 ml (REF 00771668; PN 073-0345-02) para a posição de 70 ml (ADVIA 1650/2400) Para informações de armazenamento e estabilidade, consulte o folheto do produto. Calibração Consulte o folheto do produto fornecido com o Calibrador químico da Siemens (REF 09784096; PN T03-1291-62) para conhecer as instruções de manuseamento e valores. Para conhecer as instruções de preparação e utilização, consulte a secção de Análise geral da calibração do Guia do operador correspondente ao sistema. Frequência de calibração Execute uma calibração quando este método é implementado no sistema. Execute a recalibração após as seguintes ocorrências: • quando o número do lote dos reagentes for alterado • após a substituição de componentes ópticos ou hidráulicos vitais • quando for indicado pelos procedimentos de controlo de qualidade
  5. 5. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 5 - Português A Siemens Healthcare Diagnostics validou a estabilidade de calibração para este método conforme indicado na tabela seguinte: A Siemens recomenda a calibração das embalagens de reagentes novas se a embalagem anterior tiver sido calibrada em qualquer altura durante a sua estabilidade no sistema e não seja uma embalagem nova. Os programas e procedimentos individuais de controlo de qualidade do laboratório podem exigir uma calibração mais frequente. Frequência do branco de reagente (RBL) O RBL é medido na altura da calibração do método. Controlo de qualidade Seguir as normas governamentais ou os requisitos de validação quanto à frequência do controlo de qualidade. A Siemens recomenda a utilização de material de controlo de qualidade da Bio-Rad Laboratories com, pelo menos, 2 níveis (baixo e alto). É obtido um nível de desempenho satisfatório quando os valores de analitos obtidos se encontram dentro dos Limites de controlo aceitáveis para o sistema ou dentro dos nossos limites, conforme determinado por um esquema de controlo de qualidade interno do laboratório adequado. A frequência real dos controlos num laboratório deve basear-se em muitos factores, como sejam o volume de trabalho, a experiência do sistema e as regulamentações governamentais. Cada laboratório deve avaliar os controlos com base na frequência estabelecida pelas normas do seu laboratório. Quando executar o método, analise pelo menos 2 níveis de controlo diariamente. Além disso, teste os controlos nas seguintes condições: • sempre que utilizar um novo lote de reagente • a seguir à realização de procedimentos de manutenção, limpeza ou • resolução de problemas do sistema • após a execução de uma nova calibração Para obter mais informações, consulte a secção Análise geral do controlo de qualidade do Guia do operador correspondente ao sistema. Sistema Estabilidade de calibração mínima* ADVIA 1200 60 dias ADVIA 1650/1800 60 dias ADVIA 2400 60 dias *ou sempre que for indicado pelos dados de controlo de qualidade
  6. 6. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 6 - Português Limitações do procedimento 2 Diversas substâncias causam alterações fisiológicas nas concentrações de analito de soro, plasma ou urina. O debate exaustivo destas ou de outras substâncias interferentes, das respectivas concentrações de soro, plasma ou urina e das possíveis implicações fisiológicas está para além do âmbito deste documento. Consulte a lista da bibliografia para obter informações detalhadas sobre as substâncias potencialmente interferentes conhecidas.2 Tal como sucede com qualquer reacção química, o utilizador deve ser alertado para os possíveis efeitos resultantes de potenciais interferências de medicação ou substâncias endógenas desconhecidas. O laboratório e o médico devem efectuar uma avaliação de todos os resultados consoante o estado clínico do doente. NOTA: Foi observada uma interferência negativa significativa com dobesilato. (Consulte Interferências a seguir.) Interferências Testámos os seguintes potenciais interferentes em soro e obtivémos os resultados abaixo indicados: ADVIA 1200 Interferente Nível de interferência Concentração de amostra de ECRE_2 Interferência* Bilirrubina livre 30 (513 mg/dl µmol/l) 0,955 (84 mg/dl µmol/l) NSI Bilirrubina conjugada 30 (513 mg/dl µmol/l) 0,92 (81 mg/dl µmol/l) NSI Hemólise (hemoglobina) 500 (5,0 mg/dl g/l) 0,94 (83 mg/dl µmol/l) NSI 750 (7,5 mg/dl g/l) 0,94 (83 mg/dl µmol/l) 12,3% 1000 (10 mg/dl g/l) 3,1 (265,2 mg/dl µmol/l) NSI Lipemia (de Intralipid) 1000 (11,3 mg/dl mmol/l)** 0,91 (80 mg/dl µmol/l) NSI *NSI = Sem interferência significativa. Um efeito percentual ≥ 10% é considerado uma interferência significativa. **como a trioleína
  7. 7. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 7 - Português ADVIA 1650/1800 Interferente Nível de interferência Concentração de amostra de ECRE_2 Interferência* Bilirrubina livre 30 (513 mg/dl µmol/l) 1,01 (89 mg/dl µmol/l) NSI Bilirrubina conjugada 30 (513 mg/dl µmol/l) 0,90 (80 mg/dl µmol/l) NSI Hemólise (hemoglobina) 500 (5,0 mg/dl g/l) 0,91 (80 mg/dl µmol/l) NSI 750 (7,5 mg/dl g/l) 0,91 (80 mg/dl µmol/l) 11,1 % 1000 (10,0 mg/dl g/l) 3,06 (271 mg/dl µmol/l) NSI Lipemia (de Intralipid) 1000 (11,3 mg/dl mmol/l)** 0,88 (78 mg/dl µmol/l) NSI *NSI = Sem interferência significativa. Um efeito percentual ≥10% é considerado uma interferência significativa. **como a trioleína ADVIA 2400 Interferente Nível de interferência Concentração de amostra de ECRE_2 Interferência* Bilirrubina livre 30 (513 mg/dl µmol/l) 0,94 (83 mg/dl µmol/l) NSI 22,5 (385 mg/dl µmol/l) 3,22 (285 mg/dl µmol/l) NSI 30 (513 mg/dl µmol/l) 3,22 (285 mg/dl µmol/l) -12,7% Bilirrubina conjugada 30 (513 mg/dl µmol/l) 0,91 (80 mg/dl µmol/l) NSI Hemólise (hemoglobina) 750 (7,5 mg/dl g/l) 0,91 (80 mg/dl µmol/l) NSI 1000 (10,0 mg/dl g/l) 0,91 (80 mg/dl µmol/l) 12,0% 1000 (10,0 mg/dl g/l) 3,00 (265 mg/dl µmol/l) NSI Lipemia (de Intralipid) 1000 (11,3 mg/dl mmol/l)** 0,87 (77 mg/dl µmol/l) NSI *NSI = Sem interferência significativa. Um efeito percentual ≥ 10% é considerado uma interferência significativa. **como a trioleína
  8. 8. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 8 - Português Com um ADVIA 2400, testámos diversas medicações a níveis de pico (ou superiores) de plasma, relativamente à interferência num nível de creatinina de 0,8–1,1 mg/dl (71–97 µmol/l). Características de desempenho Precisão 4 Cada amostra foi ensaiada 2 vezes por corrida, em 2 corridas por dia, durante 10 dias. As estimativas de precisão foram calculadas de acordo com o documento EP05-A2 do CLSI, Evaluation of Precision Performance of Quantitative Measurement Methods; Approved Guideline.4 Os dados contidos nesta secção representam o desempenho normal dos sistemas bioquímicos ADVIA. Os dados do laboratório podem ser diferentes destes valores. Medicação Nível de medicação (µg/ml) Interferência* Acetaminofeno 200 NSI Cefoxitina 2230 -11% Cefalexina 200 NSI Dipirona 200 -13% Dobesilato 400 -79% Dobutamina 20 -10% Dopamina 20 -15% Etilglicina 6 13% Fluorocitosina 200 NSI L-dopa 20 NSI Metildopa 7 NSI Fenilbutazona 200 NSI Prolina 20 NSI Salicilato 200 NSI *NSI = Sem interferência significativa. Um efeito percentual ≥ 10% é considerado uma interferência significativa.
  9. 9. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 9 - Português Factor de conversão: mg/dl x 88,4 = µmol/l ADVIA 1200 Na Corrida Total Tipo de amostra Nível DP CV (%) DP CV (%) Unidades comuns (mg/dl) Soro 1,29 0,01 0,6 0,01 1,0 Soro 1,73 0,01 0,8 0,02 1,1 Soro 3,04 0,03 0,8 0,03 0,9 Soro 8,79 0,06 0,6 0,08 0,9 Urina 42,3 0,30 0,7 0,41 1,0 Urina 79,8 0,78 1,0 0,91 1,1 Urina 133,1 1,22 0,9 1,34 1,0 Unidades SI (µmol/l) Soro 114 0,9 0,6 0,9 1,0 Soro 153 0,9 0,8 1,8 1,1 Soro 269 2,7 0,8 2,7 0,9 Soro 777 5,3 0,6 7,1 0,9 Urina 3743 26,5 0,7 36,2 1,0 Urina 7053 69,0 1,0 80,4 1,1 Urina 11.765 107,8 0,9 118,5 1,0 ADVIA 1650/1800 Na Corrida Total Tipo de amostra Nível DP CV (%) DP CV (%) Unidades comuns (mg/dl) Soro 1,29 0,01 0,8 0,01 1,1 Soro 1,76 0,01 0,5 0,02 0,0 Soro 3,07 0,03 0,8 0,03 1,1 Soro 8,80 0,03 0,4 0,06 0,6 Urina 41,6 0,26 0,6 0,55 1,3 Urina 77,3 0,26 0,3 0,78 1,0 Urina 130,6 0,33 0,3 1,17 0,9 Unidades SI (µmol/l) Soro 114 0,9 0,8 0,9 1,1 Soro 156 0,9 0,5 1,8 0,9 Soro 274 2,7 0,8 2,7 1,1 Soro 778 2,7 0,4 5,3 0,6 Urina 3674 23,0 0,6 48,6 1,3 Urina 6831 23,0 0,3 69,0 1,0 Urina 11.544 29,2 0,3 103,4 0,9
  10. 10. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 10 - Português Intervalo analítico Este método é linear entre 0,1–30,0 mg/dl (9–2652 µmol/l) para soro e plasma e entre 1–245 mg/dl (88–21.658 µmol/l) para urina. Validámos condições de repetição automática para este método que ampliam o intervalo comunicado de soro e plasma até 150 mg/dl (13.260 µmol/l) nos sistemas ADVIA 1650, 1800 e 2400 e até 90 mg/dl (7956 µmol/l) no sistema ADVIA 1200. Os intervalos comunicados de urina são ampliados para 1225 mg/dl (108.290 µmol/l) nos sistemas ADVIA 1650, 1800 e 2400 e 980 mg/dl (86.632 µmol/l) no sistema ADVIA 1200. Valores esperados 5 A tabela seguinte indica os intervalos de referência para este método: Fornecemos estes intervalos como referência. Cada laboratório deve estabelecer o seu próprio intervalo normal. Os valores dos intervalos normais e os valores dos intervalos patológicos podem ser introduzidos na janela Analytical Parameters (Chemistry). ADVIA 2400 Na Corrida Total Tipo de amostra Nível DP CV (%) DP CV (%) Unidades comuns (mg/dl) Soro 1,28 0,01 1,0 0,01 1,1 Soro 1,75 0,01 0,7 0,01 0,8 Soro 3,06 0,03 0,8 0,03 0,9 Soro 8,81 0,10 1,1 0,12 1,4 Urina 41,1 0,15 0,4 0,41 1,0 Urina 77,5 0,18 0,2 0,69 0,9 Urina 131,3 0,40 0,3 1,23 0,9 Unidades SI (µmol/l) Soro 113 0,9 1,0 0,9 1,1 Soro 155 0,9 0,7 0,9 0,8 Soro 271 2,7 0,8 2,7 0,9 Soro 779 8,8 1,1 10,6 1,4 Urina 3636 13,3 0,4 36,2 1,0 Urina 6855 15,9 0,2 61,0 0,9 Urina 11.610 35,4 0,3 108,7 0,9 Sexo Valores esperados para soro/plasma Valores esperados para urina Homens 0,6– (53– 1,1 mg/dl 97 µmol/l) 800– (7,1– 2000 mg/dia 17,7 mmol/dia) Mulheres 0,5– (44– 0,8 mg/dl 71 µmol/l) 600– (5,3– 1800 mg/dia 15,9 mmol/dia)
  11. 11. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 11 - Português Correlação do sistema O desempenho do método aplicável (y) foi comparado com o desempenho do mesmo método no sistema de comparação (x). ADVIA 1200 Tipo de amostra Sistema de comparação (x) N Equação de regressão Sy.x r Intervalo da amostra Soro ADVIA 1200 CREA_E 28 y = 0,933x + 0,11 y = 0,933x + 9,7 0,10 8,8 1,000 1,000 0,5– 44– 25,6 mg/dl 2263 µmol/l Soro ADVIA 1200 CREA_2 60 y = 1,017x + 0,03 y = 1,017x + 2,6 0,07 6,2 1,000 1,000 0,3– 26,5– 12,0 mg/dl 1061 µmol/l Plasma (K2 EDTA) ADVIA 1200 ECRE_2 (soro) 43 y = 1,021x - 0,03 y = 1,021x - 2,7 0,49 43,3 0,998 0,998 0,4– 35– 28,2 mg/dl 2493 µmol/l Plasma (heparina de lítio) ADVIA 1200 ECRE_2 (soro) 43 y = 1,011x + 0,04 y = 1,011x + 3,5 0,37 32,7 0,999 0,999 0,4– 35– 28,6 mg/dl 2493 µmol/l Urina ADVIA 1200 CREA_2 46 y = 1,042x + 0,41 y = 1,042x + 36,2 1,80 159,1 1.000 1.000 20,0– 1768– 238,1 mg/dl 21.048 µmol/l ADVIA 1650/1800 Tipo de amostra Sistema de comparação (x) N Equação de regressão Sy.x r Intervalo da amostra Soro Método de referência IDMS* 25 y = 0,981x - 0,01 y = 0,981x - 0,9 0, 3, 04 5 0.999 0,999 0,5– 44– 4,5 mg/dl 398 µmol/l Soro ADVIA 1650 CREA_E 42 y = 0,957x + 0,04 y = 0,957x + 3,5 0, 10, 12 6 1,000 1,000 0,6– 53– 25,7 mg/dl 2272 µmol/l Soro ADVIA 1650 CREA_2 60 y = 1,018x - 0,04 y = 1,018x - 3,5 0, 6, 07 2 1,000 1,000 0,3– 26,5– 11,9 mg/dl 1052 µmol/l Plasma (K2 EDTA) ADVIA 1650 ECRE_2 (soro) 43 y = 1,016x - 0,02 y = 1,016x - 1,8 0, 38, 44 9 0,999 0,999 0,3– 27– 25,6 mg/dl 2263 µmol/l Plasma (heparina de lítio) ADVIA 1650 ECRE_2 (soro) 43 y = 1,005x + 0,05 y = 1,005x + 4,4 0, 30, 34 1 0,999 0,999 0,4– 35– 26,0 mg/dl 2298 µmol/l Urina ADVIA 1650 CREA_2 49 y = 1,019x - 0,99 y = 1,019x - 87,5 1, 166, 88 2 1,000 1,000 17,8– 1574– 239,4 mg/dl 21.163 µmol/l * Espectrometria de massa de diluição de isótopos6
  12. 12. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 12 - Português Normalização Este método é rastreável de acordo com o material de referência SRM967, com recuperação nos sistemas bioquímicos ADVIA da seguinte forma: Bibliografia 1. Fossati P, Prencipe L, Berti G, Clin Chem. 1983:29/8:1494-1496. 2. Young DS. Effects of Drugs on Clinical Laboratory Tests. 3rd ed. Washington: AACC Press; 1990. 3. Physicians’ Desk Reference. 61st ed. Montvale, NJ: Thompson PDR; 2007. 4. Clinical and Laboratory Standards Institute (formerly NCCLS). Evaluation of Precision Performance of Quantitative Measurement Methods; Approved Guideline - Second Edition. Wayne, PA: Clinical and Laboratory Standards Institute; 2004. NCCLS Document EP05-A2. 5. Wu AHB. Tietz Clinical Guide to Laboratory Tests, 4th editions, Saunders Elsevier, St. Louis, MO: 2006:316. 6. Meyers GL, Miller WG, Coresh J, et al. Clin Chem. 2006:52/1:5-18. ADVIA 2400 Tipo de amostra Sistema de comparação (x) N Equação de regressão Sy.x r Intervalo da amostra Soro ADVIA 2400 CREA_E 42 y = 0,954x + 0,01 y = 0,954x + 0,9 0, 6, 07 2 1,000 1,000 0,6– 53– 25,4 mg/dl 2245 µmol/l Soro ADVIA 2400 CREA_2 60 y = 1,026x - 0,03 y = 1,026x - 2,6 0, 11, 13 5 1,000 1,000 0,3– 26,5– 12,1 mg/dl 1070 µmol/l Plasma (K2 EDTA) ADVIA 2400 ECRE_2 (soro) 42 y = 1,015x + 0,00 y = 1,015x + 0,00 0, 42, 48 4 0,998 0,998 0,4– 35– 26,8 mg/dl 2369 µmol/l Plasma (heparina de lítio) ADVIA 2400 ECRE_2 (soro) 42 y = 1,006x + 0,07 y = 1,006x + 6,2 0, 31, 36 8 0,999 0,999 0,4– 35– 27,3 mg/dl 2413 µmol/l Urina ADVIA 2400 CREA_2 44 y = 1,025x + 2,47 y = 1,025x + 218 2, 264, 99 3 0,999 0,999 18,9– 1671– 218,1 mg/dl 19.280 µmol/l SRM967 Sistema Percentagem de concentração certificada recuperada Nível 1 ADVIA 1200 ADVIA 1650, 1800 ADVIA 2400 98,3% 96,9% 98,3% Nível 2 ADVIA 1200 ADVIA 1650, 1800 ADVIA 2400 100,9% 99,1% 100,1%
  13. 13. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 13 - Português Assistência técnica Para serviços de atendimento ao cliente, contacte o seu distribuidor ou fornecedor de assistência técnica. www.siemens.com/diagnostics Marcas comerciais ADVIA é uma marca comercial da Siemens Healthcare Diagnostics. Intralipid é uma marca comercial da Fresenius Kabi AB. Origin: US
  14. 14. Creatinina enzimática_2 (ECRE_2) 10493986_PT Rev. F, 2011-02 14 - Português Descrição dos símbolos Os seguintes símbolos podem aparecer no rótulo dos produtos: Símbolo Definição Símbolo Definição Dispositivo médico para diagnóstico in vitro Número do catálogo Fabricante Representante Autorizado na Comunidade Europeia Marca CE Marca CE, com número de identificação do órgão notificado Consultar as instruções de utilização Precaução! Potenciais Riscos Biológicos Não congele (> 0°C) Limites de temperatura (2–8°C) Limite inferior de temperatura (≥ 2°C) Limite máximo de temperatura (≤ -10°C) Manter protegido da luz solar Use até Armazenar em posição vertical Contém o suficiente para (n) testes Código de lote Impresso com tinta de soja 2010-01 Formato de data (ano-mês) Reciclar Ponto Verde

×