SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade Estadual Vale do Acaraú
Centro de Ciências Humanas -CCH
Curso de Geografia
Disciplina: Práticas IV
Professora Neide Santana
Data: 25-06-2013
PROBLEMAS AMBIENTAIS DE
SOBRAL/CE
EQUIPE: Ana Kércia, Rodrigo Sousa, Rita de Cássia, Simoni Lemos,
Rosane Cruz
Terrenos novovs
Sumaré
Dom Expedito
Junco
Renato Parente
Parque Silvano
UVA
Derby
Campo dos velhos
Alto do Cristo
Centro
Dom José
Alto da Brasilia
Problemas Ambientais de Sobral-CE
» Sobral está localizada na porção norte do estado do Ceará,
conforme podemos observar no mapa abaixo. Distante 235
quilômetros de Fortaleza, disposta entre as águas do rio Acaraú
e a Serra da Meruoca. O principal acesso se dá pela BR-222.
LOCALIZAÇÃO
» Sobral é cortada pelo rio Acaraú, situada em seu médio curso,
desde sua formação enquanto município, o rio exerce um papel
importantíssimo na história de Sobral.
» A origem deste município está estreitamente ligada ao
entroncamento de estradas que cortavam o sertão cearense
em direção à capital do estado, Sobral passou a ser parada
obrigatória de descanso para os viajantes daquela época em
que predominava o transporte através de lombos de animais.
» Após a criação das ferrovias a cidade é contemplada com uma
infraestrutura que permite seu desenvolvimento social e
político já que agora está diretamente ligada a todo o nordeste
pela da rede transnordestina de ferrovias.
» Mais recentemente Sobral passa a ter sua organização
diretamente influenciada pelas mudanças acarretadas com o
desenvolvimento industrial. Todas estes momentos históricos e
outros mais, dão lugar a mudanças significativas na natureza,
desde o clima, vegetação, hidrografia, solo, etc.
HISTÓRIA
HISTÓRIA
Problemas ambientais
SOBRAL no passado
Como o homem se utilizava dos recursos naturais no seu desenvolvimento social
Saneamento básico;
Lixo doméstico e hospitalar;
Desmatamento
O RIO ACARAÚ: Alagamentos históricos
Figura: Alagamentos históricos no Mercado Municipal de Sobral.
Fonte: Desconhecida.
O CENTRO: Arborização no século XX
Figura: Arborização no Centro Histórico de Sobral.
Fonte: Desconhecida.
Enchente de 1924
Figura: Rio Acaraú antes
da canalização
Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
O RIO ACARAÚ: Alagamentos históricos
Figura: Centro de Sobral.
Fonte: Desconhecida.
PRAÇAS: Espelho d’água do Teatro São João
Figura: Passeio do Teatro São João.
Fonte: Desconhecida.
Cultura: Praça Menino Deus e Teatro São João
Figura: Praça Menino Deus no Teatro São João.
Fonte: Desconhecida.
O RIO ACARAÚ: Margem esquerda
Figura: Márgem esquerda do rio Acaraú.
Fonte: Desconhecida.
História: Sobral na década de 1960
Figura: Centro Históricos de de Sobral na década de 1960.
Fonte: Desconhecida.
O RIO ACARAÚ: Pesca, lazer e cultura
Figura: Área onde foi edificado o arco do triunfo.
Fonte: Desconhecida.
O RIO ACARAÚ: Pesca, lazer e cultura
Figura: Margem direita do rio Acaraú na década de 1980
Fonte: Desconhecida.
O RIO ACARAÚ: Pesca, lazer e cultura
Figura: Rio Acaraú antes da canalização
Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
Alto do cristo: Religião, turismo
Figura: Alto do Cristo.
Fonte: Desconhecida.
SOBRAL no presente
Como as pessoas convivem com os problemas ambientais
ASSOREAMENTO E ATERRAMENTO DAS LAGOAS;
EXPANSÃO DO LIMITE URBANO (DESMATAMENTO);
BAIRROS QUE AINDA NÃO TEM SANEAMENTO;
CANALIZAÇÃO E BARRAMENTO DO RIO ACARAÚ;
IMPERMEABILIZAÇÃO DO SOLO.
O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização
Figura: Margem esquerda do rio Acaraú.
Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização
Figura: Margem esquerda do rio Acaraú.
Fonte: Desconhecida
O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização
Figura: Urbanização das margens do rio Acaraú.
Fonte: Desconhecida.
O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização
Figura: Barramento do rio Acaraú.
Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização
Figura: Eutrofização do rio Acaraú.
Fonte: Equipe.
O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização
Figura: cheia do rio em 25/04/2009.
Fonte: Desconhecida.
O LIXO DOMÉSTICO
Figura: Lixo doméstico lançado em terrenos baldios de Sobral.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO
Figura: Lixo doméstico lançado nas ruas de Sobral.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO: a convivência constante
Figura: Lixo doméstico lançado nas ruas de Sobral.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO: a convivência constante
Figura: Eutrofização do rio Acaraú.
Fonte: Equipe.
A comunidade e o lixo
Figura: A convivência com olixo doméstico de Sobral.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO: a ignorância
Figura: Eutrofização do rio Acaraú.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO
Figura: Lixo em córregos.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO
Figura: Lixo doméstico às margens de lagoas.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO
Figura: Lixo doméstico às margens de lagoas.
Fonte: Equipe.
O LIXO DOMÉSTICO
Figura: Lixo doméstico às margens de riachos.
Fonte: Equipe.
O LIXO DA CONSTRUÇÃO CIVIL
Figura: Entulhos lançados em margens de lagoas.
Fonte: Equipe.
O LIXO DA CONSTRUÇÃO CIVIL
Figura: Entulhos lançados em margens de lagoas.
Fonte: Equipe.
O LIXO DA CONSTRUÇÃO CIVIL
Figura: Entulhos lançados em margens de lagoas.
Fonte: Equipe.
Derrubada de árvores
Figura: Derrubada de árvores em Sobral.
Fonte: Equipe.
SANEAMENTO AMBIENTAL
Figura: falta de assistência ao saneamento e mobilidade da população.
Fonte: Equipe.
SANEAMENTO AMBIENTAL: Esgoto a céu aberto
Figura: Esgoto à céu aberto.
Fonte: Equipe.
SANEAMENTO AMBIENTAL: Esgoto a céu aberto
Figura: Esgoto à céu aberto.
Fonte: Equipe.
O RIO ACARAÚ: eutrofização e lixo
Figura: Eutrofização e lançamento de esgoto no rio Acaraú.
Fonte: Equipe.
O RIO ACARAÚ: Lançamento de esgoto doméstico
Figura: Lançamento de esgoto doméstico nos riachos de Sobral
Fonte: Equipe.
O RIO ACARAÚ: eutrofização e lançamento de esgoto
Figura: Lançamento de esgoto no rio Acaraú.
Fonte: Equipe.
ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS
Instituto Carnaúba
O Instituto de Ecologia Social Carnaúba, fundado em
janeiro de 2001, por empreendedores sociais, é uma entidade
não governamental e sem fins econômicos. Visa à preservação do
meio ambiente, com eixo no sócio ambientalismo, focada na
defesa da Serra da Meruoca, do rio Acaraú, do Bioma Caatinga e
da qualidade de vida das cidades.
Tem como missão ajudar a construir uma sociedade
sustentável considerando as questões ecológicas, econômicas e
sociais. Desenvolve diversos projetos dentre os principais, o
Projeto Produção e Beneficiamento de Frutas na Região Norte do
Ceará; que distribuem mudas aos agricultores familiares, mudas
de arvores nativas, fruteiras, café de sombra, dentre outras,
entre as cidades de Sobral, Meruoca, Alcântaras e Massapê.
ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS
Instituto Carnaúba: projetos
» Projeto Semana da Agrofloresta na Serra da Meruoca – 1ª Café
e Cultura (convênio com PDA/MMA/KFW/GTZ, em 2012).
» Projeto Produção e Beneficiamento de Frutas na Região Norte
do Ceará (patrocinado pela PETROBRAS, através do Programa
Petrobrás Desenvolvimento e Cidadania, em 2011 a 2013);
» Projeto Apoio aos atingidos das enchentes (convênio com SAVE
THE CHILDREN – Suécia, em 2009);
» Projeto Formação de Jovens em multiplicadores em
agroecologia (convênio com FNMA/MMA, em 2008);
» Projeto Carnaúba, a Árvore da Vida (convênio com o BNB -
Banco do Nordeste, em 2007);
» Implantação da Agricultura Urbana em 05 Bairros de Sobral
(financiado pelo MISEREOR, em 2006);
?
E você?
Qual sua contribuição para o
Meio Ambiente desta cidade?
REFERÊNCIAS:
BECKER, Berta; CHRISTOFOLETTI, A; DAVIDOVICH, Fany R.;
GEIGER Pedro P. (Orgs). Geografia e meio ambiente no Brasil.
São Paulo – Rio de Janeiro, Hucitec, 1995.
INSTITUTO DE PESQUISA E ESTRATEGIA ECONOMICA DO CEARÁ.
Disponível em: <http://www.ipece.ce.gov.br/>. Acesso em : 06-
12-2011.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICAS:
CIDADES@. Sobral. Disponível em:
<http://www.ibge.gov.br/cidadesat/link.php?codmun=-231290
>. Acesso em 08-12-2011.
PREFEITURA DE SOBRAL. Projeto flor do mandacaru. Disponível
em:
<http://www.sobral.ce.gov.br/sec/saude/index.php?option=co
m_content&view=article&id=231&Itemid=166>. Acesso em: 09-
12-2011.
PREFEITURA DE SOBRAL. Disponível em: <http://www.so-
bral.ce.gov.br/comunicacao/novo2/index.php>. Acesso em: 06-
12-2011.
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ. Retomando
Geografia. Disponível
em:<www.uvanet.br/rcg/vol01/retomando geografia.pdf>.
Acesso em: 08-12-2011.
OBRIGADO!
Uma prática de
Educação Ambiental!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
Karoline Rodrigues de Melo
 
CADERNO DE TUTORIA.pdf
CADERNO DE TUTORIA.pdfCADERNO DE TUTORIA.pdf
CADERNO DE TUTORIA.pdf
RubemXerfan1
 
Os rios e bacias hidrográficas
Os rios e bacias hidrográficasOs rios e bacias hidrográficas
Os rios e bacias hidrográficas
claudiamf11
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
acbaptista
 
Relatório - Medição em Quimica
Relatório - Medição em QuimicaRelatório - Medição em Quimica
Relatório - Medição em Quimica
Carlos Vieira
 
Religião africana
Religião africanaReligião africana
Religião africana
Iasmin Padilha
 
A evolução dos meios de transporte
A evolução dos meios de transporteA evolução dos meios de transporte
A evolução dos meios de transporte
vera martins
 
Hidrelétricas
HidrelétricasHidrelétricas
Hidrelétricas
danielcpacheco2
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
Rosária Zamith
 
energia hídrica
 energia hídrica  energia hídrica
energia hídrica
Espa Cn 8
 
Exercícios cinética química
Exercícios cinética químicaExercícios cinética química
Exercícios cinética química
fabioquimico
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
Wanessa Veloso
 
Composição da água
Composição da águaComposição da água
Composição da água
Escola Costa e Silva
 
História, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidadeHistória, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidade
Viegas Fernandes da Costa
 
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Idalina Leite
 
Introducao ao planejamento_urbano
Introducao ao planejamento_urbanoIntroducao ao planejamento_urbano
Introducao ao planejamento_urbano
Patricia Fraga
 
Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais
Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais
Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais
Hidrologia UFC
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficas
Carlos Gomes
 
A Importancia da água
A Importancia da águaA Importancia da água
A Importancia da água
Diogo Alves
 
PAISAGEM NATURAL E HUMANIZADA
PAISAGEM NATURAL E HUMANIZADAPAISAGEM NATURAL E HUMANIZADA
PAISAGEM NATURAL E HUMANIZADA
Rita Rocha
 

Mais procurados (20)

Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
 
CADERNO DE TUTORIA.pdf
CADERNO DE TUTORIA.pdfCADERNO DE TUTORIA.pdf
CADERNO DE TUTORIA.pdf
 
Os rios e bacias hidrográficas
Os rios e bacias hidrográficasOs rios e bacias hidrográficas
Os rios e bacias hidrográficas
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
 
Relatório - Medição em Quimica
Relatório - Medição em QuimicaRelatório - Medição em Quimica
Relatório - Medição em Quimica
 
Religião africana
Religião africanaReligião africana
Religião africana
 
A evolução dos meios de transporte
A evolução dos meios de transporteA evolução dos meios de transporte
A evolução dos meios de transporte
 
Hidrelétricas
HidrelétricasHidrelétricas
Hidrelétricas
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
 
energia hídrica
 energia hídrica  energia hídrica
energia hídrica
 
Exercícios cinética química
Exercícios cinética químicaExercícios cinética química
Exercícios cinética química
 
Energia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovávelEnergia renovável e não renovável
Energia renovável e não renovável
 
Composição da água
Composição da águaComposição da água
Composição da água
 
História, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidadeHistória, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidade
 
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
 
Introducao ao planejamento_urbano
Introducao ao planejamento_urbanoIntroducao ao planejamento_urbano
Introducao ao planejamento_urbano
 
Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais
Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais
Propagação de Cheias (Parte 1) - Rios e Canais
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficas
 
A Importancia da água
A Importancia da águaA Importancia da água
A Importancia da água
 
PAISAGEM NATURAL E HUMANIZADA
PAISAGEM NATURAL E HUMANIZADAPAISAGEM NATURAL E HUMANIZADA
PAISAGEM NATURAL E HUMANIZADA
 

Destaque

Sobral Ceará Brasil
Sobral Ceará BrasilSobral Ceará Brasil
Sobral Ceará Brasil
Hamilton Cavalcante HCClasseA
 
Domínio das caatingas
Domínio das caatingasDomínio das caatingas
Domínio das caatingas
Rodrigo Sousa
 
Breno Freitas - A Importância da Polinização
Breno Freitas - A Importância da PolinizaçãoBreno Freitas - A Importância da Polinização
Breno Freitas - A Importância da Polinização
ApiculturaeAgricultura
 
A abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula tmg
A abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula   tmgA abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula   tmg
A abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula tmg
Rodrigo Sousa
 
Agentes produtores do espaço urbano geografia urbana
Agentes produtores do espaço urbano   geografia urbanaAgentes produtores do espaço urbano   geografia urbana
Agentes produtores do espaço urbano geografia urbana
Rodrigo Sousa
 
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Cassio Leal
 
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde HumanaImpactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Melissa Leite
 
Produção industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactosProdução industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactos
Juliana Nólibos
 
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
Luciano Pessanha
 
Transporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTransporte Nas Plantas
Transporte Nas Plantas
Tânia Reis
 
Apostila texto
Apostila textoApostila texto
Apostila texto
Silmara Robles
 
A casa de ca co silmara
A casa de ca co silmaraA casa de ca co silmara
A casa de ca co silmara
Silmara Robles
 
Leitura e interpretação
Leitura  e interpretaçãoLeitura  e interpretação
Leitura e interpretação
Silmara Robles
 
Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
Silmara Robles
 
Simulado 5 ano
Simulado 5 anoSimulado 5 ano
Simulado 5 ano
Silmara Robles
 

Destaque (15)

Sobral Ceará Brasil
Sobral Ceará BrasilSobral Ceará Brasil
Sobral Ceará Brasil
 
Domínio das caatingas
Domínio das caatingasDomínio das caatingas
Domínio das caatingas
 
Breno Freitas - A Importância da Polinização
Breno Freitas - A Importância da PolinizaçãoBreno Freitas - A Importância da Polinização
Breno Freitas - A Importância da Polinização
 
A abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula tmg
A abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula   tmgA abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula   tmg
A abordagem dos conceitos de geografia na sala de aula tmg
 
Agentes produtores do espaço urbano geografia urbana
Agentes produtores do espaço urbano   geografia urbanaAgentes produtores do espaço urbano   geografia urbana
Agentes produtores do espaço urbano geografia urbana
 
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
 
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde HumanaImpactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde Humana
 
Produção industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactosProdução industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactos
 
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
 
Transporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTransporte Nas Plantas
Transporte Nas Plantas
 
Apostila texto
Apostila textoApostila texto
Apostila texto
 
A casa de ca co silmara
A casa de ca co silmaraA casa de ca co silmara
A casa de ca co silmara
 
Leitura e interpretação
Leitura  e interpretaçãoLeitura  e interpretação
Leitura e interpretação
 
Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
 
Simulado 5 ano
Simulado 5 anoSimulado 5 ano
Simulado 5 ano
 

Semelhante a Problemas ambientais de sobral ce

A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão OnçaA Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
CBH Rio das Velhas
 
Geo turismo sabará
Geo turismo sabaráGeo turismo sabará
Geo turismo sabará
sabara300
 
Folder 50 anos novo (barra do rocha)
Folder 50 anos novo (barra do rocha)Folder 50 anos novo (barra do rocha)
Folder 50 anos novo (barra do rocha)
LAUROELISO
 
Serrano ed 166.3
Serrano ed 166.3Serrano ed 166.3
Serrano ed 166.3
Ecos Alcântaras
 
A bela Ceará
A bela CearáA bela Ceará
A bela Ceará
Irene Aguiar
 
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasProjeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
CBH Rio das Velhas
 
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasProjeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
CBH Rio das Velhas
 
Projeto manuelzao riodasvelhas-polignano
Projeto manuelzao riodasvelhas-polignanoProjeto manuelzao riodasvelhas-polignano
Projeto manuelzao riodasvelhas-polignano
Expresso das Idéias Produções
 
Serrano 203
Serrano 203Serrano 203
Serrano 203
Ecos Alcântaras
 
Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)
Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)
Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)
Grupo Escolar Carlos de Paula Seára
 
Fontes de água em Salvador
Fontes de água em Salvador Fontes de água em Salvador
Fontes de água em Salvador
Liliane Santos
 
Cartografia de Conceicão das Crioulas
Cartografia de Conceicão das  CrioulasCartografia de Conceicão das  Crioulas
Cartografia de Conceicão das Crioulas
Rosangela Nascimento
 
Rio Casca - Jaguaquara-BA
Rio Casca - Jaguaquara-BARio Casca - Jaguaquara-BA
Rio Casca - Jaguaquara-BA
louquimicos
 
São paulo falta de água ou de ação governamental
São paulo falta de água ou de ação governamentalSão paulo falta de água ou de ação governamental
São paulo falta de água ou de ação governamental
CIRINEU COSTA
 
Manual de educação ambiental vol 3
Manual de educação ambiental vol 3Manual de educação ambiental vol 3
Manual de educação ambiental vol 3
Ananda Helena
 
Serrano 162.2
Serrano 162.2Serrano 162.2
Serrano 162.2
Ecos Alcântaras
 
4e
4e4e
GUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃO
GUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃOGUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃO
GUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃO
Alencar Florio
 
RUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOS
RUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOSRUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOS
RUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOS
Geraldina Braga
 
Monteiro lobato power point
Monteiro lobato power pointMonteiro lobato power point
Monteiro lobato power point
Vera Lucia Faria
 

Semelhante a Problemas ambientais de sobral ce (20)

A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão OnçaA Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
A Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça
 
Geo turismo sabará
Geo turismo sabaráGeo turismo sabará
Geo turismo sabará
 
Folder 50 anos novo (barra do rocha)
Folder 50 anos novo (barra do rocha)Folder 50 anos novo (barra do rocha)
Folder 50 anos novo (barra do rocha)
 
Serrano ed 166.3
Serrano ed 166.3Serrano ed 166.3
Serrano ed 166.3
 
A bela Ceará
A bela CearáA bela Ceará
A bela Ceará
 
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasProjeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
 
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes UrbanasProjeto de Valorização das Nascentes Urbanas
Projeto de Valorização das Nascentes Urbanas
 
Projeto manuelzao riodasvelhas-polignano
Projeto manuelzao riodasvelhas-polignanoProjeto manuelzao riodasvelhas-polignano
Projeto manuelzao riodasvelhas-polignano
 
Serrano 203
Serrano 203Serrano 203
Serrano 203
 
Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)
Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)
Apresentação do MIC 4º ano (401) e 2º ano (202)
 
Fontes de água em Salvador
Fontes de água em Salvador Fontes de água em Salvador
Fontes de água em Salvador
 
Cartografia de Conceicão das Crioulas
Cartografia de Conceicão das  CrioulasCartografia de Conceicão das  Crioulas
Cartografia de Conceicão das Crioulas
 
Rio Casca - Jaguaquara-BA
Rio Casca - Jaguaquara-BARio Casca - Jaguaquara-BA
Rio Casca - Jaguaquara-BA
 
São paulo falta de água ou de ação governamental
São paulo falta de água ou de ação governamentalSão paulo falta de água ou de ação governamental
São paulo falta de água ou de ação governamental
 
Manual de educação ambiental vol 3
Manual de educação ambiental vol 3Manual de educação ambiental vol 3
Manual de educação ambiental vol 3
 
Serrano 162.2
Serrano 162.2Serrano 162.2
Serrano 162.2
 
4e
4e4e
4e
 
GUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃO
GUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃOGUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃO
GUIA DE SÃO PEDRO DA UNIÃO
 
RUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOS
RUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOSRUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOS
RUAS DE IRAUÇUBA E SEUS HOMENAGEADOS
 
Monteiro lobato power point
Monteiro lobato power pointMonteiro lobato power point
Monteiro lobato power point
 

Mais de Rodrigo Sousa

Domínios da paisagem paleopaisagens
Domínios da paisagem   paleopaisagensDomínios da paisagem   paleopaisagens
Domínios da paisagem paleopaisagens
Rodrigo Sousa
 
Geomarketing geografia de mercado - geotecnologias
Geomarketing   geografia de mercado - geotecnologiasGeomarketing   geografia de mercado - geotecnologias
Geomarketing geografia de mercado - geotecnologias
Rodrigo Sousa
 
Sistemas formadores de tempo climatologia
Sistemas formadores de tempo   climatologiaSistemas formadores de tempo   climatologia
Sistemas formadores de tempo climatologia
Rodrigo Sousa
 
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
Rodrigo Sousa
 
Poluição do solo geomorfologia
Poluição do solo   geomorfologiaPoluição do solo   geomorfologia
Poluição do solo geomorfologia
Rodrigo Sousa
 
Introdução aos conceitos climatolóticos
Introdução aos conceitos climatolóticosIntrodução aos conceitos climatolóticos
Introdução aos conceitos climatolóticos
Rodrigo Sousa
 
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro   geomorfologiaClassificação do relevo brasileiro   geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
Rodrigo Sousa
 
Africa estágio2
Africa estágio2Africa estágio2
Africa estágio2
Rodrigo Sousa
 
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografiaEducação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
Rodrigo Sousa
 
Geografia humanística teoria e método em geografia
Geografia humanística   teoria e método em geografiaGeografia humanística   teoria e método em geografia
Geografia humanística teoria e método em geografia
Rodrigo Sousa
 
Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares ...
Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares   ...Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares   ...
Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares ...
Rodrigo Sousa
 
O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro fundamentos da e...
O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro   fundamentos da e...O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro   fundamentos da e...
O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro fundamentos da e...
Rodrigo Sousa
 
Estudo metodologico e cognitivo do mapa representação espacial
Estudo metodologico e cognitivo do mapa   representação espacialEstudo metodologico e cognitivo do mapa   representação espacial
Estudo metodologico e cognitivo do mapa representação espacial
Rodrigo Sousa
 
Massimo quaine a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...
Massimo quaine   a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...Massimo quaine   a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...
Massimo quaine a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...
Rodrigo Sousa
 
ECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivos
ECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivosECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivos
ECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivos
Rodrigo Sousa
 
Manual de utilização rcgs - manual do autor
Manual de utilização   rcgs - manual do autorManual de utilização   rcgs - manual do autor
Manual de utilização rcgs - manual do autor
Rodrigo Sousa
 
Manual de utilização do painel sobral na web
Manual de utilização do painel sobral na webManual de utilização do painel sobral na web
Manual de utilização do painel sobral na web
Rodrigo Sousa
 
GRUGEO
GRUGEOGRUGEO

Mais de Rodrigo Sousa (18)

Domínios da paisagem paleopaisagens
Domínios da paisagem   paleopaisagensDomínios da paisagem   paleopaisagens
Domínios da paisagem paleopaisagens
 
Geomarketing geografia de mercado - geotecnologias
Geomarketing   geografia de mercado - geotecnologiasGeomarketing   geografia de mercado - geotecnologias
Geomarketing geografia de mercado - geotecnologias
 
Sistemas formadores de tempo climatologia
Sistemas formadores de tempo   climatologiaSistemas formadores de tempo   climatologia
Sistemas formadores de tempo climatologia
 
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...Educação profissionalizante e tecnológica   da conceituação à experiência de ...
Educação profissionalizante e tecnológica da conceituação à experiência de ...
 
Poluição do solo geomorfologia
Poluição do solo   geomorfologiaPoluição do solo   geomorfologia
Poluição do solo geomorfologia
 
Introdução aos conceitos climatolóticos
Introdução aos conceitos climatolóticosIntrodução aos conceitos climatolóticos
Introdução aos conceitos climatolóticos
 
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro   geomorfologiaClassificação do relevo brasileiro   geomorfologia
Classificação do relevo brasileiro geomorfologia
 
Africa estágio2
Africa estágio2Africa estágio2
Africa estágio2
 
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografiaEducação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
 
Geografia humanística teoria e método em geografia
Geografia humanística   teoria e método em geografiaGeografia humanística   teoria e método em geografia
Geografia humanística teoria e método em geografia
 
Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares ...
Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares   ...Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares   ...
Educação especial na escola a abordagem do tema pelas comunidade escolares ...
 
O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro fundamentos da e...
O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro   fundamentos da e...O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro   fundamentos da e...
O segundo perodo intermedirio e o treinamento do guerreiro fundamentos da e...
 
Estudo metodologico e cognitivo do mapa representação espacial
Estudo metodologico e cognitivo do mapa   representação espacialEstudo metodologico e cognitivo do mapa   representação espacial
Estudo metodologico e cognitivo do mapa representação espacial
 
Massimo quaine a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...
Massimo quaine   a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...Massimo quaine   a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...
Massimo quaine a construção da geografia humana - introdução ao pensamento ...
 
ECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivos
ECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivosECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivos
ECOLOGIA GEOGRÁFICA: As interações entre os seres vivos
 
Manual de utilização rcgs - manual do autor
Manual de utilização   rcgs - manual do autorManual de utilização   rcgs - manual do autor
Manual de utilização rcgs - manual do autor
 
Manual de utilização do painel sobral na web
Manual de utilização do painel sobral na webManual de utilização do painel sobral na web
Manual de utilização do painel sobral na web
 
GRUGEO
GRUGEOGRUGEO
GRUGEO
 

Problemas ambientais de sobral ce

  • 1. Universidade Estadual Vale do Acaraú Centro de Ciências Humanas -CCH Curso de Geografia Disciplina: Práticas IV Professora Neide Santana Data: 25-06-2013 PROBLEMAS AMBIENTAIS DE SOBRAL/CE EQUIPE: Ana Kércia, Rodrigo Sousa, Rita de Cássia, Simoni Lemos, Rosane Cruz
  • 2. Terrenos novovs Sumaré Dom Expedito Junco Renato Parente Parque Silvano UVA Derby Campo dos velhos Alto do Cristo Centro Dom José Alto da Brasilia Problemas Ambientais de Sobral-CE
  • 3. » Sobral está localizada na porção norte do estado do Ceará, conforme podemos observar no mapa abaixo. Distante 235 quilômetros de Fortaleza, disposta entre as águas do rio Acaraú e a Serra da Meruoca. O principal acesso se dá pela BR-222. LOCALIZAÇÃO
  • 4. » Sobral é cortada pelo rio Acaraú, situada em seu médio curso, desde sua formação enquanto município, o rio exerce um papel importantíssimo na história de Sobral. » A origem deste município está estreitamente ligada ao entroncamento de estradas que cortavam o sertão cearense em direção à capital do estado, Sobral passou a ser parada obrigatória de descanso para os viajantes daquela época em que predominava o transporte através de lombos de animais. » Após a criação das ferrovias a cidade é contemplada com uma infraestrutura que permite seu desenvolvimento social e político já que agora está diretamente ligada a todo o nordeste pela da rede transnordestina de ferrovias. » Mais recentemente Sobral passa a ter sua organização diretamente influenciada pelas mudanças acarretadas com o desenvolvimento industrial. Todas estes momentos históricos e outros mais, dão lugar a mudanças significativas na natureza, desde o clima, vegetação, hidrografia, solo, etc. HISTÓRIA
  • 6. SOBRAL no passado Como o homem se utilizava dos recursos naturais no seu desenvolvimento social
  • 7. Saneamento básico; Lixo doméstico e hospitalar; Desmatamento
  • 8. O RIO ACARAÚ: Alagamentos históricos Figura: Alagamentos históricos no Mercado Municipal de Sobral. Fonte: Desconhecida.
  • 9. O CENTRO: Arborização no século XX Figura: Arborização no Centro Histórico de Sobral. Fonte: Desconhecida.
  • 10. Enchente de 1924 Figura: Rio Acaraú antes da canalização Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
  • 11. O RIO ACARAÚ: Alagamentos históricos Figura: Centro de Sobral. Fonte: Desconhecida.
  • 12. PRAÇAS: Espelho d’água do Teatro São João Figura: Passeio do Teatro São João. Fonte: Desconhecida.
  • 13. Cultura: Praça Menino Deus e Teatro São João Figura: Praça Menino Deus no Teatro São João. Fonte: Desconhecida.
  • 14. O RIO ACARAÚ: Margem esquerda Figura: Márgem esquerda do rio Acaraú. Fonte: Desconhecida.
  • 15. História: Sobral na década de 1960 Figura: Centro Históricos de de Sobral na década de 1960. Fonte: Desconhecida.
  • 16. O RIO ACARAÚ: Pesca, lazer e cultura Figura: Área onde foi edificado o arco do triunfo. Fonte: Desconhecida.
  • 17. O RIO ACARAÚ: Pesca, lazer e cultura Figura: Margem direita do rio Acaraú na década de 1980 Fonte: Desconhecida.
  • 18. O RIO ACARAÚ: Pesca, lazer e cultura Figura: Rio Acaraú antes da canalização Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
  • 19. Alto do cristo: Religião, turismo Figura: Alto do Cristo. Fonte: Desconhecida.
  • 20. SOBRAL no presente Como as pessoas convivem com os problemas ambientais
  • 21. ASSOREAMENTO E ATERRAMENTO DAS LAGOAS; EXPANSÃO DO LIMITE URBANO (DESMATAMENTO); BAIRROS QUE AINDA NÃO TEM SANEAMENTO; CANALIZAÇÃO E BARRAMENTO DO RIO ACARAÚ; IMPERMEABILIZAÇÃO DO SOLO.
  • 22. O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização Figura: Margem esquerda do rio Acaraú. Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
  • 23. O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização Figura: Margem esquerda do rio Acaraú. Fonte: Desconhecida
  • 24. O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização Figura: Urbanização das margens do rio Acaraú. Fonte: Desconhecida.
  • 25. O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização Figura: Barramento do rio Acaraú. Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Sobral.
  • 26. O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização Figura: Eutrofização do rio Acaraú. Fonte: Equipe.
  • 27. O RIO ACARAÚ: Barramento, assoreamento e eutrofização Figura: cheia do rio em 25/04/2009. Fonte: Desconhecida.
  • 28. O LIXO DOMÉSTICO Figura: Lixo doméstico lançado em terrenos baldios de Sobral. Fonte: Equipe.
  • 29. O LIXO DOMÉSTICO Figura: Lixo doméstico lançado nas ruas de Sobral. Fonte: Equipe.
  • 30. O LIXO DOMÉSTICO: a convivência constante Figura: Lixo doméstico lançado nas ruas de Sobral. Fonte: Equipe.
  • 31. O LIXO DOMÉSTICO: a convivência constante Figura: Eutrofização do rio Acaraú. Fonte: Equipe.
  • 32. A comunidade e o lixo Figura: A convivência com olixo doméstico de Sobral. Fonte: Equipe.
  • 33. O LIXO DOMÉSTICO: a ignorância Figura: Eutrofização do rio Acaraú. Fonte: Equipe.
  • 34. O LIXO DOMÉSTICO Figura: Lixo em córregos. Fonte: Equipe.
  • 35. O LIXO DOMÉSTICO Figura: Lixo doméstico às margens de lagoas. Fonte: Equipe.
  • 36. O LIXO DOMÉSTICO Figura: Lixo doméstico às margens de lagoas. Fonte: Equipe.
  • 37. O LIXO DOMÉSTICO Figura: Lixo doméstico às margens de riachos. Fonte: Equipe.
  • 38. O LIXO DA CONSTRUÇÃO CIVIL Figura: Entulhos lançados em margens de lagoas. Fonte: Equipe.
  • 39. O LIXO DA CONSTRUÇÃO CIVIL Figura: Entulhos lançados em margens de lagoas. Fonte: Equipe.
  • 40. O LIXO DA CONSTRUÇÃO CIVIL Figura: Entulhos lançados em margens de lagoas. Fonte: Equipe.
  • 41. Derrubada de árvores Figura: Derrubada de árvores em Sobral. Fonte: Equipe.
  • 42. SANEAMENTO AMBIENTAL Figura: falta de assistência ao saneamento e mobilidade da população. Fonte: Equipe.
  • 43. SANEAMENTO AMBIENTAL: Esgoto a céu aberto Figura: Esgoto à céu aberto. Fonte: Equipe.
  • 44. SANEAMENTO AMBIENTAL: Esgoto a céu aberto Figura: Esgoto à céu aberto. Fonte: Equipe.
  • 45. O RIO ACARAÚ: eutrofização e lixo Figura: Eutrofização e lançamento de esgoto no rio Acaraú. Fonte: Equipe.
  • 46. O RIO ACARAÚ: Lançamento de esgoto doméstico Figura: Lançamento de esgoto doméstico nos riachos de Sobral Fonte: Equipe.
  • 47. O RIO ACARAÚ: eutrofização e lançamento de esgoto Figura: Lançamento de esgoto no rio Acaraú. Fonte: Equipe.
  • 48. ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS Instituto Carnaúba O Instituto de Ecologia Social Carnaúba, fundado em janeiro de 2001, por empreendedores sociais, é uma entidade não governamental e sem fins econômicos. Visa à preservação do meio ambiente, com eixo no sócio ambientalismo, focada na defesa da Serra da Meruoca, do rio Acaraú, do Bioma Caatinga e da qualidade de vida das cidades. Tem como missão ajudar a construir uma sociedade sustentável considerando as questões ecológicas, econômicas e sociais. Desenvolve diversos projetos dentre os principais, o Projeto Produção e Beneficiamento de Frutas na Região Norte do Ceará; que distribuem mudas aos agricultores familiares, mudas de arvores nativas, fruteiras, café de sombra, dentre outras, entre as cidades de Sobral, Meruoca, Alcântaras e Massapê.
  • 49. ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS Instituto Carnaúba: projetos » Projeto Semana da Agrofloresta na Serra da Meruoca – 1ª Café e Cultura (convênio com PDA/MMA/KFW/GTZ, em 2012). » Projeto Produção e Beneficiamento de Frutas na Região Norte do Ceará (patrocinado pela PETROBRAS, através do Programa Petrobrás Desenvolvimento e Cidadania, em 2011 a 2013); » Projeto Apoio aos atingidos das enchentes (convênio com SAVE THE CHILDREN – Suécia, em 2009); » Projeto Formação de Jovens em multiplicadores em agroecologia (convênio com FNMA/MMA, em 2008); » Projeto Carnaúba, a Árvore da Vida (convênio com o BNB - Banco do Nordeste, em 2007); » Implantação da Agricultura Urbana em 05 Bairros de Sobral (financiado pelo MISEREOR, em 2006);
  • 50. ? E você? Qual sua contribuição para o Meio Ambiente desta cidade?
  • 51. REFERÊNCIAS: BECKER, Berta; CHRISTOFOLETTI, A; DAVIDOVICH, Fany R.; GEIGER Pedro P. (Orgs). Geografia e meio ambiente no Brasil. São Paulo – Rio de Janeiro, Hucitec, 1995. INSTITUTO DE PESQUISA E ESTRATEGIA ECONOMICA DO CEARÁ. Disponível em: <http://www.ipece.ce.gov.br/>. Acesso em : 06- 12-2011. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICAS: CIDADES@. Sobral. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/cidadesat/link.php?codmun=-231290 >. Acesso em 08-12-2011. PREFEITURA DE SOBRAL. Projeto flor do mandacaru. Disponível em: <http://www.sobral.ce.gov.br/sec/saude/index.php?option=co m_content&view=article&id=231&Itemid=166>. Acesso em: 09- 12-2011. PREFEITURA DE SOBRAL. Disponível em: <http://www.so- bral.ce.gov.br/comunicacao/novo2/index.php>. Acesso em: 06- 12-2011. UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ. Retomando Geografia. Disponível em:<www.uvanet.br/rcg/vol01/retomando geografia.pdf>. Acesso em: 08-12-2011.