SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
Administração de Sistemas de Informação
Conquistando vantagens competitivas com os Sistemas
de Informação
                                  Notas de Aula 01
                                     Prof. Rodrigo Gomes
Conquistando vantagem competitiva com os
sistemas de informação

Bibliografia:
Capítulo 03
LAUDON, Kenneth; LAUDON, Jane.
  Sistemas de Informação Gerenciais. 9
  ed. – São Paulo: Pearson, 2010.
Páginas: 69 - 78
Em todos os setores há empresas que se
 destacam

Toyota, Amazon, Walmart, iTunes, Google

Por que algumas empresas se saem melhor do que
  as outras?

Como podemos identificar as vantagens estratégicas
  de uma empresa?

Como desenvolver vantagem estratégica para a
  minha empresa?

Como os SI contribuem para a vantagem estratégica
Modelo das forças competitivas de Porter




                     Professor da Harvard Business
                     School,    com     interesse em
                     administração e economia.

                     Considerado    um   dos     maiores
                     especialistas em competitividade do
                     mundo.




    Michael Porter
Modelo das forças competitivas de Porter


Fornece uma visão geral da empresa, dos
  concorrentes e de seu entorno.
Modelo das forças competitivas de Porter



Concorrentes tradicionais
•   A empresa divide o mercado com concorrentes;
•   Concorrentes planejam novos e mais eficientes
    meios de produzir;
•   Concorrentes querem nossos clientes
Modelo das forças competitivas de Porter



Novos entrantes
• Novas empresas entram a todo tempo no mercado
• Não estão amarradas a instalações e
  equipamentos antigos;
• Normalmente empregam profissionais mais novos
  e mais motivados;
• Suas marcas não estão
desgastadas
Modelo das forças competitivas de Porter



Produtos Substitutos
•   Em praticamente todos os setores existem
    produtos alternativos;
•   Quanto mais produtos substitutos houver em seu
    setor, menos controle sobre os preços e menor a
    margem de lucro
Modelo das forças competitivas de Porter



Clientes
•   Lucratividade está atrelada ao ato de atrair e
    manter clientes;
•   O poder dos clientes cresce quando a oferta
    aumenta;
Modelo das forças competitivas de Porter



Fornecedores
•   O poder dos fornecedores irá impactar no lucro
    das empresas;
•   Quanto mais fornecedores a empresa tiver, maior
    controle terá em relação a preço, qualidade e
    prazos.
Onde os Sistemas de Informação
 entram?
Como usar os sistemas de informação
 para conquistar vantagem
 competitiva?
Alinhamento TI x Negócios
   A tecnologia deve servir aos negócio
    e não o contrário;
     Muitas vezes o negócio serve a TI
     Pouca participação da TI no
      planejamento estratégico
     Isolamento da TI dos demais
      departamentos
     A TI é vista apenas como operacional e
      não participa ativamente do negócios
Alinhamento TI x Negócios
   A empresa se torna mais lucrativa se
    alinhar a TI aos objetivos do negócio;
     A TI deve participar estratégicamente
      dos negócios
     A TI deve ser vista como oportunidade
      de melhorar o negócio e não apenas
      como suporte operacional ao negócio
Alinhamento TI x Negócios
   A TI deve colaborar para:
     Liderança em custos;
     Diferenciação de produtos;
     Foco em nicho de mercado;
     Intimidade com cliente e fornecedor
Liderança em custos
   SI contribuem para reduzir os custos
    operacionais e atingir menores preços
       Caso Walmart: preços baixos e
        prateleiras bem abastecidas
        O   sistema de reposição contínua da empresa
          envia pedidos de novas mercadorias
          diretamente aos fornecedores;
         A Walmart não gasta com a manutenção de
          grandes estoques

                      Qual o resultado?
Liderança em custos
   SI contribuem para reduzir os custos
    operacionais e atingir menores preços
       Caso Walmart: preços baixos e
        prateleiras bem abastecidas
                  Liderança em custos,
                    combate aos novos
                             entrantes
Diferenciação de produto
   Utilize os SI para facilitar a criação de
    novos produtos/serviços;
       Google busca criar novos produtos (maps, agenda,etc.)


   Utilize SI para criar serviços/produtos que
    atendam especificações precisas de
    clientes individuais
       Dell vende computadores diretamente a clientes
        utilizando sistema de fabricação por encomenda


                             Qual o resultado?
Diferenciação de produto
   Utilize os SI para facilitar a criação de
    novos produtos/serviços;
       Google busca criar novos produtos (maps, agenda,etc.)


   Utilize SI para para criar serviços/produtos
    que atendam especificações precisas de
    clientes individuais
       Dell vende computadores diretamente a clientes
        utilizando sistema de fabricação por encomenda


     Diferenciação de produto, combate ao
                      “Produto Substituto”
Foco em Nicho de Mercado
   Use os SI para estabelecer um foco de
    mercado específico e atenda a esse
    estreito alvo melhor do que a concorrência
       Apoio a técnicas de vendas e de marketing
       Analisar modelos de compras
       Identificar o gosto e a preferência dos clientes
       Direcionar campanhas de propaganda à
        mercados específicos

          Foco em nicho de mercado,
Intimidade com o cliente ou
fornecedor
   SI estreitam lanços com fornecedores e
    aumentam a proximidade com os clientes;
       Sistemas de CRM


   Toyota e Ford – fornecedores acessam o
    agendamento de produção organizando a
    entrega de suprimentos
       Sistemas de SCM


   Vínculos sólidos com os clientes e
    fornecedores aumentam os custos de
    mudança para a concorrência e a lealdade.
Estratégias Competitivas Básicas
   Liderança em Custos
       Use sistemas de informação para produzir produtos e
        serviços a um preço mais baixo que o da concorrência e,
        ao mesmo tempo, aumentar a qualidade e o nível dos
        serviços
   Diferenciação de produto
       Use sistemas de informação para diferenciar produtos e
        facilitar a criação de novos produtos e serviços
   Foco em nicho de mercado
       Use sistemas de informação para facilitar uma estratégia
        focada em um único nicho de mercado
   Relacionamento mais estreito
       Use sistemas de informação para desenvolver laços mais
        fortes com clientes e fornecedores e conquistar sua
        lealdade.
Como conseguir?




             Com
             apoio   SI
Sistemas de Informação


                  Tecnologia




        Pessoas           Organização
Internet
O impacto da Internet na vantagem
competitiva
   Pode-se dizer que a Internet afeta alguns
    setores e impõe drásticas mudanças em
    outras
       Correio (e-mail)
       Jornais
       Telefonia
   Por outro lado, criou-se a base para novos
    negócios
       Negócios on-line
O impacto da Internet na vantagem
competitiva
   Primeira onda do e-commerce:
       livros, músicas, viagens


   Segunda onda do e-commerce:
       telefonia, filmes, televisão, joalherias, imóveis,
        hotéis, pagamento de contas, etc...
O impacto da Internet na vantagem
competitiva
   A Internet está forçando as empresas a
    mudar sua maneira de fazer negócios;
       É preciso adaptação e inovação
       Não dá pra ficar de fora do mundo virtual


   Com a Internet, as forças competitivas de
    Porter ainda funcionam mas a rivalidade se
    tornou mais intensa;
       Hoje concorremos com o resto do mundo
O impacto da Internet na vantagem
competitiva
   Como a informação está disponível para
    qualquer um, a Internet aumenta o poder
    de barganha
       O concorrente tem acesso a mesma informação que a
        minha empresa
       O cliente pode encontrar novos fornecedores com poucos
        cliques
O impacto da Internet na vantagem
competitiva
   A Internet também cria novas
    oportunidades:
       Desenvolvimento de marcas e criação de base de clientes
        maiores;
       Criação de oportunidades estratégicas para empresas que
        melhor empregam os recursos de TI
TI e Negócios
       Internet
                    Concorrência



                     Clientes



     Negócio        Fornecedores
  TIC de suporte
   TIC Analíticas
Cloud Computing
Cloud Computing
   Vantagens
     Dados e aplicações armazenadas em servidores
      remotos
     Informações podem ser acessadas de qualquer
      lugar
     Redução da infraestrutura própria
     Contratação apenas da infraestrutura
      necessária
     Facil escalonamento da infraestrutura
     Disponibilidade - basta conexão com a
    Internet para acessar os sistemas
Cloud Computing
   Desvantagens
       Onde estão os dados?
       Os dados estão seguros?
       Se precisar de um dado e não houver conexão?
       Quem garante a segurança dos dados?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...
Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...
Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...Everton Souza
 
Sistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEISistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEIBrunomaglione
 
ECR - Integração e Eficiência Ao Consumidor
ECR - Integração e Eficiência Ao ConsumidorECR - Integração e Eficiência Ao Consumidor
ECR - Integração e Eficiência Ao ConsumidorJuliana Maria Lopes
 
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012z133014
 
e-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentos
e-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentose-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentos
e-Procurement Usemol a Identidade do Seu SuprimentosLeandro Dos Santos
 
E-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain ManagementE-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain ManagementThiago Andress
 
PSI - ERP, CRM e Supply Chain
PSI - ERP, CRM e Supply ChainPSI - ERP, CRM e Supply Chain
PSI - ERP, CRM e Supply ChainClaudio Barbosa
 
Varejo magazine-e-lojas-de-departamentos
Varejo magazine-e-lojas-de-departamentosVarejo magazine-e-lojas-de-departamentos
Varejo magazine-e-lojas-de-departamentosVanessa Rivello
 
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2BRakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2BRakuten Brasil
 

Mais procurados (20)

Compras conteudo
Compras conteudoCompras conteudo
Compras conteudo
 
Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...
Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...
Capítulo 08 - Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente:...
 
Sistemas de gestão
Sistemas de gestãoSistemas de gestão
Sistemas de gestão
 
Sistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEISistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEI
 
ECR - Integração e Eficiência Ao Consumidor
ECR - Integração e Eficiência Ao ConsumidorECR - Integração e Eficiência Ao Consumidor
ECR - Integração e Eficiência Ao Consumidor
 
O modelo CPFR Lean SCM
O modelo CPFR Lean SCMO modelo CPFR Lean SCM
O modelo CPFR Lean SCM
 
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012
 
e-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentos
e-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentose-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentos
e-Procurement Usemol a Identidade do Seu Suprimentos
 
MKT INDUSTRIAL cap. 2
MKT INDUSTRIAL   cap. 2MKT INDUSTRIAL   cap. 2
MKT INDUSTRIAL cap. 2
 
Apresent marketing logística
Apresent marketing logísticaApresent marketing logística
Apresent marketing logística
 
Ti logistica
Ti logisticaTi logistica
Ti logistica
 
Slide 6
Slide 6Slide 6
Slide 6
 
E-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain ManagementE-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain Management
 
CPFR collaborative planning
CPFR collaborative planningCPFR collaborative planning
CPFR collaborative planning
 
8a Aula RevisãO
8a Aula RevisãO8a Aula RevisãO
8a Aula RevisãO
 
PSI - ERP, CRM e Supply Chain
PSI - ERP, CRM e Supply ChainPSI - ERP, CRM e Supply Chain
PSI - ERP, CRM e Supply Chain
 
Análise italink
Análise italinkAnálise italink
Análise italink
 
Case study Walmart
Case study WalmartCase study Walmart
Case study Walmart
 
Varejo magazine-e-lojas-de-departamentos
Varejo magazine-e-lojas-de-departamentosVarejo magazine-e-lojas-de-departamentos
Varejo magazine-e-lojas-de-departamentos
 
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2BRakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - E-commerce B2B
 

Destaque

Sistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as Organizações
Sistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as OrganizaçõesSistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as Organizações
Sistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as OrganizaçõesImpacta Eventos
 
O Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência Competitiva
O Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência CompetitivaO Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência Competitiva
O Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência CompetitivaGabriela Prado
 
Fundação Toyota - Reposicionamento
Fundação Toyota - ReposicionamentoFundação Toyota - Reposicionamento
Fundação Toyota - ReposicionamentoBetinho_Dias
 
Introdução aos Sistemas de Informações
Introdução aos Sistemas de InformaçõesIntrodução aos Sistemas de Informações
Introdução aos Sistemas de InformaçõesMatheus Beleboni
 
Aula 2 - Estratégia Competitivas de TI
Aula 2 - Estratégia Competitivas de TIAula 2 - Estratégia Competitivas de TI
Aula 2 - Estratégia Competitivas de TIFilipo Mór
 
Administração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIG
Administração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIGAdministração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIG
Administração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIGCursos Profissionalizantes
 
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-BusinessAula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Businesssionara14
 
Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)
Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)
Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)tontotsilva
 
Sistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação GerencialSistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação GerencialLoham Silva
 
Sistemas de informações gerenciais kenneth c. laudon - jane p
Sistemas de informações gerenciais   kenneth c. laudon - jane pSistemas de informações gerenciais   kenneth c. laudon - jane p
Sistemas de informações gerenciais kenneth c. laudon - jane pTarciso Ferreira
 
SIG: MRP, ERP, CRM e SCM
SIG: MRP, ERP, CRM e SCMSIG: MRP, ERP, CRM e SCM
SIG: MRP, ERP, CRM e SCMFelipe Oliveira
 

Destaque (17)

Sistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as Organizações
Sistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as OrganizaçõesSistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as Organizações
Sistemas de Informação Fator de Vantagem Competitiva para as Organizações
 
Vantagem Competitiva
Vantagem CompetitivaVantagem Competitiva
Vantagem Competitiva
 
Competindo com ti 2
Competindo com ti   2Competindo com ti   2
Competindo com ti 2
 
O Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência Competitiva
O Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência CompetitivaO Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência Competitiva
O Papel da Gestão do Conhecimento na Geração de Inteligência Competitiva
 
Sig
SigSig
Sig
 
Fundação Toyota - Reposicionamento
Fundação Toyota - ReposicionamentoFundação Toyota - Reposicionamento
Fundação Toyota - Reposicionamento
 
Introdução aos Sistemas de Informações
Introdução aos Sistemas de InformaçõesIntrodução aos Sistemas de Informações
Introdução aos Sistemas de Informações
 
Ford
FordFord
Ford
 
Aula 2 - Estratégia Competitivas de TI
Aula 2 - Estratégia Competitivas de TIAula 2 - Estratégia Competitivas de TI
Aula 2 - Estratégia Competitivas de TI
 
Ferramentas de SIG
Ferramentas de SIGFerramentas de SIG
Ferramentas de SIG
 
Magazine luiza pim iii
Magazine luiza   pim iiiMagazine luiza   pim iii
Magazine luiza pim iii
 
Administração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIG
Administração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIGAdministração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIG
Administração Sistemas de Informação - Sistema de Informações Gerenciais – SIG
 
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-BusinessAula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
 
Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)
Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)
Princípios de sistemas de informação ralph m. stair e george w. reynolds (1)
 
Sistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação GerencialSistema de Informação Gerencial
Sistema de Informação Gerencial
 
Sistemas de informações gerenciais kenneth c. laudon - jane p
Sistemas de informações gerenciais   kenneth c. laudon - jane pSistemas de informações gerenciais   kenneth c. laudon - jane p
Sistemas de informações gerenciais kenneth c. laudon - jane p
 
SIG: MRP, ERP, CRM e SCM
SIG: MRP, ERP, CRM e SCMSIG: MRP, ERP, CRM e SCM
SIG: MRP, ERP, CRM e SCM
 

Semelhante a SI e Vantagem Competitiva

Cultura de informacao.v0
Cultura de informacao.v0Cultura de informacao.v0
Cultura de informacao.v0paulocsm
 
Aula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptx
Aula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptxAula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptx
Aula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptxANDERSONANTNIODELIMA
 
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
 Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e... Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...A. Rui Teixeira Santos
 
#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup
#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup
#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetupPedro Donati
 
Transformação digital
Transformação digitalTransformação digital
Transformação digitalRui Proença
 
Diretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebook
Diretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebookDiretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebook
Diretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebookUbiratan Mascarenhas
 
E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010
 E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010 E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010
E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010E-Consulting Corp.
 
E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010
 E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010 E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010
E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010DOM Strategy Partners
 
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...E-Commerce Brasil
 
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...E-Commerce Brasil
 
Evolução da TI e o Marketing
Evolução da TI e o MarketingEvolução da TI e o Marketing
Evolução da TI e o MarketingMarcelo Piuma
 
Hbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbr
Hbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbrHbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbr
Hbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbrgoocloud
 
Business Model Canvas
Business Model CanvasBusiness Model Canvas
Business Model CanvasWebgoal
 
Aula 7 Sistemas De Gestão De Relacionamento Com Clientes
Aula 7    Sistemas De  Gestão De  Relacionamento Com  ClientesAula 7    Sistemas De  Gestão De  Relacionamento Com  Clientes
Aula 7 Sistemas De Gestão De Relacionamento Com Clientesmelissa
 
CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.
CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.
CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.CorpFlex S/A
 
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 92015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9Rafaella Cavalca
 
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 2 - Vendas
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 2 - VendasPrograma SENAI de Negócios Online - módulo 2 - Vendas
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 2 - VendasHumberto Ribeiro
 
Inovacao Digital
Inovacao DigitalInovacao Digital
Inovacao DigitalJ. C.
 

Semelhante a SI e Vantagem Competitiva (20)

Cultura de informacao.v0
Cultura de informacao.v0Cultura de informacao.v0
Cultura de informacao.v0
 
Aula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptx
Aula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptxAula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptx
Aula05-vantagem competitiva (2). Aula 4pptx
 
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
 Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e... Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
 
#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup
#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup
#NoEndState : Plataformas, Produtores e Interfaces no Product tank meetup
 
Transformação digital
Transformação digitalTransformação digital
Transformação digital
 
Diretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebook
Diretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebookDiretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebook
Diretores de TI: não deixem sua empresa cair no abismo digital - ebook
 
E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010
 E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010 E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010
E-Book B2B E-Consulting Corp. 2010
 
E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010
 E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010 E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010
E-Book B2B e Cadeias Digitalmente Integradas DOM Strategy Partners 2010
 
Sig_Cap5_Apostila.pdf
Sig_Cap5_Apostila.pdfSig_Cap5_Apostila.pdf
Sig_Cap5_Apostila.pdf
 
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Porto Alegre 2019] As principais etapas na ...
 
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
[Workshops RoadShow ECBR - Edição Belo Horizonte 2019] As principais etapas n...
 
Evolução da TI e o Marketing
Evolução da TI e o MarketingEvolução da TI e o Marketing
Evolução da TI e o Marketing
 
Hbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbr
Hbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbrHbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbr
Hbr problem-with-legacy-ecosystems-ptbr
 
Vantagem Competitiva
Vantagem CompetitivaVantagem Competitiva
Vantagem Competitiva
 
Business Model Canvas
Business Model CanvasBusiness Model Canvas
Business Model Canvas
 
Aula 7 Sistemas De Gestão De Relacionamento Com Clientes
Aula 7    Sistemas De  Gestão De  Relacionamento Com  ClientesAula 7    Sistemas De  Gestão De  Relacionamento Com  Clientes
Aula 7 Sistemas De Gestão De Relacionamento Com Clientes
 
CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.
CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.
CorpFlex - Transformação Digital e aumento nas vendas no Varejo.
 
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 92015.11.19 mfn   bmg bloco 8 e 9
2015.11.19 mfn bmg bloco 8 e 9
 
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 2 - Vendas
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 2 - VendasPrograma SENAI de Negócios Online - módulo 2 - Vendas
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 2 - Vendas
 
Inovacao Digital
Inovacao DigitalInovacao Digital
Inovacao Digital
 

Mais de Rodrigo Gomes da Silva

Gerenciamento de Requisitos de Software
Gerenciamento de Requisitos de SoftwareGerenciamento de Requisitos de Software
Gerenciamento de Requisitos de SoftwareRodrigo Gomes da Silva
 
Es 04 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iii
Es 04   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iiiEs 04   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iii
Es 04 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iiiRodrigo Gomes da Silva
 
Es 02 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte i
Es 02   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iEs 02   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte i
Es 02 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iRodrigo Gomes da Silva
 
Segurança dos sistemas de informação parte 2
Segurança dos sistemas de informação   parte 2Segurança dos sistemas de informação   parte 2
Segurança dos sistemas de informação parte 2Rodrigo Gomes da Silva
 
Segurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informaçãoSegurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informaçãoRodrigo Gomes da Silva
 
Segurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informaçãoSegurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informaçãoRodrigo Gomes da Silva
 

Mais de Rodrigo Gomes da Silva (16)

BABOK - Visão Geral
BABOK - Visão GeralBABOK - Visão Geral
BABOK - Visão Geral
 
Análise de negócios para curiosos
Análise de negócios para curiososAnálise de negócios para curiosos
Análise de negócios para curiosos
 
Gerenciamento de Requisitos de Software
Gerenciamento de Requisitos de SoftwareGerenciamento de Requisitos de Software
Gerenciamento de Requisitos de Software
 
Es 04 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iii
Es 04   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iiiEs 04   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iii
Es 04 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iii
 
Es 02 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte i
Es 02   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte iEs 02   desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte i
Es 02 desenvolvimento de software dirigido por casos de uso - parte i
 
PHP Orientado a Objetos
PHP Orientado a ObjetosPHP Orientado a Objetos
PHP Orientado a Objetos
 
Introdução ao RUP
Introdução ao RUPIntrodução ao RUP
Introdução ao RUP
 
Introdução à UML com Casos de Uso
Introdução à UML com Casos de UsoIntrodução à UML com Casos de Uso
Introdução à UML com Casos de Uso
 
Computacao na 01_introdução
Computacao na 01_introduçãoComputacao na 01_introdução
Computacao na 01_introdução
 
Aula inaugural computação
Aula inaugural computaçãoAula inaugural computação
Aula inaugural computação
 
Comércio eletrônico
Comércio eletrônicoComércio eletrônico
Comércio eletrônico
 
Auditoria de sistemas de informação
Auditoria de sistemas de informaçãoAuditoria de sistemas de informação
Auditoria de sistemas de informação
 
Pirataria de software
Pirataria de softwarePirataria de software
Pirataria de software
 
Segurança dos sistemas de informação parte 2
Segurança dos sistemas de informação   parte 2Segurança dos sistemas de informação   parte 2
Segurança dos sistemas de informação parte 2
 
Segurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informaçãoSegurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informação
 
Segurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informaçãoSegurança dos sistemas de informação
Segurança dos sistemas de informação
 

SI e Vantagem Competitiva

  • 1. Administração de Sistemas de Informação Conquistando vantagens competitivas com os Sistemas de Informação Notas de Aula 01 Prof. Rodrigo Gomes
  • 2. Conquistando vantagem competitiva com os sistemas de informação Bibliografia: Capítulo 03 LAUDON, Kenneth; LAUDON, Jane. Sistemas de Informação Gerenciais. 9 ed. – São Paulo: Pearson, 2010. Páginas: 69 - 78
  • 3. Em todos os setores há empresas que se destacam Toyota, Amazon, Walmart, iTunes, Google Por que algumas empresas se saem melhor do que as outras? Como podemos identificar as vantagens estratégicas de uma empresa? Como desenvolver vantagem estratégica para a minha empresa? Como os SI contribuem para a vantagem estratégica
  • 4. Modelo das forças competitivas de Porter Professor da Harvard Business School, com interesse em administração e economia. Considerado um dos maiores especialistas em competitividade do mundo. Michael Porter
  • 5. Modelo das forças competitivas de Porter Fornece uma visão geral da empresa, dos concorrentes e de seu entorno.
  • 6. Modelo das forças competitivas de Porter Concorrentes tradicionais • A empresa divide o mercado com concorrentes; • Concorrentes planejam novos e mais eficientes meios de produzir; • Concorrentes querem nossos clientes
  • 7. Modelo das forças competitivas de Porter Novos entrantes • Novas empresas entram a todo tempo no mercado • Não estão amarradas a instalações e equipamentos antigos; • Normalmente empregam profissionais mais novos e mais motivados; • Suas marcas não estão desgastadas
  • 8. Modelo das forças competitivas de Porter Produtos Substitutos • Em praticamente todos os setores existem produtos alternativos; • Quanto mais produtos substitutos houver em seu setor, menos controle sobre os preços e menor a margem de lucro
  • 9. Modelo das forças competitivas de Porter Clientes • Lucratividade está atrelada ao ato de atrair e manter clientes; • O poder dos clientes cresce quando a oferta aumenta;
  • 10. Modelo das forças competitivas de Porter Fornecedores • O poder dos fornecedores irá impactar no lucro das empresas; • Quanto mais fornecedores a empresa tiver, maior controle terá em relação a preço, qualidade e prazos.
  • 11. Onde os Sistemas de Informação entram?
  • 12. Como usar os sistemas de informação para conquistar vantagem competitiva?
  • 13. Alinhamento TI x Negócios  A tecnologia deve servir aos negócio e não o contrário;  Muitas vezes o negócio serve a TI  Pouca participação da TI no planejamento estratégico  Isolamento da TI dos demais departamentos  A TI é vista apenas como operacional e não participa ativamente do negócios
  • 14. Alinhamento TI x Negócios  A empresa se torna mais lucrativa se alinhar a TI aos objetivos do negócio;  A TI deve participar estratégicamente dos negócios  A TI deve ser vista como oportunidade de melhorar o negócio e não apenas como suporte operacional ao negócio
  • 15. Alinhamento TI x Negócios  A TI deve colaborar para:  Liderança em custos;  Diferenciação de produtos;  Foco em nicho de mercado;  Intimidade com cliente e fornecedor
  • 16. Liderança em custos  SI contribuem para reduzir os custos operacionais e atingir menores preços  Caso Walmart: preços baixos e prateleiras bem abastecidas O sistema de reposição contínua da empresa envia pedidos de novas mercadorias diretamente aos fornecedores;  A Walmart não gasta com a manutenção de grandes estoques Qual o resultado?
  • 17. Liderança em custos  SI contribuem para reduzir os custos operacionais e atingir menores preços  Caso Walmart: preços baixos e prateleiras bem abastecidas Liderança em custos, combate aos novos entrantes
  • 18. Diferenciação de produto  Utilize os SI para facilitar a criação de novos produtos/serviços;  Google busca criar novos produtos (maps, agenda,etc.)  Utilize SI para criar serviços/produtos que atendam especificações precisas de clientes individuais  Dell vende computadores diretamente a clientes utilizando sistema de fabricação por encomenda Qual o resultado?
  • 19. Diferenciação de produto  Utilize os SI para facilitar a criação de novos produtos/serviços;  Google busca criar novos produtos (maps, agenda,etc.)  Utilize SI para para criar serviços/produtos que atendam especificações precisas de clientes individuais  Dell vende computadores diretamente a clientes utilizando sistema de fabricação por encomenda Diferenciação de produto, combate ao “Produto Substituto”
  • 20. Foco em Nicho de Mercado  Use os SI para estabelecer um foco de mercado específico e atenda a esse estreito alvo melhor do que a concorrência  Apoio a técnicas de vendas e de marketing  Analisar modelos de compras  Identificar o gosto e a preferência dos clientes  Direcionar campanhas de propaganda à mercados específicos Foco em nicho de mercado,
  • 21. Intimidade com o cliente ou fornecedor  SI estreitam lanços com fornecedores e aumentam a proximidade com os clientes;  Sistemas de CRM  Toyota e Ford – fornecedores acessam o agendamento de produção organizando a entrega de suprimentos  Sistemas de SCM  Vínculos sólidos com os clientes e fornecedores aumentam os custos de mudança para a concorrência e a lealdade.
  • 22. Estratégias Competitivas Básicas  Liderança em Custos  Use sistemas de informação para produzir produtos e serviços a um preço mais baixo que o da concorrência e, ao mesmo tempo, aumentar a qualidade e o nível dos serviços  Diferenciação de produto  Use sistemas de informação para diferenciar produtos e facilitar a criação de novos produtos e serviços  Foco em nicho de mercado  Use sistemas de informação para facilitar uma estratégia focada em um único nicho de mercado  Relacionamento mais estreito  Use sistemas de informação para desenvolver laços mais fortes com clientes e fornecedores e conquistar sua lealdade.
  • 23. Como conseguir? Com apoio SI
  • 24. Sistemas de Informação Tecnologia Pessoas Organização
  • 26. O impacto da Internet na vantagem competitiva  Pode-se dizer que a Internet afeta alguns setores e impõe drásticas mudanças em outras  Correio (e-mail)  Jornais  Telefonia  Por outro lado, criou-se a base para novos negócios  Negócios on-line
  • 27. O impacto da Internet na vantagem competitiva  Primeira onda do e-commerce:  livros, músicas, viagens  Segunda onda do e-commerce:  telefonia, filmes, televisão, joalherias, imóveis, hotéis, pagamento de contas, etc...
  • 28. O impacto da Internet na vantagem competitiva  A Internet está forçando as empresas a mudar sua maneira de fazer negócios;  É preciso adaptação e inovação  Não dá pra ficar de fora do mundo virtual  Com a Internet, as forças competitivas de Porter ainda funcionam mas a rivalidade se tornou mais intensa;  Hoje concorremos com o resto do mundo
  • 29. O impacto da Internet na vantagem competitiva  Como a informação está disponível para qualquer um, a Internet aumenta o poder de barganha  O concorrente tem acesso a mesma informação que a minha empresa  O cliente pode encontrar novos fornecedores com poucos cliques
  • 30. O impacto da Internet na vantagem competitiva  A Internet também cria novas oportunidades:  Desenvolvimento de marcas e criação de base de clientes maiores;  Criação de oportunidades estratégicas para empresas que melhor empregam os recursos de TI
  • 31. TI e Negócios Internet Concorrência Clientes Negócio Fornecedores TIC de suporte TIC Analíticas
  • 33. Cloud Computing  Vantagens  Dados e aplicações armazenadas em servidores remotos  Informações podem ser acessadas de qualquer lugar  Redução da infraestrutura própria  Contratação apenas da infraestrutura necessária  Facil escalonamento da infraestrutura  Disponibilidade - basta conexão com a Internet para acessar os sistemas
  • 34. Cloud Computing  Desvantagens  Onde estão os dados?  Os dados estão seguros?  Se precisar de um dado e não houver conexão?  Quem garante a segurança dos dados?