06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo

2.735 visualizações

Publicada em


Análise do falso julgamento e das toruturas sofridas por Jesus Cristo.
Para melhor visualizar o slide é preciso instalar as fontes:
BSTGreek
BSTHebrew

Pode usar à vontade, desde que cite o autor.

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.735
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
343
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo

  1. 1.
  2. 2. INTRODUÇÃO<br />1<br />Por que a morte na Cruz?<br />Em que dia Cristo morreu?<br />O julgamento de Cristo<br />O Martírio de Cristo<br />A Morte na Cruz<br />2<br />3<br />4<br />5<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  3. 3. Por que a Morte na Cruz?<br />O derramamento de sangue<br />“E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão”<br />(Hb 9:22)<br />O “madeiro”<br />“O seu cadáver não permanecerá no madeiro, mas certamente o enterrarás no mesmo dia; porquanto o pendurado é maldito de Deus; assim não contaminarás a tua terra, que o Senhor teu Deus te dá em herança”<br />(Dt 21:23)<br />“Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”<br />(Gl 3:13)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  4. 4. Em que dia Cristo morreu?<br />Três dias e três noites<br />“Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra”<br />(Mt 12:40)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  5. 5. Em que dia Cristo morreu?<br />* SÁBADO *<br />(10 de abibe)<br />Lc 13:10, 31-33<br />Herodes deseja prendê-lo e matá-lo<br /> Jesus diz que só após três dias seria entregue<br />Sábado / Domingo / Segunda / Terça e QUARTA<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  6. 6. Em que dia Cristo morreu?<br />* DOMINGO *<br />(11 de abibe)<br />Junta-se à uma caravana vinda da Peréia<br />Entra em Jerusalém, montado em um jumentinho<br />Expulsa os cambistas do templo<br />Retirou-se para Betânia<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  7. 7. Em que dia Cristo morreu?<br />* SEGUNDA *<br />(12 de abibe)<br />Volta à Jerusalém pela manhã<br />Fica no templo, ensinando (Mt 21:23 - 25:46)<br />Mateus diz que:<br />“daqui a dois dias é a páscoa; e o Filho do homem será entregue para ser crucificado” (Mt 26:2)<br />Judas procurou o príncipe dos sacerdotes para combinar o preço da traição<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  8. 8. Em que dia Cristo morreu?<br />* TERÇA *<br />(13 de abibe)<br />Manda fazer os preparativos da Páscoa<br />Antecipa para a noite do dia 13<br />Lava os pés dos apóstolos<br />Institui a Santa Ceia<br />Anuncia a traição<br />Últimas instruções aos Seus discípulos<br />Judas chega com soldados<br />Os discípulos fogem<br />Jesus é levado perante Anás<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  9. 9. Em que dia Cristo morreu?<br />* QUARTA *<br />(14 de abibe – Ex 12:18)<br />Jesus é levado para a audiência com Pilatos<br />Pilatos envia Jesus a Herodes<br />Herodes envia Jesus novamente a Pilatos<br />Barrabás é solto<br />Jesus é martirizado, crucificado e morre<br />José de Arimatéia pede a Pilatos o corpo<br />Jesus é sepultado (iniciam-se os três dias)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  10. 10. Em que dia Cristo morreu?<br />* QUINTA *<br />(15 de abibe)<br />Dia denominado de “o grande Sábado”<br />- 1º dia após o sacrifício do cordeiro pascoal<br /> - O dia do preparo dos judeus para a Páscoa<br />15 do mês de Abibe (Nissan) do ano 32<br />- Quinta-feira (começo da festa dos Asmos)<br /> - Um “sábado” (dia santificado para cessação de trabalhos e repouso, por ser o 1º dia da festa dos pães asmos)<br />Quarta-feira anterior<br />- “véspera do sábado”<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  11. 11. Em que dia Cristo morreu?<br />* DOMINGO *<br />(18 de abibe)<br />Ressurreição<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  12. 12. Em que dia Cristo morreu?<br />CORPO DE JESUS NO TÚMULO<br />QUINTA: DIA E NOITE<br />SEXTA: DIA E NOITE<br />SÁBADO: DIA E NOITE<br />Mt 12:40<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  13. 13. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Traição<br />1) A traição era banida.<br /> 2) Pela traição de Judas o acusado foi apresentado.<br />Prisão<br />1) Não era prevista a Prisão Preventiva, somente a Prisão em Flagrante Delito.<br /> 2) Jesus foi procurado e preso ilegalmente a noite, sem qualquer mandado de prisão.<br />Investigação<br />1) Previa investigação e acusação, sendo necessário ter conhecimento do crime que lhe era atribuído.<br /> 2) Não existiu qualquer investigação.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  14. 14. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Interrogatório<br />1) O interrogatório era previsto no Tribunal.<br /> 2) Houve interrogatório ilegal por Anás.<br />Confissão<br />1) A confissão era proibida, porém se associada a duas testemunhas formavam as provas.<br /> 2) Não houve confissão.<br />Testemunhas<br />1) Imprescindível, no mínimo, duas testemunhas desde que não houvesse contradição.<br /> 2) Foram aliciadas 08 testemunhas, porém tão contraditórias que os membros do Tribunal as dispensaram, sendo convocadas mais duas que também não foram concordes.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  15. 15. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Julgadores<br />1) Os membros do Tribunal tinham que ser notificados oficialmente.<br /> 2) Foram convocados com urgência no meio da noite, e somente os que haviam se reunido par a prisão de Jesus.<br />Impedimentos<br />1) Havia proibição de que qualquer parente, amigo ou inimigo do acusado o julgasse.<br /> 2) Os membros do Tribunal eram inimigos.<br />Julgamento<br />1) Nos dias anteriores a festas era proibido qualquer prisão ou julgamento.<br /> 2) A prisão e julgamento de Cristo foram na véspera da sábado de Páscoa.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  16. 16. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Rito<br />1) As assembléias e Comissões dos Tribunais tinham datas oficiais para julgar, sempre segundas e quintas.<br /> 2) No julgamento de Cristo foi desrespeitado as exigências legais ocorrendo na terça e quarta.<br />Competência<br />1) Para o tipo de crime (BLASFÊMIA) atribuído a Jesus o Tribunal dos Setenta (Sinédrio) era o competente. <br /> 2) Pilatos julgou-se incompetente para julgar Cristo pelo tipo de crime e pela localidade, passando para Herodes.<br />Prazo<br />1) Em crimes de pena capital o julgamento que condenasse não poderia ser concluído no mesmo dia.<br /> 2) O Julgamento de Jesus durou menos de 24 horas.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  17. 17. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Tipificação<br />1) Era preciso para caracterizar a Blasfêmia que Cristo pronunciasse a palavra DEUS.<br /> 2) Caifás pergunta: És o Cristo, o Filho de Deus? <br /> Jesus responde: doravante vereis o filho do homem sentado à direita do Todo Poderoso.<br />Veredicto<br />1) Quando o veredicto é unânime pela condenação resulta em absolvição.<br /> 2) Concluído esse interrogatório por unanimidade proferiram o veredicto: É réu de morte.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  18. 18. O julgamento de Cristo<br />LEI MOSAICA<br />Pena<br />1) Para os crimes capitais o Tribunal poderia infligir quatro tipos de pena de morte: lapidação, abrasamento, decapitação e estrangulamento.<br /> 2) A pena foi de morte, porém o Sinédrio não tinha competência para executá-la. Somente o Governador – Procurador Pôncio Pilatos é quem tinha o poder, porque queriam que fosse por crucificação.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  19. 19. O martírio de Cristo<br />Açoitamento (flagelamento)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  20. 20. O martírio de Cristo<br />Coroa de espinhos<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  21. 21. O martírio de Cristo<br />O “Patibulum”<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  22. 22. O martírio de Cristo<br />Traspassamentos<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  23. 23. A morte na Cruz<br />Respiração na Cruz<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  24. 24. A Morte na Cruz<br />Rupturas e Efeitos internos<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  25. 25. A morte na Cruz<br />JEOVÁ (IHWH) na Cruz<br />Ex 3:14<br />Jo 12:32-34<br />Jo 8:58<br />Mt 27:37<br />Mc 15:26<br />Lc 23:38<br />Jo 19:19<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  26. 26. A morte na Cruz<br />“E, clamando Jesus com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isto, expirou”<br />(Lc 23:46)<br />“Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai”<br />(Jo 10:17)<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  27. 27. LIÇÕES BÍBLICAS<br />1. A Cruz não é símbolo de maldição;<br />2. Jesus assumiu o nosso lugar na Cruz;<br />3. A dor e o sofrimento de Jesus foram indescritíveis;<br />4. Jesus, sendo Deus, abriu mão de Sua glória, mas não de Sua divindade;<br />5. O único meio de ser salvo é através de Cristo.<br />Prof. Robson T. Fernandes<br />
  28. 28. Revista CALEBE<br />Blog do CALEBE<br />caleberobson.blogspot.com<br />

×