TERMODE INQUIRIÇÃO TESTEMUNÌ:                                                        DE                         Aos vints ...
,,:                                               I t*Cã--i ,"..                                               l+= [      ...
TERMO INQU                                    DE   IÍì]ÇÃODETESTEMUNHÍ., 3           Aos dezesseis  3                     ...
,-]                                            Fl l{r 05p                                                   U)r:r,3    :  ...
.,:.-:                                            N                               TERMODE INQUTRIÇÃO TESTEMUNHA           ...
-tl-1
üjl                                           I rrr*,           í,    .Pì                                           twl   ...
nairlp-                                                    FL .                                                           ...
HHq35-                           TERMO lNQt.rlì(ìíjÃ0 ].ESì.[]MUÌ..                                DE             DU      ...
I     :rt     .".                                         JUNTADA               Aos vintec rur diasdo trôs t[: ,:do do iur...
)--l:::l       i.,:r      t;
: n :: ,"1.i aã8É :                                                                   ÍF:.":+ia                           ...
{;(     / 6Ê/,:Jü;q-€$.-al,Ì.:                           /^/Al                     LJu            C/AÚ               . ?  ...
rHr"lrjtà            A vida            rnudouÁfì         15Ì                         vaLQUiBra                            ...
.??ïl:j                                     N.                                         ErcrÍvêoae3I3I.&                   ...
:l..:::,:13::               È   I , .l      -s           ÌÊ$-:      È      s                   Ëid                   .È   ...
l6   ,,1a,, 16"           i ,- i l , . ]-  )           . ll i i.  l, .--)_  .. . , I            i            I       .   i...
c > | ucl<>       /.17 /sal         ..        .r {     ,..rlnr@                          I                          Ìar   ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Varginha 02

311 visualizações

Publicada em

Vejam este e outros mais no blog
http://ufosanonimos.blogspot.com.br/p/caso-varginha-o-mais-importante-ja.html

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
311
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Varginha 02

  1. 1. TERMODE INQUIRIÇÃO TESTEMUNÌ: DE Aos vints um dias do mes de niaiOdo ano de mil novecelr.,r;.. ,,Lr,.ìì[a sels,na e Escolade Sargentos Armas (EsSA).coirrpareceutestemunh;, dasAÍmas(EssA).c0lrpareceu das a testemunh;, ..rrLj ANDRE ..rrLì :-t9-oja -o9.Ì{S"ntos Art ,q.rtANDREìv LUIZ MARTINS,FiscalAdministrativc EsSd Idt Íro0).j...,,.....-J-i, ÍÌlho de ãa ALEXANDRE, MARTINS FILHO e de MARIA ApARECIDÀ .trt_Es MARTINS, residente Rua na luque de caxias,332, nestacidadg o qual foi iquirido sobreo fato - :.^.:gïr Ì"Iya no033 Aj-G 2, de t 0 de Mai le, o qúathe foi ierguntadoseo Maj"] RAMIRES, nb dia vinte e dois do mês de janeiro de mi novecçmos noventae sers, e compareceuDiúsão Administrativa?.Respondeu sim,queo Maj RAMIREScompareu a que paraa Íeuniãoidiári4 ondeeramemitidas diretúes da Divisao,a quaro Maj RAMiRES as era subordinado admif,istÍativaÍuente tocarte a aüvidades manutenção, no de trarÌspoÍtee,; combusíveis.Feiguntado coúece ou teve contato com os senhores se I.rBÌRÀARA..1. RODRIGUES|e MTORIOPACACCIM?Respondeu nãocoúeceraispessoas. que;._ E oomo nadamaisdissonemlhe foi perguntado, o encaegadodestasindicância deu por fildo o prbsente depoimento, qual lido è achado o conforme, devidamente vai assinado por esse oficial sindicante pelatestemuúa. e H : Mt-c- - RENE JAIRO F,,TGUNDES Cel Cav.:, Sirrclicante,1Ã Testemuúat /5t:lr *r
  2. 2. ,,: I t*Cã--i ,".. l+= [ Ug*J TERMo tNetir:{çÀo DETESTEMUN:t,,ì DE Aos vìnte e dois dias do mês cle maio do ano de miÌ novc( r:,ti,r - i,).. çrttiì e seis,na Escolade Sargentos Armas (EssA),compareceutestemur.ìhâ,t.en das a l" Cav LUIS ry$LaUE AMoRMIdt 02s452413-5 n Mincx,filhoer.n.òtiõDoMtNcoí;; de lüOU"t -r_y4ruA OSVALDARAMOSDE ÀMORhU,residente Ruapresidente Dutrano50-D-centro,nesta na cidade.o foi perguntado podiacomprovar rotinade quar se ai trabalho 1Ten Inf uÁncto LÌnz pASSoúIaEnlo iesponaenào si4queno do üryq e dois dejaneiro,segunda-feir4o Ten fnÉnfô Ìo que P na Escolade S-argentos iArmas,às horas, 9a-< 07:00 quart€r trabarha "o-p"r"""u dechefèda onde exercendorìnção a d: BCSv,e Comandante ?elotão de policia do Exército (íel pE) para a do lljryl }ryq.lgli""t o pel do BCsv,comandando pE logo apósrealizando trabalhos 3u na Seção BCSvatépor volta das 11:15horas;que do iogã ús dirigru_se o almoço para no às 13:15horaspuiu 6.rnatu.udaiarde como pel pÈ;que ï:ï"_,*então desde "fi=ïru,:"j:Tpd" encontrava-se " trabalhos 3, seção atÉ 16:00 as horas rearizando na doBCSv;qìe a partii destei mo$ry9 realizouo Treinamento FísicoMilitar ate por voria das l7:r5 togo apósdirigiu-separasuacasa;qu€ dia23 lan 96,terça_feir4compareceu no à f91alOu9 a Íônnatura r$JA para madnal,eque tambémrealizoutrabaljro:; j,, Seçãodo rrii BCSv,almn-çando,na Escol4que às 13:15 horas tambémparticipr_,1. .,,,,,ì!:turada tarde .t; com o BCSv,realizando trabalhosna nìesnìâseçãoaté ài t6:00 t rÈ,,, ,:: :rs 17:30 horas dìrigiu-se para sua casa. Perguntado se conhece ou teve co!,iir.. -rrr. os senhorôs UBIRAJARA RODRIGUES e VITORIO pACACCINI?Responr1.. .-.. conhecerais pessoas,,í E como nada mais dìssee nern lhe foi perguntado,deu elcarregado o desta sindicância findo o presente por depoimento,o [áo é achado qual conlbr.nre,vai dividamente assinado esse por oficialsindicante pelatestemuúa. e Sindicante ffi Testemüúa
  3. 3. TERMO INQU DE IÍì]ÇÃODETESTEMUNHÍ., 3 Aos dezesseis 3 dias do mês de maio do ano de mil novecentos noventae seis,na e Escolade SarlentosdasArmas@sSA),compareceu a t.rt.rút u,o Sr ENIO CUpOLLLO : , Idt NO M-137676-2,flIhO ANTÔMO CUPOLLIO E MARIA IMBROZI dE CuPOLLILO,iesidente na Rua Paraguai. no266-Baino Jardim cidade.Perguntado .Améric4nesta sobreo fato de o lo ren MÁRcIo LUIZ pASSos TIBERIo ter ido à suaresiilência, dia 22.lan 96?Respondeu sim,que 10Ten ï|BERIO chegou no que - o por voltadai 19:30 horas,saindo tornodas22:00horas. em ? E como nlda maisdissenem lhe foi perguntado, o encarregado deu destasindicância :, por findo o presentedepoimento, qual lido e achado o conforme,vaileidarnente assinado por esseoficial sindicante pelatestemuúa. e i / / ízz2 ?../.:zí/-ta ENÍO CUPOLILLO Tcstcmunba I - : l r-. .
  4. 4. ,-] Fl l{r 05p U)r:r,3 : s- SRI,ÍO INQUIRIçÃO DE TESTEMUNTIA NB r i - . 49. _{*sete diasdomêsdemaíodo anodemil novecemosnoveÍÌta seb,na e e Etcola ds Sárgientos AÍmas(EsSÀ),compareceu ús ; test;rúqu .. Sgt.DÃlïiiõ IIIÌ$T^D9 LoRENzO,rdr.f rraízsas3_:, nu,"-ã"-.rrtil .j ^,Lorsro LoREÌ{zOMARtzEïs rÁrMA c,_xlÇaríes L-oÁ1, . . , -i.1nte DE e ns úr . na Dr MOACIRREZEITJDE"a. 570,nesta Av cidadc, q"A f"i lú"fria" o ìr.rr.i,:, _riroconstant€ na - de 1o.11{-no_$t 4i-G.2, l0 dei{aix, p"rgu"tuao, .oì,r_. ì, SsrVALDIR CABRÀL ,. PEDROSd respondar sirn, que perffiadoseo f, Sgi.,.,,.,.r.;.,r-.o*p*** aoexpedi€nte diasvintee doiJ.e nos ünre e trêsdejaneirodÊnïi ,,or,.u-ntt e aov€ata seis seo mêsqop€r&rneceu s e s os_diâsoitados todosdenro seuro"arderúalho e não ae tinbasearrseuudo rnomento eü argurn aquart"rareotõ-t"rpoia"" ,iÃì qr" ã sg, do q* PEDROS Ínabalhou normalnorylenn h.çoo *.d, úu!íogulit"ao * rygs ;; leve c,o,gdoicomos seohores UBIRAJARÀ RODRIGUES WfónfO PÀCÀCCú? e "ril*":. I(espondÉü nãocoúecetsispe6sôas. qde E como nada maisdisse rhefoi pergunadq o encarregado sindicância neÍn deu desta-:) g gpryue depoimemo,qua üàoã achaó;;"f;;;, o ry1tnOo pore8sç devidarnezrre aesinadof OÍcratsiÍÌdicãlte pela e tese$unha_ RENEIAIROFIôÌjNDES - CEIC&V:r! Sindicanteana.:
  5. 5. .,:.-: N TERMODE INQUTRIÇÃO TESTEMUNHA DE Aos dezessete do mêsde maiodo anode mil novecentosrìovcnta seis, dias e e na Escola Sargentos Armas@sSA);compaÍeceu de das a testemuúa, Kl.tiBER DOSRÊIS Cb DOMINGOS,; Idt n041997954-7, fitho de JOSE DOMINGOS Nu.t.O e AURÍLÌA APARECIDA BORGES DOMINGOS,residente Rua Brasit,:, ,r,.r na . nesta cidade ,o qualfoi inquiridosobre fato cot.rsrante portaria 033 - ,,r o na n. .r de Mai,96- perguntado, conhece l" SgÍ Vi1.1,,r.ì se o C^JiRAL PEDRC, .,r.,Lr oue siò- ...-i perguntado o lo sgt PEDROSA se cornDârrìíier"Ì ao expediente i.. . dos , ,{oisa vinteÉ -- a, cincode janeiro mil novecentosnoventa seise se o mesÌr!(, de e e :,-,:íi.iiieceu dias t-... os citados todosdentrode seulocalde trabaiho nãotinhaseausentado moÌnento e çn alsuml . do aquadelamento, respondeu sim e que o Sgt pEDRosA trabalhou que normalmentJem suas funções nestes dìas.Perguntado a quanto tempoestáno Exército(EB),respondeu que J; 9Ìiín9-F!à05(cinco)anose04(quatro)meses.PerguntadoqualasuaQualificaião Militar(QM),respondeu é a QMo7-0I:operador Microcomputador que dõ perìuntadose "# antesde entrar para o EB já era habilitadoa trabalharcom informática,respãndeu ,ff-l- - que não,que niecânico automóveis.Perguntado habilitação iniormática o ; era de se esia em foi queposibilitou a suainclusão Reengajamentos nos Sucessivos,até atingirumaprovávelI Estóilidade EB,respondeu sim.Perguntadosuaprovável n9 que se F,stabilidade profissional é devdoàs_oporhrnidades o EB lhe proporcionou,respondeu sim.perguntado é que que se casado têmjfilhos,respondeu é casado não tem filhos.perguntado sua esposâ e que e sJ que não.Perguntado têm casa própria,respondeu se que sirntem 02(duas)nun terreno.Perguntado têm automóvel,respondeu não.perguntado se que se têm de saúde,respondeu não.Perguniado er;tí: precisando que se de dinheiro,respondeu não.PeÍguntado coúece ou teve corjti,r ..r.n os senhofes que se . LIBIRÀJARARODRIGUESe WTORÌO PACACCINI,responcl.-.:. r.ìnlìeceo Sr . VITÔRIO PACACCINl.Pergunta<.1,r onde conhecr (:È VfTóRIO PACÀCCIM,respondeu o citadocitlarlÍoesteve suaresir:.. que em ..,:1,,!nente o com professor PETRI,por voltadas22:00hora,Jo dia ABR 96.Per.,.. c motivoda visit4respondeu era obterinformaçòes que sobreo provável Ei.lrclg,,rLatl.: qualfoi sua rcspost4respohdeu a seguinte:que podiafalar,pois estèva foì não não autorizado dar a declarações sem autoüação do Comandoda EsSdconformeprescreve Regulamento o Disciplinardq Exército.Pergrmtado que atribui o fato da ida dessaspessoas sua a à residênci4respondeu descoúece,pois houvecontatocom tais pessoas.Perguntado que não se foi ele que, deu os nomes dos militares EsSAparaaquelas da pessoas,respondeu que não,poissegundo Sr PACACCINI,eIe haüa Ìnantidocontatocom algunsmilitarese o já queria obter riraisdadossobreo fato atravésde outras informações. Perguntado o Sr se PACACCIMgitouo nomedosmilitares,com quais tevecontâto,respoÍldeu ele,o os ele que SR PÀCACCINI,não poderia citá-los devido às suas patenres e funções desempeúadas.Perguntado sobre quem poderia ter dado esses nomes ao Sr PACACCIM,T, espondeuque descoúece,eque não se interessouem perguntar quem foi,procurando encerrar quantoantesaquele o diiílogo.Perguntado o Ten TIBÊRIO é seu se Cmt de Pelotão,respondeu não,que que apenas "serviço" Pel PE.Perguntado já tira no se trabalhou Cia deMnt e Tmp como MajorRAMIRES,respondeu nrio.Perguntado na cluc se é habilitadoà dirigir viaturas miliiares,respondeu não.t.. .. :.-t., se o Cel que VANDERLEIé um bom CornandanÌe.respondeu quecomoprolìlr: .i. , , l),:rguntado se o Sr PACACCINI outrapessoa ou <lualrluer procurou lhe novi:.!,, ,.,::,1i r,:... ÌÍatardesse assunto,respondeu não.Perguntadot-.,nalgomaisa declari:. que se , t,.ro,respondeu quesim:que informou Sr PACACCINI gravidade ao da daquela ,,.;,1r, ....iiscos quea presença indesejada taispessoas,para de tal assunto,poderia de rriìlar ..:,iijLil e quesolicitei à que desde suachegada se retirasse,pois visitacolocaria riscoa minhasituação sua em profissional peÍanteo Comaldo da EsSA;que primeirahora do dia segÌ:inte na pÍocurei o Cap CARLETTO,S/4do BCSv,parapedirJhe diretúes paÍa falar com o Mâjor
  6. 6. -tl-1
  7. 7. üjl I rrr*, í, .Pì twl TERMODEINQUIruÇÃoDE ïEsÏEMUNHA Aos dezessete do mesde maiodo ano de mil nôvecentos noventa seis,nâ dias e e _eyta_{-sarqentos dasArmas@sSA),compareceu;ú;"r;;; 3" sgr Mât Bel VALDTR ERNESTO MENDESDOSSANTOS, Nô Idt 019623863.8 EX. fiIhO VALDIR DAS M,iN dE 9ruçaS DOS SANTOSe MARTA RISOLETA MENDES SANTOS,residenre rua na cabo Benedito Alves,232, Bairro coti4 nestacidade,o qual foi inquiridosobreo fato ï! corultante Portariano 033 - Aj-G.2, de r0 de Mai 96, pìrguntado se era na ocasiãoo oa : l{Sj!tj!!te_{a, lompaúia? respondeu sim,poisesrava que respondendo lugardo 3" Sgi no j IOGERIOJALES, o.quarestava fériãsperguntadoseforâ ele querntiroú asrartas de ãa cia^IVÍnt Tmp nos dia ünte e dois e ünte e trés de Janeirode mil nòvecentos noventa e e l e !_"tsa_{f_spqqeu que sim.Perguntado estavampresent€sna forn.ntura os Cabos se WELBE& VASSALOe Soldados MELO e CruOf Respori.i:.. ,.; nãose lembra, DE . poisfazesse serviço todos dias sãornriilas os e nriritares tir:ir:. ... para :l queos militares :r,tado sabia se citadosanteriormente ÍòÍirn escalad.os nriìi.., , :.. j,i.r.ii como conduzirem gl - =uJ_utal Ton para serem manuterÌidas concessioniii, ;i,.i:OES_gENZ, _I na (AtJToMACo) responder: não sabìa.perguntado soubeti:i r,,.irczada missão, que se -. respondrcu todosna Cia sabiam eraparafazeralinhamento oarânceamento que que e dos pneus. Perguntado üu os militares. se conduzindo viaturas as respondeu sim,queviu as que üaturasno retomo ao final do expediente dia 25 Jang6.perguntado coúecia ou teve do se CONtâtO óSSEúOrE COlÏt UBIRAJARARODRIGTIES VITÓRIb PACACC.INI?RCSPONdCU E queúo coúecetaispessoas. E como inda maisdissenemlhe foi perguntado, o encanegado deu destasindicância por findoo piesente depoimento, qualliào ã achado o conformqvai devidamente assinado a.1 por esseoÊcidl sindicante pelatestejnunha. e -. FAGUNDES- Cel Cav Sindicante ,], VALDÌR M. DOSSANTOS-3" Sgt l estemunha
  8. 8. nairlp- FL . L :_, TERMODE INQUIRIÇAO TESTEMUNI.IA DE Aos dezessete do mêsde maio do ano de mil novecentos noventa seis,na dias e e:) Escoia de Sargentos das ArÍnas @sSA),compareceu testemunh4o FuncionárioCivil a ORLANDO SIQUEIRA BRASIL, Idt M 2.117.055, filho de RUBENS DA COSTA BRASIL e MIARIANA SIQIIEIRÀ BRASIL, residente rua Três pontas,291, baino na Monte Alegrg nestacidade,o qualfoi inquiridosobreo fato constante Ponarialo 033 - na Aj-G.z,de 10.de Mai 9ó,respondeu queno diaúrttee Írêsdejaneirode mil novecentos o e noventa seis,por ordemdo CapRAMIRES,foi até a cidade VAIìGINHA-MG,em e de uma üatura tipo Korúi na firma AUTOMACO, com uma nota de empenho paraacertaÍ.11 serviço batdnceamerto de e aliúamento oito camiúões de Mercedes tseru,modelol4l8,e tratou o s€rviçopaÍao dia seguinte. dia seguinte, No conduziu doiscaminhões parteda pela manhã, sendo foi na Kombi,junto oomo motorista, cadacaminhão que e conduzido um por soldado como chefeum cúo. Na parteda tardeconduziu ç pelo mesnro rnetodomaisdois caminhões, retornando volta dai dezessetetrinta horai.No dì:, ;;.,i:iite levoumais por e duasviaturas, alérnda Kombi, e a tarde levou as duasúltimas , , . .,,asião,houve problemas o equipaÍnento concessionária, não poder;:.ir,:, .. .r,-,rviço,qual com da que o combinaÍam realizaroutrodi4 quando crluipamento o estivesse dj,.,.r,, .i. !,erguntado se durante serviços trajetoocorreu os ou algoanormal? Respondeu -. ,1,, ;rLristinhadado instruçãoao membÍos equipepara não sairemda oficina enquarìro chegasse, da Íríìu pois durante todoio serviço, estavarealizando outrasmissões VAIìGINI-IA-MGcom a eln üatura KombN porérn,no último sêrvigoquando estava por retornando, volta dasdezessete hoÍas,pegaÍrdo saída um foÍté temporal,que escrreoeu na toda a cidade.Perguntado se houvemudança rota?Respondeu o trajeto sempre EsSA- AUTOMACO-EsSÀ. de que foi.. ?erguntado lembÍaos nomès motoristas? se dos que Respondeu não,Perguntado lembra se queos Cabos IVASSÀLO,SdDE MELO e o SD CIRILO foramria missão, respondeu que lembra-se sorirente CaboVASSALO e o Sd DE MElO.Perguntado conheçe do se os seúores UBiRAJARA RODRIGUESe VITORIO PAcACCIú?Respondeu que não coúecetaispêssoas. E oomo nadamaisdissenemlhe foi perguntado, o encaregado deu destasindicância por findo o prlesente depoimenteo qual lido e achado vai conforme, devidamente assinado por esse olciql sindicânte pelatèstemunha. e -- ,4rt--- .! .)a-- RËNElÃfdlrrcUÌ.lDES - CelCa" Sir:dicante; .)i1 ãá*"a9ra*"ez-.-E*^.ç-l ORLANDO{IQUETRA BRASIL Testêmuúa :
  9. 9. HHq35- TERMO lNQt.rlì(ìíjÃ0 ].ESì.[]MUÌ.. DE DU Aos vinteum dias do mêsde maiodo anode mil novecerìtos|oventâe seis, e na Escola de Sargentosdas Armas (EsSA),compareceu testenunl.ÌzÌ, SÍ WELdER a o NEIIDES RODRIGIIES, e4 cabo do exéroito, Idt no M-5.308.091- Estadode Minas GCrAiS, dE SEBASTIÃORODRIGUESE dCMARI.A DE LOURDES] rCSidENtC fiIhO NA Av OrlandoJqséde Andradq 161,Íìêstacidade,o qual foi inquiridosobreô fato constante naPortaÍiano033 - Aj-G.2, de 10 deMai 96, o quallheforamfeitasasseguintes perguntas: i)Quantosanòsficou no Exército?Respondeu dois anos,onze meses ünte e nove que e dias.2)Quandb baixa?Porquê? deu Respondeu deu baixaem primeirode marçode mil que novecento_s e novenlae seis,porquefoi trabalhar com seupai, paraauxilialo. 3)eual foi a suaQualificação Militar?Respondeu 0l-07 (zeroum zerosete), era motorista infantâria, de habilitado dir,igirüaturasaté setetoneladas. a 4)euandoentrouno Exércirojá eramotoristá ? Reqpondeu lOue sirn" que era motoÍista amador.5)Além de motorist4recebeu outra habilitação?Qual? Respondeu não,era só motoÍista.6)Qua1 a suaCia no Batalhão que era de Comandosl Serviçosda EsSÀ?Respondeu era a Companhia Manutenção e que de e Transporte. 7)Você estatrabalhando ?Onde? que Respondeu trabalht por conla própri4 auxiliando pai, que é pecuarista. seu 8)Vocêé casado? Responder, ir:jr; 10)Vocé ,ìii. foi para escalado integrar comboios lbrama VÀRGINHA-Mü.., ..., .,,;,:aminhões aos que da EsSAparaserem manutenidos concessionária Mercedes-Berrz,r i{rMACO, entre na da ..,r os diasvintee doise vintee seisde maiodeste ? RespondeL, .:::.quefoi no dia ano ,.lr!Lr vinte e cinco. l2)Você se lembrados companheiros Íbr.i.,, ... .rrrio os outÍos que camiúões? que Respondeu sim, quelbram o caboVASSALO,t-rserrr:.:r OIìIANDO, e maisos soldados WESLEI e CLAUDIOMIR" como acompaúantes. l3)Quemfoi o chefe i do comboio?Respondeu que foi o Serúor ORLANDO.I4) Aconteceualgo, ou fato diferentena üagem à VARGINHA-MG? Respondeu não.15)A que horasterminoua que missão? que Respdndeu terminouno finalzinhodo expediente.16) Perguntado coúece ou se teve çodato com os Seúores UBIRAJARA RODNGIIES e VITORIO PACACCINI? qub Respondeu não,poisnãotemteÍnpo para isso. E como nadamaisdissenemlhe foi perguntado,.deu encarregado o destasindicância por findo o pigsente depoimento, qual lido e aúado conforme, clevidamente o vai assinado por esse oficial sindicante pelatestemuúa. e - O FAGUNDESCelCav:"t.:. . RODRIGUES
  10. 10. I :rt .". JUNTADA Aos vintec rur diasdo trôs t[: ,:do do iurodcmil Dovcc-. . - | .:l r sois,faço l juniadaaosprgscntes aÌrtosilo$rii,oiuÌÌcntos adia to s, quc j, Ì. R€portageÌn JonÌaise Rêvistas: d,Js - Estadodc Minas-26Mar 96-terça-feirn; - Folhado Sul (TC)-06Àbr 96-sábado; :, . - qú d" Minas-03Abr 96auarôa-feira; i - Sul deMinas-04Abr 96- guinta_feira; - Estado Minas-29MaÍ 96-sexúa-feirâ: dc ..:: - Estâdo Minas-O8 96<uarta-feírá: de Mai - SuIde Minas-Og g6quiDiâ-feiÍ4 Mai *ì - Sul de Minas-t0 Mai 96*exta-feira: - Esüado Minas-I 1 Mai 96-sábado; de - NotíciasPopulares-l Mai 96-sábadol I i - Estado Minas-I3 Mai 96-segunda-feira; de : - Folhado Sul-semanrírio 12à lg Mai 96: de - Reúsra..ISTOE ,-22Mai g6nuarta-fcira. i j - 2.Cópia Notade Empeúqemitida EsSÀ,cnr da pela lavordafirma AUTOMACO: - 3. Cópia Noral,iscai 0037lt8,euririda .., . . : : OMACO,cm da l" p..:. favor da EsSA: 4. Cópiadaslichas Controle saída Virrirr:.: ii., Corpo de de de da Guarda; 5. Cópiado Bl n" {)lì7,de Mai 96-Designaçiì,,..ricrtffÌ,gado l0 .ì. da Sindicância. B-..- òíï ./. RENEJAIROFAGUNDES- Cel Cav Sindicante _:.tr
  11. 11. )--l:::l i.,:r t;
  12. 12. : n :: ,"1.i aã8É : ÍF:.":+ia i. a.õ -.i"r È . o:j -E *ã ç, E I !:: rìP. ìãi,iã õa íè I E r i i: ,:í:: çï € Ê. ,.l ,.).ti: -=:: =, i- *ii :- " :- r i; =: 3 B A E õ 3 BiFál è E LËIq : i$[g$ ,, i.:ï3 B ã:19 ãËÍi; éE: g:6 e : tr E 2 . i j gL 3,8 : : , . : : a ! ËgFíã: àã ; Í 3 8 ÈÍ,: E, é6 Ë5**ãFAË p: E $ i Ë 5ã g q:i ?ï ÊÊic 9 i í11 ït-,,,: e-gà ã 3 t e Èt - - J, : . . .. i: v) q q É ti *E ts .Èç it....ti .ï .,,iira Ì ì . l i : 1 ilt li,f.fl:i ,. rj Ì ;r ii l " - : r i I l , :.i r i ii.,.: l ,Ì.:;í: 1 , , ,
  13. 13. {;( / 6Ê/,:Jü;q-€$.-al,Ì.: /^/Al LJu C/AÚ . ? . . , ^i
  14. 14. rHr"lrjtà A vida rnudouÁfì 15Ì vaLQUiBra soFRE trsr;;i com poÌìÌmt comentáÍios o caso-i. sobre4 olh06 Iã!i.o!1.:&. Sârgblto: Qüodvt:t: Helen3S[vÀ h êssuhd&r lho dado rÌìia. sól LúzÀl6ÌEbrôo:,: ção,âlà duas€s1,: d0me$ro 0 c€so.:,") )ls"Ì:. .1i::l-i a_r,
  15. 15. .??ïl:j N. ErcrÍvêoae3I3I.& I;.q-/),i41,f,4 sry^9..e.à - f.f,ts.râ -$ì1.$ Á T - : 0 a 0 q) kI Fì - E,:I e3E€ttãËË bY -q"i $l +. .t-( ! l.Èl a ÈÈl trl sË Ël,qw " E;.: #ç { > âld ? E aË Ë .Fl ã ã E lÏsiãËÈËË eE ïl õ è oil.e
  16. 16. :l..:::,:13:: È I , .l -s ÌÊ$-: È s Ëid .È .È .FÌ Èl ! ll ii õ i .? .9< ,;tÌ,y,rE P..r F .6 --( lt ã õô Écaõ= õ: ..àà .:iã.,ã e i s . * :ËEì. - ËiEÌiË.F E À ã E.! Ë o , õ.: ãã> " rÉ"Ë Ë , E 3õ rË*$ÈË
  17. 17. l6 ,,1a,, 16" i ,- i l , . ]- ) . ll i i. l, .--)_ .. . , I i I . i* i. i . l I ì
  18. 18. c > | ucl<> /.17 /sal .. .r { ,..rlnr@ I Ìar .,: ..1i rìi;" üElooHè6âõiqúo. do3.Àmâ4 dà.ïrÈ CoEqõ.!, r.dr.bttgado um d€ EÍô de vs4 nh! ; to:negacaptutr,.rïET de-j. diz quend,o enuolueu t,,i,i se no .. ,:tginha ,, a lscolao sous in&sranrês não elìrÍnandoaÍue tudo o í{lì(,flr erâ :) = rúvoram qualquormÌr:çio con os dnh4 dtsi !f fstosàìudidos.B0ju{ilicou o si- 0 úóÌogoUlirsjsranodrjguus, €dlo ìenciodo E órcilo em Ìoìsçãoâo por sra Yez, tsr Ìecebidocom diz bôr slB mz diz tér Ìê:êììdò dm caso dEÌmsndo oue "n6trhum& Ítúaslldado aslnformaçop.s coìì ""- pelo generèl:1 Uma,Gaün- &firúa ch8gê quieh. s noniurÌÌiÌ.a, ummal.e$- rlrr xfologÈ,6 o , rclorçoÌì. Àioftíal daÌrots,o cotrìsndanls 0s quls8 quatromases qur1|ln dê BsSÂdiz qüo têm côrtozndo lÁ du!! B polEÌnlca sobrao erÌìn. cimontodô crhnr&s oxtraterres- ss!so,,súerá aYa- tÌôs om Vôrglnhs são. segundo JohnMa.k JáleYe€xperiência t!ídú dpssês opl- Ublllildrs, louco t€mpo pera sc de contntog c,otn extratsrÌ$tr€s,. oXe qu6e v€Ìdsde osd6o- úo8ar À wrdadodosfâtos."0s be tondoInsplrado personag€d. o. ì: ^q-1 Jlpói st mosma".O g6!€rel Gôs rnÀÈ |.mososcôsrlnÍnd t)rirúipal do lilÌno lntrderc, quê.. qulsÌ€sponder poÌguntÂs, durar eÌios ê multâôYcz6_ È iì:írr ,rìll ílnfenômonos ufológicos, ì.:;l-1^|,:

×