PESQUISA: PRINCÍPIO
CIENTÍFICO E
EDUCATIVO
MEDIADOR: SUELI MASCARENHAS
CURSISTA: RITA DE CÁSSIA TOLEDO
SECRETARIA MUNICIPA...
PESQUISA: PRINCÍPIO CIENTÍFICO E
EDUCATIVO
 A verdadeira aprendizagem é aquela construída com
esforço próprio através de ...
 A pesquisa é uma fonte de busca que permite aprender a
aprender, incorporando às novas informações ao
processo de constr...
 Faz parte do conceito de
criatividade, “saber se virar”,
inventar saídas, sobretudo
“aprender a aprender”, e isto é
prof...
 A avaliação pode conter o desafio da própria pesquisa,
como realimentação do processo de produção científica,
como busca...
O aluno precisa ser orientado e motivado a pesquisar,
elaborar seus questionamentos e buscar suas soluções,
pois ele repre...
O conceito de pesquisa é fundamental, porque está na raiz
da consciência crítica questionadora, desde a recusa de ser
mass...
É necessário definir as funções da escola, levando-se em
contado compromisso de elaboração própria, de
questionamento cria...
REFERÊNCIAS:
 DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e
educativo, 10 ed. – São Paulo: Cortez, 2003.
REFERÊNCIAS:
 DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e
educativo, 10 ed. – São Paulo: Cortez, 2003.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pesquisa e ensino

233 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado como exigência do Curso AVA 2013 sobre a importância da pesquisa no ensino.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
233
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pesquisa e ensino

  1. 1. PESQUISA: PRINCÍPIO CIENTÍFICO E EDUCATIVO MEDIADOR: SUELI MASCARENHAS CURSISTA: RITA DE CÁSSIA TOLEDO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL CURSO AVA 2013
  2. 2. PESQUISA: PRINCÍPIO CIENTÍFICO E EDUCATIVO  A verdadeira aprendizagem é aquela construída com esforço próprio através de elaboração pessoal. Para tanto, o caminho é a biblioteca, onde é preciso munir-se de leitura farta, para dominar posturas explicativas, entre elas escolher a mais aceitável e a partir desta elaborar uma própria, mesmo que seja síntese.
  3. 3.  A pesquisa é uma fonte de busca que permite aprender a aprender, incorporando às novas informações ao processo de construção do próprio conhecimento.
  4. 4.  Faz parte do conceito de criatividade, “saber se virar”, inventar saídas, sobretudo “aprender a aprender”, e isto é profundamente pesquisa. É o aluno que deve saber descobrir o que ler, quanto ler, como ler, para formar o seu próprio juízo.
  5. 5.  A avaliação pode conter o desafio da própria pesquisa, como realimentação do processo de produção científica, como busca de redirecionamentos, superações e alternativas.  A forma mais fecunda e conveniente de avaliar é motivar a produção científica em ambiente próprio, com liberdade acadêmica, na qual o estudante possa enfrentar o desafio de crescer por si.
  6. 6. O aluno precisa ser orientado e motivado a pesquisar, elaborar seus questionamentos e buscar suas soluções, pois ele representa o futuro professor e cidadão que deve ser capaz de buscar soluções plausíveis para os problemas sociais de seu meio . Não adianta simplesmente ter acesso a Internet e outras tecnologias se não souber utilizá-la de forma positiva. Assim, o papel do professor deve ser de orientador na construção do conhecimento. Para isso, esse educador precisa ser um pesquisador e elaborador de seu próprio material.
  7. 7. O conceito de pesquisa é fundamental, porque está na raiz da consciência crítica questionadora, desde a recusa de ser massa de manobra, objeto dos outros, matéria de espoliação, até a produção de alternativas com vistas à consecução de sociedade pelo menos mais tolerável.
  8. 8. É necessário definir as funções da escola, levando-se em contado compromisso de elaboração própria, de questionamento criativo, de desdobramento do senso pela descoberta e pela criação, chegando-se ao seu núcleo político de atuação social consciente.
  9. 9. REFERÊNCIAS:  DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e educativo, 10 ed. – São Paulo: Cortez, 2003.
  10. 10. REFERÊNCIAS:  DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e educativo, 10 ed. – São Paulo: Cortez, 2003.

×