Perturbações no equilibrio dos ecossistemas

1.833 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.833
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perturbações no equilibrio dos ecossistemas

  1. 1. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 1
  2. 2. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas Ao longo da história da Terra tiveram lugar catástrofes naturais de origem diversa que desencadearam grandes alterações no equilíbrio dos ecossistemas, conduzindo mesmo à extinção de numerosas espécies. espécies. Às catástrofes naturais juntam-se, com as sociedades juntammodernas, novas ameaças relacionadas com as múltiplas actividades humanas. humanas. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 2
  3. 3. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas Catástrofes naturais Intervenção humana na Natureza Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 3
  4. 4. CATÁSTROFES NATURAIS Acidentes que ocorrem sem intervenção directa do Homem e que colocam em perigo a existência da Vida. Vida. Catástrofes naturais Sismos Vulcões Tempestades Inundações Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais Secas Incêndios 4
  5. 5. Sismos Os sismos e os vulcões são manifestações da intensa actividade geológica da Terra que podem causar elevados prejuízos humanos e materiais. materiais. Os sismos de grande magnitude podem provocar a formação de tsunamis, avalanches de neve ou de terra e modificar a direcção dos rios, destruindo habitats e comunidades. comunidades. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 5
  6. 6. Sismo de Kobe A cidade de Kobe, no Japão, foi atingida por um terramoto de 7.2 graus na Escala Richter em 17 de Janeiro de 1995. 1995. O sismo ocorreu às 05:46 05: horas locais e tratou-se de tratouuma catástrofe que resultou em mais de 6000 mortes e mais de 40000 feridos. Para feridos. além de Kobe, abalou as cidades de Osaka e Quioto. Quioto. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 6
  7. 7. Sismo de Kobe Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 7
  8. 8. Sismo de Kobe Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 8
  9. 9. Tsunami do Índico No Oceano Índico, a 4000 metros de profundidade, ocorreu a 26 de Dezembro de 2004, cerca das oito da manhã (hora 2004, local), um terramoto que teve epicentro no mar (devendo por isso ser designado como maremoto) a 260 quilómetros a maremoto) oeste da costa de Aceh, ilha de Sumatra (Indonésia) . O abalo teve magnitude sísmica de 9,0 na Escala de Richter, sendo o sismo mais violento registado desde 1960 e um dos cinco maiores dos últimos cem anos. Ao tremor de terra anos. seguiuseguiu-se um tsunami de cerca de dez metros de altura que apagaram do mapa ilhas, praias e povoações, submersas numa densa camada de lodo e água. água. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 9
  10. 10. Tsunami do Índico O Tsunami atravessou o Oceano Índico e provocou destruição nas zonas costeiras da África oriental, nomeadamente na Tanzânia, Somália e Quénia. Quénia. A onda gigante deslocou-se deslocoua mais de 500 quilómetros por hora, e levou apenas seis horas a chegar ao continente africano, a mais de 5000 km de distância. distância. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 10
  11. 11. Tsunami do Índico Os países mais afectados foram: foram: Sri Lanka, com milhares de mortos e milhões de desalojados; desalojados; Índia, nomeadamente os estados de Tamil Nadu, Andhra Pradesh e os arquipélagos Andaman e Nicobar onde algumas ilhas foram totalmente submersas; submersas; Indonésia, ilha de Sumatra estado de Banda Aceh; Aceh; Tailândia, especialmente as estâncias turísticas das Ilhas Phi Phi e Ilhas Phuket; Phuket; Malásia; Malásia; lhas Maldivas, onde dois terços da capital, Malé, foram inundados pelo tsunami; tsunami; Bangladesh. Bangladesh. Morreram 250 mil pessoas. pessoas. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 11
  12. 12. Tsunami do Índico Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 12
  13. 13. Ilha de Sumatra (Indonésia) Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 13
  14. 14. Ilha de Sumatra (Indonésia) Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 14
  15. 15. Sri Lanka Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 15
  16. 16. Índia Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 16
  17. 17. Tailândia Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 17
  18. 18. Tailândia Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 18
  19. 19. Vulcões Os vulcões podem expelir durante a sua actividade grandes quantidades de piroclastos, gases e lava que, no seu trajecto, causam a destruição de habitats e comunidades. comunidades. Os gases, cinzas e poeiras reduzem a penetração da radiação solar e alteram a temperatura e a composição da atmosfera. atmosfera. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 19
  20. 20. Monte Pinatubo (Filipinas) O Monte Pinatubo é um vulcão activo localizado na ilha Luzon, nas Filipinas. Filipinas. A sua última erupção ocorreu em Junho de 1991 com a morte de 800 pessoas. pessoas. Após 500 anos inactivo, o vulcão entrou em erupção produzindo uma das erupções mais violentas do século XX. XX. Milhares de casas foram destruídas. destruídas. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 20
  21. 21. Tempestades As tempestades são manifestações actividade atmosférica da Terra. Terra. da intensa ManifestamManifestam-se por chuva intensa, acompanhada de vento e trovoada. trovoada. Durante as tempestades, formamformam-se frequentemente tufões, tufões, tornados e furacões. furacões. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 21
  22. 22. Furacão Wilma O Furacão Wilma, que devastou as costas do México, Haiti, Cuba e Flórida (EUA) em Outubro de 2005, foi o mais violento 2005, de que há registo no Oceano Atlântico. Atlântico. EstimaEstima-se que seus ventos máximos superaram os 300km/h 300km/h em alto-mar. alto-mar. Provocou 63 mortes. mortes. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 22
  23. 23. Cuba Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 23
  24. 24. México Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 24
  25. 25. Flórida (EUA) Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 25
  26. 26. Inundações As inundações são acumulações de grandes quantidades de água em locais habitualmente secos e que podem causar perdas de vidas e imensos prejuízos económicos. económicos. A principal causa das inundações ou cheias é o excesso de precipitação, que faz aumentar o caudal dos cursos de água. água. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 26
  27. 27. Nova Orleães Muito de Nova Orleães está localizado abaixo do nível do mar, e protegida de enchentes do rio Mississippi através de diques. diques. Nova Orleães foi atingida em cheio pelo furacão Katrina em 29 de Agosto de 2005. Chegou com ventos de 250 km/h e foi 2005. responsável pelo aumento do caudal do rio Mississipi que transbordou do seu leito e inundou a parte mais baixa da cidade. cidade. Em 30 de Agosto de 2005, alguns dos diques que cercavam 2005, Nova Orleães cederam à grande pressão das águas do Lago Pontchartrain, inundando mais de 80% da cidade, atingindo80% atingindose uma profundidade de 7,6 metros. Cerca de 200 mil casas metros. ficaram debaixo de água, deixando cerca de 3 milhões de pessoas desalojadas. Mais de 1000 pessoas perderam a desalojadas. vida. vida. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 27
  28. 28. Nova Orleães Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 28
  29. 29. Nova Orleães Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 29
  30. 30. As inundações da Europa Central, em 2002, 2002, provocaram a morte a mais de cem pessoas e causaram prejuízos de mil milhões de euros. euros. Dresden (Alemanha) Europa Central Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 30
  31. 31. Europa Central Písek (Rep. Checa) Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 31
  32. 32. Europa Central Písek (Rep. Checa) Praga (Rep. Checa) Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 32
  33. 33. Secas Seca é um fenómeno climático causado pela insuficiência ou inexistência de pluviosidade numa determinada região por um longo período de tempo. tempo. As consequências da seca incluem a diminuição nas reservas de água potável, o aumento dos incêndios florestais, a diminuição da biodiversidade, a queda de produtividade agrícola e a desertificação. desertificação. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 33
  34. 34. África A seca é uma das principais causas de pobreza no mundo, e está a forçar 135 milhões de pessoas a emigrar dos seus países. países. Na Nigéria, segundo estimativas da Cruz Vermelha Internacional, estão em perigo entre 2,5 e 3 milhões de pessoas; pessoas; no Mali, 2,2 milhões; na milhões; Mauritânia, 800 mil; no Burkina mil; Faso, 500 mil. No total, face à falta mil. persistente de chuvas no Sul de África, entre 10 e 12 milhões de pessoas enfrentam uma escassez grave de água e de alimentos. alimentos. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 34
  35. 35. África Durante uma seca, desaparece a vegetação e perdem-se as perdemcolheitas afectando os animais e as pessoas, como a fome extrema que assolou a Etiópia em meados da década de 1980 e matou um milhão de pessoas. pessoas. Live Aid foi um concerto de rock realizado em 13 de Julho de 1985. 1985. O evento foi organizado por Bob Geldof e Midge Ure com o objectivo de arrecadar fundos em prol dos famintos da Etiópia. Etiópia. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 35
  36. 36. Portugal “Seca atinge 92 por cento do território nacional. Apesar da nacional. neve dos últimos dias, a seca afecta, neste momento, 92 por cento do território nacional. As nacional. situações mais graves são registadas no interior do Alentejo e no nordeste de Trás-os-Montes, Trás-ossegundo um relatório do Instituto de Meteorologia divulgado hoje”. hoje”. 31.01.2006 Público.pt Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 36
  37. 37. Portugal Desertificação é o fenómeno que corresponde à transformação de uma área num deserto. deserto. As áreas susceptíveis à desertificação em Portugal continental estão representadas a laranja. laranja. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 37
  38. 38. Incêndios O fogo resulta da presença simultânea de três factores: factores: oxigénio - presente no ar que respiramos e que mantém as chamas; chamas; combustível - aquele que pode pegar fogo (exemplo: (exemplo: madeira, carvão, gás); gás); calor - desencadeia e dá continuidade ao processo de combustão. combustão. Basta que uma fonte de calor entre em contacto com um combustível, na presença de ar, para que um fogo ocorra. ocorra. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 38
  39. 39. Incêndios Os 3 elementos básicos do fogo são normalmente representados por um triângulo, conhecido por Triângulo do Fogo. Fogo. Calor Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 39
  40. 40. Incêndios em Portugal No Verão de 2003, Portugal assistiu à pior época de 2003, incêndios florestais de sempre. sempre. A onda de calor que se fez sentir no princípio de Agosto, com temperaturas acima dos 40º, humidade relativa 40º, abaixo dos 10%, associado a ventos fortes e 10% inconstantes, provocou a maior área ardida de todos os tempos, desde que se registam estes valores em Portugal. Portugal. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 40
  41. 41. Incêndios em Portugal A superfície ardida totalizou cerca de 425.000 hectares, 425. valor quatro vezes superior à média dos dez anos anteriores, correspondendo a 8,5% da superfície arborizada do país. país. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 41
  42. 42. Incêndios em Portugal Morreram 20 pessoas em consequência directa dos fogos e quase 4000 famílias foram directamente afectadas. afectadas. Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 42
  43. 43. Incêndios em Portugal Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 43
  44. 44. Incêndios em Portugal Os incêndios são um flagelo que todos os anos atinge uma das nossas maiores riquezas: riquezas: a Floresta! Floresta! Porque o incêndio começa muitas vezes num descuido, não deixe que ele ocorra. ocorra. Proteja as florestas! Proteja-se! florestas! Proteja-se! Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas - Efeitos das catástrofes naturais 44

×