Indicadores do estado de saude de uma populacao

527 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
527
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Indicadores do estado de saude de uma populacao

  1. 1. P
  2. 2. Indicadores do estado de saúde - São características das populações que são comuns a um número significativo de indivíduos, tendo por isso valor estatístico, o que nos permite avaliar o estado de saúde das populações.
  3. 3. A diabetes é uma doença crónica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue. Existem dois tipos de diabetes: diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2. Diabetes tipo 1 - quando o organismo não produz insulina. Este tipo de diabetes aparece normalmente antes do 30 anos e exige tratamento com insulina, para além de uma alimentação adequada e de exercício físico. Ocasionalmente a diabetes tipo 1 pode a perecer depois dos 30 anos. Os indivíduos com diabetes tipo 1 apresentam dependência de insulina.
  4. 4. Diabetes tipo 2 - quando o organismo ainda produz insulina mas a quantidade não é suficiente ou a insulina produzida não é eficaz. Aparece normalmente depois dos 30-40 anos. A diabetes tipo 2 pode ser controlada com uma alimentação adequada, com exercício físico regular e, se necessário, com medicamentos.
  5. 5. A Diabetes tipo 2, vulgarmente designada pré-diabetes ou diabetes dos adultos, está directamente relacionada com a obesidade. Assim, verifica-se que, contrariamente ao que acontece nos países em desenvolvimento, onde se manifesta nos mais ricos, nos países economicamente desenvolvidos prevalece mesmo nos estratos mais pobres da população.
  6. 6. A explicação para este facto é a mesma que se dá para a ocorrência da obesidade, isto é, uma alimentação desequilibrada associada a uma vida sedentária.
  7. 7. A Organização Mundial de Saúde (OMS) define adolescência como o período de vida situado entre os 10 e os 19 anos, dividido em dois subperíodos: de 10 a 14 anos e de 15 a 19 anos, e inclui a definição de juventude na faixa etária de 15 a 25 anos, o que compreende uma parte da adolescência.
  8. 8. A adolescência assume-se como um importante período da vida, que corresponde a diferentes tomadas de posição sentidas ao nível social, familiar e também sexual. A puberdade marca o início da vida reprodutiva de rapazes e raparigas, sendo caracterizada por mudanças fisiológicas e psicológicas. Uma gravidez na adolescência implica um duplo esforço de adaptação fisiológica e uma conciliação de duas realidades que convergem num único momento: estar grávida e ser adolescente. Nos países desenvolvidos a percentagem de gravidez na adolescência e de grávidas não vigiadas aumenta em função da pobreza e da falta de informação.
  9. 9. Em Portugal, o número de grávidas adolescentes ( Segundo a definição da Organização Mundial de Saúde a gravidez na adolescência refere-se a raparigas com idades até aos 19 anos) assume percentagens alarmantes. O Instituto de Estatística, em 2001 diz que houve 1055 gravidezes em raparigas na faixa etária dos 12 aos 16 anos que, nalguns casos não foi detectada por terceiros, até ao parto.
  10. 10. Estes indicadores apenas têm expressão nos países europeus, EUA e Canadá, já que nos restantes povos do Mundo, a gravidez, considerada precoce, é um acontecimento habitual, no contexto das várias culturas. Nos países desenvolvidos, a percentagem de gravidez na adolescência e de grávidas não vigiadas aumenta em função da pobreza e da falta de informação. A vigilância das mulheres grávidas é um privilégio de alguns estratos favorecidos da população.
  11. 11. Taxa de Mortalidade Infantil Esperança Média de Vida Taxa de Morbilidade Taxa de Doenças Infecciosas Percentagem de Doenças Cardiovasculares Percentagem de Obesos Percentagem de Diabéticos Tipo 2 Percentagem de Gravidez na Adolescência Percentagem de Grávidas Vigiadas

×