TI nos Esportes - Legados da Copa - Eduardo Levy

321 visualizações

Publicada em

Palestra sobre TI nos Esportes - Legados da Copa apresentada por Eduardo Levy durante o Rio Info 2014

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TI nos Esportes - Legados da Copa - Eduardo Levy

  1. 1. RIO DE JANEIRO, 15 DE SETEMBRO DE 2014 EDUARDO LEVY
  2. 2. o Setor de Telecomunicações instalou a COBERTURA INDOOR em todos os ESTÁDIOS da COPA do MUNDO
  3. 3. e o que é a cobertura indoor?
  4. 4. é uma solução de atendimento de telefonia móvel de última geração implantada em conjunto pelas empresas Claro, Oi, Nextel, Tim e Vivo a mesma tecnologia usada nas Olimpíadas de Londres
  5. 5. projeto dos estádios foram implantados projetos específicos para cada estádio de acordo com:  tamanho e forma  capacidade de público  quantidade de pisos
  6. 6. rede WiFi gratuita para reforçar a capacidade de transmissão de dados projeto dos estádios  solução tecnológica: DAS (Distributed Antenna System)  infraestrutura: equipamentos, rede de fibras e antenas  serviços ofertados: 2G, 3G e 4G  cobertura: arquibancadas, camarotes, corredores, vestiários, passarelas, praça de acesso e estacionamentos internos
  7. 7. antenas de voz e dados antenas de WiFi (dados) fibras ópticas Sala de 200m2 com equipamentos das prestadoras Conexão com o sistema de telecomunicações estrutura completa de solução indoor antenas de voz e dados Exemplo meramente ilustrativo.
  8. 8. infraestrutura nos 12 estádios:  mais de 164 mil metros de fibras ópticas  3.724 antenas de telefonia celular (voz e dados)  1.014 antenas de WiFi (dados) investimentos: R$ 212 milhões na cobertura indoor e R$ 14 milhões em WiFi Foto: Site Oficial do CAP
  9. 9. equipamentos detalhe da antena para cobertura das arquibancadas e camarotes
  10. 10. equipamentos detalhe da antena para cobertura das arquibancadas e camarotes
  11. 11. equipamentos detalhe da antena para cobertura das arquibancadas e camarotes
  12. 12. equipamentos detalhe da solução de cobertura para a área interna do estádio, exemplo de antena de telefonia e WiFi
  13. 13. equipamentos detalhe da solução de cobertura para a área VIP
  14. 14. equipamentos detalhe da solução de cobertura para os vestiários dos jogadores
  15. 15. foram mantidas equipes técnicas de plantão nos estádios durante a Copa equipes 1.226 pessoas trabalharam para construir toda essa infraestrutura
  16. 16. tempo para implantação número de dias disponíveis para implantação da cobertura indoor 71 70 65 62 86 150 150 dias necesários Natal Manaus Curitiba Porto Alegre Cuiabá São Paulo
  17. 17. atendimento externo para atendimento da área externa foram usadas 144 antenas, numa média de 12 por estádio
  18. 18. legado para as cidades-sede  aumento médio de 28% na infraestrutura existente  investimentos de R$ 1,3 bi  mais de 15 mil novas antenas 3G e 4G instaladas em 2013 e 2014  120 mil pontos de WiFi instalados pelas cidades  10 mil km de fibra óptica instalada
  19. 19. 119 municípios já possuem cobertura 4G, com 3,6 milhões de acessos legado para as cidades-sede cobertura 4G nas cidades-sede  até 31 dez 2013: atendimento de todas as sedes da Copa do Mundo e outros 27 municípios   até 31 mai 2014: atendimento de todas as capitais, municípios com mais de 500 mil habitantes e todos os centros de treinamento 
  20. 20. capacidade dos estádios exemplo da curva de tráfego de dados em um estádio período do jogo 11h 12h 13h 14h 15h 16h 17h 18h 19h 20h Hora transmissões de dados em GB número de chamadas de voz capacidade máxima projetada para dados capacidade máxima projetada para voz Gráfico ilustrativo. Transmissão de dados em GB e número de chamadas em mil, em eixos diferentes
  21. 21. exemplo da intensidade do sinal dentro de um estádio Cobertura projetada – arquibancada Exemplo meramente ilustrativo
  22. 22. Qual foi o resultado de todo esse trabalho?
  23. 23. 48,5 milhões de fotos enviadas dos estádios
  24. 24. 4,5 milhões de chamadas de voz nos estádios
  25. 25. 26,7 terabytes cursados nos estádios equivale a 3 milhões de vídeos de 15 segundos
  26. 26. balanço final por fase Fase Público (mil) ¹ duração média 2,4 minutos ² equivalente a uma foto com tamanho médio 0,55 MB ³ inclui partida pela disputa do terceiro lugar Chamadas de voz ¹ (mil) Conexões de dados ² (milhões) Conexões de dados (TB) Conexões / público (MB) Grupos 2.454 3.133 31,7 17,4 7,11 Oitavas de final 457 565 6,5 3,6 7,85 Quartas de final 254 405 4,5 2,5 9,73 Semifinais 121 160 1,8 1,0 8,18 Final ³ 142 211 3,9 2,2 15,40 TOTAL 3.429 4.476 48,5 26,7 7,79
  27. 27. benchmark internacional SUPER BOWL – METLIFE (Final – Broncos x Seahawks) 02/02/2014 ESTÁDIO DO MARACANÃ (Final – Alemanha x Argentina) 13/07/2014 Total de ligações completadas 144.900 70.902 Tráfego total de dados (GB) 1.642 1.448 ¹ Pico de tráfego de dados em GB 313,06 223,6 Consumo de dados/público presente (MB) 22,81 19,37 ² Público 72.003 74.738 ¹ equivalente a 2,6 milhões de conexões para transmissão de fotos com tamanho médio de 0,55 MB ² equivalente a transmissão de 35 fotos por pessoa presente no estádio
  28. 28. a Copa gerou mais de 1 milhão de conexões em roaming e aumentou a demanda normal por dados em 300% durante o período de 8 semanas Fonte: reportagem Exame http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/copa-do-mundo-aumenta-trafego-de-dados-no-brasil-em-300
  29. 29. quebrou o recorde como o maior evento nas redes sociais da história 459 185 120 25 interações no Facebook em milhões 2,6 X Super Bowl Copa do Mundo 2014 Super Bowl 2014 Olimpíadas 2012 Oscar 2014 Fonte: reportagem Exame http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/copa-do-mundo-aumenta-trafego-de-dados-no-brasil-em-300
  30. 30. os estádios Maracanã ,Mané Garrincha, Fonte Nova e Mineirão serão utilizados nas Olimpíadas de 2016 um legado da Copa para as Olímpiadas O estádio no estado de SP ainda não foi definido mas a Arena São Paulo pode ser escolhida.
  31. 31. as Telecomunicações do Brasil implantaram o que há de mais moderno nos Estádios para que todos tivessem acesso à mais alta tecnologia pelos próximos anos
  32. 32. Caminhos para o Brasil Digital Inovador e Competitivo
  33. 33. Caminhos para o Brasil Digital Inovador e Competitivo Promover o DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL com BEM-ESTAR SOCIAL, em linha com as demandas da sociedade Serviços básicos e setores estratégicos Governo digital Registros públicos Desenvolvimento de conteúdo • Educação e Saúde • Energia • Saneamento, Gestão ambiental e Mobilidade urbana • Previdência • Segurança pública • Agroindústria • Transparência e participação popular • Serviços digitais para o cidadão • Imóveis • Cidadãos • Patrimônio cultural
  34. 34. Caminhos para o Brasil Digital Inovador e Competitivo Criar condições para o USO PLENO, pela sociedade, da infraestrutura de TELECOMUNICAÇÕES Massificação de demanda • Desoneração de serviços e equipamentos para usuário final • Uso efetivo dos Fundos Setoriais e redução das obrigações regulatórias Infraestrutura • Viabilidade econômica • Uso eficiente do espectro • Simplificação e padronização de Legislações e Marcos Regulatórios • Desoneração, motivando novas tecnologias e produção de software • Uniformização das práticas para obrigações acessórias
  35. 35. Caminhos para o Brasil Digital Inovador e Competitivo Promover INVESTIMENTOS, de forma ESTÁVEL, DURADOURA e TRANSPARENTE Desenvolvimento Digital • Efetivação e Ampliação das Políticas Públicas impulsionadoras do desenvolvimento digital • Representação Institucional • Relações de Trabalho • Intensificação do uso de PPP • Desburocratização • Política Industrial motivadora de TIC
  36. 36. Caminhos para o Brasil Digital Inovador e Competitivo Qualificar CAPITAL HUMANO e garantir FLUXO CONTÍNUO DE FORMAÇÃO Recursos Humanos • Formação profissional com apropriação do uso de TICs • Capacitação para o mercado de trabalho de TICs
  37. 37. Caminhos para o Brasil Digital Inovador e Competitivo Gerar e disseminar CULTURA da INOVAÇÃO, de forma PERENE Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação • Fomento à inovação de novas tecnologias • Sigilo de Conteúdos e Segurança de Redes e Plataformas Desenvolvimento empresarial • Plataformas e aplicativos para Big Data e Internet das Coisas • Disseminação do uso de TICs nas pequenas e médias empresas
  38. 38. juntos, INFORMAÇÃO e COMUNICAÇÃO DIGITAL, com SOLUÇÕES COMPLETAS com TICs, faremos muito mais do que possibilitar as 48 milhões de selfies
  39. 39. MILHÕES de diagnósticos por imagens remotos MILHÕES de carteiras de vacinação remotas MILHÕES de escrituras de imóveis urbanos georeferenciados MILHARES de professores capacitados remotamente pelos melhores professores .... e muitos outros MILHÕES

×