Executora das políticas públicas do Governo Federal para o setor de TI
A Softex - Associação para Promoção da Excelência d...
START-UP BRASIL EM
NÚMEROS
ACELERADORAS
seleções
realizadas
STARTUPS
3 2+2
seleções
realizadas
(4 turmas)
INTERNACIONA
IS
...
PRÓXIMOS PASSOS 2014:
1. Start-Up Brasil, Programa Nacional de Aceleração de
startups.
2. Start-Up Brasil como um Programa...
VERSÃO 2.0
VERSÃO 1.0
VERSÃO 2.0
VERSÃO 1.0
> R$ 2 mi
Receita Bruta Anual
PRÉ-ACELERAÇÃO VERTICAL
PRÉ-ACELERAÇÃO REGIONAL
IMERSÃO
INTERNACIONAL
...
VERSÃO 2.0
AÇÕES REGIONAIS
VERSÃO 1.0
> R$ 2 mi
Receita Bruta Anual
SECT/FAP
VCs
VERSÃO 1.0
MDIC
MENTORIA
IDEATION
MENTORI...
Hubs
Internacionais
Acesso a
Mercado
Edital Nacional e
Internacional para
Aceleração
Ações
Regionais
e
Setoriais
VERSÃO 2....
VERSÃO 2.0
Problema:
Nos dois últimos anos com o nascimento do Programa Start-Up Brasil o
Ecossistema vital tem crescido e...
Objetivo: Auxiliar os entes federados na formatação e operação de programas
fomentadores do ecossistema empreendedor:
Meta...
Ações de alto impacto, integradas e aplicadas Nacionalmente e
Localmente
Objetivos
Criar e
selecionar as
melhores
empresas
Criar casos de
sucesso
Fortalecer a
imagem
institucional
Premissas
• Conexão com ações, projetos e instituições já existentes.
• Projetos apoiados devem ser inovadores, mas auxili...
Trilha da Competitividade IBSS
Cultura empreendedora
Meet-ups
Imersão
vocacional
Pré-
Aceleração
Ações estruturantes
Inovação e
empreendedorismo
Inteligê...
Aceleração
Validação
de mercado
Formação
de Times
Acesso a
mercado
Inovação e
empreendedorismo
Inteligência e
Observatório...
Competitividade
Organização
da Gestão
Atração
de Capital
Internacionalização
(Hubs e eventos) Inovação e
empreendedorismo
...
www.softex.br
/softexnacional @softex_nac
Rio Info 2015 - Mesa Redonda Programa Startup Brasil – Ação RJ - Diones lima
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rio Info 2015 - Mesa Redonda Programa Startup Brasil – Ação RJ - Diones lima

272 visualizações

Publicada em

Rio Info 2015 - Mesa Redonda Programa Startup Brasil – Ação RJ - Diones lima

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Rio Info 2015 - Mesa Redonda Programa Startup Brasil – Ação RJ - Diones lima

  1. 1. Executora das políticas públicas do Governo Federal para o setor de TI A Softex - Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro - é gestora, desde a sua criação em 1996, do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro – Programa Softex, considerado prioritário pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Com sede em Brasília e escritório em Campinas, a entidade coordena o “Sistema Softex”, que beneficia mais de 2 mil empresas em todo o território nacional por meio de uma rede formada por 22 Agentes regionais distribuídos por 13 estados.
  2. 2. START-UP BRASIL EM NÚMEROS ACELERADORAS seleções realizadas STARTUPS 3 2+2 seleções realizadas (4 turmas) INTERNACIONA IS NACIONAIS PROPOSTAS 183 STARTUPS APOIADAS 20% 80% 2.855 (5%~6%)
  3. 3. PRÓXIMOS PASSOS 2014: 1. Start-Up Brasil, Programa Nacional de Aceleração de startups. 2. Start-Up Brasil como um Programa Guarda-Chuva: “TI Maior das startups”. 3. Ampliação do Programa 4. Parceria Público-Privada 5. Público-alvo • Startups de software, hardware e serviços de TI • Startups nacionais e estrangeiras • Empresas com faturamento anual inferior a R$ 2MM. 6. Ampliar o impacto local (densidade): Programa Nacional com impacto local. 7. Expansão do Apoio a Hardware. 2016 PREMISSAS
  4. 4. VERSÃO 2.0 VERSÃO 1.0
  5. 5. VERSÃO 2.0 VERSÃO 1.0 > R$ 2 mi Receita Bruta Anual PRÉ-ACELERAÇÃO VERTICAL PRÉ-ACELERAÇÃO REGIONAL IMERSÃO INTERNACIONAL FOLLOW-ON FUND
  6. 6. VERSÃO 2.0 AÇÕES REGIONAIS VERSÃO 1.0 > R$ 2 mi Receita Bruta Anual SECT/FAP VCs VERSÃO 1.0 MDIC MENTORIA IDEATION MENTORIA REDE RELACIONAMENTO ACESSO MERCADO ESCALAGEM
  7. 7. Hubs Internacionais Acesso a Mercado Edital Nacional e Internacional para Aceleração Ações Regionais e Setoriais VERSÃO 2.0 =
  8. 8. VERSÃO 2.0 Problema: Nos dois últimos anos com o nascimento do Programa Start-Up Brasil o Ecossistema vital tem crescido em quase todo o Brasil, contudo os players permanecem desconectados, fragmentados e faltam disruptive business ideas. Nós precisamos dá um salto adiante em direção a criação de um ecossistema interconectado onde além de acelerar e fomentar as melhores Ideias, consigamos contribuir na criação de “disruptive business ideas” e alcançar as melhores startups para conecta-las ao Mercado. “Brasil ainda não gera Startups Globais como Silicon Valley” Solução: Ser uma plataforma integrada com os principais players do ecossistema para colaborar no crescimento, descoberta destas melhores startups no novo ecossistema e escalona-las. Como? Conectar as melhores startups com as grandes empresas. O Start-Up Brasil 2.0 é o ambiente onde as melhores Startups encontram as melhores oportunidades para peformarem.
  9. 9. Objetivo: Auxiliar os entes federados na formatação e operação de programas fomentadores do ecossistema empreendedor: Meta: Aumentar as disruptive business ideas candidatas ao edital Start-Up Brasil e sustentabilidade do programa Nacional. Estratégia: Parcerias com Estado, Municípios, empresas, aceleradoras e associações. Objetivo: Fomentar o nascimento de Startups com disruptive business ideas para setores carentes de tecnologias. (ex: Agronegócios, automotivo, saúde etc) Meta: Patrocinar Startups de setores estratégicos para o Governo e entidades setoriais. Estratégia: Parcerias com Ministérios, Estados e Municípios, empresas, aceleradoras e associações e entidades setoriais. VERSÃO 2.0 Ações regionais Ações Setoriais
  10. 10. Ações de alto impacto, integradas e aplicadas Nacionalmente e Localmente
  11. 11. Objetivos Criar e selecionar as melhores empresas Criar casos de sucesso Fortalecer a imagem institucional
  12. 12. Premissas • Conexão com ações, projetos e instituições já existentes. • Projetos apoiados devem ser inovadores, mas auxiliar as tradicionais a serem competitivos. • Ações devem estar alinhadas com objetivos das demandas do setor.
  13. 13. Trilha da Competitividade IBSS
  14. 14. Cultura empreendedora Meet-ups Imersão vocacional Pré- Aceleração Ações estruturantes Inovação e empreendedorismo Inteligência e Observatório
  15. 15. Aceleração Validação de mercado Formação de Times Acesso a mercado Inovação e empreendedorismo Inteligência e Observatório Educação Internacional Investimento Ações estruturantes
  16. 16. Competitividade Organização da Gestão Atração de Capital Internacionalização (Hubs e eventos) Inovação e empreendedorismo Inteligência e Observatório Internacional Investimento Ações estruturantes Qualidade MPS-BR
  17. 17. www.softex.br /softexnacional @softex_nac

×