Projeto Porto Maravilha
Maracanã Corcovado Copacabana Pão de Açúcar Aeroporto Santos Dumont Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km 5 km 7 km 2 km...
VÍDEO
<ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo ...
<ul><li>Características da região: </li></ul><ul><li>Delimitação:  Bairros completos (Santo Cristo,  Gamboa e Saúde) e set...
PRINCIPAIS MODAIS DE TRANSPORTE DO RIO Porto Operacional Aeroporto Internacional Rodoviária Novo Rio Terminal marítimo de ...
GRANDE RELEVÂNCIA HISTÓRICA 1710 Mosteiro de São Bento Palácio do Bispo Rua da Vala Capela e Trapiche de São Francisco 181...
GRANDE RELEVÂNCIA HISTÓRICA 1930 Arsenal da Marinha Praça Mauá Edifício “A Noite” Palacete D. João VI Estação de Passageir...
DIVERSAS CIDADES REVITALIZARAM SUAS ÁREAS PORTUÁRIAS,  CRIANDO NOVAS ALTERNATIVAS ECONÔMICAS E SOCIAIS (1/2) São  Francisc...
DIVERSAS CIDADES REVITALIZARAM SUAS ÁREAS PORTUÁRIAS,  CRIANDO NOVAS ALTERNATIVAS ECONÔMICAS E SOCIAIS (2/2) 1986 1992 Bar...
OBJETIVOS DO PROJETO PORTO MARAVILHA Criação de um novo Pólo Turístico para a cidade, com a recuperação do patrimônio hist...
VISÃO DE FUTURO:  USO MISTO COM INCENTIVO AO USO RESIDENCIAL Comercial / Serviço Residencial Turismo e Entretenimento Come...
SITUAÇÃO FUNDIÁRIA Propriedade dos Terrenos (área plana) %, 100% = 1,11 MM m 2 União Estado Município Privado
<ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo ...
FASE 1 DO PROJETO - ÁREA DE INTERVENÇÃO Av. Rodrigues Alves Av. Venezuela Av. Barão de Tefé Rua Camerino Rua Sacadura Cabr...
FASE 1 – ESCOPO <ul><ul><li>Reurbanização do Bairro da Saúde </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Revitalização da Praça Mauá e ...
<ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo ...
FASE 2 – DELIMITAÇÃO
FASE 2 – ESCOPO <ul><ul><li>Reurbanização  de aprox. 40km de vias (pavimentação, drenagem, sinalização, iluminação, arbori...
MEIO AMBIENTE <ul><ul><li>Implantação de sistema de tratamento de efluentes em tempo seco para o Canal do Mangue, Rio Comp...
HABITAÇÃO Reassentamento na própria região para as famílias que vivem em áreas de risco e habitações precárias.  Região Po...
Av. Marechal Floriano M M T BUS BUS Implantação do P.A. do Binário do Porto Trecho Av. Equador Av. Presidente Vargas Av. 3...
<ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo ...
ESTRUTURA DO PROJETO LEI 5128/2009 Área de Especial  Interesse Urbanístico AEIU Criação do Instrumento adequado: OUC Opera...
<ul><ul><li>Cobrança de outorga para a construção acima do índice de aproveitamento básico (via emissão de Certificados de...
CÍRCULO VIRTUOSO Melhores condições  urbanísticas Maior volume  de recursos  arrecadados Investimentos na  Região Portuári...
LC 101/2009: OPERAÇÃO URBANA CONSORCIADA –  EXEMPLOS <ul><ul><li>Exemplos de intervenções:  Ponte estaiada sobre o rio Pin...
LC 101/2009: GABARITOS MÁXIMOS POR QUADRA
LEI 5.128/2009: INCENTIVOS FISCAIS <ul><ul><li>Isenta de  IPTU  por 10 anos novas construções que obtenham o “habite-se” n...
<ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo ...
PROJETOS EM ANDAMENTO AquaRio Vila de Árbitros EMERJ Centro de Moda Vila de Mídia / Centro de Mídia Não Credenciada Prédio...
MUSEU DE ARTE DO RIO (MAR)
MUSEU DO AMANHÃ
AQUÁRIO
NOVA SEDE DO BANCO CENTRAL
PORTO OLÍMPICO O COI deu sinal verde para a transferência de parte da Vila de Mídia e da  construção de parte das instalaç...
2009 2010 2011 2012 2013 2014 Obras fase 2 Preparação de editais e licitação das obras fase 2 2015 2016 Aprovação das Leis...
FASE 2 –  Cronograma preliminar 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Assinatura do Contrato de PPP Mobilização, Projetos e Licenç...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rio Info 2010 - Seminário das Cidades Digitais às Cidades Inteligentes - Porto Maravilha - Felipe Goes - 02/09

2.108 visualizações

Publicada em

Rio Info 2010 - Seminário das Cidades Digitais às Cidades Inteligentes - Porto Maravilha - Felipe Goes - 02/09

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.108
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Rio Info 2010 - Seminário das Cidades Digitais às Cidades Inteligentes - Porto Maravilha - Felipe Goes - 02/09

    1. 1. Projeto Porto Maravilha
    2. 2. Maracanã Corcovado Copacabana Pão de Açúcar Aeroporto Santos Dumont Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km 5 km 7 km 2 km 8 km 6 km Oceano Atlântico LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA Rio de Janeiro Petrópolis Angra dos Reis Búzios Paraty
    3. 3. VÍDEO
    4. 4. <ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo de Implementação </li></ul></ul><ul><ul><li>Cronograma </li></ul></ul>AGENDA
    5. 5. <ul><li>Características da região: </li></ul><ul><li>Delimitação: Bairros completos (Santo Cristo, Gamboa e Saúde) e setores de bairros (São Cristõvão, Centro e Cidade Nova) </li></ul><ul><li>Área total: ~5 Milhões de m² </li></ul><ul><li>População: ~22 mil habitantes </li></ul><ul><li>IDH: 0,775 </li></ul>ÁREA
    6. 6. PRINCIPAIS MODAIS DE TRANSPORTE DO RIO Porto Operacional Aeroporto Internacional Rodoviária Novo Rio Terminal marítimo de passageiros Futuro terminal do Trem de Alta Velocidade Futura Estação do Metrô Terminais de Ônibus Central do Brasil Aeroporto Santos Dumond
    7. 7. GRANDE RELEVÂNCIA HISTÓRICA 1710 Mosteiro de São Bento Palácio do Bispo Rua da Vala Capela e Trapiche de São Francisco 1817 Armazém do Sal Rua da Prainha (Acre) Largo de São Francisco Da Prainha Morro do Castelo Prainha Pedra do Sal Morro de São Bento Morro da Conceição 1608
    8. 8. GRANDE RELEVÂNCIA HISTÓRICA 1930 Arsenal da Marinha Praça Mauá Edifício “A Noite” Palacete D. João VI Estação de Passageiros Cais da Gamboa Avenida Perimetral 2002 Edifício Rio Branco 1 Píer Mauá Polícia Federal 1817 Armazém do Sal Rua da Prainha (Acre) Largo de São Francisco Da Prainha
    9. 9. DIVERSAS CIDADES REVITALIZARAM SUAS ÁREAS PORTUÁRIAS, CRIANDO NOVAS ALTERNATIVAS ECONÔMICAS E SOCIAIS (1/2) São Francisco Buenos Aires
    10. 10. DIVERSAS CIDADES REVITALIZARAM SUAS ÁREAS PORTUÁRIAS, CRIANDO NOVAS ALTERNATIVAS ECONÔMICAS E SOCIAIS (2/2) 1986 1992 Barcelona
    11. 11. OBJETIVOS DO PROJETO PORTO MARAVILHA Criação de um novo Pólo Turístico para a cidade, com a recuperação do patrimônio histórico e cultural existente e a implantação de novos equipamentos culturais, de entretenimento e de educação. <ul><li>Recuperação da infraestrutura urbana e de transportes </li></ul><ul><ul><li>Requalificação de 1M de m² de infraestrutura urbana (drenagem; esgoto; água; telecom; energia) </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolvimento de potencial construtivo de até 5 M de m² </li></ul></ul><ul><ul><li>Geração de novos empregos, com prioridade para moradores da região </li></ul></ul><ul><ul><li>Atração de sedes de grandes empresas, empresas de tecnologia e inovação, modernização e incremento do turismo marítimo </li></ul></ul><ul><ul><li>Investimentos de R$ 3 bilhões </li></ul></ul><ul><li>Melhoria das condições habitacionais atuais e atração de novos moradores </li></ul><ul><ul><li>Crescimento do número de moradores da região de 20 mil para 100 mil </li></ul></ul><ul><ul><li>Recuperação do casario através do programa Novas Alternativas </li></ul></ul><ul><ul><li>Reurbanização de áreas carentes (Comunidade da Providência) </li></ul></ul><ul><li>Preservação e melhoria do meio ambiente, com arborização de calçadas, novas praças e parques, bem como do canal do mangue. </li></ul><ul><ul><li>Economia de consumo de água; Geração local de energias limpas; Uso de aquecimento solar; Telhados reflexivos; Ventilação e iluminação naturais; Materiais com certificação ambiental. </li></ul></ul>Cultura e Turismo Infraestrutura Habitação Meio Ambiente
    12. 12. VISÃO DE FUTURO: USO MISTO COM INCENTIVO AO USO RESIDENCIAL Comercial / Serviço Residencial Turismo e Entretenimento Comercial / Serviço Residencial/ cultural Comercial / Serviço Habitação de interesse social Residencial Comercial / Serviço
    13. 13. SITUAÇÃO FUNDIÁRIA Propriedade dos Terrenos (área plana) %, 100% = 1,11 MM m 2 União Estado Município Privado
    14. 14. <ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo de Implementação </li></ul></ul><ul><ul><li>Cronograma </li></ul></ul>AGENDA
    15. 15. FASE 1 DO PROJETO - ÁREA DE INTERVENÇÃO Av. Rodrigues Alves Av. Venezuela Av. Barão de Tefé Rua Camerino Rua Sacadura Cabral Morro da Conceição Praça Mauá Píer Mauá Rua Silvino Montenegro
    16. 16. FASE 1 – ESCOPO <ul><ul><li>Reurbanização do Bairro da Saúde </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Revitalização da Praça Mauá e de 13 vias na área plana do Bairro </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Reurbanização das vias do Morro da Conceição </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Restauração de bens tutelados no Morro da Conceição (Jardim do Valongo, Mictório Público, Casa da Guarda) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Demolição da alça de subida do viaduto da perimetral </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Revitalização do Píer Mauá </li></ul></ul><ul><ul><li>Implantação do Museu do Amanhã </li></ul></ul><ul><ul><li>Implantação do Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR) </li></ul></ul><ul><ul><li>Restauro da Igreja de São Francisco da Prainha </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de Garagem Subterrânea sob a Praça Mauá para 700 veículos </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de 530 unidades residenciais através do programa Novas Alternativas </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de novo acesso viário para o Porto de Cargas </li></ul></ul><ul><ul><li>Investimento Total de ~R$ 350 milhões </li></ul></ul>
    17. 17. <ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo de Implementação </li></ul></ul><ul><ul><li>Cronograma </li></ul></ul>AGENDA
    18. 18. FASE 2 – DELIMITAÇÃO
    19. 19. FASE 2 – ESCOPO <ul><ul><li>Reurbanização de aprox. 40km de vias (pavimentação, drenagem, sinalização, iluminação, arborização de calçadas e canteiros), implantação de novas vias e trechos de ciclovias </li></ul></ul><ul><ul><li>Implantação de novas redes de esgotamento sanitário , abastecimento de água, energia elétrica, telefonia e gás encanado </li></ul></ul><ul><ul><li>Implantação de sistema de melhoria da qualidade das águas do Canal do Mangue </li></ul></ul><ul><ul><li>Investimento Total de ~R$ 3 bilhões </li></ul></ul><ul><ul><li>Implantação de via de mão dupla interna, paralela à Rodrigues Alves ( Binário do Porto ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Demolição do Elevado da Perimetral no trecho entre a Pça Mauá e a Av. Francisco Bicalho </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de túnel entre a Pça. Mauá e a Av. Rodrigues Alves (na altura do Armazém 5) com aproximadamente 2,0 km de comprimento (dois sentidos) </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de duas rampas ligando o viaduto do Gasômetro ao Santo Cristo </li></ul></ul><ul><ul><li>Ampliação do atual túnel ferroviário sob o Morro da Providência para receber tráfego de automóveis </li></ul></ul><ul><ul><li>Implantação de mobiliário urbano , tais como abrigos para automóveis, pontos de ônibus, lixeiras, totens, painéis informativos, bicicletários, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção do novo prédio da Câmara Municipal </li></ul></ul>
    20. 20. MEIO AMBIENTE <ul><ul><li>Implantação de sistema de tratamento de efluentes em tempo seco para o Canal do Mangue, Rio Comprido e Rio Maracanã </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação do corredor verde, com a implantação de 11 mil árvores na região </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação de novas praças e parque </li></ul></ul>
    21. 21. HABITAÇÃO Reassentamento na própria região para as famílias que vivem em áreas de risco e habitações precárias. Região Portuária Território: 500 ha População: 22 mil Copacabana Território: 410 ha População: 150 mil Compromisso social Comparativo
    22. 22. Av. Marechal Floriano M M T BUS BUS Implantação do P.A. do Binário do Porto Trecho Av. Equador Av. Presidente Vargas Av. 31 de Março R. Rivadávia Correia M Construção dos Túneis sob o Morro da Gamboa Rampa de Acesso ao Binário Reurbanização dos Morros e reassentamento de população em áreas irregulares (risco). R. Santo Cristo Construção do Túnel do Binário, sob o Morro do São Bento (rocha), Prédios da Portus e Policia Federal (misto). vias atuais vias revitalizadas túneis vias futuras Av. Francisco Bicalho Construção das Rampas de Acesso ao Binário R. Santo Cristo OBRAS BINÁRIO/INFRAESTRUTURA/URBANIZAÇÃO
    23. 23. <ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo de Implementação </li></ul></ul><ul><ul><li>Cronograma </li></ul></ul>AGENDA
    24. 24. ESTRUTURA DO PROJETO LEI 5128/2009 Área de Especial Interesse Urbanístico AEIU Criação do Instrumento adequado: OUC Operação Urbana Consorciada, possibilitando investimentos em infraestru-tura com recursos privados. Objetivos: Transformação urbanísticas estruturantes; melhorias sociais; valorização ambiental. Operacionalização do instrumento e desenvolvimento da região: CDURP: Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro Incentivos fiscais para estimulo à revitalização Isenção, redução e remissão de impostos objetivando o rápido desenvolvimento da área LC 101/2009 LC 102/2009
    25. 25. <ul><ul><li>Cobrança de outorga para a construção acima do índice de aproveitamento básico (via emissão de Certificados de Potencial Adicional Construtivo - CEPACs); </li></ul></ul><ul><ul><li>CEPACs são títulos mobiliários, regulados pela CVM, e que podem ser negociados no mercado até a sua vinculação a um determinado lote; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os recursos captados deverão ser integralmente investidos na própria área. </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplo: </li></ul></ul>IAT ≤ 1, livre de cobrança IAT > 1, cobrança de outorga (CEPAC) Recursos reinvestidos integralmente na área LC 101/2009: OPERAÇÃO URBANA CONSORCIADA - CONCEITO
    26. 26. CÍRCULO VIRTUOSO Melhores condições urbanísticas Maior volume de recursos arrecadados Investimentos na Região Portuária Maior interesse dos Investidores FII
    27. 27. LC 101/2009: OPERAÇÃO URBANA CONSORCIADA – EXEMPLOS <ul><ul><li>Exemplos de intervenções: Ponte estaiada sobre o rio Pinheiros (concluída), prolongamento da Av. Roberto Marinho, construção de habitação social, transporte público (metrô e corredor de ônibus) </li></ul></ul><ul><ul><li>Potencial construtivo adicional (estoque): 3,75 Milhões de m² </li></ul></ul><ul><ul><li>Valor já arrecadado: R$ 790 milhões </li></ul></ul><ul><ul><li>Valorização das CEPACs : 15% a.a. </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplos de intervenções: Reurbanização do largo do Batata, urbanização do boulevard Av. Juscelino, Alargamento Rua Gomes de Carvalho, Passagem em desnível na Av. Rebouças (concluído), Alargamento da Via Funchal (concluído) </li></ul></ul><ul><ul><li>Potencial construtivo adicional (estoque): 1,3 Milhões de m² </li></ul></ul><ul><ul><li>Valor já arrecadado: R$ 1,05 bilhão </li></ul></ul><ul><ul><li>Valorização das CEPACs: 11% a.a. </li></ul></ul>Água Espraiada Faria Lima
    28. 28. LC 101/2009: GABARITOS MÁXIMOS POR QUADRA
    29. 29. LEI 5.128/2009: INCENTIVOS FISCAIS <ul><ul><li>Isenta de IPTU por 10 anos novas construções que obtenham o “habite-se” no prazo de até 36 meses </li></ul></ul><ul><ul><li>Isenta de ITBI as transações de imóveis onde sejam erguidas novas construções, deste que estas obtenham o “habite-se” no prazo de até 36 meses </li></ul></ul><ul><ul><li>Isenta de ISS as atividades de construção civil pelo prazo de 36 meses </li></ul></ul><ul><ul><li>Reduz alíquota de ISS de 5% para 2% para atividades de Hotelaria, Educação e Entretenimento* </li></ul></ul><ul><ul><li>Remissão de dívidas de IPTU passadas para imóveis de interesse histórico, cultural, ou ecológico, desde de que restaurados no prazo de até 36 meses </li></ul></ul>* Exceto para Av. Presidente Vargas e Av. Rio Branco
    30. 30. <ul><ul><li>Projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fase 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo de Implementação </li></ul></ul><ul><ul><li>Cronograma </li></ul></ul>AGENDA
    31. 31. PROJETOS EM ANDAMENTO AquaRio Vila de Árbitros EMERJ Centro de Moda Vila de Mídia / Centro de Mídia Não Credenciada Prédios comerciais aprovados Museu do Amanhã Museu de Arte do Rio Novo prédio da Polícia Federal Nova sede do Banco Central Restauro da Igreja de S. F.da Prainha Recuperação e retrofit do edifício “A Noite” Garagem subterrânea Reurbanização do Morro da Providência Nova estação do Metrô – Cidade Nova Museu Olímpico Studio-X Parque Tecnológico Barão de Mauá Comitê Organizador Rio 2016 e APO Instituto Rio 2016 / CDURP GVT Novo Prédio do INT
    32. 32. MUSEU DE ARTE DO RIO (MAR)
    33. 33. MUSEU DO AMANHÃ
    34. 34. AQUÁRIO
    35. 35. NOVA SEDE DO BANCO CENTRAL
    36. 36. PORTO OLÍMPICO O COI deu sinal verde para a transferência de parte da Vila de Mídia e da construção de parte das instalações administrativas na zona portuária
    37. 37. 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Obras fase 2 Preparação de editais e licitação das obras fase 2 2015 2016 Aprovação das Leis Obras fase 1 Fase 1 Publicação do Edital CRONOGRAMA
    38. 38. FASE 2 – Cronograma preliminar 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Assinatura do Contrato de PPP Mobilização, Projetos e Licenças Via Binária Infra-estrutura Túnel sob Rodrigues Alves Urbanização

    ×