ICANN 50
Londres
Boletim informativo
empresarial
Por que um Boletim informativo empresarial?
Este Boletim informativo tem o objetivo de ser uma revisão resumida dos destaq...
Acrônimos
ASCII – Código padrão americano para o Intercâmbio de informação
ATLAS II – Segunda cúpula At-large
BGC – Boston...
2
Estreias locais: Foco em Londres e região
A cerimônia de abertura da 50ª ICANN teve os discursos de Ed Vaizey, Ministro ...
3
Cerimônia de boas-vindas e sessão de abertura do presidente
A cerimônia de abertura da 50ª ICANN contou com a participaç...
4
O Presidente e CEO da ICANN Fadi Chehadé fez uma atualização sobre as operações da ICANN, que
abordou principalmente cin...
5
Operações da Divisão global de domínios
O trabalho da Divisão global de domínios (GDD) da ICANN é importante para as emp...
6
Aceitação universal de TLDs
Do início da Internet até 2000 o número de TLDs era pequeno e o formato dos nomes de domínio...
7
Colisão de nomes
As empresas e seus operadores de rede devem saber que suas redes internas podem ser afetadas pela
deleg...
8
Questões de segurança e estabilidade
O SSAC realizou sua sessão pública em 26 de junho. Patrik Fältström, Presidente do ...
9
Grupo de registro de marca
O Grupo de registro de marca (BRG) realizou uma sessão pública no domingo, 22 de junho de 201...
10
O GAC reafirmou seu compromisso de envolvimento com os atuais processos para tratar a transição da
administração do gov...
11
contratos da ICANN sejam consistentes com o desenvolvimento de uma Internet que represente um
lugar seguro para transaç...
12
também abrangeu a discussão sobre a transição da administração das funções da IANA, a
responsabilidade da ICANN e a gov...
13
A Organização de telecomunicações da comunidade (CTO) realizou o Fórum de DNS da comunidade
de 2014 com a colaboração d...
14
Período de inscrição de bolsas de estudo para a 52ª ICANN em Marrakech
O Programa de bolsas de estudo da ICANN busca pa...
15
Infográficos úteis (clique para ampliar)
Funções de IANA Proteção de marca
comercial
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ICANN 50 Business Digest_Portuguese

332 visualizações

Publicada em

Este Boletim informativo tem o objetivo de ser uma revisão resumida dos destaques do Encontro público da corporação internacional para atribuição de nomes e números (ICANN). Ele apresenta as informações relevantes para várias partes interessadas de empresas afetadas pelo trabalho da ICANN, com uma linguagem corporativa de fácil entendimento. Envie suas opiniões e comentários à equipe de participação corporativa da ICANN pelo e-mail businessengagement@icann.org.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
332
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ICANN 50 Business Digest_Portuguese

  1. 1. ICANN 50 Londres Boletim informativo empresarial
  2. 2. Por que um Boletim informativo empresarial? Este Boletim informativo tem o objetivo de ser uma revisão resumida dos destaques do Encontro público da corporação internacional para atribuição de nomes e números (ICANN). Ele apresenta as informações relevantes para várias partes interessadas de empresas afetadas pelo trabalho da ICANN, com uma linguagem corporativa de fácil entendimento. Envie suas opiniões e comentários à equipe de participação corporativa da ICANN pelo e-mail businessengagement@icann.org. Para manter as empresas interessadas informadas sobre o trabalho da ICANN, governança da Internet e a participação do mundo corporativo, este boletim informativo empresarial é complementado por dois espaços on-line que têm o objetivo de informar e promover a troca de ideias contínua com os líderes corporativos interessados: o feed do Twitter @ICANN4biz e o grupo do LinkedIn ICANN for Business. Todos podem se inscrever, participar debater e se envolver, bem como enviar comentários. Outra forma de saber mais sobre o trabalho da ICANN é por meio dos guias infográficos. Uma seleção de infográficos úteis pode ser encontrada na página 13 deste Boletim informativo empresarial. Resumo executivo O encontro público ICANN 50 foi realizado em Londres de 22 a 26 de junho de 2014. Com cerca de 4.000 inscrições e 3.115 participantes na lista de presença, o evento foi a maior reunião na história da ICANN. Essa foi a primeira reunião da ICANN em Londres e o status da cidade, como um centro de negócios global, refletiu nos números impressionantes da participação do setor privado na reunião: 621 participantes se identificaram como pertencentes ao setor de negócios e 210 deles estavam participando de uma reunião da ICANN pela primeira vez. Esses números de participação foram resultados de um conjunto de fatores, inclusive da discussão em andamento girando em torno do anúncio do governo dos Estados Unidos dos planos para a transição da administração das funções de IANA - Autoridade para atribuição de números na Internet que a ICANN coordena - para a comunidade global de múltiplas partes interessadas e a organização de alguns eventos paralelos juntamente com a reunião de Londres:  O Fórum de sistema de nomes de domínio (DNS) da comunidade de 2014  A segunda Cúpula At-large (ATLAS II)  A Reunião de governo de alto nível realizada pelo governo do Reino Unido Seguem abaixo algumas conclusões importantes da reunião:  Como era esperado, a maior parte da discussão durante a reunião ficou centralizada no processo de transição da administração da IANA e no aprimoramento da responsabilidade da ICANN.  Com o Programa de novos domínios genéricos de primeiro nível (gTLDs) em fase de implementação, os problemas de colisão de nomes, aceitação universal de TLD e o WHOIS foram os principais tópicos de discussão. A 50ª ICANN foi o espaço para os solicitantes e novos registros discutirem a evolução do Programa de novos gTLDs com a equipe e para conhecer casos de sucesso e planos de negócios dos solicitantes de novos gTLDs.  Os grupos relacionados ao setor de nomes de domínio formados paralelamente à ICANN estão liderando novas formas de interação com a organização.  Com a conclusão da reunião do NETmundial e o Painel de alto nível sobre a Internet global e os mecanismos de governança, o debate sobre a governança da Internet está centralizado agora em como implementar as lições aprendidas desses processos.
  3. 3. Acrônimos ASCII – Código padrão americano para o Intercâmbio de informação ATLAS II – Segunda cúpula At-large BGC – Boston Consulting Group BCUC – Grupo constituinte de usuários comerciais e empresariais BRG – Grupo de registro de marca DNA – Associação de nomes de domínio ccTLD – Nome de domínio de primeiro nível com código de país CSG – Grupo de partes interessadas comerciais CTO – Organização de telecomunicações da comunidade DNS – Sistema de nomes de domínio DNSSEC – Extensões de segurança do sistema de nomes de domínio EWG – Grupo de trabalho de especialistas GAC – Comitê consultivo para assuntos governamentais GDD – Divisão de domínios globais GNSO- Organização de apoio para nomes genéricos gTLD – Nome de domínio genérico de primeiro nível IANA – Internet Assigned Numbers Authority (Autoridade para atribuição de números na Internet) IDN – Nome de domínio internacionalizado IPC – Grupo constituinte de propriedade intelectual ISPCP – Grupo constituinte de provedores de serviços de Internet e provedores de conectividade LINC – Lebanon Internet Center (Centro da Internet do Líbano) NTIA – Agência nacional de telecomunicações e informações SSAC – Comitê consultivo para segurança e estabilidade Para obter mais ajuda com os acrônimos contidos neste relatório, consulte o Glossário de acrônimos da Organização de apoio para nomes genéricos (GNSO) da ICANN.
  4. 4. 2 Estreias locais: Foco em Londres e região A cerimônia de abertura da 50ª ICANN teve os discursos de Ed Vaizey, Ministro da Cultura, das Comunicações e das Indústrias Culturais do Reino Unido, da Baronesa Rennie Fritchie, Presidente da Nominet e do excelentíssimo Carwyn Jones, Primeiro Ministro do País de Gales. O Sr. Vaizey compartilhou algumas percepções sobre como o governo do Reino Unido está fazendo o país e o ambiente para a Internet prosperarem: os incentivos fiscais para inovadores e empreendedores, associados à implementação de conexões de banda larga muito rápidas fez com que a economia digital do Reino Unido representasse mais de 8% do PIB do país – mais do que em qualquer outro país do G20. A Baronesa Fritchie também falou sobre o avanço da economia digital no Reino Unido. Lançado em 1985, o Nominet é o registro de código do país mais antigo e hospeda a presença on-line de mais de 3 milhões de negócios do Reino Unido. Para atender ao público com conhecimentos técnicos entre os 36 milhões britânicos que usam a Internet todos os dias, a Nominet abriu registros para nomes de domínios .UK mais curtos (em oposição a .CO.UK, .ORG.UK ou .ME.UK). Os registros para nomes .UK atingiram a marca de 50.000 nas primeiras 24 horas da disponibilidade – sendo o primeiro o famoso comediante Stephen Fry - e 100.000 em 3 de julho de 2014. O Primeiro Ministro Jones agradeceu à ICANN e à Nominet pela possibilidade de construir uma página do País de Gales on-line com os novos gTLDs .WALES e .CYMRU que apoiará a ‘marca Wales’ e incentivará o reconhecimento internacional ajudando a atrair investimento interno, a promover as exportações galesas e a aumentar a economia do país. Ele também anunciou os planos do governo galês para introduzir banda larga rápida em 96% dos domicílios e a instalação de um Ponto de troca de Internet em Cardiff. Aqui estão outros números interessantes da Internet relativos à Londres e ao Reino Unido:  A economia da Internet atualmente representa cerca de 8,3% do PIB britânico, de acordo com o estudo do Boston Consulting Group, The Connected World. Essa não é apenas a maior porcentagem em relação a qualquer outra nação do G20, mas esse valor deve chegar a 12,4% em 2016 tornando a economia da Internet maior do que quase qualquer outro setor econômico exclusivo, inclusive serviços financeiros, construção e ensino.  83% dos domicílios do Reino Unido têm acesso à Internet. 73% dos adultos compravam bens e serviços on-line em 2013, quase 20% a mais do que em 2008.  De acordo com pesquisa da empresa de contabilidade UHY Hacker Young, a Cidade tecnológica de Londres liderou os registros de geração de novos negócios no Reino Unido, lançando mais de 15.000 empresas start-ups apenas no ano passado. A pesquisa da Oxford Economics prevê que o setor tecnológico digital de Londres deve gerar um aumento de £12 bilhões (20 bilhões de dólares) na atividade econômica e 46.000 novos trabalhos na capital do Reino Unido na próxima década.  A pesquisa da South Mountain Economics prevê que, na próxima década, o setor tecnológico digital de Londres deve crescer a uma taxa média de 5,1% ao ano, uma taxa mais rápida do que a do Vale do Silício. A equipe da Europa da ICANN organizou uma sessão para discutir o atual desenvolvimento da Estratégia de participação da ICANN para a Europa. A equipe de participação corporativa trabalhou com a equipe de participação regional e com os representantes dos grupos constituintes da região para realizar divulgação estratégica e preparação para a reunião. Você pode ouvir o seminário na Web pré-ICANN 50 para empresas que nunca participaram, criado para explicar o que acontece em um encontro da ICANN e que grupos constituintes do setor de negócios participam ativamente do desenvolvimento de políticas aqui.
  5. 5. 3 Cerimônia de boas-vindas e sessão de abertura do presidente A cerimônia de abertura da 50ª ICANN contou com a participação de uma variedade de oradores e convidados. Os temas comuns de seus discursos foram a apreciação dos avanços apresentados para o modelo de múltiplas partes interessadas pelo Encontro multissetorial global sobre o futuro da governança da Internet (NETmundial) e dos recentes processos desencadeados pelo anúncio da Agência nacional de telecomunicações e informações (NTIA) dos Estados Unidos dos planos de transição da administração das funções da IANA para a comunidade global de múltiplas partes interessadas. O Presidente da ICANN Steve Crocker abriu a cerimônia e aproveitou a oportunidade para reconhecer o trabalho da comunidade da ICANN e para agradecer especificamente a Raul Echeverria e Lesley Cowley por suas funções como Diretor Executivo do Centro de informação de redes do Caribe e da América Latina (LACNIC) e CEO da Nominet, respectivamente. Avri Doria também foi agraciada com o primeiro Prêmio Ethos com várias partes interessadas da ICANN, uma distinção que reconhece os participantes da ICANN que se dedicaram profundamente a soluções baseadas em consenso e a importância do modelo de múltiplas partes interessadas da ICANN para a governança da Internet. Adicionalmente, Dr. Crocker elogiou o trabalho da Equipe da revisão de responsabilidade e transparência 2 (ATRT2) e anunciou que a Diretoria deve aprovar uma resolução adotando todas as recomendações incluídas no relatório. Por último, Crocker também falou sobre o processo da revisão de WHOIS e reconheceu o trabalho do Grupo de trabalho de especialistas (EWG) sobre os serviços de diretório de gTLDs, cujo relatório final foi publicado dias antes do início da reunião de Londres, em 6 de junho, e que passará por um extenso período de avaliação. Os principais oradores da cerimônia foram Ed Vaizey, Subsecretário de Estado da Cultura, das Comunicações e das Indústrias Culturais do Reino Unido e a Baronesa Rennie Fritchie, Presidente da Nominet, Registro .UK da Internet. Conforme mencionado anteriormente, o Excelentíssimo Carwyn Jones, Primeiro Ministro do País de Gales, também discursou. Outros convidados que discursaram na abertura de cerimônia foram:  Imad Hoballah, Membro da Diretoria do Lebanon Internet Center (LINC, Centro da Internet Libanês) O Dr. Hoballah descreveu as conquistas do LINC. Essa organização ascendente de múltiplas partes interessadas foi fundada em 3 de junho de 2014 e está encarregada de gerenciar o ccTLD .LB libanês, bem como desenvolver e melhorar a rede de Internet local e de promover a capacitação da sociedade local nesse setor em crescimento.  Lu Wei, Ministro de Administração das Questões do Ciberespaço da China O Ministro Lu compartilhou algumas das impressionantes estatísticas sobre a penetração da Internet e do crescimento da economia digital chinesa: mais de 600 milhões de usuários, 1,2 bilhões de usuários móveis, 500 milhões de usuários de Weibo, 500 milhões de usuários de WeChat, 4 milhões de sites, faturamento em e-commerce de £1 trilhão que contribui com mais de 10% do crescimento da economia do país. O ministro também manifestou apoio à participação de todas as partes interessadas na governança da Internet.
  6. 6. 4 O Presidente e CEO da ICANN Fadi Chehadé fez uma atualização sobre as operações da ICANN, que abordou principalmente cinco pontos: 1. Transição da IANA Em 14 de março de 2014 a NTIA anunciou sua intenção de promover a transição da administração das funções de IANA para a comunidade global de múltiplas partes interessadas. A NTIA pediu que a ICANN, como contratada para cuidar das funções da IANA e coordenadora global do DNS, organizasse um processo com múltiplas partes interessadas para desenvolver uma proposta para a transição. O resultado desse processo foi a publicação de um Processo para desenvolver a proposta e próximas etapas em 6 de junho de 2014. Esse documento estabeleceu a criação de um Grupo de coordenação composto de 27 membros de 13 partes da comunidade da Internet para determinar o melhor caminho a seguir para a transição das funções de administração da IANA. A primeira reunião presencial do Grupo de coordenação aconteceu em Londres em 17 e 18 de julho de 2014 no Hilton London Metropole Hotel. O processo de transição da administração das funções da IANA está inter-relacionado com as discussões sobre o aprimoramento da responsabilidade da ICANN. Em 6 de maio de 2014, a ICANN publicou um documento para comentário público, iniciando a discussão sobre o aprimoramento da responsabilidade da ICANN. Esse processo de responsabilidade está previsto para ser coordenado pelo Grupo de trabalho de responsabilidade da ICANN, composto por membros da comunidade, bem como por especialistas no assunto em diversas áreas. Saiba mais:  Acesse o site de Transição da administração das funções da IANA da NTIA para obter recursos e informações sobre o processo.  Leia a transcrição ou ouça a gravação das sessões da ICANN 50:  Aprimorando a responsabilidade da ICANN  Transição do controle das funções da IANA pela NTIA 2. Globalização e endurecimento das operações e da organização da ICANN Fadi descreveu os pontos essenciais da estratégia de globalização da ICANN que incluem divulgação e canais de serviço ampliados, pontos de contato de participação e localização do idioma dirigida pela comunidade. Um claro caso de sucesso da globalização das operações da ICANN é o departamento de Conformidade contratual, que agora oferece apoio 24 horas por dia em todo o mundo, em 9 idiomas e com processos padronizados. Outros pontos importantes abordados pelo CEO foram: 3. Grupo de trabalho de especialistas sobre os serviços de diretório de gTLDs, 4. Evolução da Divisão global de domínios e 5. Governança da Internet. Esses tópicos foram abordados com mais detalhes em outras partes desse informativo.
  7. 7. 5 Operações da Divisão global de domínios O trabalho da Divisão global de domínios (GDD) da ICANN é importante para as empresas que solicitaram novos gTLDs, e também para as empresas que estão pensando em fazer essa solicitação em futuras rodadas. As empresas que estejam pensando em evoluir sua presença on-line registrando novos nomes sob os gTLDs disponíveis também acompanham seu trabalho de perto. Com mais de 300 novos gTLDs autorizados para a raiz da Internet, a reunião de Londres funcionou como palco para que os solicitantes e novos registros discutissem a evolução do programa de novos gTLD com a equipe da ICANN e para que aprendessem sobre as práticas recomendadas para a operação de registros. Pela primeira vez a GDD teve uma cabine de informações nos locais da reunião como um ponto de encontro exclusivo para ajudar os participantes a se conectarem com os membros apropriados da equipe da GDD e agendar consultas. Para obter uma descrição resumida de cada sessão, leia a publicação no blog, “ICANN 50: Londres – sessões da divisão global de domínios (GDD)” de Akram Atallah, Presidente da Divisão global de domínios da ICANN. Saiba mais: GDD e o programa de novos gTLDs  Seminários na Web da GDD A ICANN realiza vários seminários na Web sobre assuntos do programa de novos gTLDs. Veja as gravações, ouça o áudio e/ou faça o download das apresentações e documentos de perguntas e respostas. Você também pode ver as datas dos próximos seminários na Web.  Anúncios Obtenha as informações mais atualizadas sobre o programa de novos gTLDs, inclusive estatísticas de contratação.  Estatísticas do programa de novos gTLDs Um panorama das solicitações durante as fases do programa. Atualizadas semanalmente. Os tópicos de especial interesse abrangem: casos de sucesso de novos gTLDs, aceitação universal de todos os TLDs e colisão de nomes. Explicamos esses tópicos a seguir: Casos de novos gTLDs Embora a maioria das sessões nas reuniões da ICANN se concentrasse em assuntos operacionais e de política, a sessão sobre casos de novos gTLDs serviu para uma discussão aberta com os solicitantes de novos gTLDs sobre sua visão em relação aos TLDs, planos de negócios, desafios e ao futuro do setor de nomes de domínio em geral. Como oradores estavam Dirk Krischenowski da otBERLIN, Jordyn Buchanan da Google e David Green da KPMG. Para o setor privado, algumas das conclusões das discussões são que novos gTLDs criam a oportunidade de aumentar a visibilidade, aprofundam o reconhecimento da marca e geram confiança entre os consumidores.
  8. 8. 6 Aceitação universal de TLDs Do início da Internet até 2000 o número de TLDs era pequeno e o formato dos nomes de domínio era simples. Todos os domínios terminavam com uma das várias terminações comuns como .COM ou com um código de país com duas letras como .DE. A partir de 2001, novos tipos de domínios foram e estão sendo, introduzidos:  TLDs ASCII de mais de 3 letras (tal como .INFO); e  desde 2010, os TLDs incluíram caracteres não latinos (como, por exemplo, ".рф"). Além disso, com a aprovação da Diretoria da ICANN do novo programa de gTLD em 2011, a porta foi aberta para inclusões mais frequentes de domínios de primeiro nível legítimos. Os desenvolvedores de software preocupados com a velocidade, segurança e facilidade para o usuário, fizeram escolhas que restringem o uso de novos nomes, por exemplo, com a limitação de domínios de primeiro nível que um usuário pode especificar em uma caixa de lista suspensa ou com a inclusão de uma lista estática do que é considerado um domínio de primeiro nível válido. Em função desses impedimentos "gravados no código" e das poucas atualizações, os novos nomes enfrentam problemas de aceitação. É necessária a cooperação dos fornecedores de software, desenvolvedores de ferramentas de código aberto, provedores de serviços da Internet, desenvolvedores de site e outros para que esses novos TLDs fiquem disponíveis a todos que os usam. Existem três problemas a serem resolvidos:  Remoção de "falso positivo" nos filtros evitando o uso de novos TLDs,  A capacidade de renderizar (visualizar e gravar) todos os nomes em script nativo,  Obtenção do nível desejado de segurança e conveniência em um DNS que muda rapidamente. Com essa finalidade, em 18 de junho de 2014 a ICANN publicou um roteiro da iniciativa de aceitação universal, que está aberto para comentário público até 8 de agosto de 2014. Saiba mais: Aceitação universal  Sessão pública de aceitação universal de TLDs na 50ª ICANN  Página de comentário público para o roteiro preliminar de aceitação universal de TLDs.  Página inicial de aceitação universal de TLDs Essa página Wiki da comunidade será atualizada para refletir o histórico e o progresso em relação a esse tópico. Para enviar dúvidas ou contribuir com material adicional que possa ser útil em futuros trabalhos sobre o assunto, envie um e-mail para tld-acceptance@icann.org.
  9. 9. 7 Colisão de nomes As empresas e seus operadores de rede devem saber que suas redes internas podem ser afetadas pela delegação de novos gTLDs caso tenham sido configuradas de uma forma que as torne suscetíveis à colisão de nomes. Uma colisão de nomes ocorre quando uma tentativa de conexão a uma extensão de nome usada em um espaço de nome privado (por exemplo, em uma rede interna, o uso de um domínio de primeiro nível não autorizado ou um nome curto não qualificado) resulta em uma consulta ao DNS (Sistema de nomes de domínio) público. Quando as fronteiras entre os espaços de nomes privados e públicos se sobrepõem, a pesquisa de endereços de Internet pode produzir resultados involuntários ou prejudiciais. Em maio de 2013, a ICANN encomendou um estudo para explorar o escopo e o risco da colisão de nomes com relação a novos gTLDs. Depois disso, houve uma série de propostas e períodos de comentários públicos, que resultaram no Plano de gerenciamento de ocorrências de colisões de novos gTLDs, a seleção de um líder para criar uma “Estrutura de gerenciamento de ocorrências de colisões de nomes”, em cooperação com a comunidade, e a publicação do Caminho alternativo de relatórios de delegação para todas as cadeias de caracteres de gTLDs, exceto 25. O caminho alternativo de delegação dá aos solicitantes a possibilidade de proceder sem esperar sua avaliação de ocorrência de colisões de nome por meio da adoção de medidas conservadoras de atenuação da colisão e do bloqueio inicial de uma seleção de domínios durante a realização da avaliação. No dia 26 de fevereiro de 2014, a ICANN publicou um relatório independente da JAS Advisors chamado “Mitigating the Risk of DNS Namespace Collisions.” O relatório ofereceu um conjunto de recomendações concretas sobre como atenuar possíveis riscos de colisões de nomes de domínio. O relatório da JAS ficou aberto para comentário público até 21 de abril de 2014. Em 10 de junho de 2014, a ICANN anunciou a publicação do relatório da "Fase um sobre a redução do risco de colisões no DNS" final, que incorporou comentários públicos sobre os documentos originais, bem como recomendações do Comitê consultivo para segurança e estabilidade (SSAC) SAC066 Report: Comentário do SSAC sobre o relatório da fase um da JAS sobre a redução do risco de colisões no DNS. Essa iteração final do relatório foi discutida durante uma sessão pública na ICANN 50 e será enviada ao Comitê do programa de novos gTLDs (NGPC) da Diretoria da ICANN para aprovação. Saiba mais: Colisão de nomes  Central de informações e recursos sobre colisão de nomes no site da ICANN.  Entre em contato com GDD-Communications@icann.org para receber o kit de informações sobre colisão de nomes.
  10. 10. 8 Questões de segurança e estabilidade O SSAC realizou sua sessão pública em 26 de junho. Patrik Fältström, Presidente do SSAC, falou sobre o último relatório: SAC066: Comentário do SSAC sobre o relatório da fase um da JAS sobre a redução do risco de colisões no DNS. Ele também falou do trabalho do grupo de trabalho do SSAC para transição da administração das funções da IANA. SAC066 Em 11 de junho de 2014, o SSAC publicou um comentário sobre o relatório da fase um da JAS "Mitigating the risk of DNS Namespace Collisions: A Study on Namespace Collisions in the Global Internet DNS Namespace and a Framework for Risk Mitigation" (Reduzindo o risco de colisões no espaço de nomes do DNS: Um estudo sobre colisões de espaço de nomes no espaço de nomes do DNS da Internet Global e uma estrutura para a redução de riscos). O comentário do SSAC identifica oito questões e faz recomendações com relação a cada uma delas. As recomendações a seguir se enquadram em duas categorias: relacionadas a considerações operacionais e estratégicas. Você pode ler o relatório detalhado e as recomendações na última atualização de política da ICANN. DNSSEC As empresas podem ajudar a aprimorar a segurança da Internet implementando Extensões de segurança do sistema de nomes de domínio (DNSSEC), pois essas extensões são mais eficazes quando implementadas universalmente. Registros, registradores, registrantes, empresas de hospedagem, desenvolvedores de software, fornecedores de hardware, governo, empresas e agências com presença na Internet, coalizões e tecnólogos da Internet, todos têm responsabilidade pelo sucesso desse grande esforço. Com a implementação de DNSSEC, você pode:  Ajudar a reduzir o risco de seus clientes se tornarem vítimas de crimes cibernéticos.  Ajudar a proteger sua marca e seus clientes.  Reduzir risco.  Manter a confiança e fidelidade dos clientes.  Atrair e manter clientes com foco em segurança.  Proteger seu negócio principal aprimorando a confiança na Internet.  Construir sua reputação como uma organização que está à frente em segurança da Internet e que se preocupa com a proteção dos clientes.  Abrir as portas para o uso do DNS para novos tipos de transações de dados seguras 1 O SSAC realizou suas sessões tradicionais sobre as DNSSEC:  DNSSEC para todos -- Um guia para o iniciante  Workshop sobre DNSSEC Para obter uma lista completa de relatórios e recomendações do SSAC, clique aqui. Novidades do setor de nomes de domínio 1 Consulte mais informações no site da Verisign: https://www.verisigninc.com/en_US/innovation/dnssec/dnssec- implementation/index.xhtml
  11. 11. 9 Grupo de registro de marca O Grupo de registro de marca (BRG) realizou uma sessão pública no domingo, 22 de junho de 2014. A sessão foi realizada para apresentar a organização de membros para os atuais solicitantes de ‘.brand’ e para os que estão aguardando a segunda rodada de solicitações de gTLDs. Os membros do BRG, que devem respeitar um conjunto de critérios (inclusive propriedade dos direitos de marca comercial e a intenção na ocasião da solicitação para executar a cadeia de caracteres solicitada como ‘.brand’ e não vender registros abertos no segundo nível), incluem Alibaba, Amazon, BBC, Deloitte, Gucci, LEGO Juris, Microsoft, Philips, Richemont, Shell, Virgin Enterprises and Yahoo!. A sessão foi um espaço para discutir questões como a da Especificação 13, na qual o BRG desempenhou uma função importante para a definição e a elaboração da associação e a natureza do relacionamento do grupo com a ICANN. A Especificação 13 é um aditamento do contrato de registro de 2013 que concede avais limitados a operadores de registros de TLDs que se qualificam como “TLDs .Brand”. Por exemplo, um TLD .Brand não precisaria cumprir os mesmos requisitos que os outros registros no que diz respeito à sua relação com os registradores. Quase um terço de todas as solicitações de novos gTLDs pode se qualificar como TLDs .Brand. Saiba mais: Especificação 13 do BRG  A ICANN atualiza o formulário de aplicação e processo da especificação 13  Resumo e análise de comentários públicos para a especificação 13 Atualização sobre a especificação 13 no contrato de registro Leia no blog as publicações de Cyrus Namazi, Vice-presidente de participação do setor de DNS (Sistema de nomes de domínio) na ICANN.  Perguntas frequentes sobre a Especificação 13 Associação de nomes de domínio A Associação de nomes de domínio (DNA) é o primeiro grupo comercial do setor a representar os interesses de todo o setor de nomes de domínio e promoverá, desenvolverá e apoiará os interesses comuns do setor em relação ao fornecimento, adoção expandida e uso de nomes de domínio. A associação do DNA é diversa em termos de geografia e em termos de segmentos de negócios e conhecimento representados. Durante a reunião da ICANN 50, Kurt Pritz, Diretor executivo da DNA, e Adrian Kinderis, Presidente da DNA, com vários membros da associação que representam diversos setores, fizeram uma apresentação ao Comitê consultivo para assuntos governamentais (GAC) da ICANN. O objetivo da sessão foi apresentar a Associação como uma fonte valiosa de informações do setor, informações do mercado, informações técnicas, para contribuir com as discussões de política. Os principais tópicos abordados na reunião foram proteção de marca comercial e a transição da administração da IANA. Você pode seguir a DNA no slideshare e no twitter ou acessar o site da DNA e o site educacional de apoio www.whatdomain.org. Conselhos do GAC O comunicado do GAC na 50ª ICANN foi emitido em 26 de junho de 2014.
  12. 12. 10 O GAC reafirmou seu compromisso de envolvimento com os atuais processos para tratar a transição da administração do governo dos Estados Unidos da IANA e fortalecer a responsabilidade da ICANN expressando a intenção de indicar membros para participar respectivamente no grupo de coordenação e no grupo de trabalho. Outros tópicos importantes abordados no comunicado incluem:  Solicitações de novos gTLDs específicos, em especial das cadeias de caracteres controversas, tais como .WINE/.VIN, .SPA e .AFRICA.  Proteção dos nomes de IGOs/INGOs, especificamente dos nomes Cruz Vermelha e Meia Lua Crescente.  Proteção de nomes geográficos em futuros novos processos de gTLD.  Comunicação das questões de interesse público do WHOIS.  Direitos humanos e valores democráticos. Uma análise detalhada do comunicado do GAC pode ser encontrada no relatório da 50ª ICANN do Conselho de registros europeus de domínios de primeiro nível (CENTR). O documento na íntegra está disponível no seguinte link: Comunicado do GAC de Londres. Para ver o conteúdo de todas as outras reuniões do GAC, clique aqui. Panorama da governança da Internet Com o trabalho da Reunião global com múltiplas partes interessadas sobre o futuro da governança na Internet (NETmundial) e do Painel de alto nível sobre mecanismos de cooperação e governança global na Internet em andamento, a reunião da ICANN serviu como uma oportunidade para reafirmar os processos e princípios firmados por meio desses esforços, que promovem um ecossistema de cooperação distribuído na Internet. Uma sessão de governança da Internet foi realizada para promover um diálogo sobre os preparativos e prioridades do Fórum de governança da Internet (IGF) em Istambul, da Conferência plenipotenciária da ITU (PP-14) em Busan e do Processo de revisão da WSIS e de outros eventos importantes. Uma das painelistas na sessão foi Anne Bouverot, Diretora Executiva da Associação GSM (GSMA), a associação das operadoras de telefonia móvel e das empresas relacionadas dedicada a apoiar a padronização, desenvolvimento e promoção do sistema de telefonia móvel da GSM. Ela observou como o futuro da Internet e da telefonia móvel estão interconectados. Ela incentivou e deu boas- vindas a maior colaboração entre os dois ecossistemas. A Sra. Bouverot também expressou forte apoio para a globalização das funções de administração da IANA. Espaço dos grupos constituintes Como sempre o Grupo de partes interessadas comerciais (CSG) da GNSO e seus grupos constituintes realizaram várias discussões sobre uma série de tópicos da ICANN. O CSG representa as opiniões de usuários empresariais e provedores de conectividade; sua missão é garantir que a política e os
  13. 13. 11 contratos da ICANN sejam consistentes com o desenvolvimento de uma Internet que represente um lugar seguro para transações entre empresas e entre empresas e consumidores em que sejam efetuadas comunicações com base em altos níveis de confidencialidade para empresas, usuários e consumidores. Em uma demonstração quase sem precedentes de consenso entre múltiplas partes interessadas, durante o Fórum público da ICANN 50 todos os grupos do GNSO e constituintes aprovaram unanimemente uma declaração conjunta de apoio à criação de um mecanismo de responsabilidade independente "que forneça revisão séria e reparação adequada para os que forem prejudicados pela ação ou pela falta de ação da ICANN que contrarie um pacto acordado com a comunidade". A declaração na íntegra está disponível aqui. Grupo constituinte de usuários comerciais e empresariais (BC) A reunião do BC promoveu uma discussão profunda e a revisão do relatório final do EWG sobre serviços de diretório de gTLD com Susan Kawaguchi, membro do BC e do EWG. A Diretora sênior do Escritório de projetos da ICANN, Carole Cornell, veio discutir como sua equipe está trabalhando para alcançar o objetivo estratégico da ICANN de excelência organizacional e o método usado para documentar processos, desenvolver fatores de sucesso, definir metas e produzir painéis de informações de gerenciamento. A parte final da sessão foi centralizada nos tópicos de transição da administração das funções da IANA e de aprimoramento da responsabilidade da ICANN. As questões abertas sobre novos gTLDs também foram as de maior importância para o BC durante a semana de reunião, especialmente as de colisão de nomes e de períodos experimentais. Para saber mais sobre esses assuntos relevantes para todas as empresas com presença na Internet, acesse www.bizconst.org ou entre em contato com info-bc@icann.org. Grupo constituinte de propriedade intelectual (IPC) A sessão do IPC abrangeu uma série de instruções específicas da equipe da ICANN sobre tópicos que variam desde conformidade contratual até implementação do novo programa de gTLD e preparativos para a próxima revisão do GNSO. A sessão terminou com discussões sobre as melhorias necessárias para a próxima rodada de novos gTLDs para maior proteção da propriedade intelectual, divulgação do IPC para possíveis novos membros, questões pendentes antes do conselho do GNSO e elaboração da declaração conjunta mencionada acima sobre a responsabilidade independente da ICANN. O IPC também realizou uma reunião exclusiva para membros em Londres e participou ativamente de todas as reuniões do CSG. Você pode saber mais sobre o IPC e seu trabalho acessando www.ipconstituency.org. Grupo constituinte de provedores de serviços de Internet e provedores de conectividade (ISPCP) O ISPCP abordou vários acontecimentos, inclusive suas constantes preocupações sobre as colisões de nomes, a aceitação universal de TLDs e as implicações dos TLDs com variantes de IDN. A sessão
  14. 14. 12 também abrangeu a discussão sobre a transição da administração das funções da IANA, a responsabilidade da ICANN e a governança da Internet. Atividades de envolvimento também fizeram parte da agenda de reunião do ISPCP, especificamente planos para realizar eventos nos principais encontros internacionais, tais como o Congresso mundial sobre tecnologia da informação de 2014 (WCIT 2014) a ser realizado em Guadalajara, no México, no final de setembro, bem como o Futurecom 2014 em São Paulo, no Brasil, em outubro. Para ler mais sobre as atividades do ISPCP, acesse www.ispcp.info ou entre em contato com secretariat@ispcp.info. Outras informações Fórum de sistema de nomes de domínio (DNS) da comunidade de 2014
  15. 15. 13 A Organização de telecomunicações da comunidade (CTO) realizou o Fórum de DNS da comunidade de 2014 com a colaboração da ICANN, da Nominet, o registro de nomes de domínio do Reino Unido, e do Registro de interesse público, operadores do domínio .ORG. O fórum foi projetado para ajudar as partes interessadas de toda a comunidade a examinar questões tais como o potencial econômico do setor de nomes de domínio, questões em torno da geração e utilização de conteúdo local, oportunidades de investimento e inovação e a função das parcerias com múltiplas partes interessadas no desenvolvimento de política pública. ATLAS II A segunda cúpula At-large (ATLAS II) foi realizada de 21 a 26 de junho de 2014 em Londres. O objetivo da ATLAS II foi oferecer a oportunidade para os 153 representantes da Estrutura At-large (ALS) — muitos dos quais nunca tinham participado de uma reunião da ICANN — de conhecer uma reunião pública da ICANN, saber mais sobre as questões e de trabalhar junto com outros usuários finais em tópicos que escolheram discutir. O tema da ATLAS II foi "Internet global: A perspectiva do usuário"; a declaração final da ATLAS II pode ser obtida aqui. Saiba mais em atlas.icann.org. Reunião de governo de alto nível 110 representantes de 75 governos, bem como representantes de 11 organizações intergovernamentais participaram da reunião de governo de alto nível realizada pelo governo do Reino Unido na segunda-feira, 23 de junho de 2014. O evento foi realizado para que os oficiais de governos de alto nível tivessem um espaço para discutir e entender de modo integral as questões relacionadas à ICANN. Você pode assistir a um vídeo dos destaques da reunião aqui. EWG sobre serviços de diretório de gTLD Em linhas gerais, o WHOIS e os serviços de registro referem-se às informações, mantidas e disponibilizadas publicamente, sobre pessoas ou organizações que se registram para nomes de domínios. Em dezembro de 2012, a ICANN anunciou a criação de um EWG para a próxima geração de serviços de diretório para o registro de gTLDs. Esse é o primeiro passo da Diretoria da ICANN para concretizar sua diretriz de ajudar a redefinir o propósito e a provisão dos dados de registro de gTLDs. O relatório final do EWG sobre os serviços de diretório de gTLDs foi publicado em 6 de junho de 2014. Nele, o EWG propõe uma "mudança de paradigma" sem precedentes para uma próxima geração de Serviços de diretórios de registros (RDS). Saiba mais: EWG  Sessões:  Visão geral do relatório final do Grupo de trabalho de especialistas sobre os serviços de diretório de gTLDs  Sessão de discussão do relatório final do EWG  O facilitador Jean-Francois Baril líder do EWG fala sobre o relatório final sobre a próxima geração de serviços de diretórios de registros. Permaneça conectado e participe
  16. 16. 14 Período de inscrição de bolsas de estudo para a 52ª ICANN em Marrakech O Programa de bolsas de estudo da ICANN busca participantes de regiões e países em desenvolvimento de todo o mundo para ajudar a criar uma base mais ampla de grupos constituintes inteligentes, que se tornarão as vozes da experiência em suas regiões. O programa começará a aceitar inscrições para a reunião da 52ª ICANN em Marrakech, no Marrocos, em 8 de agosto de 2014, com incentivo para a participação do público do setor privado: inscreva-se aqui. Esse período de inscrições permanecerá aberto até 19 de setembro de 2014. Plataforma de aprendizagem on-line da ICANN O ICANN Learn foi lançado durante a 48ª ICANN. Essa plataforma de aprendizagem on-line gratuita e aberta tem o objetivo de oferecer um espaço para fornecer informações básicas aos novos participantes e compartilhar conhecimentos institucionais a fim de aumentar a base de partes interessadas informadas na ICANN. O ICANN Learn precisa de contribuições e comentários para garantir que a plataforma tenha a maior utilidade possível. Acesse learn.icann.org, crie uma conta, inscreva-se em alguns cursos e comece a aprender. Saiba mais:  Atualização mensal sobre o desenvolvimento de políticas da ICANN.  Boletins informativos e alertas da ICANN.  Siga-nos nas redes sociais:  Twitter: @ICANN4biz.  Grupo no LinkedIn: ICANN for Business.  SlideShare. Setor de nomes de domínio
  17. 17. 15 Infográficos úteis (clique para ampliar) Funções de IANA Proteção de marca comercial

×