SlideShare uma empresa Scribd logo
SEMIOLOGIA
Conceitos Gerais




 Prof.Dr. Ricardo Duarte
Aviso aos navegantes
• A primeira versão do “Semiologia geral” foi
  vista mais de 800 vezes...
• Porém nenhum comentário foi feito!
• Não quero confete. Quero apenas que aqueles
  que se deram ao trabalho de ler essa
  apresentação contribuam com críticas e
  sugestões.
• Se isso ocorrer vou postar a próxima versão
  para download, certo?
As bobagens comuns
“Eu quero ser veterinário. Eu gosto de
 animais e não quero lidar com pessoas.”
“Eu não tenho o dom (ou paciência) de
 conversar com proprietários.”
“Como ele pôde deixar o bicho chegar
 nessa situação, vou cobrar caro para ele
 aprender!”
Semiologia
• Grego: semeion = sinal + lógos = estudo
   –“endo-” (grego) = dentro
   –“intra-” (latin) = dentro
• Sinal x Sintoma:
   – tosse
   – polidipsia
   – dispnéia
Sinal de Godet
O Exame Clínico


                              Exames
Anamnese + Exame físico
                           complementares



             Diagnóstico     Prognóstico
Resenha
    nome
•
    espécie
•
    sexo (castrado?)
•
    raça
•
    idade
•
    peso (antes sempre e, muitas vezes,
•
    depois também).
Anamnese
• Grego: “aná-” (trazer) + “mnesis”
  (memória)
• entrevista médica:
  – parte mais importante do exame clínico
  – estabelece a relação cliente-veterinário
• Arguição: linguagem acessível
  – ao transcrever ao prontuário: linguagem
    técnica
Anamnese
• Estrutura:
  – queixa principal
  – sistema(s) envolvido(s)
  – sistema(s) correlato(s)
  – outros sistemas           • dieta
  – histórico reprodutivo     • vacinação e
                                 vermifugação
  – manejo
                              • ectoparasitas
  – contactantes
  – antecedentes mórbidos/familiares/viagens
• Não use jargões, seja claro
• Faça perguntas “abertas*”:
   “ O que está acontecendo como Rex?”
   “ Quando o Rex começou a vomitar?”
• Evite “por quê?” (implica culpa ou
  responsabilidade)

     *perguntas que não podem ser
      respondidas com um simples “sim” ou
      “não”.
A “queixa principal”
•   o início (quando e como)
•   propriedades
•   a evolução (antes e agora)
•   duração ou freqüência
•   fatores de melhora e piora
•   sintomas associados
•   tratamento e resposta
O proprietário pode começar o
relato pelo momento mais
dramático, o que nem sempre
coincide com o início da doença.1

1 Baseado   em Lambertucci et al., Revista da Sociedade
             Brasileira de Medicina Tropical, 2005 [link]
• Revise as informações com o
  proprietário:
 – valoriza a perspectiva do cliente
 – esclarece pontos ambíguos
 – adiciona novos dados
Exame físico
• Meios semiológicos:
  – inspeção
  – palpação
  – auscultação
  – olfação
  – percussão
Exame físico: geral
• Parâmetros vitais:
   – freqüência respiratória
   – freqüência cardíaca
   – pulso arterial
   – temperatura retal
   – dor
Exame físico: geral
•   mucosas
•   tempo de refil capilar
•   linfonodos
•   palpação abdominal
•   auscultação, percussão
•   olfação
•   hidratação
Mucosas
• “aparentes”:
  – normocoradas
  – hipercoradas
     • evite: “hiperêmicas” ou “congestas”
  – hipocoradas
  – amareladas ou ictéricas
  – azuladas ou cianóticas
Mucosas
• Você está se referindo à cor das mucosas e
  não existe uma cor “hiperêmica” ou
  “congesta”
• Já os termos cianose e icterícia podem ser
  usados, pois se referem à cores (ciano e
  amarelo, respectivamente)
• Não fique em cima do muro: não escreva
  “discretamente hiporada”. Decida-se
Linfonodos
• “Palpáveis”:       • Avaliar:
   – submadibulares    – tamanho
   – pré-escapulares   – consistência
   – poplíteos         – sensibilidade
                       – mobilidade
Palpação
Complementando o prontuário
• Diagnóstico
• Exames complementares:
  – imagem
  – laboratoriais
  – outros
• Prognóstico
• Tratamento nosocomial/domiciliar
• Retorno, observações.
Prognóstico
• Bom, mau ou reservado (imprevisível)
   –Em relação à vida, à validez e à cura
• Por exemplo:
    O prognóstico pode ser bom em
    relação à vida e mau ou duvidoso
    quanto à validez.
Primo non nocere
   Hipócrates, 460 aC – 370 aC
Esta foi a primeira aula de Semiologia,
ministrada aos internos, estagiários e
veterinários do Hospital Veterinário Pompéia,
São Paulo, SP, em 6 de janeiro de 2009.
Seu uso está restrito aos termos da licença
Creative Commons- Atribuição-Uso Não-
Comercial-Vedada a Criação de Obras
Derivadas 2.5 Brasil.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exame fisico geral
Exame fisico geralExame fisico geral
Exame fisico geral
Jamile Vitória
 
Exame do nariz
Exame do narizExame do nariz
Exame do nariz
Diego Barboza
 
Exame Físico Cabeça e Pescoço
Exame Físico Cabeça e PescoçoExame Físico Cabeça e Pescoço
Exame Físico Cabeça e Pescoço
Paulo Alambert
 
Introdução a-semiologia-i
Introdução a-semiologia-iIntrodução a-semiologia-i
Introdução a-semiologia-i
Luana Mara C. Serra
 
Semiologia
SemiologiaSemiologia
Semiologia
Alexandre Donha
 
Avaliação Cardiovascular
Avaliação CardiovascularAvaliação Cardiovascular
Avaliação Cardiovascular
resenfe2013
 
Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)
Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)
Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)
Davyson Sampaio
 
Exame Físico Neurologico
Exame Físico NeurologicoExame Físico Neurologico
Exame Físico Neurologico
resenfe2013
 
Hemograma
HemogramaHemograma
Hemograma
Fábio Falcão
 
Aparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físicoAparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físico
Alinny Cunha
 
Disturbios da coagulação
Disturbios da coagulaçãoDisturbios da coagulação
Disturbios da coagulação
Safia Naser
 
Anamnese prática
Anamnese práticaAnamnese prática
Anamnese prática
pauloalambert
 
Neuropatias Periféricas
Neuropatias PeriféricasNeuropatias Periféricas
Neuropatias Periféricas
Dr. Rafael Higashi
 
Febre
Febre Febre
Aula 3 dermatologia i 2015
Aula 3 dermatologia i  2015Aula 3 dermatologia i  2015
Aula 3 dermatologia i 2015
ReginaReiniger
 
Inspeção eraldo2014
Inspeção eraldo2014Inspeção eraldo2014
Inspeção eraldo2014
ERALDO DOS SANTOS
 
Anormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz
Anormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-MuñozAnormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz
Anormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Introdução a-semiologia-ii
Introdução a-semiologia-iiIntrodução a-semiologia-ii
Introdução a-semiologia-ii
Luana Mara C. Serra
 
Características recém nascidos: o que é normal e o que não é
Características recém nascidos: o que é normal e o que não éCaracterísticas recém nascidos: o que é normal e o que não é
Características recém nascidos: o que é normal e o que não é
Viviane da Silva
 
Edema 2015
Edema 2015Edema 2015
Edema 2015
pauloalambert
 

Mais procurados (20)

Exame fisico geral
Exame fisico geralExame fisico geral
Exame fisico geral
 
Exame do nariz
Exame do narizExame do nariz
Exame do nariz
 
Exame Físico Cabeça e Pescoço
Exame Físico Cabeça e PescoçoExame Físico Cabeça e Pescoço
Exame Físico Cabeça e Pescoço
 
Introdução a-semiologia-i
Introdução a-semiologia-iIntrodução a-semiologia-i
Introdução a-semiologia-i
 
Semiologia
SemiologiaSemiologia
Semiologia
 
Avaliação Cardiovascular
Avaliação CardiovascularAvaliação Cardiovascular
Avaliação Cardiovascular
 
Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)
Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)
Exame Físico Ectoscopia (Davyson Sampaio Braga)
 
Exame Físico Neurologico
Exame Físico NeurologicoExame Físico Neurologico
Exame Físico Neurologico
 
Hemograma
HemogramaHemograma
Hemograma
 
Aparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físicoAparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físico
 
Disturbios da coagulação
Disturbios da coagulaçãoDisturbios da coagulação
Disturbios da coagulação
 
Anamnese prática
Anamnese práticaAnamnese prática
Anamnese prática
 
Neuropatias Periféricas
Neuropatias PeriféricasNeuropatias Periféricas
Neuropatias Periféricas
 
Febre
Febre Febre
Febre
 
Aula 3 dermatologia i 2015
Aula 3 dermatologia i  2015Aula 3 dermatologia i  2015
Aula 3 dermatologia i 2015
 
Inspeção eraldo2014
Inspeção eraldo2014Inspeção eraldo2014
Inspeção eraldo2014
 
Anormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz
Anormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-MuñozAnormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz
Anormalidades das Unhas - GESME - Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz
 
Introdução a-semiologia-ii
Introdução a-semiologia-iiIntrodução a-semiologia-ii
Introdução a-semiologia-ii
 
Características recém nascidos: o que é normal e o que não é
Características recém nascidos: o que é normal e o que não éCaracterísticas recém nascidos: o que é normal e o que não é
Características recém nascidos: o que é normal e o que não é
 
Edema 2015
Edema 2015Edema 2015
Edema 2015
 

Semelhante a Semiologia Geral V2

Exame Físico Geral 2016
Exame Físico Geral 2016Exame Físico Geral 2016
Exame Físico Geral 2016
pauloalambert
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
marioaugusto
 
Exame físico geral 1
Exame físico geral 1Exame físico geral 1
Exame físico geral 1
pauloalambert
 
Semiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em PediatriaSemiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em Pediatria
Laped Ufrn
 
Exame físico geral 1
Exame físico geral 1Exame físico geral 1
Exame físico geral 1
Paulo Alambert
 
Aulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptx
Aulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptxAulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptx
Aulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptx
JordevBarbosa
 
Em Tempos De Dengue II
Em Tempos De Dengue IIEm Tempos De Dengue II
Em Tempos De Dengue II
marioaugusto
 
Em Tempos De Dengue
Em Tempos De DengueEm Tempos De Dengue
Em Tempos De Dengue
thiagoroberto
 
Exame físico geral
Exame físico geralExame físico geral
Exame físico geral
Danielle Batista Porto
 
Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas
pauloalambert
 
Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas
pauloalambert
 
Artropatias microcristalinas 2016
Artropatias microcristalinas 2016Artropatias microcristalinas 2016
Artropatias microcristalinas 2016
pauloalambert
 
Apendicite
ApendiciteApendicite
Apendicite
Gustavo Andreis
 
Raciocínio clínico
Raciocínio clínicoRaciocínio clínico
Raciocínio clínico
Inaiara Bragante
 
Raciocínio clínico
Raciocínio clínicoRaciocínio clínico
Raciocínio clínico
Inaiara Bragante
 
tcc-e-learn
tcc-e-learntcc-e-learn
tcc-e-learn
maurohs
 
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - RapinantesPapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Consulta Ginecologica Chirlei
Consulta Ginecologica ChirleiConsulta Ginecologica Chirlei
Consulta Ginecologica Chirlei
chirlei ferreira
 
Anamnese e exame físico pediatrico
Anamnese e exame físico pediatricoAnamnese e exame físico pediatrico
Anamnese e exame físico pediatrico
Marilia Pio Carneiro da Silva
 
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdfPancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
EmanuelJulioMiguel
 

Semelhante a Semiologia Geral V2 (20)

Exame Físico Geral 2016
Exame Físico Geral 2016Exame Físico Geral 2016
Exame Físico Geral 2016
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Exame físico geral 1
Exame físico geral 1Exame físico geral 1
Exame físico geral 1
 
Semiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em PediatriaSemiologia: Anamnese em Pediatria
Semiologia: Anamnese em Pediatria
 
Exame físico geral 1
Exame físico geral 1Exame físico geral 1
Exame físico geral 1
 
Aulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptx
Aulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptxAulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptx
Aulas de Sondas tecnicas, tipos de songa.pptx
 
Em Tempos De Dengue II
Em Tempos De Dengue IIEm Tempos De Dengue II
Em Tempos De Dengue II
 
Em Tempos De Dengue
Em Tempos De DengueEm Tempos De Dengue
Em Tempos De Dengue
 
Exame físico geral
Exame físico geralExame físico geral
Exame físico geral
 
Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas
 
Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas Artropatias microcristalinas
Artropatias microcristalinas
 
Artropatias microcristalinas 2016
Artropatias microcristalinas 2016Artropatias microcristalinas 2016
Artropatias microcristalinas 2016
 
Apendicite
ApendiciteApendicite
Apendicite
 
Raciocínio clínico
Raciocínio clínicoRaciocínio clínico
Raciocínio clínico
 
Raciocínio clínico
Raciocínio clínicoRaciocínio clínico
Raciocínio clínico
 
tcc-e-learn
tcc-e-learntcc-e-learn
tcc-e-learn
 
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - RapinantesPapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
 
Consulta Ginecologica Chirlei
Consulta Ginecologica ChirleiConsulta Ginecologica Chirlei
Consulta Ginecologica Chirlei
 
Anamnese e exame físico pediatrico
Anamnese e exame físico pediatricoAnamnese e exame físico pediatrico
Anamnese e exame físico pediatrico
 
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdfPancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
 

Último

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 

Último (20)

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 

Semiologia Geral V2

  • 2. Aviso aos navegantes • A primeira versão do “Semiologia geral” foi vista mais de 800 vezes... • Porém nenhum comentário foi feito! • Não quero confete. Quero apenas que aqueles que se deram ao trabalho de ler essa apresentação contribuam com críticas e sugestões. • Se isso ocorrer vou postar a próxima versão para download, certo?
  • 3. As bobagens comuns “Eu quero ser veterinário. Eu gosto de animais e não quero lidar com pessoas.” “Eu não tenho o dom (ou paciência) de conversar com proprietários.” “Como ele pôde deixar o bicho chegar nessa situação, vou cobrar caro para ele aprender!”
  • 4. Semiologia • Grego: semeion = sinal + lógos = estudo –“endo-” (grego) = dentro –“intra-” (latin) = dentro • Sinal x Sintoma: – tosse – polidipsia – dispnéia
  • 5.
  • 7. O Exame Clínico Exames Anamnese + Exame físico complementares Diagnóstico Prognóstico
  • 8. Resenha nome • espécie • sexo (castrado?) • raça • idade • peso (antes sempre e, muitas vezes, • depois também).
  • 9. Anamnese • Grego: “aná-” (trazer) + “mnesis” (memória) • entrevista médica: – parte mais importante do exame clínico – estabelece a relação cliente-veterinário • Arguição: linguagem acessível – ao transcrever ao prontuário: linguagem técnica
  • 10. Anamnese • Estrutura: – queixa principal – sistema(s) envolvido(s) – sistema(s) correlato(s) – outros sistemas • dieta – histórico reprodutivo • vacinação e vermifugação – manejo • ectoparasitas – contactantes – antecedentes mórbidos/familiares/viagens
  • 11. • Não use jargões, seja claro • Faça perguntas “abertas*”: “ O que está acontecendo como Rex?” “ Quando o Rex começou a vomitar?” • Evite “por quê?” (implica culpa ou responsabilidade) *perguntas que não podem ser respondidas com um simples “sim” ou “não”.
  • 12. A “queixa principal” • o início (quando e como) • propriedades • a evolução (antes e agora) • duração ou freqüência • fatores de melhora e piora • sintomas associados • tratamento e resposta
  • 13. O proprietário pode começar o relato pelo momento mais dramático, o que nem sempre coincide com o início da doença.1 1 Baseado em Lambertucci et al., Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 2005 [link]
  • 14. • Revise as informações com o proprietário: – valoriza a perspectiva do cliente – esclarece pontos ambíguos – adiciona novos dados
  • 15. Exame físico • Meios semiológicos: – inspeção – palpação – auscultação – olfação – percussão
  • 16. Exame físico: geral • Parâmetros vitais: – freqüência respiratória – freqüência cardíaca – pulso arterial – temperatura retal – dor
  • 17. Exame físico: geral • mucosas • tempo de refil capilar • linfonodos • palpação abdominal • auscultação, percussão • olfação • hidratação
  • 18. Mucosas • “aparentes”: – normocoradas – hipercoradas • evite: “hiperêmicas” ou “congestas” – hipocoradas – amareladas ou ictéricas – azuladas ou cianóticas
  • 19. Mucosas • Você está se referindo à cor das mucosas e não existe uma cor “hiperêmica” ou “congesta” • Já os termos cianose e icterícia podem ser usados, pois se referem à cores (ciano e amarelo, respectivamente) • Não fique em cima do muro: não escreva “discretamente hiporada”. Decida-se
  • 20.
  • 21. Linfonodos • “Palpáveis”: • Avaliar: – submadibulares – tamanho – pré-escapulares – consistência – poplíteos – sensibilidade – mobilidade
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27. Complementando o prontuário • Diagnóstico • Exames complementares: – imagem – laboratoriais – outros • Prognóstico • Tratamento nosocomial/domiciliar • Retorno, observações.
  • 28. Prognóstico • Bom, mau ou reservado (imprevisível) –Em relação à vida, à validez e à cura • Por exemplo: O prognóstico pode ser bom em relação à vida e mau ou duvidoso quanto à validez.
  • 29. Primo non nocere Hipócrates, 460 aC – 370 aC
  • 30. Esta foi a primeira aula de Semiologia, ministrada aos internos, estagiários e veterinários do Hospital Veterinário Pompéia, São Paulo, SP, em 6 de janeiro de 2009. Seu uso está restrito aos termos da licença Creative Commons- Atribuição-Uso Não- Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil.