A ÉTICA E A POUPANÇA        NO CONSUMO   AMBIENTE LABORAL DE             ESCRITÓRIO
APRESENTAÇÃO DO GRUPO          Motivação              Necessidade de intervenção no âmbito da poupança              Dar...
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          O que é?            Responsabilidade que uma pessoa singular ou            colectiva ...
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          Ecosserviços
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          Recursos Naturais              É qualquer elemento de que as civilizações ou os     ...
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          Algumas questões problemáticas           actuais…              Depleção das reservas...
RESPONSABILIDADE AMBIENTALSUSTENTABILIDADE           Desenvolvimento Sustentável               É definido como:         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Iluminação: Comparativo de tecnologias                                           F...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Iluminação            Optar   por lâmpadas economizadoras                Fluores...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Iluminação            Dar   preferência à luz natural                O sol é uma...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Isolamento              Um bom isolamento térmico evita, tanto perd...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Isolamento              Calafetagem de portas e janelas com fitas a...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Isolamento              Isolar paredes, chão e tecto               ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Ar-condicionado               As temperaturas consideradas de confo...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização              Escolher o vestuário adequado à estação do ano         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização              No Inverno:                  Abrir   estores,   persia...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização              No Verão:                  Evitar a incidência directa...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Consumo stand-by              O consumo dos equipamentos eléctricos...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Consumo stand-by              Desligar os equipamentos que não esti...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Computadores              Optar     por   computadores   portáteis ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Frigorífico e congelador              Deve estar num local fresco, ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Eficiência energética              Ao se escolher equipamentos ener...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Situação actual              O pico de produção de petróleo já foi cr...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Factores de influência            Quanto   maior a velocidade, maior...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Factores de influência           A    utilização de ar condicionado ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Factores de influência              É importante garantir o bom esta...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Condução            Praticar    um condução eficiente:              ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Pneus              Verificar a pressão dos pneus a cada 2 semanas   ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Outras opções            Para    curtas distâncias, andar a pé ou de...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Imprimir ou não Imprimir?              O   software   Foxit   Reader...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Imprimir ou não imprimir?              A opção de pré-visualização d...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Tipos de fontes              A tinta de impressão é uma substância a...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Papel              Utilizar os dois lados da folha, sempre que possí...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Configurações da impressora              Sempre que possível, imprim...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Páginas da Internet              O software HP Smart Web Printing pe...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Fotocopiar ou não fotocopiar?              Digitalizar um documento ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Comunicações              Podem ser obtidas tarifas e equipamentos mais         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Casa de banho              Aplicar redutores de caudal nas torneiras      ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Casa de banho            10 a 15 litros por descarga de autoclismo         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Casa de banho              Instalar um “Peso de Autoclismo”               ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Cozinha              Não deixar a torneira aberta enquanto se lava a      ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Fugas              Certificar que não existem fugas de água em            ...
CONCLUSÕES          Através   de   pequenos   gestos     podem   ser           alcançadas poupanças substanciais        ...
SITES           Foxit Reader               http://www.foxitsoftware.com/pdf/reader/           Formato WWF             ...
A ética e a poupança no consumo - Ambiente laboral de escritório (publico)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A ética e a poupança no consumo - Ambiente laboral de escritório (publico)

1.094 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Saudações Ricardo, gostaria de saber se você poderia me enviar uma cópia de seu documento 'Conversão de uma Girândola num Aerogerador de Eixo Vertical (VAWT)' , eu pretendo utilizar seus estudos para devolver um projeto aqui em minha cidade.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

A ética e a poupança no consumo - Ambiente laboral de escritório (publico)

  1. 1. A ÉTICA E A POUPANÇA NO CONSUMO AMBIENTE LABORAL DE ESCRITÓRIO
  2. 2. APRESENTAÇÃO DO GRUPO  Motivação  Necessidade de intervenção no âmbito da poupança  Dar respostas ao sobreendividamento  Consciencialização sócio-ambiental  Objectivos  Promover conceitos de poupança e de consumo responsável para uma maior sustentabilidade ambiental Nesta perspectiva, achou-se necessária uma acção de formação de modo a sensibilizar os utilizadores deste espaço para uma maior consciência de consumo e poupança.
  3. 3. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  O que é? Responsabilidade que uma pessoa singular ou colectiva tem para com o Ambiente, além das obrigações legais e económicas.  Ou seja, pode ser entendido como um compromisso ético autoconsciente, para com todos os organismos vivos do planeta
  4. 4. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  Ecosserviços
  5. 5. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  Recursos Naturais  É qualquer elemento de que as civilizações ou os ecossistemas necessitem para a sua existência  Renováveis (Sem limitações de uso)  Energia do sol e do vento  Potencialmente renováveis (Baixas limitações de uso)  Água, solo e árvores  Não renováveis (Altas limitações de uso)  Combustíveis fósseis e minérios
  6. 6. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  Algumas questões problemáticas actuais…  Depleção das reservas petrolíferas  Escassez de água devido à contaminação de reservatórios de água potável  Destruição de ecossistemas devido à desflorestação para fabrico de madeira e papel  Sobreexploração dos recursos minerais Resultado de um desenvolvimento insustentável
  7. 7. RESPONSABILIDADE AMBIENTALSUSTENTABILIDADE  Desenvolvimento Sustentável  É definido como: Desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes sem comprometer a capacidade das gerações futuras satisfazerem as suas próprias necessidades.  A convergência para a sustentabilidade significa:  Procurar o balanço entre imperativos económicos, ambientais e sociais, através de um consumo mais responsável  A desmaterialização do sistema económico  Uma maior eficiência energética
  8. 8. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Iluminação: Comparativo de tecnologias Fonte: OSRAM Redução de 80% do consumo
  9. 9. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Iluminação  Optar por lâmpadas economizadoras  Fluorescentes  LED’s
  10. 10. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Iluminação  Dar preferência à luz natural  O sol é uma fonte de energia totalmente gratuita  Desligar as luzes de espaços vazios Redução de 100% do consumo
  11. 11. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Isolamento  Um bom isolamento térmico evita, tanto perdas, como ganhos excessivos de calor, e elimina as infiltrações, reduzindo a necessidade do uso de sistemas de climatização. Fonte: Universidade do Minho
  12. 12. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Isolamento  Calafetagem de portas e janelas com fitas adesivas de espuma Redução de 5% do consumo
  13. 13. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Isolamento  Isolar paredes, chão e tecto Redução de 30% do consumo  Instalar vidros duplos Redução de 10% do consumo
  14. 14. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Ar-condicionado  As temperaturas consideradas de conforto para um edifício variam entre os 18°C, no Inverno, e os 25°C, no Verão. Redução de 1°C de intensidade Redução até 10% do consumo Deve-se manter as janelas fechadas quando o ar-condicionado está em funcionamento, de modo a ser evitado o desperdício de energia.
  15. 15. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização  Escolher o vestuário adequado à estação do ano  Evitar climatizar divisões do edifício que não estão habitadas
  16. 16. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização  No Inverno:  Abrir estores, persianas e cortinados para maximizar a entrada dos raios solares
  17. 17. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização  No Verão:  Evitar a incidência directa dos raios solares  Privilegiar o uso de ventoinhas e/ou da ventilação natural
  18. 18. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Consumo stand-by  O consumo dos equipamentos eléctricos em stand- by pode ser bastante significativo: 12% do consumo total
  19. 19. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Consumo stand-by  Desligar os equipamentos que não estiverem a ser utilizados  Remover os carregadores de telemóveis das tomadas eléctricas O consumo em stand-by, pode ser comodamente evitado, através do uso de tomadas com interruptor integrado.
  20. 20. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Computadores  Optar por computadores portáteis em detrimento dos computadores de secretária Redução de 90% do consumo  Diminuir a intensidade da iluminação do monitor  Utilizar o software de gestão de energia para optimização de consumos eléctricos Os screensavers não poupam energia!
  21. 21. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Frigorífico e congelador  Deve estar num local fresco, e a uma distância de cerca de 10 cm da parede  Não introduzir alimentos quentes no seu interior  Regular o termóstato do frigorífico aproximadamente 5°C, e do congelador, para -18°C  Abrir a porta o mínimo de vezes e o mínimo de tempo possível
  22. 22. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Eficiência energética  Ao se escolher equipamentos energeticamente mais eficientes, está-se a poupar energia e também o ambiente  Optar por equipamentos com uma etiqueta de boa classificação energética, que possuam a Eco-Label ou o logótipo Energy Star
  23. 23. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Situação actual O pico de produção de petróleo já foi cruzado Fonte: ASPO Escalada de preços dos combustíveis
  24. 24. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Factores de influência  Quanto maior a velocidade, maior o consumo de combustível Fonte: Universidade Técnica de Chalmers, Gotemburgo
  25. 25. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Factores de influência A utilização de ar condicionado necessita de uma grande parcela de energia 25% do consumo total  A circulação com janelas totalmente abertas provoca uma maior resistência ao movimento 5% do consumo total
  26. 26. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Factores de influência  É importante garantir o bom estado do motor e a pressão correcta dos pneus Redução de 0,3 bar de pressão Aumento de 3% do consumo total
  27. 27. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Condução  Praticar um condução eficiente:  Evitando acelerações e travagens bruscas  Moderando a velocidade de circulação  Moderando o uso de ar condicionado  Escolhendo a rota mais curta
  28. 28. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Pneus  Verificar a pressão dos pneus a cada 2 semanas Fonte: Conselho Alemão de Segurança Rodoviária A pressão deve ser controlada com os pneus frios. Caso contrário, adicionar 0,3 bar à pressão aconselhada.
  29. 29. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Outras opções  Para curtas distâncias, andar a pé ou de bicicleta  Oportunidade para uma maior interacção com a população  Conhecimento mais aprofundado das áreas envolventes  Usar transportes colectivos  Optar pela mobilidade eléctrica
  30. 30. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Imprimir ou não Imprimir?  O software Foxit Reader permite manipular ficheiros PDF, facilitando a sua leitura digital
  31. 31. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Imprimir ou não imprimir?  A opção de pré-visualização de documentos do editor de texto permite verificar se está tudo como é pretendido antes de o enviar para impressão 1000kg de papel 25000l de água  Caso se pretenda criar um documento que não possa ser impresso, pode utilizar-se o formato WWF
  32. 32. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Tipos de fontes  A tinta de impressão é uma substância altamente poluente e também uma das mais caras no mundo Fonte Tamanho Cobertura Custo* Poupança Century Gothic 10 3.45% $179.29 31% Ecofont Vera Sans 10 3.47% $180.33 30% Times New Roman 11 3.54% $183.97 28% Calibri 11 3.81% $198.00 23% Verdana 10 4.55% $236.45 8% Arial** 11 4.97% $258.28 0% Fonte: Printer.com  *Custos anuais de 250 impressões a laser, por semana  **Fonte usada como base de referência
  33. 33. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Papel  Utilizar os dois lados da folha, sempre que possível  Aproveitar papel já impresso apenas de um lado para novas impressões ou apontamentos  Utilizar papel de diversas gramagens, conforme a exigência da impressão, e de preferência, reciclado
  34. 34. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Configurações da impressora  Sempre que possível, imprimir em modo de rascunho  Para um melhor aproveitamento do papel:  Configurar as margens da página  Determinar qual a melhor orientação da folha (horizontal ou vertical)  Dar preferência a impressões na “Escala de Cinza”
  35. 35. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Páginas da Internet  O software HP Smart Web Printing permite seleccionar apenas a área que se deseja imprimir
  36. 36. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Fotocopiar ou não fotocopiar?  Digitalizar um documento pode ser bastante mais vantajoso que fotocopiar  Por vezes, pode ser mais económico comprar um livro que o fotocopiar
  37. 37. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Comunicações  Podem ser obtidas tarifas e equipamentos mais competitivos através de planos empresariais  O chatting e da videoconferência podem evitar custos desnecessários  As redes sociais e o e-mail são ferramentas simples, rápidas e económicas de divulgação e comunicação
  38. 38. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Casa de banho  Aplicar redutores de caudal nas torneiras Redução de 50% do consumo
  39. 39. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Casa de banho 10 a 15 litros por descarga de autoclismo  Colocar uma garrafa de 1,5L ou 2L cheia de água no depósito do autoclismo  Não deitar lixo na sanita desnecessariamente
  40. 40. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Casa de banho  Instalar um “Peso de Autoclismo”  Permite controlar o nível da bóia através do peso adicional  Instalar autoclismos de dupla descarga ou com botão de controlo
  41. 41. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Cozinha  Não deixar a torneira aberta enquanto se lava a loiça  Moderar o uso de detergente  Quanto mais se usar, mais água se gasta para o remover e mais se polui o ambiente
  42. 42. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Fugas  Certificar que não existem fugas de água em nenhuma divisão do edifício Podem ser responsáveis pelo desperdício de mais de 30 litros de água, por dia.
  43. 43. CONCLUSÕES  Através de pequenos gestos podem ser alcançadas poupanças substanciais  Em última instância, somos nós os principais agentes limitantes da mudança  É importante manter uma abertura de espírito para que a mudança possa acontecer Consumir racionalmente é o caminho para a sustentabilidade, tanto da empresa, como do planeta.
  44. 44. SITES  Foxit Reader  http://www.foxitsoftware.com/pdf/reader/  Formato WWF  http://www.saveaswwf.com/en/  Ecofont  http://www.ecofont.com  HP Smart Web Printing  Como o link é bastante extenso é melhor procurar no Google pelo nome do programa

×