A ÉTICA E A POUPANÇA        NO CONSUMO   AMBIENTE LABORAL DE             ESCRITÓRIO
APRESENTAÇÃO DO GRUPO          Motivação              Necessidade de intervenção no âmbito da poupança              Dar...
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          O que é?            Responsabilidade que uma pessoa singular ou            colectiva ...
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          Ecosserviços
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          Recursos Naturais              É qualquer elemento de que as civilizações ou os     ...
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL          Algumas questões problemáticas           actuais…              Depleção das reservas...
RESPONSABILIDADE AMBIENTALSUSTENTABILIDADE           Desenvolvimento Sustentável               É definido como:         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Iluminação: Comparativo de tecnologias                                           F...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Iluminação            Optar   por lâmpadas economizadoras                Fluores...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Iluminação            Dar   preferência à luz natural                O sol é uma...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Isolamento              Um bom isolamento térmico evita, tanto perd...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Isolamento              Calafetagem de portas e janelas com fitas a...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Isolamento              Isolar paredes, chão e tecto               ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização: Ar-condicionado               As temperaturas consideradas de confo...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização              Escolher o vestuário adequado à estação do ano         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização              No Inverno:                  Abrir   estores,   persia...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Climatização              No Verão:                  Evitar a incidência directa...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Consumo stand-by              O consumo dos equipamentos eléctricos...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Consumo stand-by              Desligar os equipamentos que não esti...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Computadores              Optar     por   computadores   portáteis ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Frigorífico e congelador              Deve estar num local fresco, ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Equipamentos: Eficiência energética              Ao se escolher equipamentos ener...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Situação actual              O pico de produção de petróleo já foi cr...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Factores de influência            Quanto   maior a velocidade, maior...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Factores de influência           A    utilização de ar condicionado ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Factores de influência              É importante garantir o bom esta...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Condução            Praticar    um condução eficiente:              ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Pneus              Verificar a pressão dos pneus a cada 2 semanas   ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA          Transportes: Outras opções            Para    curtas distâncias, andar a pé ou de...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Imprimir ou não Imprimir?              O   software   Foxit   Reader...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Imprimir ou não imprimir?              A opção de pré-visualização d...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Tipos de fontes              A tinta de impressão é uma substância a...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Papel              Utilizar os dois lados da folha, sempre que possí...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Configurações da impressora              Sempre que possível, imprim...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Páginas da Internet              O software HP Smart Web Printing pe...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Impressões: Fotocopiar ou não fotocopiar?              Digitalizar um documento ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Comunicações              Podem ser obtidas tarifas e equipamentos mais         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Casa de banho              Aplicar redutores de caudal nas torneiras      ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Casa de banho            10 a 15 litros por descarga de autoclismo         ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Casa de banho              Instalar um “Peso de Autoclismo”               ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Cozinha              Não deixar a torneira aberta enquanto se lava a      ...
MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS          Água: Fugas              Certificar que não existem fugas de água em            ...
CONCLUSÕES          Através   de   pequenos   gestos     podem   ser           alcançadas poupanças substanciais        ...
SITES           Foxit Reader               http://www.foxitsoftware.com/pdf/reader/           Formato WWF             ...
A ética e a poupança no consumo - Ambiente laboral de escritório (publico)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A ética e a poupança no consumo - Ambiente laboral de escritório (publico)

1.019 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Saudações Ricardo, gostaria de saber se você poderia me enviar uma cópia de seu documento 'Conversão de uma Girândola num Aerogerador de Eixo Vertical (VAWT)' , eu pretendo utilizar seus estudos para devolver um projeto aqui em minha cidade.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.019
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Aqui pode-se referir a questão das grandes janelas do K como boa fonte de luz natural… relembrar que se pode/deve abrir as grades de metal; correr para o lado as cortinas; e receber a luz natural/sol Sim, mas apenas se o sol não estiver muito forte… porque depois como podes ver mais ah frente nos slides, se os ganhos solares no verao forem mt grandes, tem que se climatizar mais o edificio.
  • Por exemplo, quando está muito vento entra imenso frio pelas portas dos armários dos respiradouros exteriores (junto à porta de saída) Para resolver isto, pode-se criar uma espécie de tampa que limite a entrada de ar, de modo a que a respiração do edificio não seja cortada. Se houver outros respiradouros, pode mesmo até fechar-se por completo aqueles por onde entra mais frio.
  • 18º no inverso e 25º no verão? Não é ao contrário?  Nop, é esta a temperatura porque como está mais frio lá fora, não sentes necessidade de temperaturas tão altas, e até porque isto tem a ver com o modo de funcionamento dos ares condicionados ser diferente ao longo das estações do ano. No verão funciona como um frigorifico e no inverno como uma bomba de calor.
  • De ventoinhas? É mais económico que os ares condicionados? Yep, porque a potencia das ventoinhas é mt menor que a dos ares condicionados
  • O que são tomadas com interruptor integrado? Se calhar até sei mas assim pelo nome não estou a ver. Há alguma imagem que se possa adicionar? São as que a gente chama de tomadas inteligentes, que na realidade estamos a chamar mal. As inteligentes são outro tipo de tomada…
  • Agora a sério, os portáteis gastam menos 90% que os fixos??? A questão do software… há alguma sugestão de software? Lol, achas que ia por aqui coisas a brincar ;) O software é aquele que vem no windows…
  • Fazer uma piada sobre os “almoços comunitários” em que toda a gente abre o frigorífico de sua vez
  • E quando não temos modo rascunho? Como podemos fazer para passar a ter este modo? Quase de certeza que devem ter… ainda não sabem é que têm…  Mas o que se pode fazer no caso das fotocopiadoras é reduzir o contraste
  • E as sms!! Olha que nem sempre saem mais baratas que as chamadas… :D
  • A ética e a poupança no consumo - Ambiente laboral de escritório (publico)

    1. 1. A ÉTICA E A POUPANÇA NO CONSUMO AMBIENTE LABORAL DE ESCRITÓRIO
    2. 2. APRESENTAÇÃO DO GRUPO  Motivação  Necessidade de intervenção no âmbito da poupança  Dar respostas ao sobreendividamento  Consciencialização sócio-ambiental  Objectivos  Promover conceitos de poupança e de consumo responsável para uma maior sustentabilidade ambiental Nesta perspectiva, achou-se necessária uma acção de formação de modo a sensibilizar os utilizadores deste espaço para uma maior consciência de consumo e poupança.
    3. 3. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  O que é? Responsabilidade que uma pessoa singular ou colectiva tem para com o Ambiente, além das obrigações legais e económicas.  Ou seja, pode ser entendido como um compromisso ético autoconsciente, para com todos os organismos vivos do planeta
    4. 4. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  Ecosserviços
    5. 5. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  Recursos Naturais  É qualquer elemento de que as civilizações ou os ecossistemas necessitem para a sua existência  Renováveis (Sem limitações de uso)  Energia do sol e do vento  Potencialmente renováveis (Baixas limitações de uso)  Água, solo e árvores  Não renováveis (Altas limitações de uso)  Combustíveis fósseis e minérios
    6. 6. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL  Algumas questões problemáticas actuais…  Depleção das reservas petrolíferas  Escassez de água devido à contaminação de reservatórios de água potável  Destruição de ecossistemas devido à desflorestação para fabrico de madeira e papel  Sobreexploração dos recursos minerais Resultado de um desenvolvimento insustentável
    7. 7. RESPONSABILIDADE AMBIENTALSUSTENTABILIDADE  Desenvolvimento Sustentável  É definido como: Desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes sem comprometer a capacidade das gerações futuras satisfazerem as suas próprias necessidades.  A convergência para a sustentabilidade significa:  Procurar o balanço entre imperativos económicos, ambientais e sociais, através de um consumo mais responsável  A desmaterialização do sistema económico  Uma maior eficiência energética
    8. 8. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Iluminação: Comparativo de tecnologias Fonte: OSRAM Redução de 80% do consumo
    9. 9. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Iluminação  Optar por lâmpadas economizadoras  Fluorescentes  LED’s
    10. 10. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Iluminação  Dar preferência à luz natural  O sol é uma fonte de energia totalmente gratuita  Desligar as luzes de espaços vazios Redução de 100% do consumo
    11. 11. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Isolamento  Um bom isolamento térmico evita, tanto perdas, como ganhos excessivos de calor, e elimina as infiltrações, reduzindo a necessidade do uso de sistemas de climatização. Fonte: Universidade do Minho
    12. 12. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Isolamento  Calafetagem de portas e janelas com fitas adesivas de espuma Redução de 5% do consumo
    13. 13. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Isolamento  Isolar paredes, chão e tecto Redução de 30% do consumo  Instalar vidros duplos Redução de 10% do consumo
    14. 14. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização: Ar-condicionado  As temperaturas consideradas de conforto para um edifício variam entre os 18°C, no Inverno, e os 25°C, no Verão. Redução de 1°C de intensidade Redução até 10% do consumo Deve-se manter as janelas fechadas quando o ar-condicionado está em funcionamento, de modo a ser evitado o desperdício de energia.
    15. 15. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização  Escolher o vestuário adequado à estação do ano  Evitar climatizar divisões do edifício que não estão habitadas
    16. 16. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização  No Inverno:  Abrir estores, persianas e cortinados para maximizar a entrada dos raios solares
    17. 17. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Climatização  No Verão:  Evitar a incidência directa dos raios solares  Privilegiar o uso de ventoinhas e/ou da ventilação natural
    18. 18. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Consumo stand-by  O consumo dos equipamentos eléctricos em stand- by pode ser bastante significativo: 12% do consumo total
    19. 19. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Consumo stand-by  Desligar os equipamentos que não estiverem a ser utilizados  Remover os carregadores de telemóveis das tomadas eléctricas O consumo em stand-by, pode ser comodamente evitado, através do uso de tomadas com interruptor integrado.
    20. 20. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Computadores  Optar por computadores portáteis em detrimento dos computadores de secretária Redução de 90% do consumo  Diminuir a intensidade da iluminação do monitor  Utilizar o software de gestão de energia para optimização de consumos eléctricos Os screensavers não poupam energia!
    21. 21. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Frigorífico e congelador  Deve estar num local fresco, e a uma distância de cerca de 10 cm da parede  Não introduzir alimentos quentes no seu interior  Regular o termóstato do frigorífico aproximadamente 5°C, e do congelador, para -18°C  Abrir a porta o mínimo de vezes e o mínimo de tempo possível
    22. 22. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Equipamentos: Eficiência energética  Ao se escolher equipamentos energeticamente mais eficientes, está-se a poupar energia e também o ambiente  Optar por equipamentos com uma etiqueta de boa classificação energética, que possuam a Eco-Label ou o logótipo Energy Star
    23. 23. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Situação actual O pico de produção de petróleo já foi cruzado Fonte: ASPO Escalada de preços dos combustíveis
    24. 24. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Factores de influência  Quanto maior a velocidade, maior o consumo de combustível Fonte: Universidade Técnica de Chalmers, Gotemburgo
    25. 25. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Factores de influência A utilização de ar condicionado necessita de uma grande parcela de energia 25% do consumo total  A circulação com janelas totalmente abertas provoca uma maior resistência ao movimento 5% do consumo total
    26. 26. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Factores de influência  É importante garantir o bom estado do motor e a pressão correcta dos pneus Redução de 0,3 bar de pressão Aumento de 3% do consumo total
    27. 27. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Condução  Praticar um condução eficiente:  Evitando acelerações e travagens bruscas  Moderando a velocidade de circulação  Moderando o uso de ar condicionado  Escolhendo a rota mais curta
    28. 28. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Pneus  Verificar a pressão dos pneus a cada 2 semanas Fonte: Conselho Alemão de Segurança Rodoviária A pressão deve ser controlada com os pneus frios. Caso contrário, adicionar 0,3 bar à pressão aconselhada.
    29. 29. MEDIDAS DE POUPANÇA DEENERGIA  Transportes: Outras opções  Para curtas distâncias, andar a pé ou de bicicleta  Oportunidade para uma maior interacção com a população  Conhecimento mais aprofundado das áreas envolventes  Usar transportes colectivos  Optar pela mobilidade eléctrica
    30. 30. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Imprimir ou não Imprimir?  O software Foxit Reader permite manipular ficheiros PDF, facilitando a sua leitura digital
    31. 31. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Imprimir ou não imprimir?  A opção de pré-visualização de documentos do editor de texto permite verificar se está tudo como é pretendido antes de o enviar para impressão 1000kg de papel 25000l de água  Caso se pretenda criar um documento que não possa ser impresso, pode utilizar-se o formato WWF
    32. 32. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Tipos de fontes  A tinta de impressão é uma substância altamente poluente e também uma das mais caras no mundo Fonte Tamanho Cobertura Custo* Poupança Century Gothic 10 3.45% $179.29 31% Ecofont Vera Sans 10 3.47% $180.33 30% Times New Roman 11 3.54% $183.97 28% Calibri 11 3.81% $198.00 23% Verdana 10 4.55% $236.45 8% Arial** 11 4.97% $258.28 0% Fonte: Printer.com  *Custos anuais de 250 impressões a laser, por semana  **Fonte usada como base de referência
    33. 33. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Papel  Utilizar os dois lados da folha, sempre que possível  Aproveitar papel já impresso apenas de um lado para novas impressões ou apontamentos  Utilizar papel de diversas gramagens, conforme a exigência da impressão, e de preferência, reciclado
    34. 34. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Configurações da impressora  Sempre que possível, imprimir em modo de rascunho  Para um melhor aproveitamento do papel:  Configurar as margens da página  Determinar qual a melhor orientação da folha (horizontal ou vertical)  Dar preferência a impressões na “Escala de Cinza”
    35. 35. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Páginas da Internet  O software HP Smart Web Printing permite seleccionar apenas a área que se deseja imprimir
    36. 36. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Impressões: Fotocopiar ou não fotocopiar?  Digitalizar um documento pode ser bastante mais vantajoso que fotocopiar  Por vezes, pode ser mais económico comprar um livro que o fotocopiar
    37. 37. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Comunicações  Podem ser obtidas tarifas e equipamentos mais competitivos através de planos empresariais  O chatting e da videoconferência podem evitar custos desnecessários  As redes sociais e o e-mail são ferramentas simples, rápidas e económicas de divulgação e comunicação
    38. 38. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Casa de banho  Aplicar redutores de caudal nas torneiras Redução de 50% do consumo
    39. 39. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Casa de banho 10 a 15 litros por descarga de autoclismo  Colocar uma garrafa de 1,5L ou 2L cheia de água no depósito do autoclismo  Não deitar lixo na sanita desnecessariamente
    40. 40. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Casa de banho  Instalar um “Peso de Autoclismo”  Permite controlar o nível da bóia através do peso adicional  Instalar autoclismos de dupla descarga ou com botão de controlo
    41. 41. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Cozinha  Não deixar a torneira aberta enquanto se lava a loiça  Moderar o uso de detergente  Quanto mais se usar, mais água se gasta para o remover e mais se polui o ambiente
    42. 42. MEDIDAS DE POUPANÇA DERECURSOS  Água: Fugas  Certificar que não existem fugas de água em nenhuma divisão do edifício Podem ser responsáveis pelo desperdício de mais de 30 litros de água, por dia.
    43. 43. CONCLUSÕES  Através de pequenos gestos podem ser alcançadas poupanças substanciais  Em última instância, somos nós os principais agentes limitantes da mudança  É importante manter uma abertura de espírito para que a mudança possa acontecer Consumir racionalmente é o caminho para a sustentabilidade, tanto da empresa, como do planeta.
    44. 44. SITES  Foxit Reader  http://www.foxitsoftware.com/pdf/reader/  Formato WWF  http://www.saveaswwf.com/en/  Ecofont  http://www.ecofont.com  HP Smart Web Printing  Como o link é bastante extenso é melhor procurar no Google pelo nome do programa

    ×