SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Auriculoterapia
1
Facilitador
Prof. Sérgio Motti Trombelli
I – Considerações Iniciais
A Acupuntura é um método terapêutico utilizado no oriente há mais de 4.000 anos.
Depois de ter nascido na China foi adotada pela terapêutica médica de outros países
asiáticos como o Japão, a Coréia e o Vietnã, e consiste na estimulação dos chamados
meridianos através da pele. Junto de outras terapias, e hábitos alimentares específicos,
compõe o que atualmente é chamada de Medicina Tradicional Chinesa.
A origem da palavra é latina, provavelmente dada pelos jesuítas que também se
utilizaram desta técnica. Acus significa agulha, punctura significa puncionar. O termo
“acupuntura” se refere, portanto, à inserção de agulhas através da pele nos tecidos
subjacentes em diferentes profundidades e em pontos específicos do corpo. O nome
original da acupuntura na China é TZIAN TZI (metal / fogo), donde se vê a importância
que a medicina chinesa dá ao calor, portanto, a moxa.
Contudo, hoje em dia, entende-se como acupuntura não apenas a praticada com
agulhas, mas as demais formas que são chamadas de não invasivas, como: moxa,
acupressura, além da fitoacupuntura, o uso de raio laser, a eletroacupuntura, a
2
magnetoacupuntura feita com imãs, enfim, seja qual for o estímulo utilizado desde que
haja estimulação dos pontos dentro dos meridianos é entendido como acupuntura.
A acupuntura como tratamento médico tem sua filosofia embasada nos
ensinamentos tradicionais do Taoísmo, criado por Lao Tse, e, que prega a harmonia entre
os humanos e o mundo à sua volta, assim como valoriza um equilíbrio entre o yin e o
yang, considerados pelos chineses como o aspecto feminino e masculino,
respectivamente, em cada pessoa, sendo ambos responsáveis por todas as forças que
atuam no universo, estando ambos, yin e yang, presentes em tudo.
A mais antiga referência sobre acupuntura pode ser encontrada no "The Nei Jing
Yellow Emperors Classic of Internal Medicine", de Huang Di, que data de cerca de 300
a.C. O livro descreve várias doenças, suas origens e descrição de pontos da acupuntura.
Em 260 d.C., Huang-Fu Mi escreveu 12 volumes relatando a técnica da acupuntura.
Seus livros descrevem os pontos que são utilizados ainda hoje, além da localização de
cada um e a intensidade de penetração das agulhas.
Os primeiros acupunturistas utilizavam agulhas feitas com pedras e ossos, depois
foram criadas as agulhas de bambu e metal, como o bronze, ouro e prata. Inicialmente
havia apenas 365 pontos de pressão no corpo, cada um correspondendo a um dia
diferente do ano. Após algum tempo, esse número cresceu, chegando a mais de 2 mil
pontos diferentes na acupuntura moderna.
No começo do século XIX, viajantes que haviam ido à China aprenderam a técnica
e começaram a introduzir a acupuntura no Ocidente. Um dos pioneiros da acupuntura no
Ocidente foi o médico francês Geourge Soulie de Morant. Fazendo pesquisa na China na
3
virada do século XX, retornou à França, após duas décadas, e apresentou os textos e
técnicas clássicas da acupuntura para os médicos franceses.
Nos EUA, a acupuntura tornou-se popular na década de 70, com a viagem do
presidente Nixon fez à China. A primeira menção feita à acupuntura na mídia americana
foi um artigo do "New York Times" escrito por James Reston, onde ele descrevia como a
acupuntura aliviara sua dor após uma cirurgia de apendicite.
Da mesma forma, relatos sobre a acupuntura auricular foram encontrados em
textos muito antigos, o que mostra ser a técnica milenar e a despeito da relativa ausência
de postulados científicos sobre o tema, há uma imensa prática médica que comprova a
sua eficácia em um número significativo de doenças. Resta apenas continuar com as
pesquisas na busca das explicações necessárias à formação de um texto acadêmico que
seja plenamente e cientificamente aceito.
Nosso organismo é composto de matéria e energia. Na visão da Medicina
Tradicional Chinesa, a parte energética circula nos meridianos e nos mantém sadios.
Quando ocorre uma alteração no fluxo energético, se estabelece a doença. Hoje essa
crença envolve outras formas de medicina, principalmente a chamada medicina
alternativa, mudando-se apenas o termo Chi para Força Vital ou Energia Vital. Para os
chineses, esta energia, semelhante a um fluxo de grande vitalidade é que torna possível a
existência tal qual a conhecemos , sem ela o mundo não existiria. Os chineses chamam
esta energia de chi, os japoneses de ki , os hindus denominam esta força de prana, e
modernamente existe uma corrente menos ortodoxa ocidental que já aceita a integração
oriente/ocidente, chama esta energia de forma mais clara : energia vital
4
Quanto aos meridianos, estes são linhas anatomicamente não identificáveis,
porém, funcionalmente presentes, distribuídas pelo corpo, por onde flui a energia vital –
Chi . Ao serem introduzidas as agulhas em pontos específicos dos meridianos, ou se
usando de outro estímulo – moxa, ventosa, acupressura, é provocada uma reação
especialíssima na qual substâncias anti-inflamatórias, analgésicas, calmantes, e até
hormonais, começa a ocorrer, e esta reação é capaz de estimular ou sedar os órgãos e
com isso contribuir para a solução dos problemas de saúde – física ou emocional -
apresentados pelo paciente.
Os meridianos ligam os órgãos internos com o exterior. O ponto a ser estimulado
na Acupuntura nada mais é do que o local onde se acessa o Meridiano, fazendo fluir a
energia estagnada. Estas linhas , mesmo não sendo identificáveis anatomicamente, estão
longe de serem imaginárias, e para caracterizá-las foi a medicina ocidental que
denominou estes canais de energia com o nome de meridianos.
A existência do meridiano foi demonstrada pelo Dr. Jean Claude Darras, do
Hospital Neker, em Paris, que provou cientificamente que os canais de energia de fato
percorrem todo o corpo humano . Em um determinado ponto de acupuntura, Dr. Darras
injetou uma substância radioativa de contraste, denominada tecnécio. A princípio, o
tecnécio espalhou-se por toda a região desordenadamente; porém, outro ponto
relacionado ao mesmo meridiano foi estimulado. Observou, então, que a substância se
concentrou no ponto de origem e correu por um suposto canal até alcançar o outro ponto
estimulado.
Com essa experiência provou-se a existência de canais em nosso organismo que
não podem ser vistos a olho nu, mas que existem e podem conduzir o Chi propalado
5
pelos chineses ou a chamada energia vital. Toda a teoria chinesa da acupuntura está
ligada ao que se denominou de cinco elementos, madeira, fogo, metal, terra e água, os
quais regem órgãos específicos do corpo humano, da mesma forma que caracterizam as
pessoas. Ademais, os princípios taoistas trouxeram à forma de pensamento ocidental os
conceitos de Yin e Yang, respectivamente, princípio feminino e masculino que estão em
cada ser humano e em cada coisa existente. É o equilíbrio yin / yang que estabelece a
harmonia universal e consequentemente a harmonia do corpo humano. Os
desequilíbrios , quando ocorrem, provocam as doenças.
Excesso de trabalho, comida, bebida e os vícios como o fumo, além do não
entendimento daquilo que seja a natureza dos organismos e o respeito que eles precisam
ter, geram o desequilíbrio da terra como um todo, provocando desarmonia e isto gera
doença. Os estados de insônia e agitação, a ansiedade reinante no mundo moderno,
nervosismo, fome compulsiva são exemplos de prevalência do elemento yang. Ao passo
que a timidez, a depressão, apatia, sonolência , insegurança e medo frente aos
problemas do mundo tendem a ser prevalência do elemento yin. Bastou haver prevalência
que cessa a harmonia.
Contudo, existe uma corrente mais ocidentalizada dentro da acupuntura que não
atua seguindo estes princípios ocidentais, embora reconheça os pontos dos meridianos,
inclusive na orelha, mas prefere dar ao tratamento um toque mais ocidental , onde a
acupuntura entra como elemento de apoio junto aos procedimentos médicos normais.
Esta posição de coadjuvante deu mais força à acupuntura, uma vez que sua prática não
desqualifica a medicina tradicional ocidental – muitos orientalistas superestimaram a
acupuntura em detrimento da medicina tal qual a conhecemos, o que foi um erro.
6
Estas práticas se complementam em vez de se excluírem, por esta razão,
terapeutas modernos unem as várias formas aplicação da acupuntura, envolvendo
escolas diferentes num mesmo tratamento. Esta prática tem se provado eficiente
Escolas de pensamento da acupuntura
Existem vários tipos de prática da acupuntura com origem em diferentes países do
mundo. O mais difundido e popular está ancorado na Medicina Chinesa Tradicional,
cuja teoria se baseia na restauração do fluxo natural de energia por meio do estímulo de
pontos de pressão espalhados pelo corpo, os quais correspondem aos vários sistemas e
órgãos.
A acupuntura japonesa é um pouco mais sutil .Utilizando agulhas mais finas e
curtas, que quase não perfuram a pele, a acupuntura japonesa se divide em duas formas:
raiz e local. A acupuntura de raiz cuida do desequilíbrio total de energia no corpo,
enquanto a acupuntura local trata de sintomas específicos.
A acupuntura dos cinco elementos é uma antiga técnica chinesa utilizada
para tratar tanto de problemas do corpo como da mente. Baseia-se na teoria de que a
saúde, assim como tudo o mais que existe , é regida pelos cinco elementos: água,
madeira, fogo, terra e metal. O equilíbrio desses elementos no corpo é quem irá trazer
boa saúde.
A acupuntura auricular foi desenvolvida na França. Os pontos de acupuntura
estão concentrados na orelha. Existem mais de duzentos pontos nas orelhas, tanto no
pavilhão auricular como no dorso, e cada um é conectado a uma ou várias áreas do
7
corpo. Quando um ponto é estimulado, ele cria impulsos elétricos que fluem, através do
cérebro, até a parte específica do corpo que está sofrendo o estímulo. Por exemplo, se o
ponto da orelha relacionada ao fígado sofrer o estímulo, ele irá localizar alguma dor ou
disfunção no fígado da pessoa. A auriculoacupuntura também é sempre reflexa.
Sabidamente a acupuntura auricular é tão eficaz quanto a acupuntura feita no corpo todo,
pois considera-se que o estímulo da orelha afete a energia vital - o chi - que flui através
do corpo.
A acupuntura manual coreana é semelhante à acupuntura auricular, com
exceção de que sua atuação é na mão, e não a orelha.
II – Mecanismos de Ação da Acupuntura
Tudo na acupuntura é reflexo, isto é, não se trata a patologia em cima do órgão
“doente” propriamente dito, mas atua-se no seu ponto reflexo. Os meridianos, portanto,
estão repletos de pontos por onde o órgão, ou parte do corpo possui relação reflexa e
através desta relação é que a ação da acupuntura se faz. Nada impede tratamentos
tópicos, em cima da patologia, mas, quando se fala de acupuntura, o tratamento é reflexo.
Os estudos atuais demonstraram que a acupuntura estimula a produção de
neurotransmissores (substâncias sintetizadas pelas células nervosas, que atuam no
cérebro, na medula espinal e nos nervos periféricos) os quais combatem a dor, tanto
como analgésico, como relaxante muscular. Ademais, a acupuntura ativa a circulação do
cérebro, em especial o hipotálamo e a glândula pituitária, conduzindo a um aumento da
8
função imunológica, além de também, aumentar a concentração de endorfinas e de
serotonina .
Apesar de existirem correntes que tentem demonstrar o contrário, a
acupuntura não se aplica a todas as doenças, isto é, existem limitações. De forma geral,
a acupuntura complementa e é complementada por outras especialidades médicas.
A OMS – Organização Mundial de Saúde – considera que a acupuntura atua
com efetividade nos casos de:
• Doenças do Trato Respiratório
Sinusite aguda, Rinite aguda, Resfriado comum, Tonsilite aguda, Afecções bronco-
pulmonares, Bronquite aguda, Asma brônquica.
• Doenças Oftalmológicas
Conjuntivite aguda, Retinite central, Miopia (em crianças), Catarata (sem
complicação).
• Distúrbios da cavidade bucal
Odontalgia, Dor pós-extracão dental, Gengivites, Faringites agudas e crônicas.
• Distúrbios Gastrintestinais
Espasmos do esôfago e cárdia, Soluços, Gastroptose, Gastrite aguda e crônica,
Hiperacidez gástrica, Ulcera duodenal crônica, Colites agudas e crônicas,
Disenteria bacteriana aguda, Constipação, Diarréia, Ileo paralítico.
Distúrbios Ortopédicos e Neurológicos e clinica de dor
9
Cefaléias, Enxaqueca, Neuralgia do trigêmeos, Paralisia Facial, Paralisia
Pos AVC, Neuropatia periférica, Síndrome de Meniere, Disfunção neurogênica da
Bexiga Urinaria, Enurese noturna, Neuralgia intercostal, Periartrite escapulo
humeral, Epicondilite lateral (tennis elbow), Ciática, lombalgia, Artrite reumatóide,
dorsalgia, lombalgia, neuralgia, lombo ciatalgia, LER, artrite reumatóide, lupus
eritematoso sistêmico, trigemialgias, distensões musculares.
• Em psiquiatria: distúrbios leves e moderados de depressão, angustia,
ansiedade e insônia.
• Em clinicas diversas: labirintite, prisão de ventre.
• Em ginecologia: distúrbios menstruais, infertilidade, dismenorréia,
amenorréia, metrorragia e menorragias.
• Na estética: marcas de expressão, rugas, flacidez, bolsas sub-oculares,
suavização de estrias e celulites, enrijecer dos seios e nádegas
• Outros benefícios proporcionados pela acupuntura
- Aumento da vitalidade e energia
- Redução do estresse e maior relaxamento
- Rejuvenescimento da pele
- Controle de peso
- Livrar-se do fumo, álcool, drogas e outros adicionais
- - Aumento das funções físicas e atléticas.
- Controle de dores
- Regularidade dos batimentos cardíacos, pressão sanguínea e química.
- - Estabilização do sistema imunológico.
10
De forma geral, a acupuntura atua nas analgesias e disfunções orgânicas e
emocionais. Estudos comprovam sua eficácia no alívio da dor, principalmente nas
músculo-esqueléticas e na falta de harmonia do organismo, entrando neste particular o
aspecto emocional das pessoas, uma vez que a acupuntura promove o equilíbrio das
emoções e dos sentimentos como veremos mais à frente.
Por outro lado, a acupuntura não garante a eliminação dos vícios como se pensa
e se propaga. Os tais “pontos milagrosos” que emagrecem, fazem parar de fumar, parar
de beber têm influência , mas não são garantias de sucesso. Sua ação isoladamente não
é suficiente para isso, porém, a acupuntura associada a outras terapêuticas (alopatia,
fitoterapia, homeopatia, psicoterapia, etc) obtém resultados satisfatórios nestas questões.
Seja como for, o equilíbrio emocional, que geralmente se perde em casos de vícios, pode
ser compensado com bons resultados através da acupuntura, uma vez que ela fortalece
a vontade de quem se predispõe a deixar um vício , seja ele qual for.
Desde 1995 a Acupuntura é reconhecida como especialidade médica pelo
Conselho Federal de Medicina, embora a sua prática ainda não esteja devidamente
regulamentada.Neste sentido, tramita no Congresso Nacional uma legislação que, se
aprovada, virá regulamentar a prática da acupuntura, além de especificar quem são os
profissionais que podem exercê-la.
Outros aspectos da prática terapêutica merecem atenção. O tratamento
geralmente não apresenta resultado negativo nenhum quando feito por profissional
devidamente preparado, mas é possível ocorrer:
11
 Sonolência
 Equimose (roxo na pele)
 Discreto sangramento no local no momento da retirada a agulha.
 Dor discreta no ponto agulhado.
 Coceira no ponto.
 Vermelhidão no local agulhado
III - A energia vital
Segundo os chineses, o Universo teve inicio com o Tao, o Tudo e o Nada
simultaneamente. O Tao gerou o número 1 - o absoluto. À medida que este se manifesta
ou se expande, é gerado o número 2 - a polaridade Yin e Yang. A força da polaridade Yin
e Yang gera ou cria tudo e todos neste mundo que é a Terra . É o número 3 - a energia.
Essa energia é chamada pelos chineses de Chi ou energia vital. Ainda dentro da
filosofia taoista, o Chi é a essência da vida e da morte, capaz de transformar a tudo e a
todos. O Chi controla as etapas de geração, nascimento, crescimento, expansão,
destruição e morte. Além disto, esta energia promove o equilíbrio e a harmonia entre os
seres e os elementos. Na Índia, esta força é conhecida como Prana e sua entrada nos
organismo humanos se dá através dos chacras.
Curiosamente estamos abertos a aceitar esta “ força” numa série de situações e
raramente estamos abertos a aceitá-la dentro de nós mesmos. Muitos de nós se
encantaram, há uma década ou mais, com o personagem He-Man erguendo a espada e
12
bradando “ eu tenho a força”. Ademais, quantos não se encantaram com as
potencialidades de Skywalker em Guerra nas Estrelas e poderiam acreditar em Obi Wan
quando dizia a seu discípulo “ A força está com você”.
Pois bem, é esta mesma força – o Chi, a energia vital - da qual falamos que
impregna tudo o que existe.
Místicos cristãos entendem esta força unificadora como sendo o próprio Espírito
Santo. Nada mais correto. Eles admitem que o primeiro milênio foi o do Pai; o segundo
milênio do Filho e o terceiro milênio será o do Espírito Santo , isto é, quando a força de
Deus impregnando tudo o que existe será sentida , dentro e fora de nós mesmos, será
finalmente aceita e entendida por todos como sendo realmente a força unificadora de
tudo o que existe. Este fluido universal produz a energia vital que percorre tudo o que
existe e as entranhas de todos os seres. A energia vital que circula pelo corpo está em
tudo: na natureza, nos alimentos, nos líquidos que bebemos, mas é absorvida
principalmente através do ar que respiramos. É desse jeito que os místicos entendem o
postulado bíblico de “Deus em nós”
Assim, são muitas as correntes de pensamento a admitir que existe uma energia
de vida do Universo; vivemos num mar de energia e a natureza desta energia é promover
a nossa harmonia com os outros, conosco mesmo , com o Todo, nos preenchendo de
alegria, felicidade, amor, prazer, paz e sensibilidade. Quanto mais energia vital uma
pessoa absorve mas sensível à vida e feliz ela se torna. Esta energia, contudo, flui em
nossos corpos pelos meridianos. Toda vez que ela é bloqueada, toda vez que ela é
impedida de agir, nosso corpo sofre e a doença se instaura. A acupuntura serve para
desbloquear o que está estagnado e fazer fluir a energia vital.
13
Ademais, com a tecnologia atual, fica fácil provar a existência desta força vital. A
fotografia Kirlian mostra que ela está presente em tudo, desde os seres humanos, os
alimentos, até os seres inanimados, como rochas, por exemplo.
O “Clássico de Medicina Interna do Imperador Amarelo”, cuja idade remonta há 4
mil anos, fala em 32 tipos de Chi. Não é objetivo deste trabalho listar e explanar estas
diferentes forças vitais, mesmo porque se é a mesma força, por que motivo classificá-las
em 32 tipos diferentes?
Vale a pena, entretanto, ressaltar que além da energia vital, imaterial, onipresente
cujo fluxo anima os seres, permeando todo o Universo, ligando o mundo material e
humano num imenso Todo, existe ainda uma energia psíquica que faz parte do mesmo
Chi.
Cabe a ela os pensamentos e sentimentos, mesmo porque a influência do Chi nas
pessoas depende da sua qualidade. Assim, os pensamentos negativos e destrutivos
impedem o desabrochar do Chi, gerando desarmonia, desequilíbrio, e no nosso caso em
especial, as doenças que vão interpenetrar os corpos físicos e sutis do ser humano.
Para a Medicina Chinesa, a mente não está apenas no cérebro, ela permeia os
órgãos do corpo humano, Por isto, o estado saudável do corpo facilita o Chi, promovendo
uma aura rica, colorida, capaz de expressar a riqueza interior do ser, assim como
influenciar tudo à sua volta.
Porções de energia entram e saem dos corpos físicos , se reciclam, promovem
crescimento, e qualquer interrupção do fluxo impede a finalidade da própria existência. A
doença é um bloqueio de Chi, incapacitando o ser humano a alcançar a sua plenitude
física, mental e espiritual. Por isso, entra neste componente a vontade. O ser humano
14
dotado de maior vontade para desenvolvimento do Chi tem mais capacidade do que os
outros, tem melhor saúde e passar, com isso, a ter uma qualidade de vida melhor, porque
é o Chi, ou a energia vital que clareia a visão e faz resplandecer o terceiro olho o chacra
frontal da filosofia hinduísta , através do qual o ser humano pode ter a compreensão da
verdadeira significação de viver.
A energia vital, ou Chi, ou Prana, encontra agora um aliado importantíssimo que
tem revolucionado o conhecimento científico universal e com isso modificado a forma de
ver o mundo, a matéria, a doença e a cura: a Física Quântica.
Durante muito tempo, a filosofia estabeleceu uma dicotomia bastante nítida entre
sujeito e objeto. Isto é, o ser que pensa, sente, não possuía nenhuma relação com o seu
objeto de estudo. O ser que estuda nada tinha a ver com a coisa estudada, sendo que
cada um ficava estaticamente dentro de si mesmo.
Este paradigma foi quebrado pela teoria quântica, cujos ensinamentos fazem parte
do curso que vem sendo ministrado pela Instituo Rama Schaim a cargo do facilitador
Ricardo Placa. .
Justamente por atuar no nível além da matéria física, alcançando os corpos sutis
do ser humano, uma vez que os meridianos conduzem a energia vital, a Auriculoterapia
se apresenta como uma forma de tratamento quântico mesmo porque, esta pressupõe o
toque e a intenção do terapeuta no ato do tratamento. Por esta razão é que uma janela
está sendo aberta dentro do curso em andamento para que seja abordada a acupuntura
auricular.
15
Assim sendo, como ponto de partida teórico, registramos abaixo algumas
considerações pontuais para servirem de apoio teórico à prática terapêutica da
acupuntura auricular:
* Pela Física Quântica, o objeto muda através da observação do sujeito. Isto
elimina a dualidade das coisas. Elimina o eu e o tu, transformando as coisas
num imenso nós. Assim, o terapeuta tem influência sobre a doença de seu
paciente , deixando de ser meramente um técnico que aplica fórmulas
prontas.
* O mentor Rama Schain confirma: “A cura quântica trabalha com a idéia de
que há transferência da força vital do curador para o paciente
*A Terapia Quântica é essencialmente a cura espiritual realizada pelo
pensamento que é um atributo da alma. Sendo o pensamento um atributo da
alma, compreende-se o seu valor na vida humana e que a alma não é
apenas um mero componente na constituição do organismo, mas uma fonte
inesgotável de energia atuante na vida de cada um desde o momento de sua
formação embrionária, atuando como agente modelador dos órgãos e
tecidos e durante toda a vida da pessoa como responsável pela saúde e
bem-estar do organismo.
16
• A emoção, que mexe com os campos vibracionais, que
geram as ondas, é responsável por toda complexidade do
sistema ser humano.
• A medicina quântica consiste em fazer a ponte entre os princípios
íntegros da medicina tradicional chinesa e os conceitos da física
Quântica moderna.
• A medicina chinesa divide o corpo humano em três sistemas:
1. Nível informativo
2. Nível energético
3. Nível somático
Antes que o homem adoeça a nível do corpo (somático), adoece-se
antes nos dois primeiros níveis. E assim, é válido concentrar esforços nos
níveis energético e informativos, para que o corpo humano fique são. A
missão dos médicos chineses reza o seguinte: por o Chi do homem em
equilíbrio.
• Temos conosco três tipos de energia. A ancestral, advinda da
hereditariedade; a energia física, advinda dos elementos e dos
alimentos, e a energia cósmica , que interpenetra as coisas materiais
deste mundo. A acupuntura abre canais que fazem aforar destas
energias e a medicina quântica, porque influencia a vida dos elétrons,
transmutando-os ora em ondas, ora em matéria, permite que a mente
do paciente e a do terapeuta entrem em sintonia de vibração que
acaba por promover a cura.
• Há 150 anos, quando a Ciência não havia formulado as bases da
Teoria Quântica, e a própria medicina ainda não possuía todos os
17
saberes atuais, Alan Kardec escreveu no livro “ A Gênese”, ( pág.
294 , item – 31) que “ o espírito é o agente propulsor que infiltra num
corpo determinado uma parte da substância de seu invólucro fluídico.
A cura se opera mediante a substituição de uma molécula malsã por
uma molécula sã”.
• Sendo o pensamento um atributo da alma, compreende-se o seu valor
na vida humana e que a alma não é apenas um mero componente na
constituição do organismo, mas uma fonte inesgotável de energia
atuante na vida de ca um, desde o momento de sua formação
embrionária, atuando como agente modelador dos órgãos e tecidos e
durante toda a vida da pessoa com responsável por ela, espiritual e
fisicamente , cuidando da saúde e bem-estar. Deixar a alma para as
questões ditas elevadas do “ outro mundo “ é dar a ela uma
importância pequena demais. Ela existe para estar com o ser humano “
em todas as situações” , por isso a cura não é uma questão física
apenas. Entra neste componente o físico (com todas as estimulações e
remédios possíveis), o mental (onde a vontade/amor prepondera) e o
espiritual, quando a alma impulsiona as energias promovendo a
interação entre o paciente e seu terapeuta.
IV- Acupuntura Auricular – Auriculoterapia.
A Auriculoacupuntura é um método de tratamento dentro da acupuntura que se
utiliza de pontos específicos localizados no pavilhão auricular. A estimulação desses
pontos reflete diretamente no córtex cerebral, no sistema nervoso central e atua no
equilíbrio dos canais de energia do corpo, restaurando e mantendo o fluxo do Chi no
organismo.
18
A auriculoacupuntura obteve maior aceitação no ocidente graças às pesquisas e
experimentos do médico francês Paul Nogier inicialmente e mais recentemente com seu
filho Raphael Nogier. Não que a auriculoacupuntura não existisse na China antiga, ela
apenas não era vista de forma isolada e independente que é hoje.
Paul Nogier, em seu consultório na França, observou que alguns pacientes
possuíam certas regiões cauterizadas no pavilhão auricular e ao indagar , descobriu que
isso era feito por uma mulher oriental que tratava pessoas , principalmente no que tange a
dores na coluna.
A partir daí, começou a pesquisar o assunto e mais de uma década depois
apresentou um estudo a respeito. Surgiu assim a Escola Francesa de Auriculoterapia ,
que tem seus próprios postulados, embasados nos folhetos embrionários. Mais tarde,
embora a acupuntura sistêmica já usasse alguns pontos auriculares, surgiu a Escola
Chinesa de Auriculoacupuntura calcada na Medicina Tradicional Chinesa, a MTC.
Fundamentalmente as diferenças dizem respeito à localização dos pontos no pavilhão
auricular. Há quem critique uma e outra escola e há quem transite entre ambas de forma
normal, utilizando-se dos pontos comprovadamente eficientes que uma e outra escola
possui
A auriculoacupuntura, além de usar as agulha sistêmicas menores e mais finas,
utiliza-se de sementes, ou esferas, além de agulhas metálicas semipermanentes de 1 , 2
e 3 milímetros de profundidade ,aplicadas no pavilhão auricular, as quais agem no
Sistema Nervoso Central (SNC) com o objetivo de aumentar a resistência orgânica
(Sistema Imunológico) contra agentes agressores ( vírus, bactérias) . Como citado
anteriormente, a aurículo-acupuntura atua como coadjuvante no tratamento de vícios,
como alcoolismo, tabagismo, emagrecimento, uma vez que contribui para o equilíbrio
emocional do paciente, dando-lhe força de vontade no combate aos vícios em geral.
A medicina tradicional chinesa considera a orelha um extremo de íntima relação
com os canais de energia – é uma parte do corpo que se liga a todos os outros órgãos . É
histórico o relato que as mulheres do antigo Egito usavam pontos auriculares como forma
de anticoncepcional, isto pelo século 2.500 a.C. (Egiptólogo Alexandre Varilla).
19
Ao escrever “O Livro das Epidemias”, Hipócrates fazia referência a uma punção
com estiletes nos vasos auriculares, para tratamento de processos inflamatórios.
No Sri Lanka (Ceilão) foram achados manuscritos que comprovam a prática
milenar da acupuntura feita na Índia, inclusive em animais de grande porto, como no caso
dos elefantes. Os turcos do século III usavam certos instrumentos de cauterização de
pontos auriculares no tratamento de várias doenças.
Em síntese, a prática a acupuntura é milenar e , aos poucos, está sendo codificada
dentro dos pressupostos científicos. Sua eficácia é comprovada e, através dela , podemos
oferecer uma melhor qualidade de vida às pessoas .
Como atuam os estímulos e as doenças que podem ser tratadas
O pavilhão auricular e o dorso da orelha são partes do corpo humano que formam
um microssistema, e atuam como receptores de sinais de alta especificidade, podendo
refletir todas as mudanças fisiopatológicas dos órgãos, vísceras, membros , além do
tronco, órgãos do sentidos e até mesmo emoções. Hoje já foram localizados os
meridianos dentro da orelha. O estudo é novo e está em fase de experimentação.
Por isso, quando ocorrem problemas de saúde que afetam o corpo, imediatamente
a patologia é refletida na orelha. Há casos que, mesmo antes do aparecimento do sintoma
no corpo humano, a orelha apresenta algum tipo de reflexo capaz de antecipar algum mal
que possa estar em curso no organismo.
Estimulando-se os pontos auriculares, desencadeia-se uma sucessão de reflexos
condicionados, os quais fazem parte de uma teia de relação com capacidade racional,
formando um circuito de estímulos no córtex cerebral. Isto explica os reflexos longos
que terminam por agir sobre a formação reticulada do sistema nervoso central,
proporcionando uma melhora do tônus do sistema nervoso e da reatividade do sistema
neurovegetativo..
20
A orelha é uma formação esquelética fibrocartilaginosa, penetrada por músculos
que a ligam diretamente à cabeça. Os nervos que ela possui são do tipo motores e
sensitivos, onde se interpenetram veias que possibilitam a existência de todo um sistema
linfático com um grande número de condutos o que , fatalmente, facilita a acupuntura e a
interligação dos pontos auriculares , os quais veremos mais adiante.
A acupuntura auricular é benéfica em cerca de 250 doenças, a saber:
*Doenças infecciosas
* Doenças do aparelho digestivo e urinário
* Alterações da pressão e cardiopatias
* Alterações glandulares (hiper ou hipotireodismo, diabetes...)
* Doenças ósseas e musculares (artrite, artrose, bursite, reumatismo, lombalgia,
torções e lesões)
* Sistema Nervoso - Depressão, psicoses, síndrome do pânico, insônia,
enxaqueca, estresse, ansiedade, dificuldade de concentração, vertigem.
* Melhora da libido e disfunção erétil
* Rinite, sinusite, bronquite, resfriados, asma
* Auxilio para obesidade, tabagismo, alcoolismo, toxicomania, TPM.
O efeito do tratamento é quase imediato . O estímulo leva o cérebro a agir sobre os
órgãos, os membros e suas funções, equilibrando e harmonizando o organismo,
provocando assim a eliminação dos males que acometem o indivíduo, fazendo fluir a
energia vital pelo corpo.
Outro aspecto importante da auriculoacupuntura é que , diferentemente da
acupuntura sistêmica, que possui meridianos com um número muito grande de pontos, na
orelha o ponto é apenas um só. Isto quer dizer que ele tem o valor de todo um meridiano
sistêmico e por isso a sua ação é mais rápida. Para alguns estudiosos isto é uma
vantagem, para outros uma deficiência , pois com mais pontos as opções de tratamento
podem ser ampliadas. Por isso, é que os dois tratamentos, quase sempre são
complementares.
21
Vantagens da aurículo
São inúmeras as vantagens da acupuntura auricular e dentre elas salientamos:
1) Rapidez e eficácia
Nos casos de analgésica e inflamações, contra dores músculoesqueléticas de todo tipo,
podendo, em muitos casos, a dor desaparecer em poucos minutos. O mesmo se dando
com febres e pressão alta.
2) Fácil localização dos órgãos e partes do corpo, uma vez que para cada caso
há apenas um ponto, ou dois para ser estimulado, diferentemente dos meridianos
sistêmicos.
3) Fácil manejo e fácil aprendizagem
A aplicação é simples e pode ser aprendida rapidamente. Claro está que os casos
complexos exigem amplo domínio da técnica e a correlação dos pontos a serem tratados,
o que demanda um conhecimento mais aprofundado.
4) Economia e praticidade
Diferentemente de outras técnicas, a acupuntura auricular é de baixo custo e sua
aplicação requer poucos apetrechos, podendo inclusive ser feita em qualquer lugar ,
inclusive no local de trabalho.
5) Diagnóstico simples
22
Usando de uma boa ficha de anaminese, o diagnóstico é direto, uma vez que os pontos a
serem estimulados – sedação ou tonificação – estão devidamente mapeados requerendo
apenas cuidados do terapeuta em saber fazer as perguntas corretas e dominar o
interrelacionamento dos pontos para uma maior eficácia de tratamento, e fazer um exame
bem detalhado da orelha.
6) Não apresenta efeitos colaterais. A aurículoacupuntura é segura e , caso o
tratamento não tenha sucesso, não há risco de intercorrências, salvo os casos de falta de
higienização da orelha ou quando se mantém os pontos além dos prazos previstos.
V - A anaminese e a forma de atendimento
O atendimento começa pela anaminese. Talvez seja este um dos pontos mais
importantes de toda e qualquer abordagem junto ao paciente: a busca de um diagnóstico
preciso. Neste sentido, a empatia no relacionamento paciente/terapeuta precisa ser total
de modo a permitir que ambos possam caminhar juntos para a formação de um
diagnóstico, o mais correto possível.
É importantíssimo o domínio de técnicas de diagnóstico capazes de dar subsídios
seguros ao acuputurista. Assim, conhecer os 5 elementos, a morfologia da língua, o
exame da pulsação, e mais recentemente, a leitura da íris são instrumentos que
permitirão ao terapeuta confirmar e aprofundar as informações dadas pelo paciente. No
23
mercado, existem livros sobre estes temas, além de cursos que podem ser feitos pelos
interessados.
Contudo, para o aurículo-terapeuta nada é mais importante do que a análise direta
da orelha, a apalpação das regiões com vistas a descobrir patologias que estão sendo
refletidas em cada ponto, por exemplo. Mais à frente falaremos sobre a morfologia da
orelha no tocante a o que ser observado.
A forma de localizar pontos que devem ser tratados se dá pelo uso do apalpador de
pressão. Um bastão de metal com ponta arredondada e uma mola interna, cuja finalidade
é exercer pressão constante. Todo ponto auricular com desequilíbrio de energia
apresenta algum tipo de dor , mesmo que pequena, quando pressionado . Contudo, esta
norma não é absoluta. Há ocasiões em que o ponto não indica dor, por esta razão a
anaminese se apresenta como fundamental.
O uso de luvas e máscara é sempre indicado. É mais higiênico, além de ser uma
forma de proteção.
Na prática não se deve estimular o mesmo ponto nas duas orelhas ao
mesmo tempo, a não ser em casos excepcionais de crise aguda de dor como a
enxaqueca, por exemplo. É bom intercalar as aplicações em uma orelha por vez, num
intervalo de sete dias no máximo. . Existem várias formas de aplicação da acupuntura
auricular. As mais conhecidas são:
 Com agulha sistêmica - Normalmente usada no corpo, pode ser também
utilizada em aurículo. Seu único inconveniente é que o paciente deverá
24
permanecer deitado e com as agulhas na orelha por um período de 20 a 30
minutos e a cada 5 minutos deve-se estimular o ponto girando a agulha.
 Com agulha semipermanente – Parece uma pequena tachinha com uma ponta
que não ultrapassa 3 milímetros. Depois de aplicada, deve-se cobri-la com um
pequeno pedaço de fita microporo, para evitar que caia. O paciente deve
permanecer com as agulhas pelo prazo máximo de sete dias e evitar
contaminação.
 Com ponto esfera - Constituído por uma pequena esfera de metal, este ponto
deve ser aplicado da mesma forma que a agulha semipermanente e os resultados
obtidos são os mesmos. A diferença é que o ponto esfera pressiona, em vez de
furar, o que o torna preferível para uso em crianças ou para quem tem trauma de
agulhas. Ainda em se tratando de esferas, as de prata servem para sedar e as de
ouro para estimulação do ponto tratado. Assim , no ponto do coração, por exemplo,
usamos uma ou outra conforme for a necessidade apresentada pala anaminese.
Recentemente tem surgido um tipo de esfera de metal. Ele tem sido considerado
neutro, podendo tanto sedar quanto estimular o ponto.
 Com ponto cristal – Em vez de esferas, um pequeno pedaço de cristal. Diz-se
que o cristal é neutro, podendo tanto sedar como estimular. Ademais, o cristal
permite a infusão com cores, por exemplo, possibilitando a execução de
procedimentos de cromo-aurículo-acupuntura.
25
 Com ponto semente – O mais tradicional e antigo procedimento. É uma
pequena semente de mostarda, ou outro tipo de semente, usada da mesma forma
que o ponto esfera, com a diferença de que este ponto semente deve permanecer
na orelha por um prazo máximo de cinco dias. Por se tratar de material orgânico,
ele pode se decompor e causar algum tipo de contaminação, e, em conseqüência,
provocar inflamação na região. A semente também é neutra. Hoje, existem estudos
sobre a utilização de vários tipos de semente. É a fitoacupuntura. Dependendo da
semente utilizada, o efeito da aplicação varia, o que amplia as formas de
tratamento. Na acupuntura sistêmica, qualquer semente pode ser usada, mas na
auricular nem sempre isso é possível devido ao tamanho de cada semente. Por
isso, na aurículo se usa geralmente lascas de sementes para o emprego da
fitoacupuntura.
A fitoacupuntura pode ser executada com praticamente todas as plantas, dando-se
preferência pelas sementes, inflorescências e cascas, nesta ordem. Alguams das
possibilidades usadas atualmente :
Angélica – Angelica tenuissima à semente = desequilíbrios da bexiga, elimina vento, frio
e umidade.
Arroz – Orysa sativa à semente = desequilíbrios do estômago, baço-pâncreas e pulmão,
equilibra o qi.
Camomila – Matricaria chamomilla à inflorescência = desequilíbrios do estômago e
vesícula biliar, calmante, antiespasmódico.
26
Canela – Cinnamomum ceylanicum à casca = desequilíbrios do rim, estômago, coração,
fígado, baço-pâncreas e vaso governador, doenças de frio, auxiliar no combate a dor,
relaxante muscular.
Carqueja – Baccharis triptera à inflorescência = desequilíbrio do fígado, intoxicação
alimentar, depurativo.
Cevada – Hordeum vulgare à semente = desequilíbrios do estômago e baço-pâncreas,
harmoniza o qi.
Cravo – Eugenia caryiphyllata à inflorescência = desequilíbrios do pulmão, baço-
pâncreas, estômago e rim, deficiências, doenças de frio e analgésico.
Erva doce – Pimpinella anisum à semente = desequilíbrios do estômago, fígado e
intestino delgado, harmoniza a circulação do sangue.
Eucalipto – Eucaliptus globulus à inflorescência = desequilíbrios do pulmão, sistema
respiratório.
Feijão – Phaseolus angularis à semente = desequilíbrios do coração e intestino delgado,
erupções de pele.
Gengibre – Zingiber officinalis à rizoma = desequilíbrios do pulmão, coração, baço-
pâncreas e estômago, elimina fleuma.
Gergelim – Sesamun indicum à semente = desequilíbrios do fígado, rim e baço-
pâncreas, deficiências.
27

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeaco
Fundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeacoFundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeaco
Fundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeacoFisio Júnias
 
Tecnicas em mtc acupuntura
Tecnicas em mtc acupunturaTecnicas em mtc acupuntura
Tecnicas em mtc acupunturaMiguel Angelo
 
O que é a acupuntura
O que é a acupunturaO que é a acupuntura
O que é a acupunturaEduardo Silva
 
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeacoO diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeacoFisio Júnias
 
III Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na China
III Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na ChinaIII Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na China
III Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na ChinaÁsia Mágica
 
Acupuntura e AVC
Acupuntura e AVCAcupuntura e AVC
Acupuntura e AVCbibidelfim
 
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009Ásia Mágica
 
Conceitos Básicos MTC parte1
Conceitos Básicos MTC  parte1Conceitos Básicos MTC  parte1
Conceitos Básicos MTC parte1Andreia Moreira
 
Conceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTC
Conceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTCConceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTC
Conceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTCcomunidadedepraticas
 
Acupuntura bioenergética
Acupuntura bioenergéticaAcupuntura bioenergética
Acupuntura bioenergéticabarrosilson
 
acupuntura da língua trechos e sumário
acupuntura da língua trechos e sumárioacupuntura da língua trechos e sumário
acupuntura da língua trechos e sumáriobelaicc
 

Mais procurados (20)

Acupuntura sistêmica(aula)
Acupuntura sistêmica(aula)Acupuntura sistêmica(aula)
Acupuntura sistêmica(aula)
 
Acupuntura
AcupunturaAcupuntura
Acupuntura
 
Fundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeaco
Fundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeacoFundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeaco
Fundamentos da medicina tradiciona chinesa-blzdeaco
 
Tecnicas em mtc acupuntura
Tecnicas em mtc acupunturaTecnicas em mtc acupuntura
Tecnicas em mtc acupuntura
 
O que é a acupuntura
O que é a acupunturaO que é a acupuntura
O que é a acupuntura
 
Acupuntura - Aprenda mais
Acupuntura - Aprenda maisAcupuntura - Aprenda mais
Acupuntura - Aprenda mais
 
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeacoO diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
O diagnóstico na medicina chinesa [auteroche, navailh]blzdeaco
 
Historia mtc
Historia mtcHistoria mtc
Historia mtc
 
Critérios de diagnóstico
Critérios de diagnósticoCritérios de diagnóstico
Critérios de diagnóstico
 
III Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na China
III Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na ChinaIII Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na China
III Viagem de Estudos de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) na China
 
Acupuntura e AVC
Acupuntura e AVCAcupuntura e AVC
Acupuntura e AVC
 
Atlas De Meridianos
Atlas De MeridianosAtlas De Meridianos
Atlas De Meridianos
 
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
Workshop de Medicina Tradicional Chinesa, China, julho de 2009
 
Conceitos Básicos MTC parte1
Conceitos Básicos MTC  parte1Conceitos Básicos MTC  parte1
Conceitos Básicos MTC parte1
 
Acupuntura em dor - Evidências Científicas
Acupuntura em dor - Evidências CientíficasAcupuntura em dor - Evidências Científicas
Acupuntura em dor - Evidências Científicas
 
Conceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTC
Conceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTCConceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTC
Conceitos Básicos de Recursos Terapêuticos em Acupuntura/MTC
 
Auriculoterapia lar 03
Auriculoterapia lar   03Auriculoterapia lar   03
Auriculoterapia lar 03
 
Acupuntura bioenergética
Acupuntura bioenergéticaAcupuntura bioenergética
Acupuntura bioenergética
 
acupuntura da língua trechos e sumário
acupuntura da língua trechos e sumárioacupuntura da língua trechos e sumário
acupuntura da língua trechos e sumário
 
Massagem Auricular
Massagem AuricularMassagem Auricular
Massagem Auricular
 

Destaque

Auriculoterapia inspeção do pavilhão auricular
Auriculoterapia   inspeção do pavilhão auricularAuriculoterapia   inspeção do pavilhão auricular
Auriculoterapia inspeção do pavilhão auricularCarlos Pernambuco
 
Curso-basico-de-auriculoterapia
 Curso-basico-de-auriculoterapia Curso-basico-de-auriculoterapia
Curso-basico-de-auriculoterapiaalejandrocaro22
 
Ficha clínica de auriculoterapia
Ficha clínica de auriculoterapiaFicha clínica de auriculoterapia
Ficha clínica de auriculoterapialuis goldenberg
 
Ficha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igrejaFicha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igrejaBispoAlberto
 
Combinação de pontos auriculares na estética
Combinação de pontos auriculares na estéticaCombinação de pontos auriculares na estética
Combinação de pontos auriculares na estéticaKetheleen Medeiros
 
Ficha de atendimento
Ficha de atendimentoFicha de atendimento
Ficha de atendimentoLeandro_Roque
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeacoApostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeacoFisio Júnias
 
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacaoadrianapolonio
 

Destaque (19)

Auriculoterapia inspeção do pavilhão auricular
Auriculoterapia   inspeção do pavilhão auricularAuriculoterapia   inspeção do pavilhão auricular
Auriculoterapia inspeção do pavilhão auricular
 
Auriculoterapia
AuriculoterapiaAuriculoterapia
Auriculoterapia
 
Auriculoterapia lar 08 - c
Auriculoterapia lar   08 - cAuriculoterapia lar   08 - c
Auriculoterapia lar 08 - c
 
AURICULOTERAPIA APLICADA
AURICULOTERAPIA APLICADAAURICULOTERAPIA APLICADA
AURICULOTERAPIA APLICADA
 
Curso-basico-de-auriculoterapia
 Curso-basico-de-auriculoterapia Curso-basico-de-auriculoterapia
Curso-basico-de-auriculoterapia
 
Auriculoterapia lar 04
Auriculoterapia lar   04Auriculoterapia lar   04
Auriculoterapia lar 04
 
Auriculoterapia
AuriculoterapiaAuriculoterapia
Auriculoterapia
 
Auriculoterapia lar 06
Auriculoterapia lar   06Auriculoterapia lar   06
Auriculoterapia lar 06
 
Isabel cristina
Isabel  cristinaIsabel  cristina
Isabel cristina
 
Auriculoterapia lar 05
Auriculoterapia lar   05Auriculoterapia lar   05
Auriculoterapia lar 05
 
Ficha clínica de auriculoterapia
Ficha clínica de auriculoterapiaFicha clínica de auriculoterapia
Ficha clínica de auriculoterapia
 
47930901 37060761-apostila-auriculo-francesa
47930901 37060761-apostila-auriculo-francesa47930901 37060761-apostila-auriculo-francesa
47930901 37060761-apostila-auriculo-francesa
 
Ficha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igrejaFicha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igreja
 
Combinação de pontos auriculares na estética
Combinação de pontos auriculares na estéticaCombinação de pontos auriculares na estética
Combinação de pontos auriculares na estética
 
Ficha de atendimento
Ficha de atendimentoFicha de atendimento
Ficha de atendimento
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeacoApostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
 
01 manual de aprendizagem acupuntura laser
01 manual de aprendizagem acupuntura laser01 manual de aprendizagem acupuntura laser
01 manual de aprendizagem acupuntura laser
 
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
 
75269444 manual-anamnese-holistica
75269444 manual-anamnese-holistica75269444 manual-anamnese-holistica
75269444 manual-anamnese-holistica
 

Semelhante a Auriculoterapia 001

Auriculoterapia Chinesa.pdf
Auriculoterapia Chinesa.pdfAuriculoterapia Chinesa.pdf
Auriculoterapia Chinesa.pdfCacauCrisTorres
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesaApostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesaCesar Pereira
 
Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6Andreia Moreira
 
Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)
Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)
Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)Edson Bispo Palmeira
 
Acupuntura classica chinesa_tom_sintan_w
Acupuntura classica chinesa_tom_sintan_wAcupuntura classica chinesa_tom_sintan_w
Acupuntura classica chinesa_tom_sintan_wpedrosuzana1
 
Acupuntura classica chinesa
Acupuntura classica chinesaAcupuntura classica chinesa
Acupuntura classica chinesabarrosilson
 
Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)
Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)
Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)Felippe França
 
Cristais em-pontos-ashi
Cristais em-pontos-ashiCristais em-pontos-ashi
Cristais em-pontos-ashiAdriane Cunha
 
Fundamentos da medicina_tradicional_chinesa
Fundamentos da medicina_tradicional_chinesaFundamentos da medicina_tradicional_chinesa
Fundamentos da medicina_tradicional_chinesagrasi1977
 

Semelhante a Auriculoterapia 001 (20)

Auriculoterapia Chinesa.pdf
Auriculoterapia Chinesa.pdfAuriculoterapia Chinesa.pdf
Auriculoterapia Chinesa.pdf
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesaApostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesa
 
Apostiladeauriculoacupunturachinesa
ApostiladeauriculoacupunturachinesaApostiladeauriculoacupunturachinesa
Apostiladeauriculoacupunturachinesa
 
Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6Conceitos Básicos MTC parte 6
Conceitos Básicos MTC parte 6
 
Ato Médico
Ato MédicoAto Médico
Ato Médico
 
Auriculoterapia lar 02
Auriculoterapia lar   02Auriculoterapia lar   02
Auriculoterapia lar 02
 
24p origem da massagem
24p   origem da massagem24p   origem da massagem
24p origem da massagem
 
Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)
Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)
Atlasdemeridianos 100411095421-phpapp02 (1)
 
Acupuntura classica chinesa_tom_sintan_w
Acupuntura classica chinesa_tom_sintan_wAcupuntura classica chinesa_tom_sintan_w
Acupuntura classica chinesa_tom_sintan_w
 
Acupuntura classica chinesa
Acupuntura classica chinesaAcupuntura classica chinesa
Acupuntura classica chinesa
 
46265526 6985232-fundamentos-da-medicina-tradicional-chinesa
46265526 6985232-fundamentos-da-medicina-tradicional-chinesa46265526 6985232-fundamentos-da-medicina-tradicional-chinesa
46265526 6985232-fundamentos-da-medicina-tradicional-chinesa
 
Atlasdemeridianos
Atlasdemeridianos Atlasdemeridianos
Atlasdemeridianos
 
Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)
Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)
Atlas de acupuntura chinesa (meridianos e colaterais)
 
Acupuntura aula
Acupuntura aulaAcupuntura aula
Acupuntura aula
 
08p reflexologia podal
08p   reflexologia podal08p   reflexologia podal
08p reflexologia podal
 
Técnicas em MTC
Técnicas em MTCTécnicas em MTC
Técnicas em MTC
 
Cristais em-pontos-ashi
Cristais em-pontos-ashiCristais em-pontos-ashi
Cristais em-pontos-ashi
 
Meridianos
MeridianosMeridianos
Meridianos
 
124596584 curso-de-do
124596584 curso-de-do124596584 curso-de-do
124596584 curso-de-do
 
Fundamentos da medicina_tradicional_chinesa
Fundamentos da medicina_tradicional_chinesaFundamentos da medicina_tradicional_chinesa
Fundamentos da medicina_tradicional_chinesa
 

Mais de Instituto de Psicobiofísica Rama Schain

( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...
42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...
42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 

Mais de Instituto de Psicobiofísica Rama Schain (20)

( Espiritismo) # - influencia do meio
( Espiritismo)   # - influencia do meio( Espiritismo)   # - influencia do meio
( Espiritismo) # - influencia do meio
 
( Espiritismo) # - estudando a mediunidade
( Espiritismo)   # - estudando a mediunidade( Espiritismo)   # - estudando a mediunidade
( Espiritismo) # - estudando a mediunidade
 
( Espiritismo) # - ectoplasma mediunidade de efeitos fisicos
( Espiritismo)   # - ectoplasma mediunidade de efeitos fisicos( Espiritismo)   # - ectoplasma mediunidade de efeitos fisicos
( Espiritismo) # - ectoplasma mediunidade de efeitos fisicos
 
( Apometria) apometria em casa
( Apometria)   apometria em casa( Apometria)   apometria em casa
( Apometria) apometria em casa
 
( Apometria) apometria em casa(1)
( Apometria)   apometria em casa(1)( Apometria)   apometria em casa(1)
( Apometria) apometria em casa(1)
 
( Apometria) apometria e a cura quantica 2
( Apometria)   apometria e a cura quantica 2( Apometria)   apometria e a cura quantica 2
( Apometria) apometria e a cura quantica 2
 
( Apometria) apometria e a cura quantica 2(2)
( Apometria)   apometria e a cura quantica 2(2)( Apometria)   apometria e a cura quantica 2(2)
( Apometria) apometria e a cura quantica 2(2)
 
( Apometria) apometria e a cura quantica 2(1)
( Apometria)   apometria e a cura quantica 2(1)( Apometria)   apometria e a cura quantica 2(1)
( Apometria) apometria e a cura quantica 2(1)
 
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
 
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...( Apometria)   amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
( Apometria) amag ramgis - oracao inicial para pedir protecao trabalho de a...
 
( Apometria) a importancia da reforma intima no tratamento de apometria
( Apometria)   a importancia da reforma intima no tratamento de apometria( Apometria)   a importancia da reforma intima no tratamento de apometria
( Apometria) a importancia da reforma intima no tratamento de apometria
 
( Apometria) alexandre d c lima - apometria cosmica # nivel basico
( Apometria)   alexandre d c lima - apometria cosmica # nivel basico( Apometria)   alexandre d c lima - apometria cosmica # nivel basico
( Apometria) alexandre d c lima - apometria cosmica # nivel basico
 
50209564 20090319-apost-taiji
50209564 20090319-apost-taiji50209564 20090319-apost-taiji
50209564 20090319-apost-taiji
 
49579762 apostila-mod-3
49579762 apostila-mod-349579762 apostila-mod-3
49579762 apostila-mod-3
 
47477314 budo-1
47477314 budo-147477314 budo-1
47477314 budo-1
 
46879180 revista-homo-optimus-nu-07
46879180 revista-homo-optimus-nu-0746879180 revista-homo-optimus-nu-07
46879180 revista-homo-optimus-nu-07
 
44970137 ana vitoriavieiramonteiro-xamanismoarteextase
44970137 ana vitoriavieiramonteiro-xamanismoarteextase44970137 ana vitoriavieiramonteiro-xamanismoarteextase
44970137 ana vitoriavieiramonteiro-xamanismoarteextase
 
44938076 moxa
44938076 moxa44938076 moxa
44938076 moxa
 
42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...
42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...
42245625 a-massoterapia-e-a-terapia-holistica-passaram-a-fazer-parte-da-selet...
 
37060304 apostila-historia-filosofia-chinesa-2009
37060304 apostila-historia-filosofia-chinesa-200937060304 apostila-historia-filosofia-chinesa-2009
37060304 apostila-historia-filosofia-chinesa-2009
 

Auriculoterapia 001

  • 2. Facilitador Prof. Sérgio Motti Trombelli I – Considerações Iniciais A Acupuntura é um método terapêutico utilizado no oriente há mais de 4.000 anos. Depois de ter nascido na China foi adotada pela terapêutica médica de outros países asiáticos como o Japão, a Coréia e o Vietnã, e consiste na estimulação dos chamados meridianos através da pele. Junto de outras terapias, e hábitos alimentares específicos, compõe o que atualmente é chamada de Medicina Tradicional Chinesa. A origem da palavra é latina, provavelmente dada pelos jesuítas que também se utilizaram desta técnica. Acus significa agulha, punctura significa puncionar. O termo “acupuntura” se refere, portanto, à inserção de agulhas através da pele nos tecidos subjacentes em diferentes profundidades e em pontos específicos do corpo. O nome original da acupuntura na China é TZIAN TZI (metal / fogo), donde se vê a importância que a medicina chinesa dá ao calor, portanto, a moxa. Contudo, hoje em dia, entende-se como acupuntura não apenas a praticada com agulhas, mas as demais formas que são chamadas de não invasivas, como: moxa, acupressura, além da fitoacupuntura, o uso de raio laser, a eletroacupuntura, a 2
  • 3. magnetoacupuntura feita com imãs, enfim, seja qual for o estímulo utilizado desde que haja estimulação dos pontos dentro dos meridianos é entendido como acupuntura. A acupuntura como tratamento médico tem sua filosofia embasada nos ensinamentos tradicionais do Taoísmo, criado por Lao Tse, e, que prega a harmonia entre os humanos e o mundo à sua volta, assim como valoriza um equilíbrio entre o yin e o yang, considerados pelos chineses como o aspecto feminino e masculino, respectivamente, em cada pessoa, sendo ambos responsáveis por todas as forças que atuam no universo, estando ambos, yin e yang, presentes em tudo. A mais antiga referência sobre acupuntura pode ser encontrada no "The Nei Jing Yellow Emperors Classic of Internal Medicine", de Huang Di, que data de cerca de 300 a.C. O livro descreve várias doenças, suas origens e descrição de pontos da acupuntura. Em 260 d.C., Huang-Fu Mi escreveu 12 volumes relatando a técnica da acupuntura. Seus livros descrevem os pontos que são utilizados ainda hoje, além da localização de cada um e a intensidade de penetração das agulhas. Os primeiros acupunturistas utilizavam agulhas feitas com pedras e ossos, depois foram criadas as agulhas de bambu e metal, como o bronze, ouro e prata. Inicialmente havia apenas 365 pontos de pressão no corpo, cada um correspondendo a um dia diferente do ano. Após algum tempo, esse número cresceu, chegando a mais de 2 mil pontos diferentes na acupuntura moderna. No começo do século XIX, viajantes que haviam ido à China aprenderam a técnica e começaram a introduzir a acupuntura no Ocidente. Um dos pioneiros da acupuntura no Ocidente foi o médico francês Geourge Soulie de Morant. Fazendo pesquisa na China na 3
  • 4. virada do século XX, retornou à França, após duas décadas, e apresentou os textos e técnicas clássicas da acupuntura para os médicos franceses. Nos EUA, a acupuntura tornou-se popular na década de 70, com a viagem do presidente Nixon fez à China. A primeira menção feita à acupuntura na mídia americana foi um artigo do "New York Times" escrito por James Reston, onde ele descrevia como a acupuntura aliviara sua dor após uma cirurgia de apendicite. Da mesma forma, relatos sobre a acupuntura auricular foram encontrados em textos muito antigos, o que mostra ser a técnica milenar e a despeito da relativa ausência de postulados científicos sobre o tema, há uma imensa prática médica que comprova a sua eficácia em um número significativo de doenças. Resta apenas continuar com as pesquisas na busca das explicações necessárias à formação de um texto acadêmico que seja plenamente e cientificamente aceito. Nosso organismo é composto de matéria e energia. Na visão da Medicina Tradicional Chinesa, a parte energética circula nos meridianos e nos mantém sadios. Quando ocorre uma alteração no fluxo energético, se estabelece a doença. Hoje essa crença envolve outras formas de medicina, principalmente a chamada medicina alternativa, mudando-se apenas o termo Chi para Força Vital ou Energia Vital. Para os chineses, esta energia, semelhante a um fluxo de grande vitalidade é que torna possível a existência tal qual a conhecemos , sem ela o mundo não existiria. Os chineses chamam esta energia de chi, os japoneses de ki , os hindus denominam esta força de prana, e modernamente existe uma corrente menos ortodoxa ocidental que já aceita a integração oriente/ocidente, chama esta energia de forma mais clara : energia vital 4
  • 5. Quanto aos meridianos, estes são linhas anatomicamente não identificáveis, porém, funcionalmente presentes, distribuídas pelo corpo, por onde flui a energia vital – Chi . Ao serem introduzidas as agulhas em pontos específicos dos meridianos, ou se usando de outro estímulo – moxa, ventosa, acupressura, é provocada uma reação especialíssima na qual substâncias anti-inflamatórias, analgésicas, calmantes, e até hormonais, começa a ocorrer, e esta reação é capaz de estimular ou sedar os órgãos e com isso contribuir para a solução dos problemas de saúde – física ou emocional - apresentados pelo paciente. Os meridianos ligam os órgãos internos com o exterior. O ponto a ser estimulado na Acupuntura nada mais é do que o local onde se acessa o Meridiano, fazendo fluir a energia estagnada. Estas linhas , mesmo não sendo identificáveis anatomicamente, estão longe de serem imaginárias, e para caracterizá-las foi a medicina ocidental que denominou estes canais de energia com o nome de meridianos. A existência do meridiano foi demonstrada pelo Dr. Jean Claude Darras, do Hospital Neker, em Paris, que provou cientificamente que os canais de energia de fato percorrem todo o corpo humano . Em um determinado ponto de acupuntura, Dr. Darras injetou uma substância radioativa de contraste, denominada tecnécio. A princípio, o tecnécio espalhou-se por toda a região desordenadamente; porém, outro ponto relacionado ao mesmo meridiano foi estimulado. Observou, então, que a substância se concentrou no ponto de origem e correu por um suposto canal até alcançar o outro ponto estimulado. Com essa experiência provou-se a existência de canais em nosso organismo que não podem ser vistos a olho nu, mas que existem e podem conduzir o Chi propalado 5
  • 6. pelos chineses ou a chamada energia vital. Toda a teoria chinesa da acupuntura está ligada ao que se denominou de cinco elementos, madeira, fogo, metal, terra e água, os quais regem órgãos específicos do corpo humano, da mesma forma que caracterizam as pessoas. Ademais, os princípios taoistas trouxeram à forma de pensamento ocidental os conceitos de Yin e Yang, respectivamente, princípio feminino e masculino que estão em cada ser humano e em cada coisa existente. É o equilíbrio yin / yang que estabelece a harmonia universal e consequentemente a harmonia do corpo humano. Os desequilíbrios , quando ocorrem, provocam as doenças. Excesso de trabalho, comida, bebida e os vícios como o fumo, além do não entendimento daquilo que seja a natureza dos organismos e o respeito que eles precisam ter, geram o desequilíbrio da terra como um todo, provocando desarmonia e isto gera doença. Os estados de insônia e agitação, a ansiedade reinante no mundo moderno, nervosismo, fome compulsiva são exemplos de prevalência do elemento yang. Ao passo que a timidez, a depressão, apatia, sonolência , insegurança e medo frente aos problemas do mundo tendem a ser prevalência do elemento yin. Bastou haver prevalência que cessa a harmonia. Contudo, existe uma corrente mais ocidentalizada dentro da acupuntura que não atua seguindo estes princípios ocidentais, embora reconheça os pontos dos meridianos, inclusive na orelha, mas prefere dar ao tratamento um toque mais ocidental , onde a acupuntura entra como elemento de apoio junto aos procedimentos médicos normais. Esta posição de coadjuvante deu mais força à acupuntura, uma vez que sua prática não desqualifica a medicina tradicional ocidental – muitos orientalistas superestimaram a acupuntura em detrimento da medicina tal qual a conhecemos, o que foi um erro. 6
  • 7. Estas práticas se complementam em vez de se excluírem, por esta razão, terapeutas modernos unem as várias formas aplicação da acupuntura, envolvendo escolas diferentes num mesmo tratamento. Esta prática tem se provado eficiente Escolas de pensamento da acupuntura Existem vários tipos de prática da acupuntura com origem em diferentes países do mundo. O mais difundido e popular está ancorado na Medicina Chinesa Tradicional, cuja teoria se baseia na restauração do fluxo natural de energia por meio do estímulo de pontos de pressão espalhados pelo corpo, os quais correspondem aos vários sistemas e órgãos. A acupuntura japonesa é um pouco mais sutil .Utilizando agulhas mais finas e curtas, que quase não perfuram a pele, a acupuntura japonesa se divide em duas formas: raiz e local. A acupuntura de raiz cuida do desequilíbrio total de energia no corpo, enquanto a acupuntura local trata de sintomas específicos. A acupuntura dos cinco elementos é uma antiga técnica chinesa utilizada para tratar tanto de problemas do corpo como da mente. Baseia-se na teoria de que a saúde, assim como tudo o mais que existe , é regida pelos cinco elementos: água, madeira, fogo, terra e metal. O equilíbrio desses elementos no corpo é quem irá trazer boa saúde. A acupuntura auricular foi desenvolvida na França. Os pontos de acupuntura estão concentrados na orelha. Existem mais de duzentos pontos nas orelhas, tanto no pavilhão auricular como no dorso, e cada um é conectado a uma ou várias áreas do 7
  • 8. corpo. Quando um ponto é estimulado, ele cria impulsos elétricos que fluem, através do cérebro, até a parte específica do corpo que está sofrendo o estímulo. Por exemplo, se o ponto da orelha relacionada ao fígado sofrer o estímulo, ele irá localizar alguma dor ou disfunção no fígado da pessoa. A auriculoacupuntura também é sempre reflexa. Sabidamente a acupuntura auricular é tão eficaz quanto a acupuntura feita no corpo todo, pois considera-se que o estímulo da orelha afete a energia vital - o chi - que flui através do corpo. A acupuntura manual coreana é semelhante à acupuntura auricular, com exceção de que sua atuação é na mão, e não a orelha. II – Mecanismos de Ação da Acupuntura Tudo na acupuntura é reflexo, isto é, não se trata a patologia em cima do órgão “doente” propriamente dito, mas atua-se no seu ponto reflexo. Os meridianos, portanto, estão repletos de pontos por onde o órgão, ou parte do corpo possui relação reflexa e através desta relação é que a ação da acupuntura se faz. Nada impede tratamentos tópicos, em cima da patologia, mas, quando se fala de acupuntura, o tratamento é reflexo. Os estudos atuais demonstraram que a acupuntura estimula a produção de neurotransmissores (substâncias sintetizadas pelas células nervosas, que atuam no cérebro, na medula espinal e nos nervos periféricos) os quais combatem a dor, tanto como analgésico, como relaxante muscular. Ademais, a acupuntura ativa a circulação do cérebro, em especial o hipotálamo e a glândula pituitária, conduzindo a um aumento da 8
  • 9. função imunológica, além de também, aumentar a concentração de endorfinas e de serotonina . Apesar de existirem correntes que tentem demonstrar o contrário, a acupuntura não se aplica a todas as doenças, isto é, existem limitações. De forma geral, a acupuntura complementa e é complementada por outras especialidades médicas. A OMS – Organização Mundial de Saúde – considera que a acupuntura atua com efetividade nos casos de: • Doenças do Trato Respiratório Sinusite aguda, Rinite aguda, Resfriado comum, Tonsilite aguda, Afecções bronco- pulmonares, Bronquite aguda, Asma brônquica. • Doenças Oftalmológicas Conjuntivite aguda, Retinite central, Miopia (em crianças), Catarata (sem complicação). • Distúrbios da cavidade bucal Odontalgia, Dor pós-extracão dental, Gengivites, Faringites agudas e crônicas. • Distúrbios Gastrintestinais Espasmos do esôfago e cárdia, Soluços, Gastroptose, Gastrite aguda e crônica, Hiperacidez gástrica, Ulcera duodenal crônica, Colites agudas e crônicas, Disenteria bacteriana aguda, Constipação, Diarréia, Ileo paralítico. Distúrbios Ortopédicos e Neurológicos e clinica de dor 9
  • 10. Cefaléias, Enxaqueca, Neuralgia do trigêmeos, Paralisia Facial, Paralisia Pos AVC, Neuropatia periférica, Síndrome de Meniere, Disfunção neurogênica da Bexiga Urinaria, Enurese noturna, Neuralgia intercostal, Periartrite escapulo humeral, Epicondilite lateral (tennis elbow), Ciática, lombalgia, Artrite reumatóide, dorsalgia, lombalgia, neuralgia, lombo ciatalgia, LER, artrite reumatóide, lupus eritematoso sistêmico, trigemialgias, distensões musculares. • Em psiquiatria: distúrbios leves e moderados de depressão, angustia, ansiedade e insônia. • Em clinicas diversas: labirintite, prisão de ventre. • Em ginecologia: distúrbios menstruais, infertilidade, dismenorréia, amenorréia, metrorragia e menorragias. • Na estética: marcas de expressão, rugas, flacidez, bolsas sub-oculares, suavização de estrias e celulites, enrijecer dos seios e nádegas • Outros benefícios proporcionados pela acupuntura - Aumento da vitalidade e energia - Redução do estresse e maior relaxamento - Rejuvenescimento da pele - Controle de peso - Livrar-se do fumo, álcool, drogas e outros adicionais - - Aumento das funções físicas e atléticas. - Controle de dores - Regularidade dos batimentos cardíacos, pressão sanguínea e química. - - Estabilização do sistema imunológico. 10
  • 11. De forma geral, a acupuntura atua nas analgesias e disfunções orgânicas e emocionais. Estudos comprovam sua eficácia no alívio da dor, principalmente nas músculo-esqueléticas e na falta de harmonia do organismo, entrando neste particular o aspecto emocional das pessoas, uma vez que a acupuntura promove o equilíbrio das emoções e dos sentimentos como veremos mais à frente. Por outro lado, a acupuntura não garante a eliminação dos vícios como se pensa e se propaga. Os tais “pontos milagrosos” que emagrecem, fazem parar de fumar, parar de beber têm influência , mas não são garantias de sucesso. Sua ação isoladamente não é suficiente para isso, porém, a acupuntura associada a outras terapêuticas (alopatia, fitoterapia, homeopatia, psicoterapia, etc) obtém resultados satisfatórios nestas questões. Seja como for, o equilíbrio emocional, que geralmente se perde em casos de vícios, pode ser compensado com bons resultados através da acupuntura, uma vez que ela fortalece a vontade de quem se predispõe a deixar um vício , seja ele qual for. Desde 1995 a Acupuntura é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina, embora a sua prática ainda não esteja devidamente regulamentada.Neste sentido, tramita no Congresso Nacional uma legislação que, se aprovada, virá regulamentar a prática da acupuntura, além de especificar quem são os profissionais que podem exercê-la. Outros aspectos da prática terapêutica merecem atenção. O tratamento geralmente não apresenta resultado negativo nenhum quando feito por profissional devidamente preparado, mas é possível ocorrer: 11
  • 12.  Sonolência  Equimose (roxo na pele)  Discreto sangramento no local no momento da retirada a agulha.  Dor discreta no ponto agulhado.  Coceira no ponto.  Vermelhidão no local agulhado III - A energia vital Segundo os chineses, o Universo teve inicio com o Tao, o Tudo e o Nada simultaneamente. O Tao gerou o número 1 - o absoluto. À medida que este se manifesta ou se expande, é gerado o número 2 - a polaridade Yin e Yang. A força da polaridade Yin e Yang gera ou cria tudo e todos neste mundo que é a Terra . É o número 3 - a energia. Essa energia é chamada pelos chineses de Chi ou energia vital. Ainda dentro da filosofia taoista, o Chi é a essência da vida e da morte, capaz de transformar a tudo e a todos. O Chi controla as etapas de geração, nascimento, crescimento, expansão, destruição e morte. Além disto, esta energia promove o equilíbrio e a harmonia entre os seres e os elementos. Na Índia, esta força é conhecida como Prana e sua entrada nos organismo humanos se dá através dos chacras. Curiosamente estamos abertos a aceitar esta “ força” numa série de situações e raramente estamos abertos a aceitá-la dentro de nós mesmos. Muitos de nós se encantaram, há uma década ou mais, com o personagem He-Man erguendo a espada e 12
  • 13. bradando “ eu tenho a força”. Ademais, quantos não se encantaram com as potencialidades de Skywalker em Guerra nas Estrelas e poderiam acreditar em Obi Wan quando dizia a seu discípulo “ A força está com você”. Pois bem, é esta mesma força – o Chi, a energia vital - da qual falamos que impregna tudo o que existe. Místicos cristãos entendem esta força unificadora como sendo o próprio Espírito Santo. Nada mais correto. Eles admitem que o primeiro milênio foi o do Pai; o segundo milênio do Filho e o terceiro milênio será o do Espírito Santo , isto é, quando a força de Deus impregnando tudo o que existe será sentida , dentro e fora de nós mesmos, será finalmente aceita e entendida por todos como sendo realmente a força unificadora de tudo o que existe. Este fluido universal produz a energia vital que percorre tudo o que existe e as entranhas de todos os seres. A energia vital que circula pelo corpo está em tudo: na natureza, nos alimentos, nos líquidos que bebemos, mas é absorvida principalmente através do ar que respiramos. É desse jeito que os místicos entendem o postulado bíblico de “Deus em nós” Assim, são muitas as correntes de pensamento a admitir que existe uma energia de vida do Universo; vivemos num mar de energia e a natureza desta energia é promover a nossa harmonia com os outros, conosco mesmo , com o Todo, nos preenchendo de alegria, felicidade, amor, prazer, paz e sensibilidade. Quanto mais energia vital uma pessoa absorve mas sensível à vida e feliz ela se torna. Esta energia, contudo, flui em nossos corpos pelos meridianos. Toda vez que ela é bloqueada, toda vez que ela é impedida de agir, nosso corpo sofre e a doença se instaura. A acupuntura serve para desbloquear o que está estagnado e fazer fluir a energia vital. 13
  • 14. Ademais, com a tecnologia atual, fica fácil provar a existência desta força vital. A fotografia Kirlian mostra que ela está presente em tudo, desde os seres humanos, os alimentos, até os seres inanimados, como rochas, por exemplo. O “Clássico de Medicina Interna do Imperador Amarelo”, cuja idade remonta há 4 mil anos, fala em 32 tipos de Chi. Não é objetivo deste trabalho listar e explanar estas diferentes forças vitais, mesmo porque se é a mesma força, por que motivo classificá-las em 32 tipos diferentes? Vale a pena, entretanto, ressaltar que além da energia vital, imaterial, onipresente cujo fluxo anima os seres, permeando todo o Universo, ligando o mundo material e humano num imenso Todo, existe ainda uma energia psíquica que faz parte do mesmo Chi. Cabe a ela os pensamentos e sentimentos, mesmo porque a influência do Chi nas pessoas depende da sua qualidade. Assim, os pensamentos negativos e destrutivos impedem o desabrochar do Chi, gerando desarmonia, desequilíbrio, e no nosso caso em especial, as doenças que vão interpenetrar os corpos físicos e sutis do ser humano. Para a Medicina Chinesa, a mente não está apenas no cérebro, ela permeia os órgãos do corpo humano, Por isto, o estado saudável do corpo facilita o Chi, promovendo uma aura rica, colorida, capaz de expressar a riqueza interior do ser, assim como influenciar tudo à sua volta. Porções de energia entram e saem dos corpos físicos , se reciclam, promovem crescimento, e qualquer interrupção do fluxo impede a finalidade da própria existência. A doença é um bloqueio de Chi, incapacitando o ser humano a alcançar a sua plenitude física, mental e espiritual. Por isso, entra neste componente a vontade. O ser humano 14
  • 15. dotado de maior vontade para desenvolvimento do Chi tem mais capacidade do que os outros, tem melhor saúde e passar, com isso, a ter uma qualidade de vida melhor, porque é o Chi, ou a energia vital que clareia a visão e faz resplandecer o terceiro olho o chacra frontal da filosofia hinduísta , através do qual o ser humano pode ter a compreensão da verdadeira significação de viver. A energia vital, ou Chi, ou Prana, encontra agora um aliado importantíssimo que tem revolucionado o conhecimento científico universal e com isso modificado a forma de ver o mundo, a matéria, a doença e a cura: a Física Quântica. Durante muito tempo, a filosofia estabeleceu uma dicotomia bastante nítida entre sujeito e objeto. Isto é, o ser que pensa, sente, não possuía nenhuma relação com o seu objeto de estudo. O ser que estuda nada tinha a ver com a coisa estudada, sendo que cada um ficava estaticamente dentro de si mesmo. Este paradigma foi quebrado pela teoria quântica, cujos ensinamentos fazem parte do curso que vem sendo ministrado pela Instituo Rama Schaim a cargo do facilitador Ricardo Placa. . Justamente por atuar no nível além da matéria física, alcançando os corpos sutis do ser humano, uma vez que os meridianos conduzem a energia vital, a Auriculoterapia se apresenta como uma forma de tratamento quântico mesmo porque, esta pressupõe o toque e a intenção do terapeuta no ato do tratamento. Por esta razão é que uma janela está sendo aberta dentro do curso em andamento para que seja abordada a acupuntura auricular. 15
  • 16. Assim sendo, como ponto de partida teórico, registramos abaixo algumas considerações pontuais para servirem de apoio teórico à prática terapêutica da acupuntura auricular: * Pela Física Quântica, o objeto muda através da observação do sujeito. Isto elimina a dualidade das coisas. Elimina o eu e o tu, transformando as coisas num imenso nós. Assim, o terapeuta tem influência sobre a doença de seu paciente , deixando de ser meramente um técnico que aplica fórmulas prontas. * O mentor Rama Schain confirma: “A cura quântica trabalha com a idéia de que há transferência da força vital do curador para o paciente *A Terapia Quântica é essencialmente a cura espiritual realizada pelo pensamento que é um atributo da alma. Sendo o pensamento um atributo da alma, compreende-se o seu valor na vida humana e que a alma não é apenas um mero componente na constituição do organismo, mas uma fonte inesgotável de energia atuante na vida de cada um desde o momento de sua formação embrionária, atuando como agente modelador dos órgãos e tecidos e durante toda a vida da pessoa como responsável pela saúde e bem-estar do organismo. 16
  • 17. • A emoção, que mexe com os campos vibracionais, que geram as ondas, é responsável por toda complexidade do sistema ser humano. • A medicina quântica consiste em fazer a ponte entre os princípios íntegros da medicina tradicional chinesa e os conceitos da física Quântica moderna. • A medicina chinesa divide o corpo humano em três sistemas: 1. Nível informativo 2. Nível energético 3. Nível somático Antes que o homem adoeça a nível do corpo (somático), adoece-se antes nos dois primeiros níveis. E assim, é válido concentrar esforços nos níveis energético e informativos, para que o corpo humano fique são. A missão dos médicos chineses reza o seguinte: por o Chi do homem em equilíbrio. • Temos conosco três tipos de energia. A ancestral, advinda da hereditariedade; a energia física, advinda dos elementos e dos alimentos, e a energia cósmica , que interpenetra as coisas materiais deste mundo. A acupuntura abre canais que fazem aforar destas energias e a medicina quântica, porque influencia a vida dos elétrons, transmutando-os ora em ondas, ora em matéria, permite que a mente do paciente e a do terapeuta entrem em sintonia de vibração que acaba por promover a cura. • Há 150 anos, quando a Ciência não havia formulado as bases da Teoria Quântica, e a própria medicina ainda não possuía todos os 17
  • 18. saberes atuais, Alan Kardec escreveu no livro “ A Gênese”, ( pág. 294 , item – 31) que “ o espírito é o agente propulsor que infiltra num corpo determinado uma parte da substância de seu invólucro fluídico. A cura se opera mediante a substituição de uma molécula malsã por uma molécula sã”. • Sendo o pensamento um atributo da alma, compreende-se o seu valor na vida humana e que a alma não é apenas um mero componente na constituição do organismo, mas uma fonte inesgotável de energia atuante na vida de ca um, desde o momento de sua formação embrionária, atuando como agente modelador dos órgãos e tecidos e durante toda a vida da pessoa com responsável por ela, espiritual e fisicamente , cuidando da saúde e bem-estar. Deixar a alma para as questões ditas elevadas do “ outro mundo “ é dar a ela uma importância pequena demais. Ela existe para estar com o ser humano “ em todas as situações” , por isso a cura não é uma questão física apenas. Entra neste componente o físico (com todas as estimulações e remédios possíveis), o mental (onde a vontade/amor prepondera) e o espiritual, quando a alma impulsiona as energias promovendo a interação entre o paciente e seu terapeuta. IV- Acupuntura Auricular – Auriculoterapia. A Auriculoacupuntura é um método de tratamento dentro da acupuntura que se utiliza de pontos específicos localizados no pavilhão auricular. A estimulação desses pontos reflete diretamente no córtex cerebral, no sistema nervoso central e atua no equilíbrio dos canais de energia do corpo, restaurando e mantendo o fluxo do Chi no organismo. 18
  • 19. A auriculoacupuntura obteve maior aceitação no ocidente graças às pesquisas e experimentos do médico francês Paul Nogier inicialmente e mais recentemente com seu filho Raphael Nogier. Não que a auriculoacupuntura não existisse na China antiga, ela apenas não era vista de forma isolada e independente que é hoje. Paul Nogier, em seu consultório na França, observou que alguns pacientes possuíam certas regiões cauterizadas no pavilhão auricular e ao indagar , descobriu que isso era feito por uma mulher oriental que tratava pessoas , principalmente no que tange a dores na coluna. A partir daí, começou a pesquisar o assunto e mais de uma década depois apresentou um estudo a respeito. Surgiu assim a Escola Francesa de Auriculoterapia , que tem seus próprios postulados, embasados nos folhetos embrionários. Mais tarde, embora a acupuntura sistêmica já usasse alguns pontos auriculares, surgiu a Escola Chinesa de Auriculoacupuntura calcada na Medicina Tradicional Chinesa, a MTC. Fundamentalmente as diferenças dizem respeito à localização dos pontos no pavilhão auricular. Há quem critique uma e outra escola e há quem transite entre ambas de forma normal, utilizando-se dos pontos comprovadamente eficientes que uma e outra escola possui A auriculoacupuntura, além de usar as agulha sistêmicas menores e mais finas, utiliza-se de sementes, ou esferas, além de agulhas metálicas semipermanentes de 1 , 2 e 3 milímetros de profundidade ,aplicadas no pavilhão auricular, as quais agem no Sistema Nervoso Central (SNC) com o objetivo de aumentar a resistência orgânica (Sistema Imunológico) contra agentes agressores ( vírus, bactérias) . Como citado anteriormente, a aurículo-acupuntura atua como coadjuvante no tratamento de vícios, como alcoolismo, tabagismo, emagrecimento, uma vez que contribui para o equilíbrio emocional do paciente, dando-lhe força de vontade no combate aos vícios em geral. A medicina tradicional chinesa considera a orelha um extremo de íntima relação com os canais de energia – é uma parte do corpo que se liga a todos os outros órgãos . É histórico o relato que as mulheres do antigo Egito usavam pontos auriculares como forma de anticoncepcional, isto pelo século 2.500 a.C. (Egiptólogo Alexandre Varilla). 19
  • 20. Ao escrever “O Livro das Epidemias”, Hipócrates fazia referência a uma punção com estiletes nos vasos auriculares, para tratamento de processos inflamatórios. No Sri Lanka (Ceilão) foram achados manuscritos que comprovam a prática milenar da acupuntura feita na Índia, inclusive em animais de grande porto, como no caso dos elefantes. Os turcos do século III usavam certos instrumentos de cauterização de pontos auriculares no tratamento de várias doenças. Em síntese, a prática a acupuntura é milenar e , aos poucos, está sendo codificada dentro dos pressupostos científicos. Sua eficácia é comprovada e, através dela , podemos oferecer uma melhor qualidade de vida às pessoas . Como atuam os estímulos e as doenças que podem ser tratadas O pavilhão auricular e o dorso da orelha são partes do corpo humano que formam um microssistema, e atuam como receptores de sinais de alta especificidade, podendo refletir todas as mudanças fisiopatológicas dos órgãos, vísceras, membros , além do tronco, órgãos do sentidos e até mesmo emoções. Hoje já foram localizados os meridianos dentro da orelha. O estudo é novo e está em fase de experimentação. Por isso, quando ocorrem problemas de saúde que afetam o corpo, imediatamente a patologia é refletida na orelha. Há casos que, mesmo antes do aparecimento do sintoma no corpo humano, a orelha apresenta algum tipo de reflexo capaz de antecipar algum mal que possa estar em curso no organismo. Estimulando-se os pontos auriculares, desencadeia-se uma sucessão de reflexos condicionados, os quais fazem parte de uma teia de relação com capacidade racional, formando um circuito de estímulos no córtex cerebral. Isto explica os reflexos longos que terminam por agir sobre a formação reticulada do sistema nervoso central, proporcionando uma melhora do tônus do sistema nervoso e da reatividade do sistema neurovegetativo.. 20
  • 21. A orelha é uma formação esquelética fibrocartilaginosa, penetrada por músculos que a ligam diretamente à cabeça. Os nervos que ela possui são do tipo motores e sensitivos, onde se interpenetram veias que possibilitam a existência de todo um sistema linfático com um grande número de condutos o que , fatalmente, facilita a acupuntura e a interligação dos pontos auriculares , os quais veremos mais adiante. A acupuntura auricular é benéfica em cerca de 250 doenças, a saber: *Doenças infecciosas * Doenças do aparelho digestivo e urinário * Alterações da pressão e cardiopatias * Alterações glandulares (hiper ou hipotireodismo, diabetes...) * Doenças ósseas e musculares (artrite, artrose, bursite, reumatismo, lombalgia, torções e lesões) * Sistema Nervoso - Depressão, psicoses, síndrome do pânico, insônia, enxaqueca, estresse, ansiedade, dificuldade de concentração, vertigem. * Melhora da libido e disfunção erétil * Rinite, sinusite, bronquite, resfriados, asma * Auxilio para obesidade, tabagismo, alcoolismo, toxicomania, TPM. O efeito do tratamento é quase imediato . O estímulo leva o cérebro a agir sobre os órgãos, os membros e suas funções, equilibrando e harmonizando o organismo, provocando assim a eliminação dos males que acometem o indivíduo, fazendo fluir a energia vital pelo corpo. Outro aspecto importante da auriculoacupuntura é que , diferentemente da acupuntura sistêmica, que possui meridianos com um número muito grande de pontos, na orelha o ponto é apenas um só. Isto quer dizer que ele tem o valor de todo um meridiano sistêmico e por isso a sua ação é mais rápida. Para alguns estudiosos isto é uma vantagem, para outros uma deficiência , pois com mais pontos as opções de tratamento podem ser ampliadas. Por isso, é que os dois tratamentos, quase sempre são complementares. 21
  • 22. Vantagens da aurículo São inúmeras as vantagens da acupuntura auricular e dentre elas salientamos: 1) Rapidez e eficácia Nos casos de analgésica e inflamações, contra dores músculoesqueléticas de todo tipo, podendo, em muitos casos, a dor desaparecer em poucos minutos. O mesmo se dando com febres e pressão alta. 2) Fácil localização dos órgãos e partes do corpo, uma vez que para cada caso há apenas um ponto, ou dois para ser estimulado, diferentemente dos meridianos sistêmicos. 3) Fácil manejo e fácil aprendizagem A aplicação é simples e pode ser aprendida rapidamente. Claro está que os casos complexos exigem amplo domínio da técnica e a correlação dos pontos a serem tratados, o que demanda um conhecimento mais aprofundado. 4) Economia e praticidade Diferentemente de outras técnicas, a acupuntura auricular é de baixo custo e sua aplicação requer poucos apetrechos, podendo inclusive ser feita em qualquer lugar , inclusive no local de trabalho. 5) Diagnóstico simples 22
  • 23. Usando de uma boa ficha de anaminese, o diagnóstico é direto, uma vez que os pontos a serem estimulados – sedação ou tonificação – estão devidamente mapeados requerendo apenas cuidados do terapeuta em saber fazer as perguntas corretas e dominar o interrelacionamento dos pontos para uma maior eficácia de tratamento, e fazer um exame bem detalhado da orelha. 6) Não apresenta efeitos colaterais. A aurículoacupuntura é segura e , caso o tratamento não tenha sucesso, não há risco de intercorrências, salvo os casos de falta de higienização da orelha ou quando se mantém os pontos além dos prazos previstos. V - A anaminese e a forma de atendimento O atendimento começa pela anaminese. Talvez seja este um dos pontos mais importantes de toda e qualquer abordagem junto ao paciente: a busca de um diagnóstico preciso. Neste sentido, a empatia no relacionamento paciente/terapeuta precisa ser total de modo a permitir que ambos possam caminhar juntos para a formação de um diagnóstico, o mais correto possível. É importantíssimo o domínio de técnicas de diagnóstico capazes de dar subsídios seguros ao acuputurista. Assim, conhecer os 5 elementos, a morfologia da língua, o exame da pulsação, e mais recentemente, a leitura da íris são instrumentos que permitirão ao terapeuta confirmar e aprofundar as informações dadas pelo paciente. No 23
  • 24. mercado, existem livros sobre estes temas, além de cursos que podem ser feitos pelos interessados. Contudo, para o aurículo-terapeuta nada é mais importante do que a análise direta da orelha, a apalpação das regiões com vistas a descobrir patologias que estão sendo refletidas em cada ponto, por exemplo. Mais à frente falaremos sobre a morfologia da orelha no tocante a o que ser observado. A forma de localizar pontos que devem ser tratados se dá pelo uso do apalpador de pressão. Um bastão de metal com ponta arredondada e uma mola interna, cuja finalidade é exercer pressão constante. Todo ponto auricular com desequilíbrio de energia apresenta algum tipo de dor , mesmo que pequena, quando pressionado . Contudo, esta norma não é absoluta. Há ocasiões em que o ponto não indica dor, por esta razão a anaminese se apresenta como fundamental. O uso de luvas e máscara é sempre indicado. É mais higiênico, além de ser uma forma de proteção. Na prática não se deve estimular o mesmo ponto nas duas orelhas ao mesmo tempo, a não ser em casos excepcionais de crise aguda de dor como a enxaqueca, por exemplo. É bom intercalar as aplicações em uma orelha por vez, num intervalo de sete dias no máximo. . Existem várias formas de aplicação da acupuntura auricular. As mais conhecidas são:  Com agulha sistêmica - Normalmente usada no corpo, pode ser também utilizada em aurículo. Seu único inconveniente é que o paciente deverá 24
  • 25. permanecer deitado e com as agulhas na orelha por um período de 20 a 30 minutos e a cada 5 minutos deve-se estimular o ponto girando a agulha.  Com agulha semipermanente – Parece uma pequena tachinha com uma ponta que não ultrapassa 3 milímetros. Depois de aplicada, deve-se cobri-la com um pequeno pedaço de fita microporo, para evitar que caia. O paciente deve permanecer com as agulhas pelo prazo máximo de sete dias e evitar contaminação.  Com ponto esfera - Constituído por uma pequena esfera de metal, este ponto deve ser aplicado da mesma forma que a agulha semipermanente e os resultados obtidos são os mesmos. A diferença é que o ponto esfera pressiona, em vez de furar, o que o torna preferível para uso em crianças ou para quem tem trauma de agulhas. Ainda em se tratando de esferas, as de prata servem para sedar e as de ouro para estimulação do ponto tratado. Assim , no ponto do coração, por exemplo, usamos uma ou outra conforme for a necessidade apresentada pala anaminese. Recentemente tem surgido um tipo de esfera de metal. Ele tem sido considerado neutro, podendo tanto sedar quanto estimular o ponto.  Com ponto cristal – Em vez de esferas, um pequeno pedaço de cristal. Diz-se que o cristal é neutro, podendo tanto sedar como estimular. Ademais, o cristal permite a infusão com cores, por exemplo, possibilitando a execução de procedimentos de cromo-aurículo-acupuntura. 25
  • 26.  Com ponto semente – O mais tradicional e antigo procedimento. É uma pequena semente de mostarda, ou outro tipo de semente, usada da mesma forma que o ponto esfera, com a diferença de que este ponto semente deve permanecer na orelha por um prazo máximo de cinco dias. Por se tratar de material orgânico, ele pode se decompor e causar algum tipo de contaminação, e, em conseqüência, provocar inflamação na região. A semente também é neutra. Hoje, existem estudos sobre a utilização de vários tipos de semente. É a fitoacupuntura. Dependendo da semente utilizada, o efeito da aplicação varia, o que amplia as formas de tratamento. Na acupuntura sistêmica, qualquer semente pode ser usada, mas na auricular nem sempre isso é possível devido ao tamanho de cada semente. Por isso, na aurículo se usa geralmente lascas de sementes para o emprego da fitoacupuntura. A fitoacupuntura pode ser executada com praticamente todas as plantas, dando-se preferência pelas sementes, inflorescências e cascas, nesta ordem. Alguams das possibilidades usadas atualmente : Angélica – Angelica tenuissima à semente = desequilíbrios da bexiga, elimina vento, frio e umidade. Arroz – Orysa sativa à semente = desequilíbrios do estômago, baço-pâncreas e pulmão, equilibra o qi. Camomila – Matricaria chamomilla à inflorescência = desequilíbrios do estômago e vesícula biliar, calmante, antiespasmódico. 26
  • 27. Canela – Cinnamomum ceylanicum à casca = desequilíbrios do rim, estômago, coração, fígado, baço-pâncreas e vaso governador, doenças de frio, auxiliar no combate a dor, relaxante muscular. Carqueja – Baccharis triptera à inflorescência = desequilíbrio do fígado, intoxicação alimentar, depurativo. Cevada – Hordeum vulgare à semente = desequilíbrios do estômago e baço-pâncreas, harmoniza o qi. Cravo – Eugenia caryiphyllata à inflorescência = desequilíbrios do pulmão, baço- pâncreas, estômago e rim, deficiências, doenças de frio e analgésico. Erva doce – Pimpinella anisum à semente = desequilíbrios do estômago, fígado e intestino delgado, harmoniza a circulação do sangue. Eucalipto – Eucaliptus globulus à inflorescência = desequilíbrios do pulmão, sistema respiratório. Feijão – Phaseolus angularis à semente = desequilíbrios do coração e intestino delgado, erupções de pele. Gengibre – Zingiber officinalis à rizoma = desequilíbrios do pulmão, coração, baço- pâncreas e estômago, elimina fleuma. Gergelim – Sesamun indicum à semente = desequilíbrios do fígado, rim e baço- pâncreas, deficiências. 27